Júpiter retrógrado nas casas - uma visão cármica

23 de novembro de 2007 ·

A palavra-chave de Júpiter, que é um sol em miniatura, é "expansão".  Desta significação primeira derivou o senso  prático, a fé (ou confiança, é a  mesma palavra), o dinheiro (que é atraído pelos  dois anteriores), em suma,  a sorte e a felicidade.

Quando Júpiter está retrógrado, indica, portanto, o que não ia bem nas vidas passadas: a pessoa não alçara vôo!

Suas vidas precedentes foram vividas no desperdício, ou na limitação - e não renderam os frutos previstos; ou então, ainda, a pessoa, sempre satisfeita consigo mesma e optimista, recusou os sacrifícios necessários ao sucesso de seu programa. Conclusão: nenhum progresso, é preciso recomeçar, e é isso o que explica a estrutura do mapa actual.

Júpiter retrógrado na casa 1
Em suas vidas anteriores, a pessoa desenvolveu traços jupiterianos bastante negativos: tendência a achar que as leis são feitas para os outros, mas não para ele; tendência a se dispersar, a desperdiçar sua energia; tendência a abusar da bebida, da boa mesa, do sexo; tendência, enfim, a ficar sempre extremamente satisfeito consigo mesmo. Como Júpiter simboliza os ideais religiosos e filosóficos, certos nativos, em suas vidas passadas, aderiram a seitas mais ou menos bizarras; é possível que tenham sido bastante intolerantes. A lição cármica é aqui uma tomada de consciência de si mesmo, um mais justo conhecimento das suas fraquezas.

Júpiter retrógrado na casa 2
Esta casa, como se sabe, diz respeito às posses da pessoa, e ao dinheiro. Se está habitada por um Júpiter retrógrado, pode-se pensar que a pessoa usou mal seus bens, e que desviou o dinheiro em seu benefício, ao invés de utilizá-lo a serviço da sociedade. De acordo com o signo, comportou-se ou como um avarento, ou como um playboy que desperdiça escandalosamente
Uma fortuna de filho de papai rico. A pessoa, na vida actual, deve reflectir sobre o fato de que o dinheiro só se justifica na perspectiva do auxílio prestado aos outros. A riqueza é, ao mesmo tempo, uma responsabilidade e uma função.

Júpiter retrógrado na casa 3
Como esta casa está relacionada com a actividade mental, pode-se pensar que a pessoa teve problemas escolares. Por outro lado, seu juízo não é muito firme. Recusa da disciplina necessária aos estudos, falta de tacto nas palavras, incapacidade de se calar. Esta posição de Júpiter supõe uma falta de fé, uma recusa em levar a sério qualquer via religiosa. Parece também haver indicações de más relações com irmãos, primos e condiscípulos. A pessoadeve esforçar-se agora para sair do seu ego hipertrofiado; esquecer a si próprio e aprender a pedir conselhos. Deverá começar por aplicar seus bons princípios a seus parentes-não se mostrar demasiado autoritário para com eles, e saber calar-se.

Júpiter retrógrado na casa 4
0 desenvolvimento da personalidade realizou-se aqui segundo uma direcção muitas vezes bastante negativa: demasiado preocupado consigo mesmo, a pessoa ignorou aqueles que o cercavam. Sua família sofreu muito com sua tirania, com sua mentalidade "eu, em primeiro lugar", com suas cóleras e seus excessos sensuais. Não se impondo nenhum limite, fazia durasimposições à sua volta. Hoje, tende a ser demasiado emotivo, susceptível, e a perdoar com dificuldade. Tudo irá melhor quando ele compreender que suas reacções familiares são resquícios de atitudes anteriores que não estão mais adaptadas a esta vida. Poderá então confiar nos seus. e deixá-los viver!

Júpiter retrógrado na casa 5
Dotado de criatividade muito grande, mas de natureza dominadora, deixa de ouvir a opinião dos outros e, de qualquer modo, nunca segue os con­selhos destes! É considerado intrometido e exibicionista. Tende a exigir o impossível dos filhos, dos seus amores, de seu cônjuge, porque se superestima e tem ambições exageradas. Numa vida passada, fora um pai detestável e, de qualquer modo, um amante execrável, preocupado apenas com sua própria satisfação sexual e afectiva. Talvez fosse também um incorrigível jogador. Para se libertar, deverá adoptar uma atitude diferente, e sobretudo prestar atenção às necessidades dos seus filhos -e de seu parceiro amoroso. Dedicando muito tempo aos lazeres, fará bem em zelar pela qualidade destes.

Júpiter retrógrado na casa 6
Tendo negligenciado sua saúde em suas vidas passadas, a pessoa arrisca-se a ter nesta vida a deficiência de um mau fígado (se o planeta está mal aspectado). Não é impossível que tenha abusado do álcool, ou da comida. Nesta vida, deverá fazer dieta, comer pouco, não beber, e fazer exercício! Em todo caso, não escapa aos problemas de origem alimentar. Por outro lado, outrora não reflectira suficientemente sobre a noção de auxílio; demasiado egoísta, não era apreciado por seus subordinados. Desta vez, irá sentir-se melhor se aprender a ajudar os outros sem buscar glória nem recompensa!

Júpiter retrógrado na casa 7
Em suas vidas passadas, a pessoa não parece ter brilhado por suas qualidades conjugais. Ele (ou ela) não se preocupava em ser fiel (tanto nas asso­ciações, aliás, quanto no casamento). O dinheiro tinha, certamente, um papel determinante: procura de um cônjuge rico - ou perda de dinheiro pelo cônjuge ou ainda chantagem exercida sobre este último pela pessoa, que detinha o dinheiro. De qualquer modo, tudo lhe servia de meio de domi­nação: o dinheiro, a lei, os contratos, a influência social. Na vida actual, a pessoa está sujeito a novos dissabores conjugais e legais se não respeitar seus parceiros.

Júpiter retrógrado na casa 8
Misteriosa posição do planeta, que sugere que a pessoa estivera envolvido em questões de feitiçaria ou de magia negra, durante uma vida passada e talvez também de polícia secreta. Em todo caso, sua filosofia de vida era muito negativa, e sua honestidade financeira, das mais duvidosas. Se Júpiter está mal aspectado, ele era obcecado pelo medo de morrer. Um esforço de discernimento evitará que a pessoa se deixe cair na armadilha de grupos de fanáticos ou de seitas malfazejas. Um esforço de honestidade financeira lhe dará razões reais para ficar orgulhoso de si. Enfim (se isso tiver acontecido no passado) cessará de fazer medo aos outros ameaçando-os de morte para garantir seu poder.

Júpiter retrógrado na casa 9
A nona casa é a dos ideais que motivam o nascido: assim, Júpiter retrógrado na 9 indica um nativo cuja filosofia cabe em duas palavras: primeiro eu. "Puxando a brasa para a sua sardinha" de todo jeito, a pessoa era, em suas vidas passadas, impermeável a qualquer grande causa generosa e desinteressada. Provocava a dedicação dos outros, para em seguida abusar dela. Conquistador, ditador ou guru, vampirizava os seus fiéis, por simples satisfação pessoal. Consequentemente, o seu progresso mental e cultural estava bloqueado. Na vida actual, deve encontrar uma filosofia que abra mais espaço aos outros: ser tolerante o bastante para admitir a pluralidade das religiões, respeitar a liberdade das consciências. Assim descobrirá muitascoisas que lhe haviam escapado até aqui.

Júpiter retrógrado na casa 10
Nas vidas anteriores, a pessoa causou muito mal a si mesmo. Irresponsável e desonesto na vida profissional, estragara a carreira por sua própria culpa. Na vida actual, escolheu uma oportunidade de ter sucesso, ao mesmo tempo financeira e profissionalmente, permanecendo digno, leal e honesto.

Júpiter retrógrado na casa 11
Reinar sobre imbecis, sobre bajuladores interesseiros, pessoas pouco exigentes quanto à moralidade: tal é a armadilha na qual a entidade parece ter caído em suas vidas anteriores. Padecendo de um sólido complexo de inferioridade, sentia-se mais à vontade num mundo fraudulento, cujos vícios não a obrigavam a progredir. Irá poupar-se bastantes dissabores na vida actual, evitando comprometer-se com drogados, vagabundos, escroques ou devassos.

Júpiter retrógrado na casa 12
Um carma muito pesado abate-se sobre a pessoa cuja vida actual lhe oferece uma oportunidade de se libertar. Trata-se provavelmente de uma dívida que a pessoa não conseguiu liquidar, já em várias encarnações precedentes. Estando Júpiter muito bem situado na casa 12, irá trazer-lhe sua energia de maneira positiva, com a condição de que ele trabalhe seus progressos espirituais. A ênfase será colocada na compaixão para com os doentes e os prisioneiros, e a pessoa encontrará a sua felicidade sacrificando seu ego importuno em benefício dos mais pobres.

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira
Actualizado em Terça, 10 Abril 2007 17:36

0 comentários:

23 de novembro de 2007

Júpiter retrógrado nas casas - uma visão cármica

A palavra-chave de Júpiter, que é um sol em miniatura, é "expansão".  Desta significação primeira derivou o senso  prático, a fé (ou confiança, é a  mesma palavra), o dinheiro (que é atraído pelos  dois anteriores), em suma,  a sorte e a felicidade.

Quando Júpiter está retrógrado, indica, portanto, o que não ia bem nas vidas passadas: a pessoa não alçara vôo!

Suas vidas precedentes foram vividas no desperdício, ou na limitação - e não renderam os frutos previstos; ou então, ainda, a pessoa, sempre satisfeita consigo mesma e optimista, recusou os sacrifícios necessários ao sucesso de seu programa. Conclusão: nenhum progresso, é preciso recomeçar, e é isso o que explica a estrutura do mapa actual.

Júpiter retrógrado na casa 1
Em suas vidas anteriores, a pessoa desenvolveu traços jupiterianos bastante negativos: tendência a achar que as leis são feitas para os outros, mas não para ele; tendência a se dispersar, a desperdiçar sua energia; tendência a abusar da bebida, da boa mesa, do sexo; tendência, enfim, a ficar sempre extremamente satisfeito consigo mesmo. Como Júpiter simboliza os ideais religiosos e filosóficos, certos nativos, em suas vidas passadas, aderiram a seitas mais ou menos bizarras; é possível que tenham sido bastante intolerantes. A lição cármica é aqui uma tomada de consciência de si mesmo, um mais justo conhecimento das suas fraquezas.

Júpiter retrógrado na casa 2
Esta casa, como se sabe, diz respeito às posses da pessoa, e ao dinheiro. Se está habitada por um Júpiter retrógrado, pode-se pensar que a pessoa usou mal seus bens, e que desviou o dinheiro em seu benefício, ao invés de utilizá-lo a serviço da sociedade. De acordo com o signo, comportou-se ou como um avarento, ou como um playboy que desperdiça escandalosamente
Uma fortuna de filho de papai rico. A pessoa, na vida actual, deve reflectir sobre o fato de que o dinheiro só se justifica na perspectiva do auxílio prestado aos outros. A riqueza é, ao mesmo tempo, uma responsabilidade e uma função.

Júpiter retrógrado na casa 3
Como esta casa está relacionada com a actividade mental, pode-se pensar que a pessoa teve problemas escolares. Por outro lado, seu juízo não é muito firme. Recusa da disciplina necessária aos estudos, falta de tacto nas palavras, incapacidade de se calar. Esta posição de Júpiter supõe uma falta de fé, uma recusa em levar a sério qualquer via religiosa. Parece também haver indicações de más relações com irmãos, primos e condiscípulos. A pessoadeve esforçar-se agora para sair do seu ego hipertrofiado; esquecer a si próprio e aprender a pedir conselhos. Deverá começar por aplicar seus bons princípios a seus parentes-não se mostrar demasiado autoritário para com eles, e saber calar-se.

Júpiter retrógrado na casa 4
0 desenvolvimento da personalidade realizou-se aqui segundo uma direcção muitas vezes bastante negativa: demasiado preocupado consigo mesmo, a pessoa ignorou aqueles que o cercavam. Sua família sofreu muito com sua tirania, com sua mentalidade "eu, em primeiro lugar", com suas cóleras e seus excessos sensuais. Não se impondo nenhum limite, fazia durasimposições à sua volta. Hoje, tende a ser demasiado emotivo, susceptível, e a perdoar com dificuldade. Tudo irá melhor quando ele compreender que suas reacções familiares são resquícios de atitudes anteriores que não estão mais adaptadas a esta vida. Poderá então confiar nos seus. e deixá-los viver!

Júpiter retrógrado na casa 5
Dotado de criatividade muito grande, mas de natureza dominadora, deixa de ouvir a opinião dos outros e, de qualquer modo, nunca segue os con­selhos destes! É considerado intrometido e exibicionista. Tende a exigir o impossível dos filhos, dos seus amores, de seu cônjuge, porque se superestima e tem ambições exageradas. Numa vida passada, fora um pai detestável e, de qualquer modo, um amante execrável, preocupado apenas com sua própria satisfação sexual e afectiva. Talvez fosse também um incorrigível jogador. Para se libertar, deverá adoptar uma atitude diferente, e sobretudo prestar atenção às necessidades dos seus filhos -e de seu parceiro amoroso. Dedicando muito tempo aos lazeres, fará bem em zelar pela qualidade destes.

Júpiter retrógrado na casa 6
Tendo negligenciado sua saúde em suas vidas passadas, a pessoa arrisca-se a ter nesta vida a deficiência de um mau fígado (se o planeta está mal aspectado). Não é impossível que tenha abusado do álcool, ou da comida. Nesta vida, deverá fazer dieta, comer pouco, não beber, e fazer exercício! Em todo caso, não escapa aos problemas de origem alimentar. Por outro lado, outrora não reflectira suficientemente sobre a noção de auxílio; demasiado egoísta, não era apreciado por seus subordinados. Desta vez, irá sentir-se melhor se aprender a ajudar os outros sem buscar glória nem recompensa!

Júpiter retrógrado na casa 7
Em suas vidas passadas, a pessoa não parece ter brilhado por suas qualidades conjugais. Ele (ou ela) não se preocupava em ser fiel (tanto nas asso­ciações, aliás, quanto no casamento). O dinheiro tinha, certamente, um papel determinante: procura de um cônjuge rico - ou perda de dinheiro pelo cônjuge ou ainda chantagem exercida sobre este último pela pessoa, que detinha o dinheiro. De qualquer modo, tudo lhe servia de meio de domi­nação: o dinheiro, a lei, os contratos, a influência social. Na vida actual, a pessoa está sujeito a novos dissabores conjugais e legais se não respeitar seus parceiros.

Júpiter retrógrado na casa 8
Misteriosa posição do planeta, que sugere que a pessoa estivera envolvido em questões de feitiçaria ou de magia negra, durante uma vida passada e talvez também de polícia secreta. Em todo caso, sua filosofia de vida era muito negativa, e sua honestidade financeira, das mais duvidosas. Se Júpiter está mal aspectado, ele era obcecado pelo medo de morrer. Um esforço de discernimento evitará que a pessoa se deixe cair na armadilha de grupos de fanáticos ou de seitas malfazejas. Um esforço de honestidade financeira lhe dará razões reais para ficar orgulhoso de si. Enfim (se isso tiver acontecido no passado) cessará de fazer medo aos outros ameaçando-os de morte para garantir seu poder.

Júpiter retrógrado na casa 9
A nona casa é a dos ideais que motivam o nascido: assim, Júpiter retrógrado na 9 indica um nativo cuja filosofia cabe em duas palavras: primeiro eu. "Puxando a brasa para a sua sardinha" de todo jeito, a pessoa era, em suas vidas passadas, impermeável a qualquer grande causa generosa e desinteressada. Provocava a dedicação dos outros, para em seguida abusar dela. Conquistador, ditador ou guru, vampirizava os seus fiéis, por simples satisfação pessoal. Consequentemente, o seu progresso mental e cultural estava bloqueado. Na vida actual, deve encontrar uma filosofia que abra mais espaço aos outros: ser tolerante o bastante para admitir a pluralidade das religiões, respeitar a liberdade das consciências. Assim descobrirá muitascoisas que lhe haviam escapado até aqui.

Júpiter retrógrado na casa 10
Nas vidas anteriores, a pessoa causou muito mal a si mesmo. Irresponsável e desonesto na vida profissional, estragara a carreira por sua própria culpa. Na vida actual, escolheu uma oportunidade de ter sucesso, ao mesmo tempo financeira e profissionalmente, permanecendo digno, leal e honesto.

Júpiter retrógrado na casa 11
Reinar sobre imbecis, sobre bajuladores interesseiros, pessoas pouco exigentes quanto à moralidade: tal é a armadilha na qual a entidade parece ter caído em suas vidas anteriores. Padecendo de um sólido complexo de inferioridade, sentia-se mais à vontade num mundo fraudulento, cujos vícios não a obrigavam a progredir. Irá poupar-se bastantes dissabores na vida actual, evitando comprometer-se com drogados, vagabundos, escroques ou devassos.

Júpiter retrógrado na casa 12
Um carma muito pesado abate-se sobre a pessoa cuja vida actual lhe oferece uma oportunidade de se libertar. Trata-se provavelmente de uma dívida que a pessoa não conseguiu liquidar, já em várias encarnações precedentes. Estando Júpiter muito bem situado na casa 12, irá trazer-lhe sua energia de maneira positiva, com a condição de que ele trabalhe seus progressos espirituais. A ênfase será colocada na compaixão para com os doentes e os prisioneiros, e a pessoa encontrará a sua felicidade sacrificando seu ego importuno em benefício dos mais pobres.

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira
Actualizado em Terça, 10 Abril 2007 17:36

Sem comentários:

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates