Se em vez de fogo eu escrevesse...

11 de março de 2009 ·

O fogo, muito voltado para si, julga-se o maior, por ser arrojado e destemido. Mas aí vem a suave água e... apaga-o. Tão simplesmente como isso. Como fica o fogo? Fica bravo quando tentam eliminá-lo, podendo chegar a ser devastador. Que faz a terra contra o fogo? O mesmo que a água: apaga-o. O fogo reage sempre da mesma maneira - reage para não ser extinto. Luta e não dá tréguas na tentativa de não ser extinto.

Espero que tenham percebido que estou a falar de quadraturas (90º) nos mapas astrológicos. Se em vez de «fogo» eu escrevesse Carneiro / Áries... Se em vez de «água» eu escrevesse Caranguejo / Câncer... Se em vez de «terra» eu escrevesse Capricórnio... Teriam imediatamente entendido que estava a falar de signos (cardinais) a fazerem possíveis quadraturas entre si. O mesmo acontece com planetas a fazerem quadraturas.

É por isso que a quadratura demonstra tanta tensão e desafio. Precisamos de quadraturas nos nossos mapas para para lutarmos pela sobrevivência [que palavrão pouco citadino!], ou mesmo para superarmos a forte influência dos nossos pais. As pessoas que não têm quadraturas no mapa não percebem essa ausência; na verdade, a sua vida pode ser tão difícil quanto a dos outros, mas elas dizem que tudo está perfeito, que a vida é boa e é bom estar vivo.

A única dificuldade das pessoas que não têm quadraturas no mapa natal é que, quando surge um problema verdadeiro, não sabem como lidar com o assunto — ou fogem da questão ou interiorizam excessivamente os seus sentimentos. Não estão acostumadas a lutar ou encarar um problema de frente; a menos que o mapa apresente outros pontos fortes (conjunções e/ou oposições), é possível que não realizem muita coisa nesta vida.

25 comentários:

bruna :) disse...
11 de março de 2009 às 09:16  

Acho que percebi! Realmente um exemplo com o fogo e a água...!
Obrigado
bjs ;)

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 09:18  

Olá Bruna

Lembrei-me desse exemplo simples que todos percebemos, para facilitar a compreensão do que é uma quadratura.

Caso contrário teria que usar palavras como «tensão», «desafio», etc.

beijo

Salamandra disse...
11 de março de 2009 às 11:01  

Explicado com esta linguagem tão bonita e ao mesmo tempo tão simples, eu acho que chego lá.
Obrigada

Um bom dia para si
Salamandra

HighLander77 disse...
11 de março de 2009 às 11:02  

oi Antonio,
Quadraturas, como bem as conheco , o meu Marte e Jupiter na 7 em caranguejo sao responsaveis pela quase totalidade no meu mapa.

Lutar e uma palavra que tem grande distincao no meu mapa e foi essa luta que me fez em parte, o homem que sou hoje.

O Caranguejo-Lua-Estomago estao no meio disto como sabe. A accao e a expansao de sentimentos estao neste centro tambem.

Ainda me lembro das palavras na primeira consulta que tive consigo:
"Paulo, porque nao sentes?" :)

Grande abraco,

Paulo

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 11:16  

Salamandra,

Chegou a notar que o seu blogue está em destaque esta semana?

Quase todas as semanas faço este destaque, consoante vou encontrando blogues que me chamam muito a atenção. É uma pequena homenagem aos círculos externos à astrologia.

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 11:33  

Paulo,

Também me recordo desse dia e o início de uma bela amizade.

Abri agora o teu mapa para refrescar a minha memória (ui!!!, não anda a funcionar nada bem!!!) e «contei» a família das quadraturas:

- 5 quadraturas
- 5 semi-quadraturas

Fantástico, Paulo.

Com isto quero dizer que és uma pessoa capaz de solucionar as tuas questões, tal como tens provado ao longo da tua vida, pois tens um bom fornecimento quadraturas e semi-quadraturas.

A tua energia pessoal e a tua capacidade para ultrapassares questões energéticas básicas advém da tua quadratura Sol- Marte.

As questões da tua 7 estão bastante bem resolvidos - :)

Um grande abraço

HighLander77 disse...
11 de março de 2009 às 11:59  

Antonio,
E verdade... uma bela amizade.
Nada acontece por acaso.
Se hoje em dia sou quem sou, numa pequena parte devo-o a si.

O seu mercurio anda aos tombos?? eheheh

Como diriam os antigos e bem:
"o que nao nos mata torna-nos mais fortes!"
Neste mundo em mudanca, e preciso cada vez mais sabermo-nos desenrascar!

A minha casa 7 esta sempre a ser complicada e resolvida... eheheh

Grande abraco,

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 13:32  

Paulo,

O meu Mercúrio anda completamente marado e «esquecido». Simplesmente, esqueço-me das coisas. Fico absorto em algum assunto e vou atrasando outros.

Abraço

Maria Paula Ribeiro disse...
11 de março de 2009 às 15:40  

Olá António,

Boa metáfora e muito útil.
;-)

Abraço

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 16:23  

Olá Paula,

Muito obrigado.

António

Alberto Lozéa disse...
11 de março de 2009 às 16:35  

Que bom que voltou a coluna "Destaques da Semana"... sempre tem umas dicas boas por lá! Não deixe faltar!!! Abráço António...

Alberto publicou um post sobre.. O que desperta o desejo sexual feminino?

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 16:48  

Olá Alberto,

A secção «Destaques da semana» é um bocado irregular, pois depende dos blogues que vou conhecendo e que me agradam, como aconteceu com o seu.

Abraço

Shin Tau disse...
11 de março de 2009 às 17:04  

Querido António,

essa conversa com o Highlander77 despertou a minha curiosidade. Pensando em marcar uma consulta!!!

Eu tenho 8 quadraturas:

Sol e Júpiter
Lua e nodo lunar
Urano e Lilith
Plutão e ascendente
Lua e Saturno
Vénus e Neptuno
Neptuno e MC
Neptuno e Nodo ascendente

E uma semi:

Júpiter e nodo ascendente.

Poderei dizer que sou uma lutadora?!? Ou cheia de problemas rkrkrkrrkrk

Adorei a sua explicação, foi de fácil entendimento.

Elias Mendes disse...
11 de março de 2009 às 18:09  

Olá antónio eu sempre fico muito contente quando você coloca textos meus la no site nova-liz, muito obrigado e um forte abraço!

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 18:24  

Shin Tau

8 quadraturas?!? WOW!!!

Também é o símbolo do infinito.

Falaremos qualquer dia.

António Rosa disse...
11 de março de 2009 às 18:25  

Elias,

Muito agradecido pela sua autorização.

Abraço

Samsara disse...
11 de março de 2009 às 21:15  

Quando recomecei a estudar Astrologia e ainda não pescava grande coisa já ouvia dizer que os "piores" mapas dão as melhores pessoas, que as que não tinham esses aspectos desafiantes tinham a tendência para "viver à sombra da bananeira".
A tua analogia está perfeita.
Beijinhos

Lucy disse...
11 de março de 2009 às 23:05  

Hoje a minha 'quadratura' mandou-me comentar alguns blogues, coisa que já faço pouquíssimas vezes, não por falat de interesse mas por achar as palavras tão tolas que nem me apetece.

Bem, vou aceitando estes desafios.

Deixo-te um beijo na tua quadratura mais arredondada: as bochechas.

Vês, como só me aptece dizer tolices!?

Beijos a sério!
Lucy

Lemniscata disse...
11 de março de 2009 às 23:35  

Olá :), gostei da explicação, foi breve e clara. Percebo muito pouco de astrologia mas aqui talvez venha a aprender um pouco mais. Até breve *****

António Rosa disse...
12 de março de 2009 às 09:08  

Patrícia

Aquilo que tantas preocupações provocam quando não se aprofundam os estudos, é exactamente o que nos faz seguir com a vida para a frente.

Beijinho

António Rosa disse...
12 de março de 2009 às 09:09  

Lucy

Tolices? Nem pensar. És sempre bem-vinda.

Um beijo a sério para ti, também.

António Rosa disse...
12 de março de 2009 às 09:10  

Lemniscata

Gostei muito de conhecer o seu blogue. Tantas coisas bonitas feitas por si. Admiro muito a arte de fazer esses objectos lindos.

Seja bem-vinda.

Astrid Annabelle disse...
12 de março de 2009 às 13:20  

António! Bom dia!
Gostei deste post de fácil entendimento.
Parabéns.
Beijo.
Astrid

António Rosa disse...
12 de março de 2009 às 16:34  

Astrid,

Muito agradecido pelas suas palavras.

Bom fim-semana.

beijo

Rui Santos disse...
13 de março de 2009 às 21:01  

Olá António, penso que compreendo a ligação entre fogo e água.

Tenho 5 planeta em signos de fogo em casas de água.

O António considera como quadraturas?

Tenho 2 quadraturas no meu Mapa
Plutão em virgem na 1,, e Marte em Gémeos na 10.

a Água sempre tentou apagar o fogo, e como tenho poucas Quadraturas no Meu Mapa, a água torna-se mais forte numa primeira fase, depois a têndência é para o equilibrio.

As poucas quadraturas, têm-me dado um efeito do tipo está-se bem,todo o meu processo só começou a mexer com mais intensidade quando Saturno entrou na minha casa 12.

Obrigado por visitar o meu Blogue experiência astrosirios, abri o Blogue com a ideia de ir plublicando alguma coisa, mas a vontade tem sido pouca.

Esta minha Lua em sagitário e marte em gémeos ainda não se encontram á altura.

Como sempre gosto muito de visitar o seu Blogue.

Abraço Grande

11 de março de 2009

Se em vez de fogo eu escrevesse...

O fogo, muito voltado para si, julga-se o maior, por ser arrojado e destemido. Mas aí vem a suave água e... apaga-o. Tão simplesmente como isso. Como fica o fogo? Fica bravo quando tentam eliminá-lo, podendo chegar a ser devastador. Que faz a terra contra o fogo? O mesmo que a água: apaga-o. O fogo reage sempre da mesma maneira - reage para não ser extinto. Luta e não dá tréguas na tentativa de não ser extinto.

Espero que tenham percebido que estou a falar de quadraturas (90º) nos mapas astrológicos. Se em vez de «fogo» eu escrevesse Carneiro / Áries... Se em vez de «água» eu escrevesse Caranguejo / Câncer... Se em vez de «terra» eu escrevesse Capricórnio... Teriam imediatamente entendido que estava a falar de signos (cardinais) a fazerem possíveis quadraturas entre si. O mesmo acontece com planetas a fazerem quadraturas.

É por isso que a quadratura demonstra tanta tensão e desafio. Precisamos de quadraturas nos nossos mapas para para lutarmos pela sobrevivência [que palavrão pouco citadino!], ou mesmo para superarmos a forte influência dos nossos pais. As pessoas que não têm quadraturas no mapa não percebem essa ausência; na verdade, a sua vida pode ser tão difícil quanto a dos outros, mas elas dizem que tudo está perfeito, que a vida é boa e é bom estar vivo.

A única dificuldade das pessoas que não têm quadraturas no mapa natal é que, quando surge um problema verdadeiro, não sabem como lidar com o assunto — ou fogem da questão ou interiorizam excessivamente os seus sentimentos. Não estão acostumadas a lutar ou encarar um problema de frente; a menos que o mapa apresente outros pontos fortes (conjunções e/ou oposições), é possível que não realizem muita coisa nesta vida.

25 comentários:

bruna :) disse...

Acho que percebi! Realmente um exemplo com o fogo e a água...!
Obrigado
bjs ;)

António Rosa disse...

Olá Bruna

Lembrei-me desse exemplo simples que todos percebemos, para facilitar a compreensão do que é uma quadratura.

Caso contrário teria que usar palavras como «tensão», «desafio», etc.

beijo

Salamandra disse...

Explicado com esta linguagem tão bonita e ao mesmo tempo tão simples, eu acho que chego lá.
Obrigada

Um bom dia para si
Salamandra

HighLander77 disse...

oi Antonio,
Quadraturas, como bem as conheco , o meu Marte e Jupiter na 7 em caranguejo sao responsaveis pela quase totalidade no meu mapa.

Lutar e uma palavra que tem grande distincao no meu mapa e foi essa luta que me fez em parte, o homem que sou hoje.

O Caranguejo-Lua-Estomago estao no meio disto como sabe. A accao e a expansao de sentimentos estao neste centro tambem.

Ainda me lembro das palavras na primeira consulta que tive consigo:
"Paulo, porque nao sentes?" :)

Grande abraco,

Paulo

António Rosa disse...

Salamandra,

Chegou a notar que o seu blogue está em destaque esta semana?

Quase todas as semanas faço este destaque, consoante vou encontrando blogues que me chamam muito a atenção. É uma pequena homenagem aos círculos externos à astrologia.

António Rosa disse...

Paulo,

Também me recordo desse dia e o início de uma bela amizade.

Abri agora o teu mapa para refrescar a minha memória (ui!!!, não anda a funcionar nada bem!!!) e «contei» a família das quadraturas:

- 5 quadraturas
- 5 semi-quadraturas

Fantástico, Paulo.

Com isto quero dizer que és uma pessoa capaz de solucionar as tuas questões, tal como tens provado ao longo da tua vida, pois tens um bom fornecimento quadraturas e semi-quadraturas.

A tua energia pessoal e a tua capacidade para ultrapassares questões energéticas básicas advém da tua quadratura Sol- Marte.

As questões da tua 7 estão bastante bem resolvidos - :)

Um grande abraço

HighLander77 disse...

Antonio,
E verdade... uma bela amizade.
Nada acontece por acaso.
Se hoje em dia sou quem sou, numa pequena parte devo-o a si.

O seu mercurio anda aos tombos?? eheheh

Como diriam os antigos e bem:
"o que nao nos mata torna-nos mais fortes!"
Neste mundo em mudanca, e preciso cada vez mais sabermo-nos desenrascar!

A minha casa 7 esta sempre a ser complicada e resolvida... eheheh

Grande abraco,

António Rosa disse...

Paulo,

O meu Mercúrio anda completamente marado e «esquecido». Simplesmente, esqueço-me das coisas. Fico absorto em algum assunto e vou atrasando outros.

Abraço

Maria Paula Ribeiro disse...

Olá António,

Boa metáfora e muito útil.
;-)

Abraço

António Rosa disse...

Olá Paula,

Muito obrigado.

António

Alberto Lozéa disse...

Que bom que voltou a coluna "Destaques da Semana"... sempre tem umas dicas boas por lá! Não deixe faltar!!! Abráço António...

Alberto publicou um post sobre.. O que desperta o desejo sexual feminino?

António Rosa disse...

Olá Alberto,

A secção «Destaques da semana» é um bocado irregular, pois depende dos blogues que vou conhecendo e que me agradam, como aconteceu com o seu.

Abraço

Shin Tau disse...

Querido António,

essa conversa com o Highlander77 despertou a minha curiosidade. Pensando em marcar uma consulta!!!

Eu tenho 8 quadraturas:

Sol e Júpiter
Lua e nodo lunar
Urano e Lilith
Plutão e ascendente
Lua e Saturno
Vénus e Neptuno
Neptuno e MC
Neptuno e Nodo ascendente

E uma semi:

Júpiter e nodo ascendente.

Poderei dizer que sou uma lutadora?!? Ou cheia de problemas rkrkrkrrkrk

Adorei a sua explicação, foi de fácil entendimento.

Elias Mendes disse...

Olá antónio eu sempre fico muito contente quando você coloca textos meus la no site nova-liz, muito obrigado e um forte abraço!

António Rosa disse...

Shin Tau

8 quadraturas?!? WOW!!!

Também é o símbolo do infinito.

Falaremos qualquer dia.

António Rosa disse...

Elias,

Muito agradecido pela sua autorização.

Abraço

Samsara disse...

Quando recomecei a estudar Astrologia e ainda não pescava grande coisa já ouvia dizer que os "piores" mapas dão as melhores pessoas, que as que não tinham esses aspectos desafiantes tinham a tendência para "viver à sombra da bananeira".
A tua analogia está perfeita.
Beijinhos

Lucy disse...

Hoje a minha 'quadratura' mandou-me comentar alguns blogues, coisa que já faço pouquíssimas vezes, não por falat de interesse mas por achar as palavras tão tolas que nem me apetece.

Bem, vou aceitando estes desafios.

Deixo-te um beijo na tua quadratura mais arredondada: as bochechas.

Vês, como só me aptece dizer tolices!?

Beijos a sério!
Lucy

Lemniscata disse...

Olá :), gostei da explicação, foi breve e clara. Percebo muito pouco de astrologia mas aqui talvez venha a aprender um pouco mais. Até breve *****

António Rosa disse...

Patrícia

Aquilo que tantas preocupações provocam quando não se aprofundam os estudos, é exactamente o que nos faz seguir com a vida para a frente.

Beijinho

António Rosa disse...

Lucy

Tolices? Nem pensar. És sempre bem-vinda.

Um beijo a sério para ti, também.

António Rosa disse...

Lemniscata

Gostei muito de conhecer o seu blogue. Tantas coisas bonitas feitas por si. Admiro muito a arte de fazer esses objectos lindos.

Seja bem-vinda.

Astrid Annabelle disse...

António! Bom dia!
Gostei deste post de fácil entendimento.
Parabéns.
Beijo.
Astrid

António Rosa disse...

Astrid,

Muito agradecido pelas suas palavras.

Bom fim-semana.

beijo

Rui Santos disse...

Olá António, penso que compreendo a ligação entre fogo e água.

Tenho 5 planeta em signos de fogo em casas de água.

O António considera como quadraturas?

Tenho 2 quadraturas no meu Mapa
Plutão em virgem na 1,, e Marte em Gémeos na 10.

a Água sempre tentou apagar o fogo, e como tenho poucas Quadraturas no Meu Mapa, a água torna-se mais forte numa primeira fase, depois a têndência é para o equilibrio.

As poucas quadraturas, têm-me dado um efeito do tipo está-se bem,todo o meu processo só começou a mexer com mais intensidade quando Saturno entrou na minha casa 12.

Obrigado por visitar o meu Blogue experiência astrosirios, abri o Blogue com a ideia de ir plublicando alguma coisa, mas a vontade tem sido pouca.

Esta minha Lua em sagitário e marte em gémeos ainda não se encontram á altura.

Como sempre gosto muito de visitar o seu Blogue.

Abraço Grande

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates