2012 - Hollywood e as Profecias Maya

3 de julho de 2009 ·



16 comentários:

Samsara disse...
4 de julho de 2009 às 07:01  

Vou gostar de ver.

Beijinhos e

Bom fim de semana

Ana Cristina disse...
4 de julho de 2009 às 07:08  

António mais um sucesso de bilheteira...longe de fazer o meu estilo predilecto :-) aliás pelo trailler parece haver cenas importadas dos outros 2 filmes apocalípticos :-)
Bom FdS.

JotaSP disse...
4 de julho de 2009 às 10:34  

antónio
_____________________ apenas para dizer que estive aqui e agradecer a simpatia____________________

um abraço assim «««

marcelo dalla disse...
4 de julho de 2009 às 12:53  

Imagens impressionantes! Eu confesso q gosto de filmes do tipo, são bem atrativos. Com certeza será sucesso de bilheteria.
Mas é preciso levantar algumas questões, podemos discutir. Não seria exagero, sensacionalismo, excesso, apologia ao medo e à catástrofe? Tipico dos americanos, inclusive, que tem sagitário como signo do país. não seria colaborar para incutir medo na cabeça das pessoas, já tão influenciadas pela mídia negativa? Não seria plasmar na realidade acontecimentos como esse?
Uma das grandes questões que levanto é justamente essa: o que ainda precisa acontecer no planeta pra que toda a humanidade desperte...
Fico em dúvida se filmes assim ajudam ou atrapalham. O que vc acha, meu querido? O que todos vcs acham?
abraço

António Rosa, José disse...
4 de julho de 2009 às 13:41  

@Sam

Também espero vê-lo, mas em casa, assim que o dowjload do filme estiver disponível.

Bom fim-de-semana.

António Rosa, José disse...
4 de julho de 2009 às 13:43  

Ana Cristina,

Certamente será um sucesso. A linhagem parece ser a mesma. Não percebi se é um argumento original, se é tirado de algum livro. Este tema interessou-me durante algum tempo.

António Rosa, José disse...
4 de julho de 2009 às 13:43  

JotaSP

Muito obrigado pela tua visita. És sempre bem-vindo. Abraço.

António Rosa, José disse...
4 de julho de 2009 às 13:48  

Marcelo

Claro que é uma apologia do medo. Como são todos os filmes do género. No entanto, o público já deve estar tão habituado, que nem deve ligar, pois ficará preso apenas aos efeitos especiais.

Filmes assim, trazem dentro deles, uma codificação subliminar, já muito estudada, que emite mensagens que prendem as pessoas a estas visões paralelas e assim, conseguem subjugar multidões.

Filmes assim, atrasam.

adriana disse...
4 de julho de 2009 às 15:45  

António,
Perfeito:
"Filmes assim, atrasam".
Um ótimo final de semana pra você!

António Rosa, José disse...
4 de julho de 2009 às 16:19  

Adriana

Excelente. Um post com um aspecto de ser uma coisa supérflua está a tornar-se tema de debate.

Rui Santos disse...
4 de julho de 2009 às 22:51  

Olá António, acabei de publicar no meo blogue sobre a próxima Agenda lunar de cancer.

E faço referência tambem ao calendário Maia ao dia fora do tempo e ás celebres previsões Maias.

Acredito que esse filmes são feitos para as massas, é a cultura do medo.

Os Maias representavam a cultura da paz, e têm como base o tempo como arte, co-criação, ao contrário da sociedade capitalista de tempo é dinheiro.

Será coincidência eu acabar de escrever um pouco sobre os Maias e a logo de seguida visitar o seu blogue e ver um extrato desse filme, que posso ver um dia porque não

António as multidões ainda não despertas são ainda muito impressionadas pelo poder Matrix, ai está outro filme com um código muito importante.

Abraço

António Rosa, José disse...
5 de julho de 2009 às 08:25  

Caro Rui

Está na hora de as pessoas com algum envolvimento mais espiritual como nós, deixarmos de usar esta frase:

'as multidões ainda não despertas'

É uma frase que faz atrasar o processo, por ser uma forma-pensamento muito generalizada e comum. Como sabe, as formas-pensamento são co-criadoras.

Até porque estão despertas. Ao seu jeito.

Abraço agradecido.

Táxi Pluvioso disse...
5 de julho de 2009 às 09:11  

Hollywood é profético dos bolsos do produtores.

Rui Santos disse...
5 de julho de 2009 às 14:00  

Sim António, está na hora de sermos mais positivos e não usarmos esse tipo de frases generalizadas, e agradeço a sua atenção.

O que quis dizer é que as massas vão despertando á sua maneira, ainda que lentamente.

Abraço Grande

marcelo dalla disse...
6 de julho de 2009 às 18:00  

Ahhhh q bom q concordam comigo. Não estou ficando louco. rsrsrsrsrs

marcelo dalla disse...
6 de julho de 2009 às 18:01  

A cena da água passando por cima das montanhas do Tibet é uma das mais abusrdas q já vi. rsrsrsrs Acho que nem no dilúvio tivemos uma inundação assim. rsrsrsrsrsrs

3 de julho de 2009

2012 - Hollywood e as Profecias Maya



16 comentários:

Samsara disse...

Vou gostar de ver.

Beijinhos e

Bom fim de semana

Ana Cristina disse...

António mais um sucesso de bilheteira...longe de fazer o meu estilo predilecto :-) aliás pelo trailler parece haver cenas importadas dos outros 2 filmes apocalípticos :-)
Bom FdS.

JotaSP disse...

antónio
_____________________ apenas para dizer que estive aqui e agradecer a simpatia____________________

um abraço assim «««

marcelo dalla disse...

Imagens impressionantes! Eu confesso q gosto de filmes do tipo, são bem atrativos. Com certeza será sucesso de bilheteria.
Mas é preciso levantar algumas questões, podemos discutir. Não seria exagero, sensacionalismo, excesso, apologia ao medo e à catástrofe? Tipico dos americanos, inclusive, que tem sagitário como signo do país. não seria colaborar para incutir medo na cabeça das pessoas, já tão influenciadas pela mídia negativa? Não seria plasmar na realidade acontecimentos como esse?
Uma das grandes questões que levanto é justamente essa: o que ainda precisa acontecer no planeta pra que toda a humanidade desperte...
Fico em dúvida se filmes assim ajudam ou atrapalham. O que vc acha, meu querido? O que todos vcs acham?
abraço

António Rosa, José disse...

@Sam

Também espero vê-lo, mas em casa, assim que o dowjload do filme estiver disponível.

Bom fim-de-semana.

António Rosa, José disse...

Ana Cristina,

Certamente será um sucesso. A linhagem parece ser a mesma. Não percebi se é um argumento original, se é tirado de algum livro. Este tema interessou-me durante algum tempo.

António Rosa, José disse...

JotaSP

Muito obrigado pela tua visita. És sempre bem-vindo. Abraço.

António Rosa, José disse...

Marcelo

Claro que é uma apologia do medo. Como são todos os filmes do género. No entanto, o público já deve estar tão habituado, que nem deve ligar, pois ficará preso apenas aos efeitos especiais.

Filmes assim, trazem dentro deles, uma codificação subliminar, já muito estudada, que emite mensagens que prendem as pessoas a estas visões paralelas e assim, conseguem subjugar multidões.

Filmes assim, atrasam.

adriana disse...

António,
Perfeito:
"Filmes assim, atrasam".
Um ótimo final de semana pra você!

António Rosa, José disse...

Adriana

Excelente. Um post com um aspecto de ser uma coisa supérflua está a tornar-se tema de debate.

Rui Santos disse...

Olá António, acabei de publicar no meo blogue sobre a próxima Agenda lunar de cancer.

E faço referência tambem ao calendário Maia ao dia fora do tempo e ás celebres previsões Maias.

Acredito que esse filmes são feitos para as massas, é a cultura do medo.

Os Maias representavam a cultura da paz, e têm como base o tempo como arte, co-criação, ao contrário da sociedade capitalista de tempo é dinheiro.

Será coincidência eu acabar de escrever um pouco sobre os Maias e a logo de seguida visitar o seu blogue e ver um extrato desse filme, que posso ver um dia porque não

António as multidões ainda não despertas são ainda muito impressionadas pelo poder Matrix, ai está outro filme com um código muito importante.

Abraço

António Rosa, José disse...

Caro Rui

Está na hora de as pessoas com algum envolvimento mais espiritual como nós, deixarmos de usar esta frase:

'as multidões ainda não despertas'

É uma frase que faz atrasar o processo, por ser uma forma-pensamento muito generalizada e comum. Como sabe, as formas-pensamento são co-criadoras.

Até porque estão despertas. Ao seu jeito.

Abraço agradecido.

Táxi Pluvioso disse...

Hollywood é profético dos bolsos do produtores.

Rui Santos disse...

Sim António, está na hora de sermos mais positivos e não usarmos esse tipo de frases generalizadas, e agradeço a sua atenção.

O que quis dizer é que as massas vão despertando á sua maneira, ainda que lentamente.

Abraço Grande

marcelo dalla disse...

Ahhhh q bom q concordam comigo. Não estou ficando louco. rsrsrsrsrs

marcelo dalla disse...

A cena da água passando por cima das montanhas do Tibet é uma das mais abusrdas q já vi. rsrsrsrs Acho que nem no dilúvio tivemos uma inundação assim. rsrsrsrsrsrs

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates