Esoterismo, espiritualidade, livros e preconceitos

22 de maio de 2009 ·


Clicar nas imagens para saber mais sobre cada livro.

Estes 2 títulos acima não são novidades editoriais. São reedições actuais de livros publicados pela primeira vez há 3 anos e que se foram esgotando devagarinho., com tiragens mínimas de 1.000 exemplares. Com capas novas, na nossa nova linha mais minimalista. Reeditar um livro é sempre motivo de júbilo para um editor. Mesmo que a 1ª edição tenha demorado 3 anos a ser escoada!

O funcionamento editorial de livros esotéricos ou espirituais (em Portugal) de autores de língua portuguesa, passa por caminhos nada asfaltados, mais parecendo carreiros de cabras. Continua a haver imenso preconceito sobre este género de livros.

A inteligenzia não os aceita, mas alguns encomendam-nos por telefone, muito em segredo, dizendo abertamente para ser enviado para casa da sogra ou da filha. Cala-te, boca! Os chamados espiritualistas (tradicionalmente alinhados pelo registo channeling) são dados a considerarem «menores» livrinhos de coisas mais práticas, como os que apresento agora. Os Magos, Sacerdotes e praticantes da Alta Magia e Magia Planetária habitualmente não simpatizam com autores que sejam da mesma língua natal. Os teosóficos consideram-se um grupo à parte. Os espiritistas, também. Por aí fora... Tudo, em nome do Amor Maior. Nem sequer estou a falar de religiões.

Claro que não passa de preconceito. O mesmo acontece no ambiente astrológico e no dos pedreiros; no dos bancários e no dos artistas, também. Bom, na verdade quero dizer que isto acontece não pelo que fazemos ou aparentamos ser, mas porque somos seres humanos e estamos mentalmente preparados para desdenhar alguma coisa. A mente inferior opera a estes níveis por ser a guardiã do ego. Tudo faz para evitar que o ego sofra. A mente, mente.

As coisas estão a melhorar. Há 15 anos eram poucos os que se dedicavam a estas «coisas». O mundo da magia começa a ver a luz do dia em blogues de muita qualidade. A espiritualidade começa a ser uma corrente formidável e desdobra-se na blogoesfera. Ainda bem! Mas ainda há imenso trabalho a ser desenvolvido. As organizações secretas já não fazem sentido.

A minha editora tem livros para (quase) todos os gostos. Não tem livros para a Sombra. No entanto, distribuí-los e dar-lhes acesso ao grande público, continua a ser um caminho de cabras. Com muitos pedregulhos. O meu Eu, logo haveria de escolher que tivesse Júpiter em Aquário na casa 9.


35 comentários:

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 08:00  

Post nº 499.

Maria de Fátima disse...
22 de maio de 2009 às 09:26  

Olá António fico à espera para ler o post nº.500.Beijinhos.

Maria Paula Ribeiro disse...
22 de maio de 2009 às 09:37  

Bom dia António,

"parecendo carreiros de cabras" Não te preocupes com isso...
Esses caminhos têm as suas vantagens, vão sempre onde os outros não chegam! ;)
Eu que o diga!

Parabéns por mais uma reedição!
Kiss kiss

500??? Cummmmmmm caneco!!!!!!!!!!

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 09:48  

Maria de Fátima

Já tenho o post 500 preparado há vários dias. Só não sei se o devo publicar hoje ou amanhã.

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 09:51  

Paula

Claro que me preocupo, no bom sentido da palavra. Comigo, somos 5 a viver do trabalho da editora. Já fomos 8. Se o livro já era um bem de 10ª necessidade, agora está no fim da lista. ;(

Espero que venhas ao 500.

HAZEL disse...
22 de maio de 2009 às 10:25  

Gostei muito deste post.
E concordo com isso do preconceito. Ah!... raça humana, que é tão cheia dele!!!

O preconceito vai mais além da compra dos livros, sabe? Estende-se ao ponto de algumas visitas que por vezes tenho me olharem num misto de receio+censura para certa secção da minha estante. Porém, nada dizem, que estes assuntos do esoterismo são de fugir, assim pensam.

Viva a blogosfera, portanto!
Onde podemos falar abertamente, sem que nos encarem como maluquinhos ou lerdos (porque muito boa gente considera estes temas fruto da ignorância popular).

Não tenho nenhum destes livros que indica (embora adorasse ter, mas nem sempre podemos comprar tudo o que gostamos), mas tenho um da Anabela Quental, que é dentro da mesma linha. E comprei-o na Fnac. E não foi para oferecer, foi mesmo para consumo próprio! Dois pontos para mim, que me elevei acima do preconceito!! eheheheh

O António é editor?
Que engraçado, como o mundo é pequeno. Há cerca de 1 ano atrás, andei a pesquisar sobre as editoras portuguesas, e fiquei impressionada por constatar que, sendo um país tão pequeno, temos tantas. E a Anjo Dourado também foi uma para as quais enviei uma proposta de trabalho para traduções. É um mercado deveras difícil, esse. Muita concorrência...!

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 10:33  

Olá Hazel

Sou o editor da Anabela Quental e de muitos outros de língua portuguesa. Por isso não necessitarmos de tradutores :)

Trabalhei de 1980 a 2000 na Europa-América e nesse ano criei a minha 1ª editora (a Livros Novalis / Angelorum) que actualmente está a ser integrada aos poucos no Anjo Dourado, que tem um objectivo social mais dinâmico, incluindo a distribuição própria.

Até 2007 publicabam-se em Portugal cerca de 30 livros novos todos os dias.

Imagine isto para um país tão pequeno. Actualmente só publico cerca de 10 novidades por ano.

E faço astrologia. :) E blogging! :)

Bom fim-de-semana.

Marta disse...
22 de maio de 2009 às 11:20  

olá António,

Obrigada por este post e pelo seu trabalho enquanto editor, pois sempre foi menos fácil encontrar produção literária portuguesa nesta área. Hoje em dia os assuntos já se tornam mais comuns e esquecemo-nos como era há uns anos...
Quando os livros deixam de ser prioridade, é um sinal de medo, de estagnação social e de paragem na criação, pois a sociedade fica paralisada e passa a girar em torno das chamadas necessidades básicas - grande ferramenta de dominação do SER.
Júpiter em Aquário na Casa 9... ao ler isso percebi este blog, percebi a rede fantástica que o António proporciona e percebi o futuro da edição, talvez o livro papel, seja o livro digital, o livro telepático, ferramentas de pesquisa e selecção de informação... um index de vida criativo e em crescimento!!!

(fico a a(guardar) o post 500!!!)
bjs de luz
Marta

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 11:23  

Marta

wow wow

Fiquei feliz com as suas palavras, minha silenciosa companheira de caminhada.

Ainda bem que aquele Júpiter lhe deu uma maior compreensão do que faço. Podia ter sido aos 40, em vez de ser aos 60 ( afazer a 11 de Junho)- lol

Bom fim-de-semana

HAZEL disse...
22 de maio de 2009 às 11:25  

A Editora Novalis/Angelorum é sua?!
Não pode... a sério?
Sabe porque estou tão espantada? Porque existem uns escritórios dessa editora algures na zona de Carcavelos. E eu vivo lá mesmo pertinho.

Veja bem o quanto o mundo é pequeno.

Mas o António vive no Porto, não é?

Desculpe as perguntas, e se não quiser não responda, que eu entendo.

Também tenho notado nos últimos anos, que têm saído muitos livros portugueses sobre os assuntos esotéricos. Só a Anabela Quental já tem uma série deles escritos!

Um abraço

Siala ap Maeve disse...
22 de maio de 2009 às 11:32  

não poderia estar mais de acordo contigo, Antonio!
Mas são os caminhos mais dificeis aqueles que maiores recompensas nos trazem, são neles que encontramos as paizagens mais belas e naturais, onde podemos apreciar o brilho de uma gota de orvalho ou a magnificiência etérica de um arco-iris completo...são nestes caminhos, que por vezes nos levam até á exaustão e quantas vezes ao desespero momentâneo, que encontramos as mãos quentes de amigos que nos amparam, que conhecemos outros como nós, que partilhamos lágrimas sentidas e cristalinas de dor partilhada que se transmuta em amor infinito...é em caminhadas assim que o nosso Plano da Alma se realiza, que são desbravados caminhos até então escondidos, que se dá o reencontro absoluto com a luz. Dificil? Nunca ninguém nos disse que seria fácil, e mesmo assim aqui estamos :)
Se temos que sofrer, que seja pelo sonho que viemos concretizar, e nunca pela angústia e frustração de não termos coragem de o viver...então o sofrimento será apenas pura alegria.
Uppsss estiquei-me :) mas é o que me vai na alma :)
beijos meus de gratidão ;)

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 11:34  

Hazel

A Editora Novalis/Angelorum é minha, criada em 2000. Já não existe fisicamente, apenas tem uns quantos livros em armazém, porque está a ser absorvida pelo «Projecto Anjo Dourado» (que criei em 2005) com capacidade jurídica para distribuir e comercializar diversos artigos.

Se for ao site http://www.anjodourado.pt vai encontrar os livros de ambas as chancelas no mesmo sítio.

Mas se escrever o antigo endereço vai parar ao mesmo sítio: http://www.livrosnovalis.com

As instalações do Anjo Dourado foram perto de Carcavelos, agora estamos no Bairro Pinhal, Arneiro, num sítio sossegado.

Apareça quando quiser.

A minha casa pessoal é em Queluz.

:):)

Adoro a Anabela Quental, damo-nos muito bem e foi de muita ajuda à editora, no início das minhas actividades.

Conhece o «Grande Livro de Orações»?

Beijo

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 11:38  

Siala

Bem necessitado estava eu de reconfirmar em mim aquilo que escreveste. Muito obrigado e bem hajas.

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 11:45  

Estou a gostar imenso dos diálogos que se desenrolam por aqui. cada vez acho mais este blogue catita, como a Samsara o designou.

http://princesaesquimo.blogspot.com/2009/05/blog-catita.html

HAZEL disse...
22 de maio de 2009 às 11:53  

Obrigada pelo convite.
Vou lá aparecer, sim, para conhecê-lo, se não se importar!

Sempre pensei que o António vivia no Porto, não sei onde fui buscar esta ideia.

Que coincidência engraçada, esta da Novalis. Já estive para lá ir pessoalmente há 1 ano atrás, mas acabei por me acanhar, e desisti da ideia.

Quer dizer que, neste momento está lá?
Se sim, eu estou a menos de 1 kilómetro de si, sabia?

Este mundo da blogosfera é o máximo! ahahhaha

Da Anabela Quental, tenho "Como cortar trabalhos de bruxaria".

"O Grande Livro de Orações" desconheço.

A Anabela Quental também tinha um site (ou blog, já não me lembro bem).

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 12:06  

Hazel

Neste momento não estou na editora. Como tenho as consultas de astrologia às sextas-feiras, nunca vou à editora. Hoje não tenho consultas e estou a aproveitar para adiantar a próxima entrevista, na quarta-feira, da Adriana, do «Dimensões Internas» e «Monólogo Amoroso».

Mas podemos combinar para a próxima semana.

Teria muito prazer nessa sua visita.

Gostaria de a entrevistar aqui no blogue, para uma data a combinar em Junho. As perguntas são as mesmas que fiz ao Marcelo Dalla. Pense nisso.

:)

HAZEL disse...
22 de maio de 2009 às 12:11  

Sim, combinamos para a próxima semana.

Entrevistar-me, a mim?
É uma enorme e inesperada honra, que muito agradeço. Não esperava por isso!

Obrigada, de coração.
Ah, e aceito, sim!
Vou espreitar as perguntas.

Um abraço, até para a semana.

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 12:16  

Hazel

Combinado. Quanto aos assuntos da entrevista, serão tratado por email ou falamos pessoalmente, na próxima semana na editora.

:)))

Muito obrigado por ter aceite.

Adelaide Figueiredo disse...
22 de maio de 2009 às 12:30  

António,

Gostei deste post e vou-lhe dizer uma coisa: - Se me tivessem falado destes livros aqui há 10 anos eu não os compraria. Acho que todos evoluimos e eu acho que evolui para conseguir entender estas coisas. Aqui há pouco tempo veio parar à minha mão, por engano, um livrinho de magias:) Um livro simples que eu acabei por ler. Acredita que o meu conceito sobre estas coisas começou a mudar? Também estou rodeada de descrentes sobre estas coisas, em casa, que olham para mim com olhos de sensura. Estou começando a passar por cima dessa barreira, serena e calmamente.Estou começando a pensar por mim mesma, embora o tenha feito sempre mas para não criar atritos, guardava o pensamento e a vontade :)

Veja bem o que eu já disse por causa deste post de hoje.

Abraço

adriana disse...
22 de maio de 2009 às 13:08  

António,
Perfeito!
Ah... como é bom poder ouvir palavras assim!
Ainda haveremos de ver a ponte entre os saberes isolados...
E será uma ponte de luz!
Tenho me dedicado a isto nos últimos tempos... e você há muito!
Suas palavras me deixaram inspirada!
Obrigada!

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 13:40  

Adelaide

Sei bem o que isso é. Há 30 anos andava eu nos teosóficos e era tudo de um secrertismo... que me cansou e mandei-os dar uma volta!

Depois, foram outras experiências, muitas, muitas, muitas... que desembocaram na minha editora.

A vida é assim.

Lembro-me que em 2005 e 2006, a Astrid e eu (com os Postais da Novalis) éramso dos pouquíssimos blogues que falávamos de certas «coisas». Até parece que foi há imensos anos. Felizmente, estão a haver enormes mudanças.

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 13:46  

Adriana

É no que acredito - a união dos saberes.

Também sei que escolhi viver esta reencarnação, um bocadinho (lol) mais antigo que vocês, para preparar terreno para os mais jovens. Por isso, não verei essa união de saberes a funcionar em pleno.

Quero ter uma conversa com Ele, lá em cima e negociarmos a minha próxima reencarnação, que seja fantástica no sentido de 3D/5D, sem ter que me esforçar nada.

Mas já fui avisado que «parece» não ter essa chance, pois vou ter que regressar a casa. Ainda para mais, Canopus já não tem existência física tridimensional. Parece estarem já em 12D.

lol lol

Histórias que me contam.

Samsara disse...
22 de maio de 2009 às 13:48  

António fico muito feliz por ti, e se as coisas estão a mudar deve-se também ao grande contributo que tens dado.
Os preconceitos ficam com quem os tem, hão-de haver sempre contra estes assuntos ou outros. Tem a ver com muitas coisas, mas sobretudo com grande ignorância.

Parabens amigo e vamos lá a essa festa do 500 (achei catita aquela referência ali no meio vinda do nada lol)

Recebeste o email?

Beijinhos

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 14:08  

Sam

O 500 está preparado e é uma brincadeira. Espero que não pensei que enlouqueci.

O email ainda não chegou...

beijo

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 14:11  

O próprio blogue, lá em baixo, perto dos seguidores no Facebook, diz isto, agora:

Este blogue possui actualmente:
6191 comentários em 499 artigos.
Widget UsuárioCompulsivo

Confere com o backoffice do Cova do Urso.

lol

Estou indeciso entre colocá-lo online logo à tarde ou só à meia-noite. Aceitam-se sugestões.

=)

Nanda Botelho disse...
22 de maio de 2009 às 14:47  

Oi António!

Não sabia que ainda era difícil editar livros "esotéricos"! Aqui no Brasil eles parecem ter boa vendagem, principalmente os que propões ajudar em situações difíceis.

Agora, realmente ainda há muito preconceito com a leitura desses livros, pois os materialistas, acham tolice. Ou pelo menos discursam assim.

De qualquer forma, parabéns pela reedição dos livros, às vezes as mudanças ocorrem pela insistência de alguns!

Abraço!

Serena Flor disse...
22 de maio de 2009 às 15:00  

Antonio,
fico muito feliz por você meu amigo.
O preconceito ainda é um mal que assola a humaninade meu amigo...mas um dia tudo irá mudar, tenho fé!
Aproveito para te deixar meu beijo e o desejo de um ótimo fim de semana!

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 15:02  

Nanda

Pelo menos há essa ideia que se vendem bem. No entanto, tenho autores brasileiros que não conseguiram ser publicados no Brasil. E dizem ter tentado tudo. Talvez não pertençam a certos círculos.

Obrigado pela visita.

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 15:03  

Olá Serena Flor

Também tenho essa ideia que as cosias normalização.

Bom fim-de-semana.

Alberto Lozéa disse...
22 de maio de 2009 às 15:23  
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto Lozéa disse...
22 de maio de 2009 às 15:25  

Magia branca já foi um assunto que me interessou muito quando era mais jovem. Hoje quase não leio nada sobre, mas as dicas são ótimas! Grande abraço amigo!!!

Alberto do Sexy Help Desk publicou um post sobre.. Ela não faz sexo oral em mim!
Alberto do Sexy Help Desk publicou um post sobre.. Por que eu não consigo gozar?

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 15:30  

Olá Alberto

É bom vê-lo por aqui.

O seu blogue continua em alta. Tenho acompanhado.

Bom fim-de-semana.

Maria Paula Ribeiro disse...
22 de maio de 2009 às 16:43  

António,

Antes de voltares a Canopus, ainda vais editar um livro meu, lol

12D????Cum caneco! Vais ser fácil seguir/guiar os teus jovens de hoje com a tua visão/audição super-sónica!

Voto hoje para o post 500, mas à noitinha! kiss kiss

António Rosa disse...
22 de maio de 2009 às 17:19  

Paula

Isso do «supersónico» só existe no planeta Terra e apenas dentro da atmosfera e eu atrevia-me a dizer, apenas em função dos aparelhos tridimensionais criados pelos cientistas.

lol

ok, mais logo solto o «500» ficando até domingo.

Adelaide Figueiredo disse...
22 de maio de 2009 às 20:22  

teste ;-)

22 de maio de 2009

Esoterismo, espiritualidade, livros e preconceitos


Clicar nas imagens para saber mais sobre cada livro.

Estes 2 títulos acima não são novidades editoriais. São reedições actuais de livros publicados pela primeira vez há 3 anos e que se foram esgotando devagarinho., com tiragens mínimas de 1.000 exemplares. Com capas novas, na nossa nova linha mais minimalista. Reeditar um livro é sempre motivo de júbilo para um editor. Mesmo que a 1ª edição tenha demorado 3 anos a ser escoada!

O funcionamento editorial de livros esotéricos ou espirituais (em Portugal) de autores de língua portuguesa, passa por caminhos nada asfaltados, mais parecendo carreiros de cabras. Continua a haver imenso preconceito sobre este género de livros.

A inteligenzia não os aceita, mas alguns encomendam-nos por telefone, muito em segredo, dizendo abertamente para ser enviado para casa da sogra ou da filha. Cala-te, boca! Os chamados espiritualistas (tradicionalmente alinhados pelo registo channeling) são dados a considerarem «menores» livrinhos de coisas mais práticas, como os que apresento agora. Os Magos, Sacerdotes e praticantes da Alta Magia e Magia Planetária habitualmente não simpatizam com autores que sejam da mesma língua natal. Os teosóficos consideram-se um grupo à parte. Os espiritistas, também. Por aí fora... Tudo, em nome do Amor Maior. Nem sequer estou a falar de religiões.

Claro que não passa de preconceito. O mesmo acontece no ambiente astrológico e no dos pedreiros; no dos bancários e no dos artistas, também. Bom, na verdade quero dizer que isto acontece não pelo que fazemos ou aparentamos ser, mas porque somos seres humanos e estamos mentalmente preparados para desdenhar alguma coisa. A mente inferior opera a estes níveis por ser a guardiã do ego. Tudo faz para evitar que o ego sofra. A mente, mente.

As coisas estão a melhorar. Há 15 anos eram poucos os que se dedicavam a estas «coisas». O mundo da magia começa a ver a luz do dia em blogues de muita qualidade. A espiritualidade começa a ser uma corrente formidável e desdobra-se na blogoesfera. Ainda bem! Mas ainda há imenso trabalho a ser desenvolvido. As organizações secretas já não fazem sentido.

A minha editora tem livros para (quase) todos os gostos. Não tem livros para a Sombra. No entanto, distribuí-los e dar-lhes acesso ao grande público, continua a ser um caminho de cabras. Com muitos pedregulhos. O meu Eu, logo haveria de escolher que tivesse Júpiter em Aquário na casa 9.


35 comentários:

António Rosa disse...

Post nº 499.

Maria de Fátima disse...

Olá António fico à espera para ler o post nº.500.Beijinhos.

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia António,

"parecendo carreiros de cabras" Não te preocupes com isso...
Esses caminhos têm as suas vantagens, vão sempre onde os outros não chegam! ;)
Eu que o diga!

Parabéns por mais uma reedição!
Kiss kiss

500??? Cummmmmmm caneco!!!!!!!!!!

António Rosa disse...

Maria de Fátima

Já tenho o post 500 preparado há vários dias. Só não sei se o devo publicar hoje ou amanhã.

António Rosa disse...

Paula

Claro que me preocupo, no bom sentido da palavra. Comigo, somos 5 a viver do trabalho da editora. Já fomos 8. Se o livro já era um bem de 10ª necessidade, agora está no fim da lista. ;(

Espero que venhas ao 500.

HAZEL disse...

Gostei muito deste post.
E concordo com isso do preconceito. Ah!... raça humana, que é tão cheia dele!!!

O preconceito vai mais além da compra dos livros, sabe? Estende-se ao ponto de algumas visitas que por vezes tenho me olharem num misto de receio+censura para certa secção da minha estante. Porém, nada dizem, que estes assuntos do esoterismo são de fugir, assim pensam.

Viva a blogosfera, portanto!
Onde podemos falar abertamente, sem que nos encarem como maluquinhos ou lerdos (porque muito boa gente considera estes temas fruto da ignorância popular).

Não tenho nenhum destes livros que indica (embora adorasse ter, mas nem sempre podemos comprar tudo o que gostamos), mas tenho um da Anabela Quental, que é dentro da mesma linha. E comprei-o na Fnac. E não foi para oferecer, foi mesmo para consumo próprio! Dois pontos para mim, que me elevei acima do preconceito!! eheheheh

O António é editor?
Que engraçado, como o mundo é pequeno. Há cerca de 1 ano atrás, andei a pesquisar sobre as editoras portuguesas, e fiquei impressionada por constatar que, sendo um país tão pequeno, temos tantas. E a Anjo Dourado também foi uma para as quais enviei uma proposta de trabalho para traduções. É um mercado deveras difícil, esse. Muita concorrência...!

António Rosa disse...

Olá Hazel

Sou o editor da Anabela Quental e de muitos outros de língua portuguesa. Por isso não necessitarmos de tradutores :)

Trabalhei de 1980 a 2000 na Europa-América e nesse ano criei a minha 1ª editora (a Livros Novalis / Angelorum) que actualmente está a ser integrada aos poucos no Anjo Dourado, que tem um objectivo social mais dinâmico, incluindo a distribuição própria.

Até 2007 publicabam-se em Portugal cerca de 30 livros novos todos os dias.

Imagine isto para um país tão pequeno. Actualmente só publico cerca de 10 novidades por ano.

E faço astrologia. :) E blogging! :)

Bom fim-de-semana.

Marta disse...

olá António,

Obrigada por este post e pelo seu trabalho enquanto editor, pois sempre foi menos fácil encontrar produção literária portuguesa nesta área. Hoje em dia os assuntos já se tornam mais comuns e esquecemo-nos como era há uns anos...
Quando os livros deixam de ser prioridade, é um sinal de medo, de estagnação social e de paragem na criação, pois a sociedade fica paralisada e passa a girar em torno das chamadas necessidades básicas - grande ferramenta de dominação do SER.
Júpiter em Aquário na Casa 9... ao ler isso percebi este blog, percebi a rede fantástica que o António proporciona e percebi o futuro da edição, talvez o livro papel, seja o livro digital, o livro telepático, ferramentas de pesquisa e selecção de informação... um index de vida criativo e em crescimento!!!

(fico a a(guardar) o post 500!!!)
bjs de luz
Marta

António Rosa disse...

Marta

wow wow

Fiquei feliz com as suas palavras, minha silenciosa companheira de caminhada.

Ainda bem que aquele Júpiter lhe deu uma maior compreensão do que faço. Podia ter sido aos 40, em vez de ser aos 60 ( afazer a 11 de Junho)- lol

Bom fim-de-semana

HAZEL disse...

A Editora Novalis/Angelorum é sua?!
Não pode... a sério?
Sabe porque estou tão espantada? Porque existem uns escritórios dessa editora algures na zona de Carcavelos. E eu vivo lá mesmo pertinho.

Veja bem o quanto o mundo é pequeno.

Mas o António vive no Porto, não é?

Desculpe as perguntas, e se não quiser não responda, que eu entendo.

Também tenho notado nos últimos anos, que têm saído muitos livros portugueses sobre os assuntos esotéricos. Só a Anabela Quental já tem uma série deles escritos!

Um abraço

Siala ap Maeve disse...

não poderia estar mais de acordo contigo, Antonio!
Mas são os caminhos mais dificeis aqueles que maiores recompensas nos trazem, são neles que encontramos as paizagens mais belas e naturais, onde podemos apreciar o brilho de uma gota de orvalho ou a magnificiência etérica de um arco-iris completo...são nestes caminhos, que por vezes nos levam até á exaustão e quantas vezes ao desespero momentâneo, que encontramos as mãos quentes de amigos que nos amparam, que conhecemos outros como nós, que partilhamos lágrimas sentidas e cristalinas de dor partilhada que se transmuta em amor infinito...é em caminhadas assim que o nosso Plano da Alma se realiza, que são desbravados caminhos até então escondidos, que se dá o reencontro absoluto com a luz. Dificil? Nunca ninguém nos disse que seria fácil, e mesmo assim aqui estamos :)
Se temos que sofrer, que seja pelo sonho que viemos concretizar, e nunca pela angústia e frustração de não termos coragem de o viver...então o sofrimento será apenas pura alegria.
Uppsss estiquei-me :) mas é o que me vai na alma :)
beijos meus de gratidão ;)

António Rosa disse...

Hazel

A Editora Novalis/Angelorum é minha, criada em 2000. Já não existe fisicamente, apenas tem uns quantos livros em armazém, porque está a ser absorvida pelo «Projecto Anjo Dourado» (que criei em 2005) com capacidade jurídica para distribuir e comercializar diversos artigos.

Se for ao site http://www.anjodourado.pt vai encontrar os livros de ambas as chancelas no mesmo sítio.

Mas se escrever o antigo endereço vai parar ao mesmo sítio: http://www.livrosnovalis.com

As instalações do Anjo Dourado foram perto de Carcavelos, agora estamos no Bairro Pinhal, Arneiro, num sítio sossegado.

Apareça quando quiser.

A minha casa pessoal é em Queluz.

:):)

Adoro a Anabela Quental, damo-nos muito bem e foi de muita ajuda à editora, no início das minhas actividades.

Conhece o «Grande Livro de Orações»?

Beijo

António Rosa disse...

Siala

Bem necessitado estava eu de reconfirmar em mim aquilo que escreveste. Muito obrigado e bem hajas.

António Rosa disse...

Estou a gostar imenso dos diálogos que se desenrolam por aqui. cada vez acho mais este blogue catita, como a Samsara o designou.

http://princesaesquimo.blogspot.com/2009/05/blog-catita.html

HAZEL disse...

Obrigada pelo convite.
Vou lá aparecer, sim, para conhecê-lo, se não se importar!

Sempre pensei que o António vivia no Porto, não sei onde fui buscar esta ideia.

Que coincidência engraçada, esta da Novalis. Já estive para lá ir pessoalmente há 1 ano atrás, mas acabei por me acanhar, e desisti da ideia.

Quer dizer que, neste momento está lá?
Se sim, eu estou a menos de 1 kilómetro de si, sabia?

Este mundo da blogosfera é o máximo! ahahhaha

Da Anabela Quental, tenho "Como cortar trabalhos de bruxaria".

"O Grande Livro de Orações" desconheço.

A Anabela Quental também tinha um site (ou blog, já não me lembro bem).

António Rosa disse...

Hazel

Neste momento não estou na editora. Como tenho as consultas de astrologia às sextas-feiras, nunca vou à editora. Hoje não tenho consultas e estou a aproveitar para adiantar a próxima entrevista, na quarta-feira, da Adriana, do «Dimensões Internas» e «Monólogo Amoroso».

Mas podemos combinar para a próxima semana.

Teria muito prazer nessa sua visita.

Gostaria de a entrevistar aqui no blogue, para uma data a combinar em Junho. As perguntas são as mesmas que fiz ao Marcelo Dalla. Pense nisso.

:)

HAZEL disse...

Sim, combinamos para a próxima semana.

Entrevistar-me, a mim?
É uma enorme e inesperada honra, que muito agradeço. Não esperava por isso!

Obrigada, de coração.
Ah, e aceito, sim!
Vou espreitar as perguntas.

Um abraço, até para a semana.

António Rosa disse...

Hazel

Combinado. Quanto aos assuntos da entrevista, serão tratado por email ou falamos pessoalmente, na próxima semana na editora.

:)))

Muito obrigado por ter aceite.

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Gostei deste post e vou-lhe dizer uma coisa: - Se me tivessem falado destes livros aqui há 10 anos eu não os compraria. Acho que todos evoluimos e eu acho que evolui para conseguir entender estas coisas. Aqui há pouco tempo veio parar à minha mão, por engano, um livrinho de magias:) Um livro simples que eu acabei por ler. Acredita que o meu conceito sobre estas coisas começou a mudar? Também estou rodeada de descrentes sobre estas coisas, em casa, que olham para mim com olhos de sensura. Estou começando a passar por cima dessa barreira, serena e calmamente.Estou começando a pensar por mim mesma, embora o tenha feito sempre mas para não criar atritos, guardava o pensamento e a vontade :)

Veja bem o que eu já disse por causa deste post de hoje.

Abraço

adriana disse...

António,
Perfeito!
Ah... como é bom poder ouvir palavras assim!
Ainda haveremos de ver a ponte entre os saberes isolados...
E será uma ponte de luz!
Tenho me dedicado a isto nos últimos tempos... e você há muito!
Suas palavras me deixaram inspirada!
Obrigada!

António Rosa disse...

Adelaide

Sei bem o que isso é. Há 30 anos andava eu nos teosóficos e era tudo de um secrertismo... que me cansou e mandei-os dar uma volta!

Depois, foram outras experiências, muitas, muitas, muitas... que desembocaram na minha editora.

A vida é assim.

Lembro-me que em 2005 e 2006, a Astrid e eu (com os Postais da Novalis) éramso dos pouquíssimos blogues que falávamos de certas «coisas». Até parece que foi há imensos anos. Felizmente, estão a haver enormes mudanças.

António Rosa disse...

Adriana

É no que acredito - a união dos saberes.

Também sei que escolhi viver esta reencarnação, um bocadinho (lol) mais antigo que vocês, para preparar terreno para os mais jovens. Por isso, não verei essa união de saberes a funcionar em pleno.

Quero ter uma conversa com Ele, lá em cima e negociarmos a minha próxima reencarnação, que seja fantástica no sentido de 3D/5D, sem ter que me esforçar nada.

Mas já fui avisado que «parece» não ter essa chance, pois vou ter que regressar a casa. Ainda para mais, Canopus já não tem existência física tridimensional. Parece estarem já em 12D.

lol lol

Histórias que me contam.

Samsara disse...

António fico muito feliz por ti, e se as coisas estão a mudar deve-se também ao grande contributo que tens dado.
Os preconceitos ficam com quem os tem, hão-de haver sempre contra estes assuntos ou outros. Tem a ver com muitas coisas, mas sobretudo com grande ignorância.

Parabens amigo e vamos lá a essa festa do 500 (achei catita aquela referência ali no meio vinda do nada lol)

Recebeste o email?

Beijinhos

António Rosa disse...

Sam

O 500 está preparado e é uma brincadeira. Espero que não pensei que enlouqueci.

O email ainda não chegou...

beijo

António Rosa disse...

O próprio blogue, lá em baixo, perto dos seguidores no Facebook, diz isto, agora:

Este blogue possui actualmente:
6191 comentários em 499 artigos.
Widget UsuárioCompulsivo

Confere com o backoffice do Cova do Urso.

lol

Estou indeciso entre colocá-lo online logo à tarde ou só à meia-noite. Aceitam-se sugestões.

=)

Nanda Botelho disse...

Oi António!

Não sabia que ainda era difícil editar livros "esotéricos"! Aqui no Brasil eles parecem ter boa vendagem, principalmente os que propões ajudar em situações difíceis.

Agora, realmente ainda há muito preconceito com a leitura desses livros, pois os materialistas, acham tolice. Ou pelo menos discursam assim.

De qualquer forma, parabéns pela reedição dos livros, às vezes as mudanças ocorrem pela insistência de alguns!

Abraço!

Serena Flor disse...

Antonio,
fico muito feliz por você meu amigo.
O preconceito ainda é um mal que assola a humaninade meu amigo...mas um dia tudo irá mudar, tenho fé!
Aproveito para te deixar meu beijo e o desejo de um ótimo fim de semana!

António Rosa disse...

Nanda

Pelo menos há essa ideia que se vendem bem. No entanto, tenho autores brasileiros que não conseguiram ser publicados no Brasil. E dizem ter tentado tudo. Talvez não pertençam a certos círculos.

Obrigado pela visita.

António Rosa disse...

Olá Serena Flor

Também tenho essa ideia que as cosias normalização.

Bom fim-de-semana.

Alberto Lozéa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto Lozéa disse...

Magia branca já foi um assunto que me interessou muito quando era mais jovem. Hoje quase não leio nada sobre, mas as dicas são ótimas! Grande abraço amigo!!!

Alberto do Sexy Help Desk publicou um post sobre.. Ela não faz sexo oral em mim!
Alberto do Sexy Help Desk publicou um post sobre.. Por que eu não consigo gozar?

António Rosa disse...

Olá Alberto

É bom vê-lo por aqui.

O seu blogue continua em alta. Tenho acompanhado.

Bom fim-de-semana.

Maria Paula Ribeiro disse...

António,

Antes de voltares a Canopus, ainda vais editar um livro meu, lol

12D????Cum caneco! Vais ser fácil seguir/guiar os teus jovens de hoje com a tua visão/audição super-sónica!

Voto hoje para o post 500, mas à noitinha! kiss kiss

António Rosa disse...

Paula

Isso do «supersónico» só existe no planeta Terra e apenas dentro da atmosfera e eu atrevia-me a dizer, apenas em função dos aparelhos tridimensionais criados pelos cientistas.

lol

ok, mais logo solto o «500» ficando até domingo.

Adelaide Figueiredo disse...

teste ;-)

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates