A viagem da vida # 4 - [FC/MC – Balança/Carneiro - Asc/Dsc – Câncer/Capricórnio]

13 de julho de 2008 ·

Os quatro pontos angulares do nosso mapa formam uma cruz. Todos nós temos a nossa origem em baixo, no FC (Fundo do Céu), dirigimo-nos para a parte mais elevada do nosso mapa, o MC (Meio do Céu), desenvolvendo a nossa identidade através do Asc (Ascendente), no sentido de interagirmos com os outros, no Dsc. (Descendente), a nossa polaridade. Os signos que lá estão apontam um propósito maior. A cruz natal em que está presente o modo cardinal com o FC em Balança e o Asc. em Câncer, pode apresentar algumas destas características:

(FC - Balança) Esta pessoa pode sentir-se em paz, com o tratamento afável de quem a rodeia e, no entanto, existir um sentimento de variabilidade no que às emoções se refere. Pode ser um lar, por onde “desfilam” muitas pessoas, podendo provocar a ausência de um núcleo constante. A necessidade de um verdadeiro ninho levar a pessoa a criar uma dependência subtil com quem lhe dá mais afecto. Ou então, trata de se movimentar para criar um chão mais sólido e contínuo de afecto. (MC - Carneiro) O Meio do Céu exige desta pessoa que invista de modo a diferenciar-se, a emergir, a fazer um lugar onde a sua presença seja notada. Se, após conseguir esse lugar e o executar de acordo com a vontade mais interna, poderá encontrar um sentido do seu propósito nesta passagem pela vida terrena.

(Asc – Câncer / Dsc – Capricórnio) Aos poucos, esta pessoa reconhece em si uma grande vulnerabilidade. Mas é uma vulnerabilidade secreta, não conhecida. E procura, numa primeira fase, uma forma de ser apoiada pelos outros, alguém que seja um suporte, que lhe permita o seu desenvolvimento como ser humano. Ou então, nessa fase primária, este ser sente que os outros devem fazer-se responsáveis dos seus próprios relacionamentos. Passará por estas experiências até perceber que não é este o caminho a seguir e, através da frustração, se transcenda reconhecendo o seu próprio valor, a sua própria fortaleza, passando a dar sustento próprio nas suas relações com os outros. Então, aprende a palavra mágica: compartilhar. É então que percebe que só com o sentimento de haver responsabilidade igual e compartilhada em áreas comuns é que encontra o seu próprio destino. E, só então, no enquadramento social, é que, pouco a pouco, encontra o seu caminho de liderança na comunidade onde se insere. É aí que os outros reconhecerão a necessidade dessa liderança e lhe entregarão, de pleno direito. É na integração dos dois eixos da cruz, que a consciência deste ser melhor poderá expressar a sua natureza forte e a sua inclinação a actuar de acordo com os seus sentimentos, a sua honestidade e franqueza, ao serviço de todos. É quando utiliza a sabedoria de Saturno, como regente esotérico de Capricórnio, que este ser se realizará.

Procure as outras 'viagens da vida, aqui, no índice.

3 comentários:

Samsara disse...
13 de julho de 2008 às 14:43  

Bom Domingo António
Já estava com saudades das tuas cruzes, gostei muito. Vou investigar nos meus mapas quem é que tem esta cruz.
Bjs.

António Rosa disse...
13 de julho de 2008 às 15:56  

Olá Patrícia

Tenho andado preguiçoso. =)

Dra. Silvia Pernas disse...
15 de janeiro de 2013 às 14:17  

Ola boa tarde,
Eu tenho esta cruz, e com saturno em cima do ascendente. Urano esta quase a chegar ao MC, falta aproxinadamente 1° mas vai fazer oposicao a plutao natal. So espero que esta passagem alivie o peso desta cruz e melhore a minha vida.
Silvia

13 de julho de 2008

A viagem da vida # 4 - [FC/MC – Balança/Carneiro - Asc/Dsc – Câncer/Capricórnio]

Os quatro pontos angulares do nosso mapa formam uma cruz. Todos nós temos a nossa origem em baixo, no FC (Fundo do Céu), dirigimo-nos para a parte mais elevada do nosso mapa, o MC (Meio do Céu), desenvolvendo a nossa identidade através do Asc (Ascendente), no sentido de interagirmos com os outros, no Dsc. (Descendente), a nossa polaridade. Os signos que lá estão apontam um propósito maior. A cruz natal em que está presente o modo cardinal com o FC em Balança e o Asc. em Câncer, pode apresentar algumas destas características:

(FC - Balança) Esta pessoa pode sentir-se em paz, com o tratamento afável de quem a rodeia e, no entanto, existir um sentimento de variabilidade no que às emoções se refere. Pode ser um lar, por onde “desfilam” muitas pessoas, podendo provocar a ausência de um núcleo constante. A necessidade de um verdadeiro ninho levar a pessoa a criar uma dependência subtil com quem lhe dá mais afecto. Ou então, trata de se movimentar para criar um chão mais sólido e contínuo de afecto. (MC - Carneiro) O Meio do Céu exige desta pessoa que invista de modo a diferenciar-se, a emergir, a fazer um lugar onde a sua presença seja notada. Se, após conseguir esse lugar e o executar de acordo com a vontade mais interna, poderá encontrar um sentido do seu propósito nesta passagem pela vida terrena.

(Asc – Câncer / Dsc – Capricórnio) Aos poucos, esta pessoa reconhece em si uma grande vulnerabilidade. Mas é uma vulnerabilidade secreta, não conhecida. E procura, numa primeira fase, uma forma de ser apoiada pelos outros, alguém que seja um suporte, que lhe permita o seu desenvolvimento como ser humano. Ou então, nessa fase primária, este ser sente que os outros devem fazer-se responsáveis dos seus próprios relacionamentos. Passará por estas experiências até perceber que não é este o caminho a seguir e, através da frustração, se transcenda reconhecendo o seu próprio valor, a sua própria fortaleza, passando a dar sustento próprio nas suas relações com os outros. Então, aprende a palavra mágica: compartilhar. É então que percebe que só com o sentimento de haver responsabilidade igual e compartilhada em áreas comuns é que encontra o seu próprio destino. E, só então, no enquadramento social, é que, pouco a pouco, encontra o seu caminho de liderança na comunidade onde se insere. É aí que os outros reconhecerão a necessidade dessa liderança e lhe entregarão, de pleno direito. É na integração dos dois eixos da cruz, que a consciência deste ser melhor poderá expressar a sua natureza forte e a sua inclinação a actuar de acordo com os seus sentimentos, a sua honestidade e franqueza, ao serviço de todos. É quando utiliza a sabedoria de Saturno, como regente esotérico de Capricórnio, que este ser se realizará.

Procure as outras 'viagens da vida, aqui, no índice.

3 comentários:

Samsara disse...

Bom Domingo António
Já estava com saudades das tuas cruzes, gostei muito. Vou investigar nos meus mapas quem é que tem esta cruz.
Bjs.

António Rosa disse...

Olá Patrícia

Tenho andado preguiçoso. =)

Dra. Silvia Pernas disse...

Ola boa tarde,
Eu tenho esta cruz, e com saturno em cima do ascendente. Urano esta quase a chegar ao MC, falta aproxinadamente 1° mas vai fazer oposicao a plutao natal. So espero que esta passagem alivie o peso desta cruz e melhore a minha vida.
Silvia

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates