No meu mapa: Plutão a desafiar Úrano até ao final do ano

29 de junho de 2009 ·

transf maior

A 5 de Fevereiro deste ano publiquei no blogue o texto que apresento mais abaixo, com o título de «Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano». Isso pode ser confirmado pelos comentários que estão neste post e que são dessa data.

Decidi aproveitá-lo e voltar a dar-lhe destaque por várias razões. A razão maior é para eu não me esquecer do que o texto transmite, porque era eu quem estava a passar por esse trânsito. Nesse sentido, era uma conversa comigo mesmo. Tenho Úrano natal no grau zero de Câncer. Plutão, ao transitar por Capricórnio, nos primeros graus, fez (e ainda faz) uma oposição ao regente de Aquário. É um trânsito longo. Demasiado longo e esgotante. Ainda por cima, estamos a falar de um Ponto Cardinal.

Plutão, no seu movimento retrógrado, ainda estará todo este ano a trabalhar esta oposição a Úrano, passando-lhe mesmo em cima, pis regressará ao grau zero de Capricórnio. Digamos que só começarei a respirar de alívio no final de 2009, princípios de 2010. Tudo o que escrevi no texto a seguir, aconteceu. [Também vale a pena acompanhar este texto complementar. Clicar.]

Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano

Quem passa por estes contactos, sente e, por vezes sabe, que os fins e objectivos que traçou para a sua vida, sofrem agora uma revisão total e empreende as necessárias correcções. É uma época de mudanças profundas em todos os aspectos da nossa vida, tanto do ponto de vista interno, da nossa consciência, como das circunstâncias externas.


As experiências podem magoar a carne e ferir a alma. Rupturas e separações são esperadas. Rupturas do que já não nos serve. Separações daquilo a que estamos apegados. Não tentes conservar desesperadamente o que tens - posses, relações ou situações que já não cumprem uma função positiva na tua vida. Inclui também nesta lista, tudo aquilo que já não é significativo. Os assuntos que pertencem ao passado imobilista, desaparecem. Sabes, aquela colecção (do que for) que tanto prazer te dava...

Sem dramatizar, pode chegar a ser perigoso para a tua própria vida, se não souberes fazer uma navegação à vista. Nas questões práticas e rotineiras, previne-te usando da maior prudência que puderes. Negócios, sócios, relações podem ser postas em causa. A saúde pode ressentir-se. O dinheiro pode escassear. Vai dando os teus passos, tacteando o caminho, sem deixares de fazer surf com a vida. As lutas de poder são uma presença constante. Observa bem, se não é o teu próprio filho quem te está a desafiar, mesmo de uma forma inconsciente.

Por outro lado, quando o trânsito termina, olharás à tua volta e verás que a tua vida mudou completamente. Não serás a mesma pessoa. Tudo o que passaste durante quase 2 anos [tempo de Plutão a passar pelo trânsito e isto, se ele não ficar retrógrado contactando Úrano] terá um significado no teu desenvolvimento pessoal.

Fecha-se uma porta e abre-se outra, com renovadas energias e perspectivas. As antigas condições de vida mudam, apertam-se durante o trânsito e renovam-se posteriormente. Usa a tua flexibilidade para fazeres um upgrade à tua vida.

===

P.S. (a 29-6-2009):

O trânsito ainda não terminou e as mudanças na minha vida já se iniciaram, com uma força extraordinária. Tenho andado nesse upgrade.


48 comentários:

Adelaide Figueiredo disse...
5 de fevereiro de 2009 às 13:10  

António

São momentos complicados que têm de ser vividos a pensar em deixar coisas para trás e seguir em frente com o que existe ainda ou remodelar tudo de novo mas tem de ser devagarinho. Paciência e coragem para se poder deixar o velho e seguir em frente.

Gostei muito deste post. Um alerta a todos os que estão ou vão viver estes trânsitos.

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...
5 de fevereiro de 2009 às 17:31  

Adelaide,

Ainda estou neste trânsito e estarei por mais uns meses, quase um ano. O que escrevi foi o tenho sentido realmente. Por outro lado, temos outros trânsitos que nos dão boas ajudas.

Abraço e até 2ª feira.

António

adelaide figueiredo disse...
5 de fevereiro de 2009 às 18:33  

António

Não sabia que estava nesse trânsito. Vai ter de certeza muita força e paciência porque depois da tempestade vem a bonança.

Então até 2ª e bom fim de semana sem chuva se possível e com sucesso :)

Abraço

Adelaide Figueiredo

Lucy disse...
6 de fevereiro de 2009 às 00:40  

António,

'Na mouche'!

Sem palavras...

Felicidades para o fim de semana.

Beijo carinhoso

astrid-annabelle disse...
6 de fevereiro de 2009 às 08:54  

Bom dia António!
A situação mais vivida desde meados de 2002 até os dias de hoje é de MUDANÇA...sofri MUDANÇAS RADICAIS nos setores da saúde, relacionamento e profissional. Todas muito fortes, radicais e até violentas... assim como você diz:
"As experiências podem magoar a carne e ferir a alma. Rupturas e separações são esperadas."
Cheguei ao ponto de acordar todos os dias e ficar em alegre (isso agora) expectativa das novidades do dia!
Esse seu post me atinge demais...não sei interpretar os trânsitos ainda, mas sinto que tenho tudo a ver com essa situação.
Gostei de ler tudo isso.E assim vamos juntando o quebra cabeça da nossa vida!
Um beijo.
Astrid

Astrid Annabelle disse...
6 de fevereiro de 2009 às 08:56  

Foram tão radicais que acabei repetindo a palavra...sorry!

António Rosa disse...
7 de fevereiro de 2009 às 22:30  

Lucy

É a nossa geração a ser trabalhada!

Beijo

António

António Rosa disse...
7 de fevereiro de 2009 às 22:30  

Astrid

Digo o mesmo que disse à Lucy:

É a nossa geração a ser trabalhada!

Beijo

António

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 11:54  

Adelaide, Lucy e Astrid

Passados estes meses, que bom que foi sentir a vossa presença neste post. Agradecido.

29-6-2009

adriana disse...
29 de junho de 2009 às 12:50  

António,
Você sabe que entendo quase nada de astrologia... mas ao ler este post, não pude deixar de fazer uma leitura "coletiva".
Não sei se é o caso, mas o mundo se encontra nesse trânsito.
Sigo aprendendo.
Obrigada por partilhar.
A&L

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 12:56  

Adriana

Sei que sim, que toda a gente está processando mudanças. Mas quando Plutão entra na história, a «coisa» torna-se... especial.

A&L

Nanda Botelho disse...
29 de junho de 2009 às 13:57  

Passarei aqui novamente amanhã para ler muinha amiga Isa, também gosto muito do seu blog! E fiquei feliz dela mencionar o meu!

Obrigada por avisar!

Abraços!

marcelo dalla disse...
29 de junho de 2009 às 14:35  

Impressionante constatar a veracidade das leituras astrologicas em nossas vidas. Tenho tb passado por um transito forte, Saturno deixa para traz Plutao e Urano em meu mapa, como bem fizeste a leitura. Tudo o que escreveu pra mim aconteceu. Mudar, mudar, mudar, é isso o que o Universo nos pede. Obrigado pro comportilhar esse conhecimento conosco, meu amigo. Abraço!

Dunyazade disse...
29 de junho de 2009 às 14:51  

A minha mãe está a ter este trânsito:
- chatices com a família e heranças (Urano também em Caranguejo...). Enfim.

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 15:19  

Marcelo

As mudanças estão à flor da pele de todos nós. Como bem sabes, muitas pessoas resistem. Só fazem piorar o panorama.

Abraço

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 15:22  

Duny

É um trânsito geracional. A sua mãe deve andar na minha idade. Depois, seguir-se-ão os mais novos. Este ano, Plutão está a 'tratar' de quem tem Úrano entre os graus 0 e 3 de Câncer. No próximo será do 3 ao 6. Por aí fora. ... como sabe, claro!

guntty disse...
29 de junho de 2009 às 15:49  

Vim só deixar um alô depois deste fim de semana de loucos mas fantástico. Deixei no post um agradecimento final a todos. :)

António, este fim de semana estive com muita malta de Moçambique e por isso deixo aqui um grande Kanimambo.

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 16:33  

Guntty

Eu vi o teu alô no post do teu aniversário. Não escrevi nada, para seres tua rematares o post. Ainda bem que tiveste um fim-de-semana muito bom.

Kanimambo lol

Pitanga Doce disse...
29 de junho de 2009 às 16:43  

Ih, eu nem vou ler o resto que esse Plutão aí é um perigo!!!

Valhei-me São Pedro!

um abraço Antonio

Astrid Annabelle disse...
29 de junho de 2009 às 16:44  

António!!!
Mudanças???
E eu que pensei que haviam acabado...agora JÁ MUDEI DE IDEÍA!!!
"Mas quando Plutão entra na história, a «coisa» torna-se... especial."
Sem mais comentários...
Um beijo grande.
Astrid Annabelle

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 17:11  

Pitanga

Rime com gosto com a tua observação.

lol

beijo

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 17:15  

Astrid

Apesar de termos apenas 1 ano de diferença, eu estou a ter o trânsito que passou por si há uns 4 ou 5 anos. Já está livre. Este texto não se aplica a si. :) Boas notícias, certo?

beijo

Maria Ribeiro disse...
29 de junho de 2009 às 17:16  

Abraço, António Rosa.
LUSIBERO

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 17:22  

Maria, outro abraço para si. Vou agora à sua casa.

Astrid Annabelle disse...
29 de junho de 2009 às 17:29  

António!
Boas notícias ao certo...mas que mudanças continuam ocorrendo de maneira radical em minha vida não há como negar...e, como você uma vez me alertou em relação à Plutão...não sei não...fico até arrepiada só de ler a respeito...lol
Um beijo
Astrid Annabelle

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 18:01  

Astrid

A sua conversa com Plutão, neste momento é através de Mercúrio. Isso aconteceu e gerou o blogue «A dinâmica do Invisível». Agora, vai dar uma nova arrancada. Aliás, as meninas avisaram na análise do retorno solar. A questão que se coloca agora, para si é na base da «nova carreira profissional». Não se atrase.

Mudanças... há sempre. Umas são muito intensas. Outras, é a nossa mente que pensa que são muito intensas.

Agora, está disponível... Não sei se percebe onde quero chegar. Está disponível para segurar as rédeas do seu caminho.

beijo

Astrid Annabelle disse...
29 de junho de 2009 às 18:29  

António!
Compreendi e compreendi muito bem.
Um beijo grande por essa explicação.
Astrid Annabelle

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 18:32  

Astrid

Ainda bem que assim é. beijo.

Christiane disse...
29 de junho de 2009 às 19:08  

Amigo Antônio

Nossa, acho que estamos todos numa conecção... Eu estou vivendo isso e até tenho escrito, pedido muito a ajuda de vocês...hehehehe...

Não sei como será o meu, sinto já e muitas vezes acho que vou enlouquecer...

Quantas vezes vocês já viram meus comentários desesperados!!! hahahahahahahahahahaha....

Mas olha, eu tenho encontrado algumas respostas e vocês, (Você Antônio também, principalmente)tem todos me ajudado muito e clareado...

Mesmo entre vários caminhos ainda estou confusa mas tentando com calma rever conceitos, minha vida, enfim...

O meu urano é devastador pois eu não tenho medo de me lançar ao novo mesmo sabendo que vou me esburrachar depois... O meu plutão afff...

Ainda estou vivendo... As vezes calma, as vezes não... Ainda estou confusa com muita coisa, você pode ver neste meu comentário kkkkkkkkkk

Ai amigo... Vamos viver um dia de cada vez... Paciência... Você é muito melhor do que eu nisso...

Desculpe a ausência tb, mas estou tentando terminar meu TCC e estou entrando pouco na net... Sempre passo por aqui... Olha tem uma turminha que eu amo de paixão e visito todo dia, você é um deles amigo :)

Grande beijo

Christiane

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 20:53  

Olá Chris

Espero que tudo esteja o melhor possível consigo e com as meninas. E que o TCC vá pelo melhor.

Deixe fluir. Como vc mesma disse: um dia de cada vez.

1000 beijos

António

Samsara disse...
29 de junho de 2009 às 21:17  

António

Assustaste-me um bocadinho, mas como sei que és batido nestas coisas da vida...escrever, verbalizar ajuda e como está a tua saúde amigo

Beijinhos

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 21:23  

Sam

Faço por que esteja normal, sendo isto muito relativo, como sabes.

Beijinho

joana disse...
29 de junho de 2009 às 21:23  

António, será de mim ou não é assim tão fácil 'mudar' nos períodos retrógrados ? E por isso são um pouco mais dolorosos... são momentos para lamber as feridas :P

beijinho

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 21:48  

João

Não é de si, não. Quando retrógrados, a coisa emperra e arrasta-se muito mais. Por alguma razão estou a lembrar-me a mim mesmo em plena retrogradação de Pluto.

Beijo

joana disse...
29 de junho de 2009 às 22:06  

António,
Também não fico nada mal de 'João' :)
E desculpe se fui muito bruta a falar...
É isso mesmo que ando a sentir... "a coisa emperra e arrasta-se"... parece que é para não se desejar outra coisa que não mesmo a mudança.
Beijo

António Rosa, José disse...
29 de junho de 2009 às 22:45  

Joana

lol

Peço imensa desculpa

comecei com 'jo' e o resto apareceu. Minutos anates tinha acbado de inscrever um 'joão' no curso online das casas. deve ter sido essa mecânica.

Não foi nada bruta, estudamos astrologia para alguma coisa. não podemos estar a branquear situações. e as retrogradações são uma dessas stuações.

é isso.

beijo

joana disse...
29 de junho de 2009 às 23:02  

ok :) e do nome sem problema António, achei graça :D

Adelaide Figueiredo disse...
29 de junho de 2009 às 23:41  

António,

Só agora cheguei aqui. Li o post antigo e o seu novo e a junção dos comentários. Acredite que para mim foi também muito bom sentir a sua presença diária, bem como a de todos os amigos que temos em comum.
Olhando para trás, eu sinto que muita coisa mudou na minha vida e ainda está a mudar. Para melhor numa quantidade de coisas, talvez para pior em outras. Nem sempre pode ser tudo favorável. Mas continuo em mudança. Não é bem igual á sua mas tem mesmo havido mudança.

Até amanhã.

Abraço

Sandro Gomes disse...
30 de junho de 2009 às 02:10  

Olá, Antônio.

Post muito importante. Meu Plutão faz quadratura a meu Urano e Júpiter natais conjuntos no grau zero de Libra!
Sinto dentro de mim um movimento, quase uma voz interior, a dizer que as coisas antigas devem ser postas de lado, que elas não funcionam mais. E no cotidiano isso vai acontecendo mesmo que eu não queira. E não adianta insistir! As mudanças vão acontecendo sem eu saber qual o rumo, apenas o apelo para tentar coisas novas.
Também me senti e sinto-me muito desafiado pelos meus alunos quanto a autoridade, um forte enfrentamento.
Por outro lado, a quadratura de Netuno ao meu Netuno Natal me torna muito sensitivo e compassivo, uma vítima da agressividade alheia...
Trânsitos da pesada!

Abraços, Sandro

António Rosa, José disse...
30 de junho de 2009 às 07:29  

Adelaide

A vida é assim mesmo, não é?

Abraço

António Rosa, José disse...
30 de junho de 2009 às 07:30  

Sandro

O momento da criação do seu blog, ainda não chegou?

Abraço.

Sandro Gomes disse...
30 de junho de 2009 às 15:59  

Boa lembrança, Antônio! Como bom canceriano estou gestando-o sem pressa por dentro. Preciso senti-lo. Parir um blog pra mim é senti-lo e sonhá-lo (ascendente em peixes). Imagine colocá-lo nesse mundo virtual e descuidar dele.

Bom, acho que tem um excesso de zelo da minha parte, um receio em não dar conta de cuidar dele.

Mas finalmente acabei por esses dias encontrando um nome para ele e pretendo lançá-lo nesse mês de julho perto do meu aniversário e depois vou burilando-o.

Abraços, Sandro

Rui Santos disse...
1 de julho de 2009 às 01:32  

António, espero que conviva bem com o contacto de urano ; plutão penso que é um dos momentos chave na vida das pessoas, planetas lentos em contacto entre si, é o que nos faz avançar no caminho.

No que me diz respeito, este retrogadação de Plutão, está-me deixando um pouco aprensivo, porque está na minha casa 4 nos ultimos 3 graus e a escavar bem fundo, mas tambem faz um trigno ao meu ascendente, lá para Outubro quando entrar a directo se verá o trabalho que Plutão fez.

abraço

Maria Paula Ribeiro disse...
1 de julho de 2009 às 09:11  

António,

Esquisito... este artigo não me apareceu no readers...
Só o vi agora

António Rosa, José disse...
1 de julho de 2009 às 10:19  

Paula

Não recebeste o feeds deste post por uma razão simples: o post inicial tem data de Fevereiro deste ano. O que fiz foi actualizar o texto e dar nova data de publicação. Por isso, o feeds não apareceu. Só aparece 1 vez.

Dunyazade disse...
1 de julho de 2009 às 14:02  

António;

realmente Plutão anda a "tratar" de nós todos!, lol. (Também me anda a "tratar" a mim: Plutão natal a 2º Balança e Saturno natal a 0º Caranguejo) :p

HAZEL disse...
16 de julho de 2009 às 14:03  

É em momentos assim que temos de nos transformar em surfistas.

E surfar por cima dos acontecimentos. Deslizar, ajustar a nossa posição por forma a manter o equilíbrio.

Que tudo lhe corra bem, e que mantenha sempre o seu equilíbrio.

António Rosa, José disse...
16 de julho de 2009 às 14:55  

Hazel,

Muito obrigado.

29 de junho de 2009

No meu mapa: Plutão a desafiar Úrano até ao final do ano

transf maior

A 5 de Fevereiro deste ano publiquei no blogue o texto que apresento mais abaixo, com o título de «Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano». Isso pode ser confirmado pelos comentários que estão neste post e que são dessa data.

Decidi aproveitá-lo e voltar a dar-lhe destaque por várias razões. A razão maior é para eu não me esquecer do que o texto transmite, porque era eu quem estava a passar por esse trânsito. Nesse sentido, era uma conversa comigo mesmo. Tenho Úrano natal no grau zero de Câncer. Plutão, ao transitar por Capricórnio, nos primeros graus, fez (e ainda faz) uma oposição ao regente de Aquário. É um trânsito longo. Demasiado longo e esgotante. Ainda por cima, estamos a falar de um Ponto Cardinal.

Plutão, no seu movimento retrógrado, ainda estará todo este ano a trabalhar esta oposição a Úrano, passando-lhe mesmo em cima, pis regressará ao grau zero de Capricórnio. Digamos que só começarei a respirar de alívio no final de 2009, princípios de 2010. Tudo o que escrevi no texto a seguir, aconteceu. [Também vale a pena acompanhar este texto complementar. Clicar.]

Os contactos em trânsito entre Plutão e Úrano

Quem passa por estes contactos, sente e, por vezes sabe, que os fins e objectivos que traçou para a sua vida, sofrem agora uma revisão total e empreende as necessárias correcções. É uma época de mudanças profundas em todos os aspectos da nossa vida, tanto do ponto de vista interno, da nossa consciência, como das circunstâncias externas.


As experiências podem magoar a carne e ferir a alma. Rupturas e separações são esperadas. Rupturas do que já não nos serve. Separações daquilo a que estamos apegados. Não tentes conservar desesperadamente o que tens - posses, relações ou situações que já não cumprem uma função positiva na tua vida. Inclui também nesta lista, tudo aquilo que já não é significativo. Os assuntos que pertencem ao passado imobilista, desaparecem. Sabes, aquela colecção (do que for) que tanto prazer te dava...

Sem dramatizar, pode chegar a ser perigoso para a tua própria vida, se não souberes fazer uma navegação à vista. Nas questões práticas e rotineiras, previne-te usando da maior prudência que puderes. Negócios, sócios, relações podem ser postas em causa. A saúde pode ressentir-se. O dinheiro pode escassear. Vai dando os teus passos, tacteando o caminho, sem deixares de fazer surf com a vida. As lutas de poder são uma presença constante. Observa bem, se não é o teu próprio filho quem te está a desafiar, mesmo de uma forma inconsciente.

Por outro lado, quando o trânsito termina, olharás à tua volta e verás que a tua vida mudou completamente. Não serás a mesma pessoa. Tudo o que passaste durante quase 2 anos [tempo de Plutão a passar pelo trânsito e isto, se ele não ficar retrógrado contactando Úrano] terá um significado no teu desenvolvimento pessoal.

Fecha-se uma porta e abre-se outra, com renovadas energias e perspectivas. As antigas condições de vida mudam, apertam-se durante o trânsito e renovam-se posteriormente. Usa a tua flexibilidade para fazeres um upgrade à tua vida.

===

P.S. (a 29-6-2009):

O trânsito ainda não terminou e as mudanças na minha vida já se iniciaram, com uma força extraordinária. Tenho andado nesse upgrade.


48 comentários:

Adelaide Figueiredo disse...

António

São momentos complicados que têm de ser vividos a pensar em deixar coisas para trás e seguir em frente com o que existe ainda ou remodelar tudo de novo mas tem de ser devagarinho. Paciência e coragem para se poder deixar o velho e seguir em frente.

Gostei muito deste post. Um alerta a todos os que estão ou vão viver estes trânsitos.

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...

Adelaide,

Ainda estou neste trânsito e estarei por mais uns meses, quase um ano. O que escrevi foi o tenho sentido realmente. Por outro lado, temos outros trânsitos que nos dão boas ajudas.

Abraço e até 2ª feira.

António

adelaide figueiredo disse...

António

Não sabia que estava nesse trânsito. Vai ter de certeza muita força e paciência porque depois da tempestade vem a bonança.

Então até 2ª e bom fim de semana sem chuva se possível e com sucesso :)

Abraço

Adelaide Figueiredo

Lucy disse...

António,

'Na mouche'!

Sem palavras...

Felicidades para o fim de semana.

Beijo carinhoso

astrid-annabelle disse...

Bom dia António!
A situação mais vivida desde meados de 2002 até os dias de hoje é de MUDANÇA...sofri MUDANÇAS RADICAIS nos setores da saúde, relacionamento e profissional. Todas muito fortes, radicais e até violentas... assim como você diz:
"As experiências podem magoar a carne e ferir a alma. Rupturas e separações são esperadas."
Cheguei ao ponto de acordar todos os dias e ficar em alegre (isso agora) expectativa das novidades do dia!
Esse seu post me atinge demais...não sei interpretar os trânsitos ainda, mas sinto que tenho tudo a ver com essa situação.
Gostei de ler tudo isso.E assim vamos juntando o quebra cabeça da nossa vida!
Um beijo.
Astrid

Astrid Annabelle disse...

Foram tão radicais que acabei repetindo a palavra...sorry!

António Rosa disse...

Lucy

É a nossa geração a ser trabalhada!

Beijo

António

António Rosa disse...

Astrid

Digo o mesmo que disse à Lucy:

É a nossa geração a ser trabalhada!

Beijo

António

António Rosa, José disse...

Adelaide, Lucy e Astrid

Passados estes meses, que bom que foi sentir a vossa presença neste post. Agradecido.

29-6-2009

adriana disse...

António,
Você sabe que entendo quase nada de astrologia... mas ao ler este post, não pude deixar de fazer uma leitura "coletiva".
Não sei se é o caso, mas o mundo se encontra nesse trânsito.
Sigo aprendendo.
Obrigada por partilhar.
A&L

António Rosa, José disse...

Adriana

Sei que sim, que toda a gente está processando mudanças. Mas quando Plutão entra na história, a «coisa» torna-se... especial.

A&L

Nanda Botelho disse...

Passarei aqui novamente amanhã para ler muinha amiga Isa, também gosto muito do seu blog! E fiquei feliz dela mencionar o meu!

Obrigada por avisar!

Abraços!

marcelo dalla disse...

Impressionante constatar a veracidade das leituras astrologicas em nossas vidas. Tenho tb passado por um transito forte, Saturno deixa para traz Plutao e Urano em meu mapa, como bem fizeste a leitura. Tudo o que escreveu pra mim aconteceu. Mudar, mudar, mudar, é isso o que o Universo nos pede. Obrigado pro comportilhar esse conhecimento conosco, meu amigo. Abraço!

Dunyazade disse...

A minha mãe está a ter este trânsito:
- chatices com a família e heranças (Urano também em Caranguejo...). Enfim.

António Rosa, José disse...

Marcelo

As mudanças estão à flor da pele de todos nós. Como bem sabes, muitas pessoas resistem. Só fazem piorar o panorama.

Abraço

António Rosa, José disse...

Duny

É um trânsito geracional. A sua mãe deve andar na minha idade. Depois, seguir-se-ão os mais novos. Este ano, Plutão está a 'tratar' de quem tem Úrano entre os graus 0 e 3 de Câncer. No próximo será do 3 ao 6. Por aí fora. ... como sabe, claro!

guntty disse...

Vim só deixar um alô depois deste fim de semana de loucos mas fantástico. Deixei no post um agradecimento final a todos. :)

António, este fim de semana estive com muita malta de Moçambique e por isso deixo aqui um grande Kanimambo.

António Rosa, José disse...

Guntty

Eu vi o teu alô no post do teu aniversário. Não escrevi nada, para seres tua rematares o post. Ainda bem que tiveste um fim-de-semana muito bom.

Kanimambo lol

Pitanga Doce disse...

Ih, eu nem vou ler o resto que esse Plutão aí é um perigo!!!

Valhei-me São Pedro!

um abraço Antonio

Astrid Annabelle disse...

António!!!
Mudanças???
E eu que pensei que haviam acabado...agora JÁ MUDEI DE IDEÍA!!!
"Mas quando Plutão entra na história, a «coisa» torna-se... especial."
Sem mais comentários...
Um beijo grande.
Astrid Annabelle

António Rosa, José disse...

Pitanga

Rime com gosto com a tua observação.

lol

beijo

António Rosa, José disse...

Astrid

Apesar de termos apenas 1 ano de diferença, eu estou a ter o trânsito que passou por si há uns 4 ou 5 anos. Já está livre. Este texto não se aplica a si. :) Boas notícias, certo?

beijo

Maria Ribeiro disse...

Abraço, António Rosa.
LUSIBERO

António Rosa, José disse...

Maria, outro abraço para si. Vou agora à sua casa.

Astrid Annabelle disse...

António!
Boas notícias ao certo...mas que mudanças continuam ocorrendo de maneira radical em minha vida não há como negar...e, como você uma vez me alertou em relação à Plutão...não sei não...fico até arrepiada só de ler a respeito...lol
Um beijo
Astrid Annabelle

António Rosa, José disse...

Astrid

A sua conversa com Plutão, neste momento é através de Mercúrio. Isso aconteceu e gerou o blogue «A dinâmica do Invisível». Agora, vai dar uma nova arrancada. Aliás, as meninas avisaram na análise do retorno solar. A questão que se coloca agora, para si é na base da «nova carreira profissional». Não se atrase.

Mudanças... há sempre. Umas são muito intensas. Outras, é a nossa mente que pensa que são muito intensas.

Agora, está disponível... Não sei se percebe onde quero chegar. Está disponível para segurar as rédeas do seu caminho.

beijo

Astrid Annabelle disse...

António!
Compreendi e compreendi muito bem.
Um beijo grande por essa explicação.
Astrid Annabelle

António Rosa, José disse...

Astrid

Ainda bem que assim é. beijo.

Christiane disse...

Amigo Antônio

Nossa, acho que estamos todos numa conecção... Eu estou vivendo isso e até tenho escrito, pedido muito a ajuda de vocês...hehehehe...

Não sei como será o meu, sinto já e muitas vezes acho que vou enlouquecer...

Quantas vezes vocês já viram meus comentários desesperados!!! hahahahahahahahahahaha....

Mas olha, eu tenho encontrado algumas respostas e vocês, (Você Antônio também, principalmente)tem todos me ajudado muito e clareado...

Mesmo entre vários caminhos ainda estou confusa mas tentando com calma rever conceitos, minha vida, enfim...

O meu urano é devastador pois eu não tenho medo de me lançar ao novo mesmo sabendo que vou me esburrachar depois... O meu plutão afff...

Ainda estou vivendo... As vezes calma, as vezes não... Ainda estou confusa com muita coisa, você pode ver neste meu comentário kkkkkkkkkk

Ai amigo... Vamos viver um dia de cada vez... Paciência... Você é muito melhor do que eu nisso...

Desculpe a ausência tb, mas estou tentando terminar meu TCC e estou entrando pouco na net... Sempre passo por aqui... Olha tem uma turminha que eu amo de paixão e visito todo dia, você é um deles amigo :)

Grande beijo

Christiane

António Rosa, José disse...

Olá Chris

Espero que tudo esteja o melhor possível consigo e com as meninas. E que o TCC vá pelo melhor.

Deixe fluir. Como vc mesma disse: um dia de cada vez.

1000 beijos

António

Samsara disse...

António

Assustaste-me um bocadinho, mas como sei que és batido nestas coisas da vida...escrever, verbalizar ajuda e como está a tua saúde amigo

Beijinhos

António Rosa, José disse...

Sam

Faço por que esteja normal, sendo isto muito relativo, como sabes.

Beijinho

joana disse...

António, será de mim ou não é assim tão fácil 'mudar' nos períodos retrógrados ? E por isso são um pouco mais dolorosos... são momentos para lamber as feridas :P

beijinho

António Rosa, José disse...

João

Não é de si, não. Quando retrógrados, a coisa emperra e arrasta-se muito mais. Por alguma razão estou a lembrar-me a mim mesmo em plena retrogradação de Pluto.

Beijo

joana disse...

António,
Também não fico nada mal de 'João' :)
E desculpe se fui muito bruta a falar...
É isso mesmo que ando a sentir... "a coisa emperra e arrasta-se"... parece que é para não se desejar outra coisa que não mesmo a mudança.
Beijo

António Rosa, José disse...

Joana

lol

Peço imensa desculpa

comecei com 'jo' e o resto apareceu. Minutos anates tinha acbado de inscrever um 'joão' no curso online das casas. deve ter sido essa mecânica.

Não foi nada bruta, estudamos astrologia para alguma coisa. não podemos estar a branquear situações. e as retrogradações são uma dessas stuações.

é isso.

beijo

joana disse...

ok :) e do nome sem problema António, achei graça :D

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Só agora cheguei aqui. Li o post antigo e o seu novo e a junção dos comentários. Acredite que para mim foi também muito bom sentir a sua presença diária, bem como a de todos os amigos que temos em comum.
Olhando para trás, eu sinto que muita coisa mudou na minha vida e ainda está a mudar. Para melhor numa quantidade de coisas, talvez para pior em outras. Nem sempre pode ser tudo favorável. Mas continuo em mudança. Não é bem igual á sua mas tem mesmo havido mudança.

Até amanhã.

Abraço

Sandro Gomes disse...

Olá, Antônio.

Post muito importante. Meu Plutão faz quadratura a meu Urano e Júpiter natais conjuntos no grau zero de Libra!
Sinto dentro de mim um movimento, quase uma voz interior, a dizer que as coisas antigas devem ser postas de lado, que elas não funcionam mais. E no cotidiano isso vai acontecendo mesmo que eu não queira. E não adianta insistir! As mudanças vão acontecendo sem eu saber qual o rumo, apenas o apelo para tentar coisas novas.
Também me senti e sinto-me muito desafiado pelos meus alunos quanto a autoridade, um forte enfrentamento.
Por outro lado, a quadratura de Netuno ao meu Netuno Natal me torna muito sensitivo e compassivo, uma vítima da agressividade alheia...
Trânsitos da pesada!

Abraços, Sandro

António Rosa, José disse...

Adelaide

A vida é assim mesmo, não é?

Abraço

António Rosa, José disse...

Sandro

O momento da criação do seu blog, ainda não chegou?

Abraço.

Sandro Gomes disse...

Boa lembrança, Antônio! Como bom canceriano estou gestando-o sem pressa por dentro. Preciso senti-lo. Parir um blog pra mim é senti-lo e sonhá-lo (ascendente em peixes). Imagine colocá-lo nesse mundo virtual e descuidar dele.

Bom, acho que tem um excesso de zelo da minha parte, um receio em não dar conta de cuidar dele.

Mas finalmente acabei por esses dias encontrando um nome para ele e pretendo lançá-lo nesse mês de julho perto do meu aniversário e depois vou burilando-o.

Abraços, Sandro

Rui Santos disse...

António, espero que conviva bem com o contacto de urano ; plutão penso que é um dos momentos chave na vida das pessoas, planetas lentos em contacto entre si, é o que nos faz avançar no caminho.

No que me diz respeito, este retrogadação de Plutão, está-me deixando um pouco aprensivo, porque está na minha casa 4 nos ultimos 3 graus e a escavar bem fundo, mas tambem faz um trigno ao meu ascendente, lá para Outubro quando entrar a directo se verá o trabalho que Plutão fez.

abraço

Maria Paula Ribeiro disse...

António,

Esquisito... este artigo não me apareceu no readers...
Só o vi agora

António Rosa, José disse...

Paula

Não recebeste o feeds deste post por uma razão simples: o post inicial tem data de Fevereiro deste ano. O que fiz foi actualizar o texto e dar nova data de publicação. Por isso, o feeds não apareceu. Só aparece 1 vez.

Dunyazade disse...

António;

realmente Plutão anda a "tratar" de nós todos!, lol. (Também me anda a "tratar" a mim: Plutão natal a 2º Balança e Saturno natal a 0º Caranguejo) :p

HAZEL disse...

É em momentos assim que temos de nos transformar em surfistas.

E surfar por cima dos acontecimentos. Deslizar, ajustar a nossa posição por forma a manter o equilíbrio.

Que tudo lhe corra bem, e que mantenha sempre o seu equilíbrio.

António Rosa, José disse...

Hazel,

Muito obrigado.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates