Os tempos de «oba-oba» estão a acabar

2 de setembro de 2008 ·

Júpiter e Plutão estão estacionários. As suas retrogradações chegaram ao fim. Júpiter em Capricórnio volta ao seu movimento directo no dia 7 de Setembro e, no dia seguinte, será a vez de Plutão, ainda em Sagitário, a caminho de Capricórnio. O céu ficará muito mais aliviado.

Plutão está num «Ponto Cardinal» (a menos de 2º do grau zero de um signo cardinal) e em Novembro ingressará em Capricórnio, onde permanecerá até 2024. Já muito se escreveu sobre Plutão em Capricórnio. Este post não trata disso. Pretendo apenas sublinhar que os tempos de oba-oba estão a acabar.

Nos últimos meses, com estes dois planetas retrógados (assim como Úrano, Neptuno e Quíron), assistimos a uma fase estranha, do género «Pulp Fiction». Uma boa dose da campanha americana decorreu neste período. Foi frutífero em situações invulgares, culminando no hollywoodesco périplo de Obama à Europa que, visto da América, foi completamente pretensioso e desproporcionado - um candidato ainda não indigitado comportou-se como um Presidente já eleito! Na Europa, devido às simpatias que Obama goza, a visão foi outra, pois foi recebido como uma big pop star em digressão. Fez-me lembrar a entrada de Elizabeth Taylor em Roma, no filme «Cleópatra»
*. Muito oba-oba e talvez mal aconselhado, Obama parece ter tido receio (medo??) do poder do casal Clinton e não convidou Hillary para sua vice. Isto vai custar-lhe caro. Erros históricos têm respostas marcantes. Eu próprio andei oba-oba, pois quis convencer-me que iríamos ter a parceria Obama-Hillary, o dream team. Às vezes sou mesmo naif. Muitas vezes.

Agora, a América está entretida com a fofoquice do momento – a filha adolescente da candidata a vice-presidente, a ultra-conservadora Sarah Palin, está grávida. Mas a candidata já anunciou que a garota (17 anos) vai ter o filho e vai ter que se casar com o pai da criança. Sim, à boa maneira dos anos 50. Júpiter e Plutão são uns brincalhões. Que maldade!

Em termos gerais tivemos o caso do Tibete, os Jogos Olímpicos em Pequim, o drama na Ossétia e muitos outros temas
. Em Portugal, o caso Maddie foi encerrado e a líder laranja faz de conta que é oposição. A onda de crimes violentos ocupou o lugar político da oposição. Que mau! Maya passou de taróloga/tertuliana a apresentadora de programa de televisão e vai sair-se bem. Tudo isto enquanto estes planetas andavam retrógrados. A «coisa» não vai melhorar, não. Deixei breves apontamentos, pois o que não faltam são exemplos de «oba-oba».

Aproximam-se tempos severos com o retomar do movimento directo de Júpiter e Plutão.

* - Para quem quiser ver essa cena com a Elizabeth Taylor clicar: Vídeo aqui. São 8 minutos imperdíveis.

15 comentários:

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...
2 de setembro de 2008 às 19:43  

António, andamos no mesmo cumprimento de onda...o que vale é que é assunto que não se esgota e no dia 8 lá direi Ufa.

Abraço

António Rosa disse...
2 de setembro de 2008 às 20:18  

Olá Ana Cristina,

Ainda bem que andamos nesse mesmo cumprimento de onda. Só pode significa que estou a ver as coisas como devem ser. :) Aguardo pelo dia 8. É um tema que nunca se esgota.

Abraço.

adelaide figueiredo disse...
2 de setembro de 2008 às 23:39  

Boa noite
António

Também estou curiosa com o dia 8. A partir daí será que as coisas irão piorar? Acredito que sim. No entanto temos de viver cá e ter calma. Nem tudo será sempre negro :))

Tenha uma boa noite.

Abraço

Adelaide Figueiredo

Anónimo disse...
3 de setembro de 2008 às 07:41  

"O céu ficará muito mais aliviado."
Ainda bem!: Assim na Terra como no Céu, não é, Senhor pôe música tira música?

Bom dia...

António Rosa disse...
3 de setembro de 2008 às 09:59  

Olá Adelaide,

Quando se fala em piorar, não sei bem os limites disso, mas que, com Plutão em Capricórnio tantos anos, algumas mudanças profundas deverão ocorrer, mas obviamente, não tem que ser uma coisa «má». Por isso, usei a palavra «severa».

Abraço

António

António Rosa disse...
3 de setembro de 2008 às 10:03  

Olá Visitante,

«Assim na Terra como no céu»

Não sei como as coisas estão no «céu».

A acreditar que isso é assim, parece que as coisas no céu não também andam bem, pois aqui na Terra, a coisa não está fácil.

A música neste blogue está a fazer com que o download seja lento...

HighLander77 disse...
3 de setembro de 2008 às 11:34  

Ola Antonio,

Antes de mais quero-lhe agradecer pelo mail. Ja espreitei e tenho duvidas, porem ainda estou a tentar perceber melhor o que escreveu antes de comecar com duvidas disparatadas. :) Assm que digerir tudo ai sim terei duvidas com pes e cabeca.

Quanto ao post Oba-Oba foi excelente. Esperemos que este periodo nao tenha comprometido as possibilidades do Obama e no dia 5 de Novembro se faca historia...

Grande abraco,

Paulo

António Rosa disse...
3 de setembro de 2008 às 11:45  

Olá Paulo das Highlanders,

Quando tiveres todas as tuas dúvidas reunidas, só te peço que as agrupes por temas. É um software complexo.

Aguardemos por Novembro...

Entretanto, preparemo-nos para anos extremamente exigentes.

Gosto de te ver empenhado na tua cura.

Um enorme abraço

Paulo

Lucy disse...
3 de setembro de 2008 às 15:08  

Sim, acertaste. São épocas!!!

Não sei se o 'espirrar' ajuda - mas ando contipada - oba-oba!!!

Tirando uns problemas de saúde de um familiar, a morte de um amigo e o estado "de assalto" em que se encontra a minha garagem diariamente(mal acordo), está tudo «fine».

Do familiar, saberei hoje como correu a operação ao coração.
Do amigo, despedi-me dele há poucas horas.
Da garagem, é só pegar na vassoura e no apanhador - é que faz manter manter seis cachorros em casa e três deles serem bebés traquinas a darem saltos enormes e a chegarem a prateleiras altas.

Bem, pelo menos, já arrumaram com uma quantidade de fotocópias de cursos que já empoeiravam as prateleiras.
São as tais brincadeirinhas de Júpiter e Plutão!!!

Gosto sempre de saber as notícias do teu magazine.

Um abracito a cheirar a 'dog'.
Lucy

António Rosa disse...
3 de setembro de 2008 às 15:28  

Olá Lucy

Momentos mais tensos nesta fase da tua vida, que como muito sabes, é para seguir em frente.

Ainda bem que tens uma garagem para a família canina.

Que bom ter tido notícias tuas.

Um beijo

António

Anónimo disse...
3 de setembro de 2008 às 21:55  

É pena que a música faça isso ao download... Sempre gostei da tua música.

Adeus, AR
A Visitante :9

Samsara disse...
3 de setembro de 2008 às 22:23  

Um post sério mas conseguiste dar-lhe um toque light, até divertido oba-oba! Aí vem Plutão a caminho de Júpiter e da quadratura perfeita, ui!
Já reparei que puseste o quinteto maravilha em destaque, as 5 meninas mais "faladoras" que passam por aqui, tinha que estar uma gémeos à frente, claro!LOL
Beijinhos

António Rosa disse...
3 de setembro de 2008 às 22:24  

irei pondo alguma música, de vez em quando.

abraço

Violeta disse...
4 de setembro de 2008 às 08:46  

Não entendo nada de astrologia, mas isto vai piorar?

António Rosa disse...
4 de setembro de 2008 às 09:02  

Olá Violeta

Antes de lhe responder fui conhecer o seu blogue. Muito bonito. Parabéns.

Quanto a «piorar»... repare que não usei essa palavra no post. Disse apenas que seriam tempos «severos».

Depende de si!

Abraço

António

2 de setembro de 2008

Os tempos de «oba-oba» estão a acabar

Júpiter e Plutão estão estacionários. As suas retrogradações chegaram ao fim. Júpiter em Capricórnio volta ao seu movimento directo no dia 7 de Setembro e, no dia seguinte, será a vez de Plutão, ainda em Sagitário, a caminho de Capricórnio. O céu ficará muito mais aliviado.

Plutão está num «Ponto Cardinal» (a menos de 2º do grau zero de um signo cardinal) e em Novembro ingressará em Capricórnio, onde permanecerá até 2024. Já muito se escreveu sobre Plutão em Capricórnio. Este post não trata disso. Pretendo apenas sublinhar que os tempos de oba-oba estão a acabar.

Nos últimos meses, com estes dois planetas retrógados (assim como Úrano, Neptuno e Quíron), assistimos a uma fase estranha, do género «Pulp Fiction». Uma boa dose da campanha americana decorreu neste período. Foi frutífero em situações invulgares, culminando no hollywoodesco périplo de Obama à Europa que, visto da América, foi completamente pretensioso e desproporcionado - um candidato ainda não indigitado comportou-se como um Presidente já eleito! Na Europa, devido às simpatias que Obama goza, a visão foi outra, pois foi recebido como uma big pop star em digressão. Fez-me lembrar a entrada de Elizabeth Taylor em Roma, no filme «Cleópatra»
*. Muito oba-oba e talvez mal aconselhado, Obama parece ter tido receio (medo??) do poder do casal Clinton e não convidou Hillary para sua vice. Isto vai custar-lhe caro. Erros históricos têm respostas marcantes. Eu próprio andei oba-oba, pois quis convencer-me que iríamos ter a parceria Obama-Hillary, o dream team. Às vezes sou mesmo naif. Muitas vezes.

Agora, a América está entretida com a fofoquice do momento – a filha adolescente da candidata a vice-presidente, a ultra-conservadora Sarah Palin, está grávida. Mas a candidata já anunciou que a garota (17 anos) vai ter o filho e vai ter que se casar com o pai da criança. Sim, à boa maneira dos anos 50. Júpiter e Plutão são uns brincalhões. Que maldade!

Em termos gerais tivemos o caso do Tibete, os Jogos Olímpicos em Pequim, o drama na Ossétia e muitos outros temas
. Em Portugal, o caso Maddie foi encerrado e a líder laranja faz de conta que é oposição. A onda de crimes violentos ocupou o lugar político da oposição. Que mau! Maya passou de taróloga/tertuliana a apresentadora de programa de televisão e vai sair-se bem. Tudo isto enquanto estes planetas andavam retrógrados. A «coisa» não vai melhorar, não. Deixei breves apontamentos, pois o que não faltam são exemplos de «oba-oba».

Aproximam-se tempos severos com o retomar do movimento directo de Júpiter e Plutão.

* - Para quem quiser ver essa cena com a Elizabeth Taylor clicar: Vídeo aqui. São 8 minutos imperdíveis.

15 comentários:

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

António, andamos no mesmo cumprimento de onda...o que vale é que é assunto que não se esgota e no dia 8 lá direi Ufa.

Abraço

António Rosa disse...

Olá Ana Cristina,

Ainda bem que andamos nesse mesmo cumprimento de onda. Só pode significa que estou a ver as coisas como devem ser. :) Aguardo pelo dia 8. É um tema que nunca se esgota.

Abraço.

adelaide figueiredo disse...

Boa noite
António

Também estou curiosa com o dia 8. A partir daí será que as coisas irão piorar? Acredito que sim. No entanto temos de viver cá e ter calma. Nem tudo será sempre negro :))

Tenha uma boa noite.

Abraço

Adelaide Figueiredo

Anónimo disse...

"O céu ficará muito mais aliviado."
Ainda bem!: Assim na Terra como no Céu, não é, Senhor pôe música tira música?

Bom dia...

António Rosa disse...

Olá Adelaide,

Quando se fala em piorar, não sei bem os limites disso, mas que, com Plutão em Capricórnio tantos anos, algumas mudanças profundas deverão ocorrer, mas obviamente, não tem que ser uma coisa «má». Por isso, usei a palavra «severa».

Abraço

António

António Rosa disse...

Olá Visitante,

«Assim na Terra como no céu»

Não sei como as coisas estão no «céu».

A acreditar que isso é assim, parece que as coisas no céu não também andam bem, pois aqui na Terra, a coisa não está fácil.

A música neste blogue está a fazer com que o download seja lento...

HighLander77 disse...

Ola Antonio,

Antes de mais quero-lhe agradecer pelo mail. Ja espreitei e tenho duvidas, porem ainda estou a tentar perceber melhor o que escreveu antes de comecar com duvidas disparatadas. :) Assm que digerir tudo ai sim terei duvidas com pes e cabeca.

Quanto ao post Oba-Oba foi excelente. Esperemos que este periodo nao tenha comprometido as possibilidades do Obama e no dia 5 de Novembro se faca historia...

Grande abraco,

Paulo

António Rosa disse...

Olá Paulo das Highlanders,

Quando tiveres todas as tuas dúvidas reunidas, só te peço que as agrupes por temas. É um software complexo.

Aguardemos por Novembro...

Entretanto, preparemo-nos para anos extremamente exigentes.

Gosto de te ver empenhado na tua cura.

Um enorme abraço

Paulo

Lucy disse...

Sim, acertaste. São épocas!!!

Não sei se o 'espirrar' ajuda - mas ando contipada - oba-oba!!!

Tirando uns problemas de saúde de um familiar, a morte de um amigo e o estado "de assalto" em que se encontra a minha garagem diariamente(mal acordo), está tudo «fine».

Do familiar, saberei hoje como correu a operação ao coração.
Do amigo, despedi-me dele há poucas horas.
Da garagem, é só pegar na vassoura e no apanhador - é que faz manter manter seis cachorros em casa e três deles serem bebés traquinas a darem saltos enormes e a chegarem a prateleiras altas.

Bem, pelo menos, já arrumaram com uma quantidade de fotocópias de cursos que já empoeiravam as prateleiras.
São as tais brincadeirinhas de Júpiter e Plutão!!!

Gosto sempre de saber as notícias do teu magazine.

Um abracito a cheirar a 'dog'.
Lucy

António Rosa disse...

Olá Lucy

Momentos mais tensos nesta fase da tua vida, que como muito sabes, é para seguir em frente.

Ainda bem que tens uma garagem para a família canina.

Que bom ter tido notícias tuas.

Um beijo

António

Anónimo disse...

É pena que a música faça isso ao download... Sempre gostei da tua música.

Adeus, AR
A Visitante :9

Samsara disse...

Um post sério mas conseguiste dar-lhe um toque light, até divertido oba-oba! Aí vem Plutão a caminho de Júpiter e da quadratura perfeita, ui!
Já reparei que puseste o quinteto maravilha em destaque, as 5 meninas mais "faladoras" que passam por aqui, tinha que estar uma gémeos à frente, claro!LOL
Beijinhos

António Rosa disse...

irei pondo alguma música, de vez em quando.

abraço

Violeta disse...

Não entendo nada de astrologia, mas isto vai piorar?

António Rosa disse...

Olá Violeta

Antes de lhe responder fui conhecer o seu blogue. Muito bonito. Parabéns.

Quanto a «piorar»... repare que não usei essa palavra no post. Disse apenas que seriam tempos «severos».

Depende de si!

Abraço

António

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates