Porque será que não há inundações em Tóquio?

3 de abril de 2011 ·


Anualmente, uns 25 tufões assolam o território japonês, um cada duas semanas. Em média, pelo menos 2 ou 3, atingem a capital em cheio, com chuvas fortíssimas, durante várias horas seguidas, ou até durante um dia inteiro. Mas nem por isso ocorrem enchentes ou alagamentos na cidade de Tokyo.
Porque será?

A explicação é simples, pois basta observar as fotos.


O subsolo de Tóquio, alberga uma fantástica infraestrutura cujo aspecto se assemelha ao cenário de um jogo de computador ou a um templo de uma civilização remota. Cinco poços de 32 m de diâmetro por 65 m de profundidade interligados por 64 Km de túneis, formam um colossal sistema de drenagem de águas pluviais destinado a impedir a inundação da cidade durante a época das chuvas.


A dimensão deste complexo subterrâneo desafia, toda a imaginação. É uma obra de engenharia sofisticadíssima, realizada em betão, situada 50 m abaixo do solo, facto extraordinário, num país constantemente sujeito a abalos sísmicos e onde quase todas as infraestruturas são aéreas. A sua função é, não apenas acumular as águas pluviais, como também evacuá-las em direção a um rio, caso seja necessário.

Para isso dispõe de 14.000 HP de turbinas capazes de bombear cerca de 200 toneladas de água por segundo, para o exterior.



Conclusão:
Não existem problemas insolúveis !
É simples - basta querer enfrentá-los !

Recebido por email do blogue  «Era do Entendimento»

.

10 comentários:

Filomena Nunes disse...
3 de abril de 2011 às 12:36  

Bom dia António Rosa.

Excelente... não há duvida que "querer é poder"!!

O resto, são desculpas!!

Resto de um alegre domingo. <3

Filomena

Mena disse...
3 de abril de 2011 às 12:38  

Olá António,
O povo japonês é admirável! Considerando a sua difícil situação geográfica, criou condições óptimas para a sua vivência no dia a dia. Não consigo imaginar as consequências para um outro país não preparado como eles.
Tenho uma admiração enorme por este povo!

Hanah disse...
3 de abril de 2011 às 14:00  

Muito legal ...

as suas tags já dizem tudo...

Zen


Bom dia

Astrid Annabelle disse...
3 de abril de 2011 às 15:34  

Bom dia António querido!
Imagine se isso não existisse!!!!!
Belo post. Sempre aprendendo.
Beijão para um belo domingo.
Astrid Annabelle

Universo Holístico disse...
3 de abril de 2011 às 16:16  

Olá Antonio!
Ótima informação!
A engenharia também pode dar ótimas soluções, apesar dos impactos ambientais que há em todas as obras, mas se ela estiver em harmonia com o meio ambiente pode dar ótimos resultados a todos!Como essa obra!
Obrigada pelo post!
Abraços

Serginho Tavares disse...
3 de abril de 2011 às 16:33  

Piois é meu querido, queria que aqui no Brasil pensassem assim. Para cada problema sempre existe uma solução não é?

Beijos

Paulo Francisco disse...
3 de abril de 2011 às 17:07  

FAN-TÁS-TI-CO!
Adorei a informação daqui. Muito legal mesmo!
Um grande abraço, camarada!

Aurora disse...
3 de abril de 2011 às 18:37  

Nossa, se não tivesse fotos para comprovar seria impossível acreditar. A criatividade dos Japoneses é imensurável

Doce Abraço Aurora.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...
4 de abril de 2011 às 00:06  

Uma construção dessas, é... algo "brutal"!!!

António Rosa disse...
4 de abril de 2011 às 14:53  

Muito agradecido a todos pela vossa presença. Tenho estado desde o fim-de-semana sem vir à net e assim não pude responder a todos.

Abraço.

A.

3 de abril de 2011

Porque será que não há inundações em Tóquio?


Anualmente, uns 25 tufões assolam o território japonês, um cada duas semanas. Em média, pelo menos 2 ou 3, atingem a capital em cheio, com chuvas fortíssimas, durante várias horas seguidas, ou até durante um dia inteiro. Mas nem por isso ocorrem enchentes ou alagamentos na cidade de Tokyo.
Porque será?

A explicação é simples, pois basta observar as fotos.


O subsolo de Tóquio, alberga uma fantástica infraestrutura cujo aspecto se assemelha ao cenário de um jogo de computador ou a um templo de uma civilização remota. Cinco poços de 32 m de diâmetro por 65 m de profundidade interligados por 64 Km de túneis, formam um colossal sistema de drenagem de águas pluviais destinado a impedir a inundação da cidade durante a época das chuvas.


A dimensão deste complexo subterrâneo desafia, toda a imaginação. É uma obra de engenharia sofisticadíssima, realizada em betão, situada 50 m abaixo do solo, facto extraordinário, num país constantemente sujeito a abalos sísmicos e onde quase todas as infraestruturas são aéreas. A sua função é, não apenas acumular as águas pluviais, como também evacuá-las em direção a um rio, caso seja necessário.

Para isso dispõe de 14.000 HP de turbinas capazes de bombear cerca de 200 toneladas de água por segundo, para o exterior.



Conclusão:
Não existem problemas insolúveis !
É simples - basta querer enfrentá-los !

Recebido por email do blogue  «Era do Entendimento»

.

10 comentários:

Filomena Nunes disse...

Bom dia António Rosa.

Excelente... não há duvida que "querer é poder"!!

O resto, são desculpas!!

Resto de um alegre domingo. <3

Filomena

Mena disse...

Olá António,
O povo japonês é admirável! Considerando a sua difícil situação geográfica, criou condições óptimas para a sua vivência no dia a dia. Não consigo imaginar as consequências para um outro país não preparado como eles.
Tenho uma admiração enorme por este povo!

Hanah disse...

Muito legal ...

as suas tags já dizem tudo...

Zen


Bom dia

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António querido!
Imagine se isso não existisse!!!!!
Belo post. Sempre aprendendo.
Beijão para um belo domingo.
Astrid Annabelle

Universo Holístico disse...

Olá Antonio!
Ótima informação!
A engenharia também pode dar ótimas soluções, apesar dos impactos ambientais que há em todas as obras, mas se ela estiver em harmonia com o meio ambiente pode dar ótimos resultados a todos!Como essa obra!
Obrigada pelo post!
Abraços

Serginho Tavares disse...

Piois é meu querido, queria que aqui no Brasil pensassem assim. Para cada problema sempre existe uma solução não é?

Beijos

Paulo Francisco disse...

FAN-TÁS-TI-CO!
Adorei a informação daqui. Muito legal mesmo!
Um grande abraço, camarada!

Aurora disse...

Nossa, se não tivesse fotos para comprovar seria impossível acreditar. A criatividade dos Japoneses é imensurável

Doce Abraço Aurora.

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Uma construção dessas, é... algo "brutal"!!!

António Rosa disse...

Muito agradecido a todos pela vossa presença. Tenho estado desde o fim-de-semana sem vir à net e assim não pude responder a todos.

Abraço.

A.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates