João Pinto despede-se dos relvados

23 de julho de 2008 ·


João Pinto, um dos futebolistas mais conhecidos, despediu-se dos relvados ontem [22-Julho]. Com 36 anos. Uma despedida simples, numa conferência de imprensa, longe das multidões de um estádio, como seria justo numa carreira como esta.

Nascido no Porto, a 19 de Agosto de 1971. Sol, Lua e Vénus em Leão. Grande fogosidade e intensidade, a receber os aplausos e o reconhecimento que necessitava. Mercúrio em Virgem, a dar-lhe aquela fantástica capacidade de ser um jogador solto, atrevido, minucioso, deixando os adversários sempre sem saberem muito bem onde ele estava.

Um Úrano generoso e desafiante, que ele soube aproveitar, nas suas sempre constantes e imprevistas jogadas. Neptuno em quadratura ao Sol, a retirar algum brilho à sua carreira, provocando situações enganosas e dúbias. O mesmo Neptuno em desafio à sua Vénus natal a trazer-lhe um esforço especial para manter em ordem a sua vida afectiva.

A decisão de terminar a carreira é apoiada por uma Lua progredida a fazer conjunção a Júpiter e Neptuno e em oposição a Saturno, apoiado por um excelente trígono de Marte a Úrano. Percebe-se que ele está em paz com ele mesmo. Isso é excelente.

Por arco solar João Pinto mostrava Mercúrio (o senhor da comunicação) em quadratura a Saturno (o senhor do tempo), apoiado pelo trânsito de Saturno em conjunção ao mesmo Mercúrio. Era o momento. O que tem que ser, tem muita força. Não valia a pena insistir. Era chegada a hora de iniciar outra caminhada.

Os meus parabéns ao João Pinto, pela carreira notável que teve.

2 comentários:

Samsara disse...
23 de julho de 2008 às 13:42  

Bela descrição. Também gostava muito de o ver jogar e fico feliz que tenha escolhido o momento certo e sobretudo que está sereno.
Bjs.

António Rosa disse...
23 de julho de 2008 às 13:45  

Completamente sereno. Os "media" e os comentários diversos é que estão a pôr lenha numa fogueira que não parece existir.

kiss

23 de julho de 2008

João Pinto despede-se dos relvados


João Pinto, um dos futebolistas mais conhecidos, despediu-se dos relvados ontem [22-Julho]. Com 36 anos. Uma despedida simples, numa conferência de imprensa, longe das multidões de um estádio, como seria justo numa carreira como esta.

Nascido no Porto, a 19 de Agosto de 1971. Sol, Lua e Vénus em Leão. Grande fogosidade e intensidade, a receber os aplausos e o reconhecimento que necessitava. Mercúrio em Virgem, a dar-lhe aquela fantástica capacidade de ser um jogador solto, atrevido, minucioso, deixando os adversários sempre sem saberem muito bem onde ele estava.

Um Úrano generoso e desafiante, que ele soube aproveitar, nas suas sempre constantes e imprevistas jogadas. Neptuno em quadratura ao Sol, a retirar algum brilho à sua carreira, provocando situações enganosas e dúbias. O mesmo Neptuno em desafio à sua Vénus natal a trazer-lhe um esforço especial para manter em ordem a sua vida afectiva.

A decisão de terminar a carreira é apoiada por uma Lua progredida a fazer conjunção a Júpiter e Neptuno e em oposição a Saturno, apoiado por um excelente trígono de Marte a Úrano. Percebe-se que ele está em paz com ele mesmo. Isso é excelente.

Por arco solar João Pinto mostrava Mercúrio (o senhor da comunicação) em quadratura a Saturno (o senhor do tempo), apoiado pelo trânsito de Saturno em conjunção ao mesmo Mercúrio. Era o momento. O que tem que ser, tem muita força. Não valia a pena insistir. Era chegada a hora de iniciar outra caminhada.

Os meus parabéns ao João Pinto, pela carreira notável que teve.

2 comentários:

Samsara disse...

Bela descrição. Também gostava muito de o ver jogar e fico feliz que tenha escolhido o momento certo e sobretudo que está sereno.
Bjs.

António Rosa disse...

Completamente sereno. Os "media" e os comentários diversos é que estão a pôr lenha numa fogueira que não parece existir.

kiss

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates