Marte em trânsito em conjunção a Saturno natal

1 de julho de 2008 ·



No dia 2 de Julho terei
Marte em trânsito a fazer conjunção partil ao meu Saturno natal. Para muitos astrólogos é considerado um aspecto sem harmonia, capaz de produzir dificuldades. Outros preferem considerar um aspecto desafiante, em que é necessário aprender com as eventuais dificuldades que possam surgir.


Os clássicos consideram estes dois planetas de “maléficos” pois podem trazer amarguras, abusos ou situações mais dolorosas, aparentemente sem justificação. A acção destes dois planetas pode ser dura, provocar frustração, haver uma atitude antipática. São considerados planetas desafortunados. Não fiquem impressionados com estas expressões, pois apenas indicam adversidades, impedimentos e conflitos. É a vida a funcionar e a astrologia a adaptar-se.


Esta palavra – “maléficos” – pode provocar temor nos leitores, como se sempre que estes planetas estivessem presentes indicassem situações angustiantes. Não é bem assim. Este nome de “maléfico” advém por serem planetas que indicam um modo de agir mais tenso ou difícil, por comparação com os “benéficos” Júpiter e Vénus, que são, regra geral, facilitadores.


O modo de agir dos “benéficos” é mais brando, suave, doce, tranquilo e fácil de enfrentar. Habitualmente, trazem uma energia prazenteira. Em contrapartida com esta situação, encontramos os temidos Marte e Saturno, os “maléficos”, em que a energia presente pode ser mais tensa.


Obviamente, há imensas subtilezas nestas interpretações. Estes maléficos quando em casas angulares, obrigam a um esforço, uma concentração, uma disciplina, uma energia especial, trazendo resultados benéficos para a pessoa. Não indicam impedimentos graves, embora surjam desafios a serem ultrapassados.


Tradicionalmente, quando estes planetas estão em casas consideradas difíceis (6, 8 e 12) os impedimentos poderão ser mais profundos. A pessoa necessita cuidar mais dos seus assuntos.


No entanto, vejo sempre como bastante compatível esta situação: Saturno na XII. É a casa onde Saturno está em júbilo. A casa XII é o local onde Saturno melhor encaixa. Se esta casa é a dos inimigos ocultos, nada melhor que o planeta mais limitador para lhes pôr um travão. Não acha?


Ah! Também é necessário verificar se algum deles é o planeta Oriental, porque aí a situação muda bastante, tornando-se muito significativos, pois Marte é um comandante em acção e Saturno é a sabedoria a ser usada.


Marte é enérgico e cortante. Saturno é o tempo, a estabilidade. Quando estes dois se encontram, é certo que Marte vem desafiar o pacato e pachorrento Saturno. Marte representa o novo, Saturno o que é mais velho. Este contacto pode representar uma ruptura, um corte, onde o que é velho pode ser afastado.


Afinal, escrevi sobre a natureza dos planetas e quase nada do aspecto em si. Já agora, como estou a escrever antes do trânsito, prefiro perceber como vai funcionar em mim e só depois, vir aqui para comentar. Para já, vou continuar as minhas curtas férias...

8 comentários:

jasmimdomeuquintal disse...
1 de julho de 2008 às 18:18  

continuação de boas férias.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...
1 de julho de 2008 às 21:10  

:-) o efeito quente e frio, olhando para as regências, que lhe traga boas novas António. :-)

Abraço
Ana Cristina

mundo a fora disse...
2 de julho de 2008 às 01:28  

achei ótimo seu blog, podemos trocar uma parceria. interessante!

voltarei

Samsara disse...
2 de julho de 2008 às 02:01  

Espero que tires o máximo proveito deste trânsito.
Bjs.

António Rosa disse...
2 de julho de 2008 às 18:02  

Jasmim

Muito obrigado.

kiss

António Rosa disse...
2 de julho de 2008 às 18:03  

Ana Cristina,

O trânsito funcionou e bem. Trouxe boas novas pelas mãos da Patrícia. :)

Abraço

António Rosa disse...
2 de julho de 2008 às 18:04  

Mundo Fora,

Agradecido pelo sua visita.

António Rosa disse...
2 de julho de 2008 às 18:04  

Samsara,

Tu foste a protagonista principal do trânsito

LOL LOL LOL

kiss

1 de julho de 2008

Marte em trânsito em conjunção a Saturno natal



No dia 2 de Julho terei
Marte em trânsito a fazer conjunção partil ao meu Saturno natal. Para muitos astrólogos é considerado um aspecto sem harmonia, capaz de produzir dificuldades. Outros preferem considerar um aspecto desafiante, em que é necessário aprender com as eventuais dificuldades que possam surgir.


Os clássicos consideram estes dois planetas de “maléficos” pois podem trazer amarguras, abusos ou situações mais dolorosas, aparentemente sem justificação. A acção destes dois planetas pode ser dura, provocar frustração, haver uma atitude antipática. São considerados planetas desafortunados. Não fiquem impressionados com estas expressões, pois apenas indicam adversidades, impedimentos e conflitos. É a vida a funcionar e a astrologia a adaptar-se.


Esta palavra – “maléficos” – pode provocar temor nos leitores, como se sempre que estes planetas estivessem presentes indicassem situações angustiantes. Não é bem assim. Este nome de “maléfico” advém por serem planetas que indicam um modo de agir mais tenso ou difícil, por comparação com os “benéficos” Júpiter e Vénus, que são, regra geral, facilitadores.


O modo de agir dos “benéficos” é mais brando, suave, doce, tranquilo e fácil de enfrentar. Habitualmente, trazem uma energia prazenteira. Em contrapartida com esta situação, encontramos os temidos Marte e Saturno, os “maléficos”, em que a energia presente pode ser mais tensa.


Obviamente, há imensas subtilezas nestas interpretações. Estes maléficos quando em casas angulares, obrigam a um esforço, uma concentração, uma disciplina, uma energia especial, trazendo resultados benéficos para a pessoa. Não indicam impedimentos graves, embora surjam desafios a serem ultrapassados.


Tradicionalmente, quando estes planetas estão em casas consideradas difíceis (6, 8 e 12) os impedimentos poderão ser mais profundos. A pessoa necessita cuidar mais dos seus assuntos.


No entanto, vejo sempre como bastante compatível esta situação: Saturno na XII. É a casa onde Saturno está em júbilo. A casa XII é o local onde Saturno melhor encaixa. Se esta casa é a dos inimigos ocultos, nada melhor que o planeta mais limitador para lhes pôr um travão. Não acha?


Ah! Também é necessário verificar se algum deles é o planeta Oriental, porque aí a situação muda bastante, tornando-se muito significativos, pois Marte é um comandante em acção e Saturno é a sabedoria a ser usada.


Marte é enérgico e cortante. Saturno é o tempo, a estabilidade. Quando estes dois se encontram, é certo que Marte vem desafiar o pacato e pachorrento Saturno. Marte representa o novo, Saturno o que é mais velho. Este contacto pode representar uma ruptura, um corte, onde o que é velho pode ser afastado.


Afinal, escrevi sobre a natureza dos planetas e quase nada do aspecto em si. Já agora, como estou a escrever antes do trânsito, prefiro perceber como vai funcionar em mim e só depois, vir aqui para comentar. Para já, vou continuar as minhas curtas férias...

8 comentários:

jasmimdomeuquintal disse...

continuação de boas férias.

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

:-) o efeito quente e frio, olhando para as regências, que lhe traga boas novas António. :-)

Abraço
Ana Cristina

mundo a fora disse...

achei ótimo seu blog, podemos trocar uma parceria. interessante!

voltarei

Samsara disse...

Espero que tires o máximo proveito deste trânsito.
Bjs.

António Rosa disse...

Jasmim

Muito obrigado.

kiss

António Rosa disse...

Ana Cristina,

O trânsito funcionou e bem. Trouxe boas novas pelas mãos da Patrícia. :)

Abraço

António Rosa disse...

Mundo Fora,

Agradecido pelo sua visita.

António Rosa disse...

Samsara,

Tu foste a protagonista principal do trânsito

LOL LOL LOL

kiss

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates