Caminhando com o nosso horóscopo

30 de setembro de 2008 ·

Durante muitos anos fui vivendo a minha vida sem acompanhar com atenção os trânsitos do meu mapa. Em 2005, quando Saturno entrou em Leão e transitou pela minha terceira casa, dei por mim a debruçar-me sobre o meu próprio mapa com «outra» atenção. No entanto, enquanto ele esteve em Câncer, na mesma casa, estive entretido a dar aulas e ocupado a criar uma rede informática de ligação com os alunos, bastante funcional, diga-se, em que disponibilizei centenas de textos tutoriais de astrologia. Assim que Saturno ingressou em Leão, alguma coisa dentro de mim fez um som de alerta para mim próprio. Um sinal bem forte.

Era tempo de olhar para o meu mapa, para me ocupar das minhas coisas mais internas e, obviamente, as externas também. Como eterno estudante de astrologia, sempre soube que os trânsitos funcionavam, mas essa foi a época em que tomei consciência profunda e senti, além de saber que iria passar por uma situação que me obrigaria a saber esperar, a aprender, a descortinar, a analisar, a observar. Sabia que Saturno iria encontrar-se com Plutão natal e pouco depois com ele mesmo, na minha 4ª casa. Com a entrada de Saturno em Virgem, eu também sabia que iria desmontar e voltar a montar um enorme puzzle, ao qual deveria dar a maior atenção.

Tomei consciência que se apresentariam situações bastante delicadas em que seria posto à prova. Assim aconteceu. Saturno ia a meio da minha quarta casa e eu decidi que deveria esperar pela sua entrada na casa seguinte, para tomar umas quantas iniciativas mais externas, sobretudo no que à astrologia dizia respeito, nomeadamente os cursos online. Entretanto, cumpri com todos os quesitos inerentes à quarta casa. Todos, não faltou nenhum.

Agora é o momento de saber atravessar dois trânsitos intensos, que já aqui tenho falado: Saturno e Úrano a fazerem quadratura ao meu Sol (na I) e à Lua (na VIII). Não são os únicos importantes, pois Plutão está a fazer uma oposição a Úrano (na II). Que tenho a aprender com estas situações?

A intensidade e a natureza deste tipo de trânsitos é daquelas que sabemos que o safanão no ego será forte. Tem sido forte. Em simultâneo, as emoções estão à flor da pele. É o universo a perguntar: «Gostas de ti o suficiente para não desistires de concretizar os teus sonhos? Por muitos safanões que recebas? Por muitas oposições que encontres na tua vida?» É a altura de colocar em prática duas palavras sábias: «ousadia e prudência».

Entretanto, aguardo com calma o que o retorno de Júpiter me trará no início de 2009, ao entrar em Aquário, aproximando-se do meu MC, pois julgo ter trabalhado bastante para chegar a essa fase. Foram 12 anos intensos. O anterior retorno de Júpiter trouxe-me uma grande reviravolta: decidi deixar o trabalho na Europa-América e criar a minha editora.

Portanto, sendo os cursos online da Escola de Astrologia Nova-Lis, o projecto mais imediato que tenho, é por aí que deverei aprender a nova lição da vida. Ir com prudência e ousadia. Enquanto Saturno estiver em Virgem e na casa da criatividade. O sucesso está aí, ao longo de 2009. Avançaremos devagar, com calma, sabendo pisar o terreno, aprendendo a gerir a dinâmica dos cursos, para quando Saturno ingressar em Balança, a comunidade tomar consciência maior que este projecto veio para ficar. E com ele, tudo o mais, a que a Escola de Astrologia Nova-Lis tem direito.

Também gostaria de criar no site da Escola a secção áudio e vídeo. Não me parece nada mal que se comece a usar o ipod como forma de comunicação e ensino. O problema é que não sei como se faz isso. Lá terei que aprender.

Isto é que foi um desabafo, hein?

22 comentários:

Anónimo disse...
30 de setembro de 2008 às 08:05  

Foi sim :)
Bom dia para ti e para a tua cova arejada!

espelhodevida disse...
30 de setembro de 2008 às 08:31  

A mim parece-me mas é um bom plano :-)
Bom dia António

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 08:39  

Visitante das 8:05,

É sempre bom iniciar o dia lendo essa apreciação de que esta é uma cova arejada.

Obrigado e bom dia,

António

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 08:41  

Bom dia, Ana Cristina,

É um plano, sim senhora. :) Sem pressa, mas com segurança.

Obrigado pelo estímulo. É tão importante.

António

Samsara disse...
30 de setembro de 2008 às 08:59  

Gosto dos teus desabafos António, porque ao partilhares com detalhe estes teus pensamentos ajuda outros a fazê-lo também.
Gostei da aulinha ontem.
Tem um dia feliz
Beijinhos

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 10:16  

Olá Sam,

Obrigado. Esta vivência da astrologia é muito útil e integradora nas nossas vidas.

Também gostei da nossa conversa de ontem. Temos que aprender a participar mais organizadamente.

Beijo

António

HighLander77 disse...
30 de setembro de 2008 às 10:40  

Que desabafo hein? :)
A escola de astrologia nao e obra do acaso mas sim sua e de Plutao… Senao vejamos ums escola fundada no final de Plutao em Sagitario (abrir mentes) e no inicio de Capricornio (fundar estruturas).

Qto a capacidade de analisar os transitos infelizmente ainda nao consigo analisar os meus de forma neutra. Os dos outros analiso sem problema..
ligo-me e ja esta. Relativamente aos meus so vejo uma nevoa!!

Abraco,
Paulo

Teresa Marcelino disse...
30 de setembro de 2008 às 10:50  

Ainda não percebo nada de trânsitos e acho que é desta que vou ao Astrólogo. A Ana Cristina está a disponibilizar consultas aqui perto e acho que vou aproveitar. Acho que preciso de aulas de "surf".

Não tinha conhecimento da aula de ontem, mas fui lá ao fim da noite e li (confesso que fiquei com dúvidas), mas o grupinho já um bocadinho mais avançado...

Já percebi que está tudo mais funcional no curso. Não cheguei a saber se recebeu o meu email?

Se houver próxima aula, e eu não estorvar, avisem.

Um abraço

adelaide figueiredo disse...
30 de setembro de 2008 às 11:58  

Bom dia António

Este desabafo traz esperança, cheio de vontade de continuar. Para mim e para todos nós que estamos consigo dá-nos força e ânimo para aprender.

Adorei a aula de ontem. É mais dácil assim aprender astrologia. Essa sua prática dá-nos mais certeza das coisas do que ler livros. "Ao vivo e a cores" é mais fácil ficar nos nossos cérebros.

Obrigada pela partilha dos seus sonhos. Um dia feliz.

Beijos

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 14:08  

Olá Paulo,

Tens-me acompanhado de perto e conheces bem todo este percurso. Mesmo que digas que ainda não sabes ler os trânsitos, a verdade é que te considero muito capaz. É, como sabes, uma questão de treino e aprofundamento.

Abraço

António

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 14:10  

Teresa,

Uma consulta com a Ana Cristina será um momento abençoado e muito útil para si. Vale a pena tentar.

Infelizmente não recebi nenhum e-mail seu e pelos vistos também não recebeu a notificação enviada através do fórum «Notícias» para todas as pessoas inscritas no curso.

Só pode ser coisas deste Mercúrio retrógrado.

Avisarei de uma próxima.

Abraço

António

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 14:11  

Olá Adelaide,


Também gostei muito da conversa de ontem à noite, mas creio que tudo aquilo que se comentou era do seu conhecimento. É bom avivar...

Abraço

António

Astrid Annabelle disse...
30 de setembro de 2008 às 14:56  

António,
gostei do que escreveu neste post. Uma aula sim senhor!
Eu acredito na aprendizagem por exemplos vividos...
Estou um pouco ausente dos blogs por ter aumentado o volume de trabalho nestes dias, o que não é nada mal.
Desculpe sair ontem do chat, mas o Raphael (meu neto) simplesmente estava me torturando pois queria comer...na realidade jantamos cedo e o pequeno estava com fome mesmo!
Senti bastante dificuldade em acompanhar certos trechos da conversa...mas chego lá. Tenho gostado muito dessa experiência!
Um beijo de agradecimento, OK?
Astrid

guntty disse...
30 de setembro de 2008 às 17:18  

Olá António,

Foi optimo ler esse "desabafo"... tão bem detalhado... faz-nos ver reflexos em nós. Very nice!

Forte abraço,
guntty

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 18:17  

Astrid,

Fico feliz pela ausência dever-se a mais trabalho, com tudo o que isso tem de positivo.

Foi muito interessante teres acompanhado a nossa conversa astrológica ontem à noite.

Abreijo

António

António Rosa disse...
30 de setembro de 2008 às 18:18  

Guntty,

Que surpresa ver-te por aqui. Tenho saudades tuas. Quando apareces na editora? Tens muito que me contar desse Verão algarvio - LOL

Abraço

António

Teresa Marcelino disse...
30 de setembro de 2008 às 23:17  

Vou reenviar o email.

Diga-me se não receber.

Uma possibilidade para o audio e video é alojá-los num servidor (tipo youtube) e colocar no moodle os linques.

Abraço

Teresa

Madame Celeste, disse...
30 de setembro de 2008 às 23:50  

Olá António! Obrigada pelos elogios oa texto... eu e minhas ambições literárias. Tomei coragem e publiquei no blog. Grande texto o seu.
Abraços amigo

guntty disse...
1 de outubro de 2008 às 00:06  

LOL
no comments... :)
Se calhar já esta quinta, que tal?
Ou então na proxima segunda!

Saudades daqui também

Abraço

António Rosa disse...
1 de outubro de 2008 às 07:04  

Teresa

Recebi o email. Vou aprofundar isso.

Obrigado

António

António Rosa disse...
1 de outubro de 2008 às 07:07  

Madame Celeste,

Pois devia publicar mais vezes textos com qualidade, como o que agora nos brindou.

Abraço

António

António Rosa disse...
1 de outubro de 2008 às 07:08  

Guntty,

Que tal segunda-feira para pormos a conversa em dia? Cá te espero.

Abraço

António

30 de setembro de 2008

Caminhando com o nosso horóscopo

Durante muitos anos fui vivendo a minha vida sem acompanhar com atenção os trânsitos do meu mapa. Em 2005, quando Saturno entrou em Leão e transitou pela minha terceira casa, dei por mim a debruçar-me sobre o meu próprio mapa com «outra» atenção. No entanto, enquanto ele esteve em Câncer, na mesma casa, estive entretido a dar aulas e ocupado a criar uma rede informática de ligação com os alunos, bastante funcional, diga-se, em que disponibilizei centenas de textos tutoriais de astrologia. Assim que Saturno ingressou em Leão, alguma coisa dentro de mim fez um som de alerta para mim próprio. Um sinal bem forte.

Era tempo de olhar para o meu mapa, para me ocupar das minhas coisas mais internas e, obviamente, as externas também. Como eterno estudante de astrologia, sempre soube que os trânsitos funcionavam, mas essa foi a época em que tomei consciência profunda e senti, além de saber que iria passar por uma situação que me obrigaria a saber esperar, a aprender, a descortinar, a analisar, a observar. Sabia que Saturno iria encontrar-se com Plutão natal e pouco depois com ele mesmo, na minha 4ª casa. Com a entrada de Saturno em Virgem, eu também sabia que iria desmontar e voltar a montar um enorme puzzle, ao qual deveria dar a maior atenção.

Tomei consciência que se apresentariam situações bastante delicadas em que seria posto à prova. Assim aconteceu. Saturno ia a meio da minha quarta casa e eu decidi que deveria esperar pela sua entrada na casa seguinte, para tomar umas quantas iniciativas mais externas, sobretudo no que à astrologia dizia respeito, nomeadamente os cursos online. Entretanto, cumpri com todos os quesitos inerentes à quarta casa. Todos, não faltou nenhum.

Agora é o momento de saber atravessar dois trânsitos intensos, que já aqui tenho falado: Saturno e Úrano a fazerem quadratura ao meu Sol (na I) e à Lua (na VIII). Não são os únicos importantes, pois Plutão está a fazer uma oposição a Úrano (na II). Que tenho a aprender com estas situações?

A intensidade e a natureza deste tipo de trânsitos é daquelas que sabemos que o safanão no ego será forte. Tem sido forte. Em simultâneo, as emoções estão à flor da pele. É o universo a perguntar: «Gostas de ti o suficiente para não desistires de concretizar os teus sonhos? Por muitos safanões que recebas? Por muitas oposições que encontres na tua vida?» É a altura de colocar em prática duas palavras sábias: «ousadia e prudência».

Entretanto, aguardo com calma o que o retorno de Júpiter me trará no início de 2009, ao entrar em Aquário, aproximando-se do meu MC, pois julgo ter trabalhado bastante para chegar a essa fase. Foram 12 anos intensos. O anterior retorno de Júpiter trouxe-me uma grande reviravolta: decidi deixar o trabalho na Europa-América e criar a minha editora.

Portanto, sendo os cursos online da Escola de Astrologia Nova-Lis, o projecto mais imediato que tenho, é por aí que deverei aprender a nova lição da vida. Ir com prudência e ousadia. Enquanto Saturno estiver em Virgem e na casa da criatividade. O sucesso está aí, ao longo de 2009. Avançaremos devagar, com calma, sabendo pisar o terreno, aprendendo a gerir a dinâmica dos cursos, para quando Saturno ingressar em Balança, a comunidade tomar consciência maior que este projecto veio para ficar. E com ele, tudo o mais, a que a Escola de Astrologia Nova-Lis tem direito.

Também gostaria de criar no site da Escola a secção áudio e vídeo. Não me parece nada mal que se comece a usar o ipod como forma de comunicação e ensino. O problema é que não sei como se faz isso. Lá terei que aprender.

Isto é que foi um desabafo, hein?

22 comentários:

Anónimo disse...

Foi sim :)
Bom dia para ti e para a tua cova arejada!

espelhodevida disse...

A mim parece-me mas é um bom plano :-)
Bom dia António

António Rosa disse...

Visitante das 8:05,

É sempre bom iniciar o dia lendo essa apreciação de que esta é uma cova arejada.

Obrigado e bom dia,

António

António Rosa disse...

Bom dia, Ana Cristina,

É um plano, sim senhora. :) Sem pressa, mas com segurança.

Obrigado pelo estímulo. É tão importante.

António

Samsara disse...

Gosto dos teus desabafos António, porque ao partilhares com detalhe estes teus pensamentos ajuda outros a fazê-lo também.
Gostei da aulinha ontem.
Tem um dia feliz
Beijinhos

António Rosa disse...

Olá Sam,

Obrigado. Esta vivência da astrologia é muito útil e integradora nas nossas vidas.

Também gostei da nossa conversa de ontem. Temos que aprender a participar mais organizadamente.

Beijo

António

HighLander77 disse...

Que desabafo hein? :)
A escola de astrologia nao e obra do acaso mas sim sua e de Plutao… Senao vejamos ums escola fundada no final de Plutao em Sagitario (abrir mentes) e no inicio de Capricornio (fundar estruturas).

Qto a capacidade de analisar os transitos infelizmente ainda nao consigo analisar os meus de forma neutra. Os dos outros analiso sem problema..
ligo-me e ja esta. Relativamente aos meus so vejo uma nevoa!!

Abraco,
Paulo

Teresa Marcelino disse...

Ainda não percebo nada de trânsitos e acho que é desta que vou ao Astrólogo. A Ana Cristina está a disponibilizar consultas aqui perto e acho que vou aproveitar. Acho que preciso de aulas de "surf".

Não tinha conhecimento da aula de ontem, mas fui lá ao fim da noite e li (confesso que fiquei com dúvidas), mas o grupinho já um bocadinho mais avançado...

Já percebi que está tudo mais funcional no curso. Não cheguei a saber se recebeu o meu email?

Se houver próxima aula, e eu não estorvar, avisem.

Um abraço

adelaide figueiredo disse...

Bom dia António

Este desabafo traz esperança, cheio de vontade de continuar. Para mim e para todos nós que estamos consigo dá-nos força e ânimo para aprender.

Adorei a aula de ontem. É mais dácil assim aprender astrologia. Essa sua prática dá-nos mais certeza das coisas do que ler livros. "Ao vivo e a cores" é mais fácil ficar nos nossos cérebros.

Obrigada pela partilha dos seus sonhos. Um dia feliz.

Beijos

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...

Olá Paulo,

Tens-me acompanhado de perto e conheces bem todo este percurso. Mesmo que digas que ainda não sabes ler os trânsitos, a verdade é que te considero muito capaz. É, como sabes, uma questão de treino e aprofundamento.

Abraço

António

António Rosa disse...

Teresa,

Uma consulta com a Ana Cristina será um momento abençoado e muito útil para si. Vale a pena tentar.

Infelizmente não recebi nenhum e-mail seu e pelos vistos também não recebeu a notificação enviada através do fórum «Notícias» para todas as pessoas inscritas no curso.

Só pode ser coisas deste Mercúrio retrógrado.

Avisarei de uma próxima.

Abraço

António

António Rosa disse...

Olá Adelaide,


Também gostei muito da conversa de ontem à noite, mas creio que tudo aquilo que se comentou era do seu conhecimento. É bom avivar...

Abraço

António

Astrid Annabelle disse...

António,
gostei do que escreveu neste post. Uma aula sim senhor!
Eu acredito na aprendizagem por exemplos vividos...
Estou um pouco ausente dos blogs por ter aumentado o volume de trabalho nestes dias, o que não é nada mal.
Desculpe sair ontem do chat, mas o Raphael (meu neto) simplesmente estava me torturando pois queria comer...na realidade jantamos cedo e o pequeno estava com fome mesmo!
Senti bastante dificuldade em acompanhar certos trechos da conversa...mas chego lá. Tenho gostado muito dessa experiência!
Um beijo de agradecimento, OK?
Astrid

guntty disse...

Olá António,

Foi optimo ler esse "desabafo"... tão bem detalhado... faz-nos ver reflexos em nós. Very nice!

Forte abraço,
guntty

António Rosa disse...

Astrid,

Fico feliz pela ausência dever-se a mais trabalho, com tudo o que isso tem de positivo.

Foi muito interessante teres acompanhado a nossa conversa astrológica ontem à noite.

Abreijo

António

António Rosa disse...

Guntty,

Que surpresa ver-te por aqui. Tenho saudades tuas. Quando apareces na editora? Tens muito que me contar desse Verão algarvio - LOL

Abraço

António

Teresa Marcelino disse...

Vou reenviar o email.

Diga-me se não receber.

Uma possibilidade para o audio e video é alojá-los num servidor (tipo youtube) e colocar no moodle os linques.

Abraço

Teresa

Madame Celeste, disse...

Olá António! Obrigada pelos elogios oa texto... eu e minhas ambições literárias. Tomei coragem e publiquei no blog. Grande texto o seu.
Abraços amigo

guntty disse...

LOL
no comments... :)
Se calhar já esta quinta, que tal?
Ou então na proxima segunda!

Saudades daqui também

Abraço

António Rosa disse...

Teresa

Recebi o email. Vou aprofundar isso.

Obrigado

António

António Rosa disse...

Madame Celeste,

Pois devia publicar mais vezes textos com qualidade, como o que agora nos brindou.

Abraço

António

António Rosa disse...

Guntty,

Que tal segunda-feira para pormos a conversa em dia? Cá te espero.

Abraço

António

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates