Uma rede fina a separar o trigo do joio

24 de junho de 2010 ·

Plutão, cinco graus antes de entrar em Sagitário (1995), começou a preparação da humanidade para enfrentar outras filosofias de vida. Permaneceu neste signo até 2008. Apenas falando de Portugal, há 15 anos, a maioria das pessoas não sabia que havia formas diferentes de sentir e praticar a espiritualidade, para além das convencionais, associadas às diversas religiões maioritárias. Surgiu uma plêiade de videntes, mediuns e leitores de oráculos, uns mais mediáticos do que outros, que prometiam mundos e fundos aos seus clientes. Como sempre, desde que o Homem é Homem, também se verificaram os abusos, desmandos e aproveitamentos do costume. Ainda há.

O tarot foi, finalmente, encarado e praticado com mais seriedade. A astrologia também iniciou uma lenta e segura caminhada na recuperação da sua credibilidade milenar, entretanto tão maltratada, por razões de oportunismo e ignorância. A bruxaria passou a ser assunto corrente e é anunciada nas revistas e jornais, com o franzir de testa dos habituais julgadores, que se acham superiores. As organizações herméticas tentam sem grande sucesso, manterem-se herméticas. Não há como. Surge a wicca, ainda tímida, a dar os seus primeiros passos, sem grandes fundamentos populares, continuando reduzida a expressões minúsculas.

Simbolicamente falando, Plutão em Sagitário fez o trabalho transformador correspondente a esse breve ciclo. Em nenhuma era da humanidade houve tanta abundância informativa sobre espiritualidade e esoterismo. Eu e os meus colaboradores, a nossa editora, com os livros, sites e blogues, somos outro exemplo do que foi o trabalho de Plutão em Sagitário. Apenas pretendemos divulgar ideias.

Agora já estamos a aprender na carne o que é Plutão em Capricórnio. Fala-se abertamente de espiritualidade, em todo o lado, fora dos “conventos” tradicionais. Se observarmos com atenção, estivemos desde 1995 e ainda estamos perante um “movimento” único, como se de uma onda gigantesca se tratasse. Nunca houve tantos terapeutas para o corpo e espírito, como agora. Com uma infinidade de especialidades. Com máquinas credíveis e sofisticadas.

Nunca houve uma época como esta que atravessamos, em que a maioria das pessoas sente possuir um “dom” especial. E possuem, seja o que for. Mas não são “especiais”, por isso. Pensam que são especiais, o que é diferente. Os spa's e os health centres, além dos fitness e maquinaria diversa, oferecem conforto para o corpo e a alma, nos seus banhos, terapias com pedras, óleos e massagens especiais com a prática de yoga.

Nunca tanta gente tentou saber qual era a sua missão nesta reencarnação. Nunca houve tantos orientadores espirituais, assim como nunca tantos canalizadores se deram a conhecer, como nos dias de hoje. Nunca tantos livros, discos, filmes, revistas, sites, blogues, cursos, palestras e seminários trataram de temas espirituais. Pelo meio, também sabemos que existe alguma confusão sobre estes assuntos. Dúvidas, receios, medos. É natural. O breve ciclo de Plutão em Sagitário fez que tudo isto acontecesse. Plutão está em Capricórnio, para ficar um tempo razoável, até 2023. Será uma época de grandes transformações, algumas das quais já estamos a assistir em directo. Plutão em Sagitário conseguiu espalhar e massificar a bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico. O actual ciclo em Capricórnio colocará as coisas no seu lugar definitivo. Será como se uma rede fina viesse separar o trigo do joio. Já está a acontecer à escala mundial.

33 comentários:

Sonia Beth disse...
24 de junho de 2010 às 00:25  

Olá querido amigo.

Plutão está em cima do meu Mercurio Natal e mais alguns anos pega (kkk) meu Sol. Mais uma pequeninha transformação.

António, como posso fazer para obter livro da sua editora?

beijins

Ana Cristina disse...
24 de junho de 2010 às 00:29  

bem os comentários andam-me a sair mal, publicação!!!!
Dizia eu que gostei de ler esta sua síntese, tão abrangente e cheia de conteúdo e só não sente quem...

Beijo e boa noite

Rabisco disse...
24 de junho de 2010 às 00:45  

Olá!
Confesso que sou um verdadeiro leigo nestes assuntos, mas bastante curioso...
Ler este post tornou-se importante na medida em que consigo melhor entender e verificar que na realidade, tudo o que escreveste é verdadeiro!
Muito obrigado pela partilha.
Abraço

Luma Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 03:26  

Sou bastante curiosa para esses assuntos, mas confesso que fico um pouco 'boiando' quando o assunto se aprofunda. Não sei se haverá tempo para toda a humanidade compreender uma a outra, mas assim seria o ideal. Ao mesmo tempo, as várias correntes de pensamentos fazem o universo mais dinâmico e rico! Beijus,

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...
24 de junho de 2010 às 09:29  

Obrigada pela partilha, gostei de ler :)

Joana disse...
24 de junho de 2010 às 09:35  

Olá António,

Esta separação do trigo do joio é muito benvinda. :)

Beijinhos

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 10:48  

Querida Sonia

Muito obrigado. Vou responder em privado à sua pergunta.

Beijos.

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 10:49  

É verdade! O Blogger anda muito instável, sobretudo na zona de comentários, pois tem acontecido nos últimos dias quando deixo comentáris nos outros blogues e no meu próprio, não reconhecem a minha conta Google e, assim, tenho que preencher várias vezes ao dia o meu email e password.

Muito agradecido por ter gostado deste post.

Beijo

P.S.: acabou de acontecer na minha resposta à Sônia Beth, logo acima.

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 10:49  

Rabisco

Muito obrigado por teres vindo e encontrado utilidade neste post. Admiro muito o teu blogue.

Abraço.

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 10:50  

Querida Luma

O Dalai Lama disse recentemente que a nossa humanidade tem evoluído bastante e que nunca, como nos tempos actuais, se percebe que há um grande movimento colectivo: a compaixão (vejam-se os casos de solidariedade com as catástrofes). Esperemos que haja progressos.

Beijo

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 10:50  

Especialmente

Grato por ter vindo.

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 10:50  

Joana

Já se nota, não é?

Beijos

Rui António Santos disse...
24 de junho de 2010 às 11:34  

António. essa rede fina que vem separar o trigo do Joio, não estará relacionado com Urano ingressando em Carnneiro ?
Será o ponto do nosso Mapa que nos indicará de que formoa seremos originais e criativos e também a forma de respondermos ao alinhamento destas energias que chamam por nós? AAbraço

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 13:18  

Caro Rui,

Obviamente que todos os novos ingressos planetários irão contribuir para essa separação do trigo e do joio, mas sem dúvida que o papel principal - até pela sua longa duração -, pertence a Plutão.

Sem dúvida que o posicionamento de trânsito de Úrano no nosso mapa tem uma importância extrema, pois irá permitir tudo o que afirmou mais acima.

Grande abraço.

Adelaide Figueiredo disse...
24 de junho de 2010 às 13:26  

António,

De facto tudo se inclina para uma separação do trigo do joio. Enquanto Plutão esteve em Sagitário ocorreram algumas mudanças radicais em várias crenças que estão muito apegadas à sociedade. Muitos conceitos tradicionais foram modificados e até destruídos. Agora com Plutão em Capricórnio a transformação continua a ser feita mas mais profundamente, com mudanças na estrutura social e muitas instituições desaparecerão. É natural que haja um período de decadência que nos irá conduzir a uma nova ordem. A nossa maneira de pensar, de acreditar e de buscar apoio espiritual para o nosso dia a dia vai ser também modificada. Não só Plutão terá influencia, mas também Saturno e Úrano. Estou convencida que a partir do final de Julho o cerco vai apertar-se durante algum tempo. Temos de aprender, é certo, a separar o trigo do joio, como diz.
Alonguei-me e sai além do tema. Peço perdão.

Obrigada pela partilha

Abraço

joana disse...
24 de junho de 2010 às 13:34  

Olá António,

duas questões, não sei se absurdas :)

A 'separação do trigo do joio' tem a ver com o que é ou não para realizar ? (Capricórnio)
E... entendo o que diz porque Sagitário é expansão... mas não é também síntese ? O final da passagem de Plutão por Sagitário não nos devia ter deixado essa síntese ?

Beijinho e gratidão por este seu espaço

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 14:06  

Adelaide,

Não saiu do tema, bem pelo contrário, aprofundou-o de maneira excelente, pelo que fico muito agradecido.

Abraço.

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 14:07  

Joana,

Antes de mais, parabéns pelo seu aniversário no passado dia 22. :))

Essa separação é, sem dúvida na matéria (Capricórnio), na realização do que interessa à humanidade. É assim que vejo a questão, pr isso, comodiz a Adelaide e muito bem, eu associar esta estadia de Plutão a todas as alterações havidas desde o final de 2008. Haverão mais. A nível individual, também pasa pelas nossas realizações.

Mais do que Sagitário ser expansão (que também o é), vejo por representar as questões superiores da vida. Não esqueçamos o Centro Galáctico... o Eu Superior... etc. É nesse sentido que se deu, também, a síntese. Será que aprendemos? Não imagina as minhas muitas incertezas.

Beijos.

Astrid Annabelle disse...
24 de junho de 2010 às 16:28  

Boa tarde António!
Belíssimo texto...
Realmente,
"Plutão em Sagitário conseguiu espalhar e massificar a bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico."
Isso é maravilhoso...
Não me esqueço nunca do que me ensinou sobre Plutão em 2000 e já faz tempo...rsss
Saio daqui mais rica hoje...muito bom!
Beijo grande
Astrid Annabelle

António Rosa disse...
24 de junho de 2010 às 16:46  

Querida Astrid

Será que a banda larga já funciona? espero que sim.

Muito agradecido pelas suas palavras. Muito obrigado, mesmo.

Beijos.

joana disse...
24 de junho de 2010 às 17:38  

Entendi ! Acho...

e não sei se quer que responda mas eu acho que aprendemos sim !

António, não se diz que Plutão é implacável ? :)))

Apliquemos então aqui também.

O que se passa agora é tal 'mudança de foco'.

Depois de termos ido ao Céu...

... há agora que realizá-lo aqui na Terra :)

É pelo menos o modo como vejo.

beijinho grande e 3 x gratidão

Astrid Annabelle disse...
24 de junho de 2010 às 17:55  

António!
Já estou sim operando na banda larga da vida...rsrsrs
Respondi ao seu email...
Beijos

Sonia Beth disse...
24 de junho de 2010 às 18:10  

ok Antonio, fico aguardando

beijins

Sandro Gomes disse...
24 de junho de 2010 às 18:50  

Os sociólogos que estudam o fenômeno religioso contemporâneo estão indicando que estámos passando do tempo da religião institucionalizada para o tempo da espiritualidade. Novas formas de crer e pertencer pululam no mundo ocidental. Particularmente, o cristianismo católico e protestante vão declinar em influência e poder institucional.

Creio que Plutão em Capricórnio corresponda a esse movimento socio-cultural. Mas acho que a entrada futura de Netuno em Peixes vá incrementar a busca espiritual e mística.

Abraços

Adelaide Figueiredo disse...
24 de junho de 2010 às 19:47  

António,

Grata pelo destaque.

Um bom fim-de-semana.

Abraço

Adelaide Figueiredo disse...
24 de junho de 2010 às 19:47  

António,

Grata pelo destaque.

Um bom fim-de-semana.

Abraço

Adelaide Figueiredo disse...
24 de junho de 2010 às 19:50  

LOL

Saiu 2 vezes!! Isto anda mesmo tudo meio avariado.

Anónimo disse...
25 de junho de 2010 às 08:56  

Sim Amigo António, não tenho duvidas que todos os ingressos planetários, contribuem para essa separação do trigo do Joio, o que quis dizer é que Urano na minha opinião vem dar uma resposta á forma como seremos originais e criativos de acordo com a nossa consciência. Abraço Grande

Rui António Santos

António Rosa disse...
25 de junho de 2010 às 10:57  

Olá Sandro,

Plutão, por si só, não nos conduz à espiritualidade, no sentido que a entendemos, e certamente será muito ajudado com a próxima entrada de Neptuno em Peixes. Iremos todos vivenciar experiências muito curiosas.

Abraço e bom fim-de-semana.

António Rosa disse...
25 de junho de 2010 às 10:57  

Adelaide,

De bada. Foi um prazer. Apenas para ajudar a relembrar... :)))

António Rosa disse...
25 de junho de 2010 às 10:58  

Olá Rui,

Também completamente de acordo consigo. Úrano vai ter esse papel. Todos os trânsitos lentos conduzirão a isso. Não esqueçamos Quíron.

Abraço e bom fim-de-semana.

Luisa disse...
26 de junho de 2010 às 22:10  

António

Execelente texto! Muito obrigada.

Abraço

Luisa

audrey lefour disse...
8 de maio de 2017 às 09:31  

Felicitaciones en su sitio maravilloso! Felicidades y buena suerte!

voyance serieuse par mail

24 de junho de 2010

Uma rede fina a separar o trigo do joio

Plutão, cinco graus antes de entrar em Sagitário (1995), começou a preparação da humanidade para enfrentar outras filosofias de vida. Permaneceu neste signo até 2008. Apenas falando de Portugal, há 15 anos, a maioria das pessoas não sabia que havia formas diferentes de sentir e praticar a espiritualidade, para além das convencionais, associadas às diversas religiões maioritárias. Surgiu uma plêiade de videntes, mediuns e leitores de oráculos, uns mais mediáticos do que outros, que prometiam mundos e fundos aos seus clientes. Como sempre, desde que o Homem é Homem, também se verificaram os abusos, desmandos e aproveitamentos do costume. Ainda há.

O tarot foi, finalmente, encarado e praticado com mais seriedade. A astrologia também iniciou uma lenta e segura caminhada na recuperação da sua credibilidade milenar, entretanto tão maltratada, por razões de oportunismo e ignorância. A bruxaria passou a ser assunto corrente e é anunciada nas revistas e jornais, com o franzir de testa dos habituais julgadores, que se acham superiores. As organizações herméticas tentam sem grande sucesso, manterem-se herméticas. Não há como. Surge a wicca, ainda tímida, a dar os seus primeiros passos, sem grandes fundamentos populares, continuando reduzida a expressões minúsculas.

Simbolicamente falando, Plutão em Sagitário fez o trabalho transformador correspondente a esse breve ciclo. Em nenhuma era da humanidade houve tanta abundância informativa sobre espiritualidade e esoterismo. Eu e os meus colaboradores, a nossa editora, com os livros, sites e blogues, somos outro exemplo do que foi o trabalho de Plutão em Sagitário. Apenas pretendemos divulgar ideias.

Agora já estamos a aprender na carne o que é Plutão em Capricórnio. Fala-se abertamente de espiritualidade, em todo o lado, fora dos “conventos” tradicionais. Se observarmos com atenção, estivemos desde 1995 e ainda estamos perante um “movimento” único, como se de uma onda gigantesca se tratasse. Nunca houve tantos terapeutas para o corpo e espírito, como agora. Com uma infinidade de especialidades. Com máquinas credíveis e sofisticadas.

Nunca houve uma época como esta que atravessamos, em que a maioria das pessoas sente possuir um “dom” especial. E possuem, seja o que for. Mas não são “especiais”, por isso. Pensam que são especiais, o que é diferente. Os spa's e os health centres, além dos fitness e maquinaria diversa, oferecem conforto para o corpo e a alma, nos seus banhos, terapias com pedras, óleos e massagens especiais com a prática de yoga.

Nunca tanta gente tentou saber qual era a sua missão nesta reencarnação. Nunca houve tantos orientadores espirituais, assim como nunca tantos canalizadores se deram a conhecer, como nos dias de hoje. Nunca tantos livros, discos, filmes, revistas, sites, blogues, cursos, palestras e seminários trataram de temas espirituais. Pelo meio, também sabemos que existe alguma confusão sobre estes assuntos. Dúvidas, receios, medos. É natural. O breve ciclo de Plutão em Sagitário fez que tudo isto acontecesse. Plutão está em Capricórnio, para ficar um tempo razoável, até 2023. Será uma época de grandes transformações, algumas das quais já estamos a assistir em directo. Plutão em Sagitário conseguiu espalhar e massificar a bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico. O actual ciclo em Capricórnio colocará as coisas no seu lugar definitivo. Será como se uma rede fina viesse separar o trigo do joio. Já está a acontecer à escala mundial.

33 comentários:

Sonia Beth disse...

Olá querido amigo.

Plutão está em cima do meu Mercurio Natal e mais alguns anos pega (kkk) meu Sol. Mais uma pequeninha transformação.

António, como posso fazer para obter livro da sua editora?

beijins

Ana Cristina disse...

bem os comentários andam-me a sair mal, publicação!!!!
Dizia eu que gostei de ler esta sua síntese, tão abrangente e cheia de conteúdo e só não sente quem...

Beijo e boa noite

Rabisco disse...

Olá!
Confesso que sou um verdadeiro leigo nestes assuntos, mas bastante curioso...
Ler este post tornou-se importante na medida em que consigo melhor entender e verificar que na realidade, tudo o que escreveste é verdadeiro!
Muito obrigado pela partilha.
Abraço

Luma Rosa disse...

Sou bastante curiosa para esses assuntos, mas confesso que fico um pouco 'boiando' quando o assunto se aprofunda. Não sei se haverá tempo para toda a humanidade compreender uma a outra, mas assim seria o ideal. Ao mesmo tempo, as várias correntes de pensamentos fazem o universo mais dinâmico e rico! Beijus,

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Obrigada pela partilha, gostei de ler :)

Joana disse...

Olá António,

Esta separação do trigo do joio é muito benvinda. :)

Beijinhos

António Rosa disse...

Querida Sonia

Muito obrigado. Vou responder em privado à sua pergunta.

Beijos.

António Rosa disse...

É verdade! O Blogger anda muito instável, sobretudo na zona de comentários, pois tem acontecido nos últimos dias quando deixo comentáris nos outros blogues e no meu próprio, não reconhecem a minha conta Google e, assim, tenho que preencher várias vezes ao dia o meu email e password.

Muito agradecido por ter gostado deste post.

Beijo

P.S.: acabou de acontecer na minha resposta à Sônia Beth, logo acima.

António Rosa disse...

Rabisco

Muito obrigado por teres vindo e encontrado utilidade neste post. Admiro muito o teu blogue.

Abraço.

António Rosa disse...

Querida Luma

O Dalai Lama disse recentemente que a nossa humanidade tem evoluído bastante e que nunca, como nos tempos actuais, se percebe que há um grande movimento colectivo: a compaixão (vejam-se os casos de solidariedade com as catástrofes). Esperemos que haja progressos.

Beijo

António Rosa disse...

Especialmente

Grato por ter vindo.

António Rosa disse...

Joana

Já se nota, não é?

Beijos

Rui António Santos disse...

António. essa rede fina que vem separar o trigo do Joio, não estará relacionado com Urano ingressando em Carnneiro ?
Será o ponto do nosso Mapa que nos indicará de que formoa seremos originais e criativos e também a forma de respondermos ao alinhamento destas energias que chamam por nós? AAbraço

António Rosa disse...

Caro Rui,

Obviamente que todos os novos ingressos planetários irão contribuir para essa separação do trigo e do joio, mas sem dúvida que o papel principal - até pela sua longa duração -, pertence a Plutão.

Sem dúvida que o posicionamento de trânsito de Úrano no nosso mapa tem uma importância extrema, pois irá permitir tudo o que afirmou mais acima.

Grande abraço.

Adelaide Figueiredo disse...

António,

De facto tudo se inclina para uma separação do trigo do joio. Enquanto Plutão esteve em Sagitário ocorreram algumas mudanças radicais em várias crenças que estão muito apegadas à sociedade. Muitos conceitos tradicionais foram modificados e até destruídos. Agora com Plutão em Capricórnio a transformação continua a ser feita mas mais profundamente, com mudanças na estrutura social e muitas instituições desaparecerão. É natural que haja um período de decadência que nos irá conduzir a uma nova ordem. A nossa maneira de pensar, de acreditar e de buscar apoio espiritual para o nosso dia a dia vai ser também modificada. Não só Plutão terá influencia, mas também Saturno e Úrano. Estou convencida que a partir do final de Julho o cerco vai apertar-se durante algum tempo. Temos de aprender, é certo, a separar o trigo do joio, como diz.
Alonguei-me e sai além do tema. Peço perdão.

Obrigada pela partilha

Abraço

joana disse...

Olá António,

duas questões, não sei se absurdas :)

A 'separação do trigo do joio' tem a ver com o que é ou não para realizar ? (Capricórnio)
E... entendo o que diz porque Sagitário é expansão... mas não é também síntese ? O final da passagem de Plutão por Sagitário não nos devia ter deixado essa síntese ?

Beijinho e gratidão por este seu espaço

António Rosa disse...

Adelaide,

Não saiu do tema, bem pelo contrário, aprofundou-o de maneira excelente, pelo que fico muito agradecido.

Abraço.

António Rosa disse...

Joana,

Antes de mais, parabéns pelo seu aniversário no passado dia 22. :))

Essa separação é, sem dúvida na matéria (Capricórnio), na realização do que interessa à humanidade. É assim que vejo a questão, pr isso, comodiz a Adelaide e muito bem, eu associar esta estadia de Plutão a todas as alterações havidas desde o final de 2008. Haverão mais. A nível individual, também pasa pelas nossas realizações.

Mais do que Sagitário ser expansão (que também o é), vejo por representar as questões superiores da vida. Não esqueçamos o Centro Galáctico... o Eu Superior... etc. É nesse sentido que se deu, também, a síntese. Será que aprendemos? Não imagina as minhas muitas incertezas.

Beijos.

Astrid Annabelle disse...

Boa tarde António!
Belíssimo texto...
Realmente,
"Plutão em Sagitário conseguiu espalhar e massificar a bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico."
Isso é maravilhoso...
Não me esqueço nunca do que me ensinou sobre Plutão em 2000 e já faz tempo...rsss
Saio daqui mais rica hoje...muito bom!
Beijo grande
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Querida Astrid

Será que a banda larga já funciona? espero que sim.

Muito agradecido pelas suas palavras. Muito obrigado, mesmo.

Beijos.

joana disse...

Entendi ! Acho...

e não sei se quer que responda mas eu acho que aprendemos sim !

António, não se diz que Plutão é implacável ? :)))

Apliquemos então aqui também.

O que se passa agora é tal 'mudança de foco'.

Depois de termos ido ao Céu...

... há agora que realizá-lo aqui na Terra :)

É pelo menos o modo como vejo.

beijinho grande e 3 x gratidão

Astrid Annabelle disse...

António!
Já estou sim operando na banda larga da vida...rsrsrs
Respondi ao seu email...
Beijos

Sonia Beth disse...

ok Antonio, fico aguardando

beijins

Sandro Gomes disse...

Os sociólogos que estudam o fenômeno religioso contemporâneo estão indicando que estámos passando do tempo da religião institucionalizada para o tempo da espiritualidade. Novas formas de crer e pertencer pululam no mundo ocidental. Particularmente, o cristianismo católico e protestante vão declinar em influência e poder institucional.

Creio que Plutão em Capricórnio corresponda a esse movimento socio-cultural. Mas acho que a entrada futura de Netuno em Peixes vá incrementar a busca espiritual e mística.

Abraços

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Grata pelo destaque.

Um bom fim-de-semana.

Abraço

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Grata pelo destaque.

Um bom fim-de-semana.

Abraço

Adelaide Figueiredo disse...

LOL

Saiu 2 vezes!! Isto anda mesmo tudo meio avariado.

Anónimo disse...

Sim Amigo António, não tenho duvidas que todos os ingressos planetários, contribuem para essa separação do trigo do Joio, o que quis dizer é que Urano na minha opinião vem dar uma resposta á forma como seremos originais e criativos de acordo com a nossa consciência. Abraço Grande

Rui António Santos

António Rosa disse...

Olá Sandro,

Plutão, por si só, não nos conduz à espiritualidade, no sentido que a entendemos, e certamente será muito ajudado com a próxima entrada de Neptuno em Peixes. Iremos todos vivenciar experiências muito curiosas.

Abraço e bom fim-de-semana.

António Rosa disse...

Adelaide,

De bada. Foi um prazer. Apenas para ajudar a relembrar... :)))

António Rosa disse...

Olá Rui,

Também completamente de acordo consigo. Úrano vai ter esse papel. Todos os trânsitos lentos conduzirão a isso. Não esqueçamos Quíron.

Abraço e bom fim-de-semana.

Luisa disse...

António

Execelente texto! Muito obrigada.

Abraço

Luisa

audrey lefour disse...

Felicitaciones en su sitio maravilloso! Felicidades y buena suerte!

voyance serieuse par mail

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates