A história de uma fabulosa mansão em declínio no mercado imobiliário

9 de julho de 2012 ·


Tony Ryan, fundador e ex-presidente da Ryanair, empresa irlandesa de avição, comprou a mansão «Lyons Demesne» [na Irlanda, a 45 minutos de Dublin] há 16 anos, por £3.5 milhões. Já na altura, foi considerada a casa mais cara do mercado imobiliário britânico. O seu propietário dedicou 2 anos a reconstruir e melhorar a propriedade e os jardins à volta, tendo gasto cerca de £80 milhões nessa recuperação, tendo envolvido mais de 100 técnicos especialistas: construtores, arquitectos, engenheiros, jardineiros, compensado com o prestigiado prémio «Europa Nostrum» em 2001.


Entretanto, em 2007, Tony Ryan faleceu e a sua enorme herança passou para os seus filhos Declan e Cathal. Cathal morreu 3 meses depois do seu pai ter falecido e a sua metade da herança foi dividida pelos seus 4 filhos.


O rico conteúdo da mansão foi sendo vendido, ao ponto de quase nada ter ficado nos dias de hoje. A mansão possui uma piscina, um heliporto, frescos de Gaspare Gabrielli, uma sala privada de cinema, ginásioe um pub irlandês. A mansão possui 7 suites principais e uma zona de convidados com 4 quartos de dormir. Obviamente, todo o staff fica instalado bna ala norte da mansão, num total de 17 quartos com casas de banho.

A mansão original foi cobnstruída em 1785 pelo Barão de Cloncurry.



Em 2009 a mansão já tinha sido colocada à venda por £63.5 milhões, sem nenhum comprador interessado. Devido à crise internacional no imobiliário, a mansão foi posta agora novamente à venda por um terço do valor anterior: £25 milhões. Irá aparecer algum excêntrico comprador.Nem mesmo os bilionários querem estas mansões.

Tony Ryan

.

9 de julho de 2012

A história de uma fabulosa mansão em declínio no mercado imobiliário


Tony Ryan, fundador e ex-presidente da Ryanair, empresa irlandesa de avição, comprou a mansão «Lyons Demesne» [na Irlanda, a 45 minutos de Dublin] há 16 anos, por £3.5 milhões. Já na altura, foi considerada a casa mais cara do mercado imobiliário britânico. O seu propietário dedicou 2 anos a reconstruir e melhorar a propriedade e os jardins à volta, tendo gasto cerca de £80 milhões nessa recuperação, tendo envolvido mais de 100 técnicos especialistas: construtores, arquitectos, engenheiros, jardineiros, compensado com o prestigiado prémio «Europa Nostrum» em 2001.


Entretanto, em 2007, Tony Ryan faleceu e a sua enorme herança passou para os seus filhos Declan e Cathal. Cathal morreu 3 meses depois do seu pai ter falecido e a sua metade da herança foi dividida pelos seus 4 filhos.


O rico conteúdo da mansão foi sendo vendido, ao ponto de quase nada ter ficado nos dias de hoje. A mansão possui uma piscina, um heliporto, frescos de Gaspare Gabrielli, uma sala privada de cinema, ginásioe um pub irlandês. A mansão possui 7 suites principais e uma zona de convidados com 4 quartos de dormir. Obviamente, todo o staff fica instalado bna ala norte da mansão, num total de 17 quartos com casas de banho.

A mansão original foi cobnstruída em 1785 pelo Barão de Cloncurry.



Em 2009 a mansão já tinha sido colocada à venda por £63.5 milhões, sem nenhum comprador interessado. Devido à crise internacional no imobiliário, a mansão foi posta agora novamente à venda por um terço do valor anterior: £25 milhões. Irá aparecer algum excêntrico comprador.Nem mesmo os bilionários querem estas mansões.

Tony Ryan

.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates