'Moulin Rouge', Satine, o Amor e Susana Vitorino

30 de setembro de 2010 ·

(Todas as palavras a azul são links informativos.) 
O melhor é ser já muito claro para quem estiver a ler - este post não é nenhuma crítica cinematográfica do magnífico filme «Moulin Rouge». O que quero mesmo é dar um abraço grande e duas beijocas repenicadas à Susana Vitorino, e aproveitei esta oportunidade.

Temos aqui um texto precioso da Susana Vitorino, sobre o 'Amor', tendo ela escolhido exemplificar com a história entre Satine [Nicole Kidman] e Christian [Ewan McGregor] no filme «Moulin Rouge». Sem nos esquecermos do caliente 'El Tango de Roxanne'.

Rapidamente: o filme conta a história um jovem poeta, Christian, que em 1899, desafia a autoridade do pai ao se mudar para Montmartre, na época, um bairro boémio e desregrado de Paris. Lá, ele é acolhido pelo famoso pintor Toulouse-Lautrec e seus amigos, cujas vidas estão centradas no 'Moulin Rouge', um salão de dança, um clube nocturno e um bordel cheio de glamour e cancan. Obviamente, Christian enamora-se de Satine, a mais bela cortesã do 'Moulin Rouge'. Depois, como sempre, surge a figura do 'triângulo amoroso', com um ricaço a tentar conquistar a belíssima Satine. Este é o enredo oficial.

Na verdade, o que sempre me interessou muito neste filme foi a outra história, paralela a esta e que é muito bem explicada pela Susana Vitorino, num texto absolutamente fantástico, no seu blogue 'Susana Vitorino', a propósito da actual passagem de Marte e Vénus pelo signo Escorpião:
«Muita relação que termina. Tantas outras que começam. Muitas gravidezes anunciadas como que buscando a prova de um amor a dois, para si próprios e para o mundo. Parece ser, de facto, altura de balanços ao nível das relações com o próximo, sejam elas de carácter romântico ou não.

Escolho, para ilustrar estas parcas palavras sobre o assunto, um dos meus filmes preferidos: Moulin Rouge.

O amor de Satine e Christian está condenado. Sabemo-lo desde o início do filme. Ele é um pobre escritor em busca de uma oportunidade, ela uma cortesã do Moulin Rouge condenada à morte com tuberculose. Temas nada familiares à energia escorpiónica, portanto. O submundo, a morte sempre a rondar, a possessividade e o ciúme - o Conde que quer à força possuir Satine. Christian ardendo em ciúmes incontroláveis... A fusão de dois seres que dizem: "I will love you until my dying day". Ou "I love you... until the end of time". A trancendência.

Poderia ter escolhido a cena de 'O Tango de Roxanne'. Essa sim, verdadeiramente cena de basfond. De sexo, de prostituição, de traição, de faca na liga, como é próprio do Tango que conta as histórias menos nobres dos bares de Buenos Aires. Mas preferi escolher esta. Porque esta cena fala do Amor maior que a vida, que ultrapassa o físico. Claro que é um filme cheio de matizes Neptunianos. E também escolho esta cena porque escorrega bem com a conjunção de Urano e Júpiter, agora aínda em Peixes, mas brevemente em Carneiro novamente. Esta conjunção em Peixes confere-lhe o toque de excentricidade, o movimento boémio Uraniano que eles todos defendiam. A bebedeira de cor e movimento que pauta todo o filme.»
Brilhante, não é?

Como tenho a Lua na casa 8 (nada, nada, nada escorpiónica), deixo aqui a 1ª 'provocação'  à Susana: o vídeo 'El Tango de Roxanne', desse filme, com composição de Sting. [bem!!! hum!!! gosto muito!!!]



Gostei muito do filme «Moulin Rouge», é mesmo um dos filmes da minha vida. No entanto, sempre que ouço a referência ao 'El Tango de Roxanne', na minha cabeça faz-se um curto-circuito e vou parar imediatamente à imagem de Catherine Zeta-Jones e à sua personagem 'Velma Kelly' [do filme Chicago], que ficará para sempre na história do cinema. E aquilo que está na minha cabeça é o 'Cell Block Tango', que deixo aqui como 2ª e última 'provocação' à Susana Vitorino. :)





Eis a descrição que a Susana faz de si própria na sua página no Facebook:
«Actriz, Terapeuta e Formadora profissional. Frequência de Mestrado em Teatro e Comunidade na Escola Superior de Teatro e Cinema. Tem especializações em Psicoterapia Corporal, Massoterapia e Psicologia Jungiana, e é formada em Astrologia Psicológica. Nos seus Laboratórios/Workshops para actores e com o público em geral usa diversas técnicas, como o Psicodrama e Dramaterapia, com que tem trabalhado ao longo dos anos.

De resto é Alquimista, Cigana e Arqueóloga da Alma. Hades Moon. Fénix, e quando não: Fónix! Sol Úrano Manta de Retalhos.

Multi e Holos, são palavras que lhe assentam como uma luva.

Está a sair do armário como escritora. Uma espécie de Brokeback Mountain das letras, portanto.

Acredita no Pai Natal e tem pena de não ser uma cabra neurótica, mas anda a estagiar...»
Conheça também outro blogue da Susana, o 'Alquimia e Arte'.

.

26 comentários:

Saulo Taveira disse...
30 de setembro de 2010 às 18:27  

Moulin Rouge é o filme de todos, pelo menos em algum momento. A mim fala muito. Adoro esse drama de amores impossíveis, no cinema, claro.

A Susana Vitorino é uma mulher linda, só vi a foto aqui, até agora, mas é possuidora de uma luz vibrante.

Já estou conhecendo o blog dela.

Beijos António, meu amigo, sempre a nos presentear com mais belas postagens e bloguistas.

Susana Vitorino disse...
30 de setembro de 2010 às 18:58  

Tsc! Tsc! António... então não sabe que provocar um Escorpião é o mesmo que mexer num ninho de vespas?! LOL

Acho que devia estudar Astrologia para perceber um bocadinho sobre energia escorpiónica! MEGA LOL

Corei!

Realmente, quando Deus fecha uma porta, abre logo uma janela. As sincronicidades são extraordinárias. Este seu post (empurrão para me fazer saír do armário...)é a resposta divina a acontecimentos muito pouco simpáticos nos últimos tempos da minha vida.

É o Universo a dizer-me: "Confia. Há quem veja: Há quem esteja atento e acordado."

El Tango de Roxanne, Cell Block Tango... Não espera pela demora! (Gargalhada Plutónica!!!)

Só veio cutucar nos meus filmes e cenas preferidas... nada mais. Pff!

Só tenho uma coisa para dizer:

"You had it coming
you had it coming
you only had yourself to blame"

"And then he ran into my knife... he ran into my knife ten times!" ;)

Cicero!

:)))

Um grande bem haja, e acho que vai haver muito bloguista aplaudindo esta saudável guerra* ;)

SAULO: MUITO GRATA PELO COMENTÁRIO*

António, quando me perguntam: se fosses um filme, que filme serias. A minha resposta é sempre a mesma: Moulin Rouge.

Mas agora deixo-lhe aqui uma amostra daquele que faz parte da minha chamada "Trilogia Maldita" e o que acho que mais traduz a minha essência...

http://www.youtube.com/watch?v=qu8m_BtA5aM&feature=related

Many Blessings*

Com Carinho e Amor*

Susana

Serginho Tavares disse...
30 de setembro de 2010 às 19:11  

Moulin Rouge é o tipo de filme onde tudo de certo, assim como esse texto
Beijos

António Rosa disse...
30 de setembro de 2010 às 19:15  

Saulo,

Acabei de chegar a casa, vindo de uma tarde de consultas de astrologia e vejo que o post saiu em condições e que tenho aqui 2 comentários, o seu e o da Susana, hoje, personagem principal deste meu pequeno enredo. Foi muito bom.

A Susana é sem dúvida uma mulher linda e possuidora dessa luz que fala. Curiosamente, vocês são colegas de profissão. São ambos actores. São ambos artistas. Que bom se poderem conhecerem.

Até porque tu, Saulo, também conheces de perto estas questões escorpiónicas, pois tens Marte, co-regente de Scorpio, neste mesmo signo. A ajudar a festa, também lá está Júpiter, o deus do Olimpo.

Beijos, meu querido, e grato pela visita.

António

António Rosa disse...
30 de setembro de 2010 às 19:44  

Susana, querida,

Que comentário saboroso! lol

Já deve ter ouvido dizer que 'Deus escreve direito por linhas tortas'. Acabei de ler a o email lá no Facebook e, inevitavelmente, tive que sorrir, entre outras emoções do momento. Amanhã responderei. Não o faço hoje, pois acabei de chegar da Ericeira de uma tarde de consultas de astrologia e a cabeça deste idoso aqui precisa de descansar. :)

Quero muito saber quando pretende 'sair do armário' [ai! os equívocos que se vão gerar, ao lerem esta coisa do 'armário'], pois tenciono estar por perto, para acompanhar a caminhada e poder produzir alguma informação aqui, pois é sempre uma grande alegria saber que uma colega sai do armário. Viva a Astrologia!!! :)

Pois é, também são meus filmes preferidos.

O vídeo que indicou foi uma enorme rasteira. Antes de lhe escrever fui ver que vídeo era. Ia entrando em estado de choque, pois aquela 'rapariga' é do meu tempo, Talvez um nadinha mais nova. Mas um nadinha. Até fiquei arrepiado pois não contava encontrar a Jane Siberry no 'O Corvo'. O verdadeiro 'O Corvo', com o Brandon Lee. Já não me lembro bem mas é um filme de meados dos anos 90. Nessa altura ainda não havia filmes em DVD, só em cassete. Na altura não pude ver o filme em cinema, pois correspondeu a uma época de saúde complicada por que passei, com várias cirurgias seguidas. Mas lembro-me que a primeira vez que vi o filme foi em casa, em cassete. Ia ficando sem respiração, até que não resisti mais e tive uma séria crise de choro e a música desta rapariga do meu tempo teve um impacto enorme em mim. Compreendo-a perfeitamente quando diz que faz parte do sua 'Trilogia Maldita'. Os 'Corvos' seguintes não tiveram a mesma aura. Nem me lembro do nome do realizador. Apenas da morte acidental do Brandon. Ainda por cima 'sou do tempo' em que fui fã absoluto do pai dele, o Bruce Lee.

Se eu fosse um filme seria este com a bela e esquecida Julia Ormond. Vida de actor tem que se lhe diga!

Um grande abraço e dois beijos repenicados.

António

António Rosa disse...
30 de setembro de 2010 às 19:45  

Serginho,

Tu é que és especialista em cinema. Grande abraço e agradecido pelas palavras gentis.

António

Lúcia Soares disse...
30 de setembro de 2010 às 20:25  

Este é, sem dúvida, um dos filmes da minha vida. Já o assisti tantas vezes que perdi a conta.
A cena do tango é deliciosa, sofrida, o ciúme aflorando no pobre Christian.
Gostei muito da opinião da moça e vou ao blog dela.
Bj

António Rosa disse...
30 de setembro de 2010 às 20:30  

Lúcia,

Estamos aqui a encontrar uma grande confluência num filme notável. O tango é mesmo de arrasar. Grato por ter vindo.

beijo

António

Isa disse...
30 de setembro de 2010 às 23:03  

A Susana é mesmo boa, não é, António? Cheguei a ela através de si. Obrigada aos 2 por encherem o meu mundo de coisas boas para ler, descobrir, imaginar...

Fantásticos os dois!

Bj

Isa

Gisa disse...
1 de outubro de 2010 às 02:09  

Olá amigo Urso, que saudades de você viu !! estive ausente mas com o coração apertado. Como sempre nos dando presentes não é ? Linda postagem e parabéns Susana, você realmente tem uma luz especial.

bjão

Ira Buscacio disse...
1 de outubro de 2010 às 02:42  

Antonio,

Ao encontrar o Saulo ganhei um saco de presentes e um dos é vc. Gosto de vir aqui na sua casa e respirar essa boa energia.
Não entendo mt desse mundo astrológico, mas creio que gêmeos tem uma sintonia boa com aquário.
Quanto a Susana, acho que ela tem obrigação de sair desse armário e presentear a gente com seu dom.

Bjssssssss

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 06:46  

Isa

Você é muito querida. Muito obrigado.

Beijos

António

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 06:46  

Gisa, querida

Ainda há poucos dias estive no seu blogue e ele estava parado. Ainda bem que está de volta e com uma linda viagem para contar.

Beijos

António

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 06:46  

Ira,

Gosto muito de a ver por aqui. Você é aquariana, é? Sim, existe sintonia porque são do mesmo elemento, o Ar.

Beijos

António

Filomena Nunes disse...
1 de outubro de 2010 às 11:58  

Bom dia a todos e um beijinho especial ao António Rosa a à Susana Vitorino. :-))

Já tive a oportunidade de fazer vários merecidos elogios à Susana tanto no no seu blog como no facebook. Agora deparo com mais este do meu querido amigo e salta-me à mente que a sua (da Susana) casa 10 deve estar a ser "mexida".. e da melhor maneira!! É o reconhecimento para quem, como ela, ousou ser autêntica. Ousou explorar-se até à medula.. conhecer-se e usar-se de uma forma iluminada como tudo o que vem da Alma!

Do Moulin Rouge, tenho a dizer que foi um filme que me surpreendeu muitíssimo. Comecei a vê-lo desconfiada.. "humm.. a Nicole Kidman e o Ewan McGregor a cantarem, não sei não!!" Depois achei que até estavam afinadinhos e fui ficando!! A dada altura, percebi que estava perante um grande filme e completamente presa ao ecran! A vida é cheia de surpresas e os preconceitos estragam sempre tudo!!

Já agora e porque gostamos de dar "uns toques" na astrologia; de Escorpião todos temos um pouco, mas há os que têm mais do que outros.. o meu está no FC com Plutão conjunto ao Asc e Marte conjunto ao Nó Sul na Casa 8... para os mais conhecedores, não é nenhuma surpresa ter nascido de uma mãe com o Sol em Escorpião e na casa 8..
Acho que chega para entrar pr'ó clube!! ;-))

Susana força!! E não esqueças de me mandar um convite para a apresentação do teu 1º livro autografado!! <3

Aquele abracinho

Filomena

Filomena Nunes disse...
1 de outubro de 2010 às 12:16  

Ah!! e, esqueci-me, a minha mãe tem Plutão na casa 5.. ;-))

Mais beijinhos

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 12:48  

Filomena,

Deixe-me ser brincalhão: A Nicole Kidman tudo pode!!! Não é a primeira vez que ela canta no cinema. Fê-lo em «Nine».

Quanto ao Ewan McGregor tem um passado com experiência como cantor e músico, devido à larga formação que teve nessa área. Por isso não me surpreendi nada a vê-lo cantar.

Quanto à astrologia, nós escorpiónicos, lá nos vamos aproximando uns dos outros. :))

Beijinhos

António

Filomena Nunes disse...
1 de outubro de 2010 às 13:21  

António Rosa,

Ignorância a minha! Não conheço o filme "Nine" e desconheço a faceta de músico do Ewan Mc Gregor!!

Adoro bons filmes mas vejo mais na televisão. A partir de determinada altura a intensidade do som nas salas de cinema começou a incomodar-me e, desde então, raramente vou. E a tv, infelizmente, não passa todos os bons filmes! Contingências..

Obrigada pela informação, e,
um grande abraço.

Filomena

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 13:33  

Filomena,

Tem que aprender a fazer download de filmes que lhe interessem e sem pagar... Há vários sites e fóruns que ensinam isso.

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 13:36  

Filomena,

Ia-me esquecendo.

Como só daqui por 24 horas é que receberá o email informativo do 'Cova do Urso', é só para lhe dizer que acabei agora de publicar um antigo pequeno texto, mais uma vez, sobre Plutão.

Astrid Annabelle disse...
1 de outubro de 2010 às 14:39  

António e Susana.
Mesmo atrasado quero deixar aqui registrado que fiquei encantada com este post.
Tenho acompanhado o blog da Susana e assino em baixo...deve sair do armário!!!
Beijos para os dois.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 14:51  

Astrid,

É sempre gostoso ver confirmado por si. É altura dela se assumir como a grande astróloga que é. Andou a estudar anos! E a praticar com os amigos.

Beijo

António

Susana Vitorino disse...
1 de outubro de 2010 às 19:11  

Ira, Isa, Astrid... Filo! Um grande bem haja a todos os que passaram por aqui e me presentearam também.

Vou responder através do meu blog. O comentário da Filo fez-me cócegas na pena. :)

Até já com Luz e Amor*

Susana

Filomena Nunes disse...
1 de outubro de 2010 às 19:14  

Obrigada pela dica.. vou explorar a possibilidade de fazer down loads dos filmes..

Fico a aguardar o novo artigo. Plutão é aquela vibração que, apesar de todas as outras características é, também, todo (ou toda)atraente!!

Um excelênte fim-de-semana!

Filomena

Filomena Nunes disse...
1 de outubro de 2010 às 19:18  

Susana,

Adorei as "cócegas na pena".. e, por contágio, até me ri!! <3

Um abraço doce.

Filomena

António Rosa disse...
1 de outubro de 2010 às 19:36  

As conversas engraçadas e proveitosas que houve por aqui!!!

Adoro isto tudo.

beijos.

30 de setembro de 2010

'Moulin Rouge', Satine, o Amor e Susana Vitorino

(Todas as palavras a azul são links informativos.) 
O melhor é ser já muito claro para quem estiver a ler - este post não é nenhuma crítica cinematográfica do magnífico filme «Moulin Rouge». O que quero mesmo é dar um abraço grande e duas beijocas repenicadas à Susana Vitorino, e aproveitei esta oportunidade.

Temos aqui um texto precioso da Susana Vitorino, sobre o 'Amor', tendo ela escolhido exemplificar com a história entre Satine [Nicole Kidman] e Christian [Ewan McGregor] no filme «Moulin Rouge». Sem nos esquecermos do caliente 'El Tango de Roxanne'.

Rapidamente: o filme conta a história um jovem poeta, Christian, que em 1899, desafia a autoridade do pai ao se mudar para Montmartre, na época, um bairro boémio e desregrado de Paris. Lá, ele é acolhido pelo famoso pintor Toulouse-Lautrec e seus amigos, cujas vidas estão centradas no 'Moulin Rouge', um salão de dança, um clube nocturno e um bordel cheio de glamour e cancan. Obviamente, Christian enamora-se de Satine, a mais bela cortesã do 'Moulin Rouge'. Depois, como sempre, surge a figura do 'triângulo amoroso', com um ricaço a tentar conquistar a belíssima Satine. Este é o enredo oficial.

Na verdade, o que sempre me interessou muito neste filme foi a outra história, paralela a esta e que é muito bem explicada pela Susana Vitorino, num texto absolutamente fantástico, no seu blogue 'Susana Vitorino', a propósito da actual passagem de Marte e Vénus pelo signo Escorpião:
«Muita relação que termina. Tantas outras que começam. Muitas gravidezes anunciadas como que buscando a prova de um amor a dois, para si próprios e para o mundo. Parece ser, de facto, altura de balanços ao nível das relações com o próximo, sejam elas de carácter romântico ou não.

Escolho, para ilustrar estas parcas palavras sobre o assunto, um dos meus filmes preferidos: Moulin Rouge.

O amor de Satine e Christian está condenado. Sabemo-lo desde o início do filme. Ele é um pobre escritor em busca de uma oportunidade, ela uma cortesã do Moulin Rouge condenada à morte com tuberculose. Temas nada familiares à energia escorpiónica, portanto. O submundo, a morte sempre a rondar, a possessividade e o ciúme - o Conde que quer à força possuir Satine. Christian ardendo em ciúmes incontroláveis... A fusão de dois seres que dizem: "I will love you until my dying day". Ou "I love you... until the end of time". A trancendência.

Poderia ter escolhido a cena de 'O Tango de Roxanne'. Essa sim, verdadeiramente cena de basfond. De sexo, de prostituição, de traição, de faca na liga, como é próprio do Tango que conta as histórias menos nobres dos bares de Buenos Aires. Mas preferi escolher esta. Porque esta cena fala do Amor maior que a vida, que ultrapassa o físico. Claro que é um filme cheio de matizes Neptunianos. E também escolho esta cena porque escorrega bem com a conjunção de Urano e Júpiter, agora aínda em Peixes, mas brevemente em Carneiro novamente. Esta conjunção em Peixes confere-lhe o toque de excentricidade, o movimento boémio Uraniano que eles todos defendiam. A bebedeira de cor e movimento que pauta todo o filme.»
Brilhante, não é?

Como tenho a Lua na casa 8 (nada, nada, nada escorpiónica), deixo aqui a 1ª 'provocação'  à Susana: o vídeo 'El Tango de Roxanne', desse filme, com composição de Sting. [bem!!! hum!!! gosto muito!!!]



Gostei muito do filme «Moulin Rouge», é mesmo um dos filmes da minha vida. No entanto, sempre que ouço a referência ao 'El Tango de Roxanne', na minha cabeça faz-se um curto-circuito e vou parar imediatamente à imagem de Catherine Zeta-Jones e à sua personagem 'Velma Kelly' [do filme Chicago], que ficará para sempre na história do cinema. E aquilo que está na minha cabeça é o 'Cell Block Tango', que deixo aqui como 2ª e última 'provocação' à Susana Vitorino. :)





Eis a descrição que a Susana faz de si própria na sua página no Facebook:
«Actriz, Terapeuta e Formadora profissional. Frequência de Mestrado em Teatro e Comunidade na Escola Superior de Teatro e Cinema. Tem especializações em Psicoterapia Corporal, Massoterapia e Psicologia Jungiana, e é formada em Astrologia Psicológica. Nos seus Laboratórios/Workshops para actores e com o público em geral usa diversas técnicas, como o Psicodrama e Dramaterapia, com que tem trabalhado ao longo dos anos.

De resto é Alquimista, Cigana e Arqueóloga da Alma. Hades Moon. Fénix, e quando não: Fónix! Sol Úrano Manta de Retalhos.

Multi e Holos, são palavras que lhe assentam como uma luva.

Está a sair do armário como escritora. Uma espécie de Brokeback Mountain das letras, portanto.

Acredita no Pai Natal e tem pena de não ser uma cabra neurótica, mas anda a estagiar...»
Conheça também outro blogue da Susana, o 'Alquimia e Arte'.

.

26 comentários:

Saulo Taveira disse...

Moulin Rouge é o filme de todos, pelo menos em algum momento. A mim fala muito. Adoro esse drama de amores impossíveis, no cinema, claro.

A Susana Vitorino é uma mulher linda, só vi a foto aqui, até agora, mas é possuidora de uma luz vibrante.

Já estou conhecendo o blog dela.

Beijos António, meu amigo, sempre a nos presentear com mais belas postagens e bloguistas.

Susana Vitorino disse...

Tsc! Tsc! António... então não sabe que provocar um Escorpião é o mesmo que mexer num ninho de vespas?! LOL

Acho que devia estudar Astrologia para perceber um bocadinho sobre energia escorpiónica! MEGA LOL

Corei!

Realmente, quando Deus fecha uma porta, abre logo uma janela. As sincronicidades são extraordinárias. Este seu post (empurrão para me fazer saír do armário...)é a resposta divina a acontecimentos muito pouco simpáticos nos últimos tempos da minha vida.

É o Universo a dizer-me: "Confia. Há quem veja: Há quem esteja atento e acordado."

El Tango de Roxanne, Cell Block Tango... Não espera pela demora! (Gargalhada Plutónica!!!)

Só veio cutucar nos meus filmes e cenas preferidas... nada mais. Pff!

Só tenho uma coisa para dizer:

"You had it coming
you had it coming
you only had yourself to blame"

"And then he ran into my knife... he ran into my knife ten times!" ;)

Cicero!

:)))

Um grande bem haja, e acho que vai haver muito bloguista aplaudindo esta saudável guerra* ;)

SAULO: MUITO GRATA PELO COMENTÁRIO*

António, quando me perguntam: se fosses um filme, que filme serias. A minha resposta é sempre a mesma: Moulin Rouge.

Mas agora deixo-lhe aqui uma amostra daquele que faz parte da minha chamada "Trilogia Maldita" e o que acho que mais traduz a minha essência...

http://www.youtube.com/watch?v=qu8m_BtA5aM&feature=related

Many Blessings*

Com Carinho e Amor*

Susana

Serginho Tavares disse...

Moulin Rouge é o tipo de filme onde tudo de certo, assim como esse texto
Beijos

António Rosa disse...

Saulo,

Acabei de chegar a casa, vindo de uma tarde de consultas de astrologia e vejo que o post saiu em condições e que tenho aqui 2 comentários, o seu e o da Susana, hoje, personagem principal deste meu pequeno enredo. Foi muito bom.

A Susana é sem dúvida uma mulher linda e possuidora dessa luz que fala. Curiosamente, vocês são colegas de profissão. São ambos actores. São ambos artistas. Que bom se poderem conhecerem.

Até porque tu, Saulo, também conheces de perto estas questões escorpiónicas, pois tens Marte, co-regente de Scorpio, neste mesmo signo. A ajudar a festa, também lá está Júpiter, o deus do Olimpo.

Beijos, meu querido, e grato pela visita.

António

António Rosa disse...

Susana, querida,

Que comentário saboroso! lol

Já deve ter ouvido dizer que 'Deus escreve direito por linhas tortas'. Acabei de ler a o email lá no Facebook e, inevitavelmente, tive que sorrir, entre outras emoções do momento. Amanhã responderei. Não o faço hoje, pois acabei de chegar da Ericeira de uma tarde de consultas de astrologia e a cabeça deste idoso aqui precisa de descansar. :)

Quero muito saber quando pretende 'sair do armário' [ai! os equívocos que se vão gerar, ao lerem esta coisa do 'armário'], pois tenciono estar por perto, para acompanhar a caminhada e poder produzir alguma informação aqui, pois é sempre uma grande alegria saber que uma colega sai do armário. Viva a Astrologia!!! :)

Pois é, também são meus filmes preferidos.

O vídeo que indicou foi uma enorme rasteira. Antes de lhe escrever fui ver que vídeo era. Ia entrando em estado de choque, pois aquela 'rapariga' é do meu tempo, Talvez um nadinha mais nova. Mas um nadinha. Até fiquei arrepiado pois não contava encontrar a Jane Siberry no 'O Corvo'. O verdadeiro 'O Corvo', com o Brandon Lee. Já não me lembro bem mas é um filme de meados dos anos 90. Nessa altura ainda não havia filmes em DVD, só em cassete. Na altura não pude ver o filme em cinema, pois correspondeu a uma época de saúde complicada por que passei, com várias cirurgias seguidas. Mas lembro-me que a primeira vez que vi o filme foi em casa, em cassete. Ia ficando sem respiração, até que não resisti mais e tive uma séria crise de choro e a música desta rapariga do meu tempo teve um impacto enorme em mim. Compreendo-a perfeitamente quando diz que faz parte do sua 'Trilogia Maldita'. Os 'Corvos' seguintes não tiveram a mesma aura. Nem me lembro do nome do realizador. Apenas da morte acidental do Brandon. Ainda por cima 'sou do tempo' em que fui fã absoluto do pai dele, o Bruce Lee.

Se eu fosse um filme seria este com a bela e esquecida Julia Ormond. Vida de actor tem que se lhe diga!

Um grande abraço e dois beijos repenicados.

António

António Rosa disse...

Serginho,

Tu é que és especialista em cinema. Grande abraço e agradecido pelas palavras gentis.

António

Lúcia Soares disse...

Este é, sem dúvida, um dos filmes da minha vida. Já o assisti tantas vezes que perdi a conta.
A cena do tango é deliciosa, sofrida, o ciúme aflorando no pobre Christian.
Gostei muito da opinião da moça e vou ao blog dela.
Bj

António Rosa disse...

Lúcia,

Estamos aqui a encontrar uma grande confluência num filme notável. O tango é mesmo de arrasar. Grato por ter vindo.

beijo

António

Isa disse...

A Susana é mesmo boa, não é, António? Cheguei a ela através de si. Obrigada aos 2 por encherem o meu mundo de coisas boas para ler, descobrir, imaginar...

Fantásticos os dois!

Bj

Isa

Gisa disse...

Olá amigo Urso, que saudades de você viu !! estive ausente mas com o coração apertado. Como sempre nos dando presentes não é ? Linda postagem e parabéns Susana, você realmente tem uma luz especial.

bjão

Ira Buscacio disse...

Antonio,

Ao encontrar o Saulo ganhei um saco de presentes e um dos é vc. Gosto de vir aqui na sua casa e respirar essa boa energia.
Não entendo mt desse mundo astrológico, mas creio que gêmeos tem uma sintonia boa com aquário.
Quanto a Susana, acho que ela tem obrigação de sair desse armário e presentear a gente com seu dom.

Bjssssssss

António Rosa disse...

Isa

Você é muito querida. Muito obrigado.

Beijos

António

António Rosa disse...

Gisa, querida

Ainda há poucos dias estive no seu blogue e ele estava parado. Ainda bem que está de volta e com uma linda viagem para contar.

Beijos

António

António Rosa disse...

Ira,

Gosto muito de a ver por aqui. Você é aquariana, é? Sim, existe sintonia porque são do mesmo elemento, o Ar.

Beijos

António

Filomena Nunes disse...

Bom dia a todos e um beijinho especial ao António Rosa a à Susana Vitorino. :-))

Já tive a oportunidade de fazer vários merecidos elogios à Susana tanto no no seu blog como no facebook. Agora deparo com mais este do meu querido amigo e salta-me à mente que a sua (da Susana) casa 10 deve estar a ser "mexida".. e da melhor maneira!! É o reconhecimento para quem, como ela, ousou ser autêntica. Ousou explorar-se até à medula.. conhecer-se e usar-se de uma forma iluminada como tudo o que vem da Alma!

Do Moulin Rouge, tenho a dizer que foi um filme que me surpreendeu muitíssimo. Comecei a vê-lo desconfiada.. "humm.. a Nicole Kidman e o Ewan McGregor a cantarem, não sei não!!" Depois achei que até estavam afinadinhos e fui ficando!! A dada altura, percebi que estava perante um grande filme e completamente presa ao ecran! A vida é cheia de surpresas e os preconceitos estragam sempre tudo!!

Já agora e porque gostamos de dar "uns toques" na astrologia; de Escorpião todos temos um pouco, mas há os que têm mais do que outros.. o meu está no FC com Plutão conjunto ao Asc e Marte conjunto ao Nó Sul na Casa 8... para os mais conhecedores, não é nenhuma surpresa ter nascido de uma mãe com o Sol em Escorpião e na casa 8..
Acho que chega para entrar pr'ó clube!! ;-))

Susana força!! E não esqueças de me mandar um convite para a apresentação do teu 1º livro autografado!! <3

Aquele abracinho

Filomena

Filomena Nunes disse...

Ah!! e, esqueci-me, a minha mãe tem Plutão na casa 5.. ;-))

Mais beijinhos

António Rosa disse...

Filomena,

Deixe-me ser brincalhão: A Nicole Kidman tudo pode!!! Não é a primeira vez que ela canta no cinema. Fê-lo em «Nine».

Quanto ao Ewan McGregor tem um passado com experiência como cantor e músico, devido à larga formação que teve nessa área. Por isso não me surpreendi nada a vê-lo cantar.

Quanto à astrologia, nós escorpiónicos, lá nos vamos aproximando uns dos outros. :))

Beijinhos

António

Filomena Nunes disse...

António Rosa,

Ignorância a minha! Não conheço o filme "Nine" e desconheço a faceta de músico do Ewan Mc Gregor!!

Adoro bons filmes mas vejo mais na televisão. A partir de determinada altura a intensidade do som nas salas de cinema começou a incomodar-me e, desde então, raramente vou. E a tv, infelizmente, não passa todos os bons filmes! Contingências..

Obrigada pela informação, e,
um grande abraço.

Filomena

António Rosa disse...

Filomena,

Tem que aprender a fazer download de filmes que lhe interessem e sem pagar... Há vários sites e fóruns que ensinam isso.

António Rosa disse...

Filomena,

Ia-me esquecendo.

Como só daqui por 24 horas é que receberá o email informativo do 'Cova do Urso', é só para lhe dizer que acabei agora de publicar um antigo pequeno texto, mais uma vez, sobre Plutão.

Astrid Annabelle disse...

António e Susana.
Mesmo atrasado quero deixar aqui registrado que fiquei encantada com este post.
Tenho acompanhado o blog da Susana e assino em baixo...deve sair do armário!!!
Beijos para os dois.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Astrid,

É sempre gostoso ver confirmado por si. É altura dela se assumir como a grande astróloga que é. Andou a estudar anos! E a praticar com os amigos.

Beijo

António

Susana Vitorino disse...

Ira, Isa, Astrid... Filo! Um grande bem haja a todos os que passaram por aqui e me presentearam também.

Vou responder através do meu blog. O comentário da Filo fez-me cócegas na pena. :)

Até já com Luz e Amor*

Susana

Filomena Nunes disse...

Obrigada pela dica.. vou explorar a possibilidade de fazer down loads dos filmes..

Fico a aguardar o novo artigo. Plutão é aquela vibração que, apesar de todas as outras características é, também, todo (ou toda)atraente!!

Um excelênte fim-de-semana!

Filomena

Filomena Nunes disse...

Susana,

Adorei as "cócegas na pena".. e, por contágio, até me ri!! <3

Um abraço doce.

Filomena

António Rosa disse...

As conversas engraçadas e proveitosas que houve por aqui!!!

Adoro isto tudo.

beijos.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates