É necessário

26 de janeiro de 2009 ·

Saber astrologia e fazer astrologia, analisando mapas com consistência, são coisas muito diferentes. Parece haver um «je ne sais quois» que nos impede de termos uma abordagem simples, frugal e organizada na análise das variáveis astrológicas. Complicamos muito, a maioria das vezes, por insegurança.

Por isso, estou muito feliz com as pessoas que, corajosamente, frequentam as salas de exercícios do fórum do site da Escola de Astrologia Nova-Lis e praticam imenso, sobretudo a simplificarem, a terem um olhar astrológico, uma visão e abordagem adequadas, respondendo a exercícios bastante complexos. Andamos nestas práticas, há vários meses.

Deixo uma recomendação:

Clicando aqui, leia quem sabe muito destes assuntos.

Antes de clicar leia este aviso:
se não estiver registado e autenticado no site da Nova-Lis, ao clicar, vai parar a uma página que lhe diz isto, entre outras coisas:
Por favor tente uma das seguintes páginas: Entrada.
Clique em "Entrada".
Se já estiver registado basta autenticar-se.
Ou, aproveite e registe-se para poder ler o artigo
e conhecer o site.


18 comentários:

Ana Cristina disse...
26 de janeiro de 2009 às 20:13  

António, isto é realmente OURO, O Noel é um Mestre nesta arte de ligar e fazer sentido, os ensaios dele são dignos e merecedores de várias leituras, tanta é a informação que ali está que se torna difícil a sua total assimilação de um só fôlego.
E nós privilegiados por o conhecermos.:-)

Maria Paula Ribeiro disse...
26 de janeiro de 2009 às 21:01  

António,

"Clicando aqui..." dá erro... :-(

Mas como me toca a mim, o de fazer os exercícios, apenas dizer a todos os leitores que por aqui passam, e não passam, que:

eu ainda sou do tempo, em que aprender é sinónimo de PRATICAR,
sou do tempo de ter de SABER a tabuada, e não pegar na calculadora,
de fazer cálculos mentalmente e por aí fora...

Por isso, seria igual "a passar de cavalo para burro" se não praticasse nos exercícios.

Com um professor exímio em ENSINAR, ORIENTAR, COOPERAR E CONVIVER que tenho, só posso AGRADECER o que ganho com isso. Pena tenho dos que não conhecem esse sabor! :-)

OBRIGADO

António Rosa disse...
26 de janeiro de 2009 às 22:32  

Ana Cristina,

Amanhã à tarde, o artigo do Noel entrará na página inicial do site.

Completamente de acordo consigo.

=)

António Rosa disse...
26 de janeiro de 2009 às 22:33  

Maria Paula,

Muito obrigado pelas tuas palavras generosas.

Como eu estou permanentemente «autenticado» no site não me apercebi disso.

Já deixei no post um aviso a explicar como fazer.

Beijo

adelaide fiogueiredo disse...
26 de janeiro de 2009 às 23:30  

António

É sempre com prazer que participo nos exercícios. Foi no ano passado em Março que por acaso fui ao Fórum e vi o 1º enunciado. Fiquei com um certo receio, mas enchi-me de coragem. Sabia alguma coisa de astrologia através de pesquisas mas a Escola Nova-Lis foi a porta maior que se abriu. Depois nunca mais consegui parar. Devo-o ao António que me tem ensinado a ver as análises astrológicas de uma maneira mais correcta do que eu as via, embora ainda me falte muito chegar à perfeição.

Mais uma vez obrigada por me dar hipótese de consigo e com todos os participantes conseguirmos fazer estes exercícios. São estes testes a verdadeira chave da aprendizagem, que eu sei, que está longe, mas que continuará em frente.

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...
27 de janeiro de 2009 às 07:32  

Adelaide,

Março? Os exercícios existem desde Março? Quer dizer que em breve vamos comemorar o 1º aniversário desta longa caminhada.

Não dei pelo tempo passar. Significa que foi muito bom e que eu tenho estado muito bem acompanhado.

Muito agradecido pela sua companhia constante.

Grato e abraço.

Jaqueline Sales disse...
27 de janeiro de 2009 às 11:37  

Vi seu comentário no Andre, Mandala Astrológica, então resolvi dar uma passada para ver seu trabalho e conhecer um pouco de você.

Tenho extremo interesse em conhecer os meandros da astrologia, a confecção dos mapas e analises, mas não me vejo com esse potencial. Para alegria de quem quer e não foi, encontro muitos astrólogos bons, também outros não tão bons assim, mas é fato que os bons fazem história e são inesquecíveis. Bom trabalho, meu querido.
BeijUivooooooooooosssssssss da Loba

Astrid Annabelle disse...
27 de janeiro de 2009 às 12:20  

António!
Foi uma alegria entrar em contato com o texto do Noel Tyl...aliás li mais dois traduzidos por Ana Cristina.
Sempre impliquei com a necessidade de conhecer as partes para enxergar o todo. A visão sugerida por Noel do todo para as partes do humano para a logia é fundamental.
Quando fui fazer um curso para aprender tarô enfrentei a mesma situação. Quando me livrei dos detalhes e abri minha visão para a totalidade tudo ficou fácil e claro.
Muito bom. Excelente! É claro que copiei os textos e vou relê-los muitas vezes...
Quanto ao curso on line...agradecida pela parte que me toca!
Agradeço de coração o tanto que nos ajuda nesse estudo...muito obrigado Mestre!
Bjs.
Astrid

adelaide figueiredo disse...
27 de janeiro de 2009 às 12:53  

Bom dia António

Afinal fui consultar os meus documentos e a resposta ao 1º exercício tinha o prazo até 4 de Abril. Mas eu lembrava-me do mês de Março pois vi o enunciado a 28 de Março de 2008. Portanto só em Abril saiu o 1º exercício.

O tempo passa a correr :)

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...
27 de janeiro de 2009 às 12:53  

Olá Jacqueline

Muito agradecido pela sua visita e opinião. Eu também já conheci o seu bonito espaço.

Um beijo

António

António Rosa disse...
27 de janeiro de 2009 às 12:59  

Astrid

Muito obrigado pela permanente atenção que coloca no seu interesse pela astrologia. Isso é muito interessante, fazendo com que possa associar aos seus vastos conhecimentos esotéricos e espirituais.

Muito obrigado também por acompanhar aquilo que fazemos.

Beijinho

António Rosa disse...
27 de janeiro de 2009 às 13:07  

Adelaide,

Vou ver se não me esqueço da data - 28 de Março. Seria giro comemorarmos a data, fazendo um exercício especial usando o mesmo mapa, o do Ary dos Santos.

Que acha?

Abraço

adelaide figueiredo disse...
27 de janeiro de 2009 às 13:33  

António

Olhando para a resposta do meu 1º exercíco fez-me sorrir. A minha maneira de ler as coisas e apresentá-las era bem diferente da de hoje, embora eu tenha a noção de que ainda não está correcta. A evolução surge aos poucos :)

Acho bem o exercício sobre o nosso Ary dos Santos.

Resto de um dia feliz.

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...
27 de janeiro de 2009 às 14:00  

Adelaide,

Combinado. Vou apontar na minha agenda e claro, ler a biografia dele, outra vez, para pensar sobre a natureza do exercício.

Abraço

Teresa Marcelino disse...
27 de janeiro de 2009 às 15:09  

"uma abordagem simples, frugal e organizada na análise das variáveis astrológicas"

Era tão bom que fosse só nas astrológicas... LOL

No pouco que tenho podido dedicar confesso que a experiência tem sido fantástica. E, se no inicio, o intuito era aprender astrologia, cada vez mais o objectivo é entender e tirar partido do meu potencial para ser mais EU, para cumprir a aprendizagem que trago planeada.

É bom poder entender que há uma estrutura subjacente, de escolha, em que não somos "vítimas". A consciência do poder escolher o que fazer com o que nos acontece é quase sempre nossa e temos o maior auxílio no envolvente (familia, casa, país, continente, planeta, planetas,...).

Obrigada!

António Rosa disse...
27 de janeiro de 2009 às 18:50  

Teresa

Redefiniu com muita clareza.

Grato.

Fada Moranga disse...
29 de janeiro de 2009 às 07:03  

Querido Antonio, muito obrigada pela oportunidade que me tem dado - a mim e a todos - de poder estudar e praticar Astrologia em paz e sossego e dizer o que me passa pela cabeca durante os exercicios :-)

Tenho saudades do chat! A brincar aprende-se bastante (ja sei que na proxima poderemos desenferrujar).

Bem haja!!
Um grande beijo*de Fada

Fada Moranga disse...
29 de janeiro de 2009 às 07:04  

...na proxima semana!

:-))

26 de janeiro de 2009

É necessário

Saber astrologia e fazer astrologia, analisando mapas com consistência, são coisas muito diferentes. Parece haver um «je ne sais quois» que nos impede de termos uma abordagem simples, frugal e organizada na análise das variáveis astrológicas. Complicamos muito, a maioria das vezes, por insegurança.

Por isso, estou muito feliz com as pessoas que, corajosamente, frequentam as salas de exercícios do fórum do site da Escola de Astrologia Nova-Lis e praticam imenso, sobretudo a simplificarem, a terem um olhar astrológico, uma visão e abordagem adequadas, respondendo a exercícios bastante complexos. Andamos nestas práticas, há vários meses.

Deixo uma recomendação:

Clicando aqui, leia quem sabe muito destes assuntos.

Antes de clicar leia este aviso:
se não estiver registado e autenticado no site da Nova-Lis, ao clicar, vai parar a uma página que lhe diz isto, entre outras coisas:
Por favor tente uma das seguintes páginas: Entrada.
Clique em "Entrada".
Se já estiver registado basta autenticar-se.
Ou, aproveite e registe-se para poder ler o artigo
e conhecer o site.


18 comentários:

Ana Cristina disse...

António, isto é realmente OURO, O Noel é um Mestre nesta arte de ligar e fazer sentido, os ensaios dele são dignos e merecedores de várias leituras, tanta é a informação que ali está que se torna difícil a sua total assimilação de um só fôlego.
E nós privilegiados por o conhecermos.:-)

Maria Paula Ribeiro disse...

António,

"Clicando aqui..." dá erro... :-(

Mas como me toca a mim, o de fazer os exercícios, apenas dizer a todos os leitores que por aqui passam, e não passam, que:

eu ainda sou do tempo, em que aprender é sinónimo de PRATICAR,
sou do tempo de ter de SABER a tabuada, e não pegar na calculadora,
de fazer cálculos mentalmente e por aí fora...

Por isso, seria igual "a passar de cavalo para burro" se não praticasse nos exercícios.

Com um professor exímio em ENSINAR, ORIENTAR, COOPERAR E CONVIVER que tenho, só posso AGRADECER o que ganho com isso. Pena tenho dos que não conhecem esse sabor! :-)

OBRIGADO

António Rosa disse...

Ana Cristina,

Amanhã à tarde, o artigo do Noel entrará na página inicial do site.

Completamente de acordo consigo.

=)

António Rosa disse...

Maria Paula,

Muito obrigado pelas tuas palavras generosas.

Como eu estou permanentemente «autenticado» no site não me apercebi disso.

Já deixei no post um aviso a explicar como fazer.

Beijo

adelaide fiogueiredo disse...

António

É sempre com prazer que participo nos exercícios. Foi no ano passado em Março que por acaso fui ao Fórum e vi o 1º enunciado. Fiquei com um certo receio, mas enchi-me de coragem. Sabia alguma coisa de astrologia através de pesquisas mas a Escola Nova-Lis foi a porta maior que se abriu. Depois nunca mais consegui parar. Devo-o ao António que me tem ensinado a ver as análises astrológicas de uma maneira mais correcta do que eu as via, embora ainda me falte muito chegar à perfeição.

Mais uma vez obrigada por me dar hipótese de consigo e com todos os participantes conseguirmos fazer estes exercícios. São estes testes a verdadeira chave da aprendizagem, que eu sei, que está longe, mas que continuará em frente.

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...

Adelaide,

Março? Os exercícios existem desde Março? Quer dizer que em breve vamos comemorar o 1º aniversário desta longa caminhada.

Não dei pelo tempo passar. Significa que foi muito bom e que eu tenho estado muito bem acompanhado.

Muito agradecido pela sua companhia constante.

Grato e abraço.

Jaqueline Sales disse...

Vi seu comentário no Andre, Mandala Astrológica, então resolvi dar uma passada para ver seu trabalho e conhecer um pouco de você.

Tenho extremo interesse em conhecer os meandros da astrologia, a confecção dos mapas e analises, mas não me vejo com esse potencial. Para alegria de quem quer e não foi, encontro muitos astrólogos bons, também outros não tão bons assim, mas é fato que os bons fazem história e são inesquecíveis. Bom trabalho, meu querido.
BeijUivooooooooooosssssssss da Loba

Astrid Annabelle disse...

António!
Foi uma alegria entrar em contato com o texto do Noel Tyl...aliás li mais dois traduzidos por Ana Cristina.
Sempre impliquei com a necessidade de conhecer as partes para enxergar o todo. A visão sugerida por Noel do todo para as partes do humano para a logia é fundamental.
Quando fui fazer um curso para aprender tarô enfrentei a mesma situação. Quando me livrei dos detalhes e abri minha visão para a totalidade tudo ficou fácil e claro.
Muito bom. Excelente! É claro que copiei os textos e vou relê-los muitas vezes...
Quanto ao curso on line...agradecida pela parte que me toca!
Agradeço de coração o tanto que nos ajuda nesse estudo...muito obrigado Mestre!
Bjs.
Astrid

adelaide figueiredo disse...

Bom dia António

Afinal fui consultar os meus documentos e a resposta ao 1º exercício tinha o prazo até 4 de Abril. Mas eu lembrava-me do mês de Março pois vi o enunciado a 28 de Março de 2008. Portanto só em Abril saiu o 1º exercício.

O tempo passa a correr :)

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...

Olá Jacqueline

Muito agradecido pela sua visita e opinião. Eu também já conheci o seu bonito espaço.

Um beijo

António

António Rosa disse...

Astrid

Muito obrigado pela permanente atenção que coloca no seu interesse pela astrologia. Isso é muito interessante, fazendo com que possa associar aos seus vastos conhecimentos esotéricos e espirituais.

Muito obrigado também por acompanhar aquilo que fazemos.

Beijinho

António Rosa disse...

Adelaide,

Vou ver se não me esqueço da data - 28 de Março. Seria giro comemorarmos a data, fazendo um exercício especial usando o mesmo mapa, o do Ary dos Santos.

Que acha?

Abraço

adelaide figueiredo disse...

António

Olhando para a resposta do meu 1º exercíco fez-me sorrir. A minha maneira de ler as coisas e apresentá-las era bem diferente da de hoje, embora eu tenha a noção de que ainda não está correcta. A evolução surge aos poucos :)

Acho bem o exercício sobre o nosso Ary dos Santos.

Resto de um dia feliz.

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...

Adelaide,

Combinado. Vou apontar na minha agenda e claro, ler a biografia dele, outra vez, para pensar sobre a natureza do exercício.

Abraço

Teresa Marcelino disse...

"uma abordagem simples, frugal e organizada na análise das variáveis astrológicas"

Era tão bom que fosse só nas astrológicas... LOL

No pouco que tenho podido dedicar confesso que a experiência tem sido fantástica. E, se no inicio, o intuito era aprender astrologia, cada vez mais o objectivo é entender e tirar partido do meu potencial para ser mais EU, para cumprir a aprendizagem que trago planeada.

É bom poder entender que há uma estrutura subjacente, de escolha, em que não somos "vítimas". A consciência do poder escolher o que fazer com o que nos acontece é quase sempre nossa e temos o maior auxílio no envolvente (familia, casa, país, continente, planeta, planetas,...).

Obrigada!

António Rosa disse...

Teresa

Redefiniu com muita clareza.

Grato.

Fada Moranga disse...

Querido Antonio, muito obrigada pela oportunidade que me tem dado - a mim e a todos - de poder estudar e praticar Astrologia em paz e sossego e dizer o que me passa pela cabeca durante os exercicios :-)

Tenho saudades do chat! A brincar aprende-se bastante (ja sei que na proxima poderemos desenferrujar).

Bem haja!!
Um grande beijo*de Fada

Fada Moranga disse...

...na proxima semana!

:-))

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates