Entrevista a IdoMind, de «O Jardim»

17 de setembro de 2009 ·


IdoMind, autora do blogue «O Jardim»
Uma das entrevistas mais impactantes que tive oportunidade de ler.
Iniciemos a leitura, por favor.

Olá IdoMind, podes descrever o teu próprio blogue? Quando é que começaste o blogue e por quê? Conta-nos a génese deste teu projecto. Estamos muito interessados em te conhecer melhor. Usas o blogue para dares a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolves ou é apenas uma forma de te expressares?

Olá António. Antes de mergulharmos no interior da IdoMind (boa sorte a todos), quero dizer-te obrigado. Por tudo. Por todo o trabalho maravilhoso que tens feito a divulgar projectos, blogues, pessoas. Coisa bonitas escondidas aqui e ali que se não fosses tu, ter-me iam passado ao lado. E eu ficaria a perder.
Tens sido o motor e o combustível desta teia de trocas humanas divinizadas. Obrigado, querido António.

Vamos então ao Jardim. Foi criação da Shin Tau. Chegou entusiasmada um fim-de-semana a casa dos nossos pais (eu às vezes também me custa a acreditar, mas sim, é minha irmã) e queria muuuuiiito que eu visse uma coisa. Nem o pequeno-almoço me deixou tomar. A Shin, quando quer, quer mesmo. Eu sei disso e então lá fui ver o que tinha ela andado a inventar.
Era «O Jardim». Ainda despido mas já tão cheio de vida. Havia um pulsar que me atraiu logo. Não pensei mais no pequeno-almoço. Sentei-me ao lado dela e começámos a ver cores, estilos de letras, esquemas, etc… etc… etc… Era tão lindo «O Jardim».

A Shin disse-me então que tinha acordado cedo (inédito!) com vontade de criar este blogue e que não parou. As ideias fluíam e ela simplesmente foi com a corrente.
Convidou-me para participar. Fiquei a olhar para ela. Não sabia o que dizer. Eu e um blogue?

O signo Touro que há em mim fez um rol de perguntas: É para escrever sobre quê? Com que frequência? É à vez, uma eu e outra tu? Como é que isto dos blogues funciona? Bom, só faltou perguntar a origem da vida. A minha mana que me conhece bem, só riu e disse “Calma, é para dar prazer. É para ser como quisermos. Depois de pensar (claro), aceitei. Não sei porquê. Disse apenas que sim a uma ideia.

Pressenti que havia algo que me escapava. A minha irmã criar um projecto com tanta vontade e depois deixar assim “escrevemos quando nos apetecer, sobre o que nos apetecer, quando nos apetecer…” hummm ali havia coisa. E eu queria ficar para ver o que era.
Disse-me que tinha também pensado em convidar o Le Moon. Achei muito boa ideia. E o nosso amigo veio também jardinar. Isto foi em Novembro de 2008.

Em Dezembro «O Jardim» continuava despido. Pensei “Anda lá IdoMind Maria, vai lá ver como é, experimenta!” Decidi, finalmente, fazer o meu perfil e perguntei à Shin “Como é, ninguém escreve nada?” Estava a fazer-me espécie um Jardim por plantar. A resposta da minha cassula veio via email que aqui transcrevo para perceberem que não é mania da perseguição, a bruxinha tinha mesmo planos!

«Já vi o perfil está super hiper mega fixe!!!
Eu já escrevi um texto, mas só o publicarei depois de ti. Se quiseres ler vais ao editar mensagens e lês! Beijos e creio que vai ser bonito este Jardim!»

E não é que esperou mesmo! Foi assim, que na véspera de Natal, lancei a primeira semente no Jardim – um post à árvore de Natal, claro está.

Este, que hoje é o meu canto, não foi ideia minha. Aliás, jamais me passaria pela cabeça criar um blogue.

Tinha mais perfil de seguidora. Melhor dizendo, antigamente, há muito tempo atrás, antes do Jardim e eu me dar às pessoas, preferia ser seguidora...
E com isto respondo à tua questão.

Nunca, em tempo algum, eu publicaria o meu dia-a-dia num blogue. Nem mesmo escondida atrás de um nick name, eu teria essa coragem.
Confesso aqui, e em primeira mão (desculpa mana), que os primeiros posts escrevi-os por amor à minha irmã. Eu vi o brilho nos olhitos dela. Ela acreditava que «O Jardim» era especial. Que tinha um propósito. E eu gosto quando a minha irmã sonha.

Então fui plantando o nosso Jardim.
Hoje, não tenho qualquer dúvida, que foi graças a esta ideia tornada real pela minha irmã (e Shin de toda a gente) que eu perdi o medo de falar sobre sentimentos. Sobre a alma. Sobre a verdade em mim. O Jardim foi e é o meu terapeuta pessoal.

Sei que no início tinhas a Shin Tau e o Le Moon como teus companheiros de projecto e que agora já te atreves a navegar sozinha. Fala-nos desta experiência tão interessante. Sei que o vosso relacionamento é óptimo, portanto, é uma vivência amadurecida.

Já falei um pouco atrás sobre o início da jardinagem e do convite da Shin para que eu e o Le Moon participássemos neste blogue, que era ainda um embrião. Sim, temos um excelente relacionamento. A distância ajuda... lol…

Acho que essencialmente somos os três mais almas que corpos, e tudo fica mais fácil quando a linguagem não é a deste mundo mas aquela que nos nossos momentos de silêncio maior se faz ouvir. Nós falamos muito esse idioma e foi por isso, com toda a naturalidade e com todo o amor, eu sei que sim, que os jardineiros me deixaram «O Jardim» para que eu, sozinha, cuidasse dele. Eu fui escrevendo, escrevendo, escrevendo.

O Jardim estava cada vez mais semeado por posts meus. A Shin e o Le Moon lá vinham de quando em quando lançar uma semente. Nos comentários, os regadores foram tratando «O Jardim» como se fosse só meu. Chegaram a dar selos “à IdoMind do Jardim”.


A Shin do meu coração lá me ia dizendo que «O Jardim» devia ficar para mim. Eu insistia que este projecto era dos três, tal como ela tinha imaginado. Mas o facto é que «O Jardim» era inegavelmente o espelho da IdoMind. Ambos, sem qualquer constrangimento, acharam que «O Jardim» era Eu e que devia ficar a ser tratado por mim apenas. E assim foi.

Fala-nos um pouco sobre a autora do blogue, o que a faz mover, os seus interesses, o que a deixa feliz? Está à vontade para comentares aquilo que te parecer mais adequado, sem desvelares totalmente a pessoa linda que és.

Conforme referi, eu não fui a criadora deste blogue. Sou hoje a autora de todos os posts. O que me faz mover? As pernas… lol Sou muito bem disposta. Procuro ver o Bem em tudo e em todos. Muito idealista. Daria, a sorrir, a minha vida por uma causa. Sou movida pela profunda empatia com os outros pedaços de mim. De uma maneira ou de outra, todos achamos que temos razão, todos queremos pertencer, encontrar o nosso lugar no mundo. Todos queremos que gostem de nós. Todos. Divergimos apenas na busca. É esta compreensão que tenho sempre presente.


Movem-me as preocupações ambientais. Mas mesmo a sério. Na minha oração à noite peço sempre ao Pai, maior consciência e respeito pela Terra. Que nós acordemos e passemos a tratar bem a nossa casa. Que deixamos de pensar que precisamos de tanta coisa que na realidade não precisamos para nada. Fico doida com uma praia suja.


Movem-me as crianças. O que já chorei. Tanto mal que lhes infligimos. No nosso egoísmo e nas nossas próprias dores esquecemo-nos das únicas e verdadeiras “vitimas” – estes seres pequenos que não percebem porque as coisas lhes acontecem e que reconduzem tudo para algo que fizeram ou disseram.

Uma menina de 9 anos diante do Juiz e depois deste lhe perguntar porque estava tão nervosa (estava a decidir-se o poder paternal), porque não levantava a cabeça e como se sentia, respondeu na sua inocência: “Eu não sei o que é, mas dói tanto…” Vim todo o caminho a chorar.

Tantas que nem sequer têm um sítio para voltar à noite. Que passam fome. E isto assombra-me. Gostava que me saísse o euro milhões para criar um lugar onde todos os miúdos pudessem voltar à noite. E comer.

Vamos aligeirar… Move-me o AMOR. A fantasia. Imaginar os melhores cenários possíveis para as situações. Para as pessoas. Passo a vida com a cabeça nas nuvens. Com aquele olhar meio distante que a população do Miguel Bombarda também tem…

Move-me a ideia do Príncipe Encantado. Acredito tanto que quase roça a idiotioce. Adoro cinema. É mesmo vicio. Música. Não passo sem música. Trabalho, estudo, dou beijos, arranjo os pés e tudo mais que conseguires pensar, ao som da música. Sem música os oceanos não seriam tão azuis, nem os dias tão abençoados.

Desporto. Faço todos os dias. Faz-me sentir leve e de bem com a vida. Cozinhar é uma paixão. Gosto de rir. Muito. Procuro rodear-me de pessoas alegres. Optimistas. Que aceitem uma boa piada sem choque ou falsos pudores. Gosto de honestidade. De pessoas limpas. Que dizem o que pensam e sentem. Sem medo.


Fico feliz:

- Sempre que estou com a minha irmã.
- Quando faço um bom trabalho.
- Se posso ajudar alguém e o faço.
- No fim de um dia em que tudo correu bem.
- Com coincidências.
- Perante a felicidade de outros.
- No banho.
- Com um bom final.
- Ao perceber como sou amada.
- Com os comentários aos posts (é verdade, fico imensamente feliz a olhar para o monitor a sorrir sozinha).
- Fico feliz por ser quem sou, exactamente como sou.
- E fiquei muito feliz com esta entrevista.

O que dás mais importância no teu blogue? Podes dizer-nos porque valorizas essa questão?

À qualidade dos textos. Sobretudo em termos de conteúdo. Importa-me falar de coisas importantes. Pelo menos que eu considero importantes. E ser clara. Sem deixar de ser à forma da IdoMind. Importa-me questionar e fazer questionar. O tempo das certezas morreu juntamente com a queda dos valores. Este é o tempo de nos reinventarmos. Quem quero ser? Quem queremos nós ser? Esta é a terra em que o meu Jardim está plantado.

Com qual frequência escreves? Ao ler o teu blogue, senti que deixas fluir os posts, e vais publicando conforme vais vivenciando o teu dia-a-dia. Podes falar um pouco sobre isto?

Sim, tens razão. Vou escrevendo. Isto de ter de trabalhar às vezes atrapalha e nem sempre consigo escrever com a frequência com que gostaria. Escrevo ao sabor da inspiração. Às vezes sento-me e apenas escrevo. Não há uma regra. Escrevo no metro. Escrevo na cama se de repente me lembro de alguma coisa. Não sei como te responder porque escrever simplesmente acontece.

Em teu entender, o que vale mais na criação de um blogue - o conhecimento ou o gosto pelo assunto? Podes comentar?

Francamente não considero que um valha mais que o outro. Isso implica que um aspecto é melhor que outro, mais importante ou valoroso. E não acho que seja assim. Até porque o gosto e o conhecimento sobre um assunto não andam dissociados. Senão, porque escrever sobre ele? A menos que sejas obrigado irás sempre escrever sobre algo que te dê gosto. Em princípio também terás conhecimento, senão vais escrever o quê?

Não sei se o que pretendes que eu comente é o facto de haver alguns blogues sobre determinadas matérias em que é notória a falta de conhecimento ou pelo menos de cuidado na informação publicada. Claro que o conhecimento em relação a determinados assuntos é essencial porque as pessoas vão ler, acreditar e formar uma opinião baseada também no que ali leram.

É preciso ser responsável em tudo na vida, e com o que se diz e escreve não é excepção.
Vê o caso do Grimoire por exemplo. A Shin escreve por gosto e com conhecimento. Mas o conhecimento sobre aqueles temas é condição imprescindível. Ambos são por isso importantes e de igual valor.

Depois há aqueles blogues em que basta inspiração. Como «O Jardim». Não tenho ali qualquer conhecimento a não ser aquele que o meu coração dita e a mão escreve.

Usas as técnicas tão comuns hoje em dia, para teres mais visitas? E funcionam? A nível do template do teu blogue, ele é bastante intimista e quase que não possuis os acessórios que se usam muito, por exemplo, os marcadores. Não consideras úteis estes acessórios?

Até tenho vergonha de responder a esta questão. A verdade é que sou preguiçosa e não me dou ao trabalho de ir explorar tudo o que há ao dispor para enriquecer os blogues. Depois sou uma grande falta de ar.

No outro dia andava a tentar colocar aquele acessório que permite ver no meu blogue o que os outros bolgues andaram a fazer, as actualizações, porque acho importante e gosto no Cova do Urso por exemplo, de encontrar isso.

Já li muitos posts de outros blogues graças a essa lista que tens no teu.
Bom, tentei uma vez. Erro. Tentei duas vezes. Não é possível realizar operação. Respirei e tentei terceira vez. Não deu. Cag***.

Fui-me embora irritada. Ainda liguei à Shin, a rainha do ciber espaço, mas não atendeu e então até hoje não tenho esse acessório.
É claro que alguns são úteis.

Outros acho que nem por isso e até levam à dispersão. Gosto de descomplicar. Gosto tudo com um ar limpinho e amplo.

O template é fruto de uma looooonga tarde com a Shin. Eu disse-lhe que gostava de mudar mas que não sabia como fazê-lo. Ela encontrou uns, vimos as duas e eu escolhi o actual, que tinha sido também a escolha dela. Mas isto depois de muitas voltas. E de muito nos rirmos das minhas incoerências… É bem ao meu jeito, simples mas eficaz em termos estéticos.

Não faço absolutamente nada para promover o Jardim. Nada. Ainda bem que existes António.


Lês outros blogues? Pode dizer quais os assuntos te interessam? Já agora, podes mencionar os blogues que aprecias e comentar porque são do teu agrado?

Por razões óbvias, o Grimoire. Foi aí que tudo começou. Nos meus extensos comentários aos posts. Comecei a ficar viciada naquilo. Ir ler, comentar, ler os outros comentários.

Inevitavelmente acabei por ir visitando os blogues dos seguidores do Grimoire e que falam sobre as coisas que eu gosto – astrologia, tarot, anjos...

Veio o Café e Bolos. O Viajante, meu querido amigo, era seguidor do Grimoire e até dizia umas coisas acertadas. Comecei a comentar o blogue.

As visitas ao blogue da Isa Grou tornaram-se ritual porque há muitos pontos em comum com a minha forma de estar. Apesar de nunca ter deixado qualquer comentário, visito este blogue com frequência.

Veio a Caillean - uma paz… Aquela Casa da Floresta é um refúgio de tranquilidade. Não conheço a Caillean mas há qualquer coisa nela que me inspira profunda confiança. A informação que encontramos nesta casa encantada é bem estruturada, lúcida mesmo tratando de assuntos que só acredita quem acredita. Nota-se estudo. Nota-se que transmitir bem o conhecimento é uma preocupação.

As Dimensões Internas da doce, doce Adriana. Sejam quais forem as palavras de que me socorra, nenhuma conseguirá descrever o que sinto em relação à Adriana. É a sabedoria. A espera que quem já viu muitos finais. E muitos princípios. O sorriso apaziguador da compreensão. Também não a conheço mas sinto-a uma espécie de “Mestra”. O blogue dela diz tudo – a mensagem deve ser simples e vir da alma para que outras almas a entendam. É lindo… Estes foram os primeiros.

Agora visito:


- A tua casa. A Cova do Urso é o hall de entrada deste prédio comum. Parabéns. Pelos temas. Pela diversidade. Pelos utilitários. Pela divulgação. Pelas partilhas.

- O Astrologicamente porque adoro astrologia e gosto como a Ana Cristina escreve sobre o assunto.

- O Portal Mágico, da querida Fátima. A Fada Moranga [é o endereço do perfil, pois a Fada possui vários blogues]. Ambas directas. Ambas simples. Ambas bonitas.

- O Dalla Blog do Marcelo.

E muitos outros que conheci através do Grimoire e de ti, como o Fuzil Cósmico, as Palavras de Osho, Irradiando Luz… Sigo de perto a Marise, The Brise com os seus Momentos Recortados de tanto amor. Gosto muito dela.


Assuntos que me interessam, além de todos ligados ao ex e esoterismo: Cinema e música, em relação aos quais visito mais webpages e um blogue muito especial O Movie – Where art You é o templo da informação cinematográfica. Com qualidade e fidedigno.

Literatura- visito alguns blogues e um em particular porque é simplesmente fabuloso Flow my Tears. Tenho pena que não escrevam mais… Gastronomia; Fotografia; Filosofia; Psicologia entre outros.

Quais as tuas fontes e onde obtens material para te apoiar na escrita dos teus textos?

Imaginação. O dia-a-dia. O que oiço, vejo. Pessoas com quem estou. Comentários nos blogues que visito. Conversas com amigos. O Jardim é de geração espontânea e sobrevive com quase nada.

Gostaria muito se indicasses (com os respectivos linques) dois posts escritos por ti que sejam muito especiais e, se quiseres, qual a razão para essa tua escolha.

http://onossojardim.blogspot.com/2009/04/horizontes.html - porque foi fruto de um momento iluminado. Tinha o coração a transbordar de agradecimento por estar aqui e agora.


http://onossojardim.blogspot.com/2009/05/esta-bem-eu-vou.html - porque o escrevi com muita consciência que somos Homens a viver na Humanidade. Há que aceitar as imperfeições. São elas que nos fazem continuar a andar.

Desculpa António, posso por mais um? Foi importante, mas se não der paciência...

http://onossojardim.blogspot.com/2009/06/loucos-por-um-dia-e-qual-rir.html - este porque estava muito, muito feliz e queria que o mundo inteiro também experimentasse tamanha felicidade. Escolho-o porque senti que quem leu ficou com um sorriso nos lábios. E isso é tudo que quero. Fazer sorrir.

De acordo com o desenvolvimento do blogue, quais os planos para o futuro deste teu projecto?

Não tenho. Para já, pelo menos. Continuarei a escrever inspirada pelos momentos que a Vida me traz.

Consideras que atingiste os teus objectivos quando criaste o Blogue?

Não tinha qualquer objectivo. Não criei o Jardim. O Jardim é que tinha objectivos para mim… Estou tão diferente. Mais capaz. Antes do Jardim, esta entrevista teria um tom completamente diferente. Que estou eu a dizer. Antes do Jardim nem pensar em dar uma entrevista!! Jamais diria o que disse aqui hoje. Pequenas grandes confissões. Intimidades. Falar aberta e naturalmente sobre mim. Tudo porque fui jardinando. É incrível quando penso nisso.

Numa frase, podes dizer o que pensas sobre:

Blogoesfera – elos
O teu blogue - dávida
Amizade na blogoesfera – possível (adorava beber com um copo com a Fada!!)
Plagio - crime
Redes Sociais -
O teu país – o máaaior!

Os comentários dos teus leitores são importantes para ti? Interages com eles? Retribuis os comentários?

Estás a brincar?! São importantíssimos. Foram os comentários que me trouxeram mais e mais confiança em mim. Que me fizeram ter vontade de partilhar. De sair da minha bolha e dizer a todos que não é fácil para ninguém mas que vale a pena. Os comentários tornam tudo mais humano, mais sincero, mais real. Não somos só os nomes que escolhemos para os nossos blogues. Somos pessoas. Concretas. Cada um de nós com a personalidade, com gostos e desgostos. Com um caminho percorrido e outro tanto por percorrer. Os comentários somos nós a dizer “ afinal não estou sozinho” e é tão bom saber isso.

Obrigado a todos os meus regadores do fundo do meu coração.
Respondo a todos os comentários. Se as pessoas arranjaram tempo e vontade para mim, eu também posso, devo e quero fazer o mesmo.

Autorizas a publicação dessas declarações no meu blogue «Cova do Urso»?

Claro que sim. É só uma questão de falarmos de números…. Brincadeirinha. Autorizo e agradeço este tempo de antena

Visite o blogue «O Jardim»

170 comentários:

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 12:17  

Bom dia a todos os amigos e visitantes. Retomamos a nossa habitual secção de entrevistas, após o interregno do período de férias, recebendo hoje a IdoMInd.

Abraços e beijos.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 12:18  

Querido António,

GRANDE entrevista!! Não me tinha apercebido que tinha tanto para dizer...

beijos e bom dia

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 12:22  

IdoMind

Grande em tamanho e grande em conteúdo. Nem imaginas o quanto amei esta tua entrevista. Besitos.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 12:36  

lembras-te daquele acessório que não consegui instalar? das actualizações? Parece que o teu tanbém não anda bem. Não aparece lá o jardim...

Eu Sou Você disse...
17 de setembro de 2009 às 12:42  

Boa tarde!

Lágrimas aqui... e sorrisos também.
Linda entrevista!
De quem sabe a que veio...

Querida IdoMind Maria,

Você e sua irmã são seres especiais mesmo.
E nesse momento indescritível que partilhamos, sou eternamente grata pelo Reencontro da Família Cósmica, em uma mesma tela.
Pouco importa a distância tridimensional.

Querido António,

Este Anel do Coração é aquele Abraço Amoroso que acelera a fusão das Dimensões.

Celebremos!

-_-

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 12:50  

Adriana

Celebremos.

Bom dia e grato. Hoje todos estaremos a (re)conhecer a IdoMind.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 12:51  

Minha Adriana...

nem sei o que te dizer. Deixas-me sempre assim, meio sem palavras.
também eu fiquei com as lágrimas nos olhos com o teu comentário, porque sei que a minha alma reconheu a verdade do mesmo e reconheceu-TE.

Um abraço cheio de amor

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 12:53  

António

não sei se sabes ao que vieste mas o que andas a fazer é trabalho de Deus. sem nos conhecermos criamos laços fortes porque tu mostras o melhor em cada um de nós

bem hajas

p.s. se não me conehcesse até eu ficava a gostar de mim se lesse esta entrevista!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 12:58  

António
Era eu que devia ter feito isso não era? Dizer aos regadores que ia ser entrevistada? Vês? Sou uma bazaroca...

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 13:05  

Ido Mind

Começando mais acima. O tal acessório das actualizações. Deves estar a referir-te às listas de blogues que aqui chamo de «Comunidade». Pela minha experiência demora entre 60 a 120 minutos a ficarem actualizados nos linques dos outros blogues. Não é tão instantâneo assim. Lembremo-nos que são milhões de blogues em todo o mundo a serem actualizados pelos feeds.

Acabei de vir do teu blogue. :)) Gostei muito.

Quanto a ser trabalho de Deus, é verdade. Mas feito por nós. Todos os seres humanos (mesmo os malignos) estão a fazer o trabalho de Deus. Porque ele aprende connosco. É assim que a Luz se espalha. Por inclusão, nunca por exclusão. assim, aos poucos a Luz domina as Sombras. Sempre por inclusão.

beijo

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 13:07  

IdoMind

Apenas como sugestão, talvez possa ser interessante acrescentares no final do lindo post que fizeste, que hoje «também» estás aqui. :)))))

adriana disse...
17 de setembro de 2009 às 13:09  

"Se não me conhecesse até eu ficava a gostar de mim se lesse o Dimensões".
E, em homenagem à Shin Tau:
rkrkrkrkrkr

Anónimo disse...
17 de setembro de 2009 às 13:17  

Desde que ouvi a Idomind pela primeira vez,o que foi aqui, nos comentários a este blog, fui ao jardim dela e pu-lo nos meus favoritos.
É muito linda.

Beijinho, ó Jardineira.
Beijinho, ó Maestro!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 13:17  

António,
esclarecida, até me esqueço que o mundo é tão grande.

Estás inspirado! Inclusão. Que lindo.
Onde estiveres quero estar incluída porque sei que haverá amor.
beijos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 13:22  

Adriana

a shin tem mesmo de ser homenageada, sem ela não havia jardim e eu não estava aqui a rir sozinha para o computador..
rkrkrk

beiiiijo

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 13:26  

beijinhos Anónimo (que nome!!)
E obrigado. Vê do que falo na entrevista, jamais pensaria que alguém me adicionasse aos favoritos porque o jardim é baldio para onde vou deambular.
Fiquei tão feliz em saber disto

António,

obrigado,obrigado, obrigado

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 13:38  

Anónima

Tem andado desaparecida. Foi um descanso?

É sempre útil.

Muito obrigado.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 13:42  

Anónima,

de vez em quando recolho-me na bolha. Mas não foi o caso. Estive de férias.Depois das férias deu-me uma crise existencial. Depois da crise apeteceu-me andar a festejar e só agora retomei a escrita : ))

beijinhos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 13:43  

António
estavas a falar com a anónima e eu a pensar que era a anónima a falar comigo...O ego hoje está lá para cima!!! lol

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 13:48  

Amigos :)

que alegria voltar a estar aqui juntinha no Anel do Coração, e desta vez com a minha sis!!!

IdoMind,

parabéns, de facto és tu em cada palavra, cada riso e cada lágrima. Está linda mana, com demasiadas referências à minha pessoa!!!! Acho que as pessoas têm de dar desconto aos teus elogios à minha pessoa rkrrkrkrkrk és uma exagerada quando amas!!! Mas é verdade que nunca te admiti, mas sempre soube que o Jardim era para ser teu...sempre foi criado para ti, mas não podia dizê-lo senão fugias!!!! rkrrkrkrkrk não vale bater, ok?

António,

parabéns, elavaste o Anel para um nível ainda mais belo, a intimidade é cada vez maior! Só tu!!!

Beijos grandes

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:00  

Mana,

ah, ah!! Eu sabia. Tinhas planos. Já que não falava querias por-me a escrever!
Ainda bem que o fizeste. Sem ti ...nem sei. Continuava a apertar o último botão da camisa.

Nada do que disse foi exagerado.Foi como se passou. E sim, não preciso de aqui dizer que tu és maravilhosa, já é de conhecimento público...
beijos e volta depressa

Meri Pellens disse...
17 de setembro de 2009 às 14:07  

Foi muito bom conhecer um pouco mais da IdoMid! Que linda flor! Só podia mesmo ter um jardim...
Bênçãos!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:10  

Meri,

a beleza está nos olhos de quem olha.
A ti sinto-te pelo cheiro a amor que fica sempre que passas. Tão suave...tão gentil.
Tenho conhecido aqui pessoas extraordinária. Tu és uma.
Um beijo apertadinho

adriana disse...
17 de setembro de 2009 às 14:14  

Que tal um suco e uns pastéizinhos?
Hummm... lanchinho para comemorar!
:))

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 14:16  

Boa adriana

já comia um pastel de natas :)

Vou passar aqui a minha hora de almoço a fazer companhia à mana.

Onde anda o António?

E tu IdoMind, muito feliz? Gostei do toque "a rir para o ecrã"!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:18  

Eu não seio diante deste monitor! Já pedi para me fazerem uma tosta.
Querem que peça alguma coisa?

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:20  

Eu não saio (seio...) ainda me confundem com uma estrela porno..

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 14:21  

hehehehhe IdoMind seio é giro, estrela porno rkrkrkrkrk

Meri,

que linda estás com esse novo avatar!!!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:21  

mana
se estou feliz? Nem acredito que estou aqui.
Passei pelo grimoire e vi o que lá deixaste. És o meu coração.

Sim, onde anda o António? Foi almoçar e não convidou ninguém...

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:24  

A Meri é uma coisa linda.Tanta bondade. E o avatar está bem cool.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:31  

Shin

Já viste bem as pessoas que temos conhecido aqui? Nunca pensei vir a gostar de alguém só por aquilo que escrevem. Sem voz, nem rosto...O essencial é mesmo invisivel aos olhos

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 14:32  

Estoua gostar disto, tudo muito controldao ainda para te dar tempo para te habituares.

Quando chegarem os outros amigos que faltam vais ver que nem tens mãos a medir para lhes responderes.

O texto do Grimoire foi uma inspiração de última hora :)

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 14:34  

É verdade, uma das coisas que me fez apaixonar foi a veracidade que encontramos nestas pessoas. Nem a voz física lhes conhecemos, mas conhecemos a verdadeira voz interior. Pois acredito que muitos de nós usam este veículo para poderem ser mais verdadeiros!

é lindo e mágico. O Medeiros diz que este mundo pertence ao dos Anjos, começo a compreendê-lo melhor!

Maria de Fátima disse...
17 de setembro de 2009 às 14:36  

Olá Sra.Dra.IdoMind, fiquei emocionada ao ler a tua entrevista.Está muito linda.Quando comecei a ler o blogue Jardim gostei logo da tua pessoa, agora deu para te conhecer mais um pouco.Identifico-me muito contigo em certas maneiras de pensar.Fiquei lisonjeada com o que disseste de mim.Obrigada.

@Shinita abençoada sejas por teres criado o Jardim para a nossa querida IdoMind.

@António mais uma vez estás de parabéns com a escolha da entrevistada, ela vale não 5 mas 1000 estrelas, lol.

Agora vou trabalhar, mas prometo voltar mais tarde para ver o desenrolar da festa.

Beijocas a todos e Viva o Anel do Coração.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:37  

É verdade, só me preocupa se não conseguirmos ser assim, sem ser aqui.

Trazer para fora dos blogues esta corrente de amor.

Eu tenho dias...

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 14:40  

FÁTIMA!!!!!

Meu doce. Faltavas cá tu com a tua candura para me derreter o coração.
Obrigado. O que disse é o que é.
E não sou só eu a dizer.
És apenas...bonita.
beijos e bom trabalho

adriana disse...
17 de setembro de 2009 às 14:47  

Manas Catita,

É um puxa-empurra de Energia.
De Lá para cá e vice-versa...
Vamos deixando partes de nós em todas as esferas...

"Eu tenho dias..."
Não se preocupem.
São apenas rastros.
Acolhendo, iluminando e liberando...
E já Saltamos.
:)

Os pastéis portugueses são da hora!
E António deve estar lanchando
:)))

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 14:55  

É isso Adriana!!! São rastos!!!

Sugestão: limoada para cortar o doce!!!

E agora tenho de ir embora :( mas só física, pois em alma estou cá!

Até mais logo e continuação de boas tertúlias!

:***

Maria Paula Ribeiro disse...
17 de setembro de 2009 às 15:00  

Olá!!!!!!!!!!!!!!!

IdoMind, ler a tua entrevista associada à tua cara que tive a feliz oportunidade de conhecer naquela tarde mágica, é um momento delicioso!

És aquilo que transpareces ser nesta entrevista, alegre, sensível e bem disposta! Tenho em memória a tua expressão quando disseste a tua profissão e te viraste a olhar a minha cara, e disseste: "então"??????
UIiiiiiiiiiiiiiiiiiiii :-))))))
"Ganda" gargalhada!!!!!

Feliz por estares aqui e que o teu jardim floresça sempre porque secar será impossível com tantos e bons regadores! :-)

Um beijo muito grande!
António, mais uma obra de arte!

Bem-haja aos dois

Silvia Freedom disse...
17 de setembro de 2009 às 15:05  

Olá IdoMind,

Pelo que li tanto da entrevista como no blogue dá prá sentir que és uma pessoa especial.....deve ser porque és uma Taurina alegrinha e sensível! SomosoUm

Namastê

Silvia Freedom disse...
17 de setembro de 2009 às 15:08  

Antônio carissimo,

Mais uma vez, somando energias e tecendo a grande teia cósmica.
Namastê

PS- Naum consegui deixar de falar do signo não é?RS Taurinosssssss são assim tbém, unidos! Rs Rs

tereza ferraz disse...
17 de setembro de 2009 às 15:15  

IdoMind!
Lendo e Lendo...
Que vivência expressa tão amorosa.
Grata pela partilha.
Belíssimo trabalho.
E fico feliz com o retorno do anel do coração: as interligações se fortalecem!
Celebremos.

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 15:15  

IdoMind

Desculpa, tive que me ausentar um bocadinho para comer qulquer coisa e tratar de uns assuntos.

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 15:15  

Shin Tau

Cá estamos de volta ao Anel do Coração, depois de um tempo de Verão.

Obrigado. Creio que te referes às perguntas e a algum estilo mais próximo. Tem que ser assim. Sempre em frente e para cima.

Beijo

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 15:15  

Meri

Seja bem-vinda a esta conversa informal.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 15:18  

Adriana,

acho que resumiste bem, se formos deixando uma luzinha aqui, uma luzinha ali, um sorriso além, um abraço, um "gosto tanto de ti" vai ficando menos espaço para a falta de amor.

Eu GOSTO MUUUUITO de ti Adriana

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 15:19  

Maria de Fátima

Talvez não te lembres, mas esta série de entrevistas foram a votação e a lista foi escolha dos leitores. Obviamente, fiquei muito contente que a primeira fosse a IdoMind. Mas as próximas pessoas, se aceitarem ser entrevistadas, forma porque os leitores propuseram e votaram.

Obrigado por aqui estares.

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 15:21  

A todos

O lanche chegou agora:café, chá, sumos naturais,água, bolos variados, tostas, enfim, o que consegui trazer.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 15:23  

Ana Paula,

Grande tarde! Linda. lembras-te das confidência. Ser possível chorarmos ali ao pé de outras pessoas. Nunca esquecerei. Nem as lágrimas, nem as gargalhadas.

Obrigada...Fico um bocado envergonhada com estes elogios. Estou mais habituada a defender-me que a receber...o que está a mudar.

Que tal marcarmos qualquer coisa?
Gostava que nos reencontrássemos.A sério.

Beijos e espero que esteja tudo a correr bem

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 15:24  

@Maria Paula
@Sílvia
@Tereza

Muito bem-vindas a esta tarde de convívio.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 15:26  

Sílvia

Se és touro, percebes, não é fácil!! Gostar tanto da terra a olhar para o céu...

Somos todos especiais. Todos.E seremos ainda mais se conseguirmos ver isso em nós e nos outros.

Estou extasiada com este anel...
Quanta coisa boa se pode fazer se nos disponibilizarmos para a vida.

um beijo

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 15:29  

Tereza,

vindo de alguém que partilha como tu, ouvir estas palavras é muitoooo bom.

Desejo-te boa sorte para as "Vozes Mágicas". Bela escolha a do António.
beijos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 15:30  

Maestro,

Bem vindo!!! Eu para aqui sozinha, não fossem os mimos já estava toda encolhida.

António, isto é tão lindo...

bendito sejas (esta veio cá do fundo da alma)

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 15:34  

IdoMind

Deve ser uma sensação muito especial. Também a conheci com a minha própria entrevista feita pelos amigos e leitores.

Temos o lanche.

O champanhe virá mais tarde.

Maria Paula Ribeiro disse...
17 de setembro de 2009 às 15:36  

IdoMind,

:-))))))))))))
Bora lá a outro encontro!
Traz o bolo da Páscoa! Sou Maria e não Ana, lol lol lol lol,

Elogios são para serem dados e receber senão não existia no dicionário!

Mestre,
Para quando outra tarde mágica?????

Volto mais logo, agora um pouco e work! :-)
Kiss kiss

Silvia Freedom disse...
17 de setembro de 2009 às 15:43  

IdoMind


Sim somos todos viajantes de todas as esferas e buscamos o encontro de "partes de nós" que existem em cada ser.

O anel do coração é mesmo um elo de chamado para o Vamos....vamos todos contar nossas historias encantadas, lá e cá, cá e lá!

Beijos de luz

tereza ferraz disse...
17 de setembro de 2009 às 15:45  

IdoMind!
Há celebração diante desta energia coesa=coração!
Sou grata, e que esta coesão corra e percorra a todos nós, como no respirar e exalar: percorra os quatro cantos da Terra.

Beijooooo no coração

angela disse...
17 de setembro de 2009 às 16:16  

Quanto comentário Antonio! Meu dedo cansou..rs
Bonita entrevista e bonita a IdoMind.
Já a visitei algumas vezes.
Parabéns para os dois por esta entrevista agradavel.
beijos

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 16:28  

Olá Angela

Estou ansioso pelo dia em que será a sua vez de ser entrevistada.

Beijo.

Maria de Fátima disse...
17 de setembro de 2009 às 16:40  

Cá estou eu para o lanche, lol, para mim pode ser uma meia de leite e uma tosta mista.A festa está muito boa, mas falta a música, que é tanto do agrado da IdoMind.Por isso decidi trazer um leitor de cd's e cd's de música variada, que é para todos os gostos.Aqui reina o Amor, a Luz, a Harmonia e a Paz.Até mais logo para brindarmos com champanhe.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 16:45  

Desculpem a minha ausência. Inventaram de me por a trabalhar!

Paula,
sorry... Estava a receber uma sms da minha amiga Ana Paula e olha foste batizada. Desculpa.

Maetro,

queremos encontro! queremos encontro!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 16:48  

Sílvia ( que nome mais lindo!!)

Sabemos isso e ainda assim a maior parte do tempo vivemos desligados uns dos outros. É preciso mesmo muita consciência, a cada segundo.

Se todos fossemos "Antónios" isto fazia-se melhor...

beijos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 16:50  

Angela

obrigada pela tua presença, essa sim bonita. Também já te visitei algumas vezes mas entro e saio despercebida. Vai mudar. Afinal agora já não tenho vergonha,já dou entrevistas e tudo!

beijinhos e bem vinda

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 16:51  

Fátima, vamos por o mundo a dançar.
Dia 18, vais à praia? Eu ia gostar taaaaanto!

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 16:52  

IdoMind

Ainda bem que agora não tens vergonha de comentar. O que me ri. :))))

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 16:54  

Tereza

Acho que nós tratamos no nosso canteiro. Pelo menos tentamos. O resto que vier é fruto do que plantamos.

Que lindo jardim está a aqui a ficar. Tantas flores, tanto ar puro.

Tu és uma grande lufada...

um abraço

angela disse...
17 de setembro de 2009 às 17:04  

Antonio
Sou uma virginiana tímida.
Timidez é caracteristica de quem tem o elemento terra, ou nada a ver?
Pensei nisso Por que brincou com a IdoMind sobre ela ter perdido a vergonha de comentar.
beijos aos dois

Samsara disse...
17 de setembro de 2009 às 17:21  

Olá António e IdoMind

Foi um verdadeiro prazer ler esta entrevista e aquela coisa de gostar de ti depois de ler a entrevista resultou comigo também ;))

Beijinhos

Isa Grou disse...
17 de setembro de 2009 às 17:23  

Olá António,
Olá IdoMind,

António - Linda, linda entrevista, António! Que coisa boa "ver" o Anel do Coração girando, girando....
Está cada dia mais "claro" para mim, que a sua missão é sim fazer elos, unir,, proporcionar RE-encontros, RE-uniões... PARABÉNS António, (como disse IdoMind)... POR TUDO!!!

IdoMind - IdoMind querida, parabéns pela maravilhosa entrevista... és de fato uma linda alma, viu?!
Saiba que eu também adoro visitar o seu Jardim e vou sempre, apesar de não deixar comentários também... veja... até nisso temos pontos em comum!!
Fiquei muito feliz em saber que me visita,pois para mim foi uma agradável surpresa saber... muito, muito obrigada pela referência ao meu blog, viu!

Beijos aos dois.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 17:24  

Angela,

Acho que sim que os Touros, Virgens e Capricórnios são um pouco mais fechados, mais metidos com eles. Mas há muitos factores a levar em conta como o ascendente e a lua. Mas ninguém melhor que o Maestro para falar sobre isto.

espero perder a vergonha para mais coisas....o amor anda a passar-me ao lado por causa da timidez..
lol

beijos ANgela

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 17:27  

Olá Samsara

parece que o António além de astrologia, também faz magia.

Beijos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 17:28  

Isa,

Olá! Finalmente digo-te olá. Tanto que eu e a Shin falávamos de ti e nem uma palavrinha fui capaz de deixar...Como disse lá atrás, agora que perdi a vergonha, vou deixar uma flor em todos os canteiros dos outros jardineiros

um grande beijinho e obrigada pela tua presença

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 17:29  

O António foi comer outra vez! Deve estar naquela altura dificil do mês!!

Maria de Fátima disse...
17 de setembro de 2009 às 17:29  

Oh querida Ido lamento informar que no dia 18 não posso ir à praia, mas vou estar em pensamento com todo o mundo que vai tocar os tambores e as maracas.Dançar, tocar, cantar e rir faz muita falta ao ser humano.Lembrei-me agora que a minha entrevista também foi no dia 17 mas do mês de Junho, linda coincidência, não é?.Fico contente por saber que já perdeste a timidez.Até eu já estou mais faladora, lol.Olha só o lençol de comentário.Até mais logo.
P.S.:Agora vou beber um sumo natural de laranja e comer um pastel de nata.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 17:31  

Beijos beijos bonita Fátima
Tenho pena que não venhas.Este pessoal com apartamentos na Cova, todo junto a tocar tambores, seria o MÁXIMO!

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 17:40  

Angela

Ainda bem que vai deixar a sua timidez de lado. Sim, faz parte do elemento terra.

Obrigado

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 17:40  

SamPat

Ainda bem que esses sentimentos estão a surgir. Empatia e vontade de partilhar. Obrigado pela tua visita. Beijos

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 17:40  

Isa Grou

Linda mensagem sua. Muito obrigado. Você é um ser de Luz que deixa um rasto enorme que faz o nosso caminho em direcção ao alto. Beijo.

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 17:41  

IdoMind

Estive afastado do computador mas voltei. Este post vai ficar aqui 2 dias em primeiro plano.

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 17:41  

tambores e maracas

Maria de Fátima disse...
17 de setembro de 2009 às 17:59  

Minha bruxinha Ido também gostava de te conhecer pessoalmente, quem sabe um dia, não é?Para isso teria que me deslocar a Lisboa, lol, porque eu moro no Porto.Talvez num próximo encontro astrológico realizado pelo António.Se bem que eu percebo muito pouco de Astrologia.A ver vamos o que nos reserva o futuro.

adriana disse...
17 de setembro de 2009 às 18:04  

É...
Tambores reverberando o Coração, pelos quatro cantos do mundo.
Que concentração de Energia!
Que, aliás, começa Aqui.
;)

Onda Encantada disse...
17 de setembro de 2009 às 18:13  

Apanhei o taxi à porta da Shin e consegui chegar a tempo.

IdoMind, gostei muito de ler.
Confirmaste tudo aquilo que sinto quando leio o teu blog, e é precisamente isso que me dá imenso prazer ao ler-te... a espontânea fluidez da tua escrita... porque sinto que tu mesma és assim, espontânea e clara, transparente.
E eu amo pessoas assim.

Grata por seres...tu mesma e dares-te a conhecer assim ao mundo :)

Carinho

Onda Encantada

Onda Encantada disse...
17 de setembro de 2009 às 18:16  

PS: Passo todos os dias pelo teu blog, mas às vezes a "velocidez" é tanta (porque o tempo escasseia) que nem me dou ao trabalho de comentar.

António,

A voz...

... sem mais palavras...

Grata por existir com esse coração GIGANTE!!! :)

Carinho grrrrrrrrrannnnnndddddeeee

Onda Encantada

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 18:19  

Onda,

Muito agradecido pelas palavras, pelos gestos, por tudo. kiss

angela disse...
17 de setembro de 2009 às 18:33  

Isto aqui está pra lá de animado. Uma festa...rs
Bom saber que a timidez é do elemento terra, melhorei muito com a idade, mas ainda dou umas "travadas" e pareço uma menina sem nada na cabeça e pode crer que não vem nada mesmo.
IdoMind
Perdi algumas chances no amor pela timidez, mas pior foi acabar namorando muito atrevido. Ainda bem que se a gente vence a timidez uma vez com alguem bom fica tudo certo, Não precisamos mais do que um bom amor. que agora vou trabalhar.
beijos

Fada Moranga disse...
17 de setembro de 2009 às 18:40  

Esta mulher ém um consolo!

Que bela leitura!!!

Estava aqui agarrada a ler... e a identificar-me com tanta coisa. IdoMind deves ser boa parceira para construir uma fundação para crianças ;-) Crianças e verdete!

Não bebo copos, mas um dia poderemos beber umas boas canecadas de Chocokid!

Outra coisa que achei muito interessante foi juntares-me com a Mimi do Portal Mágico - quando a descobri eu senti que nos complementamos... :-)

Epá gostei tanto, tanto de ler esta entrevista que nem sei, só sei que esta rapariga tem propriedades mágicas. Olá colega IdoMind! :-)))

Um grande beijo*deFada

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 19:24  

Fada

Já sei que vão de 'copas chocokid'. :))))

Maria Paula Ribeiro disse...
17 de setembro de 2009 às 19:58  

Voltei!

Para comer, tenho aqui um ratinho no estômago!

Idomind, tenho uma pergunta a fazer,
porquê esse nome????
I de eu, do, faço e mind, mente/espírito???

Faço que a minha mente/espírito quer????
É que gosto de saber o porquê dos nomes! ;-))))))
Fada não podia faltar chocokid, né????
Jinhos

tereza ferraz disse...
17 de setembro de 2009 às 20:05  

Querida,
Diante das sementes plantadas: teu jardim brota, floresce!
E na soma de todos, aqui neste espaço do Grande Coração,
se torna tão mais sentido o florescer e o ar.
Grata IdoMinh e a você António
Parabéns e Celebremos

adriana disse...
17 de setembro de 2009 às 20:09  

Queridos,

Já é noitinha aí, não?
Desejo a todos belos "sonhos".
"Com os pés na Terra a olhar o céu..."
Nós Te Amos!
:)

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 20:23  

Maria Paula

Aguardemos pela IdoMind, que pelos horários daqui, deve estar a caminho de casa. Ela já te responderá, porque eu também tenho curiosidade e cheguei a pensar em fazer essa pergunta na entrevista.

por falares nisso, vou incluir essa pergunta a uma próxima entrevistada.

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 20:24  

Tereza

Muito obrigado pela Presença. Amanhã cá estaremos.

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 20:26  

Adriana

À hora que perguntou, aqui não era noitinha, pois já era noite. Há 15 dias ainda era noitinha.

Muito obrigado pela Presença.

Amanhã continuamos.

A IdoMind teve uma festa linda e muito merecida.

Isa Grou disse...
17 de setembro de 2009 às 20:58  

IdoMind voltei!!!!
Eu não pude retornar antes....... será que sobrou limonada e guloseimas??? *rs

Vou ler todos os comentários depois eu volto.....

Beijos

António Rosa disse...
17 de setembro de 2009 às 21:46  

Caros amigos

Chegou a minha hora de desligar o computador. Até amanhã.

Fabiano Mayrink disse...
17 de setembro de 2009 às 21:57  

Ola Antonio, nao conhecia a IdoMind, grande garota muito criativa em seus textos, um abraço!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 21:59  

CHEGUEEEEIII!

Estou tão feliz, tão feliz, tão feliz que o meu coração parece que vai explodir.
Jamais imaginei receber estes comentários.
Obrigado a todos...o jardim hoje cresceu tanto que terá de ser aparado à catanada!

António...sem palavras. Hoje já fizeste uma mulher feliz. Ãh? Quantos homens podem dizer isto?

beijo

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:00  

E tu a dar-lhe com as maracas!!

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:03  

Minha doce Fátima, não estás no Canadá!Bem sei que parece outro mundo, mas são apenas 2 horas. Havemos de arranjar maneira.

Maestro: queremos encontro, queremos encontro! (toda a gente se quer encontrar contigo já viste)

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:06  

Adriana

custa baixar os braços a primeira vez e deixar que a corrente do Amor nos leve, mas depois de navegarmos nela, não há volta...
É realmente com pequenos gestos que o Grande é alcançado. Quem entender isto entendeu Deus.

beijos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:15  

Onda Encantada

Clara e espontânea sou, transparenre ainda não, mas vou ao ginásio todos os dias a ver se consigo lol

Que palavras tão lindas. Obrigada...
Não sei o que dizer porque parece que estás a falar de outra pessoa.

É verdade que tenho tentado caminhar com consciência, procurando ser cada dia melhor do que fui no anterior, às vezes consigo, outras mais ou menos. Acho que é assim com todos.

Esta entrevista sou EU. Não escondi, não menti, não exagerei, não romanceei. Fui só eu. Sabes porque fui capaz? Graças a comentários com o teu. Foram os regadores que me resgatam da introversão, da vergonha de falar sobre certas coisas.

Por isso, obrigado. Mesmo que não deixes comentários. Não importa. Saber que vais ao Jardim é quanto basta para eu sorrir.

Um abraço com carinho

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:21  

Angela,

o pior é que só me dá para os atrevidos!
concordo, tudo o que precisamos é de um Bom amor.

beijos e obrigada por teres estado aqui comigo

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:36  

Fada!

É esta tua boa onda que eu adoro. Que seja chocopik, quero lá saber.

Sabes aquilo das crianças é mesmo a sério. Das poucas vezes que joguei pensava " era tão tão, era tão bom, construia logo uma Jardim para meninos". Eles precisam tanto de nós...Se quiseres uma parceira- oh eu aqui!

Acho que o que gostaste foi confirmar que sou meio tonta, destravada de língua e uma sonhadora sem cura.

Acredito em cada palavra que aqui disseste porque sei que não as dirias se não fosse o que sentes. Por isso li o teu comentário muito, muito emocionada.

Se o António sequer imaginasse o que esta entrevista implicou para mim...

Foi como disse, tu e a Fátima são dois seres genuínos, cada uma da sua maneira,mas genuínos.
O vosso trabalho é a vossa cara, de uma autenticidade com a aquilo que eu imagino que vocês são.

Fada, apetecia-me dar-te um abraço.Obrigada.

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:41  

Paula

lol lol
IdoMind= eu importo-me; eu preocupo-me ou em português eu ralo-me. O mind aqui não é substantivo,é o verbo. Igual a I care, por exemplo.


Também vais numa de chocokid?? Damos isso à fada e nós bebemos bebida de gente. Que tal? lol

beijos querida Paula, bom ouvir-te

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:43  

Teresa,

Estás mais que pronta para as "Vozes Sábias". Lindo o que disseste. É a VERDADE:
beijos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:44  

Adriana,

bons sonhos. Foi muito bom ter-te perto de mim.
um grande beijo

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:48  

António,

já respondi à Paula mas acho boa ideia perguntares isso. Acho que nas anteriores perguntaste não foi?

Obrigada pela minha festa.Foi muito importante para mim.Mais um teste superado, mais um passo firme no sentido que quero dar ao meu caminho..

Obrigado

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:50  

Isa,

Que bom!!! Se não há eu vou buscar. E ja´ouvi dizer que vai ser festa cigana, dura mais dois dias!!
isto é que vai engordar a alma.
beijinhos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:51  

Fabiano,

muito prazer. E muito obrigada por vir partilhar da minha alegria.
Um beijo

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 22:56  

António,

Gosto muito, muito, muito, muito, muito,muito, muito de ti.
Não esquecerei este dia.
Um abraço forte

FadaMoranga disse...
17 de setembro de 2009 às 22:59  

Oh jardineira, já pensáste como os caracois se dão bem num jardim? ;-)

Chocokid, kid e não pic :-))))))
Um dia destes combinamos um encontro de canecas junto a uma fonte de leite e eu levo o Chocokid.

Realmente sinto-te parecida comigo. Bem hajas jardineira! Deves estar a sentir o mesmo que eu já senti, o mesmo que tantas alminhas já sentiram aqui por causa do urso António. :-)

E mais uma coisinha: olha que o Onasis era um bocado feiote e a fortuna acabou por ser um fardo para a filha. Cada qual com os seus!

Até breve IdoMind!
Beijos***deFada

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 23:09  

Ai meus amigos como fico feliz por todos compreenderem porque amo esta moça que tanto trabalho me dá rkrkrkrkrkrk

IdoMind bela festa, merecida mesmo, amanhã cá estarei novamente.

Quanto ao encontro, sugiro um tema, o nosso Marte Natal ou a Vénus!!! Que vos parece?

Maria de Fátima, Mimi ;), nos encontros não precisamos de saber muito de astrologia, veja-se por mim :)

Fada e IdoMind eu também quero estar presente, pois conhecer a Fada vai ser algo histórico, um fenómeno mesmo!!!!

Adriana,

começaram aqui as batidas, acho que depois de hoje e nos próximos dias vai haver uma energia muito especial no AR

Beijcoas a todos amigos e até amanhã

Shin Tau babadíssima por ser mana deste ser de luz

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 23:11  

Pois chocopik é para mastigar, não é?

lol Junto a uma fonte de canecas bem erguidas a brindar ao Urso, ele sim uma mágico.

Onasis? Onde foste buscar isto. Ainda és mais estranha que eu...lol

Beijos fada rabina

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 23:12  

Mana da Shin-Tau

Sem ti nada disto teria acontecido.
Amo-te

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 23:18  

Mal posso esperar por amanha estarmos juntas, quero ver os resultados :))))) já os sinto, mas quero veeeerrrrrrr

Shin Tau disse...
17 de setembro de 2009 às 23:18  

Vou-me deitar!!!! Até loguinho!!!

Beijcoas

FadaMoranga disse...
17 de setembro de 2009 às 23:28  

IdoMind, passo a citar

" IdoMind disse...

Mana, Nem sei o que me deu para partilhar isto. Se calhar começo a vencer o ressentimento de não ter nascido filha do Onassis! Pode ser."

9 de Setembro de 2009 15:22"

Toma lá que já almoçaste! :-))))

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 23:28  

Beijos mana e um abraço do tamanho do mundo para todos que aqui estiveram comigo. Que assim seja sempre a minha vida: uma celebração.
Beijos e bons sonhos

IdoMind disse...
17 de setembro de 2009 às 23:30  

lol lol lol

Fada és como o nosso Portugal: a máaior!! lol

Já nem me lembrava disso.lol
Estou farta de me rir!!

As minhas humildes desculpas.
Um beijo

FadaMoranga disse...
17 de setembro de 2009 às 23:40  

Ssugadita! :-))))

Ai sou patriota sou!
Viva Portugal e o Chocokid!
Viva tu, a mana e o António e seu anel caxuxo do coração!

Bem hajas e bons sonhos!
Beijos***deFada

irradiandoluz disse...
18 de setembro de 2009 às 00:27  

Que excelente entrevista...

Parabéns aos dois...

Genial...

AxÉ e as mais positivas Vibrações
Gabriel Dread

Serena Flor disse...
18 de setembro de 2009 às 01:16  

Que bela entrevista meu amigo.
Irei até lá conhecer "O JARDIM" e a bela Jardineira.
Um grande beijo e fique com Deus meu amigo.

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 06:25  

Fada
vivas tu pela alegria que trazes!
beijos

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 06:29  

Gabriel,

Obrigado. É fácil fazer boa figura quando o maestro é o António e a assistência são pessoas maravilhosas como as que aqui têm vindo.

Um beijinho

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 06:32  

Serena Flor,

Uma Flor e Serena fica bem é num jardim...

Obrigado pela tua presença neste dia que foi muito importante para mim.

beijinhos

Maria de Fátima disse...
18 de setembro de 2009 às 09:42  

Olá bom dia IdoMind e António, ontem à noite não pude passar por aqui, devido a compromissos pessoais.Mas adorei a festa, foi muito linda.Parabéns aos dois.Beijocas grandes e fofas, linda Jardineira e Maestro Ursito.
P.S.:Um brinde com chocokid porque ainda é de manhã.
Viva, viva, viva o Anel do Coração!

Siala ap Maeve disse...
18 de setembro de 2009 às 10:55  

:) Que bom que te encontrei IdoMind, o teu Jardim tem uma luz única e que contagia todos quanto por ele passam!
Entre uma aditoria, supositórios e xaropes para a minha fada que está doentinha (e algumas birras lol) e uma noite mal dormida, consegui finalmente ter uns minutos para ler esta tua entrevista simplesmente deliciosa! Deliciosa pela forma como te revelas, por tudo o que dás e por falares de coração aberto directamente aos nossos corações! Obrigada António!! Por este momento único!!
Beijos de luz

adriana disse...
18 de setembro de 2009 às 11:22  

Bom dia a todos!
A festa foi maravilhosa.

IdoMind,
Guarde esta Energia no Coração.
Ela é eterna.

António,
Você sabe o que faz com o Coração.

E agora vamos aos tambores!
:)
bjs

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 13:11  

Bom dia a todos.

Estou encantado com a festa que aqui houve e com as muitas vistas recebidas.

É o Anel do Coração a funcionar.

Houve conversas muito divertidas, que estão a fazer a delícia desta minha hora de almoço.

Hoje é dia de tambores e maracas.

Salvé, salvé, salvé a todos.

Beijos

Shin Tau disse...
18 de setembro de 2009 às 14:01  

Ah pois é, a IdoMind é uma tagarela rkrkrkrk a conversa foi de acto muito animada!

Um reinício em cheio!

:**

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 14:13  

Shin

Ainda bem que dizes isso, pois conhece-la bem. Beijinhos.

adriana disse...
18 de setembro de 2009 às 14:20  

Em homenagem à Festa, aos tambores e ao Amor!
Um aperitivo do Rio de Janeiro.

http://www.youtube.com/watch?v=eoaTl7IcFs8

Para dançar e celebrar!
:)

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 14:50  

Dancemos neste som xamânico e universal.

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 14:51  

Adriana

Gostei do vídeo.

Cris França disse...
18 de setembro de 2009 às 15:30  

Ola meu amigo, vou conhecer este Blog tão interessante que nos apresenta.
Quanto à escarola, no Brasil também é conhecida como Chicória Lisa, mas você pode usar Espinafre que o efeito é parecido. bjs

guntty disse...
18 de setembro de 2009 às 15:36  

Oh já não cheguei a tempo da festa.

Mas já percebi que foi em grande! =)

Li a entrevista com atenção e gostei muito, uma energia intensa e bonita.

Parabéns aos intervenientes, Antonio e IdoMind!


P.S. - Alguem sabe até que horas é o evento dos tambores?

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 16:05  

Guntty

1 hora em cada país - das 19 às 20 em Portugal, praia de Carcavelos, tambores e maracas.

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 16:07  

Cris

Se escarola é Chicória Lisa, então conheço o que é. Goste muito de espinafres.

Beijo

Maria de Fátima disse...
18 de setembro de 2009 às 16:08  

Olá a todos, vou estar em pensamento na cerimónia dos tambores, visto não poder estar presente fisicamente, lol.

Gonçalo o evento é das 19h até às 20h.

Beijocas e bom fim de semana para todos.

guntty disse...
18 de setembro de 2009 às 16:16  

Que pena tão perto e não poderei estar presente a essa hora... estarei em pensamento. =)

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:31  

Olá a todos

Andei a ver se me escapava para vir aqui um bocado.

Foi mesmo uma festa bonita e inesperada. Não contava com tantos convidados.

Beijos a todos

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:35  

Fátima

vens sempre a tempo desta festa cigana.

Um beijo e um brinde a ti também que com esse jeitinho tão teu tens embelezado o meu jardim

beijoooo

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:37  

Siala

obrigada pela tua presença e as melhoras da tua fada. Isto quer dizer que não vai haver tambores para ti?

Tenho aprendido que não adianta criar nem máscaras, nem defesas. Ambas um dia caem. Então que os outros gostem ou não de mim exactamente como sou.

Eu sou esta entrevista.
Ainda bem que gostaste.

Um abraço

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:40  

Doce Adriana

aqui estás tu mais vez.
Se me saisse o eurmilhões além da casa para os míudos, comprava um jactinho para visitar as pessoas maravilhosos que o António me apresentou e que vivem aí, no Brasil.

Se um dia ouvires um knock, knock à tua porta sou eu com os braços bem abertos.

As manas catitas já têm os tambores no carro...

beijo muito grande

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:44  

António,

então bom dia. Ontem foi um dia que não esquecerei...
Andei meio perdida sem a Shin, mas os amigos que aqui apareceram fizeram tudo tão fácil.

Adorei, adorei

Hoje tenho o coração cheio de amor. Aquilo é que vai ser tocar tambor...pelo sim pelo não também trouxe uma viola marroquina ( não sei coo se chama)

Beijos e OBRIGADA

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:45  

António e Shin

tagarela?? Moi???
Atenção às difamações!
Só quando gosto dos interlocutores...

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:47  

Cris
olá

O António faz tudo parecer interessante!

Bem vinda e obrigada por ter aparecido

beijinhos

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:49  

Guntty

Veio muito a tempo, a festa continua. Para mim por muito, muito tempo o meu coração vai festejar o carinho que aqui recebi, fazer parte de deste Anel sagrado.

Beijos e logo às 19h na praia vamos continuar a celebrar

tereza ferraz disse...
18 de setembro de 2009 às 16:51  

Ola IdoMind,
Olá António, estava a ler.
Parabens, novamente.
Belíssima partilhada.
E vamos aos tambores!
tum tum coração

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:51  

Guntty

nem que seja no caminho passa pela praia só para nos veres a fazer figuras!!

beijos

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:52  

Querida Fátima
também estarás no meu pensamento.

António

Então e o encontro.
Olha lá a sugestão da Shin...~

beijinhos

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 16:54  

Tereza

vamos ao tambores!! Eu estou com tudo para bater até duas horas seguidas, depois do dia de ontem e da alegria que o António e todos vocês me deram.

um abraço

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 17:00  

Adriana

logo também vai ser assim, mas sem cantoria. A não ser que o António se sinta inspirado....

boa onda este video

beijo

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 17:10  

António

já agora, porque fizeste a última pergunta, àcerca da autorizaçao da entrevista na Cova?

Ficaste com medo que eu te pedisse uma indemnização? lol lol

Beijossss

Siala ap Maeve disse...
18 de setembro de 2009 às 17:30  

IdoMind só regressei agora ao computador :( Vou passar por lá sim :) vou eu, a fada e a Zen (uma Rott). Não tenho o vosso contacto, mas se forem a Eridanis, no apelo do cão que encontrei e que tenho para adopção está o meu numero de telemovel.
Só posso estar uns minutos por causa da constipação da fada, mas pelo menso passamos por lá sim :D Por isso se me virem digo já que a cedela não morde lol
Bjos de luz
e tu Antonio? Não vens?

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 18:19  

IdoMind

«já agora, porque fizeste a última pergunta, àcerca da autorizaçao da entrevista na Cova?»

Pensei no assunto e nesta nova série, as entrevistas terminarão sempre com o pedido de autorização de publicação.

É uma forma de nos protegermos dos plágios. É uma salvaguarda do futuro no que diz respeito a direitos de autor.

As respostas são sempre propriedade dos entrevistados. Portanto, ninguém pode ursá-los e só podem ser usados se houver o nome e link respectivo.

Beijos.

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 18:20  

Siala,

Não irei por questões de saúde, pois devido ao meu excesso de peso e respectivas consequências, não posso ficar tanto tempo em pé. Só por isso. Por fazer parte dos grupos de risco. Mas estarei de coração. Beijos.

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 18:25  

Agora ao grupo de meninas que incentivaram mais acima que eu organizasse um encontro sob o tema Vénus - Marte:

Gostei muito da ideia.

Vai permitir falar em muitos temas associados: amor, acção, relacionamentos, beleza, amor-próprio, coisas bonitas, bom gosto, beleza, energia, fogo e muito, mas muito sexxxxxxxxxxxxxooooooooooooooooooooooooo.

Vai ser muito giro e vamo-nos rir muito, certamente.

Beijos a todos.

Muito obrigado a todos os que vieram o que nos permitiu beneficiar do nosso dharma colectivo.

Fiquei muito feliz.

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 18:26  

Mais logo, à meia-noite, teremos o próximo post: um excerto de uma entrevista do André Louro de Almeida à revista portuguesa 'Flor de Lótus'.

Fiquemos bem.

HAZEL disse...
18 de setembro de 2009 às 18:39  

Maravilhosa entrevista.

"O Jardim" estava já destinado.

Gostei muito das perguntas, mais profundas e personalizadas, e adorei as respostas da Idomind. Tão simples e verdadeiras.
Tanta sensibilidade e tanto Amor.

Que bela escolha para reiniciar o ciclo de entrevistas. Brilhante mesmo.

Deixo-vos um abraço.

António Rosa disse...
18 de setembro de 2009 às 20:09  

Hazel

Gosto de a ver por aqui, pois quer dizer que está a aceitar o que é inevitável.

Lembra-se das votações? Nesta série, as escolhas foram dos leitores.

:)))

HAZEL disse...
18 de setembro de 2009 às 20:24  

Boa noite, António

Aos poucos, estou a tentar retomar as minhas rotinas.
Se estou a aceitar... não sei. Mas também não tenho outra alternativa.
Fico sempre com a sensação de que isto não era suposto ter acontecido.
Ela tinha apenas 62 anos, era muito nova.
Sinto-me triste, mas, pelo menos, já estou mais serena.

Esta entrevista foi realmenre bonita. Quando li as respostas da Idomind, até parecia que estava a ouvir a sua voz (que nunca ouvi!), e fiquei com a impressão de que já a conhecia desde sempre. É engraçado.

Um abraço

Shin Tau disse...
18 de setembro de 2009 às 22:59  

Yupiiiii

Vamos ao encontro sim!!!! MArte-Vénus ui ui ui que belas conversas vão sair daí!!!!

Os tambores foram o máximo! Não choveu, a Siala passou e sem combinar (só agora vi o comentário) encontrámo-nos e vi as três logo, senti as energias lindas delas a milhas!!!! Estavamos poucos, mas intensos!!!

No fim, uma dor de mão mas o coração repleto por saber que algo saiu dalí.

Pena não termos estado todos, numa próxima quem sabe. António, ninguém ficou em pé, grupo de risco ou não era 1 hora a tocar!!!!

A IdoMind estava mais radiosa hoje do que habitual, fizeram um belo trabalho por aqui :)))

Beijocas a todos

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 23:27  

Cheguei agora mesmo (moro um bocadinho mais longe que a Shin)

Doi-me a mão mas não podia deixar de aqui vir dizer como foi bonito mostrar à Grande Mãe que pensamos nela.

Até eu gostei...

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 23:30  

Siala...

Quando chegaste até o sol se mostrou.Adorei que tivesses aparecido.Adorei.
A tua fada...que alegria há naquela alma.Fiquei com pena de não termos falado.
Beijo e as melhoras dela

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 23:34  

António

Estás encurralado, tantas mulheres a quererem encontro contigo!Agora sim podes dizer que estás num grupo de risco!

Gostei daquela do sexoooooooo. O que é isso? Lembro-me vagamente que gostava....

Agora toco tambores com estranhos numa praia ao inicio da noite...

É a vida.

lol Gostei tanto! A Shin bem disse, com a pedalada que ia,m mais uma hora e já sabia tocar tambor.

Beijos e uma santa noite

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 23:45  

Hazel

Gostava de saber palavras mágicas, que fizessem a tua dor desaparecer.

Posso apenas dar-te um abraço com todo o meu amor e pedir-te que depois do luto voltes a deixar a tua cor por todo o lado.

Obrigado por ainda assim ter vindo e estares comigo num momento que foi muito importante para mim.

O jardim realmente estava destinado. A fazer-me entender que a vida só é vida quando é partilhada. E celebrada.

Sim, talvez a gente se conheça...Não podem ser lembranças da maternidade porque eu nasci em casa...

Temos de investigar isso.

um beijo ( e obrigada)

IdoMind disse...
18 de setembro de 2009 às 23:55  

Shin,

A IdoMind hoje sob estava sob o efeito de uma droga poderosa - gratidão.

Por ti, pela minha vida, por todas as pequenas coisas que estão lá todos os dias, por esta caminhada abençoada que me levou a sentar o rabo numa praia e tocar tambor durante 1 hora.

Gratidão por perceber que também há internet no céu e que Deus é um bloguista espalhado em muitos blogues.

É incrivel.

Nunca será de mais louvar o trabalho do António que tão bem sabe usar os meios ao dispor para nos detectar e re-unir.
Obrigado António

DAS disse...
20 de setembro de 2009 às 06:38  

Maravilha de texto!
Muitíssimo interessante!!
Parabéns!!

Abraços!
das

17 de setembro de 2009

Entrevista a IdoMind, de «O Jardim»


IdoMind, autora do blogue «O Jardim»
Uma das entrevistas mais impactantes que tive oportunidade de ler.
Iniciemos a leitura, por favor.

Olá IdoMind, podes descrever o teu próprio blogue? Quando é que começaste o blogue e por quê? Conta-nos a génese deste teu projecto. Estamos muito interessados em te conhecer melhor. Usas o blogue para dares a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolves ou é apenas uma forma de te expressares?

Olá António. Antes de mergulharmos no interior da IdoMind (boa sorte a todos), quero dizer-te obrigado. Por tudo. Por todo o trabalho maravilhoso que tens feito a divulgar projectos, blogues, pessoas. Coisa bonitas escondidas aqui e ali que se não fosses tu, ter-me iam passado ao lado. E eu ficaria a perder.
Tens sido o motor e o combustível desta teia de trocas humanas divinizadas. Obrigado, querido António.

Vamos então ao Jardim. Foi criação da Shin Tau. Chegou entusiasmada um fim-de-semana a casa dos nossos pais (eu às vezes também me custa a acreditar, mas sim, é minha irmã) e queria muuuuiiito que eu visse uma coisa. Nem o pequeno-almoço me deixou tomar. A Shin, quando quer, quer mesmo. Eu sei disso e então lá fui ver o que tinha ela andado a inventar.
Era «O Jardim». Ainda despido mas já tão cheio de vida. Havia um pulsar que me atraiu logo. Não pensei mais no pequeno-almoço. Sentei-me ao lado dela e começámos a ver cores, estilos de letras, esquemas, etc… etc… etc… Era tão lindo «O Jardim».

A Shin disse-me então que tinha acordado cedo (inédito!) com vontade de criar este blogue e que não parou. As ideias fluíam e ela simplesmente foi com a corrente.
Convidou-me para participar. Fiquei a olhar para ela. Não sabia o que dizer. Eu e um blogue?

O signo Touro que há em mim fez um rol de perguntas: É para escrever sobre quê? Com que frequência? É à vez, uma eu e outra tu? Como é que isto dos blogues funciona? Bom, só faltou perguntar a origem da vida. A minha mana que me conhece bem, só riu e disse “Calma, é para dar prazer. É para ser como quisermos. Depois de pensar (claro), aceitei. Não sei porquê. Disse apenas que sim a uma ideia.

Pressenti que havia algo que me escapava. A minha irmã criar um projecto com tanta vontade e depois deixar assim “escrevemos quando nos apetecer, sobre o que nos apetecer, quando nos apetecer…” hummm ali havia coisa. E eu queria ficar para ver o que era.
Disse-me que tinha também pensado em convidar o Le Moon. Achei muito boa ideia. E o nosso amigo veio também jardinar. Isto foi em Novembro de 2008.

Em Dezembro «O Jardim» continuava despido. Pensei “Anda lá IdoMind Maria, vai lá ver como é, experimenta!” Decidi, finalmente, fazer o meu perfil e perguntei à Shin “Como é, ninguém escreve nada?” Estava a fazer-me espécie um Jardim por plantar. A resposta da minha cassula veio via email que aqui transcrevo para perceberem que não é mania da perseguição, a bruxinha tinha mesmo planos!

«Já vi o perfil está super hiper mega fixe!!!
Eu já escrevi um texto, mas só o publicarei depois de ti. Se quiseres ler vais ao editar mensagens e lês! Beijos e creio que vai ser bonito este Jardim!»

E não é que esperou mesmo! Foi assim, que na véspera de Natal, lancei a primeira semente no Jardim – um post à árvore de Natal, claro está.

Este, que hoje é o meu canto, não foi ideia minha. Aliás, jamais me passaria pela cabeça criar um blogue.

Tinha mais perfil de seguidora. Melhor dizendo, antigamente, há muito tempo atrás, antes do Jardim e eu me dar às pessoas, preferia ser seguidora...
E com isto respondo à tua questão.

Nunca, em tempo algum, eu publicaria o meu dia-a-dia num blogue. Nem mesmo escondida atrás de um nick name, eu teria essa coragem.
Confesso aqui, e em primeira mão (desculpa mana), que os primeiros posts escrevi-os por amor à minha irmã. Eu vi o brilho nos olhitos dela. Ela acreditava que «O Jardim» era especial. Que tinha um propósito. E eu gosto quando a minha irmã sonha.

Então fui plantando o nosso Jardim.
Hoje, não tenho qualquer dúvida, que foi graças a esta ideia tornada real pela minha irmã (e Shin de toda a gente) que eu perdi o medo de falar sobre sentimentos. Sobre a alma. Sobre a verdade em mim. O Jardim foi e é o meu terapeuta pessoal.

Sei que no início tinhas a Shin Tau e o Le Moon como teus companheiros de projecto e que agora já te atreves a navegar sozinha. Fala-nos desta experiência tão interessante. Sei que o vosso relacionamento é óptimo, portanto, é uma vivência amadurecida.

Já falei um pouco atrás sobre o início da jardinagem e do convite da Shin para que eu e o Le Moon participássemos neste blogue, que era ainda um embrião. Sim, temos um excelente relacionamento. A distância ajuda... lol…

Acho que essencialmente somos os três mais almas que corpos, e tudo fica mais fácil quando a linguagem não é a deste mundo mas aquela que nos nossos momentos de silêncio maior se faz ouvir. Nós falamos muito esse idioma e foi por isso, com toda a naturalidade e com todo o amor, eu sei que sim, que os jardineiros me deixaram «O Jardim» para que eu, sozinha, cuidasse dele. Eu fui escrevendo, escrevendo, escrevendo.

O Jardim estava cada vez mais semeado por posts meus. A Shin e o Le Moon lá vinham de quando em quando lançar uma semente. Nos comentários, os regadores foram tratando «O Jardim» como se fosse só meu. Chegaram a dar selos “à IdoMind do Jardim”.


A Shin do meu coração lá me ia dizendo que «O Jardim» devia ficar para mim. Eu insistia que este projecto era dos três, tal como ela tinha imaginado. Mas o facto é que «O Jardim» era inegavelmente o espelho da IdoMind. Ambos, sem qualquer constrangimento, acharam que «O Jardim» era Eu e que devia ficar a ser tratado por mim apenas. E assim foi.

Fala-nos um pouco sobre a autora do blogue, o que a faz mover, os seus interesses, o que a deixa feliz? Está à vontade para comentares aquilo que te parecer mais adequado, sem desvelares totalmente a pessoa linda que és.

Conforme referi, eu não fui a criadora deste blogue. Sou hoje a autora de todos os posts. O que me faz mover? As pernas… lol Sou muito bem disposta. Procuro ver o Bem em tudo e em todos. Muito idealista. Daria, a sorrir, a minha vida por uma causa. Sou movida pela profunda empatia com os outros pedaços de mim. De uma maneira ou de outra, todos achamos que temos razão, todos queremos pertencer, encontrar o nosso lugar no mundo. Todos queremos que gostem de nós. Todos. Divergimos apenas na busca. É esta compreensão que tenho sempre presente.


Movem-me as preocupações ambientais. Mas mesmo a sério. Na minha oração à noite peço sempre ao Pai, maior consciência e respeito pela Terra. Que nós acordemos e passemos a tratar bem a nossa casa. Que deixamos de pensar que precisamos de tanta coisa que na realidade não precisamos para nada. Fico doida com uma praia suja.


Movem-me as crianças. O que já chorei. Tanto mal que lhes infligimos. No nosso egoísmo e nas nossas próprias dores esquecemo-nos das únicas e verdadeiras “vitimas” – estes seres pequenos que não percebem porque as coisas lhes acontecem e que reconduzem tudo para algo que fizeram ou disseram.

Uma menina de 9 anos diante do Juiz e depois deste lhe perguntar porque estava tão nervosa (estava a decidir-se o poder paternal), porque não levantava a cabeça e como se sentia, respondeu na sua inocência: “Eu não sei o que é, mas dói tanto…” Vim todo o caminho a chorar.

Tantas que nem sequer têm um sítio para voltar à noite. Que passam fome. E isto assombra-me. Gostava que me saísse o euro milhões para criar um lugar onde todos os miúdos pudessem voltar à noite. E comer.

Vamos aligeirar… Move-me o AMOR. A fantasia. Imaginar os melhores cenários possíveis para as situações. Para as pessoas. Passo a vida com a cabeça nas nuvens. Com aquele olhar meio distante que a população do Miguel Bombarda também tem…

Move-me a ideia do Príncipe Encantado. Acredito tanto que quase roça a idiotioce. Adoro cinema. É mesmo vicio. Música. Não passo sem música. Trabalho, estudo, dou beijos, arranjo os pés e tudo mais que conseguires pensar, ao som da música. Sem música os oceanos não seriam tão azuis, nem os dias tão abençoados.

Desporto. Faço todos os dias. Faz-me sentir leve e de bem com a vida. Cozinhar é uma paixão. Gosto de rir. Muito. Procuro rodear-me de pessoas alegres. Optimistas. Que aceitem uma boa piada sem choque ou falsos pudores. Gosto de honestidade. De pessoas limpas. Que dizem o que pensam e sentem. Sem medo.


Fico feliz:

- Sempre que estou com a minha irmã.
- Quando faço um bom trabalho.
- Se posso ajudar alguém e o faço.
- No fim de um dia em que tudo correu bem.
- Com coincidências.
- Perante a felicidade de outros.
- No banho.
- Com um bom final.
- Ao perceber como sou amada.
- Com os comentários aos posts (é verdade, fico imensamente feliz a olhar para o monitor a sorrir sozinha).
- Fico feliz por ser quem sou, exactamente como sou.
- E fiquei muito feliz com esta entrevista.

O que dás mais importância no teu blogue? Podes dizer-nos porque valorizas essa questão?

À qualidade dos textos. Sobretudo em termos de conteúdo. Importa-me falar de coisas importantes. Pelo menos que eu considero importantes. E ser clara. Sem deixar de ser à forma da IdoMind. Importa-me questionar e fazer questionar. O tempo das certezas morreu juntamente com a queda dos valores. Este é o tempo de nos reinventarmos. Quem quero ser? Quem queremos nós ser? Esta é a terra em que o meu Jardim está plantado.

Com qual frequência escreves? Ao ler o teu blogue, senti que deixas fluir os posts, e vais publicando conforme vais vivenciando o teu dia-a-dia. Podes falar um pouco sobre isto?

Sim, tens razão. Vou escrevendo. Isto de ter de trabalhar às vezes atrapalha e nem sempre consigo escrever com a frequência com que gostaria. Escrevo ao sabor da inspiração. Às vezes sento-me e apenas escrevo. Não há uma regra. Escrevo no metro. Escrevo na cama se de repente me lembro de alguma coisa. Não sei como te responder porque escrever simplesmente acontece.

Em teu entender, o que vale mais na criação de um blogue - o conhecimento ou o gosto pelo assunto? Podes comentar?

Francamente não considero que um valha mais que o outro. Isso implica que um aspecto é melhor que outro, mais importante ou valoroso. E não acho que seja assim. Até porque o gosto e o conhecimento sobre um assunto não andam dissociados. Senão, porque escrever sobre ele? A menos que sejas obrigado irás sempre escrever sobre algo que te dê gosto. Em princípio também terás conhecimento, senão vais escrever o quê?

Não sei se o que pretendes que eu comente é o facto de haver alguns blogues sobre determinadas matérias em que é notória a falta de conhecimento ou pelo menos de cuidado na informação publicada. Claro que o conhecimento em relação a determinados assuntos é essencial porque as pessoas vão ler, acreditar e formar uma opinião baseada também no que ali leram.

É preciso ser responsável em tudo na vida, e com o que se diz e escreve não é excepção.
Vê o caso do Grimoire por exemplo. A Shin escreve por gosto e com conhecimento. Mas o conhecimento sobre aqueles temas é condição imprescindível. Ambos são por isso importantes e de igual valor.

Depois há aqueles blogues em que basta inspiração. Como «O Jardim». Não tenho ali qualquer conhecimento a não ser aquele que o meu coração dita e a mão escreve.

Usas as técnicas tão comuns hoje em dia, para teres mais visitas? E funcionam? A nível do template do teu blogue, ele é bastante intimista e quase que não possuis os acessórios que se usam muito, por exemplo, os marcadores. Não consideras úteis estes acessórios?

Até tenho vergonha de responder a esta questão. A verdade é que sou preguiçosa e não me dou ao trabalho de ir explorar tudo o que há ao dispor para enriquecer os blogues. Depois sou uma grande falta de ar.

No outro dia andava a tentar colocar aquele acessório que permite ver no meu blogue o que os outros bolgues andaram a fazer, as actualizações, porque acho importante e gosto no Cova do Urso por exemplo, de encontrar isso.

Já li muitos posts de outros blogues graças a essa lista que tens no teu.
Bom, tentei uma vez. Erro. Tentei duas vezes. Não é possível realizar operação. Respirei e tentei terceira vez. Não deu. Cag***.

Fui-me embora irritada. Ainda liguei à Shin, a rainha do ciber espaço, mas não atendeu e então até hoje não tenho esse acessório.
É claro que alguns são úteis.

Outros acho que nem por isso e até levam à dispersão. Gosto de descomplicar. Gosto tudo com um ar limpinho e amplo.

O template é fruto de uma looooonga tarde com a Shin. Eu disse-lhe que gostava de mudar mas que não sabia como fazê-lo. Ela encontrou uns, vimos as duas e eu escolhi o actual, que tinha sido também a escolha dela. Mas isto depois de muitas voltas. E de muito nos rirmos das minhas incoerências… É bem ao meu jeito, simples mas eficaz em termos estéticos.

Não faço absolutamente nada para promover o Jardim. Nada. Ainda bem que existes António.


Lês outros blogues? Pode dizer quais os assuntos te interessam? Já agora, podes mencionar os blogues que aprecias e comentar porque são do teu agrado?

Por razões óbvias, o Grimoire. Foi aí que tudo começou. Nos meus extensos comentários aos posts. Comecei a ficar viciada naquilo. Ir ler, comentar, ler os outros comentários.

Inevitavelmente acabei por ir visitando os blogues dos seguidores do Grimoire e que falam sobre as coisas que eu gosto – astrologia, tarot, anjos...

Veio o Café e Bolos. O Viajante, meu querido amigo, era seguidor do Grimoire e até dizia umas coisas acertadas. Comecei a comentar o blogue.

As visitas ao blogue da Isa Grou tornaram-se ritual porque há muitos pontos em comum com a minha forma de estar. Apesar de nunca ter deixado qualquer comentário, visito este blogue com frequência.

Veio a Caillean - uma paz… Aquela Casa da Floresta é um refúgio de tranquilidade. Não conheço a Caillean mas há qualquer coisa nela que me inspira profunda confiança. A informação que encontramos nesta casa encantada é bem estruturada, lúcida mesmo tratando de assuntos que só acredita quem acredita. Nota-se estudo. Nota-se que transmitir bem o conhecimento é uma preocupação.

As Dimensões Internas da doce, doce Adriana. Sejam quais forem as palavras de que me socorra, nenhuma conseguirá descrever o que sinto em relação à Adriana. É a sabedoria. A espera que quem já viu muitos finais. E muitos princípios. O sorriso apaziguador da compreensão. Também não a conheço mas sinto-a uma espécie de “Mestra”. O blogue dela diz tudo – a mensagem deve ser simples e vir da alma para que outras almas a entendam. É lindo… Estes foram os primeiros.

Agora visito:


- A tua casa. A Cova do Urso é o hall de entrada deste prédio comum. Parabéns. Pelos temas. Pela diversidade. Pelos utilitários. Pela divulgação. Pelas partilhas.

- O Astrologicamente porque adoro astrologia e gosto como a Ana Cristina escreve sobre o assunto.

- O Portal Mágico, da querida Fátima. A Fada Moranga [é o endereço do perfil, pois a Fada possui vários blogues]. Ambas directas. Ambas simples. Ambas bonitas.

- O Dalla Blog do Marcelo.

E muitos outros que conheci através do Grimoire e de ti, como o Fuzil Cósmico, as Palavras de Osho, Irradiando Luz… Sigo de perto a Marise, The Brise com os seus Momentos Recortados de tanto amor. Gosto muito dela.


Assuntos que me interessam, além de todos ligados ao ex e esoterismo: Cinema e música, em relação aos quais visito mais webpages e um blogue muito especial O Movie – Where art You é o templo da informação cinematográfica. Com qualidade e fidedigno.

Literatura- visito alguns blogues e um em particular porque é simplesmente fabuloso Flow my Tears. Tenho pena que não escrevam mais… Gastronomia; Fotografia; Filosofia; Psicologia entre outros.

Quais as tuas fontes e onde obtens material para te apoiar na escrita dos teus textos?

Imaginação. O dia-a-dia. O que oiço, vejo. Pessoas com quem estou. Comentários nos blogues que visito. Conversas com amigos. O Jardim é de geração espontânea e sobrevive com quase nada.

Gostaria muito se indicasses (com os respectivos linques) dois posts escritos por ti que sejam muito especiais e, se quiseres, qual a razão para essa tua escolha.

http://onossojardim.blogspot.com/2009/04/horizontes.html - porque foi fruto de um momento iluminado. Tinha o coração a transbordar de agradecimento por estar aqui e agora.


http://onossojardim.blogspot.com/2009/05/esta-bem-eu-vou.html - porque o escrevi com muita consciência que somos Homens a viver na Humanidade. Há que aceitar as imperfeições. São elas que nos fazem continuar a andar.

Desculpa António, posso por mais um? Foi importante, mas se não der paciência...

http://onossojardim.blogspot.com/2009/06/loucos-por-um-dia-e-qual-rir.html - este porque estava muito, muito feliz e queria que o mundo inteiro também experimentasse tamanha felicidade. Escolho-o porque senti que quem leu ficou com um sorriso nos lábios. E isso é tudo que quero. Fazer sorrir.

De acordo com o desenvolvimento do blogue, quais os planos para o futuro deste teu projecto?

Não tenho. Para já, pelo menos. Continuarei a escrever inspirada pelos momentos que a Vida me traz.

Consideras que atingiste os teus objectivos quando criaste o Blogue?

Não tinha qualquer objectivo. Não criei o Jardim. O Jardim é que tinha objectivos para mim… Estou tão diferente. Mais capaz. Antes do Jardim, esta entrevista teria um tom completamente diferente. Que estou eu a dizer. Antes do Jardim nem pensar em dar uma entrevista!! Jamais diria o que disse aqui hoje. Pequenas grandes confissões. Intimidades. Falar aberta e naturalmente sobre mim. Tudo porque fui jardinando. É incrível quando penso nisso.

Numa frase, podes dizer o que pensas sobre:

Blogoesfera – elos
O teu blogue - dávida
Amizade na blogoesfera – possível (adorava beber com um copo com a Fada!!)
Plagio - crime
Redes Sociais -
O teu país – o máaaior!

Os comentários dos teus leitores são importantes para ti? Interages com eles? Retribuis os comentários?

Estás a brincar?! São importantíssimos. Foram os comentários que me trouxeram mais e mais confiança em mim. Que me fizeram ter vontade de partilhar. De sair da minha bolha e dizer a todos que não é fácil para ninguém mas que vale a pena. Os comentários tornam tudo mais humano, mais sincero, mais real. Não somos só os nomes que escolhemos para os nossos blogues. Somos pessoas. Concretas. Cada um de nós com a personalidade, com gostos e desgostos. Com um caminho percorrido e outro tanto por percorrer. Os comentários somos nós a dizer “ afinal não estou sozinho” e é tão bom saber isso.

Obrigado a todos os meus regadores do fundo do meu coração.
Respondo a todos os comentários. Se as pessoas arranjaram tempo e vontade para mim, eu também posso, devo e quero fazer o mesmo.

Autorizas a publicação dessas declarações no meu blogue «Cova do Urso»?

Claro que sim. É só uma questão de falarmos de números…. Brincadeirinha. Autorizo e agradeço este tempo de antena

Visite o blogue «O Jardim»

170 comentários:

António Rosa disse...

Bom dia a todos os amigos e visitantes. Retomamos a nossa habitual secção de entrevistas, após o interregno do período de férias, recebendo hoje a IdoMInd.

Abraços e beijos.

IdoMind disse...

Querido António,

GRANDE entrevista!! Não me tinha apercebido que tinha tanto para dizer...

beijos e bom dia

António Rosa disse...

IdoMind

Grande em tamanho e grande em conteúdo. Nem imaginas o quanto amei esta tua entrevista. Besitos.

IdoMind disse...

lembras-te daquele acessório que não consegui instalar? das actualizações? Parece que o teu tanbém não anda bem. Não aparece lá o jardim...

Eu Sou Você disse...

Boa tarde!

Lágrimas aqui... e sorrisos também.
Linda entrevista!
De quem sabe a que veio...

Querida IdoMind Maria,

Você e sua irmã são seres especiais mesmo.
E nesse momento indescritível que partilhamos, sou eternamente grata pelo Reencontro da Família Cósmica, em uma mesma tela.
Pouco importa a distância tridimensional.

Querido António,

Este Anel do Coração é aquele Abraço Amoroso que acelera a fusão das Dimensões.

Celebremos!

-_-

António Rosa disse...

Adriana

Celebremos.

Bom dia e grato. Hoje todos estaremos a (re)conhecer a IdoMind.

IdoMind disse...

Minha Adriana...

nem sei o que te dizer. Deixas-me sempre assim, meio sem palavras.
também eu fiquei com as lágrimas nos olhos com o teu comentário, porque sei que a minha alma reconheu a verdade do mesmo e reconheceu-TE.

Um abraço cheio de amor

IdoMind disse...

António

não sei se sabes ao que vieste mas o que andas a fazer é trabalho de Deus. sem nos conhecermos criamos laços fortes porque tu mostras o melhor em cada um de nós

bem hajas

p.s. se não me conehcesse até eu ficava a gostar de mim se lesse esta entrevista!

IdoMind disse...

António
Era eu que devia ter feito isso não era? Dizer aos regadores que ia ser entrevistada? Vês? Sou uma bazaroca...

António Rosa disse...

Ido Mind

Começando mais acima. O tal acessório das actualizações. Deves estar a referir-te às listas de blogues que aqui chamo de «Comunidade». Pela minha experiência demora entre 60 a 120 minutos a ficarem actualizados nos linques dos outros blogues. Não é tão instantâneo assim. Lembremo-nos que são milhões de blogues em todo o mundo a serem actualizados pelos feeds.

Acabei de vir do teu blogue. :)) Gostei muito.

Quanto a ser trabalho de Deus, é verdade. Mas feito por nós. Todos os seres humanos (mesmo os malignos) estão a fazer o trabalho de Deus. Porque ele aprende connosco. É assim que a Luz se espalha. Por inclusão, nunca por exclusão. assim, aos poucos a Luz domina as Sombras. Sempre por inclusão.

beijo

António Rosa disse...

IdoMind

Apenas como sugestão, talvez possa ser interessante acrescentares no final do lindo post que fizeste, que hoje «também» estás aqui. :)))))

adriana disse...

"Se não me conhecesse até eu ficava a gostar de mim se lesse o Dimensões".
E, em homenagem à Shin Tau:
rkrkrkrkrkr

Anónimo disse...

Desde que ouvi a Idomind pela primeira vez,o que foi aqui, nos comentários a este blog, fui ao jardim dela e pu-lo nos meus favoritos.
É muito linda.

Beijinho, ó Jardineira.
Beijinho, ó Maestro!

IdoMind disse...

António,
esclarecida, até me esqueço que o mundo é tão grande.

Estás inspirado! Inclusão. Que lindo.
Onde estiveres quero estar incluída porque sei que haverá amor.
beijos

IdoMind disse...

Adriana

a shin tem mesmo de ser homenageada, sem ela não havia jardim e eu não estava aqui a rir sozinha para o computador..
rkrkrk

beiiiijo

IdoMind disse...

beijinhos Anónimo (que nome!!)
E obrigado. Vê do que falo na entrevista, jamais pensaria que alguém me adicionasse aos favoritos porque o jardim é baldio para onde vou deambular.
Fiquei tão feliz em saber disto

António,

obrigado,obrigado, obrigado

António Rosa disse...

Anónima

Tem andado desaparecida. Foi um descanso?

É sempre útil.

Muito obrigado.

IdoMind disse...

Anónima,

de vez em quando recolho-me na bolha. Mas não foi o caso. Estive de férias.Depois das férias deu-me uma crise existencial. Depois da crise apeteceu-me andar a festejar e só agora retomei a escrita : ))

beijinhos

IdoMind disse...

António
estavas a falar com a anónima e eu a pensar que era a anónima a falar comigo...O ego hoje está lá para cima!!! lol

Shin Tau disse...

Amigos :)

que alegria voltar a estar aqui juntinha no Anel do Coração, e desta vez com a minha sis!!!

IdoMind,

parabéns, de facto és tu em cada palavra, cada riso e cada lágrima. Está linda mana, com demasiadas referências à minha pessoa!!!! Acho que as pessoas têm de dar desconto aos teus elogios à minha pessoa rkrrkrkrkrk és uma exagerada quando amas!!! Mas é verdade que nunca te admiti, mas sempre soube que o Jardim era para ser teu...sempre foi criado para ti, mas não podia dizê-lo senão fugias!!!! rkrrkrkrkrk não vale bater, ok?

António,

parabéns, elavaste o Anel para um nível ainda mais belo, a intimidade é cada vez maior! Só tu!!!

Beijos grandes

IdoMind disse...

Mana,

ah, ah!! Eu sabia. Tinhas planos. Já que não falava querias por-me a escrever!
Ainda bem que o fizeste. Sem ti ...nem sei. Continuava a apertar o último botão da camisa.

Nada do que disse foi exagerado.Foi como se passou. E sim, não preciso de aqui dizer que tu és maravilhosa, já é de conhecimento público...
beijos e volta depressa

Meri Pellens disse...

Foi muito bom conhecer um pouco mais da IdoMid! Que linda flor! Só podia mesmo ter um jardim...
Bênçãos!

IdoMind disse...

Meri,

a beleza está nos olhos de quem olha.
A ti sinto-te pelo cheiro a amor que fica sempre que passas. Tão suave...tão gentil.
Tenho conhecido aqui pessoas extraordinária. Tu és uma.
Um beijo apertadinho

adriana disse...

Que tal um suco e uns pastéizinhos?
Hummm... lanchinho para comemorar!
:))

Shin Tau disse...

Boa adriana

já comia um pastel de natas :)

Vou passar aqui a minha hora de almoço a fazer companhia à mana.

Onde anda o António?

E tu IdoMind, muito feliz? Gostei do toque "a rir para o ecrã"!

IdoMind disse...

Eu não seio diante deste monitor! Já pedi para me fazerem uma tosta.
Querem que peça alguma coisa?

IdoMind disse...

Eu não saio (seio...) ainda me confundem com uma estrela porno..

Shin Tau disse...

hehehehhe IdoMind seio é giro, estrela porno rkrkrkrkrk

Meri,

que linda estás com esse novo avatar!!!

IdoMind disse...

mana
se estou feliz? Nem acredito que estou aqui.
Passei pelo grimoire e vi o que lá deixaste. És o meu coração.

Sim, onde anda o António? Foi almoçar e não convidou ninguém...

IdoMind disse...

A Meri é uma coisa linda.Tanta bondade. E o avatar está bem cool.

IdoMind disse...

Shin

Já viste bem as pessoas que temos conhecido aqui? Nunca pensei vir a gostar de alguém só por aquilo que escrevem. Sem voz, nem rosto...O essencial é mesmo invisivel aos olhos

Shin Tau disse...

Estoua gostar disto, tudo muito controldao ainda para te dar tempo para te habituares.

Quando chegarem os outros amigos que faltam vais ver que nem tens mãos a medir para lhes responderes.

O texto do Grimoire foi uma inspiração de última hora :)

Shin Tau disse...

É verdade, uma das coisas que me fez apaixonar foi a veracidade que encontramos nestas pessoas. Nem a voz física lhes conhecemos, mas conhecemos a verdadeira voz interior. Pois acredito que muitos de nós usam este veículo para poderem ser mais verdadeiros!

é lindo e mágico. O Medeiros diz que este mundo pertence ao dos Anjos, começo a compreendê-lo melhor!

Maria de Fátima disse...

Olá Sra.Dra.IdoMind, fiquei emocionada ao ler a tua entrevista.Está muito linda.Quando comecei a ler o blogue Jardim gostei logo da tua pessoa, agora deu para te conhecer mais um pouco.Identifico-me muito contigo em certas maneiras de pensar.Fiquei lisonjeada com o que disseste de mim.Obrigada.

@Shinita abençoada sejas por teres criado o Jardim para a nossa querida IdoMind.

@António mais uma vez estás de parabéns com a escolha da entrevistada, ela vale não 5 mas 1000 estrelas, lol.

Agora vou trabalhar, mas prometo voltar mais tarde para ver o desenrolar da festa.

Beijocas a todos e Viva o Anel do Coração.

IdoMind disse...

É verdade, só me preocupa se não conseguirmos ser assim, sem ser aqui.

Trazer para fora dos blogues esta corrente de amor.

Eu tenho dias...

IdoMind disse...

FÁTIMA!!!!!

Meu doce. Faltavas cá tu com a tua candura para me derreter o coração.
Obrigado. O que disse é o que é.
E não sou só eu a dizer.
És apenas...bonita.
beijos e bom trabalho

adriana disse...

Manas Catita,

É um puxa-empurra de Energia.
De Lá para cá e vice-versa...
Vamos deixando partes de nós em todas as esferas...

"Eu tenho dias..."
Não se preocupem.
São apenas rastros.
Acolhendo, iluminando e liberando...
E já Saltamos.
:)

Os pastéis portugueses são da hora!
E António deve estar lanchando
:)))

Shin Tau disse...

É isso Adriana!!! São rastos!!!

Sugestão: limoada para cortar o doce!!!

E agora tenho de ir embora :( mas só física, pois em alma estou cá!

Até mais logo e continuação de boas tertúlias!

:***

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá!!!!!!!!!!!!!!!

IdoMind, ler a tua entrevista associada à tua cara que tive a feliz oportunidade de conhecer naquela tarde mágica, é um momento delicioso!

És aquilo que transpareces ser nesta entrevista, alegre, sensível e bem disposta! Tenho em memória a tua expressão quando disseste a tua profissão e te viraste a olhar a minha cara, e disseste: "então"??????
UIiiiiiiiiiiiiiiiiiiii :-))))))
"Ganda" gargalhada!!!!!

Feliz por estares aqui e que o teu jardim floresça sempre porque secar será impossível com tantos e bons regadores! :-)

Um beijo muito grande!
António, mais uma obra de arte!

Bem-haja aos dois

Silvia Freedom disse...

Olá IdoMind,

Pelo que li tanto da entrevista como no blogue dá prá sentir que és uma pessoa especial.....deve ser porque és uma Taurina alegrinha e sensível! SomosoUm

Namastê

Silvia Freedom disse...

Antônio carissimo,

Mais uma vez, somando energias e tecendo a grande teia cósmica.
Namastê

PS- Naum consegui deixar de falar do signo não é?RS Taurinosssssss são assim tbém, unidos! Rs Rs

tereza ferraz disse...

IdoMind!
Lendo e Lendo...
Que vivência expressa tão amorosa.
Grata pela partilha.
Belíssimo trabalho.
E fico feliz com o retorno do anel do coração: as interligações se fortalecem!
Celebremos.

António Rosa disse...

IdoMind

Desculpa, tive que me ausentar um bocadinho para comer qulquer coisa e tratar de uns assuntos.

António Rosa disse...

Shin Tau

Cá estamos de volta ao Anel do Coração, depois de um tempo de Verão.

Obrigado. Creio que te referes às perguntas e a algum estilo mais próximo. Tem que ser assim. Sempre em frente e para cima.

Beijo

António Rosa disse...

Meri

Seja bem-vinda a esta conversa informal.

IdoMind disse...

Adriana,

acho que resumiste bem, se formos deixando uma luzinha aqui, uma luzinha ali, um sorriso além, um abraço, um "gosto tanto de ti" vai ficando menos espaço para a falta de amor.

Eu GOSTO MUUUUITO de ti Adriana

António Rosa disse...

Maria de Fátima

Talvez não te lembres, mas esta série de entrevistas foram a votação e a lista foi escolha dos leitores. Obviamente, fiquei muito contente que a primeira fosse a IdoMind. Mas as próximas pessoas, se aceitarem ser entrevistadas, forma porque os leitores propuseram e votaram.

Obrigado por aqui estares.

António Rosa disse...

A todos

O lanche chegou agora:café, chá, sumos naturais,água, bolos variados, tostas, enfim, o que consegui trazer.

IdoMind disse...

Ana Paula,

Grande tarde! Linda. lembras-te das confidência. Ser possível chorarmos ali ao pé de outras pessoas. Nunca esquecerei. Nem as lágrimas, nem as gargalhadas.

Obrigada...Fico um bocado envergonhada com estes elogios. Estou mais habituada a defender-me que a receber...o que está a mudar.

Que tal marcarmos qualquer coisa?
Gostava que nos reencontrássemos.A sério.

Beijos e espero que esteja tudo a correr bem

António Rosa disse...

@Maria Paula
@Sílvia
@Tereza

Muito bem-vindas a esta tarde de convívio.

IdoMind disse...

Sílvia

Se és touro, percebes, não é fácil!! Gostar tanto da terra a olhar para o céu...

Somos todos especiais. Todos.E seremos ainda mais se conseguirmos ver isso em nós e nos outros.

Estou extasiada com este anel...
Quanta coisa boa se pode fazer se nos disponibilizarmos para a vida.

um beijo

IdoMind disse...

Tereza,

vindo de alguém que partilha como tu, ouvir estas palavras é muitoooo bom.

Desejo-te boa sorte para as "Vozes Mágicas". Bela escolha a do António.
beijos

IdoMind disse...

Maestro,

Bem vindo!!! Eu para aqui sozinha, não fossem os mimos já estava toda encolhida.

António, isto é tão lindo...

bendito sejas (esta veio cá do fundo da alma)

António Rosa disse...

IdoMind

Deve ser uma sensação muito especial. Também a conheci com a minha própria entrevista feita pelos amigos e leitores.

Temos o lanche.

O champanhe virá mais tarde.

Maria Paula Ribeiro disse...

IdoMind,

:-))))))))))))
Bora lá a outro encontro!
Traz o bolo da Páscoa! Sou Maria e não Ana, lol lol lol lol,

Elogios são para serem dados e receber senão não existia no dicionário!

Mestre,
Para quando outra tarde mágica?????

Volto mais logo, agora um pouco e work! :-)
Kiss kiss

Silvia Freedom disse...

IdoMind


Sim somos todos viajantes de todas as esferas e buscamos o encontro de "partes de nós" que existem em cada ser.

O anel do coração é mesmo um elo de chamado para o Vamos....vamos todos contar nossas historias encantadas, lá e cá, cá e lá!

Beijos de luz

tereza ferraz disse...

IdoMind!
Há celebração diante desta energia coesa=coração!
Sou grata, e que esta coesão corra e percorra a todos nós, como no respirar e exalar: percorra os quatro cantos da Terra.

Beijooooo no coração

angela disse...

Quanto comentário Antonio! Meu dedo cansou..rs
Bonita entrevista e bonita a IdoMind.
Já a visitei algumas vezes.
Parabéns para os dois por esta entrevista agradavel.
beijos

António Rosa disse...

Olá Angela

Estou ansioso pelo dia em que será a sua vez de ser entrevistada.

Beijo.

Maria de Fátima disse...

Cá estou eu para o lanche, lol, para mim pode ser uma meia de leite e uma tosta mista.A festa está muito boa, mas falta a música, que é tanto do agrado da IdoMind.Por isso decidi trazer um leitor de cd's e cd's de música variada, que é para todos os gostos.Aqui reina o Amor, a Luz, a Harmonia e a Paz.Até mais logo para brindarmos com champanhe.

IdoMind disse...

Desculpem a minha ausência. Inventaram de me por a trabalhar!

Paula,
sorry... Estava a receber uma sms da minha amiga Ana Paula e olha foste batizada. Desculpa.

Maetro,

queremos encontro! queremos encontro!

IdoMind disse...

Sílvia ( que nome mais lindo!!)

Sabemos isso e ainda assim a maior parte do tempo vivemos desligados uns dos outros. É preciso mesmo muita consciência, a cada segundo.

Se todos fossemos "Antónios" isto fazia-se melhor...

beijos

IdoMind disse...

Angela

obrigada pela tua presença, essa sim bonita. Também já te visitei algumas vezes mas entro e saio despercebida. Vai mudar. Afinal agora já não tenho vergonha,já dou entrevistas e tudo!

beijinhos e bem vinda

IdoMind disse...

Fátima, vamos por o mundo a dançar.
Dia 18, vais à praia? Eu ia gostar taaaaanto!

António Rosa disse...

IdoMind

Ainda bem que agora não tens vergonha de comentar. O que me ri. :))))

IdoMind disse...

Tereza

Acho que nós tratamos no nosso canteiro. Pelo menos tentamos. O resto que vier é fruto do que plantamos.

Que lindo jardim está a aqui a ficar. Tantas flores, tanto ar puro.

Tu és uma grande lufada...

um abraço

angela disse...

Antonio
Sou uma virginiana tímida.
Timidez é caracteristica de quem tem o elemento terra, ou nada a ver?
Pensei nisso Por que brincou com a IdoMind sobre ela ter perdido a vergonha de comentar.
beijos aos dois

Samsara disse...

Olá António e IdoMind

Foi um verdadeiro prazer ler esta entrevista e aquela coisa de gostar de ti depois de ler a entrevista resultou comigo também ;))

Beijinhos

Isa Grou disse...

Olá António,
Olá IdoMind,

António - Linda, linda entrevista, António! Que coisa boa "ver" o Anel do Coração girando, girando....
Está cada dia mais "claro" para mim, que a sua missão é sim fazer elos, unir,, proporcionar RE-encontros, RE-uniões... PARABÉNS António, (como disse IdoMind)... POR TUDO!!!

IdoMind - IdoMind querida, parabéns pela maravilhosa entrevista... és de fato uma linda alma, viu?!
Saiba que eu também adoro visitar o seu Jardim e vou sempre, apesar de não deixar comentários também... veja... até nisso temos pontos em comum!!
Fiquei muito feliz em saber que me visita,pois para mim foi uma agradável surpresa saber... muito, muito obrigada pela referência ao meu blog, viu!

Beijos aos dois.

IdoMind disse...

Angela,

Acho que sim que os Touros, Virgens e Capricórnios são um pouco mais fechados, mais metidos com eles. Mas há muitos factores a levar em conta como o ascendente e a lua. Mas ninguém melhor que o Maestro para falar sobre isto.

espero perder a vergonha para mais coisas....o amor anda a passar-me ao lado por causa da timidez..
lol

beijos ANgela

IdoMind disse...

Olá Samsara

parece que o António além de astrologia, também faz magia.

Beijos

IdoMind disse...

Isa,

Olá! Finalmente digo-te olá. Tanto que eu e a Shin falávamos de ti e nem uma palavrinha fui capaz de deixar...Como disse lá atrás, agora que perdi a vergonha, vou deixar uma flor em todos os canteiros dos outros jardineiros

um grande beijinho e obrigada pela tua presença

IdoMind disse...

O António foi comer outra vez! Deve estar naquela altura dificil do mês!!

Maria de Fátima disse...

Oh querida Ido lamento informar que no dia 18 não posso ir à praia, mas vou estar em pensamento com todo o mundo que vai tocar os tambores e as maracas.Dançar, tocar, cantar e rir faz muita falta ao ser humano.Lembrei-me agora que a minha entrevista também foi no dia 17 mas do mês de Junho, linda coincidência, não é?.Fico contente por saber que já perdeste a timidez.Até eu já estou mais faladora, lol.Olha só o lençol de comentário.Até mais logo.
P.S.:Agora vou beber um sumo natural de laranja e comer um pastel de nata.

IdoMind disse...

Beijos beijos bonita Fátima
Tenho pena que não venhas.Este pessoal com apartamentos na Cova, todo junto a tocar tambores, seria o MÁXIMO!

António Rosa disse...

Angela

Ainda bem que vai deixar a sua timidez de lado. Sim, faz parte do elemento terra.

Obrigado

António Rosa disse...

SamPat

Ainda bem que esses sentimentos estão a surgir. Empatia e vontade de partilhar. Obrigado pela tua visita. Beijos

António Rosa disse...

Isa Grou

Linda mensagem sua. Muito obrigado. Você é um ser de Luz que deixa um rasto enorme que faz o nosso caminho em direcção ao alto. Beijo.

António Rosa disse...

IdoMind

Estive afastado do computador mas voltei. Este post vai ficar aqui 2 dias em primeiro plano.

António Rosa disse...

tambores e maracas

Maria de Fátima disse...

Minha bruxinha Ido também gostava de te conhecer pessoalmente, quem sabe um dia, não é?Para isso teria que me deslocar a Lisboa, lol, porque eu moro no Porto.Talvez num próximo encontro astrológico realizado pelo António.Se bem que eu percebo muito pouco de Astrologia.A ver vamos o que nos reserva o futuro.

adriana disse...

É...
Tambores reverberando o Coração, pelos quatro cantos do mundo.
Que concentração de Energia!
Que, aliás, começa Aqui.
;)

Onda Encantada disse...

Apanhei o taxi à porta da Shin e consegui chegar a tempo.

IdoMind, gostei muito de ler.
Confirmaste tudo aquilo que sinto quando leio o teu blog, e é precisamente isso que me dá imenso prazer ao ler-te... a espontânea fluidez da tua escrita... porque sinto que tu mesma és assim, espontânea e clara, transparente.
E eu amo pessoas assim.

Grata por seres...tu mesma e dares-te a conhecer assim ao mundo :)

Carinho

Onda Encantada

Onda Encantada disse...

PS: Passo todos os dias pelo teu blog, mas às vezes a "velocidez" é tanta (porque o tempo escasseia) que nem me dou ao trabalho de comentar.

António,

A voz...

... sem mais palavras...

Grata por existir com esse coração GIGANTE!!! :)

Carinho grrrrrrrrrannnnnndddddeeee

Onda Encantada

António Rosa disse...

Onda,

Muito agradecido pelas palavras, pelos gestos, por tudo. kiss

angela disse...

Isto aqui está pra lá de animado. Uma festa...rs
Bom saber que a timidez é do elemento terra, melhorei muito com a idade, mas ainda dou umas "travadas" e pareço uma menina sem nada na cabeça e pode crer que não vem nada mesmo.
IdoMind
Perdi algumas chances no amor pela timidez, mas pior foi acabar namorando muito atrevido. Ainda bem que se a gente vence a timidez uma vez com alguem bom fica tudo certo, Não precisamos mais do que um bom amor. que agora vou trabalhar.
beijos

Fada Moranga disse...

Esta mulher ém um consolo!

Que bela leitura!!!

Estava aqui agarrada a ler... e a identificar-me com tanta coisa. IdoMind deves ser boa parceira para construir uma fundação para crianças ;-) Crianças e verdete!

Não bebo copos, mas um dia poderemos beber umas boas canecadas de Chocokid!

Outra coisa que achei muito interessante foi juntares-me com a Mimi do Portal Mágico - quando a descobri eu senti que nos complementamos... :-)

Epá gostei tanto, tanto de ler esta entrevista que nem sei, só sei que esta rapariga tem propriedades mágicas. Olá colega IdoMind! :-)))

Um grande beijo*deFada

António Rosa disse...

Fada

Já sei que vão de 'copas chocokid'. :))))

Maria Paula Ribeiro disse...

Voltei!

Para comer, tenho aqui um ratinho no estômago!

Idomind, tenho uma pergunta a fazer,
porquê esse nome????
I de eu, do, faço e mind, mente/espírito???

Faço que a minha mente/espírito quer????
É que gosto de saber o porquê dos nomes! ;-))))))
Fada não podia faltar chocokid, né????
Jinhos

tereza ferraz disse...

Querida,
Diante das sementes plantadas: teu jardim brota, floresce!
E na soma de todos, aqui neste espaço do Grande Coração,
se torna tão mais sentido o florescer e o ar.
Grata IdoMinh e a você António
Parabéns e Celebremos

adriana disse...

Queridos,

Já é noitinha aí, não?
Desejo a todos belos "sonhos".
"Com os pés na Terra a olhar o céu..."
Nós Te Amos!
:)

António Rosa disse...

Maria Paula

Aguardemos pela IdoMind, que pelos horários daqui, deve estar a caminho de casa. Ela já te responderá, porque eu também tenho curiosidade e cheguei a pensar em fazer essa pergunta na entrevista.

por falares nisso, vou incluir essa pergunta a uma próxima entrevistada.

António Rosa disse...

Tereza

Muito obrigado pela Presença. Amanhã cá estaremos.

António Rosa disse...

Adriana

À hora que perguntou, aqui não era noitinha, pois já era noite. Há 15 dias ainda era noitinha.

Muito obrigado pela Presença.

Amanhã continuamos.

A IdoMind teve uma festa linda e muito merecida.

Isa Grou disse...

IdoMind voltei!!!!
Eu não pude retornar antes....... será que sobrou limonada e guloseimas??? *rs

Vou ler todos os comentários depois eu volto.....

Beijos

António Rosa disse...

Caros amigos

Chegou a minha hora de desligar o computador. Até amanhã.

Fabiano Mayrink disse...

Ola Antonio, nao conhecia a IdoMind, grande garota muito criativa em seus textos, um abraço!

IdoMind disse...

CHEGUEEEEIII!

Estou tão feliz, tão feliz, tão feliz que o meu coração parece que vai explodir.
Jamais imaginei receber estes comentários.
Obrigado a todos...o jardim hoje cresceu tanto que terá de ser aparado à catanada!

António...sem palavras. Hoje já fizeste uma mulher feliz. Ãh? Quantos homens podem dizer isto?

beijo

IdoMind disse...

E tu a dar-lhe com as maracas!!

IdoMind disse...

Minha doce Fátima, não estás no Canadá!Bem sei que parece outro mundo, mas são apenas 2 horas. Havemos de arranjar maneira.

Maestro: queremos encontro, queremos encontro! (toda a gente se quer encontrar contigo já viste)

IdoMind disse...

Adriana

custa baixar os braços a primeira vez e deixar que a corrente do Amor nos leve, mas depois de navegarmos nela, não há volta...
É realmente com pequenos gestos que o Grande é alcançado. Quem entender isto entendeu Deus.

beijos

IdoMind disse...

Onda Encantada

Clara e espontânea sou, transparenre ainda não, mas vou ao ginásio todos os dias a ver se consigo lol

Que palavras tão lindas. Obrigada...
Não sei o que dizer porque parece que estás a falar de outra pessoa.

É verdade que tenho tentado caminhar com consciência, procurando ser cada dia melhor do que fui no anterior, às vezes consigo, outras mais ou menos. Acho que é assim com todos.

Esta entrevista sou EU. Não escondi, não menti, não exagerei, não romanceei. Fui só eu. Sabes porque fui capaz? Graças a comentários com o teu. Foram os regadores que me resgatam da introversão, da vergonha de falar sobre certas coisas.

Por isso, obrigado. Mesmo que não deixes comentários. Não importa. Saber que vais ao Jardim é quanto basta para eu sorrir.

Um abraço com carinho

IdoMind disse...

Angela,

o pior é que só me dá para os atrevidos!
concordo, tudo o que precisamos é de um Bom amor.

beijos e obrigada por teres estado aqui comigo

IdoMind disse...

Fada!

É esta tua boa onda que eu adoro. Que seja chocopik, quero lá saber.

Sabes aquilo das crianças é mesmo a sério. Das poucas vezes que joguei pensava " era tão tão, era tão bom, construia logo uma Jardim para meninos". Eles precisam tanto de nós...Se quiseres uma parceira- oh eu aqui!

Acho que o que gostaste foi confirmar que sou meio tonta, destravada de língua e uma sonhadora sem cura.

Acredito em cada palavra que aqui disseste porque sei que não as dirias se não fosse o que sentes. Por isso li o teu comentário muito, muito emocionada.

Se o António sequer imaginasse o que esta entrevista implicou para mim...

Foi como disse, tu e a Fátima são dois seres genuínos, cada uma da sua maneira,mas genuínos.
O vosso trabalho é a vossa cara, de uma autenticidade com a aquilo que eu imagino que vocês são.

Fada, apetecia-me dar-te um abraço.Obrigada.

IdoMind disse...

Paula

lol lol
IdoMind= eu importo-me; eu preocupo-me ou em português eu ralo-me. O mind aqui não é substantivo,é o verbo. Igual a I care, por exemplo.


Também vais numa de chocokid?? Damos isso à fada e nós bebemos bebida de gente. Que tal? lol

beijos querida Paula, bom ouvir-te

IdoMind disse...

Teresa,

Estás mais que pronta para as "Vozes Sábias". Lindo o que disseste. É a VERDADE:
beijos

IdoMind disse...

Adriana,

bons sonhos. Foi muito bom ter-te perto de mim.
um grande beijo

IdoMind disse...

António,

já respondi à Paula mas acho boa ideia perguntares isso. Acho que nas anteriores perguntaste não foi?

Obrigada pela minha festa.Foi muito importante para mim.Mais um teste superado, mais um passo firme no sentido que quero dar ao meu caminho..

Obrigado

IdoMind disse...

Isa,

Que bom!!! Se não há eu vou buscar. E ja´ouvi dizer que vai ser festa cigana, dura mais dois dias!!
isto é que vai engordar a alma.
beijinhos

IdoMind disse...

Fabiano,

muito prazer. E muito obrigada por vir partilhar da minha alegria.
Um beijo

IdoMind disse...

António,

Gosto muito, muito, muito, muito, muito,muito, muito de ti.
Não esquecerei este dia.
Um abraço forte

FadaMoranga disse...

Oh jardineira, já pensáste como os caracois se dão bem num jardim? ;-)

Chocokid, kid e não pic :-))))))
Um dia destes combinamos um encontro de canecas junto a uma fonte de leite e eu levo o Chocokid.

Realmente sinto-te parecida comigo. Bem hajas jardineira! Deves estar a sentir o mesmo que eu já senti, o mesmo que tantas alminhas já sentiram aqui por causa do urso António. :-)

E mais uma coisinha: olha que o Onasis era um bocado feiote e a fortuna acabou por ser um fardo para a filha. Cada qual com os seus!

Até breve IdoMind!
Beijos***deFada

Shin Tau disse...

Ai meus amigos como fico feliz por todos compreenderem porque amo esta moça que tanto trabalho me dá rkrkrkrkrkrk

IdoMind bela festa, merecida mesmo, amanhã cá estarei novamente.

Quanto ao encontro, sugiro um tema, o nosso Marte Natal ou a Vénus!!! Que vos parece?

Maria de Fátima, Mimi ;), nos encontros não precisamos de saber muito de astrologia, veja-se por mim :)

Fada e IdoMind eu também quero estar presente, pois conhecer a Fada vai ser algo histórico, um fenómeno mesmo!!!!

Adriana,

começaram aqui as batidas, acho que depois de hoje e nos próximos dias vai haver uma energia muito especial no AR

Beijcoas a todos amigos e até amanhã

Shin Tau babadíssima por ser mana deste ser de luz

IdoMind disse...

Pois chocopik é para mastigar, não é?

lol Junto a uma fonte de canecas bem erguidas a brindar ao Urso, ele sim uma mágico.

Onasis? Onde foste buscar isto. Ainda és mais estranha que eu...lol

Beijos fada rabina

IdoMind disse...

Mana da Shin-Tau

Sem ti nada disto teria acontecido.
Amo-te

Shin Tau disse...

Mal posso esperar por amanha estarmos juntas, quero ver os resultados :))))) já os sinto, mas quero veeeerrrrrrr

Shin Tau disse...

Vou-me deitar!!!! Até loguinho!!!

Beijcoas

FadaMoranga disse...

IdoMind, passo a citar

" IdoMind disse...

Mana, Nem sei o que me deu para partilhar isto. Se calhar começo a vencer o ressentimento de não ter nascido filha do Onassis! Pode ser."

9 de Setembro de 2009 15:22"

Toma lá que já almoçaste! :-))))

IdoMind disse...

Beijos mana e um abraço do tamanho do mundo para todos que aqui estiveram comigo. Que assim seja sempre a minha vida: uma celebração.
Beijos e bons sonhos

IdoMind disse...

lol lol lol

Fada és como o nosso Portugal: a máaior!! lol

Já nem me lembrava disso.lol
Estou farta de me rir!!

As minhas humildes desculpas.
Um beijo

FadaMoranga disse...

Ssugadita! :-))))

Ai sou patriota sou!
Viva Portugal e o Chocokid!
Viva tu, a mana e o António e seu anel caxuxo do coração!

Bem hajas e bons sonhos!
Beijos***deFada

irradiandoluz disse...

Que excelente entrevista...

Parabéns aos dois...

Genial...

AxÉ e as mais positivas Vibrações
Gabriel Dread

Serena Flor disse...

Que bela entrevista meu amigo.
Irei até lá conhecer "O JARDIM" e a bela Jardineira.
Um grande beijo e fique com Deus meu amigo.

IdoMind disse...

Fada
vivas tu pela alegria que trazes!
beijos

IdoMind disse...

Gabriel,

Obrigado. É fácil fazer boa figura quando o maestro é o António e a assistência são pessoas maravilhosas como as que aqui têm vindo.

Um beijinho

IdoMind disse...

Serena Flor,

Uma Flor e Serena fica bem é num jardim...

Obrigado pela tua presença neste dia que foi muito importante para mim.

beijinhos

Maria de Fátima disse...

Olá bom dia IdoMind e António, ontem à noite não pude passar por aqui, devido a compromissos pessoais.Mas adorei a festa, foi muito linda.Parabéns aos dois.Beijocas grandes e fofas, linda Jardineira e Maestro Ursito.
P.S.:Um brinde com chocokid porque ainda é de manhã.
Viva, viva, viva o Anel do Coração!

Siala ap Maeve disse...

:) Que bom que te encontrei IdoMind, o teu Jardim tem uma luz única e que contagia todos quanto por ele passam!
Entre uma aditoria, supositórios e xaropes para a minha fada que está doentinha (e algumas birras lol) e uma noite mal dormida, consegui finalmente ter uns minutos para ler esta tua entrevista simplesmente deliciosa! Deliciosa pela forma como te revelas, por tudo o que dás e por falares de coração aberto directamente aos nossos corações! Obrigada António!! Por este momento único!!
Beijos de luz

adriana disse...

Bom dia a todos!
A festa foi maravilhosa.

IdoMind,
Guarde esta Energia no Coração.
Ela é eterna.

António,
Você sabe o que faz com o Coração.

E agora vamos aos tambores!
:)
bjs

António Rosa disse...

Bom dia a todos.

Estou encantado com a festa que aqui houve e com as muitas vistas recebidas.

É o Anel do Coração a funcionar.

Houve conversas muito divertidas, que estão a fazer a delícia desta minha hora de almoço.

Hoje é dia de tambores e maracas.

Salvé, salvé, salvé a todos.

Beijos

Shin Tau disse...

Ah pois é, a IdoMind é uma tagarela rkrkrkrk a conversa foi de acto muito animada!

Um reinício em cheio!

:**

António Rosa disse...

Shin

Ainda bem que dizes isso, pois conhece-la bem. Beijinhos.

adriana disse...

Em homenagem à Festa, aos tambores e ao Amor!
Um aperitivo do Rio de Janeiro.

http://www.youtube.com/watch?v=eoaTl7IcFs8

Para dançar e celebrar!
:)

António Rosa disse...

Dancemos neste som xamânico e universal.

António Rosa disse...

Adriana

Gostei do vídeo.

Cris França disse...

Ola meu amigo, vou conhecer este Blog tão interessante que nos apresenta.
Quanto à escarola, no Brasil também é conhecida como Chicória Lisa, mas você pode usar Espinafre que o efeito é parecido. bjs

guntty disse...

Oh já não cheguei a tempo da festa.

Mas já percebi que foi em grande! =)

Li a entrevista com atenção e gostei muito, uma energia intensa e bonita.

Parabéns aos intervenientes, Antonio e IdoMind!


P.S. - Alguem sabe até que horas é o evento dos tambores?

António Rosa disse...

Guntty

1 hora em cada país - das 19 às 20 em Portugal, praia de Carcavelos, tambores e maracas.

António Rosa disse...

Cris

Se escarola é Chicória Lisa, então conheço o que é. Goste muito de espinafres.

Beijo

Maria de Fátima disse...

Olá a todos, vou estar em pensamento na cerimónia dos tambores, visto não poder estar presente fisicamente, lol.

Gonçalo o evento é das 19h até às 20h.

Beijocas e bom fim de semana para todos.

guntty disse...

Que pena tão perto e não poderei estar presente a essa hora... estarei em pensamento. =)

IdoMind disse...

Olá a todos

Andei a ver se me escapava para vir aqui um bocado.

Foi mesmo uma festa bonita e inesperada. Não contava com tantos convidados.

Beijos a todos

IdoMind disse...

Fátima

vens sempre a tempo desta festa cigana.

Um beijo e um brinde a ti também que com esse jeitinho tão teu tens embelezado o meu jardim

beijoooo

IdoMind disse...

Siala

obrigada pela tua presença e as melhoras da tua fada. Isto quer dizer que não vai haver tambores para ti?

Tenho aprendido que não adianta criar nem máscaras, nem defesas. Ambas um dia caem. Então que os outros gostem ou não de mim exactamente como sou.

Eu sou esta entrevista.
Ainda bem que gostaste.

Um abraço

IdoMind disse...

Doce Adriana

aqui estás tu mais vez.
Se me saisse o eurmilhões além da casa para os míudos, comprava um jactinho para visitar as pessoas maravilhosos que o António me apresentou e que vivem aí, no Brasil.

Se um dia ouvires um knock, knock à tua porta sou eu com os braços bem abertos.

As manas catitas já têm os tambores no carro...

beijo muito grande

IdoMind disse...

António,

então bom dia. Ontem foi um dia que não esquecerei...
Andei meio perdida sem a Shin, mas os amigos que aqui apareceram fizeram tudo tão fácil.

Adorei, adorei

Hoje tenho o coração cheio de amor. Aquilo é que vai ser tocar tambor...pelo sim pelo não também trouxe uma viola marroquina ( não sei coo se chama)

Beijos e OBRIGADA

IdoMind disse...

António e Shin

tagarela?? Moi???
Atenção às difamações!
Só quando gosto dos interlocutores...

IdoMind disse...

Cris
olá

O António faz tudo parecer interessante!

Bem vinda e obrigada por ter aparecido

beijinhos

IdoMind disse...

Guntty

Veio muito a tempo, a festa continua. Para mim por muito, muito tempo o meu coração vai festejar o carinho que aqui recebi, fazer parte de deste Anel sagrado.

Beijos e logo às 19h na praia vamos continuar a celebrar

tereza ferraz disse...

Ola IdoMind,
Olá António, estava a ler.
Parabens, novamente.
Belíssima partilhada.
E vamos aos tambores!
tum tum coração

IdoMind disse...

Guntty

nem que seja no caminho passa pela praia só para nos veres a fazer figuras!!

beijos

IdoMind disse...

Querida Fátima
também estarás no meu pensamento.

António

Então e o encontro.
Olha lá a sugestão da Shin...~

beijinhos

IdoMind disse...

Tereza

vamos ao tambores!! Eu estou com tudo para bater até duas horas seguidas, depois do dia de ontem e da alegria que o António e todos vocês me deram.

um abraço

IdoMind disse...

Adriana

logo também vai ser assim, mas sem cantoria. A não ser que o António se sinta inspirado....

boa onda este video

beijo

IdoMind disse...

António

já agora, porque fizeste a última pergunta, àcerca da autorizaçao da entrevista na Cova?

Ficaste com medo que eu te pedisse uma indemnização? lol lol

Beijossss

Siala ap Maeve disse...

IdoMind só regressei agora ao computador :( Vou passar por lá sim :) vou eu, a fada e a Zen (uma Rott). Não tenho o vosso contacto, mas se forem a Eridanis, no apelo do cão que encontrei e que tenho para adopção está o meu numero de telemovel.
Só posso estar uns minutos por causa da constipação da fada, mas pelo menso passamos por lá sim :D Por isso se me virem digo já que a cedela não morde lol
Bjos de luz
e tu Antonio? Não vens?

António Rosa disse...

IdoMind

«já agora, porque fizeste a última pergunta, àcerca da autorizaçao da entrevista na Cova?»

Pensei no assunto e nesta nova série, as entrevistas terminarão sempre com o pedido de autorização de publicação.

É uma forma de nos protegermos dos plágios. É uma salvaguarda do futuro no que diz respeito a direitos de autor.

As respostas são sempre propriedade dos entrevistados. Portanto, ninguém pode ursá-los e só podem ser usados se houver o nome e link respectivo.

Beijos.

António Rosa disse...

Siala,

Não irei por questões de saúde, pois devido ao meu excesso de peso e respectivas consequências, não posso ficar tanto tempo em pé. Só por isso. Por fazer parte dos grupos de risco. Mas estarei de coração. Beijos.

António Rosa disse...

Agora ao grupo de meninas que incentivaram mais acima que eu organizasse um encontro sob o tema Vénus - Marte:

Gostei muito da ideia.

Vai permitir falar em muitos temas associados: amor, acção, relacionamentos, beleza, amor-próprio, coisas bonitas, bom gosto, beleza, energia, fogo e muito, mas muito sexxxxxxxxxxxxxooooooooooooooooooooooooo.

Vai ser muito giro e vamo-nos rir muito, certamente.

Beijos a todos.

Muito obrigado a todos os que vieram o que nos permitiu beneficiar do nosso dharma colectivo.

Fiquei muito feliz.

António Rosa disse...

Mais logo, à meia-noite, teremos o próximo post: um excerto de uma entrevista do André Louro de Almeida à revista portuguesa 'Flor de Lótus'.

Fiquemos bem.

HAZEL disse...

Maravilhosa entrevista.

"O Jardim" estava já destinado.

Gostei muito das perguntas, mais profundas e personalizadas, e adorei as respostas da Idomind. Tão simples e verdadeiras.
Tanta sensibilidade e tanto Amor.

Que bela escolha para reiniciar o ciclo de entrevistas. Brilhante mesmo.

Deixo-vos um abraço.

António Rosa disse...

Hazel

Gosto de a ver por aqui, pois quer dizer que está a aceitar o que é inevitável.

Lembra-se das votações? Nesta série, as escolhas foram dos leitores.

:)))

HAZEL disse...

Boa noite, António

Aos poucos, estou a tentar retomar as minhas rotinas.
Se estou a aceitar... não sei. Mas também não tenho outra alternativa.
Fico sempre com a sensação de que isto não era suposto ter acontecido.
Ela tinha apenas 62 anos, era muito nova.
Sinto-me triste, mas, pelo menos, já estou mais serena.

Esta entrevista foi realmenre bonita. Quando li as respostas da Idomind, até parecia que estava a ouvir a sua voz (que nunca ouvi!), e fiquei com a impressão de que já a conhecia desde sempre. É engraçado.

Um abraço

Shin Tau disse...

Yupiiiii

Vamos ao encontro sim!!!! MArte-Vénus ui ui ui que belas conversas vão sair daí!!!!

Os tambores foram o máximo! Não choveu, a Siala passou e sem combinar (só agora vi o comentário) encontrámo-nos e vi as três logo, senti as energias lindas delas a milhas!!!! Estavamos poucos, mas intensos!!!

No fim, uma dor de mão mas o coração repleto por saber que algo saiu dalí.

Pena não termos estado todos, numa próxima quem sabe. António, ninguém ficou em pé, grupo de risco ou não era 1 hora a tocar!!!!

A IdoMind estava mais radiosa hoje do que habitual, fizeram um belo trabalho por aqui :)))

Beijocas a todos

IdoMind disse...

Cheguei agora mesmo (moro um bocadinho mais longe que a Shin)

Doi-me a mão mas não podia deixar de aqui vir dizer como foi bonito mostrar à Grande Mãe que pensamos nela.

Até eu gostei...

IdoMind disse...

Siala...

Quando chegaste até o sol se mostrou.Adorei que tivesses aparecido.Adorei.
A tua fada...que alegria há naquela alma.Fiquei com pena de não termos falado.
Beijo e as melhoras dela

IdoMind disse...

António

Estás encurralado, tantas mulheres a quererem encontro contigo!Agora sim podes dizer que estás num grupo de risco!

Gostei daquela do sexoooooooo. O que é isso? Lembro-me vagamente que gostava....

Agora toco tambores com estranhos numa praia ao inicio da noite...

É a vida.

lol Gostei tanto! A Shin bem disse, com a pedalada que ia,m mais uma hora e já sabia tocar tambor.

Beijos e uma santa noite

IdoMind disse...

Hazel

Gostava de saber palavras mágicas, que fizessem a tua dor desaparecer.

Posso apenas dar-te um abraço com todo o meu amor e pedir-te que depois do luto voltes a deixar a tua cor por todo o lado.

Obrigado por ainda assim ter vindo e estares comigo num momento que foi muito importante para mim.

O jardim realmente estava destinado. A fazer-me entender que a vida só é vida quando é partilhada. E celebrada.

Sim, talvez a gente se conheça...Não podem ser lembranças da maternidade porque eu nasci em casa...

Temos de investigar isso.

um beijo ( e obrigada)

IdoMind disse...

Shin,

A IdoMind hoje sob estava sob o efeito de uma droga poderosa - gratidão.

Por ti, pela minha vida, por todas as pequenas coisas que estão lá todos os dias, por esta caminhada abençoada que me levou a sentar o rabo numa praia e tocar tambor durante 1 hora.

Gratidão por perceber que também há internet no céu e que Deus é um bloguista espalhado em muitos blogues.

É incrivel.

Nunca será de mais louvar o trabalho do António que tão bem sabe usar os meios ao dispor para nos detectar e re-unir.
Obrigado António

DAS disse...

Maravilha de texto!
Muitíssimo interessante!!
Parabéns!!

Abraços!
das

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates