Vamos reaprender a amar (Sawabona Shikoba)

8 de junho de 2011 ·


Ilustrações enviadas pela minha querida amiga e conterrânea,
Maria Georgete Raposo Almeida [aqui, sua página no Facebook]

Muito obrigado, G.

Texto do médico psicanalista Flávio Gikovate

Cliquem nas ilustrações para as ampliar e poder ler melhor.

























.

4 comentários:

arKana disse...
8 de junho de 2011 às 10:45  

que belas imagens, belas!
estava a ler a mensagem e a pensar que felizmente a minha relação com o meu companheiro sempre passou por estas premissas e vejo o mail como muita naturalidade. Não somos metades de uma mesma laranja, como se costuma dizer, mas antes duas laranjas e damos muito mais sumo, oh se damos ;)
mas apercebi-me que ainda é muito preciso passar esta mensagem, que esta nova filosofia de encarar os relacionamentos ainda é muito estranha para muitos...

Confesso que na relação afectiva com os meus pais, não foi vivida e muito menos aprendida assim e continua difícil explicar à minha mãe que não sou uma extensão dela hihiihi
beijos, António, serviço público (gratuito e essencial) da nova era ;)

Astrid Annabelle disse...
8 de junho de 2011 às 10:52  

Bom dia António!
Muito necessário este ensinamento. Veja o link que segue de uma publicação antiga no meu blog:
http://astrid-annabelle.blogspot.com/2009/11/palavras-da-fonte.html
No mais...lindo e sentido!!!!
Beijão para um excelente dia!
Astrid Annabelle

Ana Lucia Franco disse...
8 de junho de 2011 às 14:11  

excelente texto, Antonio, e que deve ser muito e muito divulgado.

bjs

andre eduardo disse...
8 de junho de 2011 às 19:59  

Exemplos e explicações puros!!! Formulam efeitos inteligentes a quem os lê, é um vasto conjunto de conhecimentos que nos ligam ao principio unico. É com uma rapidez brilhante que nos apela e chama á realidade da existencia humana.

8 de junho de 2011

Vamos reaprender a amar (Sawabona Shikoba)


Ilustrações enviadas pela minha querida amiga e conterrânea,
Maria Georgete Raposo Almeida [aqui, sua página no Facebook]

Muito obrigado, G.

Texto do médico psicanalista Flávio Gikovate

Cliquem nas ilustrações para as ampliar e poder ler melhor.

























.

4 comentários:

arKana disse...

que belas imagens, belas!
estava a ler a mensagem e a pensar que felizmente a minha relação com o meu companheiro sempre passou por estas premissas e vejo o mail como muita naturalidade. Não somos metades de uma mesma laranja, como se costuma dizer, mas antes duas laranjas e damos muito mais sumo, oh se damos ;)
mas apercebi-me que ainda é muito preciso passar esta mensagem, que esta nova filosofia de encarar os relacionamentos ainda é muito estranha para muitos...

Confesso que na relação afectiva com os meus pais, não foi vivida e muito menos aprendida assim e continua difícil explicar à minha mãe que não sou uma extensão dela hihiihi
beijos, António, serviço público (gratuito e essencial) da nova era ;)

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António!
Muito necessário este ensinamento. Veja o link que segue de uma publicação antiga no meu blog:
http://astrid-annabelle.blogspot.com/2009/11/palavras-da-fonte.html
No mais...lindo e sentido!!!!
Beijão para um excelente dia!
Astrid Annabelle

Ana Lucia Franco disse...

excelente texto, Antonio, e que deve ser muito e muito divulgado.

bjs

andre eduardo disse...

Exemplos e explicações puros!!! Formulam efeitos inteligentes a quem os lê, é um vasto conjunto de conhecimentos que nos ligam ao principio unico. É com uma rapidez brilhante que nos apela e chama á realidade da existencia humana.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates