Então, vamos falar de Vénus e Marte, na Ericeira?

5 de outubro de 2009 ·


Ao contrário da caricatura da ilustração, prometo que será uma tarde astrológica amena, divertida, onde reinará a boa disposição e a vontade de aprofundar os nossos mapas astrológicos. O tema foi escolhido por vários leitores deste blogue:

«Vénus e Marte - uma tarde astrológica»

Sábado, dia 21 de Novembro, às 14:30.
No centro Cristal de Cura, na Ericeira, Portugal.
Investimento: 35€

Haverá um lanche ligeiro no intervalo. Quem já conhece o espaço, sabe que a sala não permite um grupo numeroso. Creio que à volta de 15 lugares sentados. Os 'outros' convidados não necessitam de cadeiras.



Adiantado uma breve síntese informativa
da nossa conversa astrológica:


Assim como Vénus tinge todos os seres humanos para expressarem o seu lado feminino, Marte tinge para que se expresse o lado masculino.

– O signo onde está Marte mostra o modo:

1) Como nos manifestamos
2) Como buscamos aquilo que desejamos
3) Como expressamos a nossa identidade
4) Como expressamos o nosso poder
5) Como expressamos a nossa potência
6) Como a energia sexual é expressada
7) Como o impulso sexual é afirmado

- A casa onde está Marte ensina-nos:

1) Como materializamos a nossa identidade
2) Como materializamos o nosso poder
3) Como materializamos nossa potência
4) Onde nos podemos sentir agressivos, impacientes e levados facilmente à raiva, à frustração e à aprendizagem da aceitação
5) Da área da vida pela qual tentamos impressionar os outros com o nosso poder, o nosso ar mais afirmativo e a nossa sensualidade

– O signo onde está Vénus diz-nos o seguinte:

1) Indica o tipo de qualidade que valorizamos, ou achamos atraente, ou prezamos sejam: numa pessoa, ou de forma mais abstracta, numa obra de arte, num livro, numa paisagem, numa teoria ou filosofia.

2) Se desenvolvermos e trouxermos à nossa vida as qualidades do signo onde está Vénus, sentir-nos-emos mais individualizados, íntegros e completos. Podemos ter talentos ligados ao signo de Vénus.

3) Também nos fala da imagem do ser amado e daquilo que o estimula.

4) Tende a influenciar o tipo de experiência que se pode encontrar nos nossos relacionamentos – as nossas atitudes para com o amor e outras interacções sociais.

5) Descreve o modo como damos e recebemos afecto, harmonizamos com as pessoas e trocamos energias com elas, ou como nos adornamos para nos tornarmos atraentes.

- A casa onde está Vénus fala-nos:

1) Da área da nossa vida pela qual nos sentimos atraídos em busca da satisfação, beleza e prazer. Ao enfrentarmos as dificuldades e sentirmos as facilidades desta casa, sentir-nos-emos mais seguros e mais completos como pessoas.

2) De onde encontramos uma maior capacidade de apreciar e valorizar essa área de vida. De modo geral, aquilo que apreciamos e valorizamos é aquilo que atraímos para nós, mas outras colocações no mapa podem entrar em conflito com estes valores.

3) A área em que buscamos paz e harmonia, mas também é a área de vida onde podemos ser sedutores – onde tentamos encantar e dominar os outros.

4) Como pode ser uma faceta da vida na qual nos sentimos competitivos, com 'inveja' de pessoas que têm aquilo que gostaríamos de ter.

5) Também podemos sentir-nos desiludidos e críticos em relação a pessoas que não vivenciam os seus ideais e expectativas nessa faceta da vida. Pudera! Se o planeta Vénus dessas pessoas estiver em outra casa diferente da sua, têm 'outras' expectativas de vida. Nem imaginam a quantidade de divórcios que isto provoca, por falta de real aceitação do outro.

6) Como Vénus também está associado a valores, a casa onde está pode estar ligada a questões referentes a dinheiro, finanças e bens.

Também serão referidas as questões de dharma e carma,
nos vossos mapas, associadas a estes planetas e que em psicologia,
se reportam aos acontecimentos do dia-a-dia.

Quem já esteve nas minhas 'Conversas Astrológicas' sabe perfeitamente que, por vezes, os assuntos seguem por outros rumos, dependendo muito das sensibilidades presentes. Aceitam isso?

Aviso importante

No início do trabalho será feita uma meditação, onde convidarei (não vou 'invocar' por respeito ao livre-arbítrio deles) a estarem presentes na sala os guias espirituais, anjos acompanhantes de todos os presentes, mestres orientadores, assim como todos os seres de luz que quiserem vir. Ficam já informados que permitirei a presença de seres de outros pontos do universo que virão estabelecer contacto com todos os que tiverem Marte e Quíron em Libra/Balança ou na casa 7. Também informo que haverá um espaço na sala para os seres que estando em outro plano, necessitam da nossa energia colectiva para prosseguirem em paz o seu caminho. Seremos muitos. E conversaremos todos. É a Comitiva.

Bem-hajam todos os que quiserem estar presentes. Todos.

Agradeço que se manifestem nos comentários, façam sugestões, comentem o que entenderem.

Muito obrigado.

29 comentários:

Dunyazade disse...
5 de outubro de 2009 às 13:44  

Olá, olá, olá.

Sinto falta dos exercícios de astrologia que tínhamos no Nova-Lis, mas suponho que para tudo há um tempo ;) Seja como for, aprendi muito ali. Sabe o que estava a pensar dedicar-me um dia? Ou melhor, durante um ano? A pesquisar e a aprender e a estudar e a Escrever incessantemente só sobre Astrologia. Dedicar toda a minha escrita, durante um ano inteirinho, Só à Astrologia - pesquisar, por exemplo como é que os trânsitos de Saturno se manifestaram nos mapas de várias pessoas diferentes. Mas primeiro tenho de realizar em mim uma coisa que sempre me foi difícil: auto-disciplina para a escrita. Quero ver se é desta! Ou melhor - tenho esse projecto, é o projecto para o próximo ano, lol :p Escrever apenas sobre Astrologia é o projecto (se me portar muito bem) para daqui a 2 anos ;)

Perdoe tanto entusiasmo: é a influência da cafeína. Abro excepções, bebo umas bicazitas, e pronto! É como se de repente tivesse a energia de um foguetão que vai à Lua.

Isto tudo para quê? Bom, primeiro para lhe dizer olá, porque há mooontes de tempo que não o cumprimento; segundo para dizer que esta conferência deve ser p Máximo! Ou pelo menos, assim me soou! Gostei Imenso da ideia da Comitiva! Achei fantástica.

3º para dizer (sem dar certezas) de que, talvez, a partir de Janeiro, já deva ter mais algum tempo - e gostaria de ir a uma das conferências. Mas na altura logo se verá!

Um grande abraço e espero que não se aborreça por eu não dar notícias muitas vezes ou pouco comentar o seu blog (ascendente em Escorpião: we mostly lurk...).

***********

Dunyazade disse...
5 de outubro de 2009 às 13:46  

Só agora me dei conta:

- projectos a muito longo-prazo -> já se nota a influência do trânsito de Saturno na minha casa 11... interessante.

Shin Tau disse...
5 de outubro de 2009 às 14:53  

Ahhhh que alegria!!! Vou finalmente poder abraçar-te e trocar ainda mais aprendizagens contigo!!! Vai ser muuuuito interessante!!!!

Lá estarei sim!

Estou emocionada :)

Siala ap Maeve disse...
5 de outubro de 2009 às 15:22  

António, no que depender de mim, conta comigo...tenho pensado muito sobre o facto de ás vezes ter medo de querer muito uma coisa porque á última da hora acontece sempre alguma coisa que me impede. Não será assim desta vez :) Há muito que te quero dar um beijo e um abraço apertado!
Beijos de luz

angela disse...
5 de outubro de 2009 às 15:38  

Sinto não poder estar ai..
Didatico seu post, sempre claro, consigo entender um pouco do que fala.
beijos e boa sorte a todosnesta empreitada.

marcelo dalla disse...
5 de outubro de 2009 às 17:48  

Amigo! Adoraria poder participar... Esse assunto me interessa. E muito! Marte e Venus em meu mapa estão trocados: Vênus está em Áries, Marte está em Touro.

Gostei da indéia de convidar e não "invocar"...
Abraço e boa semana!!

angela disse...
5 de outubro de 2009 às 18:12  

Quando souber onde andam os meus astros eu te conto.
beijos

Reyel disse...
5 de outubro de 2009 às 19:55  

Amigo, mais selinho saindo do forno! Pega e posta qdo e como quiseres, ok? Espero q goste, pois seu blog só me faz bem...
Bênçãos!

.Lis disse...
5 de outubro de 2009 às 20:27  

Oi,Antonio Rosa
Esse é um texto pra ler e voltar a ler, é sempre o qe faço ,assim consigo tirar duvidas que ficou a primeira leitura.
Seria fantástico poder participar, ms tem um mar imenso que nos separa fisicamente, estarei portanto conectada criando atmosfera perfeita para essa conferencia.
Um abraço

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:08  

Olá a todos,

Ontem, 5 de Outubro, foi feriado em Portugal. Aproveitei para não me aproximar do computador. Por isso, só estar a responder agora aos vossos comentários.

Na próxima segunda-feira será feriado no Brasil.

Abraços.

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:09  

Dunyazade,

Tenho epnasado em retomar os exercícios de astrologia no forum Nova-Lis, mas antes terei que me certificar se as pessoas estão interessadas em continuar com o trabalho. Tenho a ideia que estão demasiado ocupadas.

Gostei de saber que se propõe pesquisar, estudar e escrever astrologia. Vou ter muito prazer em acompanhar essa sua dedicação. Se necessitar dos meus préstimos para alguma coisa, cá estarei.

Gostei muito de saber.

Abraço.

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:12  

Dunyazade

Pode crer que aceito todos como somos, até porque eu próprio tenho as minhas idiossincrasias. Portanto, não se preocupe minimamente com isso dos comentários nos blogues. Se há alguém em falta, sou eu, com uma grande quantidade de pessoas que me visitam e que não retribuo.

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:13  

Shin Tau

Parece que nos vamos encontrar! Que bom. Estou ansioso por esse dia.

Beijos.

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:21  

Siala

Parece que também nos vamos encontrar!!!

Será magnífico. O dia chegará!

Beijos

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:22  

Angela

Obrigado pelas palavras gentis. Quem sabe, se um dia não nos encontramos muitos?

Beijos

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:25  

Marcelo

Essa recepção mútua (Vênus em Áries e Marte em Touro) é uma configuração poderosa no seu mapa. Têm relevância absoluta sobre outros posicionamentos.

No seu caso mais conhecido, dá-lhe a energia para suficiente para manter o seu trabalho criativo e artístico em ponto crescente.

Abraço

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:26  

Reyel,


Vou lá buscar esse selinho. Muito obrigado. Beijos.

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 10:28  

.Lis

O seu nome evoca grandes referências em Portugal - Lis, de Lisboa. Lis, da zona interna de Dornes. Até o meu site tem essa terminação: Nova-Lis.

Agradeço essa conexão.

Beijo

Paulo Braccini disse...
6 de outubro de 2009 às 15:00  

ops ... adoro estas suas contextualizações astrológicas amigão ... obrigado pelo carinho de sua amizade ...

bjão

;-)

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 15:15  

Paulo,

:)) Sorrindo e enviando um abraço. Grato.

Sonia Beth disse...
6 de outubro de 2009 às 17:23  

Ai que inveja de quem vai !!!!!!!!
António que você faça um ótimo trabalho.
abs

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 17:30  

Sônia

Adoraria fazer um trabalho conjunto consigo. Nós os dois a orientar um seminário. Seria um momento único. Quem sabe, né?

Beijos

Sonia Beth disse...
6 de outubro de 2009 às 17:50  

uuuuuuuuuuuuuhhhhhhhhhhhhh

guntty disse...
6 de outubro de 2009 às 18:31  

Olá Amigo António,

Hoje pelas 22h será relançado o meu blog, com novo design e novos conteudos

Convido-o e a todos os leitores deste blog a aparecerem por lá.

Abraço,
guntty

António Rosa disse...
6 de outubro de 2009 às 19:19  

Guntty

Como a essa hora já costumo ter esta geringonça desligada, prometo que será a primeira coisa que farei amanhã, bem cedo, quando ainda estiveres a dormir.

Abraço. :)

HSLO disse...
7 de outubro de 2009 às 12:48  

Ótimo...adorei.


abraços


Hugo

Maria Ribeiro disse...
7 de outubro de 2009 às 20:54  

ANTÓNIO ROSA, VOLTEI! SÓ PARA LHE DAR UM ABRAÇO, POIS NÂO SEI FALAR SOBRE ESTE TEMA...COMO O LAMENTO...
BEIJO AMIGO DE LUSIBERO

Dunyazade disse...
7 de outubro de 2009 às 23:38  

Olá, olá de novo.

Ai, é tão bom quando o dia de trabalho Acabou! :)

Se retomar os exercícios do Nova-Lis eu penso que consigo arranjar tempo para os fazer (apesar de os projectos que tenho actualmente me irem ocupar bastante tempo - e que quero mesmo levar avante).

«Gostei de saber que se propõe pesquisar, estudar e escrever astrologia. Vou ter muito prazer em acompanhar essa sua dedicação. Se necessitar dos meus préstimos para alguma coisa, cá estarei.»

Ah-ah!, não se devia ter oferecido!!!!! A minha ideia era a seguinte (mas só daqui a dois anos, ou melhor, só daqui por um ano):
- dedicar um mês a uma pesquisa em particular. Por exemplo durante determinado mês estudar Plutão - natal, em trânsito, em progressão, em arco solar, no mapa de retorno solar. E fazê-lo através de Exemplos, nomeadamente, através de exemplos de pessoas conhecidas (portuguesas ou estrangeiras, tanto faz), e também de pessoas anónimas, comuns. O meu objectivo era que fosse uma fonte de referência, algum lugar onde eu pudesse ir buscar Casos Concretos da Manifestação deste planeta em particular, percebe? Também gostava de publicar, é claro... :p

(Agora uma imagem de Terror Puro: daqui a 2 anos aterrarem na sua editora 12 Manuscritos só sobre astrologia, lololol!)

Não tema - I won't do it :p

Por outro lado... também gostaria da sua opinião: o que é que, em termos astrológicos, precisaria ser editado? (E posso concentrar parte do meu estudo aí, por exemplo). Há falta de livros (se é que há) em que tema em particular (ou em que sub-tema dentro da Astrologia)? E a que editoras é que me aconselharia a sumeter os possíveis (ainda dentro da minha mente, um projecto ainda um pouco longínquo), estes possíveis futuros manuscritos?

Em termos de escrita astrológica, no geral, que conselhos me daria?

Ai, tou a ser chatiiinha, peço desculpa. Mas é que o António tem conhecimento do assunto e eu tou um bocado às escuras. Seja como for tem tempo para me responder. A fazer isto - é só mesmo daqui por um ano.

Um abraço!

Margarida disse...
7 de outubro de 2009 às 23:46  

Caro António:

Gostaria muito de participar nessa conversa. Fiquei muito curiosa...

Deixo um desafio / sugestão: porque não fazer umas edições dessas conversas mais a norte? Imagino que haja mais gente como eu, para quem ir a Lisboa é bastante complicado.

Também imagino que para si seja difícil, mas acredito que teria muito sucesso! :)

5 de outubro de 2009

Então, vamos falar de Vénus e Marte, na Ericeira?


Ao contrário da caricatura da ilustração, prometo que será uma tarde astrológica amena, divertida, onde reinará a boa disposição e a vontade de aprofundar os nossos mapas astrológicos. O tema foi escolhido por vários leitores deste blogue:

«Vénus e Marte - uma tarde astrológica»

Sábado, dia 21 de Novembro, às 14:30.
No centro Cristal de Cura, na Ericeira, Portugal.
Investimento: 35€

Haverá um lanche ligeiro no intervalo. Quem já conhece o espaço, sabe que a sala não permite um grupo numeroso. Creio que à volta de 15 lugares sentados. Os 'outros' convidados não necessitam de cadeiras.



Adiantado uma breve síntese informativa
da nossa conversa astrológica:


Assim como Vénus tinge todos os seres humanos para expressarem o seu lado feminino, Marte tinge para que se expresse o lado masculino.

– O signo onde está Marte mostra o modo:

1) Como nos manifestamos
2) Como buscamos aquilo que desejamos
3) Como expressamos a nossa identidade
4) Como expressamos o nosso poder
5) Como expressamos a nossa potência
6) Como a energia sexual é expressada
7) Como o impulso sexual é afirmado

- A casa onde está Marte ensina-nos:

1) Como materializamos a nossa identidade
2) Como materializamos o nosso poder
3) Como materializamos nossa potência
4) Onde nos podemos sentir agressivos, impacientes e levados facilmente à raiva, à frustração e à aprendizagem da aceitação
5) Da área da vida pela qual tentamos impressionar os outros com o nosso poder, o nosso ar mais afirmativo e a nossa sensualidade

– O signo onde está Vénus diz-nos o seguinte:

1) Indica o tipo de qualidade que valorizamos, ou achamos atraente, ou prezamos sejam: numa pessoa, ou de forma mais abstracta, numa obra de arte, num livro, numa paisagem, numa teoria ou filosofia.

2) Se desenvolvermos e trouxermos à nossa vida as qualidades do signo onde está Vénus, sentir-nos-emos mais individualizados, íntegros e completos. Podemos ter talentos ligados ao signo de Vénus.

3) Também nos fala da imagem do ser amado e daquilo que o estimula.

4) Tende a influenciar o tipo de experiência que se pode encontrar nos nossos relacionamentos – as nossas atitudes para com o amor e outras interacções sociais.

5) Descreve o modo como damos e recebemos afecto, harmonizamos com as pessoas e trocamos energias com elas, ou como nos adornamos para nos tornarmos atraentes.

- A casa onde está Vénus fala-nos:

1) Da área da nossa vida pela qual nos sentimos atraídos em busca da satisfação, beleza e prazer. Ao enfrentarmos as dificuldades e sentirmos as facilidades desta casa, sentir-nos-emos mais seguros e mais completos como pessoas.

2) De onde encontramos uma maior capacidade de apreciar e valorizar essa área de vida. De modo geral, aquilo que apreciamos e valorizamos é aquilo que atraímos para nós, mas outras colocações no mapa podem entrar em conflito com estes valores.

3) A área em que buscamos paz e harmonia, mas também é a área de vida onde podemos ser sedutores – onde tentamos encantar e dominar os outros.

4) Como pode ser uma faceta da vida na qual nos sentimos competitivos, com 'inveja' de pessoas que têm aquilo que gostaríamos de ter.

5) Também podemos sentir-nos desiludidos e críticos em relação a pessoas que não vivenciam os seus ideais e expectativas nessa faceta da vida. Pudera! Se o planeta Vénus dessas pessoas estiver em outra casa diferente da sua, têm 'outras' expectativas de vida. Nem imaginam a quantidade de divórcios que isto provoca, por falta de real aceitação do outro.

6) Como Vénus também está associado a valores, a casa onde está pode estar ligada a questões referentes a dinheiro, finanças e bens.

Também serão referidas as questões de dharma e carma,
nos vossos mapas, associadas a estes planetas e que em psicologia,
se reportam aos acontecimentos do dia-a-dia.

Quem já esteve nas minhas 'Conversas Astrológicas' sabe perfeitamente que, por vezes, os assuntos seguem por outros rumos, dependendo muito das sensibilidades presentes. Aceitam isso?

Aviso importante

No início do trabalho será feita uma meditação, onde convidarei (não vou 'invocar' por respeito ao livre-arbítrio deles) a estarem presentes na sala os guias espirituais, anjos acompanhantes de todos os presentes, mestres orientadores, assim como todos os seres de luz que quiserem vir. Ficam já informados que permitirei a presença de seres de outros pontos do universo que virão estabelecer contacto com todos os que tiverem Marte e Quíron em Libra/Balança ou na casa 7. Também informo que haverá um espaço na sala para os seres que estando em outro plano, necessitam da nossa energia colectiva para prosseguirem em paz o seu caminho. Seremos muitos. E conversaremos todos. É a Comitiva.

Bem-hajam todos os que quiserem estar presentes. Todos.

Agradeço que se manifestem nos comentários, façam sugestões, comentem o que entenderem.

Muito obrigado.

29 comentários:

Dunyazade disse...

Olá, olá, olá.

Sinto falta dos exercícios de astrologia que tínhamos no Nova-Lis, mas suponho que para tudo há um tempo ;) Seja como for, aprendi muito ali. Sabe o que estava a pensar dedicar-me um dia? Ou melhor, durante um ano? A pesquisar e a aprender e a estudar e a Escrever incessantemente só sobre Astrologia. Dedicar toda a minha escrita, durante um ano inteirinho, Só à Astrologia - pesquisar, por exemplo como é que os trânsitos de Saturno se manifestaram nos mapas de várias pessoas diferentes. Mas primeiro tenho de realizar em mim uma coisa que sempre me foi difícil: auto-disciplina para a escrita. Quero ver se é desta! Ou melhor - tenho esse projecto, é o projecto para o próximo ano, lol :p Escrever apenas sobre Astrologia é o projecto (se me portar muito bem) para daqui a 2 anos ;)

Perdoe tanto entusiasmo: é a influência da cafeína. Abro excepções, bebo umas bicazitas, e pronto! É como se de repente tivesse a energia de um foguetão que vai à Lua.

Isto tudo para quê? Bom, primeiro para lhe dizer olá, porque há mooontes de tempo que não o cumprimento; segundo para dizer que esta conferência deve ser p Máximo! Ou pelo menos, assim me soou! Gostei Imenso da ideia da Comitiva! Achei fantástica.

3º para dizer (sem dar certezas) de que, talvez, a partir de Janeiro, já deva ter mais algum tempo - e gostaria de ir a uma das conferências. Mas na altura logo se verá!

Um grande abraço e espero que não se aborreça por eu não dar notícias muitas vezes ou pouco comentar o seu blog (ascendente em Escorpião: we mostly lurk...).

***********

Dunyazade disse...

Só agora me dei conta:

- projectos a muito longo-prazo -> já se nota a influência do trânsito de Saturno na minha casa 11... interessante.

Shin Tau disse...

Ahhhh que alegria!!! Vou finalmente poder abraçar-te e trocar ainda mais aprendizagens contigo!!! Vai ser muuuuito interessante!!!!

Lá estarei sim!

Estou emocionada :)

Siala ap Maeve disse...

António, no que depender de mim, conta comigo...tenho pensado muito sobre o facto de ás vezes ter medo de querer muito uma coisa porque á última da hora acontece sempre alguma coisa que me impede. Não será assim desta vez :) Há muito que te quero dar um beijo e um abraço apertado!
Beijos de luz

angela disse...

Sinto não poder estar ai..
Didatico seu post, sempre claro, consigo entender um pouco do que fala.
beijos e boa sorte a todosnesta empreitada.

marcelo dalla disse...

Amigo! Adoraria poder participar... Esse assunto me interessa. E muito! Marte e Venus em meu mapa estão trocados: Vênus está em Áries, Marte está em Touro.

Gostei da indéia de convidar e não "invocar"...
Abraço e boa semana!!

angela disse...

Quando souber onde andam os meus astros eu te conto.
beijos

Reyel disse...

Amigo, mais selinho saindo do forno! Pega e posta qdo e como quiseres, ok? Espero q goste, pois seu blog só me faz bem...
Bênçãos!

.Lis disse...

Oi,Antonio Rosa
Esse é um texto pra ler e voltar a ler, é sempre o qe faço ,assim consigo tirar duvidas que ficou a primeira leitura.
Seria fantástico poder participar, ms tem um mar imenso que nos separa fisicamente, estarei portanto conectada criando atmosfera perfeita para essa conferencia.
Um abraço

António Rosa disse...

Olá a todos,

Ontem, 5 de Outubro, foi feriado em Portugal. Aproveitei para não me aproximar do computador. Por isso, só estar a responder agora aos vossos comentários.

Na próxima segunda-feira será feriado no Brasil.

Abraços.

António Rosa disse...

Dunyazade,

Tenho epnasado em retomar os exercícios de astrologia no forum Nova-Lis, mas antes terei que me certificar se as pessoas estão interessadas em continuar com o trabalho. Tenho a ideia que estão demasiado ocupadas.

Gostei de saber que se propõe pesquisar, estudar e escrever astrologia. Vou ter muito prazer em acompanhar essa sua dedicação. Se necessitar dos meus préstimos para alguma coisa, cá estarei.

Gostei muito de saber.

Abraço.

António Rosa disse...

Dunyazade

Pode crer que aceito todos como somos, até porque eu próprio tenho as minhas idiossincrasias. Portanto, não se preocupe minimamente com isso dos comentários nos blogues. Se há alguém em falta, sou eu, com uma grande quantidade de pessoas que me visitam e que não retribuo.

António Rosa disse...

Shin Tau

Parece que nos vamos encontrar! Que bom. Estou ansioso por esse dia.

Beijos.

António Rosa disse...

Siala

Parece que também nos vamos encontrar!!!

Será magnífico. O dia chegará!

Beijos

António Rosa disse...

Angela

Obrigado pelas palavras gentis. Quem sabe, se um dia não nos encontramos muitos?

Beijos

António Rosa disse...

Marcelo

Essa recepção mútua (Vênus em Áries e Marte em Touro) é uma configuração poderosa no seu mapa. Têm relevância absoluta sobre outros posicionamentos.

No seu caso mais conhecido, dá-lhe a energia para suficiente para manter o seu trabalho criativo e artístico em ponto crescente.

Abraço

António Rosa disse...

Reyel,


Vou lá buscar esse selinho. Muito obrigado. Beijos.

António Rosa disse...

.Lis

O seu nome evoca grandes referências em Portugal - Lis, de Lisboa. Lis, da zona interna de Dornes. Até o meu site tem essa terminação: Nova-Lis.

Agradeço essa conexão.

Beijo

Paulo Braccini disse...

ops ... adoro estas suas contextualizações astrológicas amigão ... obrigado pelo carinho de sua amizade ...

bjão

;-)

António Rosa disse...

Paulo,

:)) Sorrindo e enviando um abraço. Grato.

Sonia Beth disse...

Ai que inveja de quem vai !!!!!!!!
António que você faça um ótimo trabalho.
abs

António Rosa disse...

Sônia

Adoraria fazer um trabalho conjunto consigo. Nós os dois a orientar um seminário. Seria um momento único. Quem sabe, né?

Beijos

Sonia Beth disse...

uuuuuuuuuuuuuhhhhhhhhhhhhh

guntty disse...

Olá Amigo António,

Hoje pelas 22h será relançado o meu blog, com novo design e novos conteudos

Convido-o e a todos os leitores deste blog a aparecerem por lá.

Abraço,
guntty

António Rosa disse...

Guntty

Como a essa hora já costumo ter esta geringonça desligada, prometo que será a primeira coisa que farei amanhã, bem cedo, quando ainda estiveres a dormir.

Abraço. :)

HSLO disse...

Ótimo...adorei.


abraços


Hugo

Maria Ribeiro disse...

ANTÓNIO ROSA, VOLTEI! SÓ PARA LHE DAR UM ABRAÇO, POIS NÂO SEI FALAR SOBRE ESTE TEMA...COMO O LAMENTO...
BEIJO AMIGO DE LUSIBERO

Dunyazade disse...

Olá, olá de novo.

Ai, é tão bom quando o dia de trabalho Acabou! :)

Se retomar os exercícios do Nova-Lis eu penso que consigo arranjar tempo para os fazer (apesar de os projectos que tenho actualmente me irem ocupar bastante tempo - e que quero mesmo levar avante).

«Gostei de saber que se propõe pesquisar, estudar e escrever astrologia. Vou ter muito prazer em acompanhar essa sua dedicação. Se necessitar dos meus préstimos para alguma coisa, cá estarei.»

Ah-ah!, não se devia ter oferecido!!!!! A minha ideia era a seguinte (mas só daqui a dois anos, ou melhor, só daqui por um ano):
- dedicar um mês a uma pesquisa em particular. Por exemplo durante determinado mês estudar Plutão - natal, em trânsito, em progressão, em arco solar, no mapa de retorno solar. E fazê-lo através de Exemplos, nomeadamente, através de exemplos de pessoas conhecidas (portuguesas ou estrangeiras, tanto faz), e também de pessoas anónimas, comuns. O meu objectivo era que fosse uma fonte de referência, algum lugar onde eu pudesse ir buscar Casos Concretos da Manifestação deste planeta em particular, percebe? Também gostava de publicar, é claro... :p

(Agora uma imagem de Terror Puro: daqui a 2 anos aterrarem na sua editora 12 Manuscritos só sobre astrologia, lololol!)

Não tema - I won't do it :p

Por outro lado... também gostaria da sua opinião: o que é que, em termos astrológicos, precisaria ser editado? (E posso concentrar parte do meu estudo aí, por exemplo). Há falta de livros (se é que há) em que tema em particular (ou em que sub-tema dentro da Astrologia)? E a que editoras é que me aconselharia a sumeter os possíveis (ainda dentro da minha mente, um projecto ainda um pouco longínquo), estes possíveis futuros manuscritos?

Em termos de escrita astrológica, no geral, que conselhos me daria?

Ai, tou a ser chatiiinha, peço desculpa. Mas é que o António tem conhecimento do assunto e eu tou um bocado às escuras. Seja como for tem tempo para me responder. A fazer isto - é só mesmo daqui por um ano.

Um abraço!

Margarida disse...

Caro António:

Gostaria muito de participar nessa conversa. Fiquei muito curiosa...

Deixo um desafio / sugestão: porque não fazer umas edições dessas conversas mais a norte? Imagino que haja mais gente como eu, para quem ir a Lisboa é bastante complicado.

Também imagino que para si seja difícil, mas acredito que teria muito sucesso! :)

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates