Eclipse solar anelar 10 Maio 2013, no grau 19º 31' de Touro [Elemento Terra, Modo Fixo]

2 de maio de 2013 ·

Com hora de Lisboa. 4 horas menos no Brasil, Brasilia.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Nunca liguei muito aos eclipses pois são fenómenos com uma beleza estética inegável e que permite aos astrólogos fazerem as maiores divagações possíveis. Reconheço que tenho sido bastante insensível a este fenómeno, talvez pela enorme quantidade de vezes que ocorrem no céu. Várias vezes ao ano.

Clicar para aumentar e ver melhor.

Os meus amigos, por acaso, já perceberam, que quando se aproxima a data de um eclipse, seja ele qual for, proliferam imediatamente uma série de textos vindos de todos os quadrantes? Então, da parte chamada espiritual, chegam-nos as palavras que já cansam. Os «coitados» lá de cima devem ser Seres maravilhosos para terem a paciência de só fazerem «coisas» nestas datas assinaladas. Mas eu hoje, proponho-me dizer umas quantas dessas coisas. Recebi o recado para as dizer. E eu sou bem mandado.

O mesmo mapa do eclipse mas com hora de Melbourne, Austrália.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Já são dois eclipses seguidos que me junto a «los del montón». E ainda ninguém reclamou.

Sabiam destes factos curiosos? Um dos factos surpreendentes sobre o nosso sistema solar é que, apesar do tamanho físico do Sol ser 400 vezes maior do que a Lua, a Terra está 400 vezes mais longe do Sol. Isso cria a ilusão de que o Sol e a Lua parecem que são do mesmo tamanho para nós aqui na Terra. Quando a Lua passa, total ou parcialmente, em frente do Sol, ocultando ou bloqueando a luz do sol, uma sombra cai sobre a Terra, a Lua parece cobrir exactamente o disco do sol. Esta sombra é chamado de «eclipse solar».

A zona de sombra que o eclipse apanha, a começar na Austrália, segundo o meu programa Kepler.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Um eclipse solar só pode acontecer em Lua Nova, quando o Sol e a Lua estão em conjunção como pode ser visto a partir da Terra. Durante um eclipse total o disco do Sol está completamente escondido pela Lua. Em eclipses parciais e anulares apenas parte do Sol é coberto. A razão pela qual nós não temos um eclipse solar total todos os meses na Lua Nova é porque a órbita da Lua não é nem uma órbita circular perfeita, nem no mesmo plano orbital como o da Terra.

Mais um mapa da zona onde começa o eclipse.
A parte escurecida não é apanhada.
Clicar para aumentar e ver melhor.
Um eclipse solar ocorre quando a Lua passa entre a Terra e o Sol, assim sendo, total ou parcial, obscurecendo a imagem do Sol para um observador na Terra. FICAMOS SEM LUZ por breves instantes. Um eclipse solar anular ocorre quando o diâmetro aparente da Lua é menor do que o Sol, fazendo com que o Sol se pareça com um anel, bloqueando a maioria da luz do Sol. Um eclipse anelar é exibido como um eclipse parcial sobre uma região de milhares de quilómetros.

 Os riscos azuis delimitam a zona de sombra em território australiano.
Clicar para aumentar e ver melhor.


 Percebem-se os riscos da zona de sobra do eclipse no Oceano Pacífico.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Neste caso, a anularidade será visível da Austrália no norte e do sul do Oceano Pacífico, com o máximo de 6 minutos e 3 segundos visíveis a partir do Oceano Pacífico a leste da Polinésia Francesa. Onde será visto? Parte da Malásia, Indonédia, Filipinas, Papua Guiné, Austrália, Nova Zelândia, Ilhas Salomão, Bonriki - Kiribati, Ilhas Tabuaeran/Fanning.

Além do seu lado estético, temos que perceber que não é um fenómeno isolado no céu. Esta conjunção Lua-Sol [Lua Nova] está num stelium poderoso de planetas sagrados: Mercúrio, Nodo Sul e Marte, todos em Touro, com uma orbe máxima de 5º. À direita da Lua Nova, temos os dois grandes benéficos do zodíaco que já não se encontram dentro do stellium: Vénus e Júpiter.

Este stellium encontra-se no 2º decanato de Touro [dos graus 10º ao 19º59']  onde se encontram todos os planetas em Touro mencionados acima. O regente deste 2º decanato é Mercúrio que se encontra dentro do stellium.

Há escolas do pensamento que dizem que os segundos decanatos  em termos meramente cármicos está ligado mais especialmente ao corpo mental, ao espírito. Esta sob a influência de Mercúrio.

Não acham que estamos a tropeçar com Mercúrio a mais? Que significado esotérico e espiritual terá?

Quando olhei para o mapa do eclipse foi exactamente isto que me chamou a atenção e me decidi escrever sobre o assunto, porque a minha intuição diz-me que tão cedo não voltarei a abordar estes temas dos eclipses.


É um eclipse cujo potencial e promove não só a necessidade de conhecimento, mas também uma espiral enorme de volta aos reinos divinos, criando uma enorme abertura para o crescimento acelerado e um impulso para levar a bom termo ideias, ideais e desejos. Isto é Mercúrio no seu melhor.

Claramente é um eclipse Yang [basta a presença do Sol e  de Marte] está imbuído de uma luz muito expressiva, e movendo-se para fora e levando a um desenvolvimento acelerado desses qualidades multidimensionais como insight, inovação e interconectividade. Tão cedo (séculos) não haverá outro eclipse cujo perfil espiritual não seja tão intenso e marcado para o futuro desta humanidade.

Uma vez que estamos integrando um eclipse de Elemento Terra (Touro), num decanato dirigido por Mercúrio [Elementos Ar e Terra, Gémeos e Virgem] estamos perante a necessidade de um consenso, de um voltar à mesa das negociações.

Terra com Touro é a matriz em que o espírito nasce. E o Ar com Mercúrio reflecte os ideais que permeiam a consciência das pessoas que vivem aqui. Nenhum elemento por si só é inerentemente energizado, exigindo algo ou alguém para ir buscá-los. Nenhum elemento possui a paixão e o sentimento de mover montanhas, mas os dois juntos são capazes de fornecer a estrutura que vai abrigar as emoções necessárias para ir mais longe.

A minha muito secreta esperança é que aquilo que me vai na alma não se concretize. Marte estará, então, a transitar pela mais destrutiva região zodiacal que eu conheço, o periélio referente ao 16° de Touro, área muito conhecida pelos antigos como a zona do Anjo Exterminador.

Oxalá não seja um forte sinal para destrutivos combates entre terroristas e antiterroristas e, ainda, muitos outros destrutivos incêndios ou eventos vulcânicos pesados. Estes dramáticos dias se estenderão entre 3 de Maio e 19 de Maio de 2013. O dia 4 de Maio de 2013 será especialmente nefasto e, em 7 de Maio de 2013 o terrorismo vitimará devotos religiosos. Nos demais dias antes da próxima Lua Nova de Maio ocorrerá um intenso tráfico de armas e treinamento de combatentes.

Apesar da grande destrutividade que se aproxima, eu não creio que já se deva temer a tal guerra nuclear ameaçada pela Coréia do Norte. Temos que estar preparados para os meses de Julho e Agosto que serão certamente bem mais graves no sentido destas ameaças.


.


6 comentários:

Astrid Annabelle disse...
3 de maio de 2013 às 13:27  

Bom dia meu querido António!
Esta sua publicação, excelente por sinal, me fez ir na Escola de Astrologia Nova-Lis pesquisar sobre os nodos, por causa da seguinte frase:
"Marte estará, então, a transitar pela mais destrutiva região zodiacal que eu conheço, o periélio referente ao 16° de Touro, área muito conhecida pelos antigos como a zona do Anjo Exterminador."
Como deve saber, tenho o Nodo Norte no 12° de Touro.
E fui atrás de compreender isto.
No mais, irei irradiar Amor e Luz para este evento, mesmo porque nada posso dizer ou acrescentar a respeito astrologicamente falando.
Um beijo agradecido sempre por nos oferecer tanto.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...
3 de maio de 2013 às 17:41  

Querida Astrid

Você sabe que eu sou um clássico e que uma das funções que executo é fazer a ponte entre o que os Antigos estudavam e o que os Novos não o fazem, porque tudo lhes é psicologia, e a partir daí é-lhes permitido fazer alegorias que nem se entendem bem.

Oxalá esteja enganado, mas Marte, no seu periélio vai passar por zonas que modernamente se consideram de terrorismo. Aquele assunto de Boston não está encerrado. Alguém terá que prestar contas e como sabemos, em certas zonas do mundo, as coisas são ao jeito do Anjo Exterminador. Mata-se, para se dar o exemplo.

Tenhamos calma e fiquemos atentos. Se reparar nos noticiários especializados sobre os dois irmãos bombistas em Boston, TODOS (excepto a família)dizem que não os conhecem.

Das duas uma: ou é uma nova forma de se praticar o terrorismo, ou alguém está a mentir. E será nesse que o Anjo Exterminador fará exercer a sua justiça.

Como ninguém vai ler isto, o que posso dizer é que o Anjo Exterminador é da Luz. Mais conhecido por Miguel.

Beijinho

António

Astrid Annabelle disse...
3 de maio de 2013 às 20:39  

Então a Luz se fez na minha cabeça...compreendi tudo em um átimo.
Beijo, mais uma vez, agradecido.
Astrid Annabelle

Marta disse...
8 de maio de 2013 às 00:11  

Meu querido António,

Realmente estes são tempos intenso e ao ler este post de grande sabedoria fiquei ainda mais em alerta... tenho a noção que algo poderoso estará para breve e se desse momento surgir o conhecimento (luz)é porque a espada da verdade é cada vez mais necessária, especialmente a verdade da nossa consciência.

bjs de luz
Marta

António Rosa disse...
9 de maio de 2013 às 14:24  

Apontamentos para não me esquecer.

Eclipse: 9-5-13, 14:21 - 1292 vizualizações.

Matias: 9-5-13, 14:21 - 845 vizualizações.

Elizabeth Firmino Pereira disse...
9 de maio de 2013 às 16:01  

Prezado Antônio,
Sou leitora atenta de tuas postagens e gosto muito da tua maneira de abordar os temas. Isso do Anjo Exterminador me deixou gelada, porque tenho o nodo norte exatamente aí, 16º de touro. E com tudo o que já me falaram do nodo sul a 16º de escorpião... imagina descobrir o nodo norte a 16º de touro!
Mas me dás boas notícias. E também algumas explicações para o modo como a justiça se realiza na minha vida, sem que necessite mover uma palha... De modo que sempre tive motivos para crer na justiça divina, que é infalível.
Muito obrigada!
Um abraço,
Elizabeth

2 de maio de 2013

Eclipse solar anelar 10 Maio 2013, no grau 19º 31' de Touro [Elemento Terra, Modo Fixo]

Com hora de Lisboa. 4 horas menos no Brasil, Brasilia.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Nunca liguei muito aos eclipses pois são fenómenos com uma beleza estética inegável e que permite aos astrólogos fazerem as maiores divagações possíveis. Reconheço que tenho sido bastante insensível a este fenómeno, talvez pela enorme quantidade de vezes que ocorrem no céu. Várias vezes ao ano.

Clicar para aumentar e ver melhor.

Os meus amigos, por acaso, já perceberam, que quando se aproxima a data de um eclipse, seja ele qual for, proliferam imediatamente uma série de textos vindos de todos os quadrantes? Então, da parte chamada espiritual, chegam-nos as palavras que já cansam. Os «coitados» lá de cima devem ser Seres maravilhosos para terem a paciência de só fazerem «coisas» nestas datas assinaladas. Mas eu hoje, proponho-me dizer umas quantas dessas coisas. Recebi o recado para as dizer. E eu sou bem mandado.

O mesmo mapa do eclipse mas com hora de Melbourne, Austrália.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Já são dois eclipses seguidos que me junto a «los del montón». E ainda ninguém reclamou.

Sabiam destes factos curiosos? Um dos factos surpreendentes sobre o nosso sistema solar é que, apesar do tamanho físico do Sol ser 400 vezes maior do que a Lua, a Terra está 400 vezes mais longe do Sol. Isso cria a ilusão de que o Sol e a Lua parecem que são do mesmo tamanho para nós aqui na Terra. Quando a Lua passa, total ou parcialmente, em frente do Sol, ocultando ou bloqueando a luz do sol, uma sombra cai sobre a Terra, a Lua parece cobrir exactamente o disco do sol. Esta sombra é chamado de «eclipse solar».

A zona de sombra que o eclipse apanha, a começar na Austrália, segundo o meu programa Kepler.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Um eclipse solar só pode acontecer em Lua Nova, quando o Sol e a Lua estão em conjunção como pode ser visto a partir da Terra. Durante um eclipse total o disco do Sol está completamente escondido pela Lua. Em eclipses parciais e anulares apenas parte do Sol é coberto. A razão pela qual nós não temos um eclipse solar total todos os meses na Lua Nova é porque a órbita da Lua não é nem uma órbita circular perfeita, nem no mesmo plano orbital como o da Terra.

Mais um mapa da zona onde começa o eclipse.
A parte escurecida não é apanhada.
Clicar para aumentar e ver melhor.
Um eclipse solar ocorre quando a Lua passa entre a Terra e o Sol, assim sendo, total ou parcial, obscurecendo a imagem do Sol para um observador na Terra. FICAMOS SEM LUZ por breves instantes. Um eclipse solar anular ocorre quando o diâmetro aparente da Lua é menor do que o Sol, fazendo com que o Sol se pareça com um anel, bloqueando a maioria da luz do Sol. Um eclipse anelar é exibido como um eclipse parcial sobre uma região de milhares de quilómetros.

 Os riscos azuis delimitam a zona de sombra em território australiano.
Clicar para aumentar e ver melhor.


 Percebem-se os riscos da zona de sobra do eclipse no Oceano Pacífico.
Clicar para aumentar e ver melhor.

Neste caso, a anularidade será visível da Austrália no norte e do sul do Oceano Pacífico, com o máximo de 6 minutos e 3 segundos visíveis a partir do Oceano Pacífico a leste da Polinésia Francesa. Onde será visto? Parte da Malásia, Indonédia, Filipinas, Papua Guiné, Austrália, Nova Zelândia, Ilhas Salomão, Bonriki - Kiribati, Ilhas Tabuaeran/Fanning.

Além do seu lado estético, temos que perceber que não é um fenómeno isolado no céu. Esta conjunção Lua-Sol [Lua Nova] está num stelium poderoso de planetas sagrados: Mercúrio, Nodo Sul e Marte, todos em Touro, com uma orbe máxima de 5º. À direita da Lua Nova, temos os dois grandes benéficos do zodíaco que já não se encontram dentro do stellium: Vénus e Júpiter.

Este stellium encontra-se no 2º decanato de Touro [dos graus 10º ao 19º59']  onde se encontram todos os planetas em Touro mencionados acima. O regente deste 2º decanato é Mercúrio que se encontra dentro do stellium.

Há escolas do pensamento que dizem que os segundos decanatos  em termos meramente cármicos está ligado mais especialmente ao corpo mental, ao espírito. Esta sob a influência de Mercúrio.

Não acham que estamos a tropeçar com Mercúrio a mais? Que significado esotérico e espiritual terá?

Quando olhei para o mapa do eclipse foi exactamente isto que me chamou a atenção e me decidi escrever sobre o assunto, porque a minha intuição diz-me que tão cedo não voltarei a abordar estes temas dos eclipses.


É um eclipse cujo potencial e promove não só a necessidade de conhecimento, mas também uma espiral enorme de volta aos reinos divinos, criando uma enorme abertura para o crescimento acelerado e um impulso para levar a bom termo ideias, ideais e desejos. Isto é Mercúrio no seu melhor.

Claramente é um eclipse Yang [basta a presença do Sol e  de Marte] está imbuído de uma luz muito expressiva, e movendo-se para fora e levando a um desenvolvimento acelerado desses qualidades multidimensionais como insight, inovação e interconectividade. Tão cedo (séculos) não haverá outro eclipse cujo perfil espiritual não seja tão intenso e marcado para o futuro desta humanidade.

Uma vez que estamos integrando um eclipse de Elemento Terra (Touro), num decanato dirigido por Mercúrio [Elementos Ar e Terra, Gémeos e Virgem] estamos perante a necessidade de um consenso, de um voltar à mesa das negociações.

Terra com Touro é a matriz em que o espírito nasce. E o Ar com Mercúrio reflecte os ideais que permeiam a consciência das pessoas que vivem aqui. Nenhum elemento por si só é inerentemente energizado, exigindo algo ou alguém para ir buscá-los. Nenhum elemento possui a paixão e o sentimento de mover montanhas, mas os dois juntos são capazes de fornecer a estrutura que vai abrigar as emoções necessárias para ir mais longe.

A minha muito secreta esperança é que aquilo que me vai na alma não se concretize. Marte estará, então, a transitar pela mais destrutiva região zodiacal que eu conheço, o periélio referente ao 16° de Touro, área muito conhecida pelos antigos como a zona do Anjo Exterminador.

Oxalá não seja um forte sinal para destrutivos combates entre terroristas e antiterroristas e, ainda, muitos outros destrutivos incêndios ou eventos vulcânicos pesados. Estes dramáticos dias se estenderão entre 3 de Maio e 19 de Maio de 2013. O dia 4 de Maio de 2013 será especialmente nefasto e, em 7 de Maio de 2013 o terrorismo vitimará devotos religiosos. Nos demais dias antes da próxima Lua Nova de Maio ocorrerá um intenso tráfico de armas e treinamento de combatentes.

Apesar da grande destrutividade que se aproxima, eu não creio que já se deva temer a tal guerra nuclear ameaçada pela Coréia do Norte. Temos que estar preparados para os meses de Julho e Agosto que serão certamente bem mais graves no sentido destas ameaças.


.


6 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Bom dia meu querido António!
Esta sua publicação, excelente por sinal, me fez ir na Escola de Astrologia Nova-Lis pesquisar sobre os nodos, por causa da seguinte frase:
"Marte estará, então, a transitar pela mais destrutiva região zodiacal que eu conheço, o periélio referente ao 16° de Touro, área muito conhecida pelos antigos como a zona do Anjo Exterminador."
Como deve saber, tenho o Nodo Norte no 12° de Touro.
E fui atrás de compreender isto.
No mais, irei irradiar Amor e Luz para este evento, mesmo porque nada posso dizer ou acrescentar a respeito astrologicamente falando.
Um beijo agradecido sempre por nos oferecer tanto.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Querida Astrid

Você sabe que eu sou um clássico e que uma das funções que executo é fazer a ponte entre o que os Antigos estudavam e o que os Novos não o fazem, porque tudo lhes é psicologia, e a partir daí é-lhes permitido fazer alegorias que nem se entendem bem.

Oxalá esteja enganado, mas Marte, no seu periélio vai passar por zonas que modernamente se consideram de terrorismo. Aquele assunto de Boston não está encerrado. Alguém terá que prestar contas e como sabemos, em certas zonas do mundo, as coisas são ao jeito do Anjo Exterminador. Mata-se, para se dar o exemplo.

Tenhamos calma e fiquemos atentos. Se reparar nos noticiários especializados sobre os dois irmãos bombistas em Boston, TODOS (excepto a família)dizem que não os conhecem.

Das duas uma: ou é uma nova forma de se praticar o terrorismo, ou alguém está a mentir. E será nesse que o Anjo Exterminador fará exercer a sua justiça.

Como ninguém vai ler isto, o que posso dizer é que o Anjo Exterminador é da Luz. Mais conhecido por Miguel.

Beijinho

António

Astrid Annabelle disse...

Então a Luz se fez na minha cabeça...compreendi tudo em um átimo.
Beijo, mais uma vez, agradecido.
Astrid Annabelle

Marta disse...

Meu querido António,

Realmente estes são tempos intenso e ao ler este post de grande sabedoria fiquei ainda mais em alerta... tenho a noção que algo poderoso estará para breve e se desse momento surgir o conhecimento (luz)é porque a espada da verdade é cada vez mais necessária, especialmente a verdade da nossa consciência.

bjs de luz
Marta

António Rosa disse...

Apontamentos para não me esquecer.

Eclipse: 9-5-13, 14:21 - 1292 vizualizações.

Matias: 9-5-13, 14:21 - 845 vizualizações.

Elizabeth Firmino Pereira disse...

Prezado Antônio,
Sou leitora atenta de tuas postagens e gosto muito da tua maneira de abordar os temas. Isso do Anjo Exterminador me deixou gelada, porque tenho o nodo norte exatamente aí, 16º de touro. E com tudo o que já me falaram do nodo sul a 16º de escorpião... imagina descobrir o nodo norte a 16º de touro!
Mas me dás boas notícias. E também algumas explicações para o modo como a justiça se realiza na minha vida, sem que necessite mover uma palha... De modo que sempre tive motivos para crer na justiça divina, que é infalível.
Muito obrigada!
Um abraço,
Elizabeth

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates