Com dedicatória

21 de setembro de 2009 ·

Dedicado à minha amiga Anónima que bem poderia ser a Esmeralda.












Aqui lhe deixo, Anónima, a minha preferida:

«O Tempo das Catedrais Acabou»




Quasimodo cést moi? Le sans papiers?

11 comentários:

Anónima disse...
21 de setembro de 2009 às 07:48  

Caramba, Maestro, vous êtes formidable!

Eu gosto mesmo destas músicas...
Não digo mais nada que fiquei tímida.
Um abraço, Maestro querido!

António Rosa disse...
21 de setembro de 2009 às 08:00  

Foi um prazer. Uma boa semana para si.

Anónima disse...
21 de setembro de 2009 às 08:20  

Para si também.

Esta Esmeralda vai agora trabalhar.
Um tantinho atarantada...
:)

António Rosa disse...
21 de setembro de 2009 às 10:13  

Não é caso para isso. Apenas uma dedicatória a uma amiga sempre presente neste blogue. Abraço.

Maria Paula Ribeiro disse...
21 de setembro de 2009 às 14:10  

Ai António...

La France!!!!! E logo hoje que fui levar o meu mamo de regresso à "Catedral".

Isto mexe e remexe...Ainda hei-de descobrir porque ainda mexe tanto! ;-)

Kiss

António Rosa disse...
21 de setembro de 2009 às 14:31  

Paula

E talvez mexa sempre. Moçambique anda mexe comigo... desde 1979... :)))

Maria Paula Ribeiro disse...
21 de setembro de 2009 às 15:06  

ohhhhhhhhhhhh
Nova novidade??? Recebe-se agora a tua resposta na minha caixa de email...
hummm catita! Muito catita! :-)))))

1979???? Bem.... então ainda vai mexer comigo, lol lol
Já agora comento o de cima, que é para poupar....um must!!!!!
Ser-se criativo tem muito que se lhe diga! ;-))))))

angela disse...
21 de setembro de 2009 às 15:59  

Muito bonito. Todos ótimos.
Sempre tem algo a doer, por melhor que esteja.
beijos

Anónima disse...
21 de setembro de 2009 às 19:38  

A sua música preferida é também muito forte. Também esteve na CE, na comunidade André.

Sim, o tempo das catedrais acabou. Por maiores que sejam, sempre são sítios fechados.
Gosto das Gárgulas.

Anónima disse...
26 de setembro de 2009 às 13:09  

Vim ver o vídeo e ouvir.

Ontem comecei a tratar de um assunto de suma importância para mim. Mais uma vez esta música ajudou-me. Cantarolando-a, os pés mexem-se, o resto vai atrás... e a disposição eleva-se.

Bom repouso, Maestro. Faça por dar grandes caminhadas.
Beijinho.

(depois se me apetecer venho cá e apago, ok?

Anónimo disse...
1 de dezembro de 2009 às 12:06  

Maestro querido, vim ao "meu" post.

Esta música continua a ter magia para mim.

Não sou pessoa muito aberta para expressar o que sinto aqui na Internet, mas sempre digo que lhe sou muito grata não só por esta música, mas também por outras coisas.

Cuide-se, please.

Já tenho blogue outra vez, mas não venho com ele, talvez outro dia.

Um beijinho.

:)

21 de setembro de 2009

Com dedicatória

Dedicado à minha amiga Anónima que bem poderia ser a Esmeralda.












Aqui lhe deixo, Anónima, a minha preferida:

«O Tempo das Catedrais Acabou»




Quasimodo cést moi? Le sans papiers?

11 comentários:

Anónima disse...

Caramba, Maestro, vous êtes formidable!

Eu gosto mesmo destas músicas...
Não digo mais nada que fiquei tímida.
Um abraço, Maestro querido!

António Rosa disse...

Foi um prazer. Uma boa semana para si.

Anónima disse...

Para si também.

Esta Esmeralda vai agora trabalhar.
Um tantinho atarantada...
:)

António Rosa disse...

Não é caso para isso. Apenas uma dedicatória a uma amiga sempre presente neste blogue. Abraço.

Maria Paula Ribeiro disse...

Ai António...

La France!!!!! E logo hoje que fui levar o meu mamo de regresso à "Catedral".

Isto mexe e remexe...Ainda hei-de descobrir porque ainda mexe tanto! ;-)

Kiss

António Rosa disse...

Paula

E talvez mexa sempre. Moçambique anda mexe comigo... desde 1979... :)))

Maria Paula Ribeiro disse...

ohhhhhhhhhhhh
Nova novidade??? Recebe-se agora a tua resposta na minha caixa de email...
hummm catita! Muito catita! :-)))))

1979???? Bem.... então ainda vai mexer comigo, lol lol
Já agora comento o de cima, que é para poupar....um must!!!!!
Ser-se criativo tem muito que se lhe diga! ;-))))))

angela disse...

Muito bonito. Todos ótimos.
Sempre tem algo a doer, por melhor que esteja.
beijos

Anónima disse...

A sua música preferida é também muito forte. Também esteve na CE, na comunidade André.

Sim, o tempo das catedrais acabou. Por maiores que sejam, sempre são sítios fechados.
Gosto das Gárgulas.

Anónima disse...

Vim ver o vídeo e ouvir.

Ontem comecei a tratar de um assunto de suma importância para mim. Mais uma vez esta música ajudou-me. Cantarolando-a, os pés mexem-se, o resto vai atrás... e a disposição eleva-se.

Bom repouso, Maestro. Faça por dar grandes caminhadas.
Beijinho.

(depois se me apetecer venho cá e apago, ok?

Anónimo disse...

Maestro querido, vim ao "meu" post.

Esta música continua a ter magia para mim.

Não sou pessoa muito aberta para expressar o que sinto aqui na Internet, mas sempre digo que lhe sou muito grata não só por esta música, mas também por outras coisas.

Cuide-se, please.

Já tenho blogue outra vez, mas não venho com ele, talvez outro dia.

Um beijinho.

:)

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates