Um olhar sobre 2009 – o realismo categórico do Senhor dos Poderes

11 de dezembro de 2008 ·

O ano de 2008 tem sido o aperitivo para mergulharmos no realismo categórico que será a tónica constante de 2009 e 2010, sob a orientação do Senhor dos Poderes, mais conhecido por Saturno.

Saturno simboliza o tempo, a ordem, o mestre, o velho sábio, o eremita, o monge, o juiz, o agente governamental, o pai, o professor, o patrão e o chefe. Será o grande omnipresente em 2009, contando com a ajuda de Plutão e Úrano.

Quem levantar o mapa para as zero horas do dia 1 de Janeiro de 2009, constatará com rapidez que o horóscopo do céu estará concentrado como se de um batido de frutas se tratasse. Claro que esta concentração não permanecerá assim o resto do ano, pois tudo no universo é dinâmico. O céu estará assim:

- Em Capricórnio encontramos: Plutão [1º], Marte [3º], Sol [10º], Júpiter [28º] e Mercúrio [29º]. Um signo regido por Saturno.

- Em Aquário vemos: Quíron [18º], Neptuno [22º], Vénus [27º] e Lua [29º]. Um signo cujo regente moderno é Úrano, tendo a regência tradicional de Saturno.

- Chama muito a atenção que apenas dois planetas não se encontrem neste concentrado cósmico: Úrano em Peixes [19º] e Saturno em Virgem [21º]. Peixes é um signo de água que tem Plutão como regente esotérico. Virgem é um signo do elemento Terra. São signos mutáveis, exigem andamento, mudanças, transformações.

Neste contexto, percebe-se o que quero dizer com realismo categórico. Para onde quer que se olhe, vemos sempre Saturno a tomar conta dos seus Poderes, assessorado pelo elemento Terra e por Plutão. É curioso notar que Saturno começa o seu movimento retrógrado exactamente no dia 1 de Janeiro, no grau 21 de Virgem.

Obviamente, que este é o mapa do céu, pelo que é necessário encaixa-lo no mapa natal de cada pessoa para se determinar as ocorrências pessoais em 2009. Neste texto apenas estamos a verificar as energias principais que serão desenvolvidas ao longo deste ano. Este não é um texto de previsões. É apenas um breve olhar astrológico.

Capricórnio e Virgem, como signos de Terra, terão uma iluminação especial no desenrolar dos acontecimentos, pois lá estarão Plutão e Saturno, a contribuírem de forma decisiva para o tal realismo categórico que mencionei mais acima. Neste contexto, o Senhor dos Poderes será o planeta onde devemos colocar a nossa atenção, porque sendo mais rápido que Plutão irá accionar diversos acontecimentos, quer na nossa vida, quer na humanidade.

Plutão fará o lento trabalho de transformação, pois simboliza a regeneração das forças instintivas arcaicas, transformação e purificação dos complexos emocionais e dos tabus, activação das energias criadoras emergentes do inconsciente (pessoal e colectivo), renovação integral do ser, desnudamento das prisões do ego. Desintegração das forças imobilizadoras e corruptoras. Uma festa!

Plutão estará especialmente envolvido nos mapas pessoais em signos como Capricórnio (conjunção), Caranguejo/Câncer (oposição), Carneiro e Balança/Libra (quadraturas). Estamos a falar da cruz cardinal. A energia cardinal apoia a acção directa, com pouca dúvida, existe a necessidade de actuar rapidamente e com decisão. O modo cardinal é vigoroso e edifica-se psicologicamente para responder aos desafios das situações que obrigam a decisões rápidas e mudanças repentinas. Sabem saborear os benefícios de estar consciente no aqui e agora. Mais do que qualquer outro modo (o fixo e o mutável), o cardinal vem aceitar o desafio do «agora mediático» que é aprender a ultrapassar o medo. Dando ânimo aos outros signos. Estamos preparados para este desafio plutónico? É a experiência que se segue e funcionará como gigantesca onda que a todos tocará. [Como diz a minha amiga Ana Cristina nos comentários: «
também são mais duradouras e renovadoras.»]

Todas as pessoas que tenham planetas nos primeiros 8 graus (grosso modo) destes quatro signos sentirão a forte influência de Plutão ao longo de 2009. Em 2010, Plutão influenciará mais de perto os 5 graus seguintes destes signos. Por aí fora… Plutão percorre cerca de 3 graus do Zodíaco por ano, incluído os seus longos movimentos retrógrados de 5 meses. É fácil perceber que esta cruz cardinal será tocada por Plutão por longos anos. Até 2024.

O Senhor dos Poderes permanecerá em Virgem até fins de Outubro, altura em que ingressará em Balança/Libra, onde nos ensinará o que é a nossa partilha com o outro. Durante todo este tempo, estará em oposição a Úrano em Peixes. Assim ficarão até 2010, devido às danças para a frente e para atrás de ambos os planetas. Estes planetas estão em signos mutáveis. As mudanças estão, portanto, na ordem do dia. Todas as grandes transformações no mundo financeiro e económico que temos assistido nos últimos meses, têm a impressão digital desta dupla. Úrano tem trabalhado intensamente para ajudar Saturno a pôr ordem nas coisas do planeta.

Os exemplos são noticiados diariamente: tudo o que está mal estruturado de raiz ou com objectivos distorcidos (ganância é um exemplo) tem vindo abaixo. A ruir. Bancos gigantescos que caem de um dia para o outro. Empresas multinacionais a pedirem socorro. Perdas financeiras que eu nem consigo perceber, pois a conversa passou para biliões e a este nível de grandeza, estes números são abstracções para mim, pois simplesmente não os entendo. Os telejornais falam em crise e fomentam à exaustão essas notícias, difundindo o medo na humanidade. Isso não é bom. Na ganância das audiências e fuga a perdas económicas, estão a fomentar o medo entre as pessoas. Em linhas gerais, claro. A palavra mais usada por todos é «crise».

No entanto, crise significa mudança. É a proposta do momento. Integrar em nós as mudanças necessárias para evoluirmos e seguirmos em frente. Sem medo. Confiando nas nossas próprias capacidades. Repito, sem medo. Seguir o chamamento da nossa alma, usando a mente para entender e fazer as coisas como devem ser feitas, sem resistências emocionais, nem sentimentos redutores de uma auto-imagem pessoal.

Temos que aprender a usar Saturno de melhor forma, utilizando o seu lado luminoso. Esta é a aprendizagem básica. Não digo que seja fácil. A palavra-chave é consciência. Fazermos o upgrade da nossa própria consciência. Temos que aprender a libertarmo-nos do medo da crise. Como o fazer? Só conheço um caminho. Fazendo o tal upgrade a nós mesmos, à nossa vida, aplicando os conceitos salutares e luminosos de Saturno: bem organizar as nossas vidas, saber gerir quem somos, olhar para o que fazemos e eliminar o que é superficial, criar objectivos saudáveis para a nossa vida, cuidar de nós mesmos e dos filhos, cuidar do nosso corpo físico, cuidar do nosso corpo emocional, cuidar do nosso corpo mental e, sobretudo, eliminar os nossos lixos psíquicos para não ficarmos enredados na esfera do medo. Sendo nós mesmos, estaremos a corresponder ao apelo da alma.

Só assim, aceitando introduzir as mudanças necessárias é que poderemos seguir em frente, com serenidade. Plutão dará uma grande ajuda. Não irei desenvolver aqui o tema de Plutão, pois muito se tem escrito sobre este assunto. Mas é fundamental neste processo regenerador. A transformação vem de dentro.

O realismo categórico a que me refiro é este saber estar saturnino. Porque a nossa evolução processa-se aqui em baixo, no plano terreno.

Obviamente, que a tal concentração planetária com que iniciei este texto, desfazer-se-á e os planetas seguirão o seu eterno caminhar ao redor do zodíaco. Júpiter ingressará em Aquário ainda em Janeiro e encontrar-se-á com Neptuno e Quíron em Julho e depois em Dezembro de 2009, derramando bênçãos a quem tiver sabido incorporar em si os ensinamentos de Saturno. Há muitas outras configurações astrológicas que poderia desenvolver neste texto, mas prefiro ficar-me por aqui. Haverá outras oportunidades de ir comentando os momentus astrológicos.

Um muito obrigado a todos pelo excelente 2008 que me proporcionaram.

Um bom 2009 para si.

Um abraço e um beijo a todos.

António Rosa

32 comentários:

joana disse...
11 de dezembro de 2008 às 15:39  

Gostei muito António. Sinto que precisarei de o reler. Um beijo

Ana Cristina disse...
11 de dezembro de 2008 às 15:52  

António, gostei especialmente do botão, tempo de reset :-), as alterações Plutónicas no eixo de signos fixos, podendo parecer ser mais catastróficas também são mais duradouras e renovadoras.
Um post oportuno amigo.
Abraço

Maria Paula Ribeiro disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:23  

António,

Fantástico!
:=) Parece mais um "Red bull, dá-te asas" que uma salada de frutas!

Obrigado amigo.
Glorioso 2009, que a gente manda um pontapé saturnino a essa crise!

irradiandoluz disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:24  

Parabéns pela postagem António!
Eu ia te perguntar o que significava "realismo categórico do Senhor dos Poderes", por causa do comentário que você deixou lá no Irradiando Luz. Mas agora clareou um pouco...
Valeu! Muito profundo seue ntendimento da astrologia. Preciso me dedicar mais para conseguir entender tudo que você fala...
Me fala uma coisa: vc já ouviu falar do Calendário Maia(ou Calendário da Paz ou Calendário das 13 luas?

Desejo a você muito poder e muita luz em 2009!

Abração
Gabi Dread

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:24  

Olá Joana,

Demorei séculos a preparar este texto. Fui cortando, cortando... Até que fiquei farto de não sair dali e publiquei-o. =)

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:25  

Ana Cristina

Também achei piada ao botão. Assim que o vi, guardei-o para esta ocasião. =)

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:26  

Olá Maria Paula

Ainda bem que gostaste. Para tua informação, foi um texto difícil de preparar. Era enorme... e fui cortando.

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:28  

Amigo Gabriel,

Já ouvi falar no calendário Maya. Creio que são 13, não é? Tenho pouco conhecimento da matéria.

Abraço

António

HighLander77 disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:32  

Gostei!
Nao aceito viver na "crise"!
O Plutao sabe o que faz...
Qto aos signos cardinais e os seu planetas, digamos que em 2009 e ja comecou em 2008, Plutao ira fazer uma oposicao ao meu Jupiter natal (8 graus de Caranguejo) e quadratura a minha Venus (6 graus de balanca).
Resumindo... esta sera a altura que irei para um mosteiro e que ficarei celibatario!
eheheh

Abraco,

Paulo

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 16:48  

Paulo,

Palavras tuas: «Resumindo... esta sera a altura que irei para um mosteiro e que ficarei celibatario»

Estás a afirmar ou perguntar?

LOL

Tu, celibatário? No lo creo.

Abraço

HighLander77 disse...
11 de dezembro de 2008 às 17:14  

Oi Antonio,

Nao e pergunta nem afirmacao, somente uma palhacada a exagerar o Plutao a fazer aspecto com a minha Venus! eheheh

O Celibato nao esta nos meus planos! eheheh

Grande abraco,

Paulo

Hanah disse...
11 de dezembro de 2008 às 17:21  

Gostei muito....

obrigado pela partilha...

Um 2009 abençõado para ti...

Abração

Hanah

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 17:21  

Paulo,

Esse Pluto-Vénus parece-me coisa de um grande amor na tua vida. Por vezes é preciso desconstruir para reconstruir.

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 17:31  

Hanah

Muito obrigado.

Bom 2009 para ti, também.

Abraço.

Samsara disse...
11 de dezembro de 2008 às 21:21  

António, depois desta bela descrição do "ambiente" astrológico para o próximo ano, o final parece uma despedida, não vais deixar-nos pois não? Só se for para ir para uma viagem fantástica, ok? Hoje ainda é dia 11,lol.

Obrigada também pelo que me proporcionaste neste ano, foram momentos bonitos e de grande aprendizagem.

Beijinhos

António Rosa disse...
11 de dezembro de 2008 às 21:24  

Olá Pat

Não vou sair daqui. Foi uma forma de agradecer a todos os amigos que fui fazendo aqui na net. Tu és uma dessas pessoas muito especiais com quem tenho convivido, e que me fez ser melhor pessoa. Um beijão.

adelaide figueiredo disse...
12 de dezembro de 2008 às 00:09  

Olá António

Já cá estou outra vez.

Não tenho palavras para dizer o quanto gostei do texto!

Como sempre surpreende-me e diz-me coisas que me tocam cá dentro. Obrigada por isso.

Quanto ao Sr Plutão espero que as transformações que ele promove lá em cima na sua caminhada com os seus restantes companheiros, sejam recebidas por cada um de nós, de forma a transformá-las em coisas boas para fazermos um Mundo melhor.

Também lhe desejo um bom 2009 e agradeço-lhe tanta coisa boa que me proporcionou neste ano de 2008. Acredite que me fez sentir uma pessoa diferente através das nossas conversas blogueiras, da astrologia e de todos os amigos que através das actividades que tem promovido, eu conheci.

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...
12 de dezembro de 2008 às 06:37  

Olá Adelaide

Gosto de saber que apreciou o texto. Ainda bem que conseguiu vir. Espero que esteja tudo bem consigo, para além da falta de tempo. Abraço.

maria de fátima disse...
12 de dezembro de 2008 às 09:35  

Olá António adorei ler este post, está muito bem explicado.Também te desejo um óptimo 2009 com tudo de bom e de bem a que tens direito.Beijinhos.

António Rosa disse...
12 de dezembro de 2008 às 10:45  

Olá Maria de Fátima

Foi bom saber que gostaste do tema. Beijokas.

Solange disse...
12 de dezembro de 2008 às 11:57  

Olá, António,
Mais uma vez, obrigada pelo seu trabalho, um excelente ano de 2009 para si também.
Beijinhos, Solange

António Rosa disse...
12 de dezembro de 2008 às 13:40  

Olá Solange

Que bom saber que vem até este espaço. Muito obrigado. Bom 2009 para si e Família.

Luisa Sal disse...
12 de dezembro de 2008 às 13:50  

António, obrigada por este texto maravilhoso. Vou relê-lo...

Abraço
Luisa

António Rosa disse...
12 de dezembro de 2008 às 16:21  

Luísa

Que boa surpresa vê-la por aqui. Fico muito agradecido. Ainda bem gostou.

Vitor marcelino disse...
12 de dezembro de 2008 às 20:51  

António,
Não tenho visitado o seu blog,mas cada vez que o faço, fico rendido ás suas palavras, e não estou a falar de astrologia.

Obrigado
Vitor Marcelino

António Rosa disse...
12 de dezembro de 2008 às 20:57  

Olá Vitor, muito agradecido pelas sus palavras. É um prazer recebê-lo. Abraço.

kakauzinha disse...
13 de dezembro de 2008 às 23:57  

Gostei sobretudo deste conceito "crise significa mudança". É uma forma de encarar o que se avizinha com esperança de que seja tudo para melhor. Porque, de facto, o mundo precisa de dar uma grande volta.

Eu sou Capricórnio com ascendente Aquário, será que o meu ano vai ser um contínuo desbravar de obstáculos ou nadarei em águas tranquilas?

Obrigada pela visita tão simpática.

Beijinhos azuis****

António Rosa disse...
14 de dezembro de 2008 às 11:43  

Kakauzinha

Só pode ser para melhor... apesar desta ideia de «melhor» ser muito subjectiva. =)

Táxi Pluvioso disse...
14 de dezembro de 2008 às 11:47  

Estou curioso para ver esse realismo. Quando andam todos a viver na irrealidade.

António Rosa disse...
14 de dezembro de 2008 às 11:56  

Taxi Pluvioso, esse realismo já se faz sentir. Obviamente, há sempre quem vive num mundo irreal. Grato pela visita.

guntty disse...
14 de dezembro de 2008 às 21:48  

Excelente texto António! =)

Desejo-lhe um optimo 2009 também antecipadamente para não haver lugar a esquecimentos.

Cá estaremos para sentir a presente "melodia" do Senhor dos Poderes.

Vamos pra frente!

Abraço,
guntty

Fada Moranga disse...
15 de dezembro de 2008 às 03:56  

Ola Antonio!
Foi muito importante ter escrito este texto. Tem semeado muito e nos estamos ja a colher dos seus frutos, para podermos semear e colher os nossos... Obrigada!
Tudo do melhor para si neste Natal e em 2009 e sempre! Que seja um caminho doce :-))
Um grande beijo*deFada

11 de dezembro de 2008

Um olhar sobre 2009 – o realismo categórico do Senhor dos Poderes

O ano de 2008 tem sido o aperitivo para mergulharmos no realismo categórico que será a tónica constante de 2009 e 2010, sob a orientação do Senhor dos Poderes, mais conhecido por Saturno.

Saturno simboliza o tempo, a ordem, o mestre, o velho sábio, o eremita, o monge, o juiz, o agente governamental, o pai, o professor, o patrão e o chefe. Será o grande omnipresente em 2009, contando com a ajuda de Plutão e Úrano.

Quem levantar o mapa para as zero horas do dia 1 de Janeiro de 2009, constatará com rapidez que o horóscopo do céu estará concentrado como se de um batido de frutas se tratasse. Claro que esta concentração não permanecerá assim o resto do ano, pois tudo no universo é dinâmico. O céu estará assim:

- Em Capricórnio encontramos: Plutão [1º], Marte [3º], Sol [10º], Júpiter [28º] e Mercúrio [29º]. Um signo regido por Saturno.

- Em Aquário vemos: Quíron [18º], Neptuno [22º], Vénus [27º] e Lua [29º]. Um signo cujo regente moderno é Úrano, tendo a regência tradicional de Saturno.

- Chama muito a atenção que apenas dois planetas não se encontrem neste concentrado cósmico: Úrano em Peixes [19º] e Saturno em Virgem [21º]. Peixes é um signo de água que tem Plutão como regente esotérico. Virgem é um signo do elemento Terra. São signos mutáveis, exigem andamento, mudanças, transformações.

Neste contexto, percebe-se o que quero dizer com realismo categórico. Para onde quer que se olhe, vemos sempre Saturno a tomar conta dos seus Poderes, assessorado pelo elemento Terra e por Plutão. É curioso notar que Saturno começa o seu movimento retrógrado exactamente no dia 1 de Janeiro, no grau 21 de Virgem.

Obviamente, que este é o mapa do céu, pelo que é necessário encaixa-lo no mapa natal de cada pessoa para se determinar as ocorrências pessoais em 2009. Neste texto apenas estamos a verificar as energias principais que serão desenvolvidas ao longo deste ano. Este não é um texto de previsões. É apenas um breve olhar astrológico.

Capricórnio e Virgem, como signos de Terra, terão uma iluminação especial no desenrolar dos acontecimentos, pois lá estarão Plutão e Saturno, a contribuírem de forma decisiva para o tal realismo categórico que mencionei mais acima. Neste contexto, o Senhor dos Poderes será o planeta onde devemos colocar a nossa atenção, porque sendo mais rápido que Plutão irá accionar diversos acontecimentos, quer na nossa vida, quer na humanidade.

Plutão fará o lento trabalho de transformação, pois simboliza a regeneração das forças instintivas arcaicas, transformação e purificação dos complexos emocionais e dos tabus, activação das energias criadoras emergentes do inconsciente (pessoal e colectivo), renovação integral do ser, desnudamento das prisões do ego. Desintegração das forças imobilizadoras e corruptoras. Uma festa!

Plutão estará especialmente envolvido nos mapas pessoais em signos como Capricórnio (conjunção), Caranguejo/Câncer (oposição), Carneiro e Balança/Libra (quadraturas). Estamos a falar da cruz cardinal. A energia cardinal apoia a acção directa, com pouca dúvida, existe a necessidade de actuar rapidamente e com decisão. O modo cardinal é vigoroso e edifica-se psicologicamente para responder aos desafios das situações que obrigam a decisões rápidas e mudanças repentinas. Sabem saborear os benefícios de estar consciente no aqui e agora. Mais do que qualquer outro modo (o fixo e o mutável), o cardinal vem aceitar o desafio do «agora mediático» que é aprender a ultrapassar o medo. Dando ânimo aos outros signos. Estamos preparados para este desafio plutónico? É a experiência que se segue e funcionará como gigantesca onda que a todos tocará. [Como diz a minha amiga Ana Cristina nos comentários: «
também são mais duradouras e renovadoras.»]

Todas as pessoas que tenham planetas nos primeiros 8 graus (grosso modo) destes quatro signos sentirão a forte influência de Plutão ao longo de 2009. Em 2010, Plutão influenciará mais de perto os 5 graus seguintes destes signos. Por aí fora… Plutão percorre cerca de 3 graus do Zodíaco por ano, incluído os seus longos movimentos retrógrados de 5 meses. É fácil perceber que esta cruz cardinal será tocada por Plutão por longos anos. Até 2024.

O Senhor dos Poderes permanecerá em Virgem até fins de Outubro, altura em que ingressará em Balança/Libra, onde nos ensinará o que é a nossa partilha com o outro. Durante todo este tempo, estará em oposição a Úrano em Peixes. Assim ficarão até 2010, devido às danças para a frente e para atrás de ambos os planetas. Estes planetas estão em signos mutáveis. As mudanças estão, portanto, na ordem do dia. Todas as grandes transformações no mundo financeiro e económico que temos assistido nos últimos meses, têm a impressão digital desta dupla. Úrano tem trabalhado intensamente para ajudar Saturno a pôr ordem nas coisas do planeta.

Os exemplos são noticiados diariamente: tudo o que está mal estruturado de raiz ou com objectivos distorcidos (ganância é um exemplo) tem vindo abaixo. A ruir. Bancos gigantescos que caem de um dia para o outro. Empresas multinacionais a pedirem socorro. Perdas financeiras que eu nem consigo perceber, pois a conversa passou para biliões e a este nível de grandeza, estes números são abstracções para mim, pois simplesmente não os entendo. Os telejornais falam em crise e fomentam à exaustão essas notícias, difundindo o medo na humanidade. Isso não é bom. Na ganância das audiências e fuga a perdas económicas, estão a fomentar o medo entre as pessoas. Em linhas gerais, claro. A palavra mais usada por todos é «crise».

No entanto, crise significa mudança. É a proposta do momento. Integrar em nós as mudanças necessárias para evoluirmos e seguirmos em frente. Sem medo. Confiando nas nossas próprias capacidades. Repito, sem medo. Seguir o chamamento da nossa alma, usando a mente para entender e fazer as coisas como devem ser feitas, sem resistências emocionais, nem sentimentos redutores de uma auto-imagem pessoal.

Temos que aprender a usar Saturno de melhor forma, utilizando o seu lado luminoso. Esta é a aprendizagem básica. Não digo que seja fácil. A palavra-chave é consciência. Fazermos o upgrade da nossa própria consciência. Temos que aprender a libertarmo-nos do medo da crise. Como o fazer? Só conheço um caminho. Fazendo o tal upgrade a nós mesmos, à nossa vida, aplicando os conceitos salutares e luminosos de Saturno: bem organizar as nossas vidas, saber gerir quem somos, olhar para o que fazemos e eliminar o que é superficial, criar objectivos saudáveis para a nossa vida, cuidar de nós mesmos e dos filhos, cuidar do nosso corpo físico, cuidar do nosso corpo emocional, cuidar do nosso corpo mental e, sobretudo, eliminar os nossos lixos psíquicos para não ficarmos enredados na esfera do medo. Sendo nós mesmos, estaremos a corresponder ao apelo da alma.

Só assim, aceitando introduzir as mudanças necessárias é que poderemos seguir em frente, com serenidade. Plutão dará uma grande ajuda. Não irei desenvolver aqui o tema de Plutão, pois muito se tem escrito sobre este assunto. Mas é fundamental neste processo regenerador. A transformação vem de dentro.

O realismo categórico a que me refiro é este saber estar saturnino. Porque a nossa evolução processa-se aqui em baixo, no plano terreno.

Obviamente, que a tal concentração planetária com que iniciei este texto, desfazer-se-á e os planetas seguirão o seu eterno caminhar ao redor do zodíaco. Júpiter ingressará em Aquário ainda em Janeiro e encontrar-se-á com Neptuno e Quíron em Julho e depois em Dezembro de 2009, derramando bênçãos a quem tiver sabido incorporar em si os ensinamentos de Saturno. Há muitas outras configurações astrológicas que poderia desenvolver neste texto, mas prefiro ficar-me por aqui. Haverá outras oportunidades de ir comentando os momentus astrológicos.

Um muito obrigado a todos pelo excelente 2008 que me proporcionaram.

Um bom 2009 para si.

Um abraço e um beijo a todos.

António Rosa

32 comentários:

joana disse...

Gostei muito António. Sinto que precisarei de o reler. Um beijo

Ana Cristina disse...

António, gostei especialmente do botão, tempo de reset :-), as alterações Plutónicas no eixo de signos fixos, podendo parecer ser mais catastróficas também são mais duradouras e renovadoras.
Um post oportuno amigo.
Abraço

Maria Paula Ribeiro disse...

António,

Fantástico!
:=) Parece mais um "Red bull, dá-te asas" que uma salada de frutas!

Obrigado amigo.
Glorioso 2009, que a gente manda um pontapé saturnino a essa crise!

irradiandoluz disse...

Parabéns pela postagem António!
Eu ia te perguntar o que significava "realismo categórico do Senhor dos Poderes", por causa do comentário que você deixou lá no Irradiando Luz. Mas agora clareou um pouco...
Valeu! Muito profundo seue ntendimento da astrologia. Preciso me dedicar mais para conseguir entender tudo que você fala...
Me fala uma coisa: vc já ouviu falar do Calendário Maia(ou Calendário da Paz ou Calendário das 13 luas?

Desejo a você muito poder e muita luz em 2009!

Abração
Gabi Dread

António Rosa disse...

Olá Joana,

Demorei séculos a preparar este texto. Fui cortando, cortando... Até que fiquei farto de não sair dali e publiquei-o. =)

António Rosa disse...

Ana Cristina

Também achei piada ao botão. Assim que o vi, guardei-o para esta ocasião. =)

António Rosa disse...

Olá Maria Paula

Ainda bem que gostaste. Para tua informação, foi um texto difícil de preparar. Era enorme... e fui cortando.

António Rosa disse...

Amigo Gabriel,

Já ouvi falar no calendário Maya. Creio que são 13, não é? Tenho pouco conhecimento da matéria.

Abraço

António

HighLander77 disse...

Gostei!
Nao aceito viver na "crise"!
O Plutao sabe o que faz...
Qto aos signos cardinais e os seu planetas, digamos que em 2009 e ja comecou em 2008, Plutao ira fazer uma oposicao ao meu Jupiter natal (8 graus de Caranguejo) e quadratura a minha Venus (6 graus de balanca).
Resumindo... esta sera a altura que irei para um mosteiro e que ficarei celibatario!
eheheh

Abraco,

Paulo

António Rosa disse...

Paulo,

Palavras tuas: «Resumindo... esta sera a altura que irei para um mosteiro e que ficarei celibatario»

Estás a afirmar ou perguntar?

LOL

Tu, celibatário? No lo creo.

Abraço

HighLander77 disse...

Oi Antonio,

Nao e pergunta nem afirmacao, somente uma palhacada a exagerar o Plutao a fazer aspecto com a minha Venus! eheheh

O Celibato nao esta nos meus planos! eheheh

Grande abraco,

Paulo

Hanah disse...

Gostei muito....

obrigado pela partilha...

Um 2009 abençõado para ti...

Abração

Hanah

António Rosa disse...

Paulo,

Esse Pluto-Vénus parece-me coisa de um grande amor na tua vida. Por vezes é preciso desconstruir para reconstruir.

António Rosa disse...

Hanah

Muito obrigado.

Bom 2009 para ti, também.

Abraço.

Samsara disse...

António, depois desta bela descrição do "ambiente" astrológico para o próximo ano, o final parece uma despedida, não vais deixar-nos pois não? Só se for para ir para uma viagem fantástica, ok? Hoje ainda é dia 11,lol.

Obrigada também pelo que me proporcionaste neste ano, foram momentos bonitos e de grande aprendizagem.

Beijinhos

António Rosa disse...

Olá Pat

Não vou sair daqui. Foi uma forma de agradecer a todos os amigos que fui fazendo aqui na net. Tu és uma dessas pessoas muito especiais com quem tenho convivido, e que me fez ser melhor pessoa. Um beijão.

adelaide figueiredo disse...

Olá António

Já cá estou outra vez.

Não tenho palavras para dizer o quanto gostei do texto!

Como sempre surpreende-me e diz-me coisas que me tocam cá dentro. Obrigada por isso.

Quanto ao Sr Plutão espero que as transformações que ele promove lá em cima na sua caminhada com os seus restantes companheiros, sejam recebidas por cada um de nós, de forma a transformá-las em coisas boas para fazermos um Mundo melhor.

Também lhe desejo um bom 2009 e agradeço-lhe tanta coisa boa que me proporcionou neste ano de 2008. Acredite que me fez sentir uma pessoa diferente através das nossas conversas blogueiras, da astrologia e de todos os amigos que através das actividades que tem promovido, eu conheci.

Abraço

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...

Olá Adelaide

Gosto de saber que apreciou o texto. Ainda bem que conseguiu vir. Espero que esteja tudo bem consigo, para além da falta de tempo. Abraço.

maria de fátima disse...

Olá António adorei ler este post, está muito bem explicado.Também te desejo um óptimo 2009 com tudo de bom e de bem a que tens direito.Beijinhos.

António Rosa disse...

Olá Maria de Fátima

Foi bom saber que gostaste do tema. Beijokas.

Solange disse...

Olá, António,
Mais uma vez, obrigada pelo seu trabalho, um excelente ano de 2009 para si também.
Beijinhos, Solange

António Rosa disse...

Olá Solange

Que bom saber que vem até este espaço. Muito obrigado. Bom 2009 para si e Família.

Luisa Sal disse...

António, obrigada por este texto maravilhoso. Vou relê-lo...

Abraço
Luisa

António Rosa disse...

Luísa

Que boa surpresa vê-la por aqui. Fico muito agradecido. Ainda bem gostou.

Vitor marcelino disse...

António,
Não tenho visitado o seu blog,mas cada vez que o faço, fico rendido ás suas palavras, e não estou a falar de astrologia.

Obrigado
Vitor Marcelino

António Rosa disse...

Olá Vitor, muito agradecido pelas sus palavras. É um prazer recebê-lo. Abraço.

kakauzinha disse...

Gostei sobretudo deste conceito "crise significa mudança". É uma forma de encarar o que se avizinha com esperança de que seja tudo para melhor. Porque, de facto, o mundo precisa de dar uma grande volta.

Eu sou Capricórnio com ascendente Aquário, será que o meu ano vai ser um contínuo desbravar de obstáculos ou nadarei em águas tranquilas?

Obrigada pela visita tão simpática.

Beijinhos azuis****

António Rosa disse...

Kakauzinha

Só pode ser para melhor... apesar desta ideia de «melhor» ser muito subjectiva. =)

Táxi Pluvioso disse...

Estou curioso para ver esse realismo. Quando andam todos a viver na irrealidade.

António Rosa disse...

Taxi Pluvioso, esse realismo já se faz sentir. Obviamente, há sempre quem vive num mundo irreal. Grato pela visita.

guntty disse...

Excelente texto António! =)

Desejo-lhe um optimo 2009 também antecipadamente para não haver lugar a esquecimentos.

Cá estaremos para sentir a presente "melodia" do Senhor dos Poderes.

Vamos pra frente!

Abraço,
guntty

Fada Moranga disse...

Ola Antonio!
Foi muito importante ter escrito este texto. Tem semeado muito e nos estamos ja a colher dos seus frutos, para podermos semear e colher os nossos... Obrigada!
Tudo do melhor para si neste Natal e em 2009 e sempre! Que seja um caminho doce :-))
Um grande beijo*deFada

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates