O poder da cura [Quíron em Virgem ou na 6ª Casa]

30 de junho de 2010 ·


O poder da cura
Quíron em Virgem ou na 6ª Casa


Antes de mais, quero informar os leitores que senti muita dificuldade em dar corpo a este texto. Por uma razão muito simples: não tenho no meu programa de astrologia, (mais de 3.000 mapas) nenhum cliente que eu tenha atendido e que possua Quíron em Virgem. Nenhum. Por uma razão muito simples: as pessoas que têm este posicionamento nasceram em 1943/4 ou 1993/95. Os mais velhos que eu próprio (nasci em 1949) que tenham este posicionamento natal nunca se apresentaram para uma consulta e os mais novos andam agora nos 15 anos e, portanto, demasiado novos para sentirem necessidade de consultas astrológicas (excepto os casos raros). Portanto, não tenho nenhuma experiência de ter ouvido e analisado este posicionamento no mapa natal. Contrariamente a esta situação, tenho muitos mapas de pessoas com Quíron na 6ª Casa. À partida parecem quase a mesma coisa, mas quem estuda astrologia sabe bem que há diferenças. Se lerem com atenção os meus artigos anteriores, poderão notar que, de alguma maneira há dois tipos de textos: uma primeira parte dedicada a Quíron em cada signo e, uma segunda parte, um texto mais pormenorizado com este astro nas casas. Portanto, vou ter que navegar à vista, mais por intuição e sem grandes certezas, nesta primeira parte do texto.


Criei esta roda do zodíaco acima, em 2004 ,para as minhas aulas de astrologia. Estava reproduzido em material plástico, de grande tamanho, de modo que cada aluno pudesse ver. Mais tarde foi colocada no site «Escola de Astrologia Nova-Lis» e, a partir daí, tenho-a encontrado em vários sites e blogues, sem qualquer crédito.

Se olharem com atenção para o mapa, poderão verificar que em em cada signo/casa estão os glifos dos planetas regentes dos mesmos, em cor azul: Carneiro / Áries - Marte; Touro - Vénus, etc. Ainda na mesma área, rodeados por um círculo e em cor lilás, estão glifos de outros planetas: são os planetas regentes esotéricos de cada signo e casa. Assim, encontramos o glifo de Mercúrio, como regente esotérico de Carneiro / Áries, repetindo-se em todo o zodíaco. Mas prestando mais atenção, poderão verificar que quando chegamos à área no mapa onde se encontra Virgem e a 6ª Casa, vemos que além dos dois regentes (o tradicional e o esotérico), envolvido num rectângulo, vemos o glifo de «Quíron» em cor verde e bem destacado.

Isto quer dizer que eu há vários anos tenho pensado que Quíron está profundamente envolvido com o signo Virgem. Seria uma tolice minha afirmar taxativamente que Quíron rege este signo. Em todo o mundo estuda-se, analisa-se, pratica-se e divulga-se que Mercúrio é o planeta regente de Virgem. Diga-se em abono da verdade que as características de Mercúrio «servem» o signo Virgem, mas «vestem» em plenitude o signo Gémeos. E são signos tão diferentes. Em termos mitológicos a maior ênfase de Mercúrio está tremendamente associado a Gémeos. Não quero dizer com isto que duvido desta regência, mas ao aprofundar o signo, sinto que Quíron está muito à vontade em Virgem. Mais que em qualquer outro signo. Foi só um breve apontamento para reflectirmos neste assunto. Se Quíron é o planeta do «como fazer»... A definição de Mercúrio como regente de Virgem ajuda a compreender as definições mentais deste signo, tremendamente analítico e miudinho mas, então, de onde vem a compulsão tão característica deste signo? De certeza que não vem de Mercúrio.

Se admitirmos que Úrano, Neptuno e Plutão, após terem sido descobertos, assumiram a regência moderna dos signos Aquário (regente tradicional: Saturno), Peixes (regente tradicional: Júpiter) e Escorpião (regente tradicional: Marte), não vejo inconveniente em aceitar que, numa revisão astrológica, possa ser atribuída a Quíron a regência do signo Virgem. Apesar de haver alguns livros sobre Quíron, continua a ser um profundo desconhecido e pouco divulgado. Talvez por, enquanto objecto celeste, devido ao seu tamanho, ser considerado um planetóide e não um planeta. No entanto, Plutão foi recentemente despromovido da sua categoria de planeta e, em astrologia, isso não alterou minimamente a sua influência e significado no zodíaco.

Como todos os signos, Virgem possui diferentes vibrações, mas as de níveis mais baixas, são profundamente saturninas, pois existe uma compulsão para deixar Saturno controlar a energia uraniana. Em Virgem, a energia de Úrano é deveras evitada como norma, levando as pessoas a serem muito compulsivas no trabalho e em privado é que se soltam mais. Passei recentemente por uma experiência profissional com uma pessoa do signo Virgem, em que num tremendo acesso de tentativa de controle da situação, usou e abusou das regras de Saturno para se impôr e dominar a situação. Como acontece nesta situações, a falta de flexibilidade, característica de Saturno, leva à criação de barreiras e ausência de entendimento entre as pessoas, por serem situações muito extremadas. Como conheço bem o mapa dessa pessoa, só posso acrescentar que em termos de trânsito, estava e está a passar por uma conjunção de Quíron a Saturno natal, na 10ª casa. Foi a maior manifestação saturnina que tive oportunidade de assistir em toda a minha vida e o contexto era meramente profissional. Como em simultâneo esse Quíron fazia um 'quindecile' (obsessão e polaridade) a plutão, o assunto esteve mesmo muito mal. O que vale é que o meu conhecimento desse mapa permitiu-me compreender a situação, tendo feito os possíveis para não entrar em extremos. Resultou.

Para os virginianos que vibram apenas ao nível da personalidade, a energia de Úrano é profundamente temida, ficando muito retidas em situações saturninas, o tal que rege os 'Poderes', criando bloqueios. Quando estes virginianos entram em contacto com a sua energia interna e fazem 'click' com a alma, esta energia saturnina tende a suavizar ou mesmo desaparecer, dando ligar a contactos muito elevados a nível interdimensional. Por alguma razão este signo está associado ao 'Cristo' planetário.

A capacidade de poderem usar a energia uraniana faz com que o tempo se encarregue de aprenderem a usar o Saturno sem chumbo, o Saturno elevado e mestre. Acontece um uso agudo da condição superior de Saturno, através da maestria, dando-se uma notável transformação. Os terapeutas mais profundos que a vida me deu a conhecer têm uma fortíssima ênfase de Virgem no mapa natal. São excelentes curadores. Isto talvez se deva à influência de Quíron neste signo, permitindo que a auto-cura aconteça, para então poderem curar os outros. Não vejo Mercúrio (enquanto regente de Virgem) a fazer esta transição da personalidade para a alma. As pessoas deste signo com nível vibratório elevado, conseguem usar um Saturno positivo, que consiste em levar a matéria à forma, mas não a retê-la.


O leitor já deve ter percebido que ando para aqui a falar de coisas e ainda não entrei verdadeiramente no tema do artigo: Quíron em Virgem. Lendo a lista de personalidades com Quíron neste signo, é muito fácil reconhecer a disciplina extrema de Saturno em alguns casos: Nikita Khruhschev, Mao Tse Tung, símbolos máximos de um Saturno comunista de mão férrea, que já desabaram. Outras personalidades indicadas também abaixo, conseguiram utilizar um Saturno superior e entrarem em contacto com Úrano, desenvolvendo carreiras e experiências únicas: o espiritualista Neale Donald Walsch ('Conversas com Deus'); Mick Jagger e Keith Richards, os famosos Roling Stones, conseguiram com a sua música libertarem e curarem milhões de pessoas em todo o mundo; outro exemplo de libertação de Saturno inferior foi Edward, Duque de Windsor, que abdicou de ser rei de Inglaterra para se poder casar com uma americana divorciada; e assim com muitos outros casos de gente famosa.

Como já se tem dito, Quíron rege o tempo e o lugar exactos em que a energia transformadora (Úrano) se encontra com a energia da forma (Saturno). Esse é o Ponto Central de Quíron, o ponto médio entre estes dois planetas no nosso mapa natal.

O poder de cura deste signo e da sua sexta casa parece ainda não ter sido suficientemente compreendido, pelo menos a fazer fé em livros. No entanto, creio que os novos astrólogos que estão a surgir vão dar maior atenção a esta dinâmica de cura. Parece ser que a influência de Quíron em Virgem está muito bem desenhada nesta ideia: Virgem ensina que a perfeição da forma (Saturno) na terra, destina-se a fazer uma ponte com os níveis mais elevados do ser humano. Obviamente, fazer a ponte para a alma. Este é o arquétipo da cura.

Personalidades com Quíron em Virgem: Neale Donald Walsch, Joe Cocker, George Lukas, Dakota Flaning, Mick Jagger, Julio Iglésias, Michael Douglas, Jim Morrison, Catherine Deneuve, Françoise Hardy, Carl Bernstein, Geraldine Chaplin, Rita Coolidge, Priscilla Presley, Robert de Niro, Danny DeVito, Edward - Duque de Windsor, Rainer Werner Fassbinder, Rajiv Gandhi, J. Paul Getty, Rudolf Hess, Aldous Huxley, Nikita Khruhschev, Mao Tse Tung, Friedrich Nietzsche, Olivier North, Alan Oaken, Keith Richards, Diana Ross, Roger Waters, Sam Shepard, Frank Sinatra, Kiri Te Kanawa, Lech Walesa, Paramhansa Yogananda. Personalidades com Quíron na sexta casa: Guilio Andreotti, Chico Anysio, Lucille Ball, Anastasia Blavakis, Simon Bolivar, Ray Bradbury, Jacques Brel, Carol Burnett, Truman Capote, Claudia Cardinale, Johnny Cash, Nat King Cole, Jamie Lee Curtis, Princesa Diana, Rainha Isabel II, Oriana Fallaci, Mikhail Gorbachev, Joan Miró.

Períodos em que Quíron esteve em Virgem: de 27 Julho 1943 a 22 Julho 1944; de 4 Setembro 1993 a 10 Setembro 1995.

Com Quíron na casa da actividade e das responsabilidades diárias, da manutenção e gestão das tarefas quotidianas — que permitem manter funcional e regulado não só o corpo físico, mas também a empresa ou a actividade profissional onde se ganha o sustento, a casa e a vida de todos os que estão dependentes — será muito provável que se experimente uma difícil adaptação a todas essas exigências, rotinas e serviços ou se consiga sentir a satisfação do dever cumprido e de tudo estar a funcionar como deve ser.

Algumas vezes é pela existência de doenças, por falhas de organização, por falta de provisões e recursos ou por falta de persistência e de empenho, por exemplo, que se verificam os problemas em dar uma continuidade responsável e diligente aos cuidados e deveres quotidianos, mas outras vezes, é no exagero sobrecompensador que se encontra a base do problema.

A hipocondria e a preocupação com dietas e o exercício físico, por exemplo, não serão raras com esta posição de Quíron, muitas vezes resultado dum esforço excessivo em procurar ultrapassar as sensações de incapacidade face aos cuidados de saúde e bem-estar pessoais que se sente serem negligenciados.

Muitas vezes com Quíron na casa seis a pessoa devota-se aos deveres e tarefas quotidianas com uma aplicação demasiado excessiva e conformista, principalmente na área do trabalho, sacrificando-se em nome duma eficiência ou duma perfeição que parece nunca alcançar.

A falta de reconhecimento (por parte dos superiores hierárquicos ou, no passado, pelos pais) do esforço despendido é uma das origens do problema de Quíron nesta casa.

Quando o problema é integrado positivamente na vida da pessoa há toda uma sabedoria em lidar com a saúde, com a organização do trabalho e das tarefas diárias, com os abastecimentos de bens e recursos, que será de grande valia para reorganizar e aperfeiçoar métodos de produtividade e para curar e tratar de pessoas que são vítimas de doenças e de outros problemas materiais, físicos, emocionais ou psicológicos que afectam as suas vidas.

O lado prático dos cuidados de saúde são aqui acentuados, mas será o papel do enfermeiro, por exemplo, a encontrar uma maior expressão prática e não tanto o do médico.

62 comentários:

Ana Cristina disse...
30 de junho de 2010 às 17:50  

Grandes aulas por aqui andam...um maná. E é verdade tenho visto Chiron em muitas carta de pessoas que se dedicam a tratar de outros, muitas vezes sem perceberem como são boas nisso. :)
Abraço

António Rosa disse...
30 de junho de 2010 às 18:11  

Ana Cristina

:)) Assim como também conheço um mapa com Quíron em Aquário, na 3ª casa, que simplesmente fez surgir o melhor blogue de astrologia em língua portuguesa. O seu. :)

Muito obrigado pelo testemunho.

Abraço.

Daniela Scheifler disse...
30 de junho de 2010 às 18:30  

Excelente artigo, Antônio! Percebo que pessoas com Quíron na 6 têm poder de cura no contato com os outros, ainda que inconsciente!

Abraços pra vc!

António Rosa disse...
30 de junho de 2010 às 18:34  

Daniela

É isso mesmo. regra geral ao nível do inconsciente.

Abraço.

joana disse...
30 de junho de 2010 às 19:16  

António,
minha mãe é de 44 tem Quíron mesmo a meio de Virgem! Está em conjunção com a Lua... (se a hora está certa na 8...) Curadora sim, segundo dizem :) Mas o modo como ela descrevia o hospital era de 'sofrimento'.

Astrid Annabelle disse...
30 de junho de 2010 às 19:44  

Mais um belo capítulo do livro sobre Quíron, António!
Muito bom mesmo.
Parabéns!
Meu neto mais velho, Leonardo, nasceu em 18/10/1994, às 12:30hrs(meio dia e meia) mais ou menos. Identifiquei na hora que estava lendo seu texto e fui procurar o registro dele...não deu outra.
Beijo grande
Astrid Annabelle

Maria Paula Ribeiro disse...
30 de junho de 2010 às 20:05  

Queres estudar o mapa da minha sobrinha Clarisse???? ;))))
Quiron em Virgem, na casa 2 em conjunção exacta com Mercúrio! ;)))
Foi ela que "curou" a Pimpim!!! ;)))

Tenho de ler com muito cuidado este texto!

Beijo grande

Maria Paula Ribeiro disse...
30 de junho de 2010 às 20:08  

conjunção exacta com Vênus...e não Mercúrio... ;)

António Rosa disse...
30 de junho de 2010 às 20:54  

Olá Joana

julgo compreender a sua mãe com isso de descrever o hospital como 'sofrimento'. Depois de 8 cirurgias e internamentos prolongados e dezenas e dezenas de idas a consultas médias, o meu inconsciente também registou o hospital dessa maneira. Claro que, a nível de consciente, sei que um hospital é para 'ajudar a curar os sofrimentos'. Muitas vezes conseguem.

Muitos beijos.

António Rosa disse...
30 de junho de 2010 às 20:55  

Astrid,

O Leonardo tem realmente Quíron em Virgem, na Casa 9 (a casa do Eu Superior) e tem aspectos muito favoráveis a Júpiter, Úrano e Neptuno. Posso garantir-lhe que ele é um curador com grandes potencialidades. E com um Escorpião reforçado por vários planetas e Neptuno na casa 12... é só esperar para ele se entregar... Oxalá consiga presenciar tudo isso. Ele ainda é muito jovem.

Beijos de agradecimentos.

António Rosa disse...
30 de junho de 2010 às 20:57  

Maria Paula,

Vale a pena ler pois curadora como és, também te diz respeito. Ok, manda-me os dados dela, por favor. Quíron / Vénus? Tens que saber se ela se sente atraída por rituais e cerimoniais, pois o mais certo é isso corresponder a vidas passadas como sacerdotisa ou xamã.

1000 beijos.

Samsara disse...
30 de junho de 2010 às 21:27  

Olá António

Tenho uma sobrinha com Quiron em Virgem na cúspide da 3 em oposição ao Stelium Saturno/Mercúrio e Marte na cúspide da 9. Filha de uma professora e de um engenheiro, a exigência é grande desde pequena com os estudos. Mais o Pai que a mãe, desde pequena que assisto a esta exigência alegando que é preguiçosa, que podia fazer melhor e não faz, mas é uma excelente aluna. Outra situação que destaco é a sua gaguez desde pequena, típica de quiron na cúspide da 3 oposta a Mercúrio e conjunto a saturno. Agora está apaixonada, anda nas nuvens...a sua gaguez está bem melhor lol
Não sei o que vai seguir mas adivinha...já a ouvi falar em ser médica :))
Tem ascendente caranguejo, Lua em Leão na cúspide da 2 a fazer um belo trígono ao MC e ao Sol, promete...também faz um trígono a Vénus na casa X.

Se estiveres interessado em mais alguma coisa avisa, ela adora quando lhe faço umas consultas de astrologia :))

Beijinhos

Samsara disse...
30 de junho de 2010 às 21:29  

Isto que escreveste:

"Quíron / Vénus? Tens que saber se ela se sente atraída por rituais e cerimoniais, pois o mais certo é isso corresponder a vidas passadas como sacerdotisa ou xamã"

Vem de Vénus/Quiron na 9? pois a minha filhota tem igual, mas em aquário, conjunção partil.

Samsara disse...
30 de junho de 2010 às 22:17  

António voltei :)

Fiquei a pensar na parte do texto sobre o signo de virgem e a regência de Mercúrio e não querendo tomar partido, pois ainda não formei nenhuma opinião a respeito, queria acrescentar a perspectiva tradicional sobre o que compõe a descrição ou interpretação de um signo para ajudar a festa:
as suas qualidades-temperamento, elemento, género, facção, modo, estação do ano e por fim o seu planeta regente, sem ordem de importância, todos adicionam características que compõem o todo de um signo, ou seja, o signo não é o seu planeta regente, é apenas parte dele e mais, na tradição trabalhamos com vários regentes, estes sim com mais e menos importância.
No caso de Virgem, temos quente e seco - terra - melancólico, logo aqui encontramos muitas características em comum com Saturno, o lado práctico, o rigor, pragmatismo, exigência, é um signo feminino e nocturno, dando um lado mais reservado, não tão visível como o gémeos, masculino e diurno, por outro lado é um signo mutável como gémeos e aí vemos a sua capacidade de adaptação, é multifacetado e só depois é que entra a contribuição dos regentes. Mercúrio é regente e também por exaltação, dando o lado curioso e engenhoso ao signo e depois os regentes da triplicidade de terra, Vénus, Lua e Marte adicionam as suas características também (aqui tens parte da agressividade do signo vinda de Marte que é regente participante, o lado venusiano de virgem e o lado intimista e também engenhoso e adaptável da Lua) o resto dos regentes (termos e faces) já terão a ver com posiçionamentos dentro do signo e por isso mais aplicáveis a situações concretas.

Beijinhos

joana disse...
30 de junho de 2010 às 22:33  

António, entendo bem porque viveu isso na pele !
Só que minha mãe entrava lá todos os dias como médica... E então desde pequena que ouvi para escolher qualquer profissão menos essa !
Lembrei-me de lhe oferecer um livro bem bonito de uma monja budista que tem como título "alquimia da dor"... Já Leu ? :)
Beijinho

angela disse...
30 de junho de 2010 às 22:50  

Acho que entendi um pouco...rs sabe que sou muito inexperiente nestes assuntos astrológicos, mas lendo o que falou do quiron me vi muito mais do que consigo me ver quando leio sobre meu signo que é de virgem. Aqueles aspectos do trabalho, da compulsão e da forma.
beijos

Fada Moranga disse...
1 de julho de 2010 às 01:38  

Querido António, que não lhe faltem Quirons em Virgem!

Aqui tem um bom caso: Mulher nascida em 43, Virgem, Quiron em Virgem conjunto a Vénus na 10!!! ;-)

Conheço a história toda.
Vou enviar-lhe os dados por email.

Beijos***deFada

Luma Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 02:30  

Ah, tenho até medo de falar besteira, mas acho que o meu filho é Quiron em escorpião. Se quiser, pode fazer o mapa dele! Ele está em fase de escolhas, vestibular e tals! Se precisar é só falar! Beijus,

marcelo dalla disse...
1 de julho de 2010 às 06:09  

Amigo, cá estou eu, ávido seguidor desta série. Vc escreve de uma forma que fica fácil captar e entender, mesmo pra quem é leigo. Uma delícia de ler!!!!
grande abraço

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 07:05  

PatSam

O teu duplo testemunho é impressionante e fico muito agradecido, pois são ambos muito completos e esclarecedores. Agradeço muito.

Estou interessado em ter em fazer os dados dela, para analisar o mapa e, certamente quererei saber coisitas. Vai ser muito interessante. Quanto à explicação sobre o regente de Virgem, está muito bem exposto e é significativo.

Quanto à Princesa ter a conjunção partil Quíron / Vénus na 9 aplica-se o que disse à Maria Paula, havendo no entanto que permitir outras abordagens por estar em Aquário. Pela idade dela deve gostar imenso de se vestir com trajes diferentes dos habituais e assistir a festas, sobretudo reina a alegria, mas pode chegar a ser mais formal que outras crianças da idade dela.

Muitos beijos e muito agradecido.

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 07:07  

Joana

Ainda não li esse livro da monja budista. Vai ficar em lista. Faz-me imenso sentido o que escreveu sobre a sua mãe.

Beijinhs.

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 07:08  

Ângela

Gosto da ideia que este artigo lhe tenha sido útil. Todos os caminhos vão dar a Deus. :)))

Muitos beijos e obrigado por ter vindo.

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 07:11  

Fada

Muito obrigado pela tua oferta que aceito imediatamente. Já recebi esse email. Vou analisar e depois comento contigo, na resposta ao email. Beijos.

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 07:11  

Querida Luma

Se quiser, envie-me por email os dados do seu filho - covadourso@gmail.com
Depois direi qualquer coisa
~Beijos por acompanhar.

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 07:12  

Marcelo~

Conto sempre consigo nesta série. Se tiver alg a acrescentar é só fazê-lo, pois ficarei muito grato.

Abraço.

joana disse...
1 de julho de 2010 às 08:16  

António,

se quiser ver / ouvir tem aqui gravação do seminário :

http://www.e-dharma.org/new/index.php?option=com_content&view=article&id=29:alquimia-da-dor&catid=39:arte-de-viver&Itemid=62

Tsering Paldron, é portuguesa nascida em Lisboa :)

Beijinho

Samsara disse...
1 de julho de 2010 às 09:37  

Bom Dia

Hoje é feriado, dia da Região e por isso dia de descanso :))

Agora a reler o que escrevi encontrei uma calinada grave, pois terra é obviamente frio e seco e não quente e seco, foi da hora lol

Vou enviar-te os dados da sobrinha via email.

A minha filhota disfarça-se todos os dias, roupa e pintura e sem dúvida que por ela ia para a rua assim se eu deixasse, por isso na semana do Carnaval é a alegria total, cada dia um disfarce eheheh

Beijinhos

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 11:19  

Joana

Muito agradecido. Irei ver. Beijo.

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 11:21  

Patrícia

Recebi o email. Muito agradecido. Não me surpreende isso da Princesa gostar de roupas e tentar ser diferente. Mais tarde, Saturno talvez se encarregue de pôr uma certa ordem nisso.

Beijos.

Adelaide Figueiredo disse...
1 de julho de 2010 às 12:43  

Olá António,

Não consigo encontrar em mapas conhecidos meus, ninguém com estes posicionamentos - 6ª Casa e Virgem.
Lendo o seu texto que achei muito bom, muito bom é pouco, excelente! Sinto que algo me toca desse posicionamento, embora não seja o meu. Tenho o ponto médio Saturno Úrano em Virgem e sinto aue só me realizarei ou realizaria tratando dos outros, fisicamente (enfermagem, medicina ou espiritualmente). A história é longa e não irei aqui contá-la. A minha vida segue mas sempre com esse lapso. Faço o que posso :) Estou convencida que todos os meus posicionamentos com Quiron que já referi noutro comentário aqui neste blogue bem como este posicionamento e todo o meu mapa apontam para o que disse acima.
Vou vasculhar nos meus arquivos do baú :) para ver se encontro alguém com estes posicionamentos.

Abraço

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 13:55  

Adelaide

Muito agradecido pelo seu testemunho. É muito importante sabermos que o Ponto de Quíron em Virgem possa ter essa influência na vida de uma pessoa.

É deveras curioso não conseguirmos dados com facilidade para Quíron em Virgem. Até parece haver uma espécie de cortina que esconde as coisas.

Abraço.

joana disse...
1 de julho de 2010 às 15:59  

"Como já se tem dito, Quíron rege o tempo e o lugar exactos em que a energia transformadora (Úrano) se encontra com a energia da forma (Saturno). Esse é o Ponto Central de Quíron, o ponto médio entre estes dois planetas no nosso mapa natal."

António, quando tiver tempo podia por favor explicar melhor a diferença entre Quíron e esse Ponto Central de Quíron ? Ainda não captei... (e se calhar isso até lhe dá um tema de texto :)))

Gratidão

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 16:56  

Joana

Vou tentar... também ando a aprender...

Quíron, como sabe, é um objecto celeste e neste sentido interage com os restantes planetas e ângulos, quer natais, quer em trânsito, recebendo e fazendo aspectos.

O Ponto Central de Quíron é um determinado «local» (grau, com orbe de 1º) no nosso mapa natal, que tendo o significado que tem: a porta, ou portal, ou como queiramos chamar em que a «nossa» terra faz contacto com o «nosso» céu. Por isso, só recebe aspectos.

Como não há acasos, deve lembrar-e onde tem este ponto - 22 Leo. Neste momento Vénus está a preparar-se para fazer uma conjunção. Como é uma conjunção de um benéfico, não me surpreenderia que surgissem oportunidades de sentir um apelo especial para sonhar com o amor, ou mesmo poder vivenciá-lo. Eu diria que se encontrasse alguém na sua vida, esta seria uma oportunidade excelente para criar bases para um relacionamento prolongado.

Muitos beijos e muito obrigado pela pergunta.

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 16:59  

Joana

Lembrei-me do meu próprio mapa. Tenho esse ponto no grau zero de Leo, na casa 3. Em breve terei a conjunção do Sol e de Mercúrio. Vou tentar lembrar-me disto e perceber como estarei a agir.

:)))

joana disse...
1 de julho de 2010 às 17:15  

hihihi

António, vou estar de olho nisso !!!

Mas sabe também o que me ocorreu agora mesmo que podia ser esse ponto ?

Onde temos Quíron às vezes construímos uns 'dramazitos'. Porque vemos o tal arquétipo perfeito e não chegamos lá... Mas ao usarmos a energia desse Ponto Central de Quíron (no meu caso implica 'ser' Leão na 7) ascendemos esse drama. As polaridades desaparecem e os problemas de Quíron evaporam-se :)))

hihihi :) veja lá se bate certo consigo !

beijo grande

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 17:19  

Joana

Claro que é isso, pois se é o contacto com o nosso céu! Muito bem explicado.

Pois fique de olho e não ande tão sozinha. :))))))

Beijos.

Sabe que este é o artigo de Quíron que me tem dado mais textura e prazer, vindo dos amigos que comentaram aqui. É uma espécie de plenitude, para cumprir a minha Lua em Sagitário na casa 8.

joana disse...
1 de julho de 2010 às 17:26  

p.s. Com 'usar' quero dizer: colocando-nos nessa porta. E percebemos se estamos lá se a energia da porta se estiver a manifestar :) Os problemas de Quíron vão para 2º plano porque aí, como diz, "a «nossa» terra faz contacto com o «nosso» céu". Será a partir dessa porta que acedemos ao arquétipo perfeito de Quíron.

joana disse...
1 de julho de 2010 às 17:30  

Ah!

Já cá tinha outro comentário seu enquanto escrevia o p.s. :)))

Pois a mim também me dá muito prazer contribuir aqui com o que ocorre !

Maria Paula Ribeiro disse...
1 de julho de 2010 às 17:40  

PatSam....
Estás com uma veia genial!!! ;))) As tuas análises parecem sinfonias! ;)))

E esta conversa é divina!

E houve aí um apontamento que deste a Joana que me deixou muito feliz! ;))))
Portal quirótico! as tantas é quando Saturno estiver as portas de 7º da minha 7 ;PPPPPPP

Esta matéria parece suco de pitanga! ;)))
Bem-hajas! ;)))
Beijo

Maria Paula Ribeiro disse...
1 de julho de 2010 às 17:40  

PatSam....
Estás com uma veia genial!!! ;))) As tuas análises parecem sinfonias! ;)))

E esta conversa é divina!

E houve aí um apontamento que deste a Joana que me deixou muito feliz! ;))))
Portal quirótico! as tantas é quando Saturno estiver as portas de 7º da minha 7 ;PPPPPPP

Esta matéria parece suco de pitanga! ;)))
Bem-hajas! ;)))
Beijo

Maria Paula Ribeiro disse...
1 de julho de 2010 às 17:41  

Cum caneco,
Até foi em duplicado! ;)))

joana disse...
1 de julho de 2010 às 17:46  

só uma correcção ao p.s.:

a ultima frase é era uma interrogação interna.

"Será a partir dessa porta que acedemos ao arquétipo perfeito de Quíron ?"

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 18:24  

Joana,

Eu nunca na vida consegui aceder aos arquétipos perfeitos do que quer que seja, mas acredito perfeitamemte que pessoas muito constantes e bem preparadas a nível espiritual consigam ter acesso a essa perfeição.

O que eu tenho evitado nestes artigos todos é dizer uma coisa simples: Sinto que tenho um Mestre Maior a acompanhar-me em certos textos especiais deste blogue. Como foi o caso deste post.

olho para a lista da coluna direita e não consigo entender porque escrevo de uma forma nada organizada.

Iniciei hoje o de Sagitário. Vai demorar dias.

Oxalá eu alguma vez me conseguisse reflectir em qualquer arquétipo perfeito.

Estes ficaram uns apontamentos meio «desengonçados». Deve ser para termina rpo hoje.

Beijios

joana disse...
1 de julho de 2010 às 18:25  

Maria Paula,

Vê lá também onde tens o Ponto Médio Saturno/Urano !

Parece que é a porta entre o céu e a terra !

aí não há Saturno que chateie :)

beijinho

António Rosa disse...
1 de julho de 2010 às 18:27  

Minha querida Paula

Sei que tens sempre bons olhos para mim e me desculpas todas as tolices.

1.000 beijos

Oxalá a conversa continue pois vou deixar o post aqui em cima amais 1 ou 2 dias.

E a minha Lua em Sagitário na 8 a sentir-se muito bem.

Beijos

joana disse...
1 de julho de 2010 às 18:39  

António,

não me quero estar a intrometer com seu mestre que o está a guiar de uma forma brilhante ! mas posso tentar ?

Uma palavra para Sagitário... Hum..

"Viagem, Religião, Ideal, Síntese ?"

Como definiria uma oitava muito elevada de Sagitário ?

O António tem uma visão muito clara do que isso é num contexto de parceria. (que talvez também possa ser sinónimo de união interna)

E por isso sente o desfasamento em relação a essa 'visão'.

Era isso que queria dizer com 'acesso' ao 'arquétipo perfeito'.

joana disse...
1 de julho de 2010 às 19:18  

Uma adenda:

acesso a 'arquétipo perfeito' foi como me explicaram que o André fala de Quíron

a mim fez todo o sentido... ressoou

é claro que a palavra 'perfeito' é uma redundância

arquétipo é por natureza, perfeito

Por alguma razão o António foi falar de Cristo aqui em Virgem, não ?

(Se calhar também podia ser Virgem Maria, pela energia de Pureza. Por alguma razão apareceu a crianças. E segundo aprendi consigo o regente esotérico de Virgem é a Lua... A grande Mãe.)

Vou parar também por hoje !

Já me estou a sentir intrometida de tanto escrever...

Beijinho

J.

ManDrag disse...
1 de julho de 2010 às 19:49  

Excelente texto, sobre um tema difícil de entender para a grande maioria. Quando se trata de abordar assuntos que envolvam as ligações entre os planos superiores e inferiores da consciência instala-se a confusão e os mal-entendidos. Todos querem estar lá mas ninguém se mostra à altura.
O texto é claro e directo. Muito esclarecedor e fácil de entender, como de resto já foi anteriormente elogiado. Parabéns!

Abraço

Rui António Santos disse...
1 de julho de 2010 às 22:08  

António, que bela iniciativa, a de escrever um livro sobre Quiron.

Meu Quiron, encontra-se na 6ª casa em conjunção com a 7ª casa em Peixes em Oposição ao meu Plutâo Natal ,regeneração e cura, o Regete de peixes Neptuno esta na 3 em escorpião, o que interpecto como um compromisso espiritual relacionado com a regeneração do meu plutão natal, isto é para poder curar tenho que me ir curando , de facto ao longo da minha vida tenho-me encontrado em situações onde procuro curar e ajudar outras pessoas, cheguei mesmo a salvar duas pessoas de morrer afogadas no mar. Abraço

António Rosa disse...
2 de julho de 2010 às 14:24  

ManDrag

Muito agradecio pelo seu estemunho. Creio que as confusões a que se refere são as normais do ser humano, ainda sem prática destes temas. Aos poucos a coisa vai. Abraço.

António Rosa disse...
2 de julho de 2010 às 14:25  

Rui

Acho sempre muito interessante as suas relações astrológicas. Creio que deveria 'investir' em si próprio para elevar esse potencial de cura. É um passinho, caro amigo. Abraço.

António Rosa disse...
2 de julho de 2010 às 14:28  

Olá Joana

Parce-me que o meu mestre não se importa com interferências. Está habituado às minhas próprias. Por isso é que esta série de textos tem tido um ritmo muito suave, sem pressas.

«Como definiria uma oitava muito elevada de Sagitário ?»

Assim: liberdade e tolerância.

:))

Beijos

joana disse...
2 de julho de 2010 às 16:37  

"Assim: liberdade e tolerância."

AH! Com esta é que não estava a contar ! Faz todo sentido... :))) Eu não chegaria lá ;)

Beijinho

Sandro Gomes disse...
2 de julho de 2010 às 23:53  

Olá, Antônio.

Fui pesquisar e descobri que minha mãe possuía Quíron em Virgem em trígono com seu Sol em Capricórnio. Além disso, possuía a Lua em Peixes.

Sua saúde sempre foi muito frágil, apesar de ser uma pessoa muito enérgica e pro-ativa. Passou na juventude por situações muito difíceis de saúde. Adulta,alternava períodos de saúde e de doença. Faleceu logo após completar 40 anos.

O que me chamava a atenção é que ela cuidava da saúde dos outros, sempre se preocupando com os parentes, como uma enfermeira dedicada a acompanhar os enfermos. Talvez fosse sua Lua em Peixes... Deixou esse testemunho, para quem sabe, te ajudar a aprofundar tuas pesquisas sobre Quíron em Virgem.

abraços

António Rosa disse...
3 de julho de 2010 às 11:57  

Olá Sandro,

Chamou-me muito a atenção a ênfase de sua mãe ter uma saúde muito frágil. Isso é muito Virgem, sem dúvida.

Muito agradecido pelo testemunho. Foi importante para aclarar algumas das minhas ideias.

Bom fim-de-semana.

Abraços.

Ezequiel Coelho disse...
18 de outubro de 2010 às 11:37  

Pois é...

O meu Quiron está na casa 6 e faz trígono com Neptuno, conjunção com a Lua, sextil com Júpiter, oposição a Plutão e Urano e Quadratura ao Sol e Mercúrio.

Só eu sei (não só eu! ;)) a trabalheira que tenho!! ahahahah

Abraçoooos

Ezequiel Coelho disse...
18 de outubro de 2010 às 11:40  

ah.. e está em Peixes!!
(e estou a fazer todo os esforços, para "não ser o Salvador do Mundo, nem vítima")

;)

Amanda Figueredo disse...
14 de agosto de 2016 às 00:40  

Tenho Quiron e Vertex em virgem, se quiseres deixo meu mapa a disposição

Amanda Figueredo disse...
14 de agosto de 2016 às 00:47  

Tenho Quiron e Vertex em virgem, se quiseres deixo meu mapa a disposição

Tamara'S disse...
1 de março de 2017 às 18:13  

Tenho quiron em virgem sol em touro.

Tamara'S disse...
1 de março de 2017 às 18:13  

Tenho quiron em virgem sol em touro.

audrey lefour disse...
8 de maio de 2017 às 09:21  

Su sitio me ha ayudado mucho a saber muchas cosas, gracias.

voyance par mail rapide

30 de junho de 2010

O poder da cura [Quíron em Virgem ou na 6ª Casa]


O poder da cura
Quíron em Virgem ou na 6ª Casa


Antes de mais, quero informar os leitores que senti muita dificuldade em dar corpo a este texto. Por uma razão muito simples: não tenho no meu programa de astrologia, (mais de 3.000 mapas) nenhum cliente que eu tenha atendido e que possua Quíron em Virgem. Nenhum. Por uma razão muito simples: as pessoas que têm este posicionamento nasceram em 1943/4 ou 1993/95. Os mais velhos que eu próprio (nasci em 1949) que tenham este posicionamento natal nunca se apresentaram para uma consulta e os mais novos andam agora nos 15 anos e, portanto, demasiado novos para sentirem necessidade de consultas astrológicas (excepto os casos raros). Portanto, não tenho nenhuma experiência de ter ouvido e analisado este posicionamento no mapa natal. Contrariamente a esta situação, tenho muitos mapas de pessoas com Quíron na 6ª Casa. À partida parecem quase a mesma coisa, mas quem estuda astrologia sabe bem que há diferenças. Se lerem com atenção os meus artigos anteriores, poderão notar que, de alguma maneira há dois tipos de textos: uma primeira parte dedicada a Quíron em cada signo e, uma segunda parte, um texto mais pormenorizado com este astro nas casas. Portanto, vou ter que navegar à vista, mais por intuição e sem grandes certezas, nesta primeira parte do texto.


Criei esta roda do zodíaco acima, em 2004 ,para as minhas aulas de astrologia. Estava reproduzido em material plástico, de grande tamanho, de modo que cada aluno pudesse ver. Mais tarde foi colocada no site «Escola de Astrologia Nova-Lis» e, a partir daí, tenho-a encontrado em vários sites e blogues, sem qualquer crédito.

Se olharem com atenção para o mapa, poderão verificar que em em cada signo/casa estão os glifos dos planetas regentes dos mesmos, em cor azul: Carneiro / Áries - Marte; Touro - Vénus, etc. Ainda na mesma área, rodeados por um círculo e em cor lilás, estão glifos de outros planetas: são os planetas regentes esotéricos de cada signo e casa. Assim, encontramos o glifo de Mercúrio, como regente esotérico de Carneiro / Áries, repetindo-se em todo o zodíaco. Mas prestando mais atenção, poderão verificar que quando chegamos à área no mapa onde se encontra Virgem e a 6ª Casa, vemos que além dos dois regentes (o tradicional e o esotérico), envolvido num rectângulo, vemos o glifo de «Quíron» em cor verde e bem destacado.

Isto quer dizer que eu há vários anos tenho pensado que Quíron está profundamente envolvido com o signo Virgem. Seria uma tolice minha afirmar taxativamente que Quíron rege este signo. Em todo o mundo estuda-se, analisa-se, pratica-se e divulga-se que Mercúrio é o planeta regente de Virgem. Diga-se em abono da verdade que as características de Mercúrio «servem» o signo Virgem, mas «vestem» em plenitude o signo Gémeos. E são signos tão diferentes. Em termos mitológicos a maior ênfase de Mercúrio está tremendamente associado a Gémeos. Não quero dizer com isto que duvido desta regência, mas ao aprofundar o signo, sinto que Quíron está muito à vontade em Virgem. Mais que em qualquer outro signo. Foi só um breve apontamento para reflectirmos neste assunto. Se Quíron é o planeta do «como fazer»... A definição de Mercúrio como regente de Virgem ajuda a compreender as definições mentais deste signo, tremendamente analítico e miudinho mas, então, de onde vem a compulsão tão característica deste signo? De certeza que não vem de Mercúrio.

Se admitirmos que Úrano, Neptuno e Plutão, após terem sido descobertos, assumiram a regência moderna dos signos Aquário (regente tradicional: Saturno), Peixes (regente tradicional: Júpiter) e Escorpião (regente tradicional: Marte), não vejo inconveniente em aceitar que, numa revisão astrológica, possa ser atribuída a Quíron a regência do signo Virgem. Apesar de haver alguns livros sobre Quíron, continua a ser um profundo desconhecido e pouco divulgado. Talvez por, enquanto objecto celeste, devido ao seu tamanho, ser considerado um planetóide e não um planeta. No entanto, Plutão foi recentemente despromovido da sua categoria de planeta e, em astrologia, isso não alterou minimamente a sua influência e significado no zodíaco.

Como todos os signos, Virgem possui diferentes vibrações, mas as de níveis mais baixas, são profundamente saturninas, pois existe uma compulsão para deixar Saturno controlar a energia uraniana. Em Virgem, a energia de Úrano é deveras evitada como norma, levando as pessoas a serem muito compulsivas no trabalho e em privado é que se soltam mais. Passei recentemente por uma experiência profissional com uma pessoa do signo Virgem, em que num tremendo acesso de tentativa de controle da situação, usou e abusou das regras de Saturno para se impôr e dominar a situação. Como acontece nesta situações, a falta de flexibilidade, característica de Saturno, leva à criação de barreiras e ausência de entendimento entre as pessoas, por serem situações muito extremadas. Como conheço bem o mapa dessa pessoa, só posso acrescentar que em termos de trânsito, estava e está a passar por uma conjunção de Quíron a Saturno natal, na 10ª casa. Foi a maior manifestação saturnina que tive oportunidade de assistir em toda a minha vida e o contexto era meramente profissional. Como em simultâneo esse Quíron fazia um 'quindecile' (obsessão e polaridade) a plutão, o assunto esteve mesmo muito mal. O que vale é que o meu conhecimento desse mapa permitiu-me compreender a situação, tendo feito os possíveis para não entrar em extremos. Resultou.

Para os virginianos que vibram apenas ao nível da personalidade, a energia de Úrano é profundamente temida, ficando muito retidas em situações saturninas, o tal que rege os 'Poderes', criando bloqueios. Quando estes virginianos entram em contacto com a sua energia interna e fazem 'click' com a alma, esta energia saturnina tende a suavizar ou mesmo desaparecer, dando ligar a contactos muito elevados a nível interdimensional. Por alguma razão este signo está associado ao 'Cristo' planetário.

A capacidade de poderem usar a energia uraniana faz com que o tempo se encarregue de aprenderem a usar o Saturno sem chumbo, o Saturno elevado e mestre. Acontece um uso agudo da condição superior de Saturno, através da maestria, dando-se uma notável transformação. Os terapeutas mais profundos que a vida me deu a conhecer têm uma fortíssima ênfase de Virgem no mapa natal. São excelentes curadores. Isto talvez se deva à influência de Quíron neste signo, permitindo que a auto-cura aconteça, para então poderem curar os outros. Não vejo Mercúrio (enquanto regente de Virgem) a fazer esta transição da personalidade para a alma. As pessoas deste signo com nível vibratório elevado, conseguem usar um Saturno positivo, que consiste em levar a matéria à forma, mas não a retê-la.


O leitor já deve ter percebido que ando para aqui a falar de coisas e ainda não entrei verdadeiramente no tema do artigo: Quíron em Virgem. Lendo a lista de personalidades com Quíron neste signo, é muito fácil reconhecer a disciplina extrema de Saturno em alguns casos: Nikita Khruhschev, Mao Tse Tung, símbolos máximos de um Saturno comunista de mão férrea, que já desabaram. Outras personalidades indicadas também abaixo, conseguiram utilizar um Saturno superior e entrarem em contacto com Úrano, desenvolvendo carreiras e experiências únicas: o espiritualista Neale Donald Walsch ('Conversas com Deus'); Mick Jagger e Keith Richards, os famosos Roling Stones, conseguiram com a sua música libertarem e curarem milhões de pessoas em todo o mundo; outro exemplo de libertação de Saturno inferior foi Edward, Duque de Windsor, que abdicou de ser rei de Inglaterra para se poder casar com uma americana divorciada; e assim com muitos outros casos de gente famosa.

Como já se tem dito, Quíron rege o tempo e o lugar exactos em que a energia transformadora (Úrano) se encontra com a energia da forma (Saturno). Esse é o Ponto Central de Quíron, o ponto médio entre estes dois planetas no nosso mapa natal.

O poder de cura deste signo e da sua sexta casa parece ainda não ter sido suficientemente compreendido, pelo menos a fazer fé em livros. No entanto, creio que os novos astrólogos que estão a surgir vão dar maior atenção a esta dinâmica de cura. Parece ser que a influência de Quíron em Virgem está muito bem desenhada nesta ideia: Virgem ensina que a perfeição da forma (Saturno) na terra, destina-se a fazer uma ponte com os níveis mais elevados do ser humano. Obviamente, fazer a ponte para a alma. Este é o arquétipo da cura.

Personalidades com Quíron em Virgem: Neale Donald Walsch, Joe Cocker, George Lukas, Dakota Flaning, Mick Jagger, Julio Iglésias, Michael Douglas, Jim Morrison, Catherine Deneuve, Françoise Hardy, Carl Bernstein, Geraldine Chaplin, Rita Coolidge, Priscilla Presley, Robert de Niro, Danny DeVito, Edward - Duque de Windsor, Rainer Werner Fassbinder, Rajiv Gandhi, J. Paul Getty, Rudolf Hess, Aldous Huxley, Nikita Khruhschev, Mao Tse Tung, Friedrich Nietzsche, Olivier North, Alan Oaken, Keith Richards, Diana Ross, Roger Waters, Sam Shepard, Frank Sinatra, Kiri Te Kanawa, Lech Walesa, Paramhansa Yogananda. Personalidades com Quíron na sexta casa: Guilio Andreotti, Chico Anysio, Lucille Ball, Anastasia Blavakis, Simon Bolivar, Ray Bradbury, Jacques Brel, Carol Burnett, Truman Capote, Claudia Cardinale, Johnny Cash, Nat King Cole, Jamie Lee Curtis, Princesa Diana, Rainha Isabel II, Oriana Fallaci, Mikhail Gorbachev, Joan Miró.

Períodos em que Quíron esteve em Virgem: de 27 Julho 1943 a 22 Julho 1944; de 4 Setembro 1993 a 10 Setembro 1995.

Com Quíron na casa da actividade e das responsabilidades diárias, da manutenção e gestão das tarefas quotidianas — que permitem manter funcional e regulado não só o corpo físico, mas também a empresa ou a actividade profissional onde se ganha o sustento, a casa e a vida de todos os que estão dependentes — será muito provável que se experimente uma difícil adaptação a todas essas exigências, rotinas e serviços ou se consiga sentir a satisfação do dever cumprido e de tudo estar a funcionar como deve ser.

Algumas vezes é pela existência de doenças, por falhas de organização, por falta de provisões e recursos ou por falta de persistência e de empenho, por exemplo, que se verificam os problemas em dar uma continuidade responsável e diligente aos cuidados e deveres quotidianos, mas outras vezes, é no exagero sobrecompensador que se encontra a base do problema.

A hipocondria e a preocupação com dietas e o exercício físico, por exemplo, não serão raras com esta posição de Quíron, muitas vezes resultado dum esforço excessivo em procurar ultrapassar as sensações de incapacidade face aos cuidados de saúde e bem-estar pessoais que se sente serem negligenciados.

Muitas vezes com Quíron na casa seis a pessoa devota-se aos deveres e tarefas quotidianas com uma aplicação demasiado excessiva e conformista, principalmente na área do trabalho, sacrificando-se em nome duma eficiência ou duma perfeição que parece nunca alcançar.

A falta de reconhecimento (por parte dos superiores hierárquicos ou, no passado, pelos pais) do esforço despendido é uma das origens do problema de Quíron nesta casa.

Quando o problema é integrado positivamente na vida da pessoa há toda uma sabedoria em lidar com a saúde, com a organização do trabalho e das tarefas diárias, com os abastecimentos de bens e recursos, que será de grande valia para reorganizar e aperfeiçoar métodos de produtividade e para curar e tratar de pessoas que são vítimas de doenças e de outros problemas materiais, físicos, emocionais ou psicológicos que afectam as suas vidas.

O lado prático dos cuidados de saúde são aqui acentuados, mas será o papel do enfermeiro, por exemplo, a encontrar uma maior expressão prática e não tanto o do médico.

62 comentários:

Ana Cristina disse...

Grandes aulas por aqui andam...um maná. E é verdade tenho visto Chiron em muitas carta de pessoas que se dedicam a tratar de outros, muitas vezes sem perceberem como são boas nisso. :)
Abraço

António Rosa disse...

Ana Cristina

:)) Assim como também conheço um mapa com Quíron em Aquário, na 3ª casa, que simplesmente fez surgir o melhor blogue de astrologia em língua portuguesa. O seu. :)

Muito obrigado pelo testemunho.

Abraço.

Daniela Scheifler disse...

Excelente artigo, Antônio! Percebo que pessoas com Quíron na 6 têm poder de cura no contato com os outros, ainda que inconsciente!

Abraços pra vc!

António Rosa disse...

Daniela

É isso mesmo. regra geral ao nível do inconsciente.

Abraço.

joana disse...

António,
minha mãe é de 44 tem Quíron mesmo a meio de Virgem! Está em conjunção com a Lua... (se a hora está certa na 8...) Curadora sim, segundo dizem :) Mas o modo como ela descrevia o hospital era de 'sofrimento'.

Astrid Annabelle disse...

Mais um belo capítulo do livro sobre Quíron, António!
Muito bom mesmo.
Parabéns!
Meu neto mais velho, Leonardo, nasceu em 18/10/1994, às 12:30hrs(meio dia e meia) mais ou menos. Identifiquei na hora que estava lendo seu texto e fui procurar o registro dele...não deu outra.
Beijo grande
Astrid Annabelle

Maria Paula Ribeiro disse...

Queres estudar o mapa da minha sobrinha Clarisse???? ;))))
Quiron em Virgem, na casa 2 em conjunção exacta com Mercúrio! ;)))
Foi ela que "curou" a Pimpim!!! ;)))

Tenho de ler com muito cuidado este texto!

Beijo grande

Maria Paula Ribeiro disse...

conjunção exacta com Vênus...e não Mercúrio... ;)

António Rosa disse...

Olá Joana

julgo compreender a sua mãe com isso de descrever o hospital como 'sofrimento'. Depois de 8 cirurgias e internamentos prolongados e dezenas e dezenas de idas a consultas médias, o meu inconsciente também registou o hospital dessa maneira. Claro que, a nível de consciente, sei que um hospital é para 'ajudar a curar os sofrimentos'. Muitas vezes conseguem.

Muitos beijos.

António Rosa disse...

Astrid,

O Leonardo tem realmente Quíron em Virgem, na Casa 9 (a casa do Eu Superior) e tem aspectos muito favoráveis a Júpiter, Úrano e Neptuno. Posso garantir-lhe que ele é um curador com grandes potencialidades. E com um Escorpião reforçado por vários planetas e Neptuno na casa 12... é só esperar para ele se entregar... Oxalá consiga presenciar tudo isso. Ele ainda é muito jovem.

Beijos de agradecimentos.

António Rosa disse...

Maria Paula,

Vale a pena ler pois curadora como és, também te diz respeito. Ok, manda-me os dados dela, por favor. Quíron / Vénus? Tens que saber se ela se sente atraída por rituais e cerimoniais, pois o mais certo é isso corresponder a vidas passadas como sacerdotisa ou xamã.

1000 beijos.

Samsara disse...

Olá António

Tenho uma sobrinha com Quiron em Virgem na cúspide da 3 em oposição ao Stelium Saturno/Mercúrio e Marte na cúspide da 9. Filha de uma professora e de um engenheiro, a exigência é grande desde pequena com os estudos. Mais o Pai que a mãe, desde pequena que assisto a esta exigência alegando que é preguiçosa, que podia fazer melhor e não faz, mas é uma excelente aluna. Outra situação que destaco é a sua gaguez desde pequena, típica de quiron na cúspide da 3 oposta a Mercúrio e conjunto a saturno. Agora está apaixonada, anda nas nuvens...a sua gaguez está bem melhor lol
Não sei o que vai seguir mas adivinha...já a ouvi falar em ser médica :))
Tem ascendente caranguejo, Lua em Leão na cúspide da 2 a fazer um belo trígono ao MC e ao Sol, promete...também faz um trígono a Vénus na casa X.

Se estiveres interessado em mais alguma coisa avisa, ela adora quando lhe faço umas consultas de astrologia :))

Beijinhos

Samsara disse...

Isto que escreveste:

"Quíron / Vénus? Tens que saber se ela se sente atraída por rituais e cerimoniais, pois o mais certo é isso corresponder a vidas passadas como sacerdotisa ou xamã"

Vem de Vénus/Quiron na 9? pois a minha filhota tem igual, mas em aquário, conjunção partil.

Samsara disse...

António voltei :)

Fiquei a pensar na parte do texto sobre o signo de virgem e a regência de Mercúrio e não querendo tomar partido, pois ainda não formei nenhuma opinião a respeito, queria acrescentar a perspectiva tradicional sobre o que compõe a descrição ou interpretação de um signo para ajudar a festa:
as suas qualidades-temperamento, elemento, género, facção, modo, estação do ano e por fim o seu planeta regente, sem ordem de importância, todos adicionam características que compõem o todo de um signo, ou seja, o signo não é o seu planeta regente, é apenas parte dele e mais, na tradição trabalhamos com vários regentes, estes sim com mais e menos importância.
No caso de Virgem, temos quente e seco - terra - melancólico, logo aqui encontramos muitas características em comum com Saturno, o lado práctico, o rigor, pragmatismo, exigência, é um signo feminino e nocturno, dando um lado mais reservado, não tão visível como o gémeos, masculino e diurno, por outro lado é um signo mutável como gémeos e aí vemos a sua capacidade de adaptação, é multifacetado e só depois é que entra a contribuição dos regentes. Mercúrio é regente e também por exaltação, dando o lado curioso e engenhoso ao signo e depois os regentes da triplicidade de terra, Vénus, Lua e Marte adicionam as suas características também (aqui tens parte da agressividade do signo vinda de Marte que é regente participante, o lado venusiano de virgem e o lado intimista e também engenhoso e adaptável da Lua) o resto dos regentes (termos e faces) já terão a ver com posiçionamentos dentro do signo e por isso mais aplicáveis a situações concretas.

Beijinhos

joana disse...

António, entendo bem porque viveu isso na pele !
Só que minha mãe entrava lá todos os dias como médica... E então desde pequena que ouvi para escolher qualquer profissão menos essa !
Lembrei-me de lhe oferecer um livro bem bonito de uma monja budista que tem como título "alquimia da dor"... Já Leu ? :)
Beijinho

angela disse...

Acho que entendi um pouco...rs sabe que sou muito inexperiente nestes assuntos astrológicos, mas lendo o que falou do quiron me vi muito mais do que consigo me ver quando leio sobre meu signo que é de virgem. Aqueles aspectos do trabalho, da compulsão e da forma.
beijos

Fada Moranga disse...

Querido António, que não lhe faltem Quirons em Virgem!

Aqui tem um bom caso: Mulher nascida em 43, Virgem, Quiron em Virgem conjunto a Vénus na 10!!! ;-)

Conheço a história toda.
Vou enviar-lhe os dados por email.

Beijos***deFada

Luma Rosa disse...

Ah, tenho até medo de falar besteira, mas acho que o meu filho é Quiron em escorpião. Se quiser, pode fazer o mapa dele! Ele está em fase de escolhas, vestibular e tals! Se precisar é só falar! Beijus,

marcelo dalla disse...

Amigo, cá estou eu, ávido seguidor desta série. Vc escreve de uma forma que fica fácil captar e entender, mesmo pra quem é leigo. Uma delícia de ler!!!!
grande abraço

António Rosa disse...

PatSam

O teu duplo testemunho é impressionante e fico muito agradecido, pois são ambos muito completos e esclarecedores. Agradeço muito.

Estou interessado em ter em fazer os dados dela, para analisar o mapa e, certamente quererei saber coisitas. Vai ser muito interessante. Quanto à explicação sobre o regente de Virgem, está muito bem exposto e é significativo.

Quanto à Princesa ter a conjunção partil Quíron / Vénus na 9 aplica-se o que disse à Maria Paula, havendo no entanto que permitir outras abordagens por estar em Aquário. Pela idade dela deve gostar imenso de se vestir com trajes diferentes dos habituais e assistir a festas, sobretudo reina a alegria, mas pode chegar a ser mais formal que outras crianças da idade dela.

Muitos beijos e muito agradecido.

António Rosa disse...

Joana

Ainda não li esse livro da monja budista. Vai ficar em lista. Faz-me imenso sentido o que escreveu sobre a sua mãe.

Beijinhs.

António Rosa disse...

Ângela

Gosto da ideia que este artigo lhe tenha sido útil. Todos os caminhos vão dar a Deus. :)))

Muitos beijos e obrigado por ter vindo.

António Rosa disse...

Fada

Muito obrigado pela tua oferta que aceito imediatamente. Já recebi esse email. Vou analisar e depois comento contigo, na resposta ao email. Beijos.

António Rosa disse...

Querida Luma

Se quiser, envie-me por email os dados do seu filho - covadourso@gmail.com
Depois direi qualquer coisa
~Beijos por acompanhar.

António Rosa disse...

Marcelo~

Conto sempre consigo nesta série. Se tiver alg a acrescentar é só fazê-lo, pois ficarei muito grato.

Abraço.

joana disse...

António,

se quiser ver / ouvir tem aqui gravação do seminário :

http://www.e-dharma.org/new/index.php?option=com_content&view=article&id=29:alquimia-da-dor&catid=39:arte-de-viver&Itemid=62

Tsering Paldron, é portuguesa nascida em Lisboa :)

Beijinho

Samsara disse...

Bom Dia

Hoje é feriado, dia da Região e por isso dia de descanso :))

Agora a reler o que escrevi encontrei uma calinada grave, pois terra é obviamente frio e seco e não quente e seco, foi da hora lol

Vou enviar-te os dados da sobrinha via email.

A minha filhota disfarça-se todos os dias, roupa e pintura e sem dúvida que por ela ia para a rua assim se eu deixasse, por isso na semana do Carnaval é a alegria total, cada dia um disfarce eheheh

Beijinhos

António Rosa disse...

Joana

Muito agradecido. Irei ver. Beijo.

António Rosa disse...

Patrícia

Recebi o email. Muito agradecido. Não me surpreende isso da Princesa gostar de roupas e tentar ser diferente. Mais tarde, Saturno talvez se encarregue de pôr uma certa ordem nisso.

Beijos.

Adelaide Figueiredo disse...

Olá António,

Não consigo encontrar em mapas conhecidos meus, ninguém com estes posicionamentos - 6ª Casa e Virgem.
Lendo o seu texto que achei muito bom, muito bom é pouco, excelente! Sinto que algo me toca desse posicionamento, embora não seja o meu. Tenho o ponto médio Saturno Úrano em Virgem e sinto aue só me realizarei ou realizaria tratando dos outros, fisicamente (enfermagem, medicina ou espiritualmente). A história é longa e não irei aqui contá-la. A minha vida segue mas sempre com esse lapso. Faço o que posso :) Estou convencida que todos os meus posicionamentos com Quiron que já referi noutro comentário aqui neste blogue bem como este posicionamento e todo o meu mapa apontam para o que disse acima.
Vou vasculhar nos meus arquivos do baú :) para ver se encontro alguém com estes posicionamentos.

Abraço

António Rosa disse...

Adelaide

Muito agradecido pelo seu testemunho. É muito importante sabermos que o Ponto de Quíron em Virgem possa ter essa influência na vida de uma pessoa.

É deveras curioso não conseguirmos dados com facilidade para Quíron em Virgem. Até parece haver uma espécie de cortina que esconde as coisas.

Abraço.

joana disse...

"Como já se tem dito, Quíron rege o tempo e o lugar exactos em que a energia transformadora (Úrano) se encontra com a energia da forma (Saturno). Esse é o Ponto Central de Quíron, o ponto médio entre estes dois planetas no nosso mapa natal."

António, quando tiver tempo podia por favor explicar melhor a diferença entre Quíron e esse Ponto Central de Quíron ? Ainda não captei... (e se calhar isso até lhe dá um tema de texto :)))

Gratidão

António Rosa disse...

Joana

Vou tentar... também ando a aprender...

Quíron, como sabe, é um objecto celeste e neste sentido interage com os restantes planetas e ângulos, quer natais, quer em trânsito, recebendo e fazendo aspectos.

O Ponto Central de Quíron é um determinado «local» (grau, com orbe de 1º) no nosso mapa natal, que tendo o significado que tem: a porta, ou portal, ou como queiramos chamar em que a «nossa» terra faz contacto com o «nosso» céu. Por isso, só recebe aspectos.

Como não há acasos, deve lembrar-e onde tem este ponto - 22 Leo. Neste momento Vénus está a preparar-se para fazer uma conjunção. Como é uma conjunção de um benéfico, não me surpreenderia que surgissem oportunidades de sentir um apelo especial para sonhar com o amor, ou mesmo poder vivenciá-lo. Eu diria que se encontrasse alguém na sua vida, esta seria uma oportunidade excelente para criar bases para um relacionamento prolongado.

Muitos beijos e muito obrigado pela pergunta.

António Rosa disse...

Joana

Lembrei-me do meu próprio mapa. Tenho esse ponto no grau zero de Leo, na casa 3. Em breve terei a conjunção do Sol e de Mercúrio. Vou tentar lembrar-me disto e perceber como estarei a agir.

:)))

joana disse...

hihihi

António, vou estar de olho nisso !!!

Mas sabe também o que me ocorreu agora mesmo que podia ser esse ponto ?

Onde temos Quíron às vezes construímos uns 'dramazitos'. Porque vemos o tal arquétipo perfeito e não chegamos lá... Mas ao usarmos a energia desse Ponto Central de Quíron (no meu caso implica 'ser' Leão na 7) ascendemos esse drama. As polaridades desaparecem e os problemas de Quíron evaporam-se :)))

hihihi :) veja lá se bate certo consigo !

beijo grande

António Rosa disse...

Joana

Claro que é isso, pois se é o contacto com o nosso céu! Muito bem explicado.

Pois fique de olho e não ande tão sozinha. :))))))

Beijos.

Sabe que este é o artigo de Quíron que me tem dado mais textura e prazer, vindo dos amigos que comentaram aqui. É uma espécie de plenitude, para cumprir a minha Lua em Sagitário na casa 8.

joana disse...

p.s. Com 'usar' quero dizer: colocando-nos nessa porta. E percebemos se estamos lá se a energia da porta se estiver a manifestar :) Os problemas de Quíron vão para 2º plano porque aí, como diz, "a «nossa» terra faz contacto com o «nosso» céu". Será a partir dessa porta que acedemos ao arquétipo perfeito de Quíron.

joana disse...

Ah!

Já cá tinha outro comentário seu enquanto escrevia o p.s. :)))

Pois a mim também me dá muito prazer contribuir aqui com o que ocorre !

Maria Paula Ribeiro disse...

PatSam....
Estás com uma veia genial!!! ;))) As tuas análises parecem sinfonias! ;)))

E esta conversa é divina!

E houve aí um apontamento que deste a Joana que me deixou muito feliz! ;))))
Portal quirótico! as tantas é quando Saturno estiver as portas de 7º da minha 7 ;PPPPPPP

Esta matéria parece suco de pitanga! ;)))
Bem-hajas! ;)))
Beijo

Maria Paula Ribeiro disse...

PatSam....
Estás com uma veia genial!!! ;))) As tuas análises parecem sinfonias! ;)))

E esta conversa é divina!

E houve aí um apontamento que deste a Joana que me deixou muito feliz! ;))))
Portal quirótico! as tantas é quando Saturno estiver as portas de 7º da minha 7 ;PPPPPPP

Esta matéria parece suco de pitanga! ;)))
Bem-hajas! ;)))
Beijo

Maria Paula Ribeiro disse...

Cum caneco,
Até foi em duplicado! ;)))

joana disse...

só uma correcção ao p.s.:

a ultima frase é era uma interrogação interna.

"Será a partir dessa porta que acedemos ao arquétipo perfeito de Quíron ?"

António Rosa disse...

Joana,

Eu nunca na vida consegui aceder aos arquétipos perfeitos do que quer que seja, mas acredito perfeitamemte que pessoas muito constantes e bem preparadas a nível espiritual consigam ter acesso a essa perfeição.

O que eu tenho evitado nestes artigos todos é dizer uma coisa simples: Sinto que tenho um Mestre Maior a acompanhar-me em certos textos especiais deste blogue. Como foi o caso deste post.

olho para a lista da coluna direita e não consigo entender porque escrevo de uma forma nada organizada.

Iniciei hoje o de Sagitário. Vai demorar dias.

Oxalá eu alguma vez me conseguisse reflectir em qualquer arquétipo perfeito.

Estes ficaram uns apontamentos meio «desengonçados». Deve ser para termina rpo hoje.

Beijios

joana disse...

Maria Paula,

Vê lá também onde tens o Ponto Médio Saturno/Urano !

Parece que é a porta entre o céu e a terra !

aí não há Saturno que chateie :)

beijinho

António Rosa disse...

Minha querida Paula

Sei que tens sempre bons olhos para mim e me desculpas todas as tolices.

1.000 beijos

Oxalá a conversa continue pois vou deixar o post aqui em cima amais 1 ou 2 dias.

E a minha Lua em Sagitário na 8 a sentir-se muito bem.

Beijos

joana disse...

António,

não me quero estar a intrometer com seu mestre que o está a guiar de uma forma brilhante ! mas posso tentar ?

Uma palavra para Sagitário... Hum..

"Viagem, Religião, Ideal, Síntese ?"

Como definiria uma oitava muito elevada de Sagitário ?

O António tem uma visão muito clara do que isso é num contexto de parceria. (que talvez também possa ser sinónimo de união interna)

E por isso sente o desfasamento em relação a essa 'visão'.

Era isso que queria dizer com 'acesso' ao 'arquétipo perfeito'.

joana disse...

Uma adenda:

acesso a 'arquétipo perfeito' foi como me explicaram que o André fala de Quíron

a mim fez todo o sentido... ressoou

é claro que a palavra 'perfeito' é uma redundância

arquétipo é por natureza, perfeito

Por alguma razão o António foi falar de Cristo aqui em Virgem, não ?

(Se calhar também podia ser Virgem Maria, pela energia de Pureza. Por alguma razão apareceu a crianças. E segundo aprendi consigo o regente esotérico de Virgem é a Lua... A grande Mãe.)

Vou parar também por hoje !

Já me estou a sentir intrometida de tanto escrever...

Beijinho

J.

ManDrag disse...

Excelente texto, sobre um tema difícil de entender para a grande maioria. Quando se trata de abordar assuntos que envolvam as ligações entre os planos superiores e inferiores da consciência instala-se a confusão e os mal-entendidos. Todos querem estar lá mas ninguém se mostra à altura.
O texto é claro e directo. Muito esclarecedor e fácil de entender, como de resto já foi anteriormente elogiado. Parabéns!

Abraço

Rui António Santos disse...

António, que bela iniciativa, a de escrever um livro sobre Quiron.

Meu Quiron, encontra-se na 6ª casa em conjunção com a 7ª casa em Peixes em Oposição ao meu Plutâo Natal ,regeneração e cura, o Regete de peixes Neptuno esta na 3 em escorpião, o que interpecto como um compromisso espiritual relacionado com a regeneração do meu plutão natal, isto é para poder curar tenho que me ir curando , de facto ao longo da minha vida tenho-me encontrado em situações onde procuro curar e ajudar outras pessoas, cheguei mesmo a salvar duas pessoas de morrer afogadas no mar. Abraço

António Rosa disse...

ManDrag

Muito agradecio pelo seu estemunho. Creio que as confusões a que se refere são as normais do ser humano, ainda sem prática destes temas. Aos poucos a coisa vai. Abraço.

António Rosa disse...

Rui

Acho sempre muito interessante as suas relações astrológicas. Creio que deveria 'investir' em si próprio para elevar esse potencial de cura. É um passinho, caro amigo. Abraço.

António Rosa disse...

Olá Joana

Parce-me que o meu mestre não se importa com interferências. Está habituado às minhas próprias. Por isso é que esta série de textos tem tido um ritmo muito suave, sem pressas.

«Como definiria uma oitava muito elevada de Sagitário ?»

Assim: liberdade e tolerância.

:))

Beijos

joana disse...

"Assim: liberdade e tolerância."

AH! Com esta é que não estava a contar ! Faz todo sentido... :))) Eu não chegaria lá ;)

Beijinho

Sandro Gomes disse...

Olá, Antônio.

Fui pesquisar e descobri que minha mãe possuía Quíron em Virgem em trígono com seu Sol em Capricórnio. Além disso, possuía a Lua em Peixes.

Sua saúde sempre foi muito frágil, apesar de ser uma pessoa muito enérgica e pro-ativa. Passou na juventude por situações muito difíceis de saúde. Adulta,alternava períodos de saúde e de doença. Faleceu logo após completar 40 anos.

O que me chamava a atenção é que ela cuidava da saúde dos outros, sempre se preocupando com os parentes, como uma enfermeira dedicada a acompanhar os enfermos. Talvez fosse sua Lua em Peixes... Deixou esse testemunho, para quem sabe, te ajudar a aprofundar tuas pesquisas sobre Quíron em Virgem.

abraços

António Rosa disse...

Olá Sandro,

Chamou-me muito a atenção a ênfase de sua mãe ter uma saúde muito frágil. Isso é muito Virgem, sem dúvida.

Muito agradecido pelo testemunho. Foi importante para aclarar algumas das minhas ideias.

Bom fim-de-semana.

Abraços.

Ezequiel Coelho disse...

Pois é...

O meu Quiron está na casa 6 e faz trígono com Neptuno, conjunção com a Lua, sextil com Júpiter, oposição a Plutão e Urano e Quadratura ao Sol e Mercúrio.

Só eu sei (não só eu! ;)) a trabalheira que tenho!! ahahahah

Abraçoooos

Ezequiel Coelho disse...

ah.. e está em Peixes!!
(e estou a fazer todo os esforços, para "não ser o Salvador do Mundo, nem vítima")

;)

Amanda Figueredo disse...

Tenho Quiron e Vertex em virgem, se quiseres deixo meu mapa a disposição

Amanda Figueredo disse...

Tenho Quiron e Vertex em virgem, se quiseres deixo meu mapa a disposição

Tamara'S disse...

Tenho quiron em virgem sol em touro.

Tamara'S disse...

Tenho quiron em virgem sol em touro.

audrey lefour disse...

Su sitio me ha ayudado mucho a saber muchas cosas, gracias.

voyance par mail rapide

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates