Portugal - Eleições Legislativas a 5 Junho - Mapas dos candidatos a 1º Ministro - Apontamentos astrológicos

31 de março de 2011 ·


Eleições Legislativas a 5 Junho 2011
às 8h00, Lisboa, Portugal

Mapa das eleições legislativas 2011. Clicar para ampliar.
É um texto logo e muito especializado.

A seguir, mapas e análises de 3 candidatos a 1º Ministro de Portugal, por ordem alfabética.

A seguir encontrarão alguns comentários astrológicos e são apenas isso - 'comentários' e 'pistas'. Não me atrevo, sequer, a fazer grandes previsões, pois há muitos factores a ponderar neste tipo de análises astrológica, tanto mais que não sei a hora de nascimento de dois dos candidatos. Votar é um direito de cidadania, não é uma obrigação.

José Sócrates

Candidato do Partido Socialista.
Dados de nascimento:
6 Setembro 1957 - 21h45
Vila Maçada, Alijó, Portugal
[41 N 19 - 7 W 33]

Por ocasião do pedido de demissão de José Sócrates [23 Maio 2011], do seu cargo de
1º Ministro, no dia fiz um post a analisar astrologicamente a situação. 
As alterações não foram muito significativas. Ver aqui.

O Partido Socialista (PS) português foi fundado em 19 de Abril de 1973
na cidade alemã de Bad Münstereifel, por militantes da Acção Socialista Portuguesa.

Mapa de José Sócrates. Clicar para ampliar.
Que fique claro que esta pequena análise concentra-se apenas na figura de José Sócrates enquanto pessoa que exercia o cargo de primeiro ministro e não sobre a sua vida pessoal. Comecemos por Saturno em trânsito. pela sua Casa 6. Saturno simboliza as regras, obstáculos, forma, contenção, e, por onde anda diz-nos das dificuldades maiores dessa pessoa. Pois Saturno transita pela Casa 6 de José Sócrates. Num mapa astrológico, a Casa 6 simboliza o trabalho do dia-a-dia e a saúde, e pertence às energias de Virgem, onde Saturno se sente sempre muito cómodo a fazer planos, uns atrás dos outros. Foi o que assistimos nos últimos tempos: um constante ataque, um desfazer contínuo das suas medidas, uma crítica permanente. Não teve sossego e espero que saia desta situação com a aprendizagem do que deve e como deve fazer no futuro.

Curiosamente, devido ao actual movimento retrógrado de Saturno ligou-se à Parte da Fortuna e Júpiter natais, indicando que nas eleições terá uma percentagem de votos favoráveis muito significativa, mas dificilmente ganhará as eleições para formar novo governo. No entanto, sentar-se-á na Assembleia da República como deputado da oposição. E que fará ele, então, tendo este posicionamento astrológico? Com 6 anos de governo (muita experiência do cargo) e sendo um bom orador, sabendo improvisar, sendo ele do signo Virgem com Ascendente em Touro, a persistência será uma tónica. Vai dar luta para desgastar os oponentes. Aguardemos.

Este Saturno em trânsito faz uma semi-quadratura ao seu Plutão natal. Portanto, Saturno a combater o seu poder pessoal. Nunca tinha visto esta característica nos trânsitos de alguém, a funcionar tão exemplarmente. O seu poder (Plutão), enquanto primeiro ministro foi machucado pelo Senhor dos Tempos. Será que Sócrates, enquanto indivíduo, vai aprender a lição? Espero que sim.

A terminar esta parte, resta-me informar que o mesmo Saturno faz uma quadratura ao seu Meio-do-Céu, ponto no mapa que simboliza o reconhecimento dos outros, a carreira pública e a forma como é aceite pelos demais. Um aspecto cármico muito poderoso, diga-se. Foi abatido.

A partir de Agosto de 2012, Saturno entrará na Casa 7 de José Sócrates. Em termos políticos que poderá ocorrer? Esta é a incógnita, pois ver-se-ão favorecidas todas as parcerias. Será um convite para uma tribuna internacional? Será uma nova responsabilidade no país?

Reveja o pot que escrevi sobre o seu pedido de demissão, pois alterações existiram. Aqui.



No mapa do Partido Socialista

No mapa do Partido Socialista [fundado em 19 de Abril de 1973 na cidade alemã de Bad Münstereifel] encontramos uma situação muito interessante. Vemos um partido com vontade de vencer, apoiado por uma belíssima conjunção de Júpiter (as leis, o benéfico) ao Sol e a Vénus natais. Irá haver surpresas nesse dia, nomeadamente na quantidade de deputados eleitos ao parlamento. A dissonância que existe é entre o mapa do chefe do partido, José Sócrates (nada positivo) e o mapa do próprio partido (muito positivo). Claramente, se não ganhar as eleições, vai dever-se às condições do mapa do seu secretário geral. Fosse outro candidato e nestas eleições assistiríamos a um 'volte face'. Dos 3 partidos analisados neste post é aquele que melhores condições astrológicas reúne. Sendo assim, resta-me aguardar para saber qual o veredicto do povo.


Paulo Portas

Candidato do CDS Partido Popular
Dados de nascimento:
12 de Setembro de 1962
[sem hora de nascimento]
Lisboa

Sua biografia na Wikipédia.
História do CDS Partido Popular na Wikipédia.

O CDS Partido Popular é inspirado pela democracia cristã e é aberto também
a conservadores e liberais clássicos, tendo sido fundado em 19 de Julho 1974.

Mapa de de Paulo Portas. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
O mapa de Paulo Portas está relativamente equilibrado, notando-se sobretudo, que tem Plutão (o seu poder interno e pessoal) a fazer inúmeros aspectos positivos a planetas natais importantes: Vénus (a forma como é apreciado pelos outros), Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma), Saturno (as regras, a ordem, a precisão), Úrano (o que rompante e súbito) e Plutão (o seu poder interno e pessoal). Apresenta apenas uma oposição (aspecto tenso e desafiante) a Marte (a iniciativa, a energia), podendo sofrer críticas de terceiros. A confirmar este bom posicionamento de Plutão, podemos acrescentar que Júpiter em trânsito faz um harmonioso sextil ao Plutão natal. É a cereja em cima do bolo.

No entanto, esta situação irá apresentá-lo como tendo maiores responsabilidades do que as habituais. Será visto como acalmando as situações, como podendo solucionar várias questões. Quererá isto dizer que fará parte de uma possível coligação governamental? Mas com que partido? Só no dia das eleições saberemos.

Com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) a fazer-lhe um aspecto benéfico ao seu Marte natal, só posso dizer que as coisas lhe correrão bem, sobretudo para atingir os seus propósitos nestas eleições, pois o aspecto em questão chama-se 'quintil', que habitualmente associa-se a criatividade.

No dia das eleições, o Sol (o seu self, ego) em trânsito faz uma quadratura ao Sol natal. Será um dia em que Paulo Portas terá que 'fechar-se em copas' e assobiar para o lado, pois creio que ficará desapontado com o percentil obtido nas eleições. Mas assumirá o estatuto de estadista, bem treinado por muitos anos de política activa.

Vamos olhar para o seu Saturno natal (o governo, as regras, a ordem, a precisão): o seu posicionamento é muito positivo, pois recebe vários aspectos muito favoráveis - de Mercúrio (comunicação, mensagem, pensamento), Úrano (o rompante, o inesperado), Plutão (o seu poder interno e pessoal) e de Quíron (o curador). Muito bom para Paulo Portas.

Isto reforça o que escrevi acima sobre as responsabilidades acrescidas que se espera dele. E isto «que se espera dele», é uma forma vaga de dizer que terá boas condições para negociar a sua presença num futuro governo. Mas, obviamente, vai depender do seu livre-arbítrio querer meter-se numa situação tão complexa como esta. Terá, certamente, do seu lado, o brilho necessário para ser visto com seriedade e contenção. Mas isto de se ser político, tem muito que se lhe diga, não acham?

Fosse ele o chefe de um partido mais alargado, como o PSD, e teria condições de vencer estas eleições, sem nenhum problema. Mas como dirige um pequeno partido, nada a fazer. Mas claramente, estamos perante uma pessoa que tem vivido, no último ano, os famosos 48/49 anos, uma fase habitualmente bonita e positiva na vida de todos nós.


No mapa do CDS - Partido Popular

No mapa do CDS - Partido Popular [fundado em Lisboa a 19 de Julho de 1974] vemos um Júpiter pouco harmonioso, mas com um bom posicionamento a Vénus natal (os valores, os afectos), trazendo muita gente para apoiar este partido que, tradicionalmente, é minoritário, em relação ao PSD e PS. Eu não ficaria surpreendido se a sua percentagem de votos aumentasse em relação às eleições legislativas anteriores porque o Sol (vitalidade) faz um aspecto positivo ao eixo nodal. Muito interessante. É preciso realçar que a Lua (as emoções, as necessidades) faz uma conjunção exacta à Lua do partido, ambas a 25º de Câncer/Caranguejo. Terão um dia e noite vibrantes, tanto mais que a Vénus em trânsito fará aspectos muito positivos (sextis) ao Sol e à Lua do partido. Reúne condições para entrar em coligação com o partido maioritário destas eleições, seja ele qual for.

Pedro Passos  Coelho

Candidato do PSD - Partido Social Democrata
Site do PSD

Dados de nascimento:
24 de Julho de 1964
[sem hora de nascimento]
Coimbra, Portugal

Sua biografia na Wikipédia.
História do PSD na Wikipédia.

O PSD foi fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974.

Mapa de Pedro Passos Coelho. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
Em termos estritamente astrológicos, ter-lhe-ia sido mais favorável se as eleições se tivessem realizado há uma semana, no dia 29 de Maio, pois Júpiter ainda estaria em Carneiro/Áries e haveria um maior entusiasmo à volta deste acto eleitoral, notando-se nos votos. Com a diferença de uma semana, a 5 de Junho, Júpiter já entrou em Touro, permitindo um acalmar dos ruídos laterais.

Pedro Passos Coelho é beneficiado com uma aproximação para uma conjunção de Marte em trânsito (a energia, o aguerrido) com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) ambos em Touro. Sem dúvida que é um benefício, que o levará certamente a conquistar os votos dos eleitores. No entanto, é necessário matizarmos aqui uma questão bem importante: este Marte, que em princípio deveria ser o aguerrido do zodíaco, quando está em Touro, encontra-se enfraquecido, pois astrologicamente, diz-se que está em «detrimento» ou «exílio». As próprias palavras são explicativas de uma situação pouco simpática. Atrevo-me a dizer que não conquistará maioria absoluta nestas eleições, apesar de as ganhar em termos percentuais.

A confirmar esta tendência vemos que Júpiter em trânsito (em Touro) faz quadraturas (aspecto tenso) ao seu Sol (o seu self, ego) e Lua (emoções, necessidades) natais. Em vez de uma quadratura, se fossem trígonos ou sextis (aspectos doces e facilitadores), teria garantido a maioria absoluta. Assim, irá ter que negociar com outros partidos para formar governo que, obviamente, terá a maior das legitimidades.

2012, sobretudo depois de Março, será um bom ano para Pedro Passos Coelho, em que poderá notar que as coisas governativas lhe irão correr muito melhor. Júpiter terá o seu retorno, o que acontece de 12 em 12 anos.

Com a Lua (emoções, necessidades) em regência no signo Câncer/Caranguejo, podemos perceber que este uma parte deste país vai querer muito confiar nele, transformando-o no 'desejado', naquele que que nutre e distribui carinho e afecto aos demais. Isto traduzido em termos económicos, pode significar que haverá muita esperança que nos consiga tirar desta crise tremenda em que se vive. Conseguirá? Temos que aguardar por 2012.

Esta Lua vai a caminho de uma conjunção ao seu Sol natal (o seu self, o ego, a vontade) fazendo-o passar por uma tremenda dose emocional, que bem encaminhado, poderá ajudar a curar este país, as que mal encaminhado, poderá ser muito perturbador. É aqui que percebemos que o ser humano é maior que o seu próprio mapa astrológico, pois possui livre-arbítrio para tomar as suas decisões, criando o seu próprio caminho.

Temos que perceber um outro trânsito no seu mapa: Neptuno (os sonhos, os ideias, mas também o solvente) faz uma conjunção próxima ao seu Saturno natal (as regras, a ordem, a precisão). Este é um aspecto esotérico profundo, vital e excelente, pois juntam-se duas vontades muito próximas - Neptuno quer curar e Saturno quer arranjar o que está estragado. Espero muito que ele faça funcionar este aspecto pois o nosso povo necessita encontrar rapidamente um processo colectivo de cura e isto não se faz, sem a vontade expressa de quem governa.

Mas, como adverti antes, esta é uma questão que terá que ser decidida pelo seu livre-arbítrio. Quer o poder a todo o custo? Ou quer «curar» o seu (e meu, e nosso) país? É aqui que vai residir a diferença, podendo impor um estilo de governação de proximidade.
 
No mapa do Partido Social Democrata 

No mapa do PSD - Partido Social Democrata [fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974] há duas situações a considerar. O benéfico Júpiter em trânsito está peregrino, não fazendo aspectos maiores a nenhum planeta pessoal, o que o torna no 'comandante' da nave. Eleições conquistadas, sem dúvida. Se as eleições ocorressem em Março de 2012, teria maioria absoluta, mas como ocorrem agora, vai contentar-se com uma maioria relativa. A reforçar esta situação, encontramos Saturno (as regras, a ordem, a precisão) e Marte (a energia, a combatividade) em quadratura, um aspecto desafiante e nada simpático. Sintomático. Em astrologia tradicional diz-se que Saturno e Marte são os 'maléficos' do zodíaco.

Mapa de Portugal 


15 Março 1143 - Guimarães, Portugal

Clicar para ampliar.

 A Lua do mapa de Portugal recebe, maioritariamente, aspectos tensos de vários planetas. Mercúrio (o entendimento, a comunicação) em oposição dando-nos a entender que é uma eleição muito emocional, muito vernácula. Marte (energia) faz um quindecile, percebendo-se que existe uma espécie de obsessão concentrada, num movimento unidireccional. Neptuno (o etéreo, a sensibilidade) faz uma severa quadratura à Lua, demonstrando que uma parte considerável dos cidadãos com capacidade de voto, estão bastante abstraídos das eleições. Há a considerar uma possível larga abstenção. O único aspecto positivo desta Lua de Portugal vem de um trígono de Úrano, aguardando-se mudanças significativas. É a vontade de um povo, mas não significa que essas mudanças sejam postas em prática pela classe política, a contento da população. Por último, esta Lua recebe uma severa quadratura de Quíron, enviando-nos a mensagem que a «cura» deste povo está a ser processada com dificuldade.



Post com muita procura.

27 comentários:

Onda Encantada disse...
31 de março de 2011 às 20:46  

JS: Verdade, esse Sat na 10, implica muita coisa, quanto a mim, vai-lhe trazer reconhecimento, de que afinal, as medidas dele, não eram assim tão negativas (demonstrado pelas medidas dos próximos)

PP: Esse Jup em Venus, demonstra aquilo que tem ganho (pessoalmente, não como partido) pela coerência.

PC: Essa lua conjunta ao sol, talvez o faça sentir mais como o messias, o Salvador (no fundo uma questão egoica e sem sentido de serviço ao povo), e revestir-se dessa capa.A realidade a que será chamado será gravosa e talvez o faça acordar e perceber que afinal não é messias nenhum.
Esse Nept conj Sat, talvez (posteriormente) o desperte de facto para um sentido mais humanitário e a consiga trazer a revolução de mentalidades tão necessarias a este mundo.

Gostaria que este mundo despertasse, e percebesse que o modelo politico actual já não serve...

A ver vamos como diz o cego... e desculpe-me a minha pretenciosa "analise" astrologica... ando destreinada... mas foi o que saiu intuitivamente... :)

Beijos e como sempre... parabéns pelo bom post...

António Rosa disse...
31 de março de 2011 às 20:50  

Onda

Sem dúvida alguma, muitos de nós percebemos que estes políticos estão desfasados de outras maneiras de ver, sentir e pensar.

Bela análise a sua. Muito obrigado.

Beijos.

Onda Encantada disse...
31 de março de 2011 às 21:16  

António,

Não sei se foi uma boa análise, nem sequer se foi uma análise... lol

Foi sim um reconhecimento convicto do quão apartidária sou e de como este sistema político não funciona.
Infelizmente, neste país, a abstenção não é considerada para as estatísticas e continua-se a eleger mandatários quando mesmo as maiorias dizem que não querem o sistema (basta ver as ultimas eleições). Ou seja, somos de facto uma "democracia" disfarçada.

Quando entregarem a coisa ao FMI... logo veremos .... se as pessoas mudam ou não...

beijos.

Isa disse...
31 de março de 2011 às 21:19  

É isto que sinto, tal com o António disse: "estes políticos estão desfasados de outras maneiras de ver, sentir e pensar."

Ganhe quem ganhar, só espero que se aproxime mais de nós...

Obrigada
Um beijo

Isa

Nilce disse...
1 de abril de 2011 às 01:53  

Oi Antônio meu amigo.

Pelo jeito está ficando difícil votar em qualquer candidato que seja por aí.
Ficamos iguais quando chegam as eleições. rs

Bjs no coração!

Nilce

Astrid Annabelle disse...
1 de abril de 2011 às 11:04  

Bom dia António querido!
Agora li com atenção e me parece que vocês aí em Portugal estão todos sem saber direito o que fazer em relação às eleições.
Nada diferente do foi aqui nas eleições do Brasil.
Que o Plano Divino se cumpra!
Um beijo grande para um belo dia!
Astrid Annabelle

Maria Paula Ribeiro disse...
1 de abril de 2011 às 12:21  

Bom dia António

;) Excelente trabalho...

Tens de enviar para os respectivos políticos! ;)))

Ou então seres convidado para o debate eleitoral, ;)))

Seria muito bom, ver como a próxima Era viverá os seus dias: "preto o branco" ou "branco o preto" ;))))
Já será difícil sermos guiados por algo que não seja o da própria essência de cada um...

Bem-hajas e beijo grande ;)

António Rosa disse...
1 de abril de 2011 às 15:13  

Onda,

Prevejo uma ampla abstenção. E se estiver um bom domingo de sol, então... é garantido.

Beijo

A.

António Rosa disse...
1 de abril de 2011 às 15:13  

Isa,

E que desfasados, não acha?

Beijo

António Rosa disse...
1 de abril de 2011 às 15:14  

Nilce,

Vai sendo igual em todo o mundo ocidental.

Beijo.

A.

António Rosa disse...
1 de abril de 2011 às 15:14  

Querida Astrid

Nem sei como teve paciência para ler este testamento?!?

Muito obrigado, de qualquer maneira.

Que o Plano Divino se cumpra, é isso mesmo.

Beijos

A.

António Rosa disse...
1 de abril de 2011 às 15:14  

Maria Paula,

Muito obrigado pelas tuas palavras simpáticas.

Vamos lá ver no que isto dá - em termos de resultados futuros, claro!

Beijos

A.

MARCELO DALLA disse...
1 de abril de 2011 às 19:08  

Amigo, excelente análise como sempre. Confesso que se estivesse aí não saberia o que fazer, em quem votar. Intuitivamente, nenhum dos 3 candidatos me apetece. Mas não entendi: José Socrates renunciou e agora se candidata de novo? Como é isso? (me perdoe a ignorância...)
abraço

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...
1 de abril de 2011 às 19:09  

Muito bacana e caprichada essa análise! que os astros olhem por Portugal, que a eleição se traduza em um BEM para a população deste país tão especial.
bom dia

António Rosa disse...
2 de abril de 2011 às 12:34  

Olá Marcelo

A política é assim mesmo. Demitiu-se do governo por encontrar oposição contra o seu trabalho. Como vai haver eleições, candidata-se de novo e o povo que escolha.

Abraço.

António Rosa disse...
2 de abril de 2011 às 12:35  

Alexandre

Muito agradecido pelas suas palavras. Dentro de dias vou publicar aqui um post sobre Tóquio e porque razão essa cidade, tão fustigada, não sofre inundações.

Abraço.

António

Anónimo disse...
2 de abril de 2011 às 18:55  

Muito obrigada pelas suas publicações, sempre cheias de interesse. Só que o mapa do nosso ainda 1º está errado. O sr. José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa nasceu no Porto e foi registado em Vale de Maçada. A hora de nascimento = 21h. O que lhe coloca o asc. em Carneiro - o tal da impulsividade. Afinal, tem o Marte espartilhado entre Mercúrio e o Sol. O MC vai para 5,34 de Capricórnio e o tal do Plutão tem andado pelos 7. A lua progredida anda nos 23 de Capricórnio. Se pensarmos que temos eleiçoes em Junho, mais o tempo para a tomada de posse...bem...afinal a casa 11 do sr. começa a 27 de Capricornio...

Azul

António Rosa disse...
2 de abril de 2011 às 19:30  

Caro ou cara Azul

Conheço o mapa que menciona: Porto, 21 horas. Aliás é o mais divulgado.

Posso fazer-lhe uma pergunta: alguma vez «rectificou» a hora de nascimento? Mesmo para o Porto?

Agradecido.

Serginho Tavares disse...
3 de abril de 2011 às 16:35  

E lá vai eu sendo fútil aqui de novo mas estes políticos portugueses são bonitos hein?
Beijos

Anónimo disse...
3 de abril de 2011 às 16:38  

:)...mas que altera a leitura...

No entanto, penso que mais importante que quem dá a face por aquilo que o nosso povo pensa e sente, será redescobrir a razão que presidiu à fundação deste país e trabalharmos todos para que esse Ideal dos nossos Igrejos Avós se cumpra e se desvaneçam os sebastianismos que nos mantêm envoltos em nevoeiros.

Agradecida,

Azul

Anónimo disse...
3 de abril de 2011 às 17:38  

Alguém me pode explicar onde foram buscar Portugal a nascer a 15 de Março de 1143? porquê?

Quem me pode ajudar a compreender como se podem fazer análises com algum tipo de rigor, comparando mapas de líderes com hora de nascimento, com líderes sem hora de nascimento?

Não acham que a Astrologia merece um pouco mais de rigor?

O único que merece ser interpretado porque rigoroso é o mapa das eleições, porque feito para a hora a que abrem as urnas.

Anil

António Rosa disse...
4 de abril de 2011 às 14:42  

Azul

Agradecido pelo seu comentário.

A.

António Rosa disse...
4 de abril de 2011 às 14:43  

Serginho,

Eles têm bom aspecto... mas como políticos que são... rifo-os, aos 3.

António Rosa disse...
4 de abril de 2011 às 14:49  

Anil,

Comentários reveladores como os seus são frequentes.

Mas, com paciência, aqui vou eu:

«Quem me pode ajudar a compreender como se podem fazer análises com algum tipo de rigor, comparando mapas de líderes com hora de nascimento, com líderes sem hora de nascimento?»

Através dos aspectos dos planetas nos signos. Essa é que é a arte difícil, sem se usarem as casas. Se é estudante de astrologia, já deveria saber isso.

«Não acham que a Astrologia merece um pouco mais de rigor?»

Merece todo o rigor possível, sem fundamentalismos.

«O único que merece ser interpretado porque rigoroso é o mapa das eleições, porque feito para a hora a que abrem as urnas.»

É a sua opinião, que pelas dúvidas manifestadas, revela que deve aprofundar os seus conhecimentos da PRáTICA da Astrologia.

Se é estudante de astrologia, pergunte ao seu professor.

A.

cdna69 disse...
17 de maio de 2011 às 21:56  

alguem na verdade sabe em quem votar??
vejam o video e partilhem! vale a pena! musica - "nao sei em quem votar"
http://www.youtube.com/watch?v=Tn-f_eSDNgc

Basimah disse...
2 de junho de 2011 às 22:18  

o facto de só aqui estarem 3 candidatos representados é tendencialismo ou falta de informação?

Lady Kathryn disse...
4 de julho de 2013 às 04:39  

Como de costume, excelente artigo!

Muito obrigada pela partilha dum conhecimento imenso que resulta sempre em excelentes trabalhos de análise celeste.

A considerar enviar o mesmo ao Prof. "Martelo"...lol

Paula Mota

31 de março de 2011

Portugal - Eleições Legislativas a 5 Junho - Mapas dos candidatos a 1º Ministro - Apontamentos astrológicos


Eleições Legislativas a 5 Junho 2011
às 8h00, Lisboa, Portugal

Mapa das eleições legislativas 2011. Clicar para ampliar.
É um texto logo e muito especializado.

A seguir, mapas e análises de 3 candidatos a 1º Ministro de Portugal, por ordem alfabética.

A seguir encontrarão alguns comentários astrológicos e são apenas isso - 'comentários' e 'pistas'. Não me atrevo, sequer, a fazer grandes previsões, pois há muitos factores a ponderar neste tipo de análises astrológica, tanto mais que não sei a hora de nascimento de dois dos candidatos. Votar é um direito de cidadania, não é uma obrigação.

José Sócrates

Candidato do Partido Socialista.
Dados de nascimento:
6 Setembro 1957 - 21h45
Vila Maçada, Alijó, Portugal
[41 N 19 - 7 W 33]

Por ocasião do pedido de demissão de José Sócrates [23 Maio 2011], do seu cargo de
1º Ministro, no dia fiz um post a analisar astrologicamente a situação. 
As alterações não foram muito significativas. Ver aqui.

O Partido Socialista (PS) português foi fundado em 19 de Abril de 1973
na cidade alemã de Bad Münstereifel, por militantes da Acção Socialista Portuguesa.

Mapa de José Sócrates. Clicar para ampliar.
Que fique claro que esta pequena análise concentra-se apenas na figura de José Sócrates enquanto pessoa que exercia o cargo de primeiro ministro e não sobre a sua vida pessoal. Comecemos por Saturno em trânsito. pela sua Casa 6. Saturno simboliza as regras, obstáculos, forma, contenção, e, por onde anda diz-nos das dificuldades maiores dessa pessoa. Pois Saturno transita pela Casa 6 de José Sócrates. Num mapa astrológico, a Casa 6 simboliza o trabalho do dia-a-dia e a saúde, e pertence às energias de Virgem, onde Saturno se sente sempre muito cómodo a fazer planos, uns atrás dos outros. Foi o que assistimos nos últimos tempos: um constante ataque, um desfazer contínuo das suas medidas, uma crítica permanente. Não teve sossego e espero que saia desta situação com a aprendizagem do que deve e como deve fazer no futuro.

Curiosamente, devido ao actual movimento retrógrado de Saturno ligou-se à Parte da Fortuna e Júpiter natais, indicando que nas eleições terá uma percentagem de votos favoráveis muito significativa, mas dificilmente ganhará as eleições para formar novo governo. No entanto, sentar-se-á na Assembleia da República como deputado da oposição. E que fará ele, então, tendo este posicionamento astrológico? Com 6 anos de governo (muita experiência do cargo) e sendo um bom orador, sabendo improvisar, sendo ele do signo Virgem com Ascendente em Touro, a persistência será uma tónica. Vai dar luta para desgastar os oponentes. Aguardemos.

Este Saturno em trânsito faz uma semi-quadratura ao seu Plutão natal. Portanto, Saturno a combater o seu poder pessoal. Nunca tinha visto esta característica nos trânsitos de alguém, a funcionar tão exemplarmente. O seu poder (Plutão), enquanto primeiro ministro foi machucado pelo Senhor dos Tempos. Será que Sócrates, enquanto indivíduo, vai aprender a lição? Espero que sim.

A terminar esta parte, resta-me informar que o mesmo Saturno faz uma quadratura ao seu Meio-do-Céu, ponto no mapa que simboliza o reconhecimento dos outros, a carreira pública e a forma como é aceite pelos demais. Um aspecto cármico muito poderoso, diga-se. Foi abatido.

A partir de Agosto de 2012, Saturno entrará na Casa 7 de José Sócrates. Em termos políticos que poderá ocorrer? Esta é a incógnita, pois ver-se-ão favorecidas todas as parcerias. Será um convite para uma tribuna internacional? Será uma nova responsabilidade no país?

Reveja o pot que escrevi sobre o seu pedido de demissão, pois alterações existiram. Aqui.



No mapa do Partido Socialista

No mapa do Partido Socialista [fundado em 19 de Abril de 1973 na cidade alemã de Bad Münstereifel] encontramos uma situação muito interessante. Vemos um partido com vontade de vencer, apoiado por uma belíssima conjunção de Júpiter (as leis, o benéfico) ao Sol e a Vénus natais. Irá haver surpresas nesse dia, nomeadamente na quantidade de deputados eleitos ao parlamento. A dissonância que existe é entre o mapa do chefe do partido, José Sócrates (nada positivo) e o mapa do próprio partido (muito positivo). Claramente, se não ganhar as eleições, vai dever-se às condições do mapa do seu secretário geral. Fosse outro candidato e nestas eleições assistiríamos a um 'volte face'. Dos 3 partidos analisados neste post é aquele que melhores condições astrológicas reúne. Sendo assim, resta-me aguardar para saber qual o veredicto do povo.


Paulo Portas

Candidato do CDS Partido Popular
Dados de nascimento:
12 de Setembro de 1962
[sem hora de nascimento]
Lisboa

Sua biografia na Wikipédia.
História do CDS Partido Popular na Wikipédia.

O CDS Partido Popular é inspirado pela democracia cristã e é aberto também
a conservadores e liberais clássicos, tendo sido fundado em 19 de Julho 1974.

Mapa de de Paulo Portas. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
O mapa de Paulo Portas está relativamente equilibrado, notando-se sobretudo, que tem Plutão (o seu poder interno e pessoal) a fazer inúmeros aspectos positivos a planetas natais importantes: Vénus (a forma como é apreciado pelos outros), Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma), Saturno (as regras, a ordem, a precisão), Úrano (o que rompante e súbito) e Plutão (o seu poder interno e pessoal). Apresenta apenas uma oposição (aspecto tenso e desafiante) a Marte (a iniciativa, a energia), podendo sofrer críticas de terceiros. A confirmar este bom posicionamento de Plutão, podemos acrescentar que Júpiter em trânsito faz um harmonioso sextil ao Plutão natal. É a cereja em cima do bolo.

No entanto, esta situação irá apresentá-lo como tendo maiores responsabilidades do que as habituais. Será visto como acalmando as situações, como podendo solucionar várias questões. Quererá isto dizer que fará parte de uma possível coligação governamental? Mas com que partido? Só no dia das eleições saberemos.

Com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) a fazer-lhe um aspecto benéfico ao seu Marte natal, só posso dizer que as coisas lhe correrão bem, sobretudo para atingir os seus propósitos nestas eleições, pois o aspecto em questão chama-se 'quintil', que habitualmente associa-se a criatividade.

No dia das eleições, o Sol (o seu self, ego) em trânsito faz uma quadratura ao Sol natal. Será um dia em que Paulo Portas terá que 'fechar-se em copas' e assobiar para o lado, pois creio que ficará desapontado com o percentil obtido nas eleições. Mas assumirá o estatuto de estadista, bem treinado por muitos anos de política activa.

Vamos olhar para o seu Saturno natal (o governo, as regras, a ordem, a precisão): o seu posicionamento é muito positivo, pois recebe vários aspectos muito favoráveis - de Mercúrio (comunicação, mensagem, pensamento), Úrano (o rompante, o inesperado), Plutão (o seu poder interno e pessoal) e de Quíron (o curador). Muito bom para Paulo Portas.

Isto reforça o que escrevi acima sobre as responsabilidades acrescidas que se espera dele. E isto «que se espera dele», é uma forma vaga de dizer que terá boas condições para negociar a sua presença num futuro governo. Mas, obviamente, vai depender do seu livre-arbítrio querer meter-se numa situação tão complexa como esta. Terá, certamente, do seu lado, o brilho necessário para ser visto com seriedade e contenção. Mas isto de se ser político, tem muito que se lhe diga, não acham?

Fosse ele o chefe de um partido mais alargado, como o PSD, e teria condições de vencer estas eleições, sem nenhum problema. Mas como dirige um pequeno partido, nada a fazer. Mas claramente, estamos perante uma pessoa que tem vivido, no último ano, os famosos 48/49 anos, uma fase habitualmente bonita e positiva na vida de todos nós.


No mapa do CDS - Partido Popular

No mapa do CDS - Partido Popular [fundado em Lisboa a 19 de Julho de 1974] vemos um Júpiter pouco harmonioso, mas com um bom posicionamento a Vénus natal (os valores, os afectos), trazendo muita gente para apoiar este partido que, tradicionalmente, é minoritário, em relação ao PSD e PS. Eu não ficaria surpreendido se a sua percentagem de votos aumentasse em relação às eleições legislativas anteriores porque o Sol (vitalidade) faz um aspecto positivo ao eixo nodal. Muito interessante. É preciso realçar que a Lua (as emoções, as necessidades) faz uma conjunção exacta à Lua do partido, ambas a 25º de Câncer/Caranguejo. Terão um dia e noite vibrantes, tanto mais que a Vénus em trânsito fará aspectos muito positivos (sextis) ao Sol e à Lua do partido. Reúne condições para entrar em coligação com o partido maioritário destas eleições, seja ele qual for.

Pedro Passos  Coelho

Candidato do PSD - Partido Social Democrata
Site do PSD

Dados de nascimento:
24 de Julho de 1964
[sem hora de nascimento]
Coimbra, Portugal

Sua biografia na Wikipédia.
História do PSD na Wikipédia.

O PSD foi fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974.

Mapa de Pedro Passos Coelho. Clicar para ampliar.
Não se pode analisar as casas, pois não se sabe a hora de nascimento.
A análise deve ser feita tendo em atenção apenas os aspectos entre os planetas e a sua
colocação nos signos.
Em termos estritamente astrológicos, ter-lhe-ia sido mais favorável se as eleições se tivessem realizado há uma semana, no dia 29 de Maio, pois Júpiter ainda estaria em Carneiro/Áries e haveria um maior entusiasmo à volta deste acto eleitoral, notando-se nos votos. Com a diferença de uma semana, a 5 de Junho, Júpiter já entrou em Touro, permitindo um acalmar dos ruídos laterais.

Pedro Passos Coelho é beneficiado com uma aproximação para uma conjunção de Marte em trânsito (a energia, o aguerrido) com Júpiter (o expansivo, as leis, o dharma) ambos em Touro. Sem dúvida que é um benefício, que o levará certamente a conquistar os votos dos eleitores. No entanto, é necessário matizarmos aqui uma questão bem importante: este Marte, que em princípio deveria ser o aguerrido do zodíaco, quando está em Touro, encontra-se enfraquecido, pois astrologicamente, diz-se que está em «detrimento» ou «exílio». As próprias palavras são explicativas de uma situação pouco simpática. Atrevo-me a dizer que não conquistará maioria absoluta nestas eleições, apesar de as ganhar em termos percentuais.

A confirmar esta tendência vemos que Júpiter em trânsito (em Touro) faz quadraturas (aspecto tenso) ao seu Sol (o seu self, ego) e Lua (emoções, necessidades) natais. Em vez de uma quadratura, se fossem trígonos ou sextis (aspectos doces e facilitadores), teria garantido a maioria absoluta. Assim, irá ter que negociar com outros partidos para formar governo que, obviamente, terá a maior das legitimidades.

2012, sobretudo depois de Março, será um bom ano para Pedro Passos Coelho, em que poderá notar que as coisas governativas lhe irão correr muito melhor. Júpiter terá o seu retorno, o que acontece de 12 em 12 anos.

Com a Lua (emoções, necessidades) em regência no signo Câncer/Caranguejo, podemos perceber que este uma parte deste país vai querer muito confiar nele, transformando-o no 'desejado', naquele que que nutre e distribui carinho e afecto aos demais. Isto traduzido em termos económicos, pode significar que haverá muita esperança que nos consiga tirar desta crise tremenda em que se vive. Conseguirá? Temos que aguardar por 2012.

Esta Lua vai a caminho de uma conjunção ao seu Sol natal (o seu self, o ego, a vontade) fazendo-o passar por uma tremenda dose emocional, que bem encaminhado, poderá ajudar a curar este país, as que mal encaminhado, poderá ser muito perturbador. É aqui que percebemos que o ser humano é maior que o seu próprio mapa astrológico, pois possui livre-arbítrio para tomar as suas decisões, criando o seu próprio caminho.

Temos que perceber um outro trânsito no seu mapa: Neptuno (os sonhos, os ideias, mas também o solvente) faz uma conjunção próxima ao seu Saturno natal (as regras, a ordem, a precisão). Este é um aspecto esotérico profundo, vital e excelente, pois juntam-se duas vontades muito próximas - Neptuno quer curar e Saturno quer arranjar o que está estragado. Espero muito que ele faça funcionar este aspecto pois o nosso povo necessita encontrar rapidamente um processo colectivo de cura e isto não se faz, sem a vontade expressa de quem governa.

Mas, como adverti antes, esta é uma questão que terá que ser decidida pelo seu livre-arbítrio. Quer o poder a todo o custo? Ou quer «curar» o seu (e meu, e nosso) país? É aqui que vai residir a diferença, podendo impor um estilo de governação de proximidade.
 
No mapa do Partido Social Democrata 

No mapa do PSD - Partido Social Democrata [fundado em Lisboa a 6 de Maio de 1974] há duas situações a considerar. O benéfico Júpiter em trânsito está peregrino, não fazendo aspectos maiores a nenhum planeta pessoal, o que o torna no 'comandante' da nave. Eleições conquistadas, sem dúvida. Se as eleições ocorressem em Março de 2012, teria maioria absoluta, mas como ocorrem agora, vai contentar-se com uma maioria relativa. A reforçar esta situação, encontramos Saturno (as regras, a ordem, a precisão) e Marte (a energia, a combatividade) em quadratura, um aspecto desafiante e nada simpático. Sintomático. Em astrologia tradicional diz-se que Saturno e Marte são os 'maléficos' do zodíaco.

Mapa de Portugal 


15 Março 1143 - Guimarães, Portugal

Clicar para ampliar.

 A Lua do mapa de Portugal recebe, maioritariamente, aspectos tensos de vários planetas. Mercúrio (o entendimento, a comunicação) em oposição dando-nos a entender que é uma eleição muito emocional, muito vernácula. Marte (energia) faz um quindecile, percebendo-se que existe uma espécie de obsessão concentrada, num movimento unidireccional. Neptuno (o etéreo, a sensibilidade) faz uma severa quadratura à Lua, demonstrando que uma parte considerável dos cidadãos com capacidade de voto, estão bastante abstraídos das eleições. Há a considerar uma possível larga abstenção. O único aspecto positivo desta Lua de Portugal vem de um trígono de Úrano, aguardando-se mudanças significativas. É a vontade de um povo, mas não significa que essas mudanças sejam postas em prática pela classe política, a contento da população. Por último, esta Lua recebe uma severa quadratura de Quíron, enviando-nos a mensagem que a «cura» deste povo está a ser processada com dificuldade.



Post com muita procura.

27 comentários:

Onda Encantada disse...

JS: Verdade, esse Sat na 10, implica muita coisa, quanto a mim, vai-lhe trazer reconhecimento, de que afinal, as medidas dele, não eram assim tão negativas (demonstrado pelas medidas dos próximos)

PP: Esse Jup em Venus, demonstra aquilo que tem ganho (pessoalmente, não como partido) pela coerência.

PC: Essa lua conjunta ao sol, talvez o faça sentir mais como o messias, o Salvador (no fundo uma questão egoica e sem sentido de serviço ao povo), e revestir-se dessa capa.A realidade a que será chamado será gravosa e talvez o faça acordar e perceber que afinal não é messias nenhum.
Esse Nept conj Sat, talvez (posteriormente) o desperte de facto para um sentido mais humanitário e a consiga trazer a revolução de mentalidades tão necessarias a este mundo.

Gostaria que este mundo despertasse, e percebesse que o modelo politico actual já não serve...

A ver vamos como diz o cego... e desculpe-me a minha pretenciosa "analise" astrologica... ando destreinada... mas foi o que saiu intuitivamente... :)

Beijos e como sempre... parabéns pelo bom post...

António Rosa disse...

Onda

Sem dúvida alguma, muitos de nós percebemos que estes políticos estão desfasados de outras maneiras de ver, sentir e pensar.

Bela análise a sua. Muito obrigado.

Beijos.

Onda Encantada disse...

António,

Não sei se foi uma boa análise, nem sequer se foi uma análise... lol

Foi sim um reconhecimento convicto do quão apartidária sou e de como este sistema político não funciona.
Infelizmente, neste país, a abstenção não é considerada para as estatísticas e continua-se a eleger mandatários quando mesmo as maiorias dizem que não querem o sistema (basta ver as ultimas eleições). Ou seja, somos de facto uma "democracia" disfarçada.

Quando entregarem a coisa ao FMI... logo veremos .... se as pessoas mudam ou não...

beijos.

Isa disse...

É isto que sinto, tal com o António disse: "estes políticos estão desfasados de outras maneiras de ver, sentir e pensar."

Ganhe quem ganhar, só espero que se aproxime mais de nós...

Obrigada
Um beijo

Isa

Nilce disse...

Oi Antônio meu amigo.

Pelo jeito está ficando difícil votar em qualquer candidato que seja por aí.
Ficamos iguais quando chegam as eleições. rs

Bjs no coração!

Nilce

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António querido!
Agora li com atenção e me parece que vocês aí em Portugal estão todos sem saber direito o que fazer em relação às eleições.
Nada diferente do foi aqui nas eleições do Brasil.
Que o Plano Divino se cumpra!
Um beijo grande para um belo dia!
Astrid Annabelle

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia António

;) Excelente trabalho...

Tens de enviar para os respectivos políticos! ;)))

Ou então seres convidado para o debate eleitoral, ;)))

Seria muito bom, ver como a próxima Era viverá os seus dias: "preto o branco" ou "branco o preto" ;))))
Já será difícil sermos guiados por algo que não seja o da própria essência de cada um...

Bem-hajas e beijo grande ;)

António Rosa disse...

Onda,

Prevejo uma ampla abstenção. E se estiver um bom domingo de sol, então... é garantido.

Beijo

A.

António Rosa disse...

Isa,

E que desfasados, não acha?

Beijo

António Rosa disse...

Nilce,

Vai sendo igual em todo o mundo ocidental.

Beijo.

A.

António Rosa disse...

Querida Astrid

Nem sei como teve paciência para ler este testamento?!?

Muito obrigado, de qualquer maneira.

Que o Plano Divino se cumpra, é isso mesmo.

Beijos

A.

António Rosa disse...

Maria Paula,

Muito obrigado pelas tuas palavras simpáticas.

Vamos lá ver no que isto dá - em termos de resultados futuros, claro!

Beijos

A.

MARCELO DALLA disse...

Amigo, excelente análise como sempre. Confesso que se estivesse aí não saberia o que fazer, em quem votar. Intuitivamente, nenhum dos 3 candidatos me apetece. Mas não entendi: José Socrates renunciou e agora se candidata de novo? Como é isso? (me perdoe a ignorância...)
abraço

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Muito bacana e caprichada essa análise! que os astros olhem por Portugal, que a eleição se traduza em um BEM para a população deste país tão especial.
bom dia

António Rosa disse...

Olá Marcelo

A política é assim mesmo. Demitiu-se do governo por encontrar oposição contra o seu trabalho. Como vai haver eleições, candidata-se de novo e o povo que escolha.

Abraço.

António Rosa disse...

Alexandre

Muito agradecido pelas suas palavras. Dentro de dias vou publicar aqui um post sobre Tóquio e porque razão essa cidade, tão fustigada, não sofre inundações.

Abraço.

António

Anónimo disse...

Muito obrigada pelas suas publicações, sempre cheias de interesse. Só que o mapa do nosso ainda 1º está errado. O sr. José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa nasceu no Porto e foi registado em Vale de Maçada. A hora de nascimento = 21h. O que lhe coloca o asc. em Carneiro - o tal da impulsividade. Afinal, tem o Marte espartilhado entre Mercúrio e o Sol. O MC vai para 5,34 de Capricórnio e o tal do Plutão tem andado pelos 7. A lua progredida anda nos 23 de Capricórnio. Se pensarmos que temos eleiçoes em Junho, mais o tempo para a tomada de posse...bem...afinal a casa 11 do sr. começa a 27 de Capricornio...

Azul

António Rosa disse...

Caro ou cara Azul

Conheço o mapa que menciona: Porto, 21 horas. Aliás é o mais divulgado.

Posso fazer-lhe uma pergunta: alguma vez «rectificou» a hora de nascimento? Mesmo para o Porto?

Agradecido.

Serginho Tavares disse...

E lá vai eu sendo fútil aqui de novo mas estes políticos portugueses são bonitos hein?
Beijos

Anónimo disse...

:)...mas que altera a leitura...

No entanto, penso que mais importante que quem dá a face por aquilo que o nosso povo pensa e sente, será redescobrir a razão que presidiu à fundação deste país e trabalharmos todos para que esse Ideal dos nossos Igrejos Avós se cumpra e se desvaneçam os sebastianismos que nos mantêm envoltos em nevoeiros.

Agradecida,

Azul

Anónimo disse...

Alguém me pode explicar onde foram buscar Portugal a nascer a 15 de Março de 1143? porquê?

Quem me pode ajudar a compreender como se podem fazer análises com algum tipo de rigor, comparando mapas de líderes com hora de nascimento, com líderes sem hora de nascimento?

Não acham que a Astrologia merece um pouco mais de rigor?

O único que merece ser interpretado porque rigoroso é o mapa das eleições, porque feito para a hora a que abrem as urnas.

Anil

António Rosa disse...

Azul

Agradecido pelo seu comentário.

A.

António Rosa disse...

Serginho,

Eles têm bom aspecto... mas como políticos que são... rifo-os, aos 3.

António Rosa disse...

Anil,

Comentários reveladores como os seus são frequentes.

Mas, com paciência, aqui vou eu:

«Quem me pode ajudar a compreender como se podem fazer análises com algum tipo de rigor, comparando mapas de líderes com hora de nascimento, com líderes sem hora de nascimento?»

Através dos aspectos dos planetas nos signos. Essa é que é a arte difícil, sem se usarem as casas. Se é estudante de astrologia, já deveria saber isso.

«Não acham que a Astrologia merece um pouco mais de rigor?»

Merece todo o rigor possível, sem fundamentalismos.

«O único que merece ser interpretado porque rigoroso é o mapa das eleições, porque feito para a hora a que abrem as urnas.»

É a sua opinião, que pelas dúvidas manifestadas, revela que deve aprofundar os seus conhecimentos da PRáTICA da Astrologia.

Se é estudante de astrologia, pergunte ao seu professor.

A.

cdna69 disse...

alguem na verdade sabe em quem votar??
vejam o video e partilhem! vale a pena! musica - "nao sei em quem votar"
http://www.youtube.com/watch?v=Tn-f_eSDNgc

Basimah disse...

o facto de só aqui estarem 3 candidatos representados é tendencialismo ou falta de informação?

Lady Kathryn disse...

Como de costume, excelente artigo!

Muito obrigada pela partilha dum conhecimento imenso que resulta sempre em excelentes trabalhos de análise celeste.

A considerar enviar o mesmo ao Prof. "Martelo"...lol

Paula Mota

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates