Mercúrio retrógrado nas casas - uma visão cármica

22 de novembro de 2007 ·




Mercúrio retrógrado na casa 1
Na casa do Ascendente, Mercúrio retrógrado afecta profundamente a personalidade da pessoa, que se apresenta e reage como uma criança: egocêntrico, impaciente, agindo sem reflectir, empreendendo várias coisas ao mesmo tempo, sem jamais terminá-las. Procura-se a si próprio, busca definir a sua identidade. Essa insaciável curiosidade de se conhecer preenche uma lacuna das vidas passadas, e permitirá um dia aa pessoa situar-se enfim na comunidade dos homens. Ele sairá do seu egocentrismo e aprenderá a servir aos outros. Enfim, abrandará os seus julgamentos críticos que, no início desta encarnação, lhe poderão ter granjeado inimigos.

Mercúrio retrógrado na casa 2
Sob a influência lunar desta casa, em analogia com Touro, Mercúrio retrógrado é lunático, mutante, demasiadamente influenciado pelos detalhes da vida quotidiana. Nas vidas passadas, a pessoa apegara-se à segurança material; nenhuma perspectiva espiritual viera desligá-lo da busca dos bens terrestres. Actualmente, este nativo deve fazer um esforço para recolocar cada valor em seu devido lugar, e procurar o essencial, que é de ordem espiritual.

Mercúrio retrógrado na casa 3
Aqui, a pessoa se vê confrontado com um problema de comunicação de origem cármica. Nas vidas passadas, não conseguira comunicar-se realmente com os outros. Seu espírito crítico e seus preconceitos o haviam impedido de fazê-lo. Demasiado intelectual, não sabia comunicar-se no plano das emoções, nem partilhar o entusiasmo dos outros. Essa posição de Mercúrio indica também um mau contacto com irmãos e primos numa vida passada atitude que poderá ser superada por uma atitude mais simples e mais fraternal para com os parentes.

Mercúrio retrógrado na casa 4
Grande importância da infância para a pessoa: ele não esquece nenhuma das suas primeiras impressões nesta vida. Continua a procurar uma grande segurança afectiva e familiar, como fazia nas vidas anteriores. Na encarnação presente, sua emotividade entrava seu desenvolvimento intelectual. Ele só poderá expressar-se quando tiver progredido afectivamente e sobretudoquando tiver aceitado crescer. Quando tiver renunciado a se apegar às emoções passadas, sairá da imaturidade e sua verdadeira personalidade se revelará enfim (quase sempre na idade madura).

Mercúrio retrógrado na casa 5
Nas encarnações passadas, a pessoa era descuidado, leviano e infiel nos seus amores. Talvez também fosse indiscreto, não levando a sério as suas responsabilidades. O mesmo acontecera com relação à família: ele (ou ela) foi provavelmente um pai (ou mãe) "omisso". Negligenciou a educação dos seus filhos, não se esforçando o bastante para se comunicar com eles. Na verdade, suas más relações com amores e filhos eram provenientes de um excessivo orgulho. Deve então, nesta vida, assumir humildemente suas responsabilidades parentais - e reflectir sobre seus compromissos amorosos.

Mercúrio retrógrado na casa 6
Esta casa, em analogia com o signo de Virgem, é a da disciplina no trabalho, da saúde, da vida quotidiana. A pessoa, com Mercúrio retrógrado na 6, sentirá algumas dificuldades de relacionamento com os outros no trabalho. É bom que ele evite dizer: "Ah, se tivessem feito o que eu tinha dito! Sente continuamente que deve obrigações aos outros, não conseguindo cumprir todas elas. Assim, fica frequentemente angustiado e em estado de fragilidade nervosa. O seu espírito, prático, é por vezes crítico demais, mesmo para consigo mesmo: falta-lhe a autoconfiança. Quando os outros recusam sua ajuda, fica atormentado. Sente-se mais à vontade na mecânica, do que entre as pessoas. Impõe-se frustrações demais: é bom que aprenda a se relaxar. Adquiriu grandes competências técnicas no passado, e estas muitas vezes reaparecerão na vida actual. Deve agora aprender que as pessoas não são máquinas!

Mercúrio retrógrado na casa 7
Posição difícil para o planeta. A pessoa teve, em suas vidas passadas, grandes dificuldades na vida associativa: contratos de negócios, ou casamento. Por seu espírito demasiado crítico e por sua inconstância, provocou rupturas. Seus sócios ou seu cônjuge de uma vida passada reprovavam-no por não manter os seus compromissos, por mentir e por só levar em consideração seus próprios interesses. A pessoa deve agora aprender a se comprometer sinceramente num contrato não sem ter examinado cuidadosamente as cláusulas deste, antes de assiná-lo!

Mercúrio retrógrado na casa 8
Nas vidas passadas, a pessoa era muito materialista. Sentia que as pesquisas espirituais eram algo que absolutamente não lhe dizia respeito; o seu comportamento de visão limitada lhe acarretou bastantes fracassos. Era também muito duro nos seus julgamentos (e continuará a sê-lo, no início desta vida). Mas sua perspicácia psicológica e seu faro causarão espanto. Deve, no momento, procurar um ideal espiritual, e se mostrar mais tolerante.

Mercúrio retrógrado na casa 9
Posição bastante dura para Mercúrio retrógrado, que está, portanto, em queda na casa de Sagitário. Provavelmente a pessoa viveu vidas agitadas, desenraizadas, sem objectivo estável. É possível que ele tenha sido muito religioso, mas de maneira fanática. Certamente fez um bocado de inimigos, em virtude dos seus excessos verbais. Deve agora, portanto, reflectir sobre o modo de ser mais prático, e de organizar com bom-senso sua vida quotidiana. Deve, ao mesmo tempo, procurar uma orientação mais espiritual que irá inspirar toda a sua vida, sem mudanças constantes - respeitando, ao mesmo tempo, as leis justas.

Mercúrio retrógrado na casa 10
Nas profissões que a pessoa exercia durante certas vidas passadas, tinha tendência a se mostrar indeciso, leviano, irresponsável. Tinha dificuldade em assumir seriamente uma carreira. Muito oportunista, só se empenhava na medida dos seus interesses. Se ocupava um cargo de funcionário, esses mesmos defeitos o impediam de ser bem sucedido. Era, entretanto, observador, e possuía o senso do comércio. É preciso aconselhar-lhe uma carreira na administração, num serviço público: ali, aprenderá a inspirar confiança, obrigando-se a uma rigorosa honestidade. Em bastantes casos, é possível também que a pessoa tenha uma dívida cármica para com sua mãe ou seu pai.

Mercúrio retrógrado na casa 11
Neste sector, a pessoa teve problemas com seus amigos. Estes últimos, em suas vidas passadas, eram mal escolhidos, e a sua influência desastrosa. A inferioridade deles permitia aa pessoa valorizar-se, ganhando uma popularidade fácil. Em outros casos, ele não tinha amigos, porque não compreendera as leis da amizade: respeito pelos outros, ajuda desinteressada. Na vidaactual, ele deverá escolher aqueles cuja qualidade espiritual o ajudará a amadurecer. Liquidará esse carma integrando-se a grupos sociais centrados no auxílio ao próximo.

Mercúrio retrógrado na casa 12
Em suas vidas passadas, entidade descuidou-se do seu aperfeiçoamento espiritual. Tinha muita intuição e imaginação poética, que não foram utilizadas positivamente. Teve tendência a se evadir no sonho, em discursos delirantes e obscuros. Recusou-se, provavelmente, a se dedicar aos outros, o que lhe teria exigido uma disciplina e sacrifícios que não estava disposta a fazer. Deve utilizar hoje sua viva intuição para cuidar dos outros, particularmente os doentes (seria muito eficiente num hospital). Agir mais do que sonhar (e não contar tudo a todo mundo). A entidade lucraria muito tomando consciência das suas dívidas cármicas.

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira

0 comentários:

22 de novembro de 2007

Mercúrio retrógrado nas casas - uma visão cármica




Mercúrio retrógrado na casa 1
Na casa do Ascendente, Mercúrio retrógrado afecta profundamente a personalidade da pessoa, que se apresenta e reage como uma criança: egocêntrico, impaciente, agindo sem reflectir, empreendendo várias coisas ao mesmo tempo, sem jamais terminá-las. Procura-se a si próprio, busca definir a sua identidade. Essa insaciável curiosidade de se conhecer preenche uma lacuna das vidas passadas, e permitirá um dia aa pessoa situar-se enfim na comunidade dos homens. Ele sairá do seu egocentrismo e aprenderá a servir aos outros. Enfim, abrandará os seus julgamentos críticos que, no início desta encarnação, lhe poderão ter granjeado inimigos.

Mercúrio retrógrado na casa 2
Sob a influência lunar desta casa, em analogia com Touro, Mercúrio retrógrado é lunático, mutante, demasiadamente influenciado pelos detalhes da vida quotidiana. Nas vidas passadas, a pessoa apegara-se à segurança material; nenhuma perspectiva espiritual viera desligá-lo da busca dos bens terrestres. Actualmente, este nativo deve fazer um esforço para recolocar cada valor em seu devido lugar, e procurar o essencial, que é de ordem espiritual.

Mercúrio retrógrado na casa 3
Aqui, a pessoa se vê confrontado com um problema de comunicação de origem cármica. Nas vidas passadas, não conseguira comunicar-se realmente com os outros. Seu espírito crítico e seus preconceitos o haviam impedido de fazê-lo. Demasiado intelectual, não sabia comunicar-se no plano das emoções, nem partilhar o entusiasmo dos outros. Essa posição de Mercúrio indica também um mau contacto com irmãos e primos numa vida passada atitude que poderá ser superada por uma atitude mais simples e mais fraternal para com os parentes.

Mercúrio retrógrado na casa 4
Grande importância da infância para a pessoa: ele não esquece nenhuma das suas primeiras impressões nesta vida. Continua a procurar uma grande segurança afectiva e familiar, como fazia nas vidas anteriores. Na encarnação presente, sua emotividade entrava seu desenvolvimento intelectual. Ele só poderá expressar-se quando tiver progredido afectivamente e sobretudoquando tiver aceitado crescer. Quando tiver renunciado a se apegar às emoções passadas, sairá da imaturidade e sua verdadeira personalidade se revelará enfim (quase sempre na idade madura).

Mercúrio retrógrado na casa 5
Nas encarnações passadas, a pessoa era descuidado, leviano e infiel nos seus amores. Talvez também fosse indiscreto, não levando a sério as suas responsabilidades. O mesmo acontecera com relação à família: ele (ou ela) foi provavelmente um pai (ou mãe) "omisso". Negligenciou a educação dos seus filhos, não se esforçando o bastante para se comunicar com eles. Na verdade, suas más relações com amores e filhos eram provenientes de um excessivo orgulho. Deve então, nesta vida, assumir humildemente suas responsabilidades parentais - e reflectir sobre seus compromissos amorosos.

Mercúrio retrógrado na casa 6
Esta casa, em analogia com o signo de Virgem, é a da disciplina no trabalho, da saúde, da vida quotidiana. A pessoa, com Mercúrio retrógrado na 6, sentirá algumas dificuldades de relacionamento com os outros no trabalho. É bom que ele evite dizer: "Ah, se tivessem feito o que eu tinha dito! Sente continuamente que deve obrigações aos outros, não conseguindo cumprir todas elas. Assim, fica frequentemente angustiado e em estado de fragilidade nervosa. O seu espírito, prático, é por vezes crítico demais, mesmo para consigo mesmo: falta-lhe a autoconfiança. Quando os outros recusam sua ajuda, fica atormentado. Sente-se mais à vontade na mecânica, do que entre as pessoas. Impõe-se frustrações demais: é bom que aprenda a se relaxar. Adquiriu grandes competências técnicas no passado, e estas muitas vezes reaparecerão na vida actual. Deve agora aprender que as pessoas não são máquinas!

Mercúrio retrógrado na casa 7
Posição difícil para o planeta. A pessoa teve, em suas vidas passadas, grandes dificuldades na vida associativa: contratos de negócios, ou casamento. Por seu espírito demasiado crítico e por sua inconstância, provocou rupturas. Seus sócios ou seu cônjuge de uma vida passada reprovavam-no por não manter os seus compromissos, por mentir e por só levar em consideração seus próprios interesses. A pessoa deve agora aprender a se comprometer sinceramente num contrato não sem ter examinado cuidadosamente as cláusulas deste, antes de assiná-lo!

Mercúrio retrógrado na casa 8
Nas vidas passadas, a pessoa era muito materialista. Sentia que as pesquisas espirituais eram algo que absolutamente não lhe dizia respeito; o seu comportamento de visão limitada lhe acarretou bastantes fracassos. Era também muito duro nos seus julgamentos (e continuará a sê-lo, no início desta vida). Mas sua perspicácia psicológica e seu faro causarão espanto. Deve, no momento, procurar um ideal espiritual, e se mostrar mais tolerante.

Mercúrio retrógrado na casa 9
Posição bastante dura para Mercúrio retrógrado, que está, portanto, em queda na casa de Sagitário. Provavelmente a pessoa viveu vidas agitadas, desenraizadas, sem objectivo estável. É possível que ele tenha sido muito religioso, mas de maneira fanática. Certamente fez um bocado de inimigos, em virtude dos seus excessos verbais. Deve agora, portanto, reflectir sobre o modo de ser mais prático, e de organizar com bom-senso sua vida quotidiana. Deve, ao mesmo tempo, procurar uma orientação mais espiritual que irá inspirar toda a sua vida, sem mudanças constantes - respeitando, ao mesmo tempo, as leis justas.

Mercúrio retrógrado na casa 10
Nas profissões que a pessoa exercia durante certas vidas passadas, tinha tendência a se mostrar indeciso, leviano, irresponsável. Tinha dificuldade em assumir seriamente uma carreira. Muito oportunista, só se empenhava na medida dos seus interesses. Se ocupava um cargo de funcionário, esses mesmos defeitos o impediam de ser bem sucedido. Era, entretanto, observador, e possuía o senso do comércio. É preciso aconselhar-lhe uma carreira na administração, num serviço público: ali, aprenderá a inspirar confiança, obrigando-se a uma rigorosa honestidade. Em bastantes casos, é possível também que a pessoa tenha uma dívida cármica para com sua mãe ou seu pai.

Mercúrio retrógrado na casa 11
Neste sector, a pessoa teve problemas com seus amigos. Estes últimos, em suas vidas passadas, eram mal escolhidos, e a sua influência desastrosa. A inferioridade deles permitia aa pessoa valorizar-se, ganhando uma popularidade fácil. Em outros casos, ele não tinha amigos, porque não compreendera as leis da amizade: respeito pelos outros, ajuda desinteressada. Na vidaactual, ele deverá escolher aqueles cuja qualidade espiritual o ajudará a amadurecer. Liquidará esse carma integrando-se a grupos sociais centrados no auxílio ao próximo.

Mercúrio retrógrado na casa 12
Em suas vidas passadas, entidade descuidou-se do seu aperfeiçoamento espiritual. Tinha muita intuição e imaginação poética, que não foram utilizadas positivamente. Teve tendência a se evadir no sonho, em discursos delirantes e obscuros. Recusou-se, provavelmente, a se dedicar aos outros, o que lhe teria exigido uma disciplina e sacrifícios que não estava disposta a fazer. Deve utilizar hoje sua viva intuição para cuidar dos outros, particularmente os doentes (seria muito eficiente num hospital). Agir mais do que sonhar (e não contar tudo a todo mundo). A entidade lucraria muito tomando consciência das suas dívidas cármicas.

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira

Sem comentários:

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates