Vermelho, vermelhão

12 de agosto de 2009 ·


Vermelho


O fogo seduz-nos com o seu calor convidativo. No entanto, deita labaredas instantâneas se nos aventuramos a chegar demasiado perto. Elemento de conforto e de caos, consome o ar que respiramos e tudo o que se atravessa no seu caminho. O elemento fogo representa a purificação, a coragem, a vontade de ser bem sucedido, o Eu mais elevado, o refinamento, as artes e a transformação.



Pode ser visto como o Sol benevolente durante uma fresca tarde de Verão, ou como o calor escaldante de um deserto inabitável. O fogo é impetuoso e os seus anjos também o são.



Paixão, força, manter a saúde, longevidade física, protecção, necessidades defensivas, impulso, ataque, saúde, energia, vitória. Fogo, o elemento sagrado dos templos e das salas devem ser controlados para existir em harmonia com os humanos.

Nos rituais, a sua força liberta-se, da suave chama da vela à força de uma erupção vulcânica, para se atingirem fins positivos. Tal como o elemento em si, os anjos do fogo são fortes e requintados em forma e semblante. Bravos e destemidos, eles gostam de qualquer coisa que seja robusta e excitante. Os anjos do fogo procuram ajudar os humanos na paixão da criatividade.




O vermelho e o escarlate correspondem à terça-feira.


Os anjos deste dia são Camael, Samuel, Amabiel, Friagne e Hyniel.


Reserve uma parte deste dia para relaxar e de
scansar a mente. No final do dia sente-se num local tranquilo de sua casa e concentre o pensamento em coisas positivas. Imagine um futuro agradável e faça os seus pedidos a Camael. Ao mesmo tempo acenda uma vela vermelha e queime um incenso de absinto. A terça-feira roda em volta das energias de Marte. As terças-feiras são boas para o negócio, as coisas mecânicas, comprar e vender animais, caçar, iniciar estudos, jardinagem, actividades sexuais.

Ritual com o elemento fogo

Este ritual é realizado ao ar livre e é feito para se estabelecer o contacto com a natureza, através do elementos fogo. O regente do
elemento fogo é Miguel. Este ritual dá à pessoa uma grande energia e é especialmente recomendado para indivíduos que se sintam débeis.

Este é um ritual solitário e faz-se numa zona plana, com muita vegetação. É necessário uma vela das que não se apaguem
ao vento, das que se usam para afastar mosquitos e que se acendem ao ar livre. A pessoa deve vestir-se de vermelho ou escarlate e levar consigo uma das pedras regidas pelo elemento fogo: aspe vermelho, heliotrópico.

Senta-se virada para Sul, que pertence ao elemento fogo e a Miguel, e acend
e a vela, cuja base se enterra no solo. Concentra a visão nas chamas da vela e diz:





Bem amado Miguel, regente do elemento fogo
, invoco-te neste momento para estabelecer contacto contigo e com o teu elemento, para que este me dê as energias necessárias para levar a cabo a minha missão na Terra. Peço-to em amor e paz, em nome do Criador do Universo.

Nesta altura a pessoa visualiza-se a entrar n
o centro da chama até esta a rodear completamente. A visualização deve tão forte que possa sentir o calor regenerador do fogo alimentando todo o seu organismo, a sua mente e o seu espírito.

Uma vez dentro da chama, sente-se a presen
ça do grande arcanjo que se aproxima e a envolve numa luz imensa. Deve-se permanecer neste abraço angelical todo o tempo que for possível.

Depois, regressa-se mentalmente ao mundo
material, e à luz da chama. Apaga-se a vela no solo, sem soprá-la.






Anjos associados com o elemento fogo

Anjo do arbusto em chamas: Zagzagel
Anjos dos cometas: Zikiel ou Ziquiel, Akhibel
Anjos das constelações: Kakabel (Kochbiel), Rahtiel
Anjo da criatividade e da imaginação vívida: Samandriel
Anjo do disco do Sol: Chur (persa antigo), Galgaliel
Anjo da boa causa: Nemamiah (anjo guerreiro)
Anjos do fogo: Nathaniel (Nathanel), Arel, Atuniel,
Jehoel, Ardarel, Gabriel, Seraph

Anjo da chama: El Auria, um nome equivalente a Ourial (Uriel)
Anjo da inspiração na arte e na beleza: Hael
Anjos da luz: Isaac, Gabriel, Jesus, Mihr (religião persa), Parvagigar (árabe)
Anjo da luz do dia: Shamshiel
Anjos das luzes (geral): Rafael como regente do Sol, Uriel, Shamshiel




Anjo do amor, da paixão, do romance e das almas gémeas: Anael
Anjos da música: Radueriel, Israfel, Shemiel
Anjo do sucesso e da boa sorte: Barakiel
Anjos da estrela do norte: Abathur, Muzania, Arhum Hii
Anjos das estrelas: Kakabel, Kohabiel
Anjo da estrela do amor: Anael
Anjos da estrela do norte: Abathur, Muzania, Arhum Hii,
e os quatro anjos no mito mandinga
Anjo dos raios do Sol: Schachlil






Meditação para visualizar anjos do fogo

[1]

Apoiar e centrar. Fechem os olhos e respirem fundo três vezes. Se se sentirem nervosos, respirem fundo mais vezes. Descan
sem. Visualizem-se num campo aberto no Verão com o sol do meio-dia sobre vocês.

Perante vós aparece um anjo com asas iridescentes, oferecendo-se para vos levar a um sítio onde as ideias são ilimitadas. Contudo, há uma condição. Devem cavar um buraco fundo e devem enterrar todas as vossas dúvidas, medos e críticas. Vocês concordam e seguem em frente.

De repente, o chão move-se e da vossa negatividade enterrada ergue-se uma árvore dourada do conhecimento. O anjo toca-vos no ombro e vocês pairam no céu azul, sentindo o ar rodopiar à vossa volta em ondas suaves. Isto é o que se chama ser livre.

Em breve será tempo de aterrar. O anjo escolhe uma clareira rodeada por uma floresta de uma beleza suprema. No centro da clareira está um fogo ardente. O anjo instrui-vos a descansarem perto do fogo, prometendo-lhes que as imagens e as ideias que procuram podem ser encontradas dentro das chamas dançantes; ele ou ela diz-vos então que se irão lembrar de todas as imagens e ideias.



[2]

Descontraiam e olhem para as chamas. Não tenham pressa; deixem que as imagens venham à vossa mente. Quando tiverem terminado, deixem que o anjo vos tome novamente a mão e voem de volta à clareira do campo. Descontraiam sob a sombra da árvore dourada do conhecimento. Quando estiverem prontos para voltarem para o estado de acordados, contem de um até cinco e abram os olhos.

Registem as vossas impressões no vosso diário, ou num papel ou num cartão. Se conseguirem boas ideias usem-nas. Se não conseguiram nada, não se preocupem. Tragam o cartão convosco durante alguns dias, e olhem para ele ocasionalmente.

Quanto mais praticarem esta meditação, a criatividade virá mais facilmente. É necessário acreditar que os anjos vos ajudarão e confiar que essa ideia de germinação é um processo em crescimento.[3]

A maior parte das grandes ideias precisam de tempo se infiltrarem no vosso subconsciente antes de se manifestare
m na vossa mente consciente. Se a informação do cartão não vos ajudar, coloquem-no numa caixa e leiam-no um mês depois. Podem ficar agradavelmente surpreendidos com o que escreveram.

Houve alturas em que tive ideias que não se aplicavam ao projecto da altura, mas uns meses mais tarde, encaixavam perfeitamente no que estava a acontecer.




Correspondências com o elemento fogo


Cores: Vermelho, laranja, siena.

Ervas e flores: Girassóis, malmequer, sangue-de-dragão,
pimenta de Caiena, alho, cebola, arruda, louro, giesta.





Metais:
Ouro, latão. - Instrumentos musicais: Instrumentos de corda.

Lugares: Desertos, vulcões, fornos, lareiras, campos de desporto, fontes de água quente, saunas, praias, arenas, salões de beleza, estúdios de dança, de cinema, palcos de teatros, quartos.

Rituais e pedidos: Criatividade, paixão sexual, coragem, força, energia, autoridade, banir, ressonância, destruir o cancro.




Essências:
Fragrâncias altamente estimulantes tais como a buganvília, os citrinos, o lilás, patchuli, cravo-da-índia, olíbano, noz moscada.

Sentido: Visão. - Hora: Meio-dia.

Desportos: Caça, tiro ao alvo, futebol, triatlo,
boxe, kickboxing, artes marciais.




Pedras:
Jaspe vermelho, heliotrópico.

Tipos de rituais: Protecção, objectivos criativos, vela, tempestade, estrela.

Visualização: Qualquer tipo de chama, objectos quentes, estrelas, cometas.





[Antes que me perguntem: as ilustrações escolhidas
não têm nenhuma relação com o conteúdo texto.]


69 comentários:

Giselle Costa disse...
12 de agosto de 2009 às 10:46  

Olá, estou amando seu blog, adorei sua postagem sobre as cores e já estou curiosa pra saber sobre minha cor favorita.

Qdo vi a vermelha lembrei logo da foto do boi Garantido, famosa festa de Parintins dos nossos queridos amazonenses...

Até a próxima
bjs

Siala ap Maeve disse...
12 de agosto de 2009 às 11:33  

Mais uma cor fantástica (e não são todas??), e que por acaso é a que eu estou a usar hoje! A sintonia não podia ser mais perfeita!
As meditações resultam e os anjos revelam-se sempre que nos conectamos na mesma frequência...acreditar é poder ;)
Beijo de Luz

Sonia Beth disse...
12 de agosto de 2009 às 11:55  

Antonio, adorei!

Tenho uma boa pontuação no elemento fogo rsrsrs.

Mas, aviso aos navegantes : eu não queimo , rsrsrs

Os rituais são ótimos !!!
beijocas

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 12:03  

Gisele

Muito obrigado. Também gostei do seu blogue. Por isso, já a estou seguindoe e já se encontra na minha lista de blogues «C0munidade«, para a poder acponhara mais de perto.

Obrigado. Beijo.

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 12:04  

Sonia

Gosto de sabwr que apreciou e se identifica com o lado do elemento fogo. Beijo.

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 12:05  

Siaka

Queres indicar uma cor para um pos próximos textos desta série de cores? Gostaria.

HAZEL disse...
12 de agosto de 2009 às 12:09  

António, bom dia.

Como posso agradecer-lhe?

Aqui vai o copy+paste do comentário-resposta ao seu:

"António Rosa:

Ontem de noite tive muita falta de ar. Passei a noite toda com a janela do quarto aberta e a persiana para cima. E mesmo assim tinha que fazer força para respirar, e o ar parecia que não entrava.

Mas hoje acordei mais tranquila, mais conformada.
Aquela bola de fogo que sentia dentro do meu peito dissolveu-se.

Obrigada por tudo.
Quero dar-lhe um abraço para lhe agradecer, mas só o farei quando tudo passar. Quero ir com o melhor de mim.

É assim que me sinto agora: serena. Pela primeira vez desde há muito, muito tempo.

Obrigada, António.
Beijo"

Isa Grou disse...
12 de agosto de 2009 às 13:11  

Olá António,

Obrigada António.... por mais este aprendizado... adorei o post, pois a cor vermelha é a minha preferida!

"Meditação para visualizar anjos do fogo"
Vou fazer esta meditação... depois te contarei como foi, está bem?

Beijo.

Marise Catrine disse...
12 de agosto de 2009 às 14:13  

Ui, ui
Sempre me identifiquei muito com o vermelho...
Adorei saber mais.
Beijocas dear teacher

ps- tenho encontrado muita paz com o grande livro das orações)

angela disse...
12 de agosto de 2009 às 14:18  

Oi Antonio
Bonita a postagem e o vermelho é uma cor especial.
Você é muito generoso com seus conhecimentos e admiro isso.
O vermelho está ligado a algum signo?
Gostei muito da meditação.
abraços
Angela

Fada Moranga disse...
12 de agosto de 2009 às 14:22  

António, que bela cor!

Sempre gostei muito da 3ªfeira.
E que belas meditações! O arcanjo Miguel anda por todo o lado... Muito bom trabalho de casa. Sugiro é que guardem os apontamentos das meditações em arquivo - não deitem fora! As imagens ou mensagens poderão só fazer sentido meses, anos mais tarde... :-)

Bem haja António, pela surpresa! ;-)
Beijos***deFada

Rosan disse...
12 de agosto de 2009 às 14:24  

Oi Antonio.
Obrigada pela resposta sobre meu ascendente astrologico.

sabe que no geral não gosto da cor vermelha, acho que tenho muita energia ou sei lá e me irrito mais facilmente com a cor vermelha.
Mas gostei muito das dicas do trabalho espiritual, já faço algo assim as vezes no centro espírita com acompanhamento do meu mentor espiritual.
obrigado de novo vou fazer a meditação dos anjos do fogo.
Beijo.

tereza disse...
12 de agosto de 2009 às 14:57  

Agradeço António mais e mais ricas e coloridas informações.
Ante-ontem reli a entrevista de André, caso ele retorne com o site, vc falara...uma pergunta, e faço “poesia”?
beijo

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 15:58  

Hazel

Muito obrigado por ter trazido o seu comentário. De facto, estas últimas horas tenho estado afastado do computador e aind anão tinha visto.

Ainda bem que se sente mais serena. Isso é bom para si e para a sua família.

A sua mãe só partirá quando a sentir estabilizada.

Beijo

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 15:59  

Isa,

Estou mesmo a ir para o meu descanso. Resolvi despedir-me com uma cor quente, pois é a cor do nosso sangue, tão necessário na nossa vida.

Beijo.

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 15:59  

Marise, querida,

Muito obrigado pela tua opinião sobre o Grande Livro de Orações. É o meu livro mais querido.

Beijos.

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 15:59  

Angela,

Os signos Carneiro, Leão e Sagitários são os que se identificam com esta cor. Os do elemento fogo.

Beijo.

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 16:03  

Fada

Esta cor foi escolhida por ti e, por isso, homenageei-te colocando o cabeçalho do Holy Venus, que está lincado ao blogue.

Obrigado pelo testemunho.

Beijo

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 16:03  

Rosan

Foi um prazer. Agora é só descobrir mais coisas através da astrologia. Em Outubro contacte-me para eu analisar o seu mapa. Até lá quero descansar da astrologia. Férias.

Beijo.

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 16:03  

Tereza

Faz poesia, sim senhora. E muito boa.

Beijo

Siala ap Maeve disse...
12 de agosto de 2009 às 16:20  

Antonio, claro que vou aproveitar a dica :)
Há uma cor que eu adoro, que é o cor-de-laraja (a minha sala é pintada em 3 tons de laranja hehehe). Mas como não sei esta cor dá...ponho como segunda hipótese o verde. Uma cor que eu aprendi a gostar com a idade, sendo a minha tonalidade favorita o verde-água e o verde-lima :)
Beijos de luz

HAZEL disse...
12 de agosto de 2009 às 16:22  

António,

Estamos em Lua Minguante.
E - talvez me engane - pressinto que esta lua a vai levar. Infelizmente, as burocracias hospitalares levaram a que ela hoje esteja a ser transferida para uma unidade que presta cuidados paliativos a alguns quilómetros daqui. Só poderei vê-la no fim-de-semana.
Vou levar-lhe alguns cristais e duas penas brancas.
E dizer-lhe baixinho ao ouvido que procure uma luz branca e forte quando chegar o momento.
E que diga à minha avó que nunca me esqueço dela, se a encontrar por lá.
Estou conformada.

Obrigada, mais uma vez. Por tudo.
Desde Sábado, já devo ter emagrecido uns 4 Kgs.
Tenho que recuperar.

Maria Ribeiro disse...
12 de agosto de 2009 às 16:34  

OH, ANTóNIO ROSA ,ATÉ ando a ler, para além de LOBSANG RAMPA, COMO JÀ LHE DISSE,", WICCA", de GARCÍA BAPTISTA...HEI-de chegar a surpreendê-lo...
BEIJITO DE LUSIBERO

tereza disse...
12 de agosto de 2009 às 17:04  

Acredite, pois, estou a saber agora, ali quando vc postou, fiquei sem entender. Ficha cairá...
beijo

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 17:12  

Siala

Também gosto desses tons de verde. Há minutos estava no Google à procura de ilustrações de cor verde para ilustrar um artigo a publicar depois das minhas mini-f
erias. Na editora, uma das paredes é de cor laranja: foi a pedido da Vanessa, uma colaboradora minha.

Beijo

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 17:12  

Hazel,

Faça por não pensar quando é que ela se vai, pois só partirá quando sentir que quem cá deixa está preparado para não a reter.

Ainda bem que está mais conformada. Leve esses cristais e as penas brancas, pois irão reconfortá-la mais a a si. De qualquer forma, cristais por perto é sempre bom.

Alimente-se e tente recuperar. E, sobretudo, dar atenção a si mesma e à Família directa: filho e marido. É hora de união. Certamente que o L. vai querer saber coisas próprias da idade. Tem que estar preparada para ele.

Não se esqueça de comer verdura e alimentos com Omega 3.

Beijo

António Rosa, José disse...
12 de agosto de 2009 às 17:13  

Maria

Você deixa-me surpreendido. Ainda vai ficar uma bruxinha (brincando). Olhe que já cá tenho muitas por aqui e gosto muito da companhia de todas elas.

Surpreenda-me, vá!

Beijo

HAZEL disse...
12 de agosto de 2009 às 19:51  

Obrigada, António.

Seguirei o caminho da resignação e sensatez. Que outro?

Ómega 3 porque faz bem ao coração?
Verduras, sempre.
Gosto sempre de comer salada à refeição.

---//--

Vi o comentário da sua leitora Maria Ribeiro sobre os livros de Lobsang Rampa. São muito bons!
Sou grande fã dele.
Aprendi muito sobre os costumes e tradições tibetanas com os seus livros.

Samsara disse...
12 de agosto de 2009 às 20:53  

Gostei muito António :)

As imagens também estão uma maravilha como é habitual, especialmente uma de uma tal Holy Venus, muito bem enquadrado e adorei aquele cão muito à frente e aquela poltrona maravilhosa, ficava muito catita no meu escritório.

Beijinhos

Mah disse...
12 de agosto de 2009 às 21:27  

Obrigada por me seguir!
Vou colocar seu barner lá nos meus blogs, ok?
Beijinhos

HAZEL disse...
12 de agosto de 2009 às 22:17  

Gosto do vermelho escuro, profundo.
O vermelho faz-me sempre lembrar os filmes de Pedro Almodovar.

Adorei os rituais, tal como o da cor azul.

Estou curiosa para saber o que dirá da cor branca, a minha preferida. E também do laranja e do verde, que vêm logo a seguir na minha lista de cores que mais gosto.

Vai fazer todas as cores, certo?

Um abraço

Maria de Fátima disse...
12 de agosto de 2009 às 22:30  

Olá António, obrigada por falares sobre a minha cor preferida, lol.Gosto muito do vermelho, mas também gosto de todas as outras cores, excepto o amarelo.Já estou como a Sam, adoro a poltrona vermelha e fiquei muito contente por ver a imagem do Holy Venus.Beijocas grandes.

HAZEL disse...
12 de agosto de 2009 às 22:38  

Maria de Fátima, tu adoraste a poltrona, e eu, os brincos. Ahhh como adorava ter uns assim.

O António até parece que adivinha as coisas de que mais gostamos... ;)

Até os sapatinhos atrevidos da última foto eu achei graça. Não que soubesse andar neles, que eu sou adepta das boas e velhas chanatas, mas que achei graça, achei. E achei graça por o António lhes ter achado graça. ;)

(regressando aos poucos...)

marcelo dalla disse...
12 de agosto de 2009 às 22:50  

Querido, mais um post maravilhoso! Que saibamos usar a energia do vermelho, conduzir esta energia para o bem. E que nossa criatividade se intensifique cada vez mais!
Abreijo (adotei mais essa.. rsrs)

Adelaide Figueiredo disse...
13 de agosto de 2009 às 00:11  

António,

Gostei deste vermelho. Arranjou umas óptimas imagens!!!

Até breve

Maria Ribeiro disse...
13 de agosto de 2009 às 00:47  

HAZEL, tenho um recado para ti, no lusibero
BEIJO DE LUSIBERO( Mª RIBEIRO)

Fabiano Mayrink disse...
13 de agosto de 2009 às 04:39  

Ola Antonio, legal o seu post, o foto realmente é um elemento poderoso, porem me identifico mais com o elemento ar e agua, abraços!

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 10:16  

Hazel,

Fiquei contente em saber que já está a normalizar e a interagir com os outros. Isso é muito positivo e vai fazer-lhe bem à alma.

Já li há tantos anos os livros do Lobsang Rampa, mas recordo-me do maravilhado que fiquei quando os li. Foram dos primeiros livros mais espierituais que se conheceram.

Ainda não pensei nas próximas cores, nem sei se vou fazer todas as cores, pois isso implicaria muita investigação. Talvez a verde, mas só depois das minhas mini-férias.

Não é difícil escolher ilustrações das cores. 99% das visitas são mulheres, portanto é fácil ir aos sites certos buscar imagens. :)

Quem está nos sapatinhos atrevidos é socialite nova-iorquina Daphne Guiness, muito famosa por ser muito rica, sempre muito in e sempre acompanhada por rapazinhos de boas famílias (leia-se: ricas) com 25 anos menos que ela. No caso da foto, é o filho de Calvin Klein.

:))))))

Abraço

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 10:16  

SamPat

Estra cor foi feita a pedido da dona do Holy Venus, por isso a inserção do cabeçalho.

Parabéns por teres terminado o curso de astrologia.

Beijo.

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 10:17  

Mah

Muito agradecido pela visita. Nã tenho banners. Apenas um botão.

Abraço

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 10:18  

Maria de Fátima

Basta olhar para o teu avatar para se concluir que gostas do vermelho.

Beijo

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 10:21  

Marcelo

Gostei muito do teu post sobre a criatividade. Daqui a uns dias vou estar ausente da net.

Abreijos.

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 10:21  

Adelaide,

Obrigado. Até breve.

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 10:22  

Fabiano

Também me identifico mais com o elemento ar e água.

Abraço

HAZEL disse...
13 de agosto de 2009 às 12:27  

Também fiquei maravilhada com os livros de Lobsang Rampa quando os descobri há vários anos atrás.

Não sei se será tudo absolutamente verdade, mas sempre desejei saber. Nunca me esqueci do buraco que faziam aos monges, no lugar na 3ª visão, para que a passassem a utilizar plenamente.
Seria mesmo? Ou seria ficção?

Estou francamente mais tranquila, embora não consiga dormir de noite. Mas sei que é normal, e é uma fase passageira.
Quando a minha mãe estiver em paz, também eu estarei.

Então, a seguir vem a cor verde.
Realmente, se fizesse todas as cores, era mesmo muito trabalhoso.
Bem, as principais já cá estão.

Um abraço e um resto de bom dia

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 12:50  

Hazel

«Quando a minha mãe estiver em paz, também eu estarei.»

É um bocadinho ao contrário. O espírito da sua mãe só sossegará quando sentir que a Hazel está preparada, 'aceitando' o que tiver que ser.

Esquecemo-nos muitas vezes desta regra simples, em casos como esse.

adriana disse...
13 de agosto de 2009 às 13:57  

Bom dia, António!

Espero que as falhas de comunicação já estejam se ajeitando, para que você possa apreciar suas pequenas férias com mais tranquilidade.

Hazel,

Peço licença para dizer algo.
O enredo que escrevemos começa em nós.
Ampare sua mãe com serenidade.
Ela a acompanhará nesta harmonia.
E siga os sábios conselhos deixados por António.
Aqui e lá em sua Casa Claridade.

Abraço fraterno,

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 14:36  

Adriana,

Que bom que veio, pois aproveito para me despedir de si. Vou er saudades de todos, mas gosto e prezo muito as nossas breves conversas por aqui e em seus sítios.

Quanto às comunicações já normalizaram. :)

Abraço

adriana disse...
13 de agosto de 2009 às 14:44  

Caro António,
Também prezo muito nossos "diálogos".
Aproveite suas férias, são mais que merecidas!
Aguardo seu retorno.
A&L

HAZEL disse...
13 de agosto de 2009 às 15:47  

António:

Tem razão. Mas, é-me penoso vê-la desfigurada e cheia de tubos. Transtorna-me.
Ficarei em paz quando nos despedirmos, por saber que ela irá uma um sítio melhor.
Até acho que já estou em paz com o facto de ficar sem ela. Assim estava destinado, e tenho que aceitar. Estou a preparar-me.
Tenho passado as noites e os dias a reviver momentos passados. Sinto que ela está a fazer o mesmo.


Adriana:

Obrigada. É um momento para estarmos serenos, de facto. Para nos despedirmos. Estou a aceitar.
O António tem uma capacidade incrível: sabe sempre dizer as palavras certas no momento certo. Quem me dera ser assim um dia.
E tenho seguido os seus conselhos.

Beijos mágicos

adriana disse...
13 de agosto de 2009 às 15:56  

Hazel,

Ao falar com você, converso comigo mesma. E aprendo através de sua Presença.
É assim que a Energia flui.
A&L

HAZEL disse...
13 de agosto de 2009 às 16:03  

Adriana:

Quanta generosidade, querida.
Obrigada.
O sentimento é recíproco.
Um beijo

Anónimo disse...
13 de agosto de 2009 às 17:16  

Tanto vermelhinho! Sempre gostei de vermelho.

Há muito tempo que não acendo uma vela, tenho uma 'coisa'(não me lembro do nome)para apagar as velas. Porquê que não se deve soprar as velas?

Violeta Encarnada, um belo tom de vermelho, também :)
(a internet do meu computador avariou, estou no do emprego, demora muito a fazer o login para comentar como blogueira)
Vi que está quase a ir de férias. Boas férias, Maestro!

adriana disse...
13 de agosto de 2009 às 18:08  

António e Hazel,
Namaste!

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 18:13  

Violeta

É certo, estou quase a ir para um descanso de alguns dias. Muito obrigado.

Rui António Santos disse...
13 de agosto de 2009 às 19:04  

António desejo umas boas e merecidas férias.

Tambem gosto muito de vermelho e acho o fogo muito envolvente, mas tambem não se pode chegar muito perto e quando em excesso ele queima.

Das fotos ainda que não temha a ver com o conteudo gostei daquele cão Punk.

Ele devia estar a atravessar um trãnsito qualquer de Urano.

Tudo de bom e até ao seu regresso

Abraço

tereza disse...
13 de agosto de 2009 às 19:21  

Ola Grande Coração, ate já.
beijos

Samsara disse...
13 de agosto de 2009 às 19:30  

Olá António

Então está tudo explicado :)) foi a pedido, lol

Vm desejar-te um bom descanso nestas tuas miniférias e claro também que te divirtas, pois também faz parte.

Beijinhos

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 20:02  

Tereza

:) Até já.

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 20:02  

Rui

O cão punk é o máximo. Até depois. Só começo as minhas férias no sábado. Abraço.

António Rosa, José disse...
13 de agosto de 2009 às 20:02  

SamPat

É isso. a cor foi a pedido. :))))
Beijos

. disse...
13 de agosto de 2009 às 22:20  

André Agui.
Até então só prestava atenção na falta das cores agora vejo que há outras coisas nelas. Voltarei!

Abração!

Adelaide Figueiredo disse...
13 de agosto de 2009 às 23:44  

António,

Boas férias. Divirta-se e descanse.

Abraço

Adelson (Gerenciando Blog) disse...
14 de agosto de 2009 às 01:00  

Olá, António!

Gostei mesmo deste artigo sobre a cor vermelha, minha favorita. Até em meus blogs ela domina o espaço.

Nunca imaginei que pudesse haver tanto por trás dela.

Como sempre, seu ótimo blog e seus ótimos textos são muito esclarecedores!

Grande abraço!

HSLO disse...
14 de agosto de 2009 às 01:38  

Gostei muito do seu blog...já sou um seguidor, pois voltarei outras vezes.


Vou te linkar aos meus favoritos.


abraços

Hugo

António Rosa, José disse...
14 de agosto de 2009 às 07:24  

André

Obrigado pela visita e volta sempre. Tem blogue?

Abraço

António Rosa, José disse...
14 de agosto de 2009 às 07:24  

Adelaide

Muito obrigado.

Abraço

António Rosa, José disse...
14 de agosto de 2009 às 07:25  

Adelson

Grato pela sua visita. Acabei de publicar o meu último post antes de entrar de férias e lá encontra tem um selo para si.

As cores introduzem mistérios na vida ... :)

Abraço e até daqui a uns dias.

António Rosa, José disse...
14 de agosto de 2009 às 07:25  

Hugo

Também gostei muito do teu blogue, que já está na minha lista «Comunidade».

Abraço.

12 de agosto de 2009

Vermelho, vermelhão


Vermelho


O fogo seduz-nos com o seu calor convidativo. No entanto, deita labaredas instantâneas se nos aventuramos a chegar demasiado perto. Elemento de conforto e de caos, consome o ar que respiramos e tudo o que se atravessa no seu caminho. O elemento fogo representa a purificação, a coragem, a vontade de ser bem sucedido, o Eu mais elevado, o refinamento, as artes e a transformação.



Pode ser visto como o Sol benevolente durante uma fresca tarde de Verão, ou como o calor escaldante de um deserto inabitável. O fogo é impetuoso e os seus anjos também o são.



Paixão, força, manter a saúde, longevidade física, protecção, necessidades defensivas, impulso, ataque, saúde, energia, vitória. Fogo, o elemento sagrado dos templos e das salas devem ser controlados para existir em harmonia com os humanos.

Nos rituais, a sua força liberta-se, da suave chama da vela à força de uma erupção vulcânica, para se atingirem fins positivos. Tal como o elemento em si, os anjos do fogo são fortes e requintados em forma e semblante. Bravos e destemidos, eles gostam de qualquer coisa que seja robusta e excitante. Os anjos do fogo procuram ajudar os humanos na paixão da criatividade.




O vermelho e o escarlate correspondem à terça-feira.


Os anjos deste dia são Camael, Samuel, Amabiel, Friagne e Hyniel.


Reserve uma parte deste dia para relaxar e de
scansar a mente. No final do dia sente-se num local tranquilo de sua casa e concentre o pensamento em coisas positivas. Imagine um futuro agradável e faça os seus pedidos a Camael. Ao mesmo tempo acenda uma vela vermelha e queime um incenso de absinto. A terça-feira roda em volta das energias de Marte. As terças-feiras são boas para o negócio, as coisas mecânicas, comprar e vender animais, caçar, iniciar estudos, jardinagem, actividades sexuais.

Ritual com o elemento fogo

Este ritual é realizado ao ar livre e é feito para se estabelecer o contacto com a natureza, através do elementos fogo. O regente do
elemento fogo é Miguel. Este ritual dá à pessoa uma grande energia e é especialmente recomendado para indivíduos que se sintam débeis.

Este é um ritual solitário e faz-se numa zona plana, com muita vegetação. É necessário uma vela das que não se apaguem
ao vento, das que se usam para afastar mosquitos e que se acendem ao ar livre. A pessoa deve vestir-se de vermelho ou escarlate e levar consigo uma das pedras regidas pelo elemento fogo: aspe vermelho, heliotrópico.

Senta-se virada para Sul, que pertence ao elemento fogo e a Miguel, e acend
e a vela, cuja base se enterra no solo. Concentra a visão nas chamas da vela e diz:





Bem amado Miguel, regente do elemento fogo
, invoco-te neste momento para estabelecer contacto contigo e com o teu elemento, para que este me dê as energias necessárias para levar a cabo a minha missão na Terra. Peço-to em amor e paz, em nome do Criador do Universo.

Nesta altura a pessoa visualiza-se a entrar n
o centro da chama até esta a rodear completamente. A visualização deve tão forte que possa sentir o calor regenerador do fogo alimentando todo o seu organismo, a sua mente e o seu espírito.

Uma vez dentro da chama, sente-se a presen
ça do grande arcanjo que se aproxima e a envolve numa luz imensa. Deve-se permanecer neste abraço angelical todo o tempo que for possível.

Depois, regressa-se mentalmente ao mundo
material, e à luz da chama. Apaga-se a vela no solo, sem soprá-la.






Anjos associados com o elemento fogo

Anjo do arbusto em chamas: Zagzagel
Anjos dos cometas: Zikiel ou Ziquiel, Akhibel
Anjos das constelações: Kakabel (Kochbiel), Rahtiel
Anjo da criatividade e da imaginação vívida: Samandriel
Anjo do disco do Sol: Chur (persa antigo), Galgaliel
Anjo da boa causa: Nemamiah (anjo guerreiro)
Anjos do fogo: Nathaniel (Nathanel), Arel, Atuniel,
Jehoel, Ardarel, Gabriel, Seraph

Anjo da chama: El Auria, um nome equivalente a Ourial (Uriel)
Anjo da inspiração na arte e na beleza: Hael
Anjos da luz: Isaac, Gabriel, Jesus, Mihr (religião persa), Parvagigar (árabe)
Anjo da luz do dia: Shamshiel
Anjos das luzes (geral): Rafael como regente do Sol, Uriel, Shamshiel




Anjo do amor, da paixão, do romance e das almas gémeas: Anael
Anjos da música: Radueriel, Israfel, Shemiel
Anjo do sucesso e da boa sorte: Barakiel
Anjos da estrela do norte: Abathur, Muzania, Arhum Hii
Anjos das estrelas: Kakabel, Kohabiel
Anjo da estrela do amor: Anael
Anjos da estrela do norte: Abathur, Muzania, Arhum Hii,
e os quatro anjos no mito mandinga
Anjo dos raios do Sol: Schachlil






Meditação para visualizar anjos do fogo

[1]

Apoiar e centrar. Fechem os olhos e respirem fundo três vezes. Se se sentirem nervosos, respirem fundo mais vezes. Descan
sem. Visualizem-se num campo aberto no Verão com o sol do meio-dia sobre vocês.

Perante vós aparece um anjo com asas iridescentes, oferecendo-se para vos levar a um sítio onde as ideias são ilimitadas. Contudo, há uma condição. Devem cavar um buraco fundo e devem enterrar todas as vossas dúvidas, medos e críticas. Vocês concordam e seguem em frente.

De repente, o chão move-se e da vossa negatividade enterrada ergue-se uma árvore dourada do conhecimento. O anjo toca-vos no ombro e vocês pairam no céu azul, sentindo o ar rodopiar à vossa volta em ondas suaves. Isto é o que se chama ser livre.

Em breve será tempo de aterrar. O anjo escolhe uma clareira rodeada por uma floresta de uma beleza suprema. No centro da clareira está um fogo ardente. O anjo instrui-vos a descansarem perto do fogo, prometendo-lhes que as imagens e as ideias que procuram podem ser encontradas dentro das chamas dançantes; ele ou ela diz-vos então que se irão lembrar de todas as imagens e ideias.



[2]

Descontraiam e olhem para as chamas. Não tenham pressa; deixem que as imagens venham à vossa mente. Quando tiverem terminado, deixem que o anjo vos tome novamente a mão e voem de volta à clareira do campo. Descontraiam sob a sombra da árvore dourada do conhecimento. Quando estiverem prontos para voltarem para o estado de acordados, contem de um até cinco e abram os olhos.

Registem as vossas impressões no vosso diário, ou num papel ou num cartão. Se conseguirem boas ideias usem-nas. Se não conseguiram nada, não se preocupem. Tragam o cartão convosco durante alguns dias, e olhem para ele ocasionalmente.

Quanto mais praticarem esta meditação, a criatividade virá mais facilmente. É necessário acreditar que os anjos vos ajudarão e confiar que essa ideia de germinação é um processo em crescimento.[3]

A maior parte das grandes ideias precisam de tempo se infiltrarem no vosso subconsciente antes de se manifestare
m na vossa mente consciente. Se a informação do cartão não vos ajudar, coloquem-no numa caixa e leiam-no um mês depois. Podem ficar agradavelmente surpreendidos com o que escreveram.

Houve alturas em que tive ideias que não se aplicavam ao projecto da altura, mas uns meses mais tarde, encaixavam perfeitamente no que estava a acontecer.




Correspondências com o elemento fogo


Cores: Vermelho, laranja, siena.

Ervas e flores: Girassóis, malmequer, sangue-de-dragão,
pimenta de Caiena, alho, cebola, arruda, louro, giesta.





Metais:
Ouro, latão. - Instrumentos musicais: Instrumentos de corda.

Lugares: Desertos, vulcões, fornos, lareiras, campos de desporto, fontes de água quente, saunas, praias, arenas, salões de beleza, estúdios de dança, de cinema, palcos de teatros, quartos.

Rituais e pedidos: Criatividade, paixão sexual, coragem, força, energia, autoridade, banir, ressonância, destruir o cancro.




Essências:
Fragrâncias altamente estimulantes tais como a buganvília, os citrinos, o lilás, patchuli, cravo-da-índia, olíbano, noz moscada.

Sentido: Visão. - Hora: Meio-dia.

Desportos: Caça, tiro ao alvo, futebol, triatlo,
boxe, kickboxing, artes marciais.




Pedras:
Jaspe vermelho, heliotrópico.

Tipos de rituais: Protecção, objectivos criativos, vela, tempestade, estrela.

Visualização: Qualquer tipo de chama, objectos quentes, estrelas, cometas.





[Antes que me perguntem: as ilustrações escolhidas
não têm nenhuma relação com o conteúdo texto.]


69 comentários:

Giselle Costa disse...

Olá, estou amando seu blog, adorei sua postagem sobre as cores e já estou curiosa pra saber sobre minha cor favorita.

Qdo vi a vermelha lembrei logo da foto do boi Garantido, famosa festa de Parintins dos nossos queridos amazonenses...

Até a próxima
bjs

Siala ap Maeve disse...

Mais uma cor fantástica (e não são todas??), e que por acaso é a que eu estou a usar hoje! A sintonia não podia ser mais perfeita!
As meditações resultam e os anjos revelam-se sempre que nos conectamos na mesma frequência...acreditar é poder ;)
Beijo de Luz

Sonia Beth disse...

Antonio, adorei!

Tenho uma boa pontuação no elemento fogo rsrsrs.

Mas, aviso aos navegantes : eu não queimo , rsrsrs

Os rituais são ótimos !!!
beijocas

António Rosa, José disse...

Gisele

Muito obrigado. Também gostei do seu blogue. Por isso, já a estou seguindoe e já se encontra na minha lista de blogues «C0munidade«, para a poder acponhara mais de perto.

Obrigado. Beijo.

António Rosa, José disse...

Sonia

Gosto de sabwr que apreciou e se identifica com o lado do elemento fogo. Beijo.

António Rosa, José disse...

Siaka

Queres indicar uma cor para um pos próximos textos desta série de cores? Gostaria.

HAZEL disse...

António, bom dia.

Como posso agradecer-lhe?

Aqui vai o copy+paste do comentário-resposta ao seu:

"António Rosa:

Ontem de noite tive muita falta de ar. Passei a noite toda com a janela do quarto aberta e a persiana para cima. E mesmo assim tinha que fazer força para respirar, e o ar parecia que não entrava.

Mas hoje acordei mais tranquila, mais conformada.
Aquela bola de fogo que sentia dentro do meu peito dissolveu-se.

Obrigada por tudo.
Quero dar-lhe um abraço para lhe agradecer, mas só o farei quando tudo passar. Quero ir com o melhor de mim.

É assim que me sinto agora: serena. Pela primeira vez desde há muito, muito tempo.

Obrigada, António.
Beijo"

Isa Grou disse...

Olá António,

Obrigada António.... por mais este aprendizado... adorei o post, pois a cor vermelha é a minha preferida!

"Meditação para visualizar anjos do fogo"
Vou fazer esta meditação... depois te contarei como foi, está bem?

Beijo.

Marise Catrine disse...

Ui, ui
Sempre me identifiquei muito com o vermelho...
Adorei saber mais.
Beijocas dear teacher

ps- tenho encontrado muita paz com o grande livro das orações)

angela disse...

Oi Antonio
Bonita a postagem e o vermelho é uma cor especial.
Você é muito generoso com seus conhecimentos e admiro isso.
O vermelho está ligado a algum signo?
Gostei muito da meditação.
abraços
Angela

Fada Moranga disse...

António, que bela cor!

Sempre gostei muito da 3ªfeira.
E que belas meditações! O arcanjo Miguel anda por todo o lado... Muito bom trabalho de casa. Sugiro é que guardem os apontamentos das meditações em arquivo - não deitem fora! As imagens ou mensagens poderão só fazer sentido meses, anos mais tarde... :-)

Bem haja António, pela surpresa! ;-)
Beijos***deFada

Rosan disse...

Oi Antonio.
Obrigada pela resposta sobre meu ascendente astrologico.

sabe que no geral não gosto da cor vermelha, acho que tenho muita energia ou sei lá e me irrito mais facilmente com a cor vermelha.
Mas gostei muito das dicas do trabalho espiritual, já faço algo assim as vezes no centro espírita com acompanhamento do meu mentor espiritual.
obrigado de novo vou fazer a meditação dos anjos do fogo.
Beijo.

tereza disse...

Agradeço António mais e mais ricas e coloridas informações.
Ante-ontem reli a entrevista de André, caso ele retorne com o site, vc falara...uma pergunta, e faço “poesia”?
beijo

António Rosa, José disse...

Hazel

Muito obrigado por ter trazido o seu comentário. De facto, estas últimas horas tenho estado afastado do computador e aind anão tinha visto.

Ainda bem que se sente mais serena. Isso é bom para si e para a sua família.

A sua mãe só partirá quando a sentir estabilizada.

Beijo

António Rosa, José disse...

Isa,

Estou mesmo a ir para o meu descanso. Resolvi despedir-me com uma cor quente, pois é a cor do nosso sangue, tão necessário na nossa vida.

Beijo.

António Rosa, José disse...

Marise, querida,

Muito obrigado pela tua opinião sobre o Grande Livro de Orações. É o meu livro mais querido.

Beijos.

António Rosa, José disse...

Angela,

Os signos Carneiro, Leão e Sagitários são os que se identificam com esta cor. Os do elemento fogo.

Beijo.

António Rosa, José disse...

Fada

Esta cor foi escolhida por ti e, por isso, homenageei-te colocando o cabeçalho do Holy Venus, que está lincado ao blogue.

Obrigado pelo testemunho.

Beijo

António Rosa, José disse...

Rosan

Foi um prazer. Agora é só descobrir mais coisas através da astrologia. Em Outubro contacte-me para eu analisar o seu mapa. Até lá quero descansar da astrologia. Férias.

Beijo.

António Rosa, José disse...

Tereza

Faz poesia, sim senhora. E muito boa.

Beijo

Siala ap Maeve disse...

Antonio, claro que vou aproveitar a dica :)
Há uma cor que eu adoro, que é o cor-de-laraja (a minha sala é pintada em 3 tons de laranja hehehe). Mas como não sei esta cor dá...ponho como segunda hipótese o verde. Uma cor que eu aprendi a gostar com a idade, sendo a minha tonalidade favorita o verde-água e o verde-lima :)
Beijos de luz

HAZEL disse...

António,

Estamos em Lua Minguante.
E - talvez me engane - pressinto que esta lua a vai levar. Infelizmente, as burocracias hospitalares levaram a que ela hoje esteja a ser transferida para uma unidade que presta cuidados paliativos a alguns quilómetros daqui. Só poderei vê-la no fim-de-semana.
Vou levar-lhe alguns cristais e duas penas brancas.
E dizer-lhe baixinho ao ouvido que procure uma luz branca e forte quando chegar o momento.
E que diga à minha avó que nunca me esqueço dela, se a encontrar por lá.
Estou conformada.

Obrigada, mais uma vez. Por tudo.
Desde Sábado, já devo ter emagrecido uns 4 Kgs.
Tenho que recuperar.

Maria Ribeiro disse...

OH, ANTóNIO ROSA ,ATÉ ando a ler, para além de LOBSANG RAMPA, COMO JÀ LHE DISSE,", WICCA", de GARCÍA BAPTISTA...HEI-de chegar a surpreendê-lo...
BEIJITO DE LUSIBERO

tereza disse...

Acredite, pois, estou a saber agora, ali quando vc postou, fiquei sem entender. Ficha cairá...
beijo

António Rosa, José disse...

Siala

Também gosto desses tons de verde. Há minutos estava no Google à procura de ilustrações de cor verde para ilustrar um artigo a publicar depois das minhas mini-f
erias. Na editora, uma das paredes é de cor laranja: foi a pedido da Vanessa, uma colaboradora minha.

Beijo

António Rosa, José disse...

Hazel,

Faça por não pensar quando é que ela se vai, pois só partirá quando sentir que quem cá deixa está preparado para não a reter.

Ainda bem que está mais conformada. Leve esses cristais e as penas brancas, pois irão reconfortá-la mais a a si. De qualquer forma, cristais por perto é sempre bom.

Alimente-se e tente recuperar. E, sobretudo, dar atenção a si mesma e à Família directa: filho e marido. É hora de união. Certamente que o L. vai querer saber coisas próprias da idade. Tem que estar preparada para ele.

Não se esqueça de comer verdura e alimentos com Omega 3.

Beijo

António Rosa, José disse...

Maria

Você deixa-me surpreendido. Ainda vai ficar uma bruxinha (brincando). Olhe que já cá tenho muitas por aqui e gosto muito da companhia de todas elas.

Surpreenda-me, vá!

Beijo

HAZEL disse...

Obrigada, António.

Seguirei o caminho da resignação e sensatez. Que outro?

Ómega 3 porque faz bem ao coração?
Verduras, sempre.
Gosto sempre de comer salada à refeição.

---//--

Vi o comentário da sua leitora Maria Ribeiro sobre os livros de Lobsang Rampa. São muito bons!
Sou grande fã dele.
Aprendi muito sobre os costumes e tradições tibetanas com os seus livros.

Samsara disse...

Gostei muito António :)

As imagens também estão uma maravilha como é habitual, especialmente uma de uma tal Holy Venus, muito bem enquadrado e adorei aquele cão muito à frente e aquela poltrona maravilhosa, ficava muito catita no meu escritório.

Beijinhos

Mah disse...

Obrigada por me seguir!
Vou colocar seu barner lá nos meus blogs, ok?
Beijinhos

HAZEL disse...

Gosto do vermelho escuro, profundo.
O vermelho faz-me sempre lembrar os filmes de Pedro Almodovar.

Adorei os rituais, tal como o da cor azul.

Estou curiosa para saber o que dirá da cor branca, a minha preferida. E também do laranja e do verde, que vêm logo a seguir na minha lista de cores que mais gosto.

Vai fazer todas as cores, certo?

Um abraço

Maria de Fátima disse...

Olá António, obrigada por falares sobre a minha cor preferida, lol.Gosto muito do vermelho, mas também gosto de todas as outras cores, excepto o amarelo.Já estou como a Sam, adoro a poltrona vermelha e fiquei muito contente por ver a imagem do Holy Venus.Beijocas grandes.

HAZEL disse...

Maria de Fátima, tu adoraste a poltrona, e eu, os brincos. Ahhh como adorava ter uns assim.

O António até parece que adivinha as coisas de que mais gostamos... ;)

Até os sapatinhos atrevidos da última foto eu achei graça. Não que soubesse andar neles, que eu sou adepta das boas e velhas chanatas, mas que achei graça, achei. E achei graça por o António lhes ter achado graça. ;)

(regressando aos poucos...)

marcelo dalla disse...

Querido, mais um post maravilhoso! Que saibamos usar a energia do vermelho, conduzir esta energia para o bem. E que nossa criatividade se intensifique cada vez mais!
Abreijo (adotei mais essa.. rsrs)

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Gostei deste vermelho. Arranjou umas óptimas imagens!!!

Até breve

Maria Ribeiro disse...

HAZEL, tenho um recado para ti, no lusibero
BEIJO DE LUSIBERO( Mª RIBEIRO)

Fabiano Mayrink disse...

Ola Antonio, legal o seu post, o foto realmente é um elemento poderoso, porem me identifico mais com o elemento ar e agua, abraços!

António Rosa, José disse...

Hazel,

Fiquei contente em saber que já está a normalizar e a interagir com os outros. Isso é muito positivo e vai fazer-lhe bem à alma.

Já li há tantos anos os livros do Lobsang Rampa, mas recordo-me do maravilhado que fiquei quando os li. Foram dos primeiros livros mais espierituais que se conheceram.

Ainda não pensei nas próximas cores, nem sei se vou fazer todas as cores, pois isso implicaria muita investigação. Talvez a verde, mas só depois das minhas mini-férias.

Não é difícil escolher ilustrações das cores. 99% das visitas são mulheres, portanto é fácil ir aos sites certos buscar imagens. :)

Quem está nos sapatinhos atrevidos é socialite nova-iorquina Daphne Guiness, muito famosa por ser muito rica, sempre muito in e sempre acompanhada por rapazinhos de boas famílias (leia-se: ricas) com 25 anos menos que ela. No caso da foto, é o filho de Calvin Klein.

:))))))

Abraço

António Rosa, José disse...

SamPat

Estra cor foi feita a pedido da dona do Holy Venus, por isso a inserção do cabeçalho.

Parabéns por teres terminado o curso de astrologia.

Beijo.

António Rosa, José disse...

Mah

Muito agradecido pela visita. Nã tenho banners. Apenas um botão.

Abraço

António Rosa, José disse...

Maria de Fátima

Basta olhar para o teu avatar para se concluir que gostas do vermelho.

Beijo

António Rosa, José disse...

Marcelo

Gostei muito do teu post sobre a criatividade. Daqui a uns dias vou estar ausente da net.

Abreijos.

António Rosa, José disse...

Adelaide,

Obrigado. Até breve.

António Rosa, José disse...

Fabiano

Também me identifico mais com o elemento ar e água.

Abraço

HAZEL disse...

Também fiquei maravilhada com os livros de Lobsang Rampa quando os descobri há vários anos atrás.

Não sei se será tudo absolutamente verdade, mas sempre desejei saber. Nunca me esqueci do buraco que faziam aos monges, no lugar na 3ª visão, para que a passassem a utilizar plenamente.
Seria mesmo? Ou seria ficção?

Estou francamente mais tranquila, embora não consiga dormir de noite. Mas sei que é normal, e é uma fase passageira.
Quando a minha mãe estiver em paz, também eu estarei.

Então, a seguir vem a cor verde.
Realmente, se fizesse todas as cores, era mesmo muito trabalhoso.
Bem, as principais já cá estão.

Um abraço e um resto de bom dia

António Rosa, José disse...

Hazel

«Quando a minha mãe estiver em paz, também eu estarei.»

É um bocadinho ao contrário. O espírito da sua mãe só sossegará quando sentir que a Hazel está preparada, 'aceitando' o que tiver que ser.

Esquecemo-nos muitas vezes desta regra simples, em casos como esse.

adriana disse...

Bom dia, António!

Espero que as falhas de comunicação já estejam se ajeitando, para que você possa apreciar suas pequenas férias com mais tranquilidade.

Hazel,

Peço licença para dizer algo.
O enredo que escrevemos começa em nós.
Ampare sua mãe com serenidade.
Ela a acompanhará nesta harmonia.
E siga os sábios conselhos deixados por António.
Aqui e lá em sua Casa Claridade.

Abraço fraterno,

António Rosa, José disse...

Adriana,

Que bom que veio, pois aproveito para me despedir de si. Vou er saudades de todos, mas gosto e prezo muito as nossas breves conversas por aqui e em seus sítios.

Quanto às comunicações já normalizaram. :)

Abraço

adriana disse...

Caro António,
Também prezo muito nossos "diálogos".
Aproveite suas férias, são mais que merecidas!
Aguardo seu retorno.
A&L

HAZEL disse...

António:

Tem razão. Mas, é-me penoso vê-la desfigurada e cheia de tubos. Transtorna-me.
Ficarei em paz quando nos despedirmos, por saber que ela irá uma um sítio melhor.
Até acho que já estou em paz com o facto de ficar sem ela. Assim estava destinado, e tenho que aceitar. Estou a preparar-me.
Tenho passado as noites e os dias a reviver momentos passados. Sinto que ela está a fazer o mesmo.


Adriana:

Obrigada. É um momento para estarmos serenos, de facto. Para nos despedirmos. Estou a aceitar.
O António tem uma capacidade incrível: sabe sempre dizer as palavras certas no momento certo. Quem me dera ser assim um dia.
E tenho seguido os seus conselhos.

Beijos mágicos

adriana disse...

Hazel,

Ao falar com você, converso comigo mesma. E aprendo através de sua Presença.
É assim que a Energia flui.
A&L

HAZEL disse...

Adriana:

Quanta generosidade, querida.
Obrigada.
O sentimento é recíproco.
Um beijo

Anónimo disse...

Tanto vermelhinho! Sempre gostei de vermelho.

Há muito tempo que não acendo uma vela, tenho uma 'coisa'(não me lembro do nome)para apagar as velas. Porquê que não se deve soprar as velas?

Violeta Encarnada, um belo tom de vermelho, também :)
(a internet do meu computador avariou, estou no do emprego, demora muito a fazer o login para comentar como blogueira)
Vi que está quase a ir de férias. Boas férias, Maestro!

adriana disse...

António e Hazel,
Namaste!

António Rosa, José disse...

Violeta

É certo, estou quase a ir para um descanso de alguns dias. Muito obrigado.

Rui António Santos disse...

António desejo umas boas e merecidas férias.

Tambem gosto muito de vermelho e acho o fogo muito envolvente, mas tambem não se pode chegar muito perto e quando em excesso ele queima.

Das fotos ainda que não temha a ver com o conteudo gostei daquele cão Punk.

Ele devia estar a atravessar um trãnsito qualquer de Urano.

Tudo de bom e até ao seu regresso

Abraço

tereza disse...

Ola Grande Coração, ate já.
beijos

Samsara disse...

Olá António

Então está tudo explicado :)) foi a pedido, lol

Vm desejar-te um bom descanso nestas tuas miniférias e claro também que te divirtas, pois também faz parte.

Beijinhos

António Rosa, José disse...

Tereza

:) Até já.

António Rosa, José disse...

Rui

O cão punk é o máximo. Até depois. Só começo as minhas férias no sábado. Abraço.

António Rosa, José disse...

SamPat

É isso. a cor foi a pedido. :))))
Beijos

. disse...

André Agui.
Até então só prestava atenção na falta das cores agora vejo que há outras coisas nelas. Voltarei!

Abração!

Adelaide Figueiredo disse...

António,

Boas férias. Divirta-se e descanse.

Abraço

Adelson (Gerenciando Blog) disse...

Olá, António!

Gostei mesmo deste artigo sobre a cor vermelha, minha favorita. Até em meus blogs ela domina o espaço.

Nunca imaginei que pudesse haver tanto por trás dela.

Como sempre, seu ótimo blog e seus ótimos textos são muito esclarecedores!

Grande abraço!

HSLO disse...

Gostei muito do seu blog...já sou um seguidor, pois voltarei outras vezes.


Vou te linkar aos meus favoritos.


abraços

Hugo

António Rosa, José disse...

André

Obrigado pela visita e volta sempre. Tem blogue?

Abraço

António Rosa, José disse...

Adelaide

Muito obrigado.

Abraço

António Rosa, José disse...

Adelson

Grato pela sua visita. Acabei de publicar o meu último post antes de entrar de férias e lá encontra tem um selo para si.

As cores introduzem mistérios na vida ... :)

Abraço e até daqui a uns dias.

António Rosa, José disse...

Hugo

Também gostei muito do teu blogue, que já está na minha lista «Comunidade».

Abraço.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates