O básico - o Sol

3 de maio de 2013 ·

O Sol representa o consciente, a capacidade de auto-percepção e auto-consciencia do ser humano. Ele representa num mapa astrológico o modo como tomamos consciência do mundo ao nosso redor e o nosso sentido de identidade. No centro do Sistema Solar encontramos o Sol. Tal como a consciência humana se expressa através de diferentes formas, também a energia solar se diferencia através dos planetas. A posição relativa de cada planeta define a função que simboliza.

Sol em Signos de Fogo - Quando o Sol está num signo do elemento Fogo a expressão da identidade é naturalmente viva, enérgica e calorosa. - Sol em Carneiro / Áries: "Sou aquilo que faço". - O processo de auto-conhecimento passa pela acção directa e imediata. Esta pode ser pensada e assertiva ou, pelo contrário, impulsiva e agressiva. - Sol em Leão: "Sou aquilo que manifesto". - O auto-conhecimento passa pela expressão criativa do ego, em função do próprio indivíduo (é auto-referenciado). É generoso e brilhante, mas pode ter um toque de egocentrismo e arrogância. Sol em Sagitário: "Sou aquilo em que acredito". - O conhecimento de si mesmo é feito através da identificação com ideais e filosofias. Tem uma faceta aventureira e optimista, mas por vezes é irresponsável e exagerado, podendo tornar-se dogmático e "evangelizador".

Sol em Signos de Terra - Nos signos do elemento Terra, a expressão da identidade assume um carácter mais reservado e contido, tornando-se funcional e pragmática. - Sol em Touro: "Sou aquilo que tenho". - Conhece-se pela concretização, realização, posse e vivência dos sentidos (ver, saborear, cheirar...). Tem uma faceta estética, estável e concretizadora, mas pode tornar-se possessivo, comodista e boçal. Sol em Virgem: "Sou o que analiso e purifico". - O indivíduo conhece-se pela sua capacidade de análise detalhada e funcional. Pureza, perfeição e eficiência ajudam-no a perceber quem é. Arrisca-se a cair num excesso de criticismo e em perfeccionismos descabidos. Sol em Capricórnio: "Sou um lugar na hierarquia social". - Conhece-se através da estrutura, da ordem e da sua posição nas hierarquias sociais. É esforçado, trabalhador, sóbrio e estratega, mas a sua necessidade de reconhecimento social pode torná-lo rígido, ambicioso e "frio".

Sol em Signos de Ar - Em signos do elemento Ar, o auto-conhecimento é atingido através da visão conceptual do mundo, da comunicação e dos relacionamentos. - Sol em Gémeos: "Sou o que digo e penso". É através da relativização e da experimentação que a identidade se organiza. Oscila entre a superficialidade nervosa e a capacidade de ver todos os aspectos da natureza das coisas. -
Sol em Balança / Libra: "Sou parte de uma relação". - A identidade espelha-se nos outros. Os relacionamentos têm de ser "de igualdade", sejam eles pessoais, sociais ou de negócios. É diplomático e sociável, mas também pode ser muito dependente e indeciso. Sol em Aquário: "Sou a minha diferença/sou o meu grupo". - O processo de consciência passa por uma conceptualização do mundo com base em grandes ideais e ideologias sociais. Tem uma expressão original, diferente, que pode ser muito criativa ou tornar-se excêntrica e rebelde.

Sol em Signos de Água - Quando o Sol está num signo do elemento água a expressão da identidade é naturalmente reservada, sentimental e empática. - Sol em Caranguejo / Câncer: "Sou o que sinto e protejo". - Conhece-se através da busca de segurança e de 'alimento' emocional. Pode oscilar entre uma atitude de 'mãe' (que protege e nutre mas também abafa), ou o de 'filho' (que dá amor e companhia mas exige amor e atenção contínua). - Sol em Escorpião: "Sou aquilo em que me transformo". - Conhece-se através da vivência profunda e intensa das suas emoções. O medo desta turbulência emocional leva-o a resistir, controlar e manipular, no entanto, se superar esta barreira, encontra em si grandes poderes de transformação. - Sol em Peixes: "Sou o absoluto". - Aqui o auto-conhecimento tem como base um sentir muito abrangente. Tem poucas barreiras e absorve o "sentir dos outros" como se fosse seu. É sensível e abnegado, mas pode perder-se nos próprios sentimentos de auto-piedade.


Texto publicado em 8 Março 2009.

.

12 comentários:

Samsara disse...
8 de março de 2009 às 12:14  

Olá
Andas mesmo numa fase de organização de informação. Agradeço a partilha, pois todos beneficiamos com isso.

Beijinhos

António Rosa disse...
8 de março de 2009 às 12:28  

Olá Patrícia

Pois é. Eu próprio apercebo-me disso. Vamos lá a ver se é uma fase passageira... :)

Beijinho

Astrid Annabelle disse...
8 de março de 2009 às 13:49  

Bom dia e bom domingo, dia de Sol!
Gosto imenso dos posts que trazem informações tão bem elaboradas...mais uma página para meu arquivo de astrologia...
Agradeço seu cumprimento por mais um Dia da Mulher.
Um beijo com alegria.
Astrid

valdemir reis disse...
8 de março de 2009 às 22:54  

Antonio Rosa valeu! Obrigado por sua visita, fico muito honrado e feliz. Somos felizes quando contribuímos para a felicidade dos nossos semelhantes. Deixo um abraço fraterno e justo. Cada vez que volto aqui me sinto melhor, parabéns. Seu Blog esta a cada dia mais interativo. Sua postagem de excelente qualidade e atrativa, gostei, maravilha! Votos de muito sucesso, de par com os de um ótimo e alegre final de semana. Encontraremos-nos sempre por aqui... Aguardo sua visita. Que a misericórdia divina nos cubra de suas infinitas bênçãos, muita paz, luz e proteção.
Valdemir Reis

Cida Medeiros disse...
9 de março de 2009 às 01:46  

Olá,
Sou de São Paulo, Brasil e também Astrologa. Gostei do seu blog. Parabéns!
Cida Medeiros

António Rosa disse...
9 de março de 2009 às 09:15  

Valdemir

É sempre simpático receber a sua visita. Sobretudo vindo de um bloguista com ideias tão claras. Muito agradecido. Abraço.

António Rosa disse...
9 de março de 2009 às 09:18  

Olá Cida

Gostei de conhecer e ler o seu blog. Universalista e muito elevado. Muito bom.

Agradecido pela sua visita.

Abraço.

António Rosa disse...
9 de março de 2009 às 09:27  

Astrid,

Como vão os seus estudos de astrologia? Imagino que bem.
Beijo

hanah disse...
9 de março de 2009 às 21:17  

António,

dando continuidade ao post da Patricia, fui garimpar e encontrei mais um pouquinho, gostaria de deixar a partilha.

http://co106w.col106.mail.live.com/mail/InboxLight.aspx?n=1506827190

Abraço

Hanah

irradiandoluz disse...
10 de março de 2009 às 18:43  

Putz, é duro encarar a realidade sobre nós mesmos...
Sou um exemplar Touro... mas me esforço para não me limitar a isso...

Abração
Gabriel Dread

hanah disse...
11 de março de 2009 às 13:52  

Olá Antonio,

desculpe, ai vai...o endereço quiron

http://www.ambiiris.com/port/trabalhos/pdf/quiron.pdf

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 16:19  

Hannah

Muito obrigado. Bjs.

3 de maio de 2013

O básico - o Sol

O Sol representa o consciente, a capacidade de auto-percepção e auto-consciencia do ser humano. Ele representa num mapa astrológico o modo como tomamos consciência do mundo ao nosso redor e o nosso sentido de identidade. No centro do Sistema Solar encontramos o Sol. Tal como a consciência humana se expressa através de diferentes formas, também a energia solar se diferencia através dos planetas. A posição relativa de cada planeta define a função que simboliza.

Sol em Signos de Fogo - Quando o Sol está num signo do elemento Fogo a expressão da identidade é naturalmente viva, enérgica e calorosa. - Sol em Carneiro / Áries: "Sou aquilo que faço". - O processo de auto-conhecimento passa pela acção directa e imediata. Esta pode ser pensada e assertiva ou, pelo contrário, impulsiva e agressiva. - Sol em Leão: "Sou aquilo que manifesto". - O auto-conhecimento passa pela expressão criativa do ego, em função do próprio indivíduo (é auto-referenciado). É generoso e brilhante, mas pode ter um toque de egocentrismo e arrogância. Sol em Sagitário: "Sou aquilo em que acredito". - O conhecimento de si mesmo é feito através da identificação com ideais e filosofias. Tem uma faceta aventureira e optimista, mas por vezes é irresponsável e exagerado, podendo tornar-se dogmático e "evangelizador".

Sol em Signos de Terra - Nos signos do elemento Terra, a expressão da identidade assume um carácter mais reservado e contido, tornando-se funcional e pragmática. - Sol em Touro: "Sou aquilo que tenho". - Conhece-se pela concretização, realização, posse e vivência dos sentidos (ver, saborear, cheirar...). Tem uma faceta estética, estável e concretizadora, mas pode tornar-se possessivo, comodista e boçal. Sol em Virgem: "Sou o que analiso e purifico". - O indivíduo conhece-se pela sua capacidade de análise detalhada e funcional. Pureza, perfeição e eficiência ajudam-no a perceber quem é. Arrisca-se a cair num excesso de criticismo e em perfeccionismos descabidos. Sol em Capricórnio: "Sou um lugar na hierarquia social". - Conhece-se através da estrutura, da ordem e da sua posição nas hierarquias sociais. É esforçado, trabalhador, sóbrio e estratega, mas a sua necessidade de reconhecimento social pode torná-lo rígido, ambicioso e "frio".

Sol em Signos de Ar - Em signos do elemento Ar, o auto-conhecimento é atingido através da visão conceptual do mundo, da comunicação e dos relacionamentos. - Sol em Gémeos: "Sou o que digo e penso". É através da relativização e da experimentação que a identidade se organiza. Oscila entre a superficialidade nervosa e a capacidade de ver todos os aspectos da natureza das coisas. -
Sol em Balança / Libra: "Sou parte de uma relação". - A identidade espelha-se nos outros. Os relacionamentos têm de ser "de igualdade", sejam eles pessoais, sociais ou de negócios. É diplomático e sociável, mas também pode ser muito dependente e indeciso. Sol em Aquário: "Sou a minha diferença/sou o meu grupo". - O processo de consciência passa por uma conceptualização do mundo com base em grandes ideais e ideologias sociais. Tem uma expressão original, diferente, que pode ser muito criativa ou tornar-se excêntrica e rebelde.

Sol em Signos de Água - Quando o Sol está num signo do elemento água a expressão da identidade é naturalmente reservada, sentimental e empática. - Sol em Caranguejo / Câncer: "Sou o que sinto e protejo". - Conhece-se através da busca de segurança e de 'alimento' emocional. Pode oscilar entre uma atitude de 'mãe' (que protege e nutre mas também abafa), ou o de 'filho' (que dá amor e companhia mas exige amor e atenção contínua). - Sol em Escorpião: "Sou aquilo em que me transformo". - Conhece-se através da vivência profunda e intensa das suas emoções. O medo desta turbulência emocional leva-o a resistir, controlar e manipular, no entanto, se superar esta barreira, encontra em si grandes poderes de transformação. - Sol em Peixes: "Sou o absoluto". - Aqui o auto-conhecimento tem como base um sentir muito abrangente. Tem poucas barreiras e absorve o "sentir dos outros" como se fosse seu. É sensível e abnegado, mas pode perder-se nos próprios sentimentos de auto-piedade.


Texto publicado em 8 Março 2009.

.

12 comentários:

Samsara disse...

Olá
Andas mesmo numa fase de organização de informação. Agradeço a partilha, pois todos beneficiamos com isso.

Beijinhos

António Rosa disse...

Olá Patrícia

Pois é. Eu próprio apercebo-me disso. Vamos lá a ver se é uma fase passageira... :)

Beijinho

Astrid Annabelle disse...

Bom dia e bom domingo, dia de Sol!
Gosto imenso dos posts que trazem informações tão bem elaboradas...mais uma página para meu arquivo de astrologia...
Agradeço seu cumprimento por mais um Dia da Mulher.
Um beijo com alegria.
Astrid

valdemir reis disse...

Antonio Rosa valeu! Obrigado por sua visita, fico muito honrado e feliz. Somos felizes quando contribuímos para a felicidade dos nossos semelhantes. Deixo um abraço fraterno e justo. Cada vez que volto aqui me sinto melhor, parabéns. Seu Blog esta a cada dia mais interativo. Sua postagem de excelente qualidade e atrativa, gostei, maravilha! Votos de muito sucesso, de par com os de um ótimo e alegre final de semana. Encontraremos-nos sempre por aqui... Aguardo sua visita. Que a misericórdia divina nos cubra de suas infinitas bênçãos, muita paz, luz e proteção.
Valdemir Reis

Cida Medeiros disse...

Olá,
Sou de São Paulo, Brasil e também Astrologa. Gostei do seu blog. Parabéns!
Cida Medeiros

António Rosa disse...

Valdemir

É sempre simpático receber a sua visita. Sobretudo vindo de um bloguista com ideias tão claras. Muito agradecido. Abraço.

António Rosa disse...

Olá Cida

Gostei de conhecer e ler o seu blog. Universalista e muito elevado. Muito bom.

Agradecido pela sua visita.

Abraço.

António Rosa disse...

Astrid,

Como vão os seus estudos de astrologia? Imagino que bem.
Beijo

hanah disse...

António,

dando continuidade ao post da Patricia, fui garimpar e encontrei mais um pouquinho, gostaria de deixar a partilha.

http://co106w.col106.mail.live.com/mail/InboxLight.aspx?n=1506827190

Abraço

Hanah

irradiandoluz disse...

Putz, é duro encarar a realidade sobre nós mesmos...
Sou um exemplar Touro... mas me esforço para não me limitar a isso...

Abração
Gabriel Dread

hanah disse...

Olá Antonio,

desculpe, ai vai...o endereço quiron

http://www.ambiiris.com/port/trabalhos/pdf/quiron.pdf

António Rosa disse...

Hannah

Muito obrigado. Bjs.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates