Lua - características

22 de novembro de 2007 ·




Deslocação diária: cerca de 12-13 graus

Tempo necessário para completar uma deslocação ao longo do zodíaco: cerca de 28 dias (cerca de 2,5 dias em cada signo)
Retrogradação: não ocorre
Casa associada: quarta
Signo que rege: Caranguejo
Dia da semana: segunda-feira
Idade da vida mais representativa: os primeiros anos de vida (até cerca dos 4 anos)
Personagens simbolizadas: a mãe, as mulheres mais velhas, a irmã mais velha, as tias, a ama; a esposa, as mulheres em geral. As massas populares, a multidão.
Actualmente também simboliza as mulheres que detenham poder: a chefe, a patroa, a administradora.
Funções fundamentais: os hábitos e automatismos orgânicos, as emoções e os estados de espírito, a memória e o passado, o sono e os sonhos, a adaptação aos ciclos naturais, o sentido gregário e familiar, o sentido de pertença e filiação, o ambiente orgânico e vegetativo corporal, as raízes psíquicas. As necessidades de bem-estar, contacto, conforto, nutrição, tranquilidade e segurança.
Valores positivos: simpatia, empatia, instinto maternal, prestabilidade, dedicação, protecção, afectividade, docilidade, hospitalidade, intuição, adaptabilidade, plasticidade, moderação, instintividade, satisfação com a própria corporalidade e emocionalidade, tranquilidade, serenidade, sentimento de segurança e de bem-estar interior, capacidade nutridora, confortadora e sustentadora (de si mesmo ou dos outros).
Comportamentos negativos: vulnerabilidade e hipersensibilidade emocional, dependência psicológica, tendência a comportamentos caprichosos e emocionalmente instáveis, inconsistência, passividade, indecisão, infantilismo, imaturidade, vulgaridade, negligência, falta de amor próprio, sentimento de inferioridade, necessidade excessiva e contínua de cuidados, de afectos, de segurança e de apoio, medo, fragilidade, sensação de desprotecção ou de não ser amado, timidez, emocionalidade, superstição, sugestionabilidade, irritabilidade, depressão, autocomiseração, vitimização, facilidade em cair na fantasia e no sonhar acordado.
Outras representações e especificidades da Lua:
· Representa o indivíduo na sua mais básica identidade, fundamentada nas reacções emocionais e orgânicas: é uma identidade conferida pelo corpo e pela actividade corporal, pelas sensações internas sentidas física e psiquicamente.
É como que um tipo de instinto, por estar tão próximo do que é, em cada um, a sua própria natureza.
· A Lua indica toda a aprendizagem e adaptação ocorrida antes de se adquirir a capacidade de verbalização; por isso, refere-se a tudo o que é automático não-racional, a tudo o que é comunicado não verbalmente, ou seja, emocional, instintiva ou intuitivamente.
· Representa a vivência doméstica, rotineira, abrigada do mundo exterior; simboliza os impulsos de sedentarização e recolhimento, na necessidade de criar um núcleo, uma família, um grupo ligado por interesses emocionais-afectivos e que garantam estabilidade e segurança; que sejam um ponto de referência permanente.
· Expressa a capacidade de sintonização e harmonia com o ambiente interior e exterior (o acompanhar da flutuação e variabilidade ambiental sem contudo perder a estabilidade emocional central): a adaptação e compreensão dos ciclos naturais, da vida e da morte, das transformações internas (físicas, emocionais e psíquicas) e externas. A capacidade de lidar e reagir às emoções próprias e dos outros. A sensibilidade e o ajustamento aos ambientes, mas também os estados de espirito interiores, os humores pessoais. A Lua fala-nos da confiança básica que temos (ou não) para com a vida e os outros («o bom ou mau objecto dos psicólogos).
· A Lua simboliza a fertilidade natural e física: a capacidade de dar forma à vida e de estimular e dar assistência, protecção e conforto.
· Mais do que um objectivo futuro (como o do Sol) significa uma realidade já interiorizada e instintiva (há astrólogos que afirmam que o Sol desenvolvido numa vida anterior torna-se a Lua na vida actual).
· É através da Lua que se expressam as qualidades de empatia, amor e afecto desinteressado para com os outros e se aplicam e desenvolvem as capacidades nutridoras, sustentadoras e confortadoras (pessoais e dos outros), podendo dizer-se que é na Lua que estão fundamentadas muitas das qualidades espirituais da alma.

0 comentários:

22 de novembro de 2007

Lua - características




Deslocação diária: cerca de 12-13 graus

Tempo necessário para completar uma deslocação ao longo do zodíaco: cerca de 28 dias (cerca de 2,5 dias em cada signo)
Retrogradação: não ocorre
Casa associada: quarta
Signo que rege: Caranguejo
Dia da semana: segunda-feira
Idade da vida mais representativa: os primeiros anos de vida (até cerca dos 4 anos)
Personagens simbolizadas: a mãe, as mulheres mais velhas, a irmã mais velha, as tias, a ama; a esposa, as mulheres em geral. As massas populares, a multidão.
Actualmente também simboliza as mulheres que detenham poder: a chefe, a patroa, a administradora.
Funções fundamentais: os hábitos e automatismos orgânicos, as emoções e os estados de espírito, a memória e o passado, o sono e os sonhos, a adaptação aos ciclos naturais, o sentido gregário e familiar, o sentido de pertença e filiação, o ambiente orgânico e vegetativo corporal, as raízes psíquicas. As necessidades de bem-estar, contacto, conforto, nutrição, tranquilidade e segurança.
Valores positivos: simpatia, empatia, instinto maternal, prestabilidade, dedicação, protecção, afectividade, docilidade, hospitalidade, intuição, adaptabilidade, plasticidade, moderação, instintividade, satisfação com a própria corporalidade e emocionalidade, tranquilidade, serenidade, sentimento de segurança e de bem-estar interior, capacidade nutridora, confortadora e sustentadora (de si mesmo ou dos outros).
Comportamentos negativos: vulnerabilidade e hipersensibilidade emocional, dependência psicológica, tendência a comportamentos caprichosos e emocionalmente instáveis, inconsistência, passividade, indecisão, infantilismo, imaturidade, vulgaridade, negligência, falta de amor próprio, sentimento de inferioridade, necessidade excessiva e contínua de cuidados, de afectos, de segurança e de apoio, medo, fragilidade, sensação de desprotecção ou de não ser amado, timidez, emocionalidade, superstição, sugestionabilidade, irritabilidade, depressão, autocomiseração, vitimização, facilidade em cair na fantasia e no sonhar acordado.
Outras representações e especificidades da Lua:
· Representa o indivíduo na sua mais básica identidade, fundamentada nas reacções emocionais e orgânicas: é uma identidade conferida pelo corpo e pela actividade corporal, pelas sensações internas sentidas física e psiquicamente.
É como que um tipo de instinto, por estar tão próximo do que é, em cada um, a sua própria natureza.
· A Lua indica toda a aprendizagem e adaptação ocorrida antes de se adquirir a capacidade de verbalização; por isso, refere-se a tudo o que é automático não-racional, a tudo o que é comunicado não verbalmente, ou seja, emocional, instintiva ou intuitivamente.
· Representa a vivência doméstica, rotineira, abrigada do mundo exterior; simboliza os impulsos de sedentarização e recolhimento, na necessidade de criar um núcleo, uma família, um grupo ligado por interesses emocionais-afectivos e que garantam estabilidade e segurança; que sejam um ponto de referência permanente.
· Expressa a capacidade de sintonização e harmonia com o ambiente interior e exterior (o acompanhar da flutuação e variabilidade ambiental sem contudo perder a estabilidade emocional central): a adaptação e compreensão dos ciclos naturais, da vida e da morte, das transformações internas (físicas, emocionais e psíquicas) e externas. A capacidade de lidar e reagir às emoções próprias e dos outros. A sensibilidade e o ajustamento aos ambientes, mas também os estados de espirito interiores, os humores pessoais. A Lua fala-nos da confiança básica que temos (ou não) para com a vida e os outros («o bom ou mau objecto dos psicólogos).
· A Lua simboliza a fertilidade natural e física: a capacidade de dar forma à vida e de estimular e dar assistência, protecção e conforto.
· Mais do que um objectivo futuro (como o do Sol) significa uma realidade já interiorizada e instintiva (há astrólogos que afirmam que o Sol desenvolvido numa vida anterior torna-se a Lua na vida actual).
· É através da Lua que se expressam as qualidades de empatia, amor e afecto desinteressado para com os outros e se aplicam e desenvolvem as capacidades nutridoras, sustentadoras e confortadoras (pessoais e dos outros), podendo dizer-se que é na Lua que estão fundamentadas muitas das qualidades espirituais da alma.

Sem comentários:

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates