Casamento Histórico

7 de junho de 2010 ·

Entrou em vigor no dia 5 de Junho, a Lei portuguesa que permite o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Hoje, 7 de Junho, realizou-se o casamento de Helena Paixão e Teresa Pires, numa conservatória de Lisboa. Ficarão para a História como as duas primeiras cidadãs portuguesas do mesmo género a contraírem matrimónio entre si. Tanta celeuma, tanta conversa, tanta oposição, como se o casamento entre pessoas do mesmo sexo fosse um crime. Afinal era muito, mas muito simples: garantir que a felicidade dos outros não deve ser travada pela nossa infelicidade pessoal. E, nesse sentido, não se deve usar o «poder» para impedir o crescimento da nossa humanidade. Daqui a uns anos, olharemos para este casamento que hoje consideramos histórico, como um assunto comum. Consoante vamos crescendo como pessoas, deitamos fora as muitas teias que temos na cabeça e vamos aceitando os outros como aquilo que são: maravilhosos seres humanos. Parabéns às noivas. Toda a informação desse casamento, aqui.

Portugal é o 8º país do mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Os outros países são: África do Sul, Argentina, a Bélgica, o Canadá, a Espanha, a Holanda, a Noruega e a Suécia (muito curioso: seis monarquias!). Além destes, o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal em seis estados americanos: Connecticut, District of Columbia (Washington), Iowa, Massachusetts, New Hampshire e Vermont. E ainda na cidade do México. Israel, por exemplo, não casa mas reconhece os casamentos efectuados noutros países. Em muitos outros países existem as 'uniões civis registadas' (casamentos que não se chamam casamentos): Alemanha, Andorra, Áustria, Colômbia, Dinamarca, Equador, Eslovénia, Finlândia, França, Gronelândia, Hungria, Islândia, Luxemburgo, Nova Caledónia, Nova Zelândia, Reino Unido, República Checa, Suíça, Uruguai (mais 5 monarquias).

No mapa astrológico de Portugal de hoje (7 Junho), a Vénus em trânsito fez um úncico aspecto em todo o mapa: um sextil ao Plutão do país. A Lua t, num sextil a Vénus n. Podem confirmar no Mapa de Portugal: 7 Março 1143, 12:01, Lisboa.

18 comentários:

manuel marques disse...
7 de junho de 2010 às 17:07  

Cada um é como cada qual e cada qual tem direito á sua vida.

Abraço,

António Rosa disse...
7 de junho de 2010 às 17:17  

Manuel Marques

Exactamente! Basta apenas aceitarmos isso e tudo muda.

Abraço.

marcelo dalla disse...
7 de junho de 2010 às 18:05  

Que maravilha!!! Parabéns às noivas e à Portugal por este grande avanço. Me pergunto quando teremos isso no Brasil...
abraço querido!

Astrid Annabelle disse...
7 de junho de 2010 às 18:05  

Concordo com o que escreveu, António.
Cada um sabe de suas necessidades e a ninguém mais isso diz respeito.
Interessante o fato destacado em relação às monarquias!
Um beijo grande
Astrid Annabelle

António Rosa disse...
7 de junho de 2010 às 18:18  

Marcelo,

Nem imagina a dificuldade que foi esta lei poder passar. Um ano de controvérsias. Grande abraço.

António Rosa disse...
7 de junho de 2010 às 18:20  

Astrid

É muito curioso que quase todas as monarquias tenham esta lei. Obviamente que são monarquias constitucionais em democracia, mas é um facto muito curioso. Obrigado pelo testemunho. Beijo.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...
7 de junho de 2010 às 18:55  

Votos de muitas felicidades :))

Serginho Tavares disse...
7 de junho de 2010 às 20:16  

um longo caminho a percorrer mas estamos no caminho

Eraldo Paulino disse...
7 de junho de 2010 às 22:07  

É um absurdo que estados que se digam laicos, como é o caso do Brasil, ainda não permitam casamentos homossexuais. Hora, a lei não é igual para todos? Então o que vai impedir de duas pessoas do mesmo sexo casarem perante a lei? Nada, né? Nada além da ignorância.

Parabéns Portugal e portugueses/as. De degrau em degrau...

Abraço!

Léo Santos disse...
8 de junho de 2010 às 01:33  

E o Brasil que tem fama de liberal e pode-tudo, continua atrasado nesse âmbito, embora essa liberação esteja tramitando a muito tempo! Creio que em breve cairá esse tabú! Também, creio que isso nem seja de grande importância para a comunidade homossexual, pois, de uma forma ou de outra eles se unem e são felizes! Isso é o que realmente importa né Urso!

Um abraço!

ManDrag disse...
8 de junho de 2010 às 02:08  

Um passo importante (o reconhecimento do direito à felicidade) mas ainda há todo um longo caminho pela frente; o preconceito e o chauvinismo prepotente ainda não foram erradicados.

Quanto ao pormenor das monarquias evoluídas... é um bom mote de reflexão. As modernas monarquias não são mais os sistemas obsoletos e atávicos.

Salutas!

PS: Obrigado pelas coordenadas do mapa de Portugal

António Rosa disse...
8 de junho de 2010 às 07:40  

Serginho,

Certamente que esse caminho será percorrido, pois a meta é memso ali. Abraço.

António Rosa disse...
8 de junho de 2010 às 07:40  

Eraldo,

O Brasil certamente chegará ao mesmo caminho, assim como o resto do mundo. pode demorar um pouco mais, mas não há volta a dar. Abraço.

António Rosa disse...
8 de junho de 2010 às 07:41  

Léo

Também acredito que basta as pessoas se sentirem felizes e se unirem. No entanto, a noção de 'família' é muito alargada e tem as suas burocracias. Abraço.

António Rosa disse...
8 de junho de 2010 às 07:42  

ManDrag

Já fui espreitar alguns dos seus blogues, e tenciono lá voltar ainda hoje para uma visita mais demorada. Obrigado pela reflexão e pela visita. Abraço.

António Rosa disse...
8 de junho de 2010 às 07:43  

Especial

Bons votos para si, também.

Ana Cristina disse...
8 de junho de 2010 às 09:04  

António, permita-me salientar ainda outro aspecto do mapa :) o tr. de Úrano a 0º (regente da 8ª na Mundana, a moral do país em relação aos assuntos de sexo) sobre Saturno na 10ª (o estado país em relação aos outros) mais sendo regente da 7ª (imagem pública) muito interessante.
Abraço
PS. Tive que vir completar em português o "moderno" sobre a tradição :)

António Rosa disse...
8 de junho de 2010 às 10:03  

Ana Cristina

Muitíssinmo bem observado. Muito obrigado pela contribuição. É fantástico como tudo se encaixa.
Abraço.

7 de junho de 2010

Casamento Histórico

Entrou em vigor no dia 5 de Junho, a Lei portuguesa que permite o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo. Hoje, 7 de Junho, realizou-se o casamento de Helena Paixão e Teresa Pires, numa conservatória de Lisboa. Ficarão para a História como as duas primeiras cidadãs portuguesas do mesmo género a contraírem matrimónio entre si. Tanta celeuma, tanta conversa, tanta oposição, como se o casamento entre pessoas do mesmo sexo fosse um crime. Afinal era muito, mas muito simples: garantir que a felicidade dos outros não deve ser travada pela nossa infelicidade pessoal. E, nesse sentido, não se deve usar o «poder» para impedir o crescimento da nossa humanidade. Daqui a uns anos, olharemos para este casamento que hoje consideramos histórico, como um assunto comum. Consoante vamos crescendo como pessoas, deitamos fora as muitas teias que temos na cabeça e vamos aceitando os outros como aquilo que são: maravilhosos seres humanos. Parabéns às noivas. Toda a informação desse casamento, aqui.

Portugal é o 8º país do mundo a legalizar o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Os outros países são: África do Sul, Argentina, a Bélgica, o Canadá, a Espanha, a Holanda, a Noruega e a Suécia (muito curioso: seis monarquias!). Além destes, o casamento entre pessoas do mesmo sexo é legal em seis estados americanos: Connecticut, District of Columbia (Washington), Iowa, Massachusetts, New Hampshire e Vermont. E ainda na cidade do México. Israel, por exemplo, não casa mas reconhece os casamentos efectuados noutros países. Em muitos outros países existem as 'uniões civis registadas' (casamentos que não se chamam casamentos): Alemanha, Andorra, Áustria, Colômbia, Dinamarca, Equador, Eslovénia, Finlândia, França, Gronelândia, Hungria, Islândia, Luxemburgo, Nova Caledónia, Nova Zelândia, Reino Unido, República Checa, Suíça, Uruguai (mais 5 monarquias).

No mapa astrológico de Portugal de hoje (7 Junho), a Vénus em trânsito fez um úncico aspecto em todo o mapa: um sextil ao Plutão do país. A Lua t, num sextil a Vénus n. Podem confirmar no Mapa de Portugal: 7 Março 1143, 12:01, Lisboa.

18 comentários:

manuel marques disse...

Cada um é como cada qual e cada qual tem direito á sua vida.

Abraço,

António Rosa disse...

Manuel Marques

Exactamente! Basta apenas aceitarmos isso e tudo muda.

Abraço.

marcelo dalla disse...

Que maravilha!!! Parabéns às noivas e à Portugal por este grande avanço. Me pergunto quando teremos isso no Brasil...
abraço querido!

Astrid Annabelle disse...

Concordo com o que escreveu, António.
Cada um sabe de suas necessidades e a ninguém mais isso diz respeito.
Interessante o fato destacado em relação às monarquias!
Um beijo grande
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Marcelo,

Nem imagina a dificuldade que foi esta lei poder passar. Um ano de controvérsias. Grande abraço.

António Rosa disse...

Astrid

É muito curioso que quase todas as monarquias tenham esta lei. Obviamente que são monarquias constitucionais em democracia, mas é um facto muito curioso. Obrigado pelo testemunho. Beijo.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Votos de muitas felicidades :))

Serginho Tavares disse...

um longo caminho a percorrer mas estamos no caminho

Eraldo Paulino disse...

É um absurdo que estados que se digam laicos, como é o caso do Brasil, ainda não permitam casamentos homossexuais. Hora, a lei não é igual para todos? Então o que vai impedir de duas pessoas do mesmo sexo casarem perante a lei? Nada, né? Nada além da ignorância.

Parabéns Portugal e portugueses/as. De degrau em degrau...

Abraço!

Léo Santos disse...

E o Brasil que tem fama de liberal e pode-tudo, continua atrasado nesse âmbito, embora essa liberação esteja tramitando a muito tempo! Creio que em breve cairá esse tabú! Também, creio que isso nem seja de grande importância para a comunidade homossexual, pois, de uma forma ou de outra eles se unem e são felizes! Isso é o que realmente importa né Urso!

Um abraço!

ManDrag disse...

Um passo importante (o reconhecimento do direito à felicidade) mas ainda há todo um longo caminho pela frente; o preconceito e o chauvinismo prepotente ainda não foram erradicados.

Quanto ao pormenor das monarquias evoluídas... é um bom mote de reflexão. As modernas monarquias não são mais os sistemas obsoletos e atávicos.

Salutas!

PS: Obrigado pelas coordenadas do mapa de Portugal

António Rosa disse...

Serginho,

Certamente que esse caminho será percorrido, pois a meta é memso ali. Abraço.

António Rosa disse...

Eraldo,

O Brasil certamente chegará ao mesmo caminho, assim como o resto do mundo. pode demorar um pouco mais, mas não há volta a dar. Abraço.

António Rosa disse...

Léo

Também acredito que basta as pessoas se sentirem felizes e se unirem. No entanto, a noção de 'família' é muito alargada e tem as suas burocracias. Abraço.

António Rosa disse...

ManDrag

Já fui espreitar alguns dos seus blogues, e tenciono lá voltar ainda hoje para uma visita mais demorada. Obrigado pela reflexão e pela visita. Abraço.

António Rosa disse...

Especial

Bons votos para si, também.

Ana Cristina disse...

António, permita-me salientar ainda outro aspecto do mapa :) o tr. de Úrano a 0º (regente da 8ª na Mundana, a moral do país em relação aos assuntos de sexo) sobre Saturno na 10ª (o estado país em relação aos outros) mais sendo regente da 7ª (imagem pública) muito interessante.
Abraço
PS. Tive que vir completar em português o "moderno" sobre a tradição :)

António Rosa disse...

Ana Cristina

Muitíssinmo bem observado. Muito obrigado pela contribuição. É fantástico como tudo se encaixa.
Abraço.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates