Marte retrógrado nos signos - uma visão cármica

23 de novembro de 2007 ·

Marte retrógrado em Carneiro

O enorme sentimento de insegurança que a pessoa experimenta é, na verdade, herdado de vidas passadas. Bem pouco consciente do mundo que o cerca, apaixonado, violento, falta-lhe objectividade. Irá libertar-se lutando contra suas próprias tendências negativas, mais do que contra os outros.

Marte retrógrado em Touro

Nem sempre consegue exteriorizar sua agressividade à primeira vista: a pessoa morde o freio, cultiva cóleras reprimidas e se vinga a longo prazo. Homem de tradição e de hábitos, tem medo de actividades novas. Libertará sua energia aplicando-a aos esportes na natureza, e às artes.

Marte retrógrado em Gémeos

Indica uma grande curiosidade intelectual, mas a lição cármica aqui escolhida é a de aprender a dosar sua energia (e sua agressividade) nas relações humanas. Bastante instável, facilmente ansioso, pode fazer estudos de psicologia: aprenderá a se conhecer através dos outros. Adquirirá o hábito de reflectir antes de agir, e irá muito longe na busca do conhecimento.

Marte retrógrado em Caranguejo

O dinamismo da pessoa está bloqueado por sua emotividade, muito infantil. Ele se vê como uma criança; a motivação profunda dos seus actos é procurar uma protecção. É atraído pelas pessoas idosas do sexo oposto. Tendo-se refeito mal dos traumatismos da juventude vivenciados em vidas passadas tende a recriar o mundo à imagem de sua família passada.

Marte retrógrado em Leão

A pessoa manipula os outros, sem se dar conta dos efeitos de sua força. Deveria pedir mais conselhos e ouvi-los! Que não se deixe levar por seu gosto do poder, herdado de vidas passadas. E que aprenda perder, sem disso fazer um drama. Que aceite que os outros ajam a seu modo.

Marte retrógrado em Virgem

A pessoa tem certamente grandes dificuldades em suas relações afectivas familiares. Demasiado exigente, adapta-se melhor às coisas do que às pessoas. Deve aprender a se relaxar, a exprimir e a canalizar seus impulsos sexuais bloqueados pelo medo do fracasso. Para sair de sua angústia, deverá admitir suas imperfeições e as dos outros. A pessoa, tendo vivido vidas passadas demasiado "sociais" ou mundanas, está agora obcecado pela perfeição. Impõe a si mesmo e ao cônjuge (ou aos sócios) obrigações demais. Quando não aguenta mais, explode, e seu contrato voa em pedaços. Mesmo se esses acessos de violência são raros, ele se comporta inconscientemente como se quisesse destruir seu casamento (ou suas associações). Deve procurar agora seu centro de gravidade em si mesmo, e não mais fugir das responsabilidades abrigando-se por trás do grupo. Que tente ser mais tolerante e mais cooperativo.

Marte retrógrado em Balança

A pessoa tendo vivido vidas passadas demasiado “sociais” ou mundanas, está agora obcecado pela perfeição. Impõe-se a si e aos outros demasiadas obrigações. Quando não aguenta explode. Possibilidade inconsciente de poder destruir o casamento ou associações. Deve ser mais tolerante e cooperativo.

Marte retrógrado em Escorpião

Dá as pessoa uma vida interior muito movimentada. Sempre em estado de alerta, luta contra a angústia que bate à porta, contra paixões violentas, nas quais fica sufocado. e por vezes se afoga. Sua fúria de viver o leva a se destruir mas poderia trabalhar-se a si próprio para se reconstruir; tem necessidade também de aprender a perdoar, a esquecer. Toda actividade reconstruir; tem necessidade também de aprender a perdoar, a esquecer. Toda actividade criadora o ajudará, canalizando sua grande energia para um objectivo exterior positivo.

Marte retrógrado em Sagitário

Indica vidas anteriores onde o nativo se dispersou na busca de objectivos mutantes. Que ele se assente e reflicta antes de agir, para definir antes os seus fins e a sua linha de conduta. Deve aprender a coordenar a sua necessidade de ideal com a sua sede de experiências novas.

Marte retrógrado em Capricórnio

O nativo vive um conflito entre uma antiquíssima sabedoria, adquirida em vidas passadas, e a aspereza e a impulsividade de seus desejos. Prefere, então, viver e agir com pessoas mais idosas ou mais jovens. A posição de Marte está aqui particularmente ligada ao carma, e deve levar o nativo a compreender o quanto é responsável por todos os seus actos, e por tudo oque lhe acontece na vida actual.

Marte retrógrado em Aquário

É sedento de independência, o que o impele a rejeitar toda pressão social e afectiva. Como o vento, ou antes a borrasca, ele muda de direcção ao sabor dos seus impulsos; vive experiências inteiramente fora das normas tradicionais.

Marte retrógrado em Peixes

Indica um nativo cuja combatividade se dispersa e não se dirige para o objectivo. Essa agressividade fraca e desanimada o leva a fugir das dificuldades: o nativo adquirira hábitos de fraqueza nas vidas passadas, e tentava justificar-se choramingando!

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira
Actualizado em Terça, 10 Abril 2007 17:36

0 comentários:

23 de novembro de 2007

Marte retrógrado nos signos - uma visão cármica

Marte retrógrado em Carneiro

O enorme sentimento de insegurança que a pessoa experimenta é, na verdade, herdado de vidas passadas. Bem pouco consciente do mundo que o cerca, apaixonado, violento, falta-lhe objectividade. Irá libertar-se lutando contra suas próprias tendências negativas, mais do que contra os outros.

Marte retrógrado em Touro

Nem sempre consegue exteriorizar sua agressividade à primeira vista: a pessoa morde o freio, cultiva cóleras reprimidas e se vinga a longo prazo. Homem de tradição e de hábitos, tem medo de actividades novas. Libertará sua energia aplicando-a aos esportes na natureza, e às artes.

Marte retrógrado em Gémeos

Indica uma grande curiosidade intelectual, mas a lição cármica aqui escolhida é a de aprender a dosar sua energia (e sua agressividade) nas relações humanas. Bastante instável, facilmente ansioso, pode fazer estudos de psicologia: aprenderá a se conhecer através dos outros. Adquirirá o hábito de reflectir antes de agir, e irá muito longe na busca do conhecimento.

Marte retrógrado em Caranguejo

O dinamismo da pessoa está bloqueado por sua emotividade, muito infantil. Ele se vê como uma criança; a motivação profunda dos seus actos é procurar uma protecção. É atraído pelas pessoas idosas do sexo oposto. Tendo-se refeito mal dos traumatismos da juventude vivenciados em vidas passadas tende a recriar o mundo à imagem de sua família passada.

Marte retrógrado em Leão

A pessoa manipula os outros, sem se dar conta dos efeitos de sua força. Deveria pedir mais conselhos e ouvi-los! Que não se deixe levar por seu gosto do poder, herdado de vidas passadas. E que aprenda perder, sem disso fazer um drama. Que aceite que os outros ajam a seu modo.

Marte retrógrado em Virgem

A pessoa tem certamente grandes dificuldades em suas relações afectivas familiares. Demasiado exigente, adapta-se melhor às coisas do que às pessoas. Deve aprender a se relaxar, a exprimir e a canalizar seus impulsos sexuais bloqueados pelo medo do fracasso. Para sair de sua angústia, deverá admitir suas imperfeições e as dos outros. A pessoa, tendo vivido vidas passadas demasiado "sociais" ou mundanas, está agora obcecado pela perfeição. Impõe a si mesmo e ao cônjuge (ou aos sócios) obrigações demais. Quando não aguenta mais, explode, e seu contrato voa em pedaços. Mesmo se esses acessos de violência são raros, ele se comporta inconscientemente como se quisesse destruir seu casamento (ou suas associações). Deve procurar agora seu centro de gravidade em si mesmo, e não mais fugir das responsabilidades abrigando-se por trás do grupo. Que tente ser mais tolerante e mais cooperativo.

Marte retrógrado em Balança

A pessoa tendo vivido vidas passadas demasiado “sociais” ou mundanas, está agora obcecado pela perfeição. Impõe-se a si e aos outros demasiadas obrigações. Quando não aguenta explode. Possibilidade inconsciente de poder destruir o casamento ou associações. Deve ser mais tolerante e cooperativo.

Marte retrógrado em Escorpião

Dá as pessoa uma vida interior muito movimentada. Sempre em estado de alerta, luta contra a angústia que bate à porta, contra paixões violentas, nas quais fica sufocado. e por vezes se afoga. Sua fúria de viver o leva a se destruir mas poderia trabalhar-se a si próprio para se reconstruir; tem necessidade também de aprender a perdoar, a esquecer. Toda actividade reconstruir; tem necessidade também de aprender a perdoar, a esquecer. Toda actividade criadora o ajudará, canalizando sua grande energia para um objectivo exterior positivo.

Marte retrógrado em Sagitário

Indica vidas anteriores onde o nativo se dispersou na busca de objectivos mutantes. Que ele se assente e reflicta antes de agir, para definir antes os seus fins e a sua linha de conduta. Deve aprender a coordenar a sua necessidade de ideal com a sua sede de experiências novas.

Marte retrógrado em Capricórnio

O nativo vive um conflito entre uma antiquíssima sabedoria, adquirida em vidas passadas, e a aspereza e a impulsividade de seus desejos. Prefere, então, viver e agir com pessoas mais idosas ou mais jovens. A posição de Marte está aqui particularmente ligada ao carma, e deve levar o nativo a compreender o quanto é responsável por todos os seus actos, e por tudo oque lhe acontece na vida actual.

Marte retrógrado em Aquário

É sedento de independência, o que o impele a rejeitar toda pressão social e afectiva. Como o vento, ou antes a borrasca, ele muda de direcção ao sabor dos seus impulsos; vive experiências inteiramente fora das normas tradicionais.

Marte retrógrado em Peixes

Indica um nativo cuja combatividade se dispersa e não se dirige para o objectivo. Essa agressividade fraca e desanimada o leva a fugir das dificuldades: o nativo adquirira hábitos de fraqueza nas vidas passadas, e tentava justificar-se choramingando!

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira
Actualizado em Terça, 10 Abril 2007 17:36

Sem comentários:

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates