Exemplo prático da interpretação de trânsitos para principiantes - Parte 1

21 de maio de 2009 ·

Design by Fada Moranga

Aviso aos leitores não iniciados em astrologia: este é um post muito técnico.

A propósito de um post anterior, intitulado «Interpretação dos trânsitos para principiantes» (clicar aqui), apresento um exemplo prático dividido em 2 partes. Não é um exemplo qualquer, pois é bem real, à data em que escrevo este artigo. Foi retirado do mapa de uma das amigas que frequentam este blogue. Quem é? Quem é?

Para escolher este mapa, olhei para vários, pois interessava-me especialmente procurar um trânsito vivaço que envolvesse um planeta pessoal – Marte -, por ser o mais demorado dos pessoais. A dona do mapa irá reconhecer imediatamente que é do mapa dela que falo.
Aqui vamos nós, iniciando pela criação do cenário: Marte em trânsito, em Carneiro/Áries (18º), na Casa 4 faz oposição a Úrano natal em Balança/Libra (19º 11’), na casa 10. Para os leitores mais avançados em astrologia: este planeta está a 1º 39’ da cúspide da Casa 11 da dona deste mapa. Faço esta ressalva, pois, como se sabe, um planeta natal que esteja a 3º da casa seguinte, influencia grandemente essa casa. Há linhas astrológicas que indicam até 5º de diferença. Concedo estes 5º em circunstâncias muito especiais, o que não é o caso.
No post anterior escrevi que os componentes básicos de um trânsito são estes:
1Ter em conta a natureza do planeta natal que recebe o trânsito, assim como o seu posicionamento por signo e casa.
Neste caso estamos a falar de Úrano em Balança/Libra, na casa 10. A natureza deste planeta com este posicionamento, diz-nos que é uma pessoa moderna e avançada com noções avant-gard sobre relacionamentos, intensas experiências de vida, um âmbito social alargado que toca ambos os extremos do espectro comunitário, que irá contribuir para a sociedade com valores diferentes mas amplamente apreciados, que podem ir de noções de justiça, códigos legais a práticas profissionais. A astrologia e outras terapias pouco convencionais, podem estar envolvidas. A ênfase principal é a sociedade.
Por estar na Casa 10, será alguém que profissionalmente é visto como pouco comum. Lembro-me de ter visto uma fotografia da dona do mapa a escalar um monte, à corda, acompanhando os operários com quem trabalha. Esta posição predispõe a pessoa para áreas científicas, humanitárias e ocultas; electrónica, matemática e astrologia são profissões típicas. Seja qual for a carreira escolhida, haverá inovações nos métodos e técnicas. São pessoas que têm muita força de vontade e fazem contribuições singulares na profissão. Uma certa dificuldade de lidar com pessoas em posições de autoridade.
Não posso alongar-me mais, para isto não se transformar num manual. Os principiantes que ainda não estejam preparados para um curso formal, podem estudar e aprofundar estas matérias no site da «Escola de Astrologia Nova-Lis». Este aviso serve para o resto do exemplo.
2A seguir, concentre-se na natureza do planeta em trânsito.
Como indiquei mais acima, trata-se de Marte em Carneiro/Áries, na Casa 4.
Marte a transitar por Carneiro/Áries caracteriza uma energia irreprimível que precisa encontrar uma maneira de se expressar. Esta é a posição básica do impulso inicial para a acção e auto-expressão, conduzindo à experiência evolucionária. Ao trânsitar por este signo indica energia, iniciativa, coragem e impulsividade. O impulso de realizar coisas leva à criatividade e ao início de muitos novos projectos. Há capacidade de liderança. Não esqueçamos que é um signo cardinal. Por estar a passar pela Casa 4, este montão de energia toca naquilo que são as bases das pessoas, da família, de propriedades imobiliárias.
Portanto, sabendo que estes dois planetas estão em contacto, podemos dizer que há uma «premência», uma «necessidade intensa», uma «vontade inquestionável» naquilo em que se manifestar o trânsito.
3Obviamente, ter em conta o ângulo do trânsito para determinarmos que aspecto faz.
Na data em que iniciei a escrita deste artigo, o mapa desta pessoa dizia-me que entre Marte em trânsito e Úrano natal havia cerca de 180º a separá-los. O aspecto é a oposição. Isto diz-nos que a «premência», da «necessidade intensa» ou da «vontade inquestionável» que mencionei acima tinha que ser resolvida de alguma maneira. Há uma luta de opostos com potencial de integração. Porque Marte, em saindo desta oposição (quando publicar o texto, talvez tenha saído) encaminha-se para aspectos facilitadores com Úrano.

O que quer que seja a ser feito, tem que funcionar com imensa energia, alguns solavancos, a planificação a não funcionar em pleno (dependendo de outros aspectos, claro!). Como envolve as casas 4 e 10/11 da dona do mapa, apresentaria as
hipóteses prováveis para este trânsito, analisando apenas estes breves componentes básicos de um trânsito:
a) Terá havido alterações na casa onde a dona do mapa vive? Essas alterações foram ocasionadas por situações de alguma forma inesperada? [Úrano]
b) Havia planos para essas possíveis alterações, [Marte] mas tiveram que ser postos em prática antes
[Úrano] da altura em que eventualmente teria sido mais desejado ou planificado?

c) Terão sido obras ou uma mera limpeza com umas pinturas à mistura, para refrescar o ambiente?
[Marte]

d) As alterações
[Úrano] que ocorreram não foram feitas de forma insensata, pois ambos signos são cardinais [Carneiro/Áries - Balança/Libra]. No entanto, envolveu cansaço e grande esforço físico. [Marte]

e) Será que as alterações
[Úrano] ocorridas envolveram equipamentos sofisticados?[Úrano]

f) As alterações mencionadas terão sido levadas ao extremo de poderem representar mudança de casa?
[Marte/Úrano]

g) Será que para a concretização destas alterações, houve envolvimento de meios profissionais ou de amizade da dona do mapa?
[Casa 10/11 - exemplos: ajuda física, empréstimo de viaturas, etc.]
Seguiram o meu raciocínio ou fui muito confuso na explicação?

Qual é a sua opinião? Agradeço contribuições e debate nos comentários.
Peço à pessoa visada – ela sabe quem é – que não facilite demasiado com a sua resposta, mas fica desde já convidada a voltar a este post mais tarde, para nos esclarecer devidamente. É o feedback do cliente.
.

28 comentários:

Marise Catrine disse...
21 de maio de 2009 às 08:55  

António,
Amor, Amor, Amor. É o Amor que nos faz dar e receber.
Este selo assenta muito bem num blogue que partilha tanta com os outros... O António e a Shin Tau são os meus professores favoritos. :)

Beijocas

Marise Catrine disse...
21 de maio de 2009 às 11:19  

António,
Ups. Já vi que o meu comentário acima saiu no post errado.
Ai que distraída. Perdoem.

Quanto ao exemplo prático, gostei de o ler. Admito que algumas palavras me soam estranhas mas é normal pois não sou uma pessoa muito conhecedora de determinadas matérias. Mas é bom ir aprendendo, certo?
Thank you dear teacher.

PS- Achei o máximo ter incluído no exemplo uma "figura mistério". :))

****

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 11:31  

Marise

Muito obrigado e espero que tenha compreendido uma certa trasngressão à regra dos 5. :) Tinha que ser, atendendo ao conceito da escolha - apenas os blogues e pessoas amigas que me acompanham desde o início. A primeira pessoa a descobri-lo foi a Joana. :)

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 11:33  

Marise

Cá estou de novo.

Não se enganou, não. O post do selo está encerrado para comentários. Não teria piada. Prefiro que venham aqui, se quiserem.

O mistério aguça o engenho. A dona desse blogue certamente dirá realmente o que aconteceu.

Obrigado pelo simpático 'teacher'.

Hoje é dia de visitar os outros.

Não se esqueça de levar o selo da Fada Moranga. É livre e não tem regras!

beijo

Siala ap Maeve disse...
21 de maio de 2009 às 12:02  

Antonio, fantastico este post!! Li na diagonal (que estou amarfanhada em trabalho) mas já imprimi para ler atentamente e juntar ao meu recem criado Dossier de Astrologia :) O B R I G A D A de coração!
Beijos meus

Adelaide Figueiredo disse...
21 de maio de 2009 às 12:06  

António,

Não vou dizer quem é pois tirava a graça toda.:)

Ainda há poucos dias teve uma avariazita numa coisa de casa ou do trabalho não sei. Já deve estar reparada. Espero que sim para as coisas fluirem mais depressa.

Quanto ao texto está muito fácil de perceber. Gostei da explicação.

vou levar o maravilhoso selo do meu dia e que ele me traga luz :)

Anraço.

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 12:13  

Siala

Se andas a estudar astrologia recomendo que te unas ao grupo que faz os exercícios no fórum do site da Escola de Astrologia Nova-Lis, sem te preocupares minimamente com outros residentes um bocadinho mais avançados. Serás bem recebida por todos.

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 12:15  

Adelaide

Aquela informação de boas vinda à blogoesfera ficará ali até domingo à tarde. :)))

Nem estou muito a par do que aconteceu à dona do mapa do exercício. Achei piada fazer um suspense.

Muito sucesso para o seu novíssimo blogue, iniciado hoje mesmo.

Abraço

Maria de Fátima disse...
21 de maio de 2009 às 12:26  

Olá António muito obrigada pelo selo, o privilégio é todo meu por seres meu amigo.Bem hajas por seres uma alma iluminada.Gostei de ler o post e a pessoa escolhida é um óptimo exemplo.Beijinhos.
P.S.:Já coloquei o selo lá no meu blogue e também levei o da Fada.

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 12:32  

Maria de Fátima

É a corrente do coração.

Beijo

Anónimo disse...
21 de maio de 2009 às 12:48  

Eu conto tudo mas não sei se vai ser hoje lol, decididamente não estou preparada, lol, aliás com isto estou a ver a oposição, um amigo está a pressionar-me para que torne público algo que não é para ser contado já e tem a ver com uma casa pouco convencional, lol
Isto de ter amigos astrólogos e ainda por cima de qualidade tem muito que se lhe diga!

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 12:52  

Anónima das 12:48

Que se mantenha o segredo!

lol lol lol

Lucy disse...
21 de maio de 2009 às 14:26  

António,

Já que fugiste do salão de 'baixo', subi as escadas e venho encontrar-te muito em 'trânsito', no andar de cima.

Vim espreitar o 'selo luminoso' e as expressões com que nos homenageaste. Já sabes que agradeço a parte que me toca - palvars para quê!!!

Olha, se passares por perto vais levar cá um abraço que nem espremedor de batata.

Lucy

Maria Paula Ribeiro disse...
21 de maio de 2009 às 14:38  

Olá,

Agradeço-te de coração novamente o sêlo.
Os meus iluminados "pets" te agradecem também.

;-) Quanto ao post, um belo exemplo :-)
Fico à espera do/a anónimo/a para o desfecho, lol

Kiss kiss

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 14:40  

Lucy

Podes crer que por-me-ei em jeito de ser abraçado.

Beijo

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 14:41  

Paula

Tu também conheces a dona do mapa do exercício prático. Suspeito que ela já leu e está a dar tempo para se pronunciar.

:)

Fada Moranga disse...
21 de maio de 2009 às 17:04  

Eu sei quem eh mas nao digo. :-) Eu sem bonecos nao me oriento! Ja que sei quem eh vou olhar para o mapa com os transitos mais palpaveis :-)
Ate mais logo e beijo*de Fada

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 18:56  

Fada

Então aguardemos pela dona do mapa.

:)

marcelo dalla disse...
21 de maio de 2009 às 19:21  

Adorei o post, muito instrutivo. Pensei numa cena engraçada: A pessoa decide mudar o móveis da casa (Urano) ao fazê-lo, bate a cabeça e corta a testa (oposição Marte). Leva alguns pontos. Depois, quando vai encontrar os amigos (casa 11) ou a uma reunião de trabalho (casa 10) coloca um lenço ou um chapéu original a cabeça pra disfarçar (Urano). rsrsrsrs Que tal?

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 19:38  

Marcelo


lol lol lol

cena hilariante. ri-me com gosto.

Samsara disse...
21 de maio de 2009 às 20:10  

Marcelo

Também gostei, mas graças a Deus que não, há 3 dias quando tentava ligar o fogão uma labareda atingiu-me a cara, mas sem consequências, uma pequena explosão por estar a tentar ligar sem sucesso há algum tempo e o gas foi saindo.

Beijinhos

Samsara disse...
21 de maio de 2009 às 20:31  

António

Tenho que começar por dizer que Urano rege a casa III do meu mapa.

Ando super entusiasmada com os meus estudos na Academia e a par com uma vontade enorme de organizar o meu escritório, os meus livros, isto já vem acontecendo há 2/3 semanas, com variados acontecimentos, mas todos ligados, com os meus apontamentos, os meus estudos, livros, organização, espaço, forma de comunicar, e muito também nas contradições (internas) entre as várias correntes astrológicas que estudo, tenho que dizer que quando o trânsito estava exacto acabei de ler um livro(ebook) que me marcou muito e penso que isto é o sumo deste trânsito, porque fiquei de tal maneira baralhada, as minhas fundações abalaram, tudo o que tenho estudado, pensei em escrever-te um email, mas não cabe num email, tem que ser uma conversa ao vivo, que haveremos de ter mais tarde. Dizendo muito, sem dizer nada, o meu escritório já não é o mesmo, está tudo organizado, apontamentos, cursos. A casa pouco convencional é um novo blog, mas está em construção e não sei se sairá a público e se sair quando sairá, pois carece de algumas autorizações e isso também pode significar esta oposição. Se não sair será sempre um blog privado que continuarei.

Contando só um dos acontecimentos, por falar em trabalho pesado, nem imaginam o peso da estante nova! Já tinha falado com o meu marido que tínhamos que comprar uma estante e isto passou. Há uns dias deu-me um vipe, vindo do nada, e fui sozinha ao AKI e encontrei a estante perfeita, comprei-a, carreguei-a (ui!), quando cheguei ao carro não cabia. Rebati bancos, abri janelas, lesionei o pulso, mas consegui. Sou muito teimosa e impulsiva quando quero, bastava ter esperado meia hora e teria a ajuda do meu marido, mas nem pensei nisso, lol, mas depois deixei-o montar a estante :) a descansar no sofá, de rastos!

Beijinhos

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 20:43  

Patrícia

Como cliente és fenomenal. Como estudiosa de astrologia, és um luxo a explicar as coisas.

Feedback completo.

Então, tudo se passou dentro da tua casa. E essa compra já pensada, mas decidida naquele momento foi mesmo muito uraniano.

E Marte fez as gracinhas dele.

O que desejavas - o escritório -, cumpriu-se.

O teu marido também é amigo e colega (11). lol

MUITO OBRIGADO.

Quando quiseres, teremos a tal conversa.

Manda-me o endereço do tal ebook, para ver que livro será.

Besitos e mais uma vez muito obrigado.


================


RECOMENDAÇÕES AOS PRINCIPIANTES:

Ter por perto o cliente para ir sabendo o que se está a passar.

O principal ficou esclarecido.

Como já temos o feedback, podemos continuar a preparar a 2ª Parte deste artigo, incluindo já as informações da cliente Samsara.

Privado: como não sabia nada disso, cheguei a pensar em mudanças profissionais significativas, inclusive uma possível mudança. lol

Samsara disse...
21 de maio de 2009 às 21:35  

António

Eu é que agradeço, foi uma surpresa e experiência muito gira e produtiva, espero que seja útil aos colegas estudantes.

Vamos lá para a 2ª Parte.

Beijinhos

Adelaide Figueiredo disse...
21 de maio de 2009 às 21:56  

António,

Que coisa interessante!

Só agora aqui cheguei. Hoje foi um dia que quase não deu para vir aqui.

Adorei a descrição da Sam e o que lhe aconteceu no final até foi bom. Aliás é capaz de vir a ser ainda muito melhor.

Sabia que era ela e apenas vi avarias em casa ou no emprego, também influênciada por o computador dela se ter estragado.

Tomei de facto pouca atenção em analisar. Hoje estou em alta velocidade)

Abraço

António Rosa disse...
21 de maio de 2009 às 22:00  

Adelaide

Em alta velocidade?

É merecido.

Fiquei feliz com o seu blogue.

Abraço

FadaMoranga disse...
21 de maio de 2009 às 22:31  

A Patricia eh impressionante! Ate o pormenor do pulso, a imagem dela no sofa e o marido a montar a estante... Ela a ser dominante! Marciana! Com repentes! Tem cuidadinho eh com a cara no fogao! :-))

Maria de Fátima disse...
22 de maio de 2009 às 00:33  

Olá António eu também já sabia que era a Patrícia(Samsara), descobri por teres mencionado no post a foto da escalada dela.Beijinhos.

21 de maio de 2009

Exemplo prático da interpretação de trânsitos para principiantes - Parte 1

Design by Fada Moranga

Aviso aos leitores não iniciados em astrologia: este é um post muito técnico.

A propósito de um post anterior, intitulado «Interpretação dos trânsitos para principiantes» (clicar aqui), apresento um exemplo prático dividido em 2 partes. Não é um exemplo qualquer, pois é bem real, à data em que escrevo este artigo. Foi retirado do mapa de uma das amigas que frequentam este blogue. Quem é? Quem é?

Para escolher este mapa, olhei para vários, pois interessava-me especialmente procurar um trânsito vivaço que envolvesse um planeta pessoal – Marte -, por ser o mais demorado dos pessoais. A dona do mapa irá reconhecer imediatamente que é do mapa dela que falo.
Aqui vamos nós, iniciando pela criação do cenário: Marte em trânsito, em Carneiro/Áries (18º), na Casa 4 faz oposição a Úrano natal em Balança/Libra (19º 11’), na casa 10. Para os leitores mais avançados em astrologia: este planeta está a 1º 39’ da cúspide da Casa 11 da dona deste mapa. Faço esta ressalva, pois, como se sabe, um planeta natal que esteja a 3º da casa seguinte, influencia grandemente essa casa. Há linhas astrológicas que indicam até 5º de diferença. Concedo estes 5º em circunstâncias muito especiais, o que não é o caso.
No post anterior escrevi que os componentes básicos de um trânsito são estes:
1Ter em conta a natureza do planeta natal que recebe o trânsito, assim como o seu posicionamento por signo e casa.
Neste caso estamos a falar de Úrano em Balança/Libra, na casa 10. A natureza deste planeta com este posicionamento, diz-nos que é uma pessoa moderna e avançada com noções avant-gard sobre relacionamentos, intensas experiências de vida, um âmbito social alargado que toca ambos os extremos do espectro comunitário, que irá contribuir para a sociedade com valores diferentes mas amplamente apreciados, que podem ir de noções de justiça, códigos legais a práticas profissionais. A astrologia e outras terapias pouco convencionais, podem estar envolvidas. A ênfase principal é a sociedade.
Por estar na Casa 10, será alguém que profissionalmente é visto como pouco comum. Lembro-me de ter visto uma fotografia da dona do mapa a escalar um monte, à corda, acompanhando os operários com quem trabalha. Esta posição predispõe a pessoa para áreas científicas, humanitárias e ocultas; electrónica, matemática e astrologia são profissões típicas. Seja qual for a carreira escolhida, haverá inovações nos métodos e técnicas. São pessoas que têm muita força de vontade e fazem contribuições singulares na profissão. Uma certa dificuldade de lidar com pessoas em posições de autoridade.
Não posso alongar-me mais, para isto não se transformar num manual. Os principiantes que ainda não estejam preparados para um curso formal, podem estudar e aprofundar estas matérias no site da «Escola de Astrologia Nova-Lis». Este aviso serve para o resto do exemplo.
2A seguir, concentre-se na natureza do planeta em trânsito.
Como indiquei mais acima, trata-se de Marte em Carneiro/Áries, na Casa 4.
Marte a transitar por Carneiro/Áries caracteriza uma energia irreprimível que precisa encontrar uma maneira de se expressar. Esta é a posição básica do impulso inicial para a acção e auto-expressão, conduzindo à experiência evolucionária. Ao trânsitar por este signo indica energia, iniciativa, coragem e impulsividade. O impulso de realizar coisas leva à criatividade e ao início de muitos novos projectos. Há capacidade de liderança. Não esqueçamos que é um signo cardinal. Por estar a passar pela Casa 4, este montão de energia toca naquilo que são as bases das pessoas, da família, de propriedades imobiliárias.
Portanto, sabendo que estes dois planetas estão em contacto, podemos dizer que há uma «premência», uma «necessidade intensa», uma «vontade inquestionável» naquilo em que se manifestar o trânsito.
3Obviamente, ter em conta o ângulo do trânsito para determinarmos que aspecto faz.
Na data em que iniciei a escrita deste artigo, o mapa desta pessoa dizia-me que entre Marte em trânsito e Úrano natal havia cerca de 180º a separá-los. O aspecto é a oposição. Isto diz-nos que a «premência», da «necessidade intensa» ou da «vontade inquestionável» que mencionei acima tinha que ser resolvida de alguma maneira. Há uma luta de opostos com potencial de integração. Porque Marte, em saindo desta oposição (quando publicar o texto, talvez tenha saído) encaminha-se para aspectos facilitadores com Úrano.

O que quer que seja a ser feito, tem que funcionar com imensa energia, alguns solavancos, a planificação a não funcionar em pleno (dependendo de outros aspectos, claro!). Como envolve as casas 4 e 10/11 da dona do mapa, apresentaria as
hipóteses prováveis para este trânsito, analisando apenas estes breves componentes básicos de um trânsito:
a) Terá havido alterações na casa onde a dona do mapa vive? Essas alterações foram ocasionadas por situações de alguma forma inesperada? [Úrano]
b) Havia planos para essas possíveis alterações, [Marte] mas tiveram que ser postos em prática antes
[Úrano] da altura em que eventualmente teria sido mais desejado ou planificado?

c) Terão sido obras ou uma mera limpeza com umas pinturas à mistura, para refrescar o ambiente?
[Marte]

d) As alterações
[Úrano] que ocorreram não foram feitas de forma insensata, pois ambos signos são cardinais [Carneiro/Áries - Balança/Libra]. No entanto, envolveu cansaço e grande esforço físico. [Marte]

e) Será que as alterações
[Úrano] ocorridas envolveram equipamentos sofisticados?[Úrano]

f) As alterações mencionadas terão sido levadas ao extremo de poderem representar mudança de casa?
[Marte/Úrano]

g) Será que para a concretização destas alterações, houve envolvimento de meios profissionais ou de amizade da dona do mapa?
[Casa 10/11 - exemplos: ajuda física, empréstimo de viaturas, etc.]
Seguiram o meu raciocínio ou fui muito confuso na explicação?

Qual é a sua opinião? Agradeço contribuições e debate nos comentários.
Peço à pessoa visada – ela sabe quem é – que não facilite demasiado com a sua resposta, mas fica desde já convidada a voltar a este post mais tarde, para nos esclarecer devidamente. É o feedback do cliente.
.

28 comentários:

Marise Catrine disse...

António,
Amor, Amor, Amor. É o Amor que nos faz dar e receber.
Este selo assenta muito bem num blogue que partilha tanta com os outros... O António e a Shin Tau são os meus professores favoritos. :)

Beijocas

Marise Catrine disse...

António,
Ups. Já vi que o meu comentário acima saiu no post errado.
Ai que distraída. Perdoem.

Quanto ao exemplo prático, gostei de o ler. Admito que algumas palavras me soam estranhas mas é normal pois não sou uma pessoa muito conhecedora de determinadas matérias. Mas é bom ir aprendendo, certo?
Thank you dear teacher.

PS- Achei o máximo ter incluído no exemplo uma "figura mistério". :))

****

António Rosa disse...

Marise

Muito obrigado e espero que tenha compreendido uma certa trasngressão à regra dos 5. :) Tinha que ser, atendendo ao conceito da escolha - apenas os blogues e pessoas amigas que me acompanham desde o início. A primeira pessoa a descobri-lo foi a Joana. :)

António Rosa disse...

Marise

Cá estou de novo.

Não se enganou, não. O post do selo está encerrado para comentários. Não teria piada. Prefiro que venham aqui, se quiserem.

O mistério aguça o engenho. A dona desse blogue certamente dirá realmente o que aconteceu.

Obrigado pelo simpático 'teacher'.

Hoje é dia de visitar os outros.

Não se esqueça de levar o selo da Fada Moranga. É livre e não tem regras!

beijo

Siala ap Maeve disse...

Antonio, fantastico este post!! Li na diagonal (que estou amarfanhada em trabalho) mas já imprimi para ler atentamente e juntar ao meu recem criado Dossier de Astrologia :) O B R I G A D A de coração!
Beijos meus

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Não vou dizer quem é pois tirava a graça toda.:)

Ainda há poucos dias teve uma avariazita numa coisa de casa ou do trabalho não sei. Já deve estar reparada. Espero que sim para as coisas fluirem mais depressa.

Quanto ao texto está muito fácil de perceber. Gostei da explicação.

vou levar o maravilhoso selo do meu dia e que ele me traga luz :)

Anraço.

António Rosa disse...

Siala

Se andas a estudar astrologia recomendo que te unas ao grupo que faz os exercícios no fórum do site da Escola de Astrologia Nova-Lis, sem te preocupares minimamente com outros residentes um bocadinho mais avançados. Serás bem recebida por todos.

António Rosa disse...

Adelaide

Aquela informação de boas vinda à blogoesfera ficará ali até domingo à tarde. :)))

Nem estou muito a par do que aconteceu à dona do mapa do exercício. Achei piada fazer um suspense.

Muito sucesso para o seu novíssimo blogue, iniciado hoje mesmo.

Abraço

Maria de Fátima disse...

Olá António muito obrigada pelo selo, o privilégio é todo meu por seres meu amigo.Bem hajas por seres uma alma iluminada.Gostei de ler o post e a pessoa escolhida é um óptimo exemplo.Beijinhos.
P.S.:Já coloquei o selo lá no meu blogue e também levei o da Fada.

António Rosa disse...

Maria de Fátima

É a corrente do coração.

Beijo

Anónimo disse...

Eu conto tudo mas não sei se vai ser hoje lol, decididamente não estou preparada, lol, aliás com isto estou a ver a oposição, um amigo está a pressionar-me para que torne público algo que não é para ser contado já e tem a ver com uma casa pouco convencional, lol
Isto de ter amigos astrólogos e ainda por cima de qualidade tem muito que se lhe diga!

António Rosa disse...

Anónima das 12:48

Que se mantenha o segredo!

lol lol lol

Lucy disse...

António,

Já que fugiste do salão de 'baixo', subi as escadas e venho encontrar-te muito em 'trânsito', no andar de cima.

Vim espreitar o 'selo luminoso' e as expressões com que nos homenageaste. Já sabes que agradeço a parte que me toca - palvars para quê!!!

Olha, se passares por perto vais levar cá um abraço que nem espremedor de batata.

Lucy

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá,

Agradeço-te de coração novamente o sêlo.
Os meus iluminados "pets" te agradecem também.

;-) Quanto ao post, um belo exemplo :-)
Fico à espera do/a anónimo/a para o desfecho, lol

Kiss kiss

António Rosa disse...

Lucy

Podes crer que por-me-ei em jeito de ser abraçado.

Beijo

António Rosa disse...

Paula

Tu também conheces a dona do mapa do exercício prático. Suspeito que ela já leu e está a dar tempo para se pronunciar.

:)

Fada Moranga disse...

Eu sei quem eh mas nao digo. :-) Eu sem bonecos nao me oriento! Ja que sei quem eh vou olhar para o mapa com os transitos mais palpaveis :-)
Ate mais logo e beijo*de Fada

António Rosa disse...

Fada

Então aguardemos pela dona do mapa.

:)

marcelo dalla disse...

Adorei o post, muito instrutivo. Pensei numa cena engraçada: A pessoa decide mudar o móveis da casa (Urano) ao fazê-lo, bate a cabeça e corta a testa (oposição Marte). Leva alguns pontos. Depois, quando vai encontrar os amigos (casa 11) ou a uma reunião de trabalho (casa 10) coloca um lenço ou um chapéu original a cabeça pra disfarçar (Urano). rsrsrsrs Que tal?

António Rosa disse...

Marcelo


lol lol lol

cena hilariante. ri-me com gosto.

Samsara disse...

Marcelo

Também gostei, mas graças a Deus que não, há 3 dias quando tentava ligar o fogão uma labareda atingiu-me a cara, mas sem consequências, uma pequena explosão por estar a tentar ligar sem sucesso há algum tempo e o gas foi saindo.

Beijinhos

Samsara disse...

António

Tenho que começar por dizer que Urano rege a casa III do meu mapa.

Ando super entusiasmada com os meus estudos na Academia e a par com uma vontade enorme de organizar o meu escritório, os meus livros, isto já vem acontecendo há 2/3 semanas, com variados acontecimentos, mas todos ligados, com os meus apontamentos, os meus estudos, livros, organização, espaço, forma de comunicar, e muito também nas contradições (internas) entre as várias correntes astrológicas que estudo, tenho que dizer que quando o trânsito estava exacto acabei de ler um livro(ebook) que me marcou muito e penso que isto é o sumo deste trânsito, porque fiquei de tal maneira baralhada, as minhas fundações abalaram, tudo o que tenho estudado, pensei em escrever-te um email, mas não cabe num email, tem que ser uma conversa ao vivo, que haveremos de ter mais tarde. Dizendo muito, sem dizer nada, o meu escritório já não é o mesmo, está tudo organizado, apontamentos, cursos. A casa pouco convencional é um novo blog, mas está em construção e não sei se sairá a público e se sair quando sairá, pois carece de algumas autorizações e isso também pode significar esta oposição. Se não sair será sempre um blog privado que continuarei.

Contando só um dos acontecimentos, por falar em trabalho pesado, nem imaginam o peso da estante nova! Já tinha falado com o meu marido que tínhamos que comprar uma estante e isto passou. Há uns dias deu-me um vipe, vindo do nada, e fui sozinha ao AKI e encontrei a estante perfeita, comprei-a, carreguei-a (ui!), quando cheguei ao carro não cabia. Rebati bancos, abri janelas, lesionei o pulso, mas consegui. Sou muito teimosa e impulsiva quando quero, bastava ter esperado meia hora e teria a ajuda do meu marido, mas nem pensei nisso, lol, mas depois deixei-o montar a estante :) a descansar no sofá, de rastos!

Beijinhos

António Rosa disse...

Patrícia

Como cliente és fenomenal. Como estudiosa de astrologia, és um luxo a explicar as coisas.

Feedback completo.

Então, tudo se passou dentro da tua casa. E essa compra já pensada, mas decidida naquele momento foi mesmo muito uraniano.

E Marte fez as gracinhas dele.

O que desejavas - o escritório -, cumpriu-se.

O teu marido também é amigo e colega (11). lol

MUITO OBRIGADO.

Quando quiseres, teremos a tal conversa.

Manda-me o endereço do tal ebook, para ver que livro será.

Besitos e mais uma vez muito obrigado.


================


RECOMENDAÇÕES AOS PRINCIPIANTES:

Ter por perto o cliente para ir sabendo o que se está a passar.

O principal ficou esclarecido.

Como já temos o feedback, podemos continuar a preparar a 2ª Parte deste artigo, incluindo já as informações da cliente Samsara.

Privado: como não sabia nada disso, cheguei a pensar em mudanças profissionais significativas, inclusive uma possível mudança. lol

Samsara disse...

António

Eu é que agradeço, foi uma surpresa e experiência muito gira e produtiva, espero que seja útil aos colegas estudantes.

Vamos lá para a 2ª Parte.

Beijinhos

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Que coisa interessante!

Só agora aqui cheguei. Hoje foi um dia que quase não deu para vir aqui.

Adorei a descrição da Sam e o que lhe aconteceu no final até foi bom. Aliás é capaz de vir a ser ainda muito melhor.

Sabia que era ela e apenas vi avarias em casa ou no emprego, também influênciada por o computador dela se ter estragado.

Tomei de facto pouca atenção em analisar. Hoje estou em alta velocidade)

Abraço

António Rosa disse...

Adelaide

Em alta velocidade?

É merecido.

Fiquei feliz com o seu blogue.

Abraço

FadaMoranga disse...

A Patricia eh impressionante! Ate o pormenor do pulso, a imagem dela no sofa e o marido a montar a estante... Ela a ser dominante! Marciana! Com repentes! Tem cuidadinho eh com a cara no fogao! :-))

Maria de Fátima disse...

Olá António eu também já sabia que era a Patrícia(Samsara), descobri por teres mencionado no post a foto da escalada dela.Beijinhos.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates