Entrevista a Marisa Shiroto, do «Isa Grou»

30 de Junho de 2009 · 318 comentários

Isa Grou

Clique no título, na barra vermelha, para abrir toda a entrevista.
Marisa Shiroto, do «Isa Grou»

O melhor para mim, enquanto leitor de blogues, foi não ter ido ler o 1º post do «Isa Grou», quando conheci o seu blogue. Quando conheço um novo blogue tenho o hábito de ir ler o primeiro post, pois é muito revelador da pessoa que está a dirigir essa nave. É um ponto de partida para um processo evolutivo pessoal.

Com o blogue da Marisa, simplesmente não o fiz. Nem sei porquê. Ainda bem que assim foi. Já explico a seguir porque digo que 'ainda bem' que não li o seu 1º post. Não sei quem descobriu quem: se foi a Marisa que descobriu o «Cova do Urso», ou se fui eu quem descobriu o «Isa Grou». Sei que foi por intermédio do «Navegante do Infinito», da minha amiga Astrid Annabelle.

Como não li o primeiro post, nem os mais antigos, nunca cheguei a saber que a Marisa era portadora de um problema de saúde e de uma diferença. Simplesmente, fui comentando diversos posts dela, sem nunca ter isso em mente. Sempre com a maior das naturalidades, o que me permitiu encarar com simplicidade, um dos blogues mais autênticos e brilhantes que tive a oportunidade de conhecer. Logo nos primeiros textos lidos tive essa percepção. Deixem-me ser pouco modesto: se alguma coisa faço bem feita, é a de saber reconhecer textos e posts que têm qualidade. É o treino de ser editor. Os textos da Marisa eram (e são) de uma qualidade única, especiais, suaves, certeiros, límpidos e transparentes. Por si só, são reveladores do seu enorme talento. É uma Professora. É alguém que Ensina, através da sua vivência pessoal.

Sempre encarei os seus posts como inspiradores, de enorme qualidade, talvez por isso não me apercebi que estava a conviver com uma pessoa que fazia um esforço extra para levar a vida para diante. Fui-me habituando a ir ao seu blogue ver as novidades. Desde o início que o seu blogue entrou directo para a minha lista de favoritos. Nem sempre comento. Aprendo em silêncio.

Um dia, surgiu um post que me fez parar para pensar melhor. A Marisa estava a falar da sua vitória contra a deficiência. Lembro-me, como se fosse hoje de ter pensado: 'Diferença? Diferença de quê? Onde está essa diferença?'. Foi quando se fez click na minha cabeça. Até lhe deixei um comentário a dizer-lhe que 'não a via' com esses problemas. Só aí é que fui aos primeiros posts e encarei a situação. Vocês entendem o que quero dizer? Marisa, peço-lhe desculpa pela minha falta de atenção.


Mudando de assunto: há um denominador comum em quase todas as entrevistas publicadas aqui no blogue. Chama-se «Isa Grou». Foi o blogue mais citado, como sendo exemplar e de quem poderíamos aprender a lição da vida. Hoje, vamos ouvir a Marisa. É um tremendo prazer para mim, viu? [Aprendi isto do 'viu' consigo. Nem imagina do que gosto desta simples palavrinha - 'viu'. Viu?]

«Meu nome é Marisa Shiroto, mas pode me chamar de Isa Grou.»

Isa Grou top


[Os leitores podem clicar nos nomes dos blogues a encarnado para os conhecerem.]

Isa Grou, porque decidiu criar o seu blogue? Pode contar a sua história? Tem objectivos? A que nichos se destinam? Qual o seu prazer e alegria em blogar? Quer desenvolver estes tópicos?

Bem... a minha história resumidamente contada está no primeiro post do "Isa Grou". Criar um blog foi uma sugestão dada pela jornalista e escritora Tina Andrade, que eu tinha acabado de conhecer. Foi quando expus a ela algumas ideias sobre um projeto que eu tinha em mente, a respeito de um livro onde o objetivo é o de contribuir com minha vivência, de modo que qualquer pessoa possa encontrar os mais fantásticos motivos para viver com alegria divina e entusiasmo, não engrandecendo as suas "deficiências", pois (físicas ou não) todos temos alguma.

Na época eu não sabia muito bem por onde começar a colocar em “prática” o que já estava na minha cabeça, e de imediato adorei a idéia de abrir um blog, pois era um meio de “viabilizar” o projeto.

Isso a cerca de dois anos atrás, e como na ocasião ainda era bastante recente o meu contato com o computador, o conceito web 2.0 era totalmente desconhecido para mim. Então, por um tempo me dediquei a ir me familiarizando com esse universo virtual, até que no ano passado o blog “Isa Grou” foi criado. O prazer em "blogar" está em perceber que mesmo sutilmente, um artigo pode provocar mudanças positivas na vida de alguém.

O seu blogue trata de uns temas bem definidos e está muito bem feito a esse nível. Usa o blogue para dar a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolve ou é apenas uma forma de se expressar? Porque escolheu os temas que habitualmente desenvolve?

Acredito que são ambas as coisas. Tenho um projeto e o blog faz parte dele - não há como separá-los. O blog também me ajuda a expressar, me soltar, cada vez mais e melhor, já que sou “um tanto” tímida. Quanto aos temas, comigo é assim que funciona, primeiro escrevo o “artigo” seguindo a minha intuição e vivência sobre o assunto, e só depois vem a escolha dos temas das postagens.

Que fez (ou faz) para dar a conhecer o seu blogue e tentar atingir o sucesso com ele?
Gosto de visitar blogs sempre que posso, deixo sempre um comentário quando vejo um artigo que chame minha atenção. Sou cuidadosa com o meu espaço, procuro mantê-lo atualizado e escrevo com o coração, mas de maneira clara e objetiva como aprendi.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles? Retribui os comentários?

Sim, com certeza são muito importantes e faço questão de responder cada um deles, até por uma questão de respeito à dedicação de meus usuários. Ninguém está ali pura e simplesmente a passeio: todos vieram por algum motivo nobre. Os comentários também servem de parâmetro para avaliar o que e onde posso ou devo melhorar na “arte de blogar”.

Conte-nos um pouco sobre o seu avatar e no nome que escolheu para se apresentar, no caso de ser um nickname.

Meu avatar é uma foto minha com o Piti, meu “guardião” (cachorro de estimação), e quanto ao nickname “Isa Grou” também foi criação da Tina. Isa vem de MarIsa e "Grou" é um pássaro, cuja tradução em japonês é "Tsuru" e recebi este nome porque ela acredita que minha história está diretamente ligada à simbologia do Grou. (explicações sobre a simbologia, aqui)

Isa Grou, quais os blogues que mais aprecia e qual foi a lição que aprendeu com eles?

Há muitos blogs que eu aprecio:

Navegante do Infinito – É um blog bem diversificado, muito informativo e também muito “acolhedor”. Foi um dos primeiros que conheci. Me identifiquei muito com o modo de pensar da autora. Curioso que quando a vi na foto do perfil, fui invadida por um sentimento de “alegria pelo reencontro”.

Na mesma ocasião conheci o blog Cova do Urso através do "Navegante do Infinito". Considero-o rico em qualidade e conteúdo diverso, com temas da atualidade, sendo o autor desse blog um astrólogo nato e muito competente, o Cova do Urso é um Magazine com Astrologia. Concordo plenamente com a afirmação da leitora (Adriana Canova): -“António Rosa é um construtor de pontes”.

A Dinâmica do Invisível – É um blog que integra o projeto Navegante do Infinito. Ambos os blogs são da mesma autoria. A partir de uma visão metafísica, a autora coloca em prática o seu “lado terapeuta”, respondendo e orientando os seus leitores em suas questões de uma maneira brilhante, muito amorosa e esclarecedora. Aprendo imensamente, o que só vem a me enriquecer interiormente.
.
Bandarravet – Procura divulgar a medicina veterinária e todos os assuntos relacionados com animais, mas de uma maneira muito especial, pois a autora (que é veterinária) “transpira” amor incondicional por eles e pela profissão. Eu adoro!

Assim como Você – É um blog “ímpar”, cujo autor é pura superação. Um blog recheado de informações relevantes, cheio de humor e seriedade. O autor fala abertamente da realidade de um deficiente físico, realidade esta que muitos ignoram (muitas vezes por falta de informação), como por exemplo, a questão da falta de acessibilidade, que aqui no Brasil pelo menos, “deixa muito a desejar”. É um blog que aprendo algo a cada post. Eu recomendo! Através deste, conheci vários outros blogs de superação.

Click N’ Clip –Photocitzem Movement
Um dos objetivos desse blog é recuperar, preservar e difundir a memória e contribuir para o desenvolvimento a partir do que é BELO, é BOM e promove o BEM, através da arte da fotografia. Com a autora deste blog aprendi a amar esta “arte”.

Portugal Naturalmente Belo – É um blog onde tenho a oportunidade de conhecer Portugal, através de belas fotos e histórias.

Fada Moranga – É um blog que “respira” e divulga a arte em geral, artesanato, pintura, costura, fotografia, enfim. E tudo de uma maneira divertida; Este blog também me ajuda no meu “estudo de inglês”, pois ainda não domino o idioma como gostaria.

Estou muito atenta também a estes blogs:


São blogs com mensagens que muitas vezes nos levam à reflexão.

É possível fazer amizades na blogoesfera?

Sim, com certeza. A internet é uma ferramenta que também nos possibilita a isso. A distância já é relativa. Precisamos saber nos fazer presentes.

Sendo você António, um construtor de pontes por excelência neste fantástico “Mundo Virtual”, me possibilitando assim, atravessar o Atlântico para fazer parte desse maravilhoso Anel do Coração, dando-me oportunidade para “construir” novas e ricas amizades aqui na blogosfera... minha eterna gratidão. Obrigada!

Pergunta feita nos comentários, já depois da entrevista publicada:

Querida Isa Grou, falta uma pergunta, que lhe peço para deixar nos comentários, que depois ponho cá dentro. O que é que sente, quando tantos blogues aqui entrevistados a referenciam como um dos blogues mais queridos e estimados da blogoesfera?

Puxa... agora você me "pegou" com esta pergunta-surpresa.........pois para mim com certeza é uma grande surpresa "essas revelações", mas vamos lá a resposta:

O meu primeiro objetivo ao criar o blog, era poder passar para as pessoas "normalidade" e "leveza" em um assunto tão sério e cheio de preconceitos, que é a deficiência.

Eu simplesmente sou verdadeira e tento transmitir a minha verdade que é: "sou feliz".

Fico imensamente feliz e grata por tantos blogs entrevistados me "referenciarem".

Agradeço o todos por isto... MUITO OBRIGADA!

Eu é que fico muito agradecido, Marisa. Você é um exemplo a seguir, viu? Como sou um 'antigo', vou dizer isto assim: é uma honra tê-la aqui no Anel do Coração.


No meu mapa: Plutão a desafiar Úrano até ao final do ano

29 de Junho de 2009 · 48 comentários

transf maior

A 5 de Fevereiro deste ano publiquei no blogue o texto que apresento mais abaixo, com o título de «Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano». Isso pode ser confirmado pelos comentários que estão neste post e que são dessa data.

Decidi aproveitá-lo e voltar a dar-lhe destaque por várias razões. A razão maior é para eu não me esquecer do que o texto transmite, porque era eu quem estava a passar por esse trânsito. Nesse sentido, era uma conversa comigo mesmo. Tenho Úrano natal no grau zero de Câncer. Plutão, ao transitar por Capricórnio, nos primeros graus, fez (e ainda faz) uma oposição ao regente de Aquário. É um trânsito longo. Demasiado longo e esgotante. Ainda por cima, estamos a falar de um Ponto Cardinal.

Plutão, no seu movimento retrógrado, ainda estará todo este ano a trabalhar esta oposição a Úrano, passando-lhe mesmo em cima, pis regressará ao grau zero de Capricórnio. Digamos que só começarei a respirar de alívio no final de 2009, princípios de 2010. Tudo o que escrevi no texto a seguir, aconteceu. [Também vale a pena acompanhar este texto complementar. Clicar.]

Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano

Quem passa por estes contactos, sente e, por vezes sabe, que os fins e objectivos que traçou para a sua vida, sofrem agora uma revisão total e empreende as necessárias correcções. É uma época de mudanças profundas em todos os aspectos da nossa vida, tanto do ponto de vista interno, da nossa consciência, como das circunstâncias externas.


As experiências podem magoar a carne e ferir a alma. Rupturas e separações são esperadas. Rupturas do que já não nos serve. Separações daquilo a que estamos apegados. Não tentes conservar desesperadamente o que tens - posses, relações ou situações que já não cumprem uma função positiva na tua vida. Inclui também nesta lista, tudo aquilo que já não é significativo. Os assuntos que pertencem ao passado imobilista, desaparecem. Sabes, aquela colecção (do que for) que tanto prazer te dava...

Sem dramatizar, pode chegar a ser perigoso para a tua própria vida, se não souberes fazer uma navegação à vista. Nas questões práticas e rotineiras, previne-te usando da maior prudência que puderes. Negócios, sócios, relações podem ser postas em causa. A saúde pode ressentir-se. O dinheiro pode escassear. Vai dando os teus passos, tacteando o caminho, sem deixares de fazer surf com a vida. As lutas de poder são uma presença constante. Observa bem, se não é o teu próprio filho quem te está a desafiar, mesmo de uma forma inconsciente.

Por outro lado, quando o trânsito termina, olharás à tua volta e verás que a tua vida mudou completamente. Não serás a mesma pessoa. Tudo o que passaste durante quase 2 anos [tempo de Plutão a passar pelo trânsito e isto, se ele não ficar retrógrado contactando Úrano] terá um significado no teu desenvolvimento pessoal.

Fecha-se uma porta e abre-se outra, com renovadas energias e perspectivas. As antigas condições de vida mudam, apertam-se durante o trânsito e renovam-se posteriormente. Usa a tua flexibilidade para fazeres um upgrade à tua vida.

===

P.S. (a 29-6-2009):

O trânsito ainda não terminou e as mudanças na minha vida já se iniciaram, com uma força extraordinária. Tenho andado nesse upgrade.


Dicionário Místico - São Pedro

28 de Junho de 2009 · 36 comentários

São Pedro 1


São Pedro, pintado por Rubens



Festejamos no dia 29 de Junho, o dia de São Pedro, uma das grandes figuras do cristianismo e desde logo, um nome maior do catolicismo. Para o cristianismo, sabe-se que este homem foi um dos apóstolos de Jesus. O seu nome original era Simão ou Simeão.


Jesus mudou o seu nome para ‘Kepha’, que em aramaico significa "pedra" ou "rocha", traduzido para o grego como ‘Petros’, e posteriormente passou para o latim como ‘Petrus’, também através da palavra ‘petra’, todas com o mesmo significado.


Ao atribuir a Simão o novo nome – Pedro
–,
Jesus terá dito: «… declaro: tu és Kepha [nome próprio] e sobre esta kepha [rocha] edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão nunca contra ela.». Advém daí a imagem popular de São Pedro, como aquele que encontramos quando queremos entrar no céu. São muito conhecidas as inúmeras piadas em que São Pedro entra. Esta é uma das razões porque São Pedro é apresentado na iconografia, com as chaves do céu.


São Pedro 3

São Pedro e as chaves do céu

Para o catolicismo, a importância é acrescida pois foi o primeiro Bispo de Roma e nesse sentido, considerado o primeiro dos Papas. Pedro foi o fundador, junto com São Paulo, da Igreja de Roma (a Santa Sé), sendo-lhe concedido o título de Príncipe dos Apóstolos e primeiro Papa, um tanto anacronicamente, visto que tal designação só começaria a ser usada cerca de dois séculos mais tarde, mas como Pedro foi o primeiro Bispo de Roma, essa circunstância é importante, pois daí provém a primazia do Papa sobre toda a Igreja Católica.


Antes de se tornar um dos doze discípulos de Jesus, Simão era pescador. Teria nascido em Betsaida e morava em Cafarnaum. Segundo o relato no ‘Evangelho de São Lucas’, Pedro teria conhecido Jesus quando este lhe pediu que utilizasse uma das suas barcas, de forma a poder pregar a uma multidão de gente que o queria ouvir. Pedro, que estava a lavar redes com Tiago e João, seus sócios, concedeu-lhe o lugar na barca que foi afastada um pouco da margem, para que a multidão o pudesse ver e ouvir.


No final da pregação, Jesus disse a Simão que fosse pescar de novo com as redes em águas mais profundas. Pedro disse-lhe que tentara em vão pescar durante toda a noite e nada conseguira mas, em atenção ao seu pedido, fá-lo-ia de novo. O resultado foi uma pescaria de tal monta que as redes iam rebentando, sendo necessária a ajuda da barca dos seus dois sócios, que também quase se afundavam puxando os peixes.


Numa atitude de humildade e espanto Pedro prostrou-se perante Jesus e disse para que se afastasse dele, já que é um pecador. Jesus encorajou-o, então, a segui-lo, dizendo que se tornaria "pescador de homens’. Emociono-me sempre quando imagino este Encontro.


São Pedro 2

São Pedro, pintado por El Greco

Segundo a tradição defendida pela Igreja Católica Romana, o apóstolo Pedro, depois de ter exercido o ministério em Antioquia, teria-se-ia tornado o primeiro Bispo de Roma. Segundo esta tradição, depois de solto da prisão em Jerusalém, o apóstolo teria viajado até Roma e aí permanecido até ser expulso com os judeus e cristãos pelo imperador Cláudio. A tradição da Igreja Católica afirma que depois de passar por várias cidades, Pedro haveria sido martirizado em Roma entre 64 e 67 d.C.

Centenas de anos depois, teólogos e historiadores protestantes afirmaram que Pedro não teria ido a Roma, logo, não poderia ser o Bispo de Roma, portanto, Papa da Igreja Católica. Eram argumentos que serviam para, em termos populares, defenderem o seu afastamento do Vaticano e fundamentarem a Reforma. Hoje, porém, os historiadores concordam que Pedro realmente viveu e morreu em Roma. O historiador luterano Adolf Harnack afirmou, que as teses anteriores foram tendenciosas e prejudicaram o estudo sobre a vida de São Pedro em Roma.

São Pedro 5

Jesus entrega as chaves do céu a Pedro (Perugino, Capela Sistina)

Este post já vai longo. Termino dizendo que Pedro é um nome que se tornou comum em todo o mundo. Só em Portugal, encontrei 55 localidades que levam o nome de «São Pedro». No Brasil, também inúmeras localidades, algumas delas bem grandes.

29 de Junho também é a festa litúrgica de São Paulo, o intelectual dos apóstolos de Jesus. São muito conhecidas as suas 'Cartas'. Termina hoje o «Ano Paulino», decretado pro Bento XVI.

Acabei de ver o post da minha amiga Astrid Annabelle, do «Navegante do Infinito», que vive em Ubatuba e cuja cidade festeja o São Pedro. Clique aqui para conhecer as festas que lá decorrem.

Veladores Silenciosos

27 de Junho de 2009 · 52 comentários

«Veladores Silenciosos» é uma expressão muito usada na definição dos Mestres Ascencionados, por sua vez associados à Grande Fraternidade Branca. Estas linhas espirituais são muito utilizadas, sobretudo a partir dos anos 90, em que se notou uma deslocação colectiva mental da prática de devoção aos Santos para o amor aos Mestres Ascencionados (clicar ao lado).

A partir daí, foi conhecida uma complexa hierarquia, em que cada Mestre está ligado a um dos Raios Divinos. É uma coisa muito do 7º Raio, que trata dos rituais e cerimoniais. Foi necessária esta reestruturação das ideias, porque a mente do ser humano necessita entender os assuntos de forma estruturada, esquematizada e organizada.

Nesta estrutura dos Mestres Ascencionados existe a classificação de «Veladores Silenciosos», considerados como Seres que velam por grandes organizações planetárias e galácticas. O que é verdade, pois os planetas são seres vivos e orgânicos enquadrados na Criação de Deus. Mais recentemente, começou-se a atribuir qualidades mais próximas de nós, aos Veladores Silenciosos, como por exemplo: a guarda de cidades, países e, inevitavelmente, templos e igrejas. Nem podia ser de outra maneira. Procurem no Google e compreenderão do que falo.

Pretendo apenas fazer esta pequena afirmação: todos nós, seres humanos, somos veladores silenciosos. Quando dormimos, o nosso espírito simplesmente sai do nosso corpo físico e vai desempenhar certas tarefas.

Uma das tarefas mais nobres que desempenhamos fora do nosso corpo é a ajuda que prestamos, fornecendo a nossa energia a quem dela necessita: doentes, pessoas desesperadas, pessoas em sofrimento, amparo e cuidados aos indefesos. Isto, também é ser um velador silencioso.



Photobucket

O 'Preto' é o meu velador. Gosta de estar ao meu lado, quando estou no computador. Fechou os olhos por causa do flash. Tirada hoje. Já tem 12 anos, é o pai do 'Gabriel' (10 anos) e amigo do peito do 'Tibério' (pastor alemão). Acolheu muito bem o Tibério, quando este veio para casa, em Fevereiro de 2000. A 'Maria Fôfa' desencarnou há pouco tempo.

Carta ao Guntty, pelo seu aniversário

· 42 comentários

guntty
Guntty, lembras-te deste dia? Maio 2007. Um evento organizado por ti e por outros amigos.
Só mesmo tu para me fazeres sair de casa nesse dia tão agreste, e ainda convalescente
de uma doença muito difícil e prolongada. Hoje, já não és aquele jovem frágil que aparece na foto.

Blogue do Guntty: «Viver ao Sabor do Vento»

Meu querido Guntty,

Antigamente, começavam-se as cartas, mais ou menos assim: espero que esta carta te vá encontrar de boa saúde, nós por cá, todos bem, graças a Deus. Isto de «agradecer» (não interessa, se a Deus ou quem quer que seja) era uma boa prática, hoje bastante em desuso, infelizmente.

27 de Junho é o dia do teu aniversário. Portanto, antes de mais, recebe um grande abraço e uma beijoca e votos para que tenhas um dia muito feliz. À Elsa, tua mãe, dois beijinhos, pois é um dia especial para ela. Certamente já se esqueceu dos 40º que fazia em Portimão, no dia em que nasceste, há 22 anos.


Recordo-me muito bem da tua primeira ida à editora. Hoje, és da casa e todos te apreciam. Tenho sido um felizardo em te ter por perto e poder acompanhar a forma como enfrentas a vida. Aquilo que o comum dos mortais, julgando apenas pelas aparências, diz «aquele tem tudo», aplica-se a ti. Família, condições, inteligência, estudos, bonitão, sensibilidade, bom carácter, excelente sentido de humor, boa pessoa, bom amigo. No entanto, para contrariares esse «tem tudo», escolheste para esta vida, e enquanto jovem, manteres uma luta diária para poderes ter uma vida o mais normal possível. Escolheste juntar-te à Escola do Sofrimento para poderes fazer a tua caminhada. Portanto, como sabes melhor que ninguém, «nem tudo o que parece é!». Essa é a lição que aprendo contigo. Tenho acompanhado a tua luta, as dificuldades, os momentos menos bons e os de grande esperança. Admiro-te, por isso. Reverencio-te, por isso.

guntty

Bom, falemos de coisas alegres! O meu presente de aniversário é esta carta com uma breve análise do teu retorno solar. Quando o Sol chega ao grau onde se encontra no nosso mapa natal, diz-se que ele retornou ao seu sítio de origem. É o teu caso: o Sol está no grau 5 de Caranguejo, que corresponde ao teu nascimento. Esta pequena análise astrológica diz respeito apenas a este ano que começas hoje a viver. Sempre que eu disser «este ano», estou a referir-me aos próximos 12 meses que se iniciam hoje.

Este ano terás o Ascendente Sagitário, pelo que sentirás a tua vida a expandir-se, com enorme crescimento interno e externo, além de uma boa sorte geral. Sentirás o desejo de superares os teus próprios limites. Também aumentarão o teu idealismo e a atracção ainda maior, se possível, por assuntos elevados. O teu proverbial bom humor e alegria serão os temperos principais em toda actividade, o que te vai conduzir a atraíres pessoas positivas e a ganhares os favores dos demais. Aproveita, Gonçalo. Escrevo agora o teu nome pois duvido que leiam o texto na totalidade. Também é um teste de atenção aos leitores. :)

Este ascendente gera uma grande atracção pela aventura e pela conquista. Ai, meninas no Algarve, o Gonçalo além de ser daí, vai passar aí as férias. Portanto, é só quereres e terás um Verão único e inesquecível. Como se trata de Sagitário, a atracção apresentar-se-á em forma de culturas estrangeiras. Que eu saiba, não tens problemas de idiomas… No entanto, deixa-me avisar-te. Não é neste Verão que encontrarás a tua Consorte. Encontrarás várias «sortes», mas nenhuma será ainda a tal. Aproveita a vida. O que é antigo fica para trás. Até sorri, quando escrevi a palavra 'antigo' aplicado a um jovem da tua idade.

Como o Meio-do-Céu (carreira, reconhecimento dos demais) do teu retorno solar está em Balança (Libra), posso afirmar que este é um ano em que é possível alcançares o equilíbrio sonhado. Trabalharás de forma tenaz e persistente o que te permitirá, com tempo e certa paciência, atingir as tuas metas. Será desta, senhor engenheiro? É importante que desenvolvas a tua capacidade diplomática e os teus dons para socializares porque deles depende em grande medida o êxito deste período. As acções e as decisões precipitadas e sem pensar serão inadequadas e pouco convenientes. Nada de repentismos. Mas, também, nada de desânimos.

Irás notar que uma das grandes questões que sentirás dentro de ti é o «dossier» vida sentimental. Será uma constante e uma referência interna. Este é o ano para esse capítulo da tua vida dar um passo em frente de forma positiva. Ao mesmo tempo será um enorme teste à tua vontade. [Sol na casa 7 em oposição a Plutão].

Igualmente positivas serão as associações e projectos em grupo que pretendas iniciar ou desenvolver. Como em tudo na vida, há sempre o outro lado da medalha: por timidez não te deixes ficar na sombra. Toma o que é teu, por direito, sem pisar ninguém Este será um ano de transformação e de profundas mudanças na tua personalidade. Poderão surgir situações que serão de conflito interno, ao ponto de lutares com os teus próprios hábitos ou lembranças negativas que estão muito arraigadas nas tuas células. Sabes, aquilo que se costuma dizer de «limpeza cármica»? É disso que falo. Em frente, meu querido amigo. Sabes do que falo. Temos conversado muito sobre estas questões.


O teu mundo emocional [Lua na casa 8] tornar-se-á muito profundo e intenso. As tuas emoções poderão ser difíceis de controlar. Cuidado com os ciúmes loucos. Por outro lado, desenvolverás a tua capacidade psíquica e a intuição estará especialmente certeira durante este ano. Confia nos teus palpites. Sentirás ainda uma maior atracção pelo mundo do oculto.
Será o caminho da cura cármica.

Vamos evitar todas as formas de especulação. Não te são favoráveis. Haverá uma tendência a veres as coisas com algum exagero. Convém que analises com cuidado os assuntos à tua volta. Aqui fica um conselho: cuida as questões financeiras, pois tanto podem entrar com fartura, como saírem em quantidade. Não disperses estes recursos.

Apesar de saber que haveria muito a dizer, termino com um breve apontamento sobre as questões de saúde. Vejo viagens por questões de saúde. Esta influência poderá afectar, além disso, o teu mundo espiritual levando-te a enfrentares as tuas dúvidas, ou a tornares-te mais céptico. Esse não é o caminho, como sabes.
Estamos no momento, Gonçalo, aquele que é decisivo.

Tudo o que aqui não disse, será falado em privado, quando muito bem o entenderes.

Meu querido Gonçalo, que tenhas um dia de aniversário óptimo, com muita alegria e prazer. Tudo de bom para ti.

Elsa, já preparou o bolo?

Blogue do Guntty para darmos um alô:
«Viver ao Sabor do Vento»


Farrah Fawcett, um dos anjos de Charlie, deixou-nos

26 de Junho de 2009 · 12 comentários

Paz à sua alma.

Farrah Fawcett
2 February 1947 - 15:10
Corpus Christi, Taxas, USA
27N48 97W23
Faleceu a 25 June 2009
no St. John's Health Center em Santa Monica, Califórnia

Blogagem colectiva - combate às drogas

· 19 comentários


Como entendo que uma imagem vale mais que 1.000 palavras, escolhi participar com esta imagem da capa e tema de uma das revistas mais prestigiadas do mundo.

Blogagem colectiva promovida por
CD - Lado B
Vamos ler os posts de todos os participantes.


drogas

Blogagem colectiva promovida por
CD - Lado B


Michael Jackson - Paz à sua alma

25 de Junho de 2009 · 24 comentários


Melindres

· 33 comentários

Photobucket
Photobucket

O Livro dos Pêndulos

·

Com 11% de desconto, se adquirir no site do

Dor

24 de Junho de 2009 · 48 comentários


Num sentido muito geral, Marte é o planeta da dor, encarada fisicamente. Saturno (a aprendizagem pela dor) é o planeta da mágoa, encarada em temos psíquicos ou espirituais.

Fisicamente, a dor é um sinal de alarme que não deve ser desprezado, disfarçado ou eliminado enquanto não se perceber a sua causa. O corpo é o espelho da consciência, o palco onde se manifestam os desequilíbrios do Ser total.

Assim, ao contrário do que é comum, qualquer sintoma deve ser entendido como um bloqueio energético em algum plano da consciência, ou seja, a manifestação física da distorção mental que aflige a pessoa.

Em vez de rejeitarmos a dor, devemos tentar compreender para o que ela chama a atenção.

Querido Facebook, ‘dilitei-te’ do meu blogue

· 32 comentários

Photobucket
Clicar no título para o post se abrir.
Isso mesmo: ‘dilitei-te’. Foi um devaneio: adaptei esta palavra, usando o ‘delete’ dos gringos. Retribuí-te na mesma moeda. Então isso é coisa que se faça? Ofereces as ferramentas e depois negas o direito adquirido? Muito feio!

Fiz tudo direitinho, dentro do que me era possível, pois a tua casa é gigantesca e é difícil acompanhar todos os teus processos internos. Aderi, quando apareceste com o Networked Blogs. É uma boa ferramenta para divulgarmos a nossa actividade bloguística dentro Facebook. No entanto, parece-me que andas confuso.
Incomodei meio mundo para fazerem o favor de ‘seguirem’ o meu blogue dentro do Facebook. Sabes bem que esta rapaziada é muitíssimo mais elitista que a do Hi5 ou Orkut. Não é qualquer um que alinha em seguir um blogue dentro do Facebook. Conseguir 20 ‘followers’ para um blogue em língua portuguesa é todo um feito. Ainda por cima um blogue que não trata de política ou culinária, os must do teu sítio.

Durante meses apareceu esta tua mensagem no teu Networked: «Most followers in: Not enough data. Calculated for blogs with 20+ followers». Esperei pacientemente que 20 pessoas seguissem o blogue, para o «Cova do Urso» poder entrar no teu «Top Blogs». Esta era a tua promessa, não cumprida.

Quando finalmente o 20º seguidor do blogue se inscreveu, que fizeste tu? Ficaste baralhado com as nacionalidades dos meus amigos e ditaste a tua sentença maluca: «followers are distributed among many areas. No clear concentration in one network.» Isto é coisa que se faça? No zen for me.

Uma das tuas condições era que eu colocasse no meu blogue um widget teu, com os followers, fiz isso. Como não cumpriste a tua parte, eu eliminei-te do meu blogue.
:)

No que ao meu blogue diz respeito, se as coisas não estão transparentes para ti, eu explico-te direitinho: 11 pessoas são de Portugal, as outras 9 são do Brasil. Mas falamos todos português e entendemo-nos bem. Não são «many areas». São apenas duas áreas geográficas! Ou agora praticas a xenofobia? Como não sabes o que andas a fazer, ‘dilitei-te’ do meu blogue.

Muito obrigado aos amigos e seguidores do meu blogue no Facebook: Alberto Lózea, Ana Cristina, Cristina Jorge, Danielle Duarte, Eduardo Teixeira, Elias Mendes, Fada Moranga, Ivandro Antônio, Ma Jivan Prabhuta, Magda Moita, Maria de Fátima, Maria Paula Ribeiro, Marta Mello, Onda Encantada, Palavras de Osho, Patrícia Azenha, Raquel Nascimento, Teresa Bolico, Utilizador do Facebook, Vera Correia. Quem tem blog, está lincado aqui.

O blogue «Fada Moranga» faz 4 anos

· 14 comentários


Parabéns ao blogue «Fada Moranga» pelo seu 4º aniversário.

Uma autêntica proeza!
4 anos de bom gosto, pura diversão, partilha,
generosidade e de altíssimo astral.

Um dos blogues mais coerentes e consistentes da blogoesfera.

Um grande beijo para ti, Fada Moranga.


Dicionário Místico - São João

22 de Junho de 2009 · 50 comentários

saojoao

As festas joaninas, que incluem os 3 santos tradicionais - António, João e Pedro -, estão intimamente ligadas à muito antiga festa do Solstício de Verão no Hemisfério Norte, onde sempre funcionaram usando grandes rituais mágicos com água e fogo.

O nome de São João esteve sempre ligado à água, quer nas nascentes, nos rios ou no mar. Mesmo antes, muito antes da associação a João Baptista, havia crenças pagãs ligadas à água e ao fogo. Por todo o lado há capelas, igrejas, edificações dedicadas a São João Baptista. Em Nápoles existe uma igreja com o nome de São João do Mar. A água sempre esteve associada à purificação do corpo. Em muitas partes da Europa, na noite da véspera do dia de Santo António, imensa gente contacta com a água, dependendo dos costumes locais. Ou banham-se, ou bebem.

O alcance destas crenças era tão grande, que a Igreja Católica, acabou por achar melhor seguir uma política de acomodação, dando a estes ritos uma faceta cristã. E, ao procurar um santo para suplantar os antigos patronos pagãos de tais rituais, dificilmente poderiam ter encontrado um sucessor mais adequado do que São João Baptista.

As muita conhecidas fogueiras de São João, que queimam na noite de 23 de Junho (véspera da festa de São João), eram no começo, fogos de fertilização e purificação que se acendiam no dia do Solstício de Verão, na Europa (21 de Junho), justamente antes das colheitas, em honra aos deuses para agradecer as suas bondades, ou imediatamente depois, para purificar a terra.

As festividades de São João, portanto, celebram a vida, o Sol, o fogo transformador que consome o velho para criar algo novo. E a água, sempre tão necessária. Como se apaga o fogo? Com a água de Caranguejo.

Passemos bem e saltemos à fogueira.


Antônio José

· 3 comentários

Antônio José: 27/07/1948 - 22/06/2009

[
«AutoZani»]

«Tenho a difícil missão de comunicar aos amigos leitores que na madrugada de hoje, 22/06/2009, deixamos de ter a companhia física do Zani. Realizou este último post sobre o Dia Mundial do Fusca e me segredou: "Este é um post que irá marcar a minha vida!" Dito e feito. Morreu com o sentimento de missão cumprida, poucas horas depois. O enterro será amanhã, dia 23/06/2009 aqui em Ubatuba, por volta das oito horas da manhã.

Deixa muitas saudades...

Sou a esposa dele...»


Astrid Annabelle

Análise astrológica do meu temperamento, por Patrícia Azenha

· 13 comentários

sofá

A propósito do meu 60º aniversário no dia 11 de Junho, recebi esta análise astrológica do meu temperamento, oferta da minha amiga Patrícia Azenha, do blogue «Princesa Esquimó». Desde que o meu blogue existe, está recheado de assuntos pessoais. Este é mais um e agrada-me muito e assim, sempre o tenho à mão para o ir relendo. Patrícia, muito obrigado. Adorei. Estendi-me no sofá Chesterfield para ler este texto em condições. Cabemos mais. Venham.

Photobucket

11 Junho 1949Funchal, PortugalFonte de Dados ASTRODATASAMRodden Rating: A
Sistema de Casas: Placidus

O temperamento revela a forma de expressão de uma pessoa, baseada a forma única em como cada um dos elementos Fogo, Ar, Terra e Água, se combinam.
.
O Cálculo do temperamento baseia-se na análise de três significadores muito importantes no mapa, o ascendente, a Lua e o Sol. Para este cálculo também foi acrescentado os co-Almutems do Mapa.
.
1 – Signo ascendente: Touro – Frio e Seco – Melancólico
2 – Natureza do Regente do Ascendente: Vénus – Quente e Húmido – Sanguíneo
3 – Signo do Regente do Ascendente: Caranguejo – Frio e Húmido – Fleumático
4 – Natureza dos Planetas na Casa I ou em conjunção com o Ascendente:
4.1 Marte: Quente e Seco - Colérico
4.2 Mercúrio - Frio e Seco - Melancólico
5 – Signo dos Planetas em Aspecto ao Ascendente: Não há
6 – Fase da Lua: 3º Quarto – Frio e Seco – Melancólico
7 – Signo da Lua: Sagitário – Quente e Seco – Colérico
8 – Signo do dispositor da Lua – Júpiter em Aquário – Quente e Húmido - Sanguíneo
9 – Elementos em conjunção à Lua: Não há
10 – Signo dos Planetas em aspecto à Lua:
10.1 Oposição do Sol de Primavera - Quente e Húmido – Sanguíneo
11 – Estação do Ano: Sol de Primavera – Quente e Húmido – Sanguíneo
12 – Natureza dos co-Almutems do Mapa:
12.1 Jupíter - Quente e Húmido – Sanguíneo
12.2 Marte - Quente e Seco - Colérico
13 Signo dos co-Almutems do Mapa:
13.1 Júpiter em Aquário - Quente e Húmido – Sanguíneo
13.2 Marte em Gémeos- Quente e Húmido – Sanguíneo
.
Total de Qualidades Individuais:

Quente - 10
Frio - 4
Húmido - 8
Seco – 6

Total por Temperamento:

Sanguíneo – 7
Colérico – 3
Melancólico – 3
Fleumático – 1

O temperamento é fortemente Sanguíneo, com algumas adições dos outros temperamentos mas de número muito inferior. O António gosta de comunicar, é dinâmico, activo, versátil e adaptável. É alegre, sociável e agradável, por outro lado tem tendência à dispersão. O seu foco de interesse é a comunicação, a troca de ideias e experiências. O António chora com facilidade, mas passa rapidamente do choro ao riso que é a sua expressão mais natural. A conjunção de Marte ao ascendente confere uma tendência colérica, que apesar de não ser o seu temperamento dominante, aflora por vezes, tornando-se impaciente e facilmente irritável. A quadratura entre Mercúrio e Saturno confere períodos melancólicos, de desconfiança, pessimismo e de maior reserva. Mas são arranques coléricos e melancólicos que depressa voltam ao seu estado mais natural e dominante de bonomia e descontracção.

===

Aqui ficam os linques do sofá Chesterfield. Aqui: 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6.
Os clássicos sofás
Chesterfield: 1.

Selos e votações para as entrevistas

21 de Junho de 2009 · 28 comentários



J'adore tien blog
Adoro o teu blog


O simpático selo da esquerda chegou pelas mãos da linda Marise Catrine, do blogue «Momentos Recortados». O simpático selo da direita chegou pelas mãos da linda Joana, do blogue «A Janela da Joana». Muito obrigado a ambas. Nem imaginam como fiquei surpreendido. Quando me dizem que adoram qualquer coisa que eu tenha feito - neste caso, o «Cova do Urso» -, fico todo derretido e contente, com vontade de fazer mais e melhor. Clicando em cada selo vai parar a um álbum que tenho no Picassa para guardar estes presentes. Verá que, de facto, são selos com origens diferentes.

Vou passar este selo a todos os blogues que aparecem no post dedicado à votação das entrevistas aqui no blogue. O selo é dedicado em partes iguais aos votantes e aos votados. Cliquem aqui para saberem quem são.

Conheça todos os selos que o «Cova do Urso» recebeu até hoje. Aqui. Todos os selos têm o nome do blogue que ofereceu, e, clicando em cada selo, conseguirá ver o endereço do blogue ofertante. Agradecido.

Numerologia Esotérica Pitagórica e do Triângulo Divino

19 de Junho de 2009 · 54 comentários

A propósito do meu 60º aniversário no dia 11 de Junho, na véspera, recebi da minha amiga Astrid Annabelle, um email com esta análise numerológica, que me deixou gratamente surpreendido. Tenho relido várias vezes para tentar perceber e interiorizar as suas palavras. Recebi vários presentes virtuais que estão incluídos no post sobre o meu aniversário, (clicar aqui) mas deixei este de fora, pois precisava tomar consciência do seu conteúdo. Tenho pensado se deveria partilhar com os leitores... Optei por fazê-lo, pois desde que o blogue existe, está recheado de assuntos pessoais. Muitos assuntos, mesmo. Este é mais um e assim, sempre o tenho à mão para o ir relendo.

Astrid Annabelle é Mestre em: Reiki Usui, Karuna Reiki, Seichim-SKHM Reiki, Magnified Healing, Cura Prânica. Palestrante, professora. Realiza iniciações, cursos e vivências. Como sannyasi recebeu o nome de Ma Jivan Prabhuta, que significa a "Mãe que irradia a força da vida".
A sua expressão na blogoesfera:

Photobucket

«Como eu não me sinto a vontade de publicar tanta informação a seu respeito, tomo a liberdade de lhe enviar a mesma algumas horas antes do seu aniversário de fato. Assim já irá entrar no ano novo sob as vibrações de boas energias. É uma bem modesta análise numerológica a seu respeito e com algumas dicas.

Nome completo ... José António de Sousa Fernandes Rosa
Data de nascimento ... 11-6-1949

Seus números principais usando o método da Numerologia Esotérica Pitagórica e do Triângulo Divino (criado por Faith Javane e Dusty Bunker) são:

- número de alma = soma das vogais ... 14 / 5 (quem você é em essência)
- número da personalidade = soma das consoantes ... 33 (como se apresenta como personalidade)
- número do destino = soma do número da alma com o número da personalidade ... 101 / 11 / 2 ( o que veio realizar, nesta vida)
- número da lição de vida = soma da data de nascimento ... 40 / 13 / 4 ( o que veio aprender nessa vida)

Introdução:

Muito tem para ser falado com essa rica numerologia, abundante em números mestres. A primeira coisa que me saltou aos olhos foi o fato de não usar o nome José. “José” representa uma vibração de mestre 11 como alma e mestre 11 como personalidade. José é o nome do Pai de Jesus, portanto representa a energia do Pai. O fato de não usar esse nome corta essa energia poderosa, sabia? Fica faltando um pedaço seu...o som do nosso nome representa a nossa vibração.

A alma de António representa o número mestre 22, que somado ao número mestre 11 da alma de José perfaz o 33, o número do mestre da Compaixão. Não é por acaso que você anda topando com o número 33 por aí. Chegou a hora de se tornar consciente dessa vibração que você é para poder usar em seu benefício tudo relativo à mesma.

O nome de família que carregamos sugere a participação de energias afins, que no seu caso é um grupo que vem resgatar o karma da humanidade...

O Sousa se apresenta como um 38/11 um Mestre professor por excelência, que através da sua comunicação criativa desfaz o karma se vibrar no positivo. No negativo se torna um alvo fácil dos vícios do mundo e sucumbe com e por eles.

Já o Fernandes tem um 11 puro na alma...que somado a alma de José e António perfaz a vibração do número mestre 44 (quando me refiro à alma significa a soma das vogais) aquele mestre construtor, que realiza sua obra através do quarto raio. É um número extremamente carmático por minha experiência!

O Rosa trás na alma a sabedoria do 7, que no tarô corresponde ao Arcano Maior do Carro...aquele que dirige sua vida através da superconsciência. Na personalidade tem o 10/1, O Arcano Maior da Roda da Fortuna que o Mago (Arcano Maior) sabe virar tão bem.

Resumindo a energia do nome de família: Através do mestre professor (11) realiza uma grande obra (44) com a sabedoria divina (7) dirigindo e transformando a vida das pessoas (10) através dos cinco elementos (1).

Essa é então a egrégora da qual participa e onde encontra respaldo para poder atuar nessa encarnação. É a família que nos desafia e puxa para que possamos superar aos poucos a personalidade criada e trazer à luz a nossa verdadeira face. Isso sempre funciona através da dor e nunca através da alegria. Infelizmente é assim.

Voltando ao começo...

Como alma
trás a vibração do 14/5 isso significa que em essência é alegre, adora novidades, viajar, conversar, se comunicar e sempre com a atenção voltada para o mais alto... (a mediocridade lhe incomoda demais).

Como personalidade 33 você se mostra ao mundo extremamente compassivo. Mas precisa não se esquecer de si...é uma tendência natural de quem cuida dos outros se largar em segundo plano.

Como destino trás a vibração do 101/11/1 ... Ser o Mestre Professor (11) com um zero no meio... isso significa que Deus está constantemente interferindo (Deus é o zero) ... ensinar, caminhar à frente, abrir caminho usando todos os poderes adquiridos em vidas anteriores ... o 1 representa o Arcano Maior do Mago, aquele que caminha para frente conduzido por Deus. O seu trabalho com a astrologia e a editora está plenamente de acordo com esta vibração.

Como lição de vida vem aprender a lidar com as mudanças, com aquele “pluft” que eu costumo usar! 13/4 a vibração do Arcano Maior da Morte. É preciso morrer para poder viver... sempre, sempre, sempre. É o número da transformação. O número treze é sagrado, assim como qualquer múltiplo do mesmo. Identifica um iniciado ou alguém que renasceu para lidar com o karma do mundo! E não se esqueça aprender a ser Mestre de si mesmo!

Isso é um resumo resumido do que a sua numerologia apresenta. É muito rica e representa sem dúvida um ser de grande luz. Antes de encerrar, quero deixar aqui a dica da sua vibração temporária que vai do seu aniversário (11/06/2009) até o próximo ano (11/06/2010).

11 + 06 + 2009 = 1+1+6+2+9 = 19/1

É um ano que promete novidades. Recompensas e novos inícios. É uma vibração extremamente amorosa. O número 19 representa a carta do Arcano Maior do Sol. Coloque um Sol em sua vida. Seja um Sol.

Pense seriamente a respeito de duas coisas: começar a usar o nome José... a forte energia de mestre que ele contém vibra com muita afinidade com o número 19. E que tal tirar o urso da toca? Saia da timidez e utilize o impulso de Marte..ame-se transforme-se em um Urso de pé!!!

Esse é meu presente para você. Muito, mas muito mais pode ser dito. Acho porém que está de bom tamanho para que assimile o que foi dito. Qualquer dúvida basta perguntar, Ok? Que tenha um Feliz aniversário amanhã... Parabéns a você!!! De coração...»
Astrid Annabelle

»»» «««

Muito obrigado, Astrid Annabelle.

»»» «««
Sobre Astrid Annabelle - Mestre em: Reiki Usui, Karuna Reiki, Seichim-SKHM Reiki, Magnified Healing, Cura Prânica. Palestrante, professora. Realiza iniciações, cursos e vivências. Como sannyasi recebeu o nome de Ma Jivan Prabhuta, que significa a "Mãe que irradia a força da vida".
A sua expressão na blogoesfera:
«Navegante do Infinito» - «Ma Jivan Prabhuta»

Se quiser uma consulta com a Astrid Annabelle, pode contactá-la por este email: majivanprabhuta@gmail.com

Palestra de João Medeiros - 'O Zodíaco de Portugal'

·

Perante o cenário de grande "nevoeiro" mundial, qual o papel de Portugal? Qual a missão que a sua História oculta? Quem é o jovem D. Sebastião, já regressado e imperial? Quais os novos Descobrimentos?

Nesta palestra será discutido o sentido de Portugal, à luz de uma visão inovadora e integrada dos seus ciclos, que seguem uma sequência tão ordenada quanto espectacular.

O
significado real das Navegações, do 25 de Abril, do Sebastianismo, da mensagem profética de Fernando Pessoa, dos símbolos nacionais, serão interpretados pelo astrólogo João Medeiros [clique aqui para conhecer o seu site].

De acordo com a investigação do autor, os próximos tempos revelam-se decisivos para o cumprimento da missão suprema do país, como evidenciada no "Zodíaco de Portugal".

Entrada livre. Sábado, 27 de Junho, 21h30
Local: Galeria Matos Ferreira - Rua Luz Soriano nº 18
(Bairro Alto - Lisboa) - contacto 96 2953722


30 de Junho de 2009

Entrevista a Marisa Shiroto, do «Isa Grou»

Isa Grou

Clique no título, na barra vermelha, para abrir toda a entrevista.
Marisa Shiroto, do «Isa Grou»

O melhor para mim, enquanto leitor de blogues, foi não ter ido ler o 1º post do «Isa Grou», quando conheci o seu blogue. Quando conheço um novo blogue tenho o hábito de ir ler o primeiro post, pois é muito revelador da pessoa que está a dirigir essa nave. É um ponto de partida para um processo evolutivo pessoal.

Com o blogue da Marisa, simplesmente não o fiz. Nem sei porquê. Ainda bem que assim foi. Já explico a seguir porque digo que 'ainda bem' que não li o seu 1º post. Não sei quem descobriu quem: se foi a Marisa que descobriu o «Cova do Urso», ou se fui eu quem descobriu o «Isa Grou». Sei que foi por intermédio do «Navegante do Infinito», da minha amiga Astrid Annabelle.

Como não li o primeiro post, nem os mais antigos, nunca cheguei a saber que a Marisa era portadora de um problema de saúde e de uma diferença. Simplesmente, fui comentando diversos posts dela, sem nunca ter isso em mente. Sempre com a maior das naturalidades, o que me permitiu encarar com simplicidade, um dos blogues mais autênticos e brilhantes que tive a oportunidade de conhecer. Logo nos primeiros textos lidos tive essa percepção. Deixem-me ser pouco modesto: se alguma coisa faço bem feita, é a de saber reconhecer textos e posts que têm qualidade. É o treino de ser editor. Os textos da Marisa eram (e são) de uma qualidade única, especiais, suaves, certeiros, límpidos e transparentes. Por si só, são reveladores do seu enorme talento. É uma Professora. É alguém que Ensina, através da sua vivência pessoal.

Sempre encarei os seus posts como inspiradores, de enorme qualidade, talvez por isso não me apercebi que estava a conviver com uma pessoa que fazia um esforço extra para levar a vida para diante. Fui-me habituando a ir ao seu blogue ver as novidades. Desde o início que o seu blogue entrou directo para a minha lista de favoritos. Nem sempre comento. Aprendo em silêncio.

Um dia, surgiu um post que me fez parar para pensar melhor. A Marisa estava a falar da sua vitória contra a deficiência. Lembro-me, como se fosse hoje de ter pensado: 'Diferença? Diferença de quê? Onde está essa diferença?'. Foi quando se fez click na minha cabeça. Até lhe deixei um comentário a dizer-lhe que 'não a via' com esses problemas. Só aí é que fui aos primeiros posts e encarei a situação. Vocês entendem o que quero dizer? Marisa, peço-lhe desculpa pela minha falta de atenção.


Mudando de assunto: há um denominador comum em quase todas as entrevistas publicadas aqui no blogue. Chama-se «Isa Grou». Foi o blogue mais citado, como sendo exemplar e de quem poderíamos aprender a lição da vida. Hoje, vamos ouvir a Marisa. É um tremendo prazer para mim, viu? [Aprendi isto do 'viu' consigo. Nem imagina do que gosto desta simples palavrinha - 'viu'. Viu?]

«Meu nome é Marisa Shiroto, mas pode me chamar de Isa Grou.»

Isa Grou top


[Os leitores podem clicar nos nomes dos blogues a encarnado para os conhecerem.]

Isa Grou, porque decidiu criar o seu blogue? Pode contar a sua história? Tem objectivos? A que nichos se destinam? Qual o seu prazer e alegria em blogar? Quer desenvolver estes tópicos?

Bem... a minha história resumidamente contada está no primeiro post do "Isa Grou". Criar um blog foi uma sugestão dada pela jornalista e escritora Tina Andrade, que eu tinha acabado de conhecer. Foi quando expus a ela algumas ideias sobre um projeto que eu tinha em mente, a respeito de um livro onde o objetivo é o de contribuir com minha vivência, de modo que qualquer pessoa possa encontrar os mais fantásticos motivos para viver com alegria divina e entusiasmo, não engrandecendo as suas "deficiências", pois (físicas ou não) todos temos alguma.

Na época eu não sabia muito bem por onde começar a colocar em “prática” o que já estava na minha cabeça, e de imediato adorei a idéia de abrir um blog, pois era um meio de “viabilizar” o projeto.

Isso a cerca de dois anos atrás, e como na ocasião ainda era bastante recente o meu contato com o computador, o conceito web 2.0 era totalmente desconhecido para mim. Então, por um tempo me dediquei a ir me familiarizando com esse universo virtual, até que no ano passado o blog “Isa Grou” foi criado. O prazer em "blogar" está em perceber que mesmo sutilmente, um artigo pode provocar mudanças positivas na vida de alguém.

O seu blogue trata de uns temas bem definidos e está muito bem feito a esse nível. Usa o blogue para dar a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolve ou é apenas uma forma de se expressar? Porque escolheu os temas que habitualmente desenvolve?

Acredito que são ambas as coisas. Tenho um projeto e o blog faz parte dele - não há como separá-los. O blog também me ajuda a expressar, me soltar, cada vez mais e melhor, já que sou “um tanto” tímida. Quanto aos temas, comigo é assim que funciona, primeiro escrevo o “artigo” seguindo a minha intuição e vivência sobre o assunto, e só depois vem a escolha dos temas das postagens.

Que fez (ou faz) para dar a conhecer o seu blogue e tentar atingir o sucesso com ele?
Gosto de visitar blogs sempre que posso, deixo sempre um comentário quando vejo um artigo que chame minha atenção. Sou cuidadosa com o meu espaço, procuro mantê-lo atualizado e escrevo com o coração, mas de maneira clara e objetiva como aprendi.

Os comentários dos seus leitores são importantes para si? Interage com eles? Retribui os comentários?

Sim, com certeza são muito importantes e faço questão de responder cada um deles, até por uma questão de respeito à dedicação de meus usuários. Ninguém está ali pura e simplesmente a passeio: todos vieram por algum motivo nobre. Os comentários também servem de parâmetro para avaliar o que e onde posso ou devo melhorar na “arte de blogar”.

Conte-nos um pouco sobre o seu avatar e no nome que escolheu para se apresentar, no caso de ser um nickname.

Meu avatar é uma foto minha com o Piti, meu “guardião” (cachorro de estimação), e quanto ao nickname “Isa Grou” também foi criação da Tina. Isa vem de MarIsa e "Grou" é um pássaro, cuja tradução em japonês é "Tsuru" e recebi este nome porque ela acredita que minha história está diretamente ligada à simbologia do Grou. (explicações sobre a simbologia, aqui)

Isa Grou, quais os blogues que mais aprecia e qual foi a lição que aprendeu com eles?

Há muitos blogs que eu aprecio:

Navegante do Infinito – É um blog bem diversificado, muito informativo e também muito “acolhedor”. Foi um dos primeiros que conheci. Me identifiquei muito com o modo de pensar da autora. Curioso que quando a vi na foto do perfil, fui invadida por um sentimento de “alegria pelo reencontro”.

Na mesma ocasião conheci o blog Cova do Urso através do "Navegante do Infinito". Considero-o rico em qualidade e conteúdo diverso, com temas da atualidade, sendo o autor desse blog um astrólogo nato e muito competente, o Cova do Urso é um Magazine com Astrologia. Concordo plenamente com a afirmação da leitora (Adriana Canova): -“António Rosa é um construtor de pontes”.

A Dinâmica do Invisível – É um blog que integra o projeto Navegante do Infinito. Ambos os blogs são da mesma autoria. A partir de uma visão metafísica, a autora coloca em prática o seu “lado terapeuta”, respondendo e orientando os seus leitores em suas questões de uma maneira brilhante, muito amorosa e esclarecedora. Aprendo imensamente, o que só vem a me enriquecer interiormente.
.
Bandarravet – Procura divulgar a medicina veterinária e todos os assuntos relacionados com animais, mas de uma maneira muito especial, pois a autora (que é veterinária) “transpira” amor incondicional por eles e pela profissão. Eu adoro!

Assim como Você – É um blog “ímpar”, cujo autor é pura superação. Um blog recheado de informações relevantes, cheio de humor e seriedade. O autor fala abertamente da realidade de um deficiente físico, realidade esta que muitos ignoram (muitas vezes por falta de informação), como por exemplo, a questão da falta de acessibilidade, que aqui no Brasil pelo menos, “deixa muito a desejar”. É um blog que aprendo algo a cada post. Eu recomendo! Através deste, conheci vários outros blogs de superação.

Click N’ Clip –Photocitzem Movement
Um dos objetivos desse blog é recuperar, preservar e difundir a memória e contribuir para o desenvolvimento a partir do que é BELO, é BOM e promove o BEM, através da arte da fotografia. Com a autora deste blog aprendi a amar esta “arte”.

Portugal Naturalmente Belo – É um blog onde tenho a oportunidade de conhecer Portugal, através de belas fotos e histórias.

Fada Moranga – É um blog que “respira” e divulga a arte em geral, artesanato, pintura, costura, fotografia, enfim. E tudo de uma maneira divertida; Este blog também me ajuda no meu “estudo de inglês”, pois ainda não domino o idioma como gostaria.

Estou muito atenta também a estes blogs:


São blogs com mensagens que muitas vezes nos levam à reflexão.

É possível fazer amizades na blogoesfera?

Sim, com certeza. A internet é uma ferramenta que também nos possibilita a isso. A distância já é relativa. Precisamos saber nos fazer presentes.

Sendo você António, um construtor de pontes por excelência neste fantástico “Mundo Virtual”, me possibilitando assim, atravessar o Atlântico para fazer parte desse maravilhoso Anel do Coração, dando-me oportunidade para “construir” novas e ricas amizades aqui na blogosfera... minha eterna gratidão. Obrigada!

Pergunta feita nos comentários, já depois da entrevista publicada:

Querida Isa Grou, falta uma pergunta, que lhe peço para deixar nos comentários, que depois ponho cá dentro. O que é que sente, quando tantos blogues aqui entrevistados a referenciam como um dos blogues mais queridos e estimados da blogoesfera?

Puxa... agora você me "pegou" com esta pergunta-surpresa.........pois para mim com certeza é uma grande surpresa "essas revelações", mas vamos lá a resposta:

O meu primeiro objetivo ao criar o blog, era poder passar para as pessoas "normalidade" e "leveza" em um assunto tão sério e cheio de preconceitos, que é a deficiência.

Eu simplesmente sou verdadeira e tento transmitir a minha verdade que é: "sou feliz".

Fico imensamente feliz e grata por tantos blogs entrevistados me "referenciarem".

Agradeço o todos por isto... MUITO OBRIGADA!

Eu é que fico muito agradecido, Marisa. Você é um exemplo a seguir, viu? Como sou um 'antigo', vou dizer isto assim: é uma honra tê-la aqui no Anel do Coração.


29 de Junho de 2009

No meu mapa: Plutão a desafiar Úrano até ao final do ano

transf maior

A 5 de Fevereiro deste ano publiquei no blogue o texto que apresento mais abaixo, com o título de «Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano». Isso pode ser confirmado pelos comentários que estão neste post e que são dessa data.

Decidi aproveitá-lo e voltar a dar-lhe destaque por várias razões. A razão maior é para eu não me esquecer do que o texto transmite, porque era eu quem estava a passar por esse trânsito. Nesse sentido, era uma conversa comigo mesmo. Tenho Úrano natal no grau zero de Câncer. Plutão, ao transitar por Capricórnio, nos primeros graus, fez (e ainda faz) uma oposição ao regente de Aquário. É um trânsito longo. Demasiado longo e esgotante. Ainda por cima, estamos a falar de um Ponto Cardinal.

Plutão, no seu movimento retrógrado, ainda estará todo este ano a trabalhar esta oposição a Úrano, passando-lhe mesmo em cima, pis regressará ao grau zero de Capricórnio. Digamos que só começarei a respirar de alívio no final de 2009, princípios de 2010. Tudo o que escrevi no texto a seguir, aconteceu. [Também vale a pena acompanhar este texto complementar. Clicar.]

Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano

Quem passa por estes contactos, sente e, por vezes sabe, que os fins e objectivos que traçou para a sua vida, sofrem agora uma revisão total e empreende as necessárias correcções. É uma época de mudanças profundas em todos os aspectos da nossa vida, tanto do ponto de vista interno, da nossa consciência, como das circunstâncias externas.


As experiências podem magoar a carne e ferir a alma. Rupturas e separações são esperadas. Rupturas do que já não nos serve. Separações daquilo a que estamos apegados. Não tentes conservar desesperadamente o que tens - posses, relações ou situações que já não cumprem uma função positiva na tua vida. Inclui também nesta lista, tudo aquilo que já não é significativo. Os assuntos que pertencem ao passado imobilista, desaparecem. Sabes, aquela colecção (do que for) que tanto prazer te dava...

Sem dramatizar, pode chegar a ser perigoso para a tua própria vida, se não souberes fazer uma navegação à vista. Nas questões práticas e rotineiras, previne-te usando da maior prudência que puderes. Negócios, sócios, relações podem ser postas em causa. A saúde pode ressentir-se. O dinheiro pode escassear. Vai dando os teus passos, tacteando o caminho, sem deixares de fazer surf com a vida. As lutas de poder são uma presença constante. Observa bem, se não é o teu próprio filho quem te está a desafiar, mesmo de uma forma inconsciente.

Por outro lado, quando o trânsito termina, olharás à tua volta e verás que a tua vida mudou completamente. Não serás a mesma pessoa. Tudo o que passaste durante quase 2 anos [tempo de Plutão a passar pelo trânsito e isto, se ele não ficar retrógrado contactando Úrano] terá um significado no teu desenvolvimento pessoal.

Fecha-se uma porta e abre-se outra, com renovadas energias e perspectivas. As antigas condições de vida mudam, apertam-se durante o trânsito e renovam-se posteriormente. Usa a tua flexibilidade para fazeres um upgrade à tua vida.

===

P.S. (a 29-6-2009):

O trânsito ainda não terminou e as mudanças na minha vida já se iniciaram, com uma força extraordinária. Tenho andado nesse upgrade.


28 de Junho de 2009

Dicionário Místico - São Pedro

São Pedro 1


São Pedro, pintado por Rubens



Festejamos no dia 29 de Junho, o dia de São Pedro, uma das grandes figuras do cristianismo e desde logo, um nome maior do catolicismo. Para o cristianismo, sabe-se que este homem foi um dos apóstolos de Jesus. O seu nome original era Simão ou Simeão.


Jesus mudou o seu nome para ‘Kepha’, que em aramaico significa "pedra" ou "rocha", traduzido para o grego como ‘Petros’, e posteriormente passou para o latim como ‘Petrus’, também através da palavra ‘petra’, todas com o mesmo significado.


Ao atribuir a Simão o novo nome – Pedro
–,
Jesus terá dito: «… declaro: tu és Kepha [nome próprio] e sobre esta kepha [rocha] edificarei a minha Igreja e as portas do inferno não prevalecerão nunca contra ela.». Advém daí a imagem popular de São Pedro, como aquele que encontramos quando queremos entrar no céu. São muito conhecidas as inúmeras piadas em que São Pedro entra. Esta é uma das razões porque São Pedro é apresentado na iconografia, com as chaves do céu.


São Pedro 3

São Pedro e as chaves do céu

Para o catolicismo, a importância é acrescida pois foi o primeiro Bispo de Roma e nesse sentido, considerado o primeiro dos Papas. Pedro foi o fundador, junto com São Paulo, da Igreja de Roma (a Santa Sé), sendo-lhe concedido o título de Príncipe dos Apóstolos e primeiro Papa, um tanto anacronicamente, visto que tal designação só começaria a ser usada cerca de dois séculos mais tarde, mas como Pedro foi o primeiro Bispo de Roma, essa circunstância é importante, pois daí provém a primazia do Papa sobre toda a Igreja Católica.


Antes de se tornar um dos doze discípulos de Jesus, Simão era pescador. Teria nascido em Betsaida e morava em Cafarnaum. Segundo o relato no ‘Evangelho de São Lucas’, Pedro teria conhecido Jesus quando este lhe pediu que utilizasse uma das suas barcas, de forma a poder pregar a uma multidão de gente que o queria ouvir. Pedro, que estava a lavar redes com Tiago e João, seus sócios, concedeu-lhe o lugar na barca que foi afastada um pouco da margem, para que a multidão o pudesse ver e ouvir.


No final da pregação, Jesus disse a Simão que fosse pescar de novo com as redes em águas mais profundas. Pedro disse-lhe que tentara em vão pescar durante toda a noite e nada conseguira mas, em atenção ao seu pedido, fá-lo-ia de novo. O resultado foi uma pescaria de tal monta que as redes iam rebentando, sendo necessária a ajuda da barca dos seus dois sócios, que também quase se afundavam puxando os peixes.


Numa atitude de humildade e espanto Pedro prostrou-se perante Jesus e disse para que se afastasse dele, já que é um pecador. Jesus encorajou-o, então, a segui-lo, dizendo que se tornaria "pescador de homens’. Emociono-me sempre quando imagino este Encontro.


São Pedro 2

São Pedro, pintado por El Greco

Segundo a tradição defendida pela Igreja Católica Romana, o apóstolo Pedro, depois de ter exercido o ministério em Antioquia, teria-se-ia tornado o primeiro Bispo de Roma. Segundo esta tradição, depois de solto da prisão em Jerusalém, o apóstolo teria viajado até Roma e aí permanecido até ser expulso com os judeus e cristãos pelo imperador Cláudio. A tradição da Igreja Católica afirma que depois de passar por várias cidades, Pedro haveria sido martirizado em Roma entre 64 e 67 d.C.

Centenas de anos depois, teólogos e historiadores protestantes afirmaram que Pedro não teria ido a Roma, logo, não poderia ser o Bispo de Roma, portanto, Papa da Igreja Católica. Eram argumentos que serviam para, em termos populares, defenderem o seu afastamento do Vaticano e fundamentarem a Reforma. Hoje, porém, os historiadores concordam que Pedro realmente viveu e morreu em Roma. O historiador luterano Adolf Harnack afirmou, que as teses anteriores foram tendenciosas e prejudicaram o estudo sobre a vida de São Pedro em Roma.

São Pedro 5

Jesus entrega as chaves do céu a Pedro (Perugino, Capela Sistina)

Este post já vai longo. Termino dizendo que Pedro é um nome que se tornou comum em todo o mundo. Só em Portugal, encontrei 55 localidades que levam o nome de «São Pedro». No Brasil, também inúmeras localidades, algumas delas bem grandes.

29 de Junho também é a festa litúrgica de São Paulo, o intelectual dos apóstolos de Jesus. São muito conhecidas as suas 'Cartas'. Termina hoje o «Ano Paulino», decretado pro Bento XVI.

Acabei de ver o post da minha amiga Astrid Annabelle, do «Navegante do Infinito», que vive em Ubatuba e cuja cidade festeja o São Pedro. Clique aqui para conhecer as festas que lá decorrem.

27 de Junho de 2009

Veladores Silenciosos

«Veladores Silenciosos» é uma expressão muito usada na definição dos Mestres Ascencionados, por sua vez associados à Grande Fraternidade Branca. Estas linhas espirituais são muito utilizadas, sobretudo a partir dos anos 90, em que se notou uma deslocação colectiva mental da prática de devoção aos Santos para o amor aos Mestres Ascencionados (clicar ao lado).

A partir daí, foi conhecida uma complexa hierarquia, em que cada Mestre está ligado a um dos Raios Divinos. É uma coisa muito do 7º Raio, que trata dos rituais e cerimoniais. Foi necessária esta reestruturação das ideias, porque a mente do ser humano necessita entender os assuntos de forma estruturada, esquematizada e organizada.

Nesta estrutura dos Mestres Ascencionados existe a classificação de «Veladores Silenciosos», considerados como Seres que velam por grandes organizações planetárias e galácticas. O que é verdade, pois os planetas são seres vivos e orgânicos enquadrados na Criação de Deus. Mais recentemente, começou-se a atribuir qualidades mais próximas de nós, aos Veladores Silenciosos, como por exemplo: a guarda de cidades, países e, inevitavelmente, templos e igrejas. Nem podia ser de outra maneira. Procurem no Google e compreenderão do que falo.

Pretendo apenas fazer esta pequena afirmação: todos nós, seres humanos, somos veladores silenciosos. Quando dormimos, o nosso espírito simplesmente sai do nosso corpo físico e vai desempenhar certas tarefas.

Uma das tarefas mais nobres que desempenhamos fora do nosso corpo é a ajuda que prestamos, fornecendo a nossa energia a quem dela necessita: doentes, pessoas desesperadas, pessoas em sofrimento, amparo e cuidados aos indefesos. Isto, também é ser um velador silencioso.



Photobucket

O 'Preto' é o meu velador. Gosta de estar ao meu lado, quando estou no computador. Fechou os olhos por causa do flash. Tirada hoje. Já tem 12 anos, é o pai do 'Gabriel' (10 anos) e amigo do peito do 'Tibério' (pastor alemão). Acolheu muito bem o Tibério, quando este veio para casa, em Fevereiro de 2000. A 'Maria Fôfa' desencarnou há pouco tempo.

Carta ao Guntty, pelo seu aniversário

guntty
Guntty, lembras-te deste dia? Maio 2007. Um evento organizado por ti e por outros amigos.
Só mesmo tu para me fazeres sair de casa nesse dia tão agreste, e ainda convalescente
de uma doença muito difícil e prolongada. Hoje, já não és aquele jovem frágil que aparece na foto.

Blogue do Guntty: «Viver ao Sabor do Vento»

Meu querido Guntty,

Antigamente, começavam-se as cartas, mais ou menos assim: espero que esta carta te vá encontrar de boa saúde, nós por cá, todos bem, graças a Deus. Isto de «agradecer» (não interessa, se a Deus ou quem quer que seja) era uma boa prática, hoje bastante em desuso, infelizmente.

27 de Junho é o dia do teu aniversário. Portanto, antes de mais, recebe um grande abraço e uma beijoca e votos para que tenhas um dia muito feliz. À Elsa, tua mãe, dois beijinhos, pois é um dia especial para ela. Certamente já se esqueceu dos 40º que fazia em Portimão, no dia em que nasceste, há 22 anos.


Recordo-me muito bem da tua primeira ida à editora. Hoje, és da casa e todos te apreciam. Tenho sido um felizardo em te ter por perto e poder acompanhar a forma como enfrentas a vida. Aquilo que o comum dos mortais, julgando apenas pelas aparências, diz «aquele tem tudo», aplica-se a ti. Família, condições, inteligência, estudos, bonitão, sensibilidade, bom carácter, excelente sentido de humor, boa pessoa, bom amigo. No entanto, para contrariares esse «tem tudo», escolheste para esta vida, e enquanto jovem, manteres uma luta diária para poderes ter uma vida o mais normal possível. Escolheste juntar-te à Escola do Sofrimento para poderes fazer a tua caminhada. Portanto, como sabes melhor que ninguém, «nem tudo o que parece é!». Essa é a lição que aprendo contigo. Tenho acompanhado a tua luta, as dificuldades, os momentos menos bons e os de grande esperança. Admiro-te, por isso. Reverencio-te, por isso.

guntty

Bom, falemos de coisas alegres! O meu presente de aniversário é esta carta com uma breve análise do teu retorno solar. Quando o Sol chega ao grau onde se encontra no nosso mapa natal, diz-se que ele retornou ao seu sítio de origem. É o teu caso: o Sol está no grau 5 de Caranguejo, que corresponde ao teu nascimento. Esta pequena análise astrológica diz respeito apenas a este ano que começas hoje a viver. Sempre que eu disser «este ano», estou a referir-me aos próximos 12 meses que se iniciam hoje.

Este ano terás o Ascendente Sagitário, pelo que sentirás a tua vida a expandir-se, com enorme crescimento interno e externo, além de uma boa sorte geral. Sentirás o desejo de superares os teus próprios limites. Também aumentarão o teu idealismo e a atracção ainda maior, se possível, por assuntos elevados. O teu proverbial bom humor e alegria serão os temperos principais em toda actividade, o que te vai conduzir a atraíres pessoas positivas e a ganhares os favores dos demais. Aproveita, Gonçalo. Escrevo agora o teu nome pois duvido que leiam o texto na totalidade. Também é um teste de atenção aos leitores. :)

Este ascendente gera uma grande atracção pela aventura e pela conquista. Ai, meninas no Algarve, o Gonçalo além de ser daí, vai passar aí as férias. Portanto, é só quereres e terás um Verão único e inesquecível. Como se trata de Sagitário, a atracção apresentar-se-á em forma de culturas estrangeiras. Que eu saiba, não tens problemas de idiomas… No entanto, deixa-me avisar-te. Não é neste Verão que encontrarás a tua Consorte. Encontrarás várias «sortes», mas nenhuma será ainda a tal. Aproveita a vida. O que é antigo fica para trás. Até sorri, quando escrevi a palavra 'antigo' aplicado a um jovem da tua idade.

Como o Meio-do-Céu (carreira, reconhecimento dos demais) do teu retorno solar está em Balança (Libra), posso afirmar que este é um ano em que é possível alcançares o equilíbrio sonhado. Trabalharás de forma tenaz e persistente o que te permitirá, com tempo e certa paciência, atingir as tuas metas. Será desta, senhor engenheiro? É importante que desenvolvas a tua capacidade diplomática e os teus dons para socializares porque deles depende em grande medida o êxito deste período. As acções e as decisões precipitadas e sem pensar serão inadequadas e pouco convenientes. Nada de repentismos. Mas, também, nada de desânimos.

Irás notar que uma das grandes questões que sentirás dentro de ti é o «dossier» vida sentimental. Será uma constante e uma referência interna. Este é o ano para esse capítulo da tua vida dar um passo em frente de forma positiva. Ao mesmo tempo será um enorme teste à tua vontade. [Sol na casa 7 em oposição a Plutão].

Igualmente positivas serão as associações e projectos em grupo que pretendas iniciar ou desenvolver. Como em tudo na vida, há sempre o outro lado da medalha: por timidez não te deixes ficar na sombra. Toma o que é teu, por direito, sem pisar ninguém Este será um ano de transformação e de profundas mudanças na tua personalidade. Poderão surgir situações que serão de conflito interno, ao ponto de lutares com os teus próprios hábitos ou lembranças negativas que estão muito arraigadas nas tuas células. Sabes, aquilo que se costuma dizer de «limpeza cármica»? É disso que falo. Em frente, meu querido amigo. Sabes do que falo. Temos conversado muito sobre estas questões.


O teu mundo emocional [Lua na casa 8] tornar-se-á muito profundo e intenso. As tuas emoções poderão ser difíceis de controlar. Cuidado com os ciúmes loucos. Por outro lado, desenvolverás a tua capacidade psíquica e a intuição estará especialmente certeira durante este ano. Confia nos teus palpites. Sentirás ainda uma maior atracção pelo mundo do oculto.
Será o caminho da cura cármica.

Vamos evitar todas as formas de especulação. Não te são favoráveis. Haverá uma tendência a veres as coisas com algum exagero. Convém que analises com cuidado os assuntos à tua volta. Aqui fica um conselho: cuida as questões financeiras, pois tanto podem entrar com fartura, como saírem em quantidade. Não disperses estes recursos.

Apesar de saber que haveria muito a dizer, termino com um breve apontamento sobre as questões de saúde. Vejo viagens por questões de saúde. Esta influência poderá afectar, além disso, o teu mundo espiritual levando-te a enfrentares as tuas dúvidas, ou a tornares-te mais céptico. Esse não é o caminho, como sabes.
Estamos no momento, Gonçalo, aquele que é decisivo.

Tudo o que aqui não disse, será falado em privado, quando muito bem o entenderes.

Meu querido Gonçalo, que tenhas um dia de aniversário óptimo, com muita alegria e prazer. Tudo de bom para ti.

Elsa, já preparou o bolo?

Blogue do Guntty para darmos um alô:
«Viver ao Sabor do Vento»


26 de Junho de 2009

Farrah Fawcett, um dos anjos de Charlie, deixou-nos

Paz à sua alma.

Farrah Fawcett
2 February 1947 - 15:10
Corpus Christi, Taxas, USA
27N48 97W23
Faleceu a 25 June 2009
no St. John's Health Center em Santa Monica, Califórnia

Blogagem colectiva - combate às drogas


Como entendo que uma imagem vale mais que 1.000 palavras, escolhi participar com esta imagem da capa e tema de uma das revistas mais prestigiadas do mundo.

Blogagem colectiva promovida por
CD - Lado B
Vamos ler os posts de todos os participantes.


drogas

Blogagem colectiva promovida por
CD - Lado B


24 de Junho de 2009

Dor


Num sentido muito geral, Marte é o planeta da dor, encarada fisicamente. Saturno (a aprendizagem pela dor) é o planeta da mágoa, encarada em temos psíquicos ou espirituais.

Fisicamente, a dor é um sinal de alarme que não deve ser desprezado, disfarçado ou eliminado enquanto não se perceber a sua causa. O corpo é o espelho da consciência, o palco onde se manifestam os desequilíbrios do Ser total.

Assim, ao contrário do que é comum, qualquer sintoma deve ser entendido como um bloqueio energético em algum plano da consciência, ou seja, a manifestação física da distorção mental que aflige a pessoa.

Em vez de rejeitarmos a dor, devemos tentar compreender para o que ela chama a atenção.

Querido Facebook, ‘dilitei-te’ do meu blogue

Photobucket
Clicar no título para o post se abrir.
Isso mesmo: ‘dilitei-te’. Foi um devaneio: adaptei esta palavra, usando o ‘delete’ dos gringos. Retribuí-te na mesma moeda. Então isso é coisa que se faça? Ofereces as ferramentas e depois negas o direito adquirido? Muito feio!

Fiz tudo direitinho, dentro do que me era possível, pois a tua casa é gigantesca e é difícil acompanhar todos os teus processos internos. Aderi, quando apareceste com o Networked Blogs. É uma boa ferramenta para divulgarmos a nossa actividade bloguística dentro Facebook. No entanto, parece-me que andas confuso.
Incomodei meio mundo para fazerem o favor de ‘seguirem’ o meu blogue dentro do Facebook. Sabes bem que esta rapaziada é muitíssimo mais elitista que a do Hi5 ou Orkut. Não é qualquer um que alinha em seguir um blogue dentro do Facebook. Conseguir 20 ‘followers’ para um blogue em língua portuguesa é todo um feito. Ainda por cima um blogue que não trata de política ou culinária, os must do teu sítio.

Durante meses apareceu esta tua mensagem no teu Networked: «Most followers in: Not enough data. Calculated for blogs with 20+ followers». Esperei pacientemente que 20 pessoas seguissem o blogue, para o «Cova do Urso» poder entrar no teu «Top Blogs». Esta era a tua promessa, não cumprida.

Quando finalmente o 20º seguidor do blogue se inscreveu, que fizeste tu? Ficaste baralhado com as nacionalidades dos meus amigos e ditaste a tua sentença maluca: «followers are distributed among many areas. No clear concentration in one network.» Isto é coisa que se faça? No zen for me.

Uma das tuas condições era que eu colocasse no meu blogue um widget teu, com os followers, fiz isso. Como não cumpriste a tua parte, eu eliminei-te do meu blogue.
:)

No que ao meu blogue diz respeito, se as coisas não estão transparentes para ti, eu explico-te direitinho: 11 pessoas são de Portugal, as outras 9 são do Brasil. Mas falamos todos português e entendemo-nos bem. Não são «many areas». São apenas duas áreas geográficas! Ou agora praticas a xenofobia? Como não sabes o que andas a fazer, ‘dilitei-te’ do meu blogue.

Muito obrigado aos amigos e seguidores do meu blogue no Facebook: Alberto Lózea, Ana Cristina, Cristina Jorge, Danielle Duarte, Eduardo Teixeira, Elias Mendes, Fada Moranga, Ivandro Antônio, Ma Jivan Prabhuta, Magda Moita, Maria de Fátima, Maria Paula Ribeiro, Marta Mello, Onda Encantada, Palavras de Osho, Patrícia Azenha, Raquel Nascimento, Teresa Bolico, Utilizador do Facebook, Vera Correia. Quem tem blog, está lincado aqui.

O blogue «Fada Moranga» faz 4 anos


Parabéns ao blogue «Fada Moranga» pelo seu 4º aniversário.

Uma autêntica proeza!
4 anos de bom gosto, pura diversão, partilha,
generosidade e de altíssimo astral.

Um dos blogues mais coerentes e consistentes da blogoesfera.

Um grande beijo para ti, Fada Moranga.


22 de Junho de 2009

Dicionário Místico - São João

saojoao

As festas joaninas, que incluem os 3 santos tradicionais - António, João e Pedro -, estão intimamente ligadas à muito antiga festa do Solstício de Verão no Hemisfério Norte, onde sempre funcionaram usando grandes rituais mágicos com água e fogo.

O nome de São João esteve sempre ligado à água, quer nas nascentes, nos rios ou no mar. Mesmo antes, muito antes da associação a João Baptista, havia crenças pagãs ligadas à água e ao fogo. Por todo o lado há capelas, igrejas, edificações dedicadas a São João Baptista. Em Nápoles existe uma igreja com o nome de São João do Mar. A água sempre esteve associada à purificação do corpo. Em muitas partes da Europa, na noite da véspera do dia de Santo António, imensa gente contacta com a água, dependendo dos costumes locais. Ou banham-se, ou bebem.

O alcance destas crenças era tão grande, que a Igreja Católica, acabou por achar melhor seguir uma política de acomodação, dando a estes ritos uma faceta cristã. E, ao procurar um santo para suplantar os antigos patronos pagãos de tais rituais, dificilmente poderiam ter encontrado um sucessor mais adequado do que São João Baptista.

As muita conhecidas fogueiras de São João, que queimam na noite de 23 de Junho (véspera da festa de São João), eram no começo, fogos de fertilização e purificação que se acendiam no dia do Solstício de Verão, na Europa (21 de Junho), justamente antes das colheitas, em honra aos deuses para agradecer as suas bondades, ou imediatamente depois, para purificar a terra.

As festividades de São João, portanto, celebram a vida, o Sol, o fogo transformador que consome o velho para criar algo novo. E a água, sempre tão necessária. Como se apaga o fogo? Com a água de Caranguejo.

Passemos bem e saltemos à fogueira.


Antônio José

Antônio José: 27/07/1948 - 22/06/2009

[
«AutoZani»]

«Tenho a difícil missão de comunicar aos amigos leitores que na madrugada de hoje, 22/06/2009, deixamos de ter a companhia física do Zani. Realizou este último post sobre o Dia Mundial do Fusca e me segredou: "Este é um post que irá marcar a minha vida!" Dito e feito. Morreu com o sentimento de missão cumprida, poucas horas depois. O enterro será amanhã, dia 23/06/2009 aqui em Ubatuba, por volta das oito horas da manhã.

Deixa muitas saudades...

Sou a esposa dele...»


Astrid Annabelle

Análise astrológica do meu temperamento, por Patrícia Azenha

sofá

A propósito do meu 60º aniversário no dia 11 de Junho, recebi esta análise astrológica do meu temperamento, oferta da minha amiga Patrícia Azenha, do blogue «Princesa Esquimó». Desde que o meu blogue existe, está recheado de assuntos pessoais. Este é mais um e agrada-me muito e assim, sempre o tenho à mão para o ir relendo. Patrícia, muito obrigado. Adorei. Estendi-me no sofá Chesterfield para ler este texto em condições. Cabemos mais. Venham.

Photobucket

11 Junho 1949Funchal, PortugalFonte de Dados ASTRODATASAMRodden Rating: A
Sistema de Casas: Placidus

O temperamento revela a forma de expressão de uma pessoa, baseada a forma única em como cada um dos elementos Fogo, Ar, Terra e Água, se combinam.
.
O Cálculo do temperamento baseia-se na análise de três significadores muito importantes no mapa, o ascendente, a Lua e o Sol. Para este cálculo também foi acrescentado os co-Almutems do Mapa.
.
1 – Signo ascendente: Touro – Frio e Seco – Melancólico
2 – Natureza do Regente do Ascendente: Vénus – Quente e Húmido – Sanguíneo
3 – Signo do Regente do Ascendente: Caranguejo – Frio e Húmido – Fleumático
4 – Natureza dos Planetas na Casa I ou em conjunção com o Ascendente:
4.1 Marte: Quente e Seco - Colérico
4.2 Mercúrio - Frio e Seco - Melancólico
5 – Signo dos Planetas em Aspecto ao Ascendente: Não há
6 – Fase da Lua: 3º Quarto – Frio e Seco – Melancólico
7 – Signo da Lua: Sagitário – Quente e Seco – Colérico
8 – Signo do dispositor da Lua – Júpiter em Aquário – Quente e Húmido - Sanguíneo
9 – Elementos em conjunção à Lua: Não há
10 – Signo dos Planetas em aspecto à Lua:
10.1 Oposição do Sol de Primavera - Quente e Húmido – Sanguíneo
11 – Estação do Ano: Sol de Primavera – Quente e Húmido – Sanguíneo
12 – Natureza dos co-Almutems do Mapa:
12.1 Jupíter - Quente e Húmido – Sanguíneo
12.2 Marte - Quente e Seco - Colérico
13 Signo dos co-Almutems do Mapa:
13.1 Júpiter em Aquário - Quente e Húmido – Sanguíneo
13.2 Marte em Gémeos- Quente e Húmido – Sanguíneo
.
Total de Qualidades Individuais:

Quente - 10
Frio - 4
Húmido - 8
Seco – 6

Total por Temperamento:

Sanguíneo – 7
Colérico – 3
Melancólico – 3
Fleumático – 1

O temperamento é fortemente Sanguíneo, com algumas adições dos outros temperamentos mas de número muito inferior. O António gosta de comunicar, é dinâmico, activo, versátil e adaptável. É alegre, sociável e agradável, por outro lado tem tendência à dispersão. O seu foco de interesse é a comunicação, a troca de ideias e experiências. O António chora com facilidade, mas passa rapidamente do choro ao riso que é a sua expressão mais natural. A conjunção de Marte ao ascendente confere uma tendência colérica, que apesar de não ser o seu temperamento dominante, aflora por vezes, tornando-se impaciente e facilmente irritável. A quadratura entre Mercúrio e Saturno confere períodos melancólicos, de desconfiança, pessimismo e de maior reserva. Mas são arranques coléricos e melancólicos que depressa voltam ao seu estado mais natural e dominante de bonomia e descontracção.

===

Aqui ficam os linques do sofá Chesterfield. Aqui: 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 6.
Os clássicos sofás
Chesterfield: 1.

21 de Junho de 2009

Selos e votações para as entrevistas



J'adore tien blog
Adoro o teu blog


O simpático selo da esquerda chegou pelas mãos da linda Marise Catrine, do blogue «Momentos Recortados». O simpático selo da direita chegou pelas mãos da linda Joana, do blogue «A Janela da Joana». Muito obrigado a ambas. Nem imaginam como fiquei surpreendido. Quando me dizem que adoram qualquer coisa que eu tenha feito - neste caso, o «Cova do Urso» -, fico todo derretido e contente, com vontade de fazer mais e melhor. Clicando em cada selo vai parar a um álbum que tenho no Picassa para guardar estes presentes. Verá que, de facto, são selos com origens diferentes.

Vou passar este selo a todos os blogues que aparecem no post dedicado à votação das entrevistas aqui no blogue. O selo é dedicado em partes iguais aos votantes e aos votados. Cliquem aqui para saberem quem são.

Conheça todos os selos que o «Cova do Urso» recebeu até hoje. Aqui. Todos os selos têm o nome do blogue que ofereceu, e, clicando em cada selo, conseguirá ver o endereço do blogue ofertante. Agradecido.

19 de Junho de 2009

Numerologia Esotérica Pitagórica e do Triângulo Divino

A propósito do meu 60º aniversário no dia 11 de Junho, na véspera, recebi da minha amiga Astrid Annabelle, um email com esta análise numerológica, que me deixou gratamente surpreendido. Tenho relido várias vezes para tentar perceber e interiorizar as suas palavras. Recebi vários presentes virtuais que estão incluídos no post sobre o meu aniversário, (clicar aqui) mas deixei este de fora, pois precisava tomar consciência do seu conteúdo. Tenho pensado se deveria partilhar com os leitores... Optei por fazê-lo, pois desde que o blogue existe, está recheado de assuntos pessoais. Muitos assuntos, mesmo. Este é mais um e assim, sempre o tenho à mão para o ir relendo.

Astrid Annabelle é Mestre em: Reiki Usui, Karuna Reiki, Seichim-SKHM Reiki, Magnified Healing, Cura Prânica. Palestrante, professora. Realiza iniciações, cursos e vivências. Como sannyasi recebeu o nome de Ma Jivan Prabhuta, que significa a "Mãe que irradia a força da vida".
A sua expressão na blogoesfera:

Photobucket

«Como eu não me sinto a vontade de publicar tanta informação a seu respeito, tomo a liberdade de lhe enviar a mesma algumas horas antes do seu aniversário de fato. Assim já irá entrar no ano novo sob as vibrações de boas energias. É uma bem modesta análise numerológica a seu respeito e com algumas dicas.

Nome completo ... José António de Sousa Fernandes Rosa
Data de nascimento ... 11-6-1949

Seus números principais usando o método da Numerologia Esotérica Pitagórica e do Triângulo Divino (criado por Faith Javane e Dusty Bunker) são:

- número de alma = soma das vogais ... 14 / 5 (quem você é em essência)
- número da personalidade = soma das consoantes ... 33 (como se apresenta como personalidade)
- número do destino = soma do número da alma com o número da personalidade ... 101 / 11 / 2 ( o que veio realizar, nesta vida)
- número da lição de vida = soma da data de nascimento ... 40 / 13 / 4 ( o que veio aprender nessa vida)

Introdução:

Muito tem para ser falado com essa rica numerologia, abundante em números mestres. A primeira coisa que me saltou aos olhos foi o fato de não usar o nome José. “José” representa uma vibração de mestre 11 como alma e mestre 11 como personalidade. José é o nome do Pai de Jesus, portanto representa a energia do Pai. O fato de não usar esse nome corta essa energia poderosa, sabia? Fica faltando um pedaço seu...o som do nosso nome representa a nossa vibração.

A alma de António representa o número mestre 22, que somado ao número mestre 11 da alma de José perfaz o 33, o número do mestre da Compaixão. Não é por acaso que você anda topando com o número 33 por aí. Chegou a hora de se tornar consciente dessa vibração que você é para poder usar em seu benefício tudo relativo à mesma.

O nome de família que carregamos sugere a participação de energias afins, que no seu caso é um grupo que vem resgatar o karma da humanidade...

O Sousa se apresenta como um 38/11 um Mestre professor por excelência, que através da sua comunicação criativa desfaz o karma se vibrar no positivo. No negativo se torna um alvo fácil dos vícios do mundo e sucumbe com e por eles.

Já o Fernandes tem um 11 puro na alma...que somado a alma de José e António perfaz a vibração do número mestre 44 (quando me refiro à alma significa a soma das vogais) aquele mestre construtor, que realiza sua obra através do quarto raio. É um número extremamente carmático por minha experiência!

O Rosa trás na alma a sabedoria do 7, que no tarô corresponde ao Arcano Maior do Carro...aquele que dirige sua vida através da superconsciência. Na personalidade tem o 10/1, O Arcano Maior da Roda da Fortuna que o Mago (Arcano Maior) sabe virar tão bem.

Resumindo a energia do nome de família: Através do mestre professor (11) realiza uma grande obra (44) com a sabedoria divina (7) dirigindo e transformando a vida das pessoas (10) através dos cinco elementos (1).

Essa é então a egrégora da qual participa e onde encontra respaldo para poder atuar nessa encarnação. É a família que nos desafia e puxa para que possamos superar aos poucos a personalidade criada e trazer à luz a nossa verdadeira face. Isso sempre funciona através da dor e nunca através da alegria. Infelizmente é assim.

Voltando ao começo...

Como alma
trás a vibração do 14/5 isso significa que em essência é alegre, adora novidades, viajar, conversar, se comunicar e sempre com a atenção voltada para o mais alto... (a mediocridade lhe incomoda demais).

Como personalidade 33 você se mostra ao mundo extremamente compassivo. Mas precisa não se esquecer de si...é uma tendência natural de quem cuida dos outros se largar em segundo plano.

Como destino trás a vibração do 101/11/1 ... Ser o Mestre Professor (11) com um zero no meio... isso significa que Deus está constantemente interferindo (Deus é o zero) ... ensinar, caminhar à frente, abrir caminho usando todos os poderes adquiridos em vidas anteriores ... o 1 representa o Arcano Maior do Mago, aquele que caminha para frente conduzido por Deus. O seu trabalho com a astrologia e a editora está plenamente de acordo com esta vibração.

Como lição de vida vem aprender a lidar com as mudanças, com aquele “pluft” que eu costumo usar! 13/4 a vibração do Arcano Maior da Morte. É preciso morrer para poder viver... sempre, sempre, sempre. É o número da transformação. O número treze é sagrado, assim como qualquer múltiplo do mesmo. Identifica um iniciado ou alguém que renasceu para lidar com o karma do mundo! E não se esqueça aprender a ser Mestre de si mesmo!

Isso é um resumo resumido do que a sua numerologia apresenta. É muito rica e representa sem dúvida um ser de grande luz. Antes de encerrar, quero deixar aqui a dica da sua vibração temporária que vai do seu aniversário (11/06/2009) até o próximo ano (11/06/2010).

11 + 06 + 2009 = 1+1+6+2+9 = 19/1

É um ano que promete novidades. Recompensas e novos inícios. É uma vibração extremamente amorosa. O número 19 representa a carta do Arcano Maior do Sol. Coloque um Sol em sua vida. Seja um Sol.

Pense seriamente a respeito de duas coisas: começar a usar o nome José... a forte energia de mestre que ele contém vibra com muita afinidade com o número 19. E que tal tirar o urso da toca? Saia da timidez e utilize o impulso de Marte..ame-se transforme-se em um Urso de pé!!!

Esse é meu presente para você. Muito, mas muito mais pode ser dito. Acho porém que está de bom tamanho para que assimile o que foi dito. Qualquer dúvida basta perguntar, Ok? Que tenha um Feliz aniversário amanhã... Parabéns a você!!! De coração...»
Astrid Annabelle

»»» «««

Muito obrigado, Astrid Annabelle.

»»» «««
Sobre Astrid Annabelle - Mestre em: Reiki Usui, Karuna Reiki, Seichim-SKHM Reiki, Magnified Healing, Cura Prânica. Palestrante, professora. Realiza iniciações, cursos e vivências. Como sannyasi recebeu o nome de Ma Jivan Prabhuta, que significa a "Mãe que irradia a força da vida".
A sua expressão na blogoesfera:
«Navegante do Infinito» - «Ma Jivan Prabhuta»

Se quiser uma consulta com a Astrid Annabelle, pode contactá-la por este email: majivanprabhuta@gmail.com

Palestra de João Medeiros - 'O Zodíaco de Portugal'

Perante o cenário de grande "nevoeiro" mundial, qual o papel de Portugal? Qual a missão que a sua História oculta? Quem é o jovem D. Sebastião, já regressado e imperial? Quais os novos Descobrimentos?

Nesta palestra será discutido o sentido de Portugal, à luz de uma visão inovadora e integrada dos seus ciclos, que seguem uma sequência tão ordenada quanto espectacular.

O
significado real das Navegações, do 25 de Abril, do Sebastianismo, da mensagem profética de Fernando Pessoa, dos símbolos nacionais, serão interpretados pelo astrólogo João Medeiros [clique aqui para conhecer o seu site].

De acordo com a investigação do autor, os próximos tempos revelam-se decisivos para o cumprimento da missão suprema do país, como evidenciada no "Zodíaco de Portugal".

Entrada livre. Sábado, 27 de Junho, 21h30
Local: Galeria Matos Ferreira - Rua Luz Soriano nº 18
(Bairro Alto - Lisboa) - contacto 96 2953722


linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Este blog possui atualmente:
Comentários em Posts!
Muito obrigado

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogues

Ilha de Moçambique

Loading...

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates