Olhar para trás, para poder seguir em frente

30 de Julho de 2008 · 22 comentários

A 4ª casa no meu mapa natal mede cerca de 30º. Em tamanho, é bastante equilibrada. Em conteúdo, é pesada, pois recebe Plutão em Leão e Saturno em Virgem. Corresponde a uma das áreas que mais me obrigou a experimentar situações fortes, ao longo da minha vida, com especial relevância para os últimos 2 anos.

Desde Maio de 2006 que Saturno tem transitado por esta 4ª casa. E com ele vieram algumas das experiências de vida mais difíceis que tive ao longo dos meus 59 anos. Aliás, da vez anterior que por lá passou (1978-81) também não foi coisa fácil. Só que então eu tinha 28. Vieram também experiências que me trouxeram enorme alegria e realização pessoal.

Este post é a forma que encontrei de me despedir da passagem de Cronos por essa minha casa, pois encontra-se neste momento a 1 grau de entrar na 5ª casa, o que acontecerá dentro de dias. O seu próximo movimento retrógrado não o fará regressar à quarta. Deixem-me que diga: “Ainda bem!”


Por ser uma casa angular, há uma espécie de reforço de quase todo o mapa. Quer isto dizer que Saturno ao passar pelo chamado FC (Fundo do Céu) toca, também, nos restantes ângulos do horóscopo [MC - Asc - Dsc], fazendo com que as experiências da vida sejam múltiplas e não se restrinjam aos assuntos habituais da 4ª casa – família, casa, raízes, fundações, tradição, etc.

Nunca na vida fora submetido a tão intensivas experiências. Nunca tantas ocorrências significativas me tinham acontecido. Nunca fora tão fundo de mim mesmo. Mudança de instalações, perdas de familiares e amigos, saúde muito com
plicada, crise no negócio editorial e outras situações mais. Dito assim, até parece uma coisa leve. Foi um ir ao tapete e reerguer-me, lentamente.

Também significou a criação do site da Escola de Astrologia Nova-Lis, este blogue e outros espaços virtuais (Saturno, regente tradicional de Aquário, no meu MC). Também significou conseguir passar pelos processos de dor e seguir em frente. Pelos processos de reestruturação e seguir em frente. Também significou
conviver com pessoas que apareceram na minha vida, sobretudo a nível virtual (site, fórum, blogue, etc.), o que me tem dado alento e prazer de viver.

Saturno pode magoar. Mas ensina sempre. Já o estou a reencontrar na reorganização da vida, na quinta casa. Isso está a dar-me prazer.






Eclipse solar total no dia 1 de Agosto

· 21 comentários

Penso ser do senso comum aceitarmos que um eclipse é mais poderoso que uma Lua Cheia ou uma Lua Nova. Um eclipse (do grego ekleipsis, "desvanecer") é um dos eventos que mais tem atraído a curiosidade humana com respeito à mecânica celeste. Um eclipse é quando um corpo celeste se sobrepõe a outro formando um cone de sombra que se espalha na superfície terrestre. Um eclipse solar é um evento muito especial, e ocorre quando a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra, ocultando a luz solar em partes do nosso planeta.

No próximo dia 1 de Agosto teremos um eclipse do Sol. Um eclipse total. O que é raríssimo
acontecer. Portugal não conseguirá ver este eclipse. No Brasil também não. Contrariamente ao que aconteceu em 1999, se estão recordados. Poderá ser avistado nas seguintes regiões do globo: Canadá, Escandinávia, Sibéria, Irão, Mongólia, Índia, Paquistão e China. E mesmo assim, será só na zona norte desses países e regiões. Significa isto que a sombra provocada pelo eclipse tocará estas zonas do nosso planeta.

Em termos astrológicos este eclipse ocorrerá no grau 9 de Leão. Os eclipses solares trazem novos começos, novas energias, um espírito diferente. Sendo em Leão, signo regido pelo Sol, é um momento apropriado para lançar projectos novos. Os relacionamentos e as parcerias poderão estar em alta. Obviamente que o resto do mapa deve ser tomado em conta. O curioso é que não parece haver aspectos significativos a este eclipse. O nosso mapa indicará em que casa ocorre este eclipse e será nessa área da nossa vida que deveremos prestar atenção. Os signos fixos – Leão, Aquário, Touro e Escorpião – estarão na mira deste eclipse, podendo as pessoas aproveitarem para fazerem novas abordagens às suas vidas.

A forma mais adequada para aproveitarmos as energias do eclipse será determinarmos quais são os nossos valores mais sagrados, mais pessoais. E em consciência, agirmos em conformidade. Mas será necessário um eclipse para o fazermos? Claro que não. Mas podemos aproveitar a ajuda. Bom eclipse para todos.

Úrano em trânsito

28 de Julho de 2008 · 21 comentários

Os trânsitos de Úrano trazem liberdade e potencial de renascimento. Simbolizam estágios de libertação e autonomia. A brisa forte da energia de Úrano ajuda-nos a quebrar os padrões rígidos com que nos fomos auto-programando. Despertam novas formas de lidar com as crises e o crescimento. Úrano traz sempre mudanças. Ou aprenderemos a mudar ou sofreremos as consequências. Nada parece estável. Nada acontece como foi planificado. Com Úrano, a sorte bate à porta e as pessoas à nossa volta oferecem novas ideias, novas formas de pensar. A aprendizagem nesta fase da vida é simples: ser flexível. Somos convidados a deixarmos de lado a cristalização. As pessoas que não flexibilizam e ficam na mesma durante os trânsitos de Úrano, perdem o seu potencial de crescimento. Perdem as descobertas de novas formas de lidar com velhos problemas.

Relembrando Jacqueline Kennedy Onassis no seu aniversário

· 10 comentários

Jacqueline Lee Bouvier Kennedy Onassis
28-7-29 - 14h30 - Southampton (NY), USA
Faleceu a 19-5-1994
Nascida em berço de ouro, educada nas melhores escolas, foi esposa do presidente americano John Kennedy e do magnata Aristoteles Onassis. Enviuvou de ambos. Devido à sua natureza quieta e reservada, não competitiva, que se percebe olhando para o seu horóscopo, nunca se integrou completamente no abrasivo clã dos Kennedy. Falava fluentemente francês, italiano e espanhol. Enquanto primeira dama da América tornou-se um ícone internacional da moda. Uma moda clássica e elegante com as melhores griffes da época. O seu empenho pessoal concentrou-se sobretudo na restauração do interior da Casa Branca, apoiada por uma comissão com os melhores especialistas em história, decoração, mobiliário. Tudo isto feito com doações, sem custos para o orçamento público, tal era o seu carisma. Quando terminou esta gigantesca tarefa, apresentou-a ao público com muito sucesso, através de uma visita guiada mostrada pela televisão. Após enviuvar do presidente americano, construiu e supervisionou a Biblioteca John Kennedy, hoje em dia, um dos centros culturais mais importantes do mundo. Em 1968 casou-se com o hiper-milionário grego Onassis, do qual enviuvou em 1975, tendo Jacqueline recebido 26 milhões de dólares como herança, um valor absolutamente astronómico para a época, tendo ficado com as casas e jóias que Onassis lhe oferecera. Após enviuvar, aceitou trabalhar para a editora Doubleday, sendo a editora de livros de arte.

Sol em Leão com Lua em Carneiro. Ascendente Escorpião.
Marte e Júpiter peregrinos. Um mapa com uma notável ausência de aspectos desafiantes. MC conjunto à estrela Regulus, só lhe poderia ter concedido a imagem de pertencer à royalty americana.
A novíssima geração nem deve saber quem foi esta poderosa mulher. O antigo presidente americano, John Kennedy, numa viagem de estado a Berlim, em 1963, teve a surpresa de ser recebido por dezenas de milhares de pessoas que, na praça à espera de verem o casal presidencial, gritavam ensurdecedores: "Jacqueline! Jacqueline!". Quando conseguiu falar ao microfone, o presidente começou o seu discurso com imenso humor dizendo: "Sou o homem que acompanha Jacqueline nesta viagem..." John era do signo Gémeos.

Pedir ajuda

26 de Julho de 2008 · 17 comentários

Há muitas alturas da vida em que precisamos de ajuda e o apoio que solicitamos parece não estar disponível. Podemos amaldiçoar a sorte ou sentir que somos uma vítima das circunstâncias e perguntamos, "Por que será que isto me está a acontecer?" Existem muitos factores que contribuem para a receptividade à ajuda, sobretudo as questões do livre-arbítrio e da escolha individual, mas o factor mais significante é a capacidade e a vontade de pedir. Precisamos aprender a receber a ajuda que realmente necessitamos e desejamos.

Pode já ter notado que, no que diz respeito a relações humanas, quando as pessoas precisam de ajuda e outras lhes oferecem o respectivo auxílio, a resposta a esse auxílio é crucial para a qualidade da ajuda que irão receber. Por exemplo, se visse uma pessoa a carregar com dificuldade uns sacos pesados e disponibilizasse a sua ajuda, ficaria mais apto a ajudá-la, caso a pessoa respondesse depressa e afirmativamente.

Mas como por hábito, as pessoas recusam a ajuda ou são lentas a responder, você teria de se esforçar muito mais e despender mais energia para aliviar a pessoa do peso que carrega. Caso a pessoa não quisesse realmente a sua ajuda ou se sentisse constrangida em a aceitar, sentindo-se na obrigação de a recusar, você poderia optar por não voltar a oferecê-la. Certas pessoas estão tão mentalmente treinadas a resistir ao apoio que necessitam que obrigam as pessoas que se estão a oferecer a esforçarem-se várias vezes mais do que o necessário.

A maioria de nós já desempenhou ambos os papéis. Todos nós só temos a ganhar se aprendermos a aceitar a ajuda que nos oferecem, bem como a oferecê-la aos outros. Em muitas situações, a necessidade a satisfazer é menos óbvia do que ajudar alguém a levar sacos pesados e, normalmente, essa necessidade passa bastante despercebida, a menos que a pessoa que precise de ajuda esteja disposta a pedi-la.

Em várias relações (pessoais ou profissionais), as pessoas têm tanto medo de serem vistas como vulneráveis, incompetentes ou mal sucedidas que lutam sozinhas com tarefas muito grandes. Normalmente, esta situação acontece em ambientes profissionais competitivos e desprovidos, do topo ao fundo da hierarquia, de um espírito saudável de trabalho de equipa. Costuma haver muito medo em pedir o apoio aos outros, para não serem considerados incapazes de fazerem o seu trabalho. Também acontece temerem que um colega ambicioso assuma as suas responsabilidades e lhes tire o cargo (emprego/salário).

Se, nas nossas relações humanas, não pedirmos ajuda, nunca aprenderemos uns com os outros nem construiremos parcerias de apoio. Se necessita de ajuda, peça-a. Uma indicação da sua disponibilidade ao apoio é tudo o que é necessário. Ao pedir ajuda, está a usar o seu livre-arbítrio no sentido correcto, autorizando que os outros intervenham. Ou, então, co-crie mentalmente esse pedido... Não se esqueça de agradecer.

Adeus, Fernanda Batista

25 de Julho de 2008 · 4 comentários

«Sou a Fernanda Baptista e gosto muito de revista!»
Nasceu em Lisboa a 7 de Maio de 1919.
Desencarnou em Cascais a 25 de Julho de 2008.
Sol e Marte em Touro, Lua e Saturno em Leão, uma Vénus magnífica em Gémeos em sextil à Lua e a Saturno.
Assim teve um país rendido à sua arte e ao seu encanto pessoal.

Foto retirada do blogue "Gente do Fado"

CPLP - Comunidade de Países de Língua Portuguesa

24 de Julho de 2008 · 12 comentários

Portugal assumiu por um período de 2 anos, a presidência da CPLP - Comunidade de Países de Língua Portuguesa. A Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da organização, realiza-se a 25-7-2008, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. A frase que me ficou, proferida pelo Ministro Português dos Negócios Estrangeiros, foi esta: «... as orientações da presidência portuguesa, passam por tentar harmonizar as diferentes legislações dos oito Estados membros, uma vez que há condições jurídicas diferentes». Não percebi bem o que é que o governo quer harmonizar. Que áreas querem harmonizar? Educação, saúde, economia? Entre países tão díspares como o gigante brasileiro e o minúsculo são tomense? Esta gente não se explica mesmo. Oxalá se interessem verdadeiramente em divulgar a língua portuguesa em todo o mundo. Já somos muitos.
O mapa da cimeira diz-nos estas pérolas: uma Lua (povos) em Carneiro, ardente, a fazer uma quadratura a Mercúrio (a capacidade de entendimento da Cimeira), pondo ardor nas intenções, mas muito pouco concretizável. Vénus e Saturno estão peregrinos, na casa XII, eventualmente limpando carmas colectivos destes povos, mas muito desconfiados uns dos outros. No entanto, se houver vontade (livre-arbítrio dos diversos governos), será possível concretizar algumas metas. Plutão (governo) em Sagitário a apontar para um desejo maior que as pernas, pois está retrógrado, fazendo um bom trígono com a Lua. É possível algum entendimento, sim, obtendo compreensão dos povos, se enquanto seres humanos, os governantes não se perderem nas miudezas da malha organizativa, como parece apontar um Marte em Virgem. Astrologicamente estão reunidas as condições de poderem fazer alguma coisa a tantos milhões de pessoas espalhadas pelos quatro cantos do mundo. No entanto, há uma lentidão neste mapa, apesar de um MC em Gémeos.Presentemente, mais de 240 milhões de pessoas expressam-se em Português em todo o mundo. Distribuída pelos cinco continentes, a língua portuguesa é a terceira mais falada nos continentes africano e europeu. E na listagem das línguas com maior número de falantes, o Português surge entre o quinto e o sétimo lugar, conforme as tabelas consideradas. De acordo com projecções baseadas na evolução demográfica dos oito Estados que têm a Língua Portuguesa como língua oficial, o número total de falantes do idioma de Camões deverá atingir 335 milhões em 2050.

Deve ser meu carma não conseguir exportar livros publicados pela nossa editora porque, ao serem produzidos em Portugal, têm preços em euros, incomportáveis para a maioria das outras moedas, mesmo a brasileira. Um livro que em Portugal custa, por exemplo, 15 euros, no Brasil custaria 45 reais e, em Moçambique... o melhor é ficar por aqui. Recebemos imensos e-mails de pessoas da "lusofonia" que dizem apreciar os nossos livros, mas não os podem pagar. Amigos, não fiquem preocupados com essa discrepância, pois aqui no nosso país, a "coisa" também não está fácil.

Recordando Heath Ledger no papel de "Joker/Coringa" no novo filme de Batman

23 de Julho de 2008 · 7 comentários

Heath Ledger no papel de "Joker" no novo filme de "Batman", o "Cavaleiro das Trevas", que se estreia hoje em Portugal [24-7-2008]. "Joker", que no Brasil é chamado de "Coringa", que no 1º Batman foi protagonizado por Jack Nicholson. Heath Ledger nasceu a 4 de Abril de 1979, em Perth, Austrália. Do signo Carneiro com a Lua (exilada) e Júpiter (exaltado) em Caranguejo; Mercúrio Rx (exilado), Vénus (exaltada) e Marte em Peixes; Saturno Rx em Virgem. Infortúnio para este jovem, que foi encontrado morto no dia 22 de Janeiro de 2008, no seu apartamento novaiorquino. Seis anos depois da sua estreia no cinema, o actor ganhou consistência e projecção em O Segredo de Brokeback Mountain (2005). Não resisitiu ao 1º retorno de Saturno. A foto acima mostra-nos Heath Ledger neste seu último filme. Não está posta de parte a hipótese de ser nomeado para alguns prémios de interpretação. Fotos do actor aqui.

João Pinto despede-se dos relvados

· 2 comentários


João Pinto, um dos futebolistas mais conhecidos, despediu-se dos relvados ontem [22-Julho]. Com 36 anos. Uma despedida simples, numa conferência de imprensa, longe das multidões de um estádio, como seria justo numa carreira como esta.

Nascido no Porto, a 19 de Agosto de 1971. Sol, Lua e Vénus em Leão. Grande fogosidade e intensidade, a receber os aplausos e o reconhecimento que necessitava. Mercúrio em Virgem, a dar-lhe aquela fantástica capacidade de ser um jogador solto, atrevido, minucioso, deixando os adversários sempre sem saberem muito bem onde ele estava.

Um Úrano generoso e desafiante, que ele soube aproveitar, nas suas sempre constantes e imprevistas jogadas. Neptuno em quadratura ao Sol, a retirar algum brilho à sua carreira, provocando situações enganosas e dúbias. O mesmo Neptuno em desafio à sua Vénus natal a trazer-lhe um esforço especial para manter em ordem a sua vida afectiva.

A decisão de terminar a carreira é apoiada por uma Lua progredida a fazer conjunção a Júpiter e Neptuno e em oposição a Saturno, apoiado por um excelente trígono de Marte a Úrano. Percebe-se que ele está em paz com ele mesmo. Isso é excelente.

Por arco solar João Pinto mostrava Mercúrio (o senhor da comunicação) em quadratura a Saturno (o senhor do tempo), apoiado pelo trânsito de Saturno em conjunção ao mesmo Mercúrio. Era o momento. O que tem que ser, tem muita força. Não valia a pena insistir. Era chegada a hora de iniciar outra caminhada.

Os meus parabéns ao João Pinto, pela carreira notável que teve.

Batman - "O Cavaleiro das Trevas" - nos ecrãs portugueses

22 de Julho de 2008 · 6 comentários

«Pouco antes do início da Segunda Grande Guerra, com a Besta constelando em torno da figura de Hitler, Batman nasce em 18 de maio de 1939. Para efeito de cálculos foi usado o horário das seis da manhã e latitude e longitude de Nova Iorque. Com forte ênfase em Touro (Mercúrio, Cauda-do-Dragão, Lua, Urano e Sol), Batman deu as caras. Evidentemente, Plutão estava em Câncer e Marte em Capricórnio fazia trígono com o Sol. Tudo a ver com um personagem que é calado, solitário, de certa forma deprimido, cauteloso ao extremo e que só existe porque existe a morte. Mas onde está todo aquele Escorpião, com suas obsessões pela morte e sexualidade? Está em Plutão, regente de Escorpião, quadrando Vênus e se opondo a Marte. E também ao stellium em Touro.

Toda vez que há um stellium em qualquer signo, o signo oposto passa a ter um papel fundamental no mapa em questão. Portanto, essa excessiva ênfase em Touro faz com que o seu signo oposto - Escorpião - ganhe evidência. É uma forma de compensar o exagero no quieto e contido signo de Touro. Sem falar na Cabeça-do-Dragão em Escorpião que há neste mapa.

A Cabeça-do-Dragão é o direccionamento de qualquer mapa em questão. É como apontar qual o cano de escape que direccionará toda a restante configuração do mapa. E naquele momento, o céu apontava em direcção aos assuntos de Escorpião: morte, desejo, sexo, manipulação emocional, poder. O que vai aparecendo na cultura é fruto desse direccionamento.»

Este texto (parcial) foi publicado há 7 anos, por João Acuio, no site "Porto do Céu".
Este trabalho (o artigo completo) foi o vencedor do concurso "Astrologia, um caminho para a orientação", promovido pelo site Porto do Céu e pela escola Espaço do Céu.

João Acuio
Seu site - Horóscopo do Dia - Saturnália

Ler o artigo completo, aqui.


Intuição, emoções e corpo físico

21 de Julho de 2008 · 18 comentários

Ocorreu-me pensar um pouco sobre a capacidade de verbalizarmos as nossas emoções. As mulheres, com destacada vantagem em relação aos homens, têm a enorme capacidade de verbalizarem as emoções de uma forma natural. As mulheres têm o condão de saberem falar daquilo que as incomoda, das expectativas e frustrações que carregam. Isso é muito positivo.


Essa capacidade de verbalização das emoções permite afastar, aligeirar ou curar muitos sintomas que se podem transformar em situações mais graves na vida das pessoas. Sem irmos mais longe, vejam-se os milhares de blogues que existem na internet. As mulheres conseguem falar de tudo o que lhes vai na alma. De tudo, mesmo. Os blogues dos homens são, regra geral, de outra natureza.


O ser humano nasce com o “kit” de avisos para a sua cura pessoal: intuição, emoções e corpo físico. Digamos que seria o nosso manual de instruções. Os bebés sabem usar a intuição. Vão crescendo e aos 3 ou 4 anos, (ou antes) a família e a comunidade (escolinha, etc.) tudo fazem para encharcar a criança com questões meramente mentais, tapando com isso a sua natural intuição. A Lua também é intuição. Por informações que vou tendo, já há muitos educadores sintonizados com novas formas de preparar as crianças.


Se vamos perdendo o contacto com a nossa intuição, há uma outra energia que está sempre presente: as emoções. Novamente, a Lua. Dar atenção ao estado emocional (não confundir com sentimental) é importante para evitarmos situações desastradas na nossa vida. Uma Lua progredida pode ajudar imenso na compreensão de certas situações na nossa vida.


A última parte do nosso “kit” diz respeito ao corpo físico. Quando não damos atenção às nossas emoções, o corpo físico começa a emitir sinais. Quando o corpo emite avisos, é sinal que alguma coisa anda mesmo mal connosco mesmos. Chegamos a adoecer. Por vezes, com sérias complicações. É necessário reaprender a conhecer os sinais da nossa intuição, das nossas emoções e, por fim, do nosso corpo.


O corpo só fala quando as outras vias estão entupidas ou tapadas – a intuição e as emoções. As ferramentas astrológicas podem dar-nos preciosas informações do nosso estado anímico.


Imagine isto: damos um jeito ao ombro direito e ficamos com dores. No mínimo, significa que a pessoa anda a forçar uma outra para fazer determinada coisa. A outra pessoa não gosta da ideia, e até sabemos isso. Sabemos isso no mais fundo de nós mesmos. Sabemos que estamos a forçar alguém a fazer uma coisa contra a sua vontade.


Mas, obstinados, forçamos… A intuição diz-nos que não deveríamos forçar. Num segundo nível, as nossas emoções ficam voláteis e avisam-nos que não deveríamos seguir aquele caminho. Nós mesmos vamos tapando os avisos. Só resta a última oportunidade e sempre a mais dolorosa – o corpo avisa-nos… arranjando uma forma de darmos um jeito ao ombro direito. Claro que há variações neste jeito dado ao ombro direito. Pode ir de uma leve impressão de incómodo até situações bem mais graves. Depende sempre daquilo que andamos a fazer.


É aquela velha máxima: “O material tem sempre razão”.


Os que estudamos astrologia, deveríamos estar aptos a prestar atenção a estes pormenores e, assim, termos uma visão holística das situações.

Dia 22 de Julho começa o signo Leão

·

Halle Berry-14-8-60 - Cleveland Heights, OH - USA

Isabel Pantoja - 2-8-56

Andy Warholl - 6-8-28

Fernando Alonso - 29-7-81 - Oviedo, Espanha

Arnold Schwarzenegger - 1-8-47 - 4h10 - Graz, Áustria

Jackie Kennedy Onassis Bouvier - 28-7-29 - 14h30 - Southampton (NY), USA

"Filhos das Estrelas" de Rodrigo Romo

18 de Julho de 2008 · 8 comentários

Palestra de Rodrigo Romo
no lançamento do seu livro
no dia 1 de Agosto pelas 20h00

Livraria Círculo das Letras (Lisboa)
(Veja a localização aqui)

Muito se fala nas denominadas “crianças especiais”, porém, existem novas informações sobre o que realmente são esses seres e o seu papel no momento terrestre.
Nos últimos anos, muita gente tem tido a percepção que os seus filhos pertencem a uma nova gama genética. No entanto, nem todas as crianças apresentam as características desses novos genomas. É por isso necessário que os pais entendam o que é realmente essa alteração genética.
Este livro apresenta uma nova abordagem com a finalidade de passar estas novas informações a fim de auxiliar os leitores a identificar essas crianças, a educá-las de forma a que se integrem na sociedade, para que possam tirar partido das capacidades com que nasceram.
O autor procura esclarecer este processo, classificando alguns tipos de genomas especiais, aquilo a que nós costumamos chamar de as novas crianças índigo, esmeralda, diamante, dourado, etc.

Que tem andado a fazer Plutão em Sagitário?

17 de Julho de 2008 · 3 comentários

Comentei aqui o regresso temporário de Plutão a Sagitário, no seu movimento retrógrado. É um assunto que me interessa bastante. Investigando na imprensa online, sugiro estes acontecimentos, de Julho de 2008, como estando a ser “comandados” por Plutão:

- Papa pede por SMS a renovação da fé. [clique aqui].

- Protestos contra o Papa Bento XVI na sua visita à Austrália. [clique aqui].

- O presidente americano George Bush presta pública homenagem a Dalai Lama. [clique aqui].

- A revista norte-americana The New Yorker publicou uma capa com a caricatura do candidato democrata à presidência dos EUA, Barack Obama, vestido de militante islâmico. [clique aqui].

- Há cosias que têm de ficar na selva. Ingrid Betancourt não fala das torturas. Só de amor, de fé e perdão. [clique aqui].

- Futuro incerto para a comunidade cigana da Quinta da Fonte. [clique aqui].

- Israel e Hezbolla acordam troca de presos. [clique aqui].

Os gémeos de Angelina Jolie e Brad Pitt

16 de Julho de 2008 · 2 comentários

O casal mais famoso do mundo aumentou a família com o nascimento dos gémeos Knox Leon e Vivienne Marcheline, no dia 12 de Julho de 2008, em Nice, França. O rapaz nasceu às 18h37 e a rapariga, 1 minuto depois. Na reportagem indicada mais abaixo podemos ver várias fotos e, numa delas, o presidente da câmara de Nice mostra a certidão de nascimento de Knox Leon, com a informação que nasceu na hora atrás mencionada. [Confirmar aqui ]

Angelina (32 anos) e Brad (44 anos) [a parceria Brangelina, como são conhecidos] são pais de outras 4 crianças: Maddox, 6; Pax, 4; Zahara, 3; e Shiloh, 2, sendo esta última, filha biológica. Knox Leon e Viviene Marcheline (nascidos por cesariana) têm Sol em Câncer, Lua em Escorpião e Ascendente Sagitário. Nunca vi tantos quindeciles juntos num só horóscopo.


Estes bebés serão afortunados e muito famosos (já o são!), por direito próprio e parece terem nascido para brilharem neste mundo. Oxalá os ensinem a utilizar convenientemente o enorme poder de afirmação, artístico e de comunicação com que nasceram. Sol e Júpiter em oposição. Lua sextil a Júpiter. Mercúrio e Plutão em oposição.


Vénus peregrina (sem aspectos aos planetas pessoais) em Câncer na casa 8, regendo as 5ª, 6ª e 10ª casas diz-nos que estas crianças, ainda jovens irão em busca daquilo que mais necessitarem, sobretudo no campo profissional, sem descartar o lado afectivo, podendo manifestar-se grande capacidade para as artes em geral. Quem sabe se não estão aqui dois grandes actores em potência? Quase garantida a sua enorme beleza.


Salta imediatamente à vista o Grande Trígono entre o Sol (Câncer/7/8), Lua (Scorpio/11) e Úrano (Peixes/3). Podemos encarar esta configuração como nos dizendo que os gémeos, apesar de terem estes planetas no elemento água, conseguirão ajustar-se muito bem a experiências novas, eventualmente, um certo nomadismo na sua vida, muito bem apoiados por uma base emocional que lhes permitirá ser muito independentes. No entanto, Quíron faz uma quadratura a esta Lua, podendo indicar experiências intensas e eventualmente dolorosas no campo emocional, que poderá fazer balançar o Grande Trígono.


Júpiter como regente do Ascendente Sagitário dará aos gémeos a oportunidade de fazerem a sua busca espiritual, podendo acontecer que se destaquem em áreas como a arte, mas algo me leva a pensar que vieram a esta reencarnação específica para desenvolverem os seus talentos naturais para a cura de muitos. Multidões, diria eu. Gostei de olhar para aquela conjunção Quíron, Nodo Norte e Neptuno em Aquário em quadratura a uma Lua muito dinâmica. Essa cura a multidões será através da arte? O tempo dirá.


Longa vida, e muito feliz, aos gémeos Knox Leon e Viviene Marcheline. E que não sejam apenas dois jovens, ricos e famosos.


Recomendo a leitura deste artigo, aqui.

Makemake - o novo plutóide do sistema solar

15 de Julho de 2008 · 10 comentários

O objecto celeste trans-neptuniano conhecido por "2005 FY9" e mais tarde rebaptizado como "136472", foi reconhecido como sendo um "plutóide", a nova designação para "planeta anão" [Plutão, Eris, Sedna...]. Podem crer que me soa estranho designar por "plutóide".

Makemake é o seu nome definitivo. Pronuncia-se assim: má-kei-má-kei. Não pronunciem como se fosse inglês. Não é. Trata-se de um nome nativo, do Pacífico. Para os apreciadores de língua inglesa, a pronúncia para esta língua seria assim: MAH-kay MAH-kay, em que as letras maiúsculas funcionam como sendo acentuadas. Foi descoberto por Mike Brown e a sua equipa, tendo a sua descoberta sido anunciada em Julho de 2005, no mesmo dia em que o plutóide Eris foi dado a conhecer.

Com Quaoar, Sedna, Orcus e, agora com Makemake [má-kei-má-kei], os astrónomos parecem estar decididos a abandonar o panteão dos deuses greco-romanos a que estávamos habituados. É claramente , um novo tempo a aproximar-se.

Na ilustração da direita podemos ver que Makemake (2005 FY9) é substancialmente mais pequeno que o próprio Plutão. O seu diâmetro é, sensivelmente, 3/4 do de Plutão. É um dos objectos mais brilhantes do cinturão de Kuiper. A sua órbita ao redor do Sol é de 310 anos e situa-se entre Plutão e Eris. Não possui satélites.

Mike Brown depois de muito investigar e debater sobre o nome a dar a este plutóide, teve a inspiração de se concentrar na mitologia da ilha de "Rapa Nui". O nome apareceu-lhe: Makemake. É o nome do deus-chefe, o criador da humanidade, o deus da fertilidade.

Nós conhecemos Rapa Nui como sendo a ilha de Páscoa (em inglês - Easter island) e é parte integrante do território chileno. Esta ilha foi descoberta pelos espanhóis no dia de Páscoa de 1722. Makemake [má-kei-má-kei] também era conhecido, até ao momento pelo diminuitivo "Easterbunny".

Tal como o Eris está a ser estudado a nível astrológico, suponho que o mesmo acontecerá com Makemake
[má-kei-má-kei]. Para início de debate, veja aqui. Parece que o nodo norte (heliocêntrico) de Makemake está em Gémeos, no grau 19.

A explicação para o nome escolhido é dada pelo próprio Mike Brown, no seu blogue "Mike Brown's Planets". Ver aqui.

Mais dados aqui.

Os 5 encontros entre Saturno e Úrano

14 de Julho de 2008 · 12 comentários

O céu está a preparar-se para um encontro muito significativo de planetas. Falo da oposição entre Saturno e Úrano. Este alinhamento planetário não é corrente. O último encontro significativo foi uma conjunção e ocorreu em 1988 (Fev-Jun-Out), a primeira delas a 29º de Sagitário. Recordo-me perfeitamente que nesse ano, em Julho, dava por terminada a minha longa experiência de emigrante por esse mundo de Deus, regressando definitivamente a Portugal. Já não fazia sentido viver aquela experiência. Uns dias depois do meu regresso dava-se o incêndio nos Armazéns do Chiado, em Lisboa.

Vinte anos depois, este ciclo Saturno-Úrano volta a marcar presença importante nas nossas vidas. Devido ao movimento retrógrado de ambos os planetas vamos assistir a uma quase interminável oposição em 5 encontros bem diferenciados. As 4 primeiras oposições serão sempre com Saturno em Virgem e Úrano em Peixes. A saber: 4 Novembro 2008 a 18º 58’; 5 Fevereiro 2009 a 20º 40’; 15 Setembro 2009 a 24º 43’; 27 Abril 2010 a 28º 48’. A última oposição será em signos diferentes. Ocorrerá a 26 Julho 2010 a 0º 25’ já com Saturno em Balança [Libra] e Úrano em Carneiro [Áries].


Muito curioso que a primeira oposição seja no dias das eleições americanas. O republicano e conservador McCain é representado por Saturno e Obama por Úrano?


Dane Rudhyar considerava estes encontros entre Saturno e Úrano como tratando dos valores da “Inconsistência”. Aquilo que na vida das pessoas, das empresas, organizações e nações já não tem consistência é, simplesmente, abandonado. Portanto, estamos a preparar-nos para vivermos algumas reacções emocionais muito fortes.


Que é que eu ainda seguro com ambas as mãos e tenho medo de largar? Encontrem as vossas respostas.

A viagem da vida # 4 - [FC/MC – Balança/Carneiro - Asc/Dsc – Câncer/Capricórnio]

13 de Julho de 2008 · 3 comentários

Os quatro pontos angulares do nosso mapa formam uma cruz. Todos nós temos a nossa origem em baixo, no FC (Fundo do Céu), dirigimo-nos para a parte mais elevada do nosso mapa, o MC (Meio do Céu), desenvolvendo a nossa identidade através do Asc (Ascendente), no sentido de interagirmos com os outros, no Dsc. (Descendente), a nossa polaridade. Os signos que lá estão apontam um propósito maior. A cruz natal em que está presente o modo cardinal com o FC em Balança e o Asc. em Câncer, pode apresentar algumas destas características:

(FC - Balança) Esta pessoa pode sentir-se em paz, com o tratamento afável de quem a rodeia e, no entanto, existir um sentimento de variabilidade no que às emoções se refere. Pode ser um lar, por onde “desfilam” muitas pessoas, podendo provocar a ausência de um núcleo constante. A necessidade de um verdadeiro ninho levar a pessoa a criar uma dependência subtil com quem lhe dá mais afecto. Ou então, trata de se movimentar para criar um chão mais sólido e contínuo de afecto. (MC - Carneiro) O Meio do Céu exige desta pessoa que invista de modo a diferenciar-se, a emergir, a fazer um lugar onde a sua presença seja notada. Se, após conseguir esse lugar e o executar de acordo com a vontade mais interna, poderá encontrar um sentido do seu propósito nesta passagem pela vida terrena.

(Asc – Câncer / Dsc – Capricórnio) Aos poucos, esta pessoa reconhece em si uma grande vulnerabilidade. Mas é uma vulnerabilidade secreta, não conhecida. E procura, numa primeira fase, uma forma de ser apoiada pelos outros, alguém que seja um suporte, que lhe permita o seu desenvolvimento como ser humano. Ou então, nessa fase primária, este ser sente que os outros devem fazer-se responsáveis dos seus próprios relacionamentos. Passará por estas experiências até perceber que não é este o caminho a seguir e, através da frustração, se transcenda reconhecendo o seu próprio valor, a sua própria fortaleza, passando a dar sustento próprio nas suas relações com os outros. Então, aprende a palavra mágica: compartilhar. É então que percebe que só com o sentimento de haver responsabilidade igual e compartilhada em áreas comuns é que encontra o seu próprio destino. E, só então, no enquadramento social, é que, pouco a pouco, encontra o seu caminho de liderança na comunidade onde se insere. É aí que os outros reconhecerão a necessidade dessa liderança e lhe entregarão, de pleno direito. É na integração dos dois eixos da cruz, que a consciência deste ser melhor poderá expressar a sua natureza forte e a sua inclinação a actuar de acordo com os seus sentimentos, a sua honestidade e franqueza, ao serviço de todos. É quando utiliza a sabedoria de Saturno, como regente esotérico de Capricórnio, que este ser se realizará.

Procure as outras 'viagens da vida, aqui, no índice.

Carlos Queiroz

11 de Julho de 2008 · 4 comentários

Carlos Queiroz,
o novo seleccionador nacional de futebol de Portugal.

Nasceu a 11 de Março de 1953, em Nampula, Moçambique.
[15 S 07 - 39 E 15]

Sol em Peixes, Lua em Capricórnio, Mercúrio, Vénus e Marte em Carneiro, Júpiter em Touro, Saturno em Balança. Plutão em Leão.

Sobre a sua carreira, clique aqui.

Para estudos astrológicos: foi oficialmente confirmado pelo site da Federação Portuguesa de Futebol no dia 11 de Julho de 2008. A apresentação será a 16/7/2008, às 12h30, em Lisboa, na sede da Federação.

Alguém sabe a hora de nascimento?

Tirar aos ricos para dar aos pobres

· 4 comentários

Ontem, dia 10 de Julho, deu-se a conjunção no céu entre Marte e Saturno em Virgem [ler aqui]. É uma configuração associada a possíveis conflitos, escassez de recursos e instabilidade política. A palavra que me ocorre para definir esta conjunção é «combate».

O acontecimento mais significativo deste dia para ilustrar esta conjunção astrológica, sinto ter sido o debate “Estado na Nação”, realizado na Assembleia da República Portuguesa e, sobretudo, a decisão de Sócrates de 'assaltar' a Galp e distribuir dinheiro. O governo retirou (legalmente) 110 milhões de euros à Galp e gastou 80 milhões de euros em apoios sociais. É a taxa “Robin dos Bosques” [ler aqui].


Tirar aos ricos para dar aos pobres. Um milhão de famílias portuguesas serão beneficiadas pelos apoios que receberão dos lucros extraordinários da Galp. É a fotografia perfeita.

Roda do zodíaco

10 de Julho de 2008 · 6 comentários


Para os estudantes de astrologia copiarem para os computadores.
Roda do zodíaco - signos e seus regentes.

Regentes da personalidade (ou exotéricos) - a verde.
Regentes da alma (ou esotéricos) - a lilás, dentro dos círculos.

Copyright do design © Escola de Astrologia Nova-Lis, 2006


Exaltação e queda nas progressões

9 de Julho de 2008 ·

Os conceitos de exaltação e queda são especialmente relevantes no mapa progredido quando um planeta muda de signo. Qualquer planeta natal que caia no signo da sua regência ou exaltação será expresso através do signo natal de uma maneira poderosa, por toda a vida. Embora a expressão da energia de um planeta se altere quando há mudança de signo por progressão, não se notará grande diferença quando o posicionamento natal é mais forte por regência ou exaltação.

Por exemplo, se o seu Mercúrio natal está em Aquário, e directo, ele vai progredir para Peixes. Mercúrio exalta-se em Aquário e está em detrimento em Peixes. Como o seu Mercúrio natal é significativamente mais forte que o seu Mercúrio progredido, você não vai expressar essa progressão para Peixes, a não ser que o seu Mercúrio progredido faça conjunção com um ângulo ou outros aspectos importantes. Você vai continuar a pensar e agir como uma pessoa que tem Mercúrio em Aquário.

Nancy Anne Hastings
In “Progressões Secundárias”

Editora Pensamento, Brasil

Conheça aqui a tabela de energias dos planetas.

Operação: "amor love amour amore liebe jubav kærlighed rakastaa αγάπη liefhebben miłość iubire любовь kärlek"

8 de Julho de 2008 · 10 comentários

A minha amiga Samsara, autora do blogue "Princesa Esquimó" lançou a operação astrológica "Amor". Participem no blogue:

http://princesaesquimo.blogs.sapo.pt

Também lá irei colaborar. Aqui fica o texto completo da Samsara:


«O amor não é exclusivo de um país nem de uma raça, é universal, seja amor ao próximo, amor aos filhos, amor aos pais, amor a Deus, amor romântico, principalmente este último, deve ser o tema que mais livros escreveu, que mais filmes realizou, que mais canções compôs, toda a gente fala de amor, quer saber de amor, todos desejam amar e ser amados.

Este tema merece todo o destaque neste blog, porque também eu sou uma romântica incurável que chora “baba e ranho” com os livros, filmes e músicas, já para não falar nos meus desgostos e alegrias amorosas. Eu tenho muitos planetas em Balança, o Sol incluído que define o que de uma forma corrente chamamos de “o meu signo”, regidos por Vénus, conjunto ao Meio do Céu, ao destino. O amor e as relações tocam-me de uma forma muito especial.

O Neo (http://neoabjeccionismo.blogs.sapo.pt/) sugeriu, a mim e ao António Rosa (http://cova-do-urso.blogspot.com/), que fosse analisada a compatibilidade dos signos solares de cada elemento de um casal aqui no blog.

Com o intuito de mostrar que a Astrologia não se extingue no nosso signo solar irei alargar essa análise a outros aspectos do mapa natal de cada elemento do casal para que esta análise não seja tão vaga. Nestas coisas do amor a Lua e Vénus são muito importantes.

Chamo a atenção para o facto de isto ser apenas um aperitivo do que poderá ser a comparação de mapas – Sinastria. Aconselho vivamente a consulta presencial com um Astrólogo para uma Sinastria a sério, focando todos os posicionamentos e analisando os mapas no seu todo.

Para tudo há regras, até para o amor, sabiam que Públio Ovídio Nasão no séc. I a.C. escreveu uma colectânea “Arte de Amar”, composta por três livros, os dois primeiros para o homem e o terceiro para a mulher? O primeiro visa, genericamente, ensinar o homem a seduzir a mulher; o segundo a conservar o amor, depois de concluído com êxito, o processo de sedução; o terceiro engloba o mesmo conjunto de ensinamentos, mas, desta feita, dirigidos à mulher.

Aprendido o amor, um pedido, a única paga que ambiciona: que os amantes, assim amestrados, reconheçam que foi Nasão o seu mestre.

“Não é o amor o resultado do impulso, de uma força súbita que parece ter raízes no fundo das entranhas e emerge, cega e desvairada, como a fúria de uma vendaval?

Não é o amor a incarnação mesma da espontaneidade?

Não é o amor fogo que consome alma e corpo, que tudo corrói, numa cegueira que não se sabe de onde vem ou para onde vai?

Não é o amor fulgurações e fascínio, fogueira de corações e arrebatamento de sentidos?

Seria tudo isso, é certo; assim o haviam cantado, pelo menos, os poetas, muitos deles do seu tempo, como Propércio, Tibulo, até mesmo, Virgílio e outros antes dele, como Catulo. Seria tudo isso, sim; e também, submissão e entrega, prazer e prisão, escravatura e júbilo. Contraditório, portanto, paradoxal.

Mas, se assim era, será que podia o amor ser ensinado, será que podiam amestrar-se os amantes, como se assenhoreasse, pouco a pouco, de uma técnica que permitisse, no fundo, aprisionar a prisão?

Ovídio, poeta latino do Sec I a.C., acreditava que sim.

Se muitos outros, antes dele, lograram servir-se da poesia para ensinar a cultivar campos, como o poeta grego Hesíodo, ou a tratar da terra e dos animais, como o seu contemporâneo Virgílio, ou, mesmo, a dominar a técnica de fazer versos, como esse outro poeta do seu tempo, Horácio, se tantos outros foram capazes de deitar mão da poesia para ensinar múltiplas artes, entendia Ovídio que também podia, ele que conhecia de perto o amor, ousar ensiná-lo. Porque acreditava, por convicção e experiência, diversa, por certo, das experiências dos outros poetas, que o amor, como tudo na vida, obedece a uma técnica e que essa técnica, como todas as técnicas, pode ser ensinada (e aprendida). Com proveito.”

“Arte de Amar” – tradução, introdução e notas de
Carlos Ascenso André, Livros Cotovia
Regras Gerais

1 – Não vale insultarem-me se a vossa relação não resultar, farei uma análise de compatibilidade com base nalguns posicionamentos dos mapas de cada membro do casal e não sobre o futuro da relação, isso só depende de vós. “Prognósticos só no final do Jogo”. Não curo males de amor, como prometem alguns.

2 – Relembro a todos que sou estudante de Astrologia e por isso não tenho o meu conhecimento ainda suficientemente consolidado para estar aqui a tratar de um assunto tão sério como amor e os relacionamentos. Devem lê-lo sempre com alguma reserva e se precisarem mesmo devem consultar um Astrólogo. No entanto vou fazê-lo com a máxima seriedade e respeito que o assunto me merece. Assim agradeço a colaboração do amigo António Rosa para fazer as achegas necessárias à minha interpretação, assim como outros Astrólogos ou estudantes de Astrologia que queiram dar uma achega, assim aprendo eu e aprendemos todos.

3 – Farei 1 ou 2 análises por semana. Se estiver inspirada e com tempo, talvez mais. Serão analisados os casais por ordem de chegada dos comentários, mas os meus amigos, presenças habituais deste blog, terão prioridade sempre que surjam. O Neo por ter tido esta ideia terá prioridade máxima e ele mais do que ninguém ama o amor.

4 – Deixarei ao vosso critério a escolha de nomes fictícios ou o uso do nome verdadeiro. Devem deixar um comentário neste post com nome, data, hora exacta e local de nascimento dos 2 membros do casal. Se quiserem proteger os dados, podem escrever o comentário da mesma forma aqui no blog e enviar-me os dados por email para cheira-measamsara@sapo.pt.

Desejo muito amor para todos!»









30 de Julho de 2008

Olhar para trás, para poder seguir em frente

A 4ª casa no meu mapa natal mede cerca de 30º. Em tamanho, é bastante equilibrada. Em conteúdo, é pesada, pois recebe Plutão em Leão e Saturno em Virgem. Corresponde a uma das áreas que mais me obrigou a experimentar situações fortes, ao longo da minha vida, com especial relevância para os últimos 2 anos.

Desde Maio de 2006 que Saturno tem transitado por esta 4ª casa. E com ele vieram algumas das experiências de vida mais difíceis que tive ao longo dos meus 59 anos. Aliás, da vez anterior que por lá passou (1978-81) também não foi coisa fácil. Só que então eu tinha 28. Vieram também experiências que me trouxeram enorme alegria e realização pessoal.

Este post é a forma que encontrei de me despedir da passagem de Cronos por essa minha casa, pois encontra-se neste momento a 1 grau de entrar na 5ª casa, o que acontecerá dentro de dias. O seu próximo movimento retrógrado não o fará regressar à quarta. Deixem-me que diga: “Ainda bem!”


Por ser uma casa angular, há uma espécie de reforço de quase todo o mapa. Quer isto dizer que Saturno ao passar pelo chamado FC (Fundo do Céu) toca, também, nos restantes ângulos do horóscopo [MC - Asc - Dsc], fazendo com que as experiências da vida sejam múltiplas e não se restrinjam aos assuntos habituais da 4ª casa – família, casa, raízes, fundações, tradição, etc.

Nunca na vida fora submetido a tão intensivas experiências. Nunca tantas ocorrências significativas me tinham acontecido. Nunca fora tão fundo de mim mesmo. Mudança de instalações, perdas de familiares e amigos, saúde muito com
plicada, crise no negócio editorial e outras situações mais. Dito assim, até parece uma coisa leve. Foi um ir ao tapete e reerguer-me, lentamente.

Também significou a criação do site da Escola de Astrologia Nova-Lis, este blogue e outros espaços virtuais (Saturno, regente tradicional de Aquário, no meu MC). Também significou conseguir passar pelos processos de dor e seguir em frente. Pelos processos de reestruturação e seguir em frente. Também significou
conviver com pessoas que apareceram na minha vida, sobretudo a nível virtual (site, fórum, blogue, etc.), o que me tem dado alento e prazer de viver.

Saturno pode magoar. Mas ensina sempre. Já o estou a reencontrar na reorganização da vida, na quinta casa. Isso está a dar-me prazer.






Eclipse solar total no dia 1 de Agosto

Penso ser do senso comum aceitarmos que um eclipse é mais poderoso que uma Lua Cheia ou uma Lua Nova. Um eclipse (do grego ekleipsis, "desvanecer") é um dos eventos que mais tem atraído a curiosidade humana com respeito à mecânica celeste. Um eclipse é quando um corpo celeste se sobrepõe a outro formando um cone de sombra que se espalha na superfície terrestre. Um eclipse solar é um evento muito especial, e ocorre quando a Lua se interpõe entre o Sol e a Terra, ocultando a luz solar em partes do nosso planeta.

No próximo dia 1 de Agosto teremos um eclipse do Sol. Um eclipse total. O que é raríssimo
acontecer. Portugal não conseguirá ver este eclipse. No Brasil também não. Contrariamente ao que aconteceu em 1999, se estão recordados. Poderá ser avistado nas seguintes regiões do globo: Canadá, Escandinávia, Sibéria, Irão, Mongólia, Índia, Paquistão e China. E mesmo assim, será só na zona norte desses países e regiões. Significa isto que a sombra provocada pelo eclipse tocará estas zonas do nosso planeta.

Em termos astrológicos este eclipse ocorrerá no grau 9 de Leão. Os eclipses solares trazem novos começos, novas energias, um espírito diferente. Sendo em Leão, signo regido pelo Sol, é um momento apropriado para lançar projectos novos. Os relacionamentos e as parcerias poderão estar em alta. Obviamente que o resto do mapa deve ser tomado em conta. O curioso é que não parece haver aspectos significativos a este eclipse. O nosso mapa indicará em que casa ocorre este eclipse e será nessa área da nossa vida que deveremos prestar atenção. Os signos fixos – Leão, Aquário, Touro e Escorpião – estarão na mira deste eclipse, podendo as pessoas aproveitarem para fazerem novas abordagens às suas vidas.

A forma mais adequada para aproveitarmos as energias do eclipse será determinarmos quais são os nossos valores mais sagrados, mais pessoais. E em consciência, agirmos em conformidade. Mas será necessário um eclipse para o fazermos? Claro que não. Mas podemos aproveitar a ajuda. Bom eclipse para todos.

28 de Julho de 2008

Úrano em trânsito

Os trânsitos de Úrano trazem liberdade e potencial de renascimento. Simbolizam estágios de libertação e autonomia. A brisa forte da energia de Úrano ajuda-nos a quebrar os padrões rígidos com que nos fomos auto-programando. Despertam novas formas de lidar com as crises e o crescimento. Úrano traz sempre mudanças. Ou aprenderemos a mudar ou sofreremos as consequências. Nada parece estável. Nada acontece como foi planificado. Com Úrano, a sorte bate à porta e as pessoas à nossa volta oferecem novas ideias, novas formas de pensar. A aprendizagem nesta fase da vida é simples: ser flexível. Somos convidados a deixarmos de lado a cristalização. As pessoas que não flexibilizam e ficam na mesma durante os trânsitos de Úrano, perdem o seu potencial de crescimento. Perdem as descobertas de novas formas de lidar com velhos problemas.

Relembrando Jacqueline Kennedy Onassis no seu aniversário

Jacqueline Lee Bouvier Kennedy Onassis
28-7-29 - 14h30 - Southampton (NY), USA
Faleceu a 19-5-1994
Nascida em berço de ouro, educada nas melhores escolas, foi esposa do presidente americano John Kennedy e do magnata Aristoteles Onassis. Enviuvou de ambos. Devido à sua natureza quieta e reservada, não competitiva, que se percebe olhando para o seu horóscopo, nunca se integrou completamente no abrasivo clã dos Kennedy. Falava fluentemente francês, italiano e espanhol. Enquanto primeira dama da América tornou-se um ícone internacional da moda. Uma moda clássica e elegante com as melhores griffes da época. O seu empenho pessoal concentrou-se sobretudo na restauração do interior da Casa Branca, apoiada por uma comissão com os melhores especialistas em história, decoração, mobiliário. Tudo isto feito com doações, sem custos para o orçamento público, tal era o seu carisma. Quando terminou esta gigantesca tarefa, apresentou-a ao público com muito sucesso, através de uma visita guiada mostrada pela televisão. Após enviuvar do presidente americano, construiu e supervisionou a Biblioteca John Kennedy, hoje em dia, um dos centros culturais mais importantes do mundo. Em 1968 casou-se com o hiper-milionário grego Onassis, do qual enviuvou em 1975, tendo Jacqueline recebido 26 milhões de dólares como herança, um valor absolutamente astronómico para a época, tendo ficado com as casas e jóias que Onassis lhe oferecera. Após enviuvar, aceitou trabalhar para a editora Doubleday, sendo a editora de livros de arte.

Sol em Leão com Lua em Carneiro. Ascendente Escorpião.
Marte e Júpiter peregrinos. Um mapa com uma notável ausência de aspectos desafiantes. MC conjunto à estrela Regulus, só lhe poderia ter concedido a imagem de pertencer à royalty americana.
A novíssima geração nem deve saber quem foi esta poderosa mulher. O antigo presidente americano, John Kennedy, numa viagem de estado a Berlim, em 1963, teve a surpresa de ser recebido por dezenas de milhares de pessoas que, na praça à espera de verem o casal presidencial, gritavam ensurdecedores: "Jacqueline! Jacqueline!". Quando conseguiu falar ao microfone, o presidente começou o seu discurso com imenso humor dizendo: "Sou o homem que acompanha Jacqueline nesta viagem..." John era do signo Gémeos.

26 de Julho de 2008

Pedir ajuda

Há muitas alturas da vida em que precisamos de ajuda e o apoio que solicitamos parece não estar disponível. Podemos amaldiçoar a sorte ou sentir que somos uma vítima das circunstâncias e perguntamos, "Por que será que isto me está a acontecer?" Existem muitos factores que contribuem para a receptividade à ajuda, sobretudo as questões do livre-arbítrio e da escolha individual, mas o factor mais significante é a capacidade e a vontade de pedir. Precisamos aprender a receber a ajuda que realmente necessitamos e desejamos.

Pode já ter notado que, no que diz respeito a relações humanas, quando as pessoas precisam de ajuda e outras lhes oferecem o respectivo auxílio, a resposta a esse auxílio é crucial para a qualidade da ajuda que irão receber. Por exemplo, se visse uma pessoa a carregar com dificuldade uns sacos pesados e disponibilizasse a sua ajuda, ficaria mais apto a ajudá-la, caso a pessoa respondesse depressa e afirmativamente.

Mas como por hábito, as pessoas recusam a ajuda ou são lentas a responder, você teria de se esforçar muito mais e despender mais energia para aliviar a pessoa do peso que carrega. Caso a pessoa não quisesse realmente a sua ajuda ou se sentisse constrangida em a aceitar, sentindo-se na obrigação de a recusar, você poderia optar por não voltar a oferecê-la. Certas pessoas estão tão mentalmente treinadas a resistir ao apoio que necessitam que obrigam as pessoas que se estão a oferecer a esforçarem-se várias vezes mais do que o necessário.

A maioria de nós já desempenhou ambos os papéis. Todos nós só temos a ganhar se aprendermos a aceitar a ajuda que nos oferecem, bem como a oferecê-la aos outros. Em muitas situações, a necessidade a satisfazer é menos óbvia do que ajudar alguém a levar sacos pesados e, normalmente, essa necessidade passa bastante despercebida, a menos que a pessoa que precise de ajuda esteja disposta a pedi-la.

Em várias relações (pessoais ou profissionais), as pessoas têm tanto medo de serem vistas como vulneráveis, incompetentes ou mal sucedidas que lutam sozinhas com tarefas muito grandes. Normalmente, esta situação acontece em ambientes profissionais competitivos e desprovidos, do topo ao fundo da hierarquia, de um espírito saudável de trabalho de equipa. Costuma haver muito medo em pedir o apoio aos outros, para não serem considerados incapazes de fazerem o seu trabalho. Também acontece temerem que um colega ambicioso assuma as suas responsabilidades e lhes tire o cargo (emprego/salário).

Se, nas nossas relações humanas, não pedirmos ajuda, nunca aprenderemos uns com os outros nem construiremos parcerias de apoio. Se necessita de ajuda, peça-a. Uma indicação da sua disponibilidade ao apoio é tudo o que é necessário. Ao pedir ajuda, está a usar o seu livre-arbítrio no sentido correcto, autorizando que os outros intervenham. Ou, então, co-crie mentalmente esse pedido... Não se esqueça de agradecer.

25 de Julho de 2008

Adeus, Fernanda Batista

«Sou a Fernanda Baptista e gosto muito de revista!»
Nasceu em Lisboa a 7 de Maio de 1919.
Desencarnou em Cascais a 25 de Julho de 2008.
Sol e Marte em Touro, Lua e Saturno em Leão, uma Vénus magnífica em Gémeos em sextil à Lua e a Saturno.
Assim teve um país rendido à sua arte e ao seu encanto pessoal.

Foto retirada do blogue "Gente do Fado"

24 de Julho de 2008

CPLP - Comunidade de Países de Língua Portuguesa

Portugal assumiu por um período de 2 anos, a presidência da CPLP - Comunidade de Países de Língua Portuguesa. A Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da organização, realiza-se a 25-7-2008, no Centro Cultural de Belém, em Lisboa. A frase que me ficou, proferida pelo Ministro Português dos Negócios Estrangeiros, foi esta: «... as orientações da presidência portuguesa, passam por tentar harmonizar as diferentes legislações dos oito Estados membros, uma vez que há condições jurídicas diferentes». Não percebi bem o que é que o governo quer harmonizar. Que áreas querem harmonizar? Educação, saúde, economia? Entre países tão díspares como o gigante brasileiro e o minúsculo são tomense? Esta gente não se explica mesmo. Oxalá se interessem verdadeiramente em divulgar a língua portuguesa em todo o mundo. Já somos muitos.
O mapa da cimeira diz-nos estas pérolas: uma Lua (povos) em Carneiro, ardente, a fazer uma quadratura a Mercúrio (a capacidade de entendimento da Cimeira), pondo ardor nas intenções, mas muito pouco concretizável. Vénus e Saturno estão peregrinos, na casa XII, eventualmente limpando carmas colectivos destes povos, mas muito desconfiados uns dos outros. No entanto, se houver vontade (livre-arbítrio dos diversos governos), será possível concretizar algumas metas. Plutão (governo) em Sagitário a apontar para um desejo maior que as pernas, pois está retrógrado, fazendo um bom trígono com a Lua. É possível algum entendimento, sim, obtendo compreensão dos povos, se enquanto seres humanos, os governantes não se perderem nas miudezas da malha organizativa, como parece apontar um Marte em Virgem. Astrologicamente estão reunidas as condições de poderem fazer alguma coisa a tantos milhões de pessoas espalhadas pelos quatro cantos do mundo. No entanto, há uma lentidão neste mapa, apesar de um MC em Gémeos.Presentemente, mais de 240 milhões de pessoas expressam-se em Português em todo o mundo. Distribuída pelos cinco continentes, a língua portuguesa é a terceira mais falada nos continentes africano e europeu. E na listagem das línguas com maior número de falantes, o Português surge entre o quinto e o sétimo lugar, conforme as tabelas consideradas. De acordo com projecções baseadas na evolução demográfica dos oito Estados que têm a Língua Portuguesa como língua oficial, o número total de falantes do idioma de Camões deverá atingir 335 milhões em 2050.

Deve ser meu carma não conseguir exportar livros publicados pela nossa editora porque, ao serem produzidos em Portugal, têm preços em euros, incomportáveis para a maioria das outras moedas, mesmo a brasileira. Um livro que em Portugal custa, por exemplo, 15 euros, no Brasil custaria 45 reais e, em Moçambique... o melhor é ficar por aqui. Recebemos imensos e-mails de pessoas da "lusofonia" que dizem apreciar os nossos livros, mas não os podem pagar. Amigos, não fiquem preocupados com essa discrepância, pois aqui no nosso país, a "coisa" também não está fácil.

23 de Julho de 2008

Recordando Heath Ledger no papel de "Joker/Coringa" no novo filme de Batman

Heath Ledger no papel de "Joker" no novo filme de "Batman", o "Cavaleiro das Trevas", que se estreia hoje em Portugal [24-7-2008]. "Joker", que no Brasil é chamado de "Coringa", que no 1º Batman foi protagonizado por Jack Nicholson. Heath Ledger nasceu a 4 de Abril de 1979, em Perth, Austrália. Do signo Carneiro com a Lua (exilada) e Júpiter (exaltado) em Caranguejo; Mercúrio Rx (exilado), Vénus (exaltada) e Marte em Peixes; Saturno Rx em Virgem. Infortúnio para este jovem, que foi encontrado morto no dia 22 de Janeiro de 2008, no seu apartamento novaiorquino. Seis anos depois da sua estreia no cinema, o actor ganhou consistência e projecção em O Segredo de Brokeback Mountain (2005). Não resisitiu ao 1º retorno de Saturno. A foto acima mostra-nos Heath Ledger neste seu último filme. Não está posta de parte a hipótese de ser nomeado para alguns prémios de interpretação. Fotos do actor aqui.

João Pinto despede-se dos relvados


João Pinto, um dos futebolistas mais conhecidos, despediu-se dos relvados ontem [22-Julho]. Com 36 anos. Uma despedida simples, numa conferência de imprensa, longe das multidões de um estádio, como seria justo numa carreira como esta.

Nascido no Porto, a 19 de Agosto de 1971. Sol, Lua e Vénus em Leão. Grande fogosidade e intensidade, a receber os aplausos e o reconhecimento que necessitava. Mercúrio em Virgem, a dar-lhe aquela fantástica capacidade de ser um jogador solto, atrevido, minucioso, deixando os adversários sempre sem saberem muito bem onde ele estava.

Um Úrano generoso e desafiante, que ele soube aproveitar, nas suas sempre constantes e imprevistas jogadas. Neptuno em quadratura ao Sol, a retirar algum brilho à sua carreira, provocando situações enganosas e dúbias. O mesmo Neptuno em desafio à sua Vénus natal a trazer-lhe um esforço especial para manter em ordem a sua vida afectiva.

A decisão de terminar a carreira é apoiada por uma Lua progredida a fazer conjunção a Júpiter e Neptuno e em oposição a Saturno, apoiado por um excelente trígono de Marte a Úrano. Percebe-se que ele está em paz com ele mesmo. Isso é excelente.

Por arco solar João Pinto mostrava Mercúrio (o senhor da comunicação) em quadratura a Saturno (o senhor do tempo), apoiado pelo trânsito de Saturno em conjunção ao mesmo Mercúrio. Era o momento. O que tem que ser, tem muita força. Não valia a pena insistir. Era chegada a hora de iniciar outra caminhada.

Os meus parabéns ao João Pinto, pela carreira notável que teve.

22 de Julho de 2008

Batman - "O Cavaleiro das Trevas" - nos ecrãs portugueses

«Pouco antes do início da Segunda Grande Guerra, com a Besta constelando em torno da figura de Hitler, Batman nasce em 18 de maio de 1939. Para efeito de cálculos foi usado o horário das seis da manhã e latitude e longitude de Nova Iorque. Com forte ênfase em Touro (Mercúrio, Cauda-do-Dragão, Lua, Urano e Sol), Batman deu as caras. Evidentemente, Plutão estava em Câncer e Marte em Capricórnio fazia trígono com o Sol. Tudo a ver com um personagem que é calado, solitário, de certa forma deprimido, cauteloso ao extremo e que só existe porque existe a morte. Mas onde está todo aquele Escorpião, com suas obsessões pela morte e sexualidade? Está em Plutão, regente de Escorpião, quadrando Vênus e se opondo a Marte. E também ao stellium em Touro.

Toda vez que há um stellium em qualquer signo, o signo oposto passa a ter um papel fundamental no mapa em questão. Portanto, essa excessiva ênfase em Touro faz com que o seu signo oposto - Escorpião - ganhe evidência. É uma forma de compensar o exagero no quieto e contido signo de Touro. Sem falar na Cabeça-do-Dragão em Escorpião que há neste mapa.

A Cabeça-do-Dragão é o direccionamento de qualquer mapa em questão. É como apontar qual o cano de escape que direccionará toda a restante configuração do mapa. E naquele momento, o céu apontava em direcção aos assuntos de Escorpião: morte, desejo, sexo, manipulação emocional, poder. O que vai aparecendo na cultura é fruto desse direccionamento.»

Este texto (parcial) foi publicado há 7 anos, por João Acuio, no site "Porto do Céu".
Este trabalho (o artigo completo) foi o vencedor do concurso "Astrologia, um caminho para a orientação", promovido pelo site Porto do Céu e pela escola Espaço do Céu.

João Acuio
Seu site - Horóscopo do Dia - Saturnália

Ler o artigo completo, aqui.


21 de Julho de 2008

Intuição, emoções e corpo físico

Ocorreu-me pensar um pouco sobre a capacidade de verbalizarmos as nossas emoções. As mulheres, com destacada vantagem em relação aos homens, têm a enorme capacidade de verbalizarem as emoções de uma forma natural. As mulheres têm o condão de saberem falar daquilo que as incomoda, das expectativas e frustrações que carregam. Isso é muito positivo.


Essa capacidade de verbalização das emoções permite afastar, aligeirar ou curar muitos sintomas que se podem transformar em situações mais graves na vida das pessoas. Sem irmos mais longe, vejam-se os milhares de blogues que existem na internet. As mulheres conseguem falar de tudo o que lhes vai na alma. De tudo, mesmo. Os blogues dos homens são, regra geral, de outra natureza.


O ser humano nasce com o “kit” de avisos para a sua cura pessoal: intuição, emoções e corpo físico. Digamos que seria o nosso manual de instruções. Os bebés sabem usar a intuição. Vão crescendo e aos 3 ou 4 anos, (ou antes) a família e a comunidade (escolinha, etc.) tudo fazem para encharcar a criança com questões meramente mentais, tapando com isso a sua natural intuição. A Lua também é intuição. Por informações que vou tendo, já há muitos educadores sintonizados com novas formas de preparar as crianças.


Se vamos perdendo o contacto com a nossa intuição, há uma outra energia que está sempre presente: as emoções. Novamente, a Lua. Dar atenção ao estado emocional (não confundir com sentimental) é importante para evitarmos situações desastradas na nossa vida. Uma Lua progredida pode ajudar imenso na compreensão de certas situações na nossa vida.


A última parte do nosso “kit” diz respeito ao corpo físico. Quando não damos atenção às nossas emoções, o corpo físico começa a emitir sinais. Quando o corpo emite avisos, é sinal que alguma coisa anda mesmo mal connosco mesmos. Chegamos a adoecer. Por vezes, com sérias complicações. É necessário reaprender a conhecer os sinais da nossa intuição, das nossas emoções e, por fim, do nosso corpo.


O corpo só fala quando as outras vias estão entupidas ou tapadas – a intuição e as emoções. As ferramentas astrológicas podem dar-nos preciosas informações do nosso estado anímico.


Imagine isto: damos um jeito ao ombro direito e ficamos com dores. No mínimo, significa que a pessoa anda a forçar uma outra para fazer determinada coisa. A outra pessoa não gosta da ideia, e até sabemos isso. Sabemos isso no mais fundo de nós mesmos. Sabemos que estamos a forçar alguém a fazer uma coisa contra a sua vontade.


Mas, obstinados, forçamos… A intuição diz-nos que não deveríamos forçar. Num segundo nível, as nossas emoções ficam voláteis e avisam-nos que não deveríamos seguir aquele caminho. Nós mesmos vamos tapando os avisos. Só resta a última oportunidade e sempre a mais dolorosa – o corpo avisa-nos… arranjando uma forma de darmos um jeito ao ombro direito. Claro que há variações neste jeito dado ao ombro direito. Pode ir de uma leve impressão de incómodo até situações bem mais graves. Depende sempre daquilo que andamos a fazer.


É aquela velha máxima: “O material tem sempre razão”.


Os que estudamos astrologia, deveríamos estar aptos a prestar atenção a estes pormenores e, assim, termos uma visão holística das situações.

Dia 22 de Julho começa o signo Leão

Halle Berry-14-8-60 - Cleveland Heights, OH - USA

Isabel Pantoja - 2-8-56

Andy Warholl - 6-8-28

Fernando Alonso - 29-7-81 - Oviedo, Espanha

Arnold Schwarzenegger - 1-8-47 - 4h10 - Graz, Áustria

Jackie Kennedy Onassis Bouvier - 28-7-29 - 14h30 - Southampton (NY), USA

18 de Julho de 2008

"Filhos das Estrelas" de Rodrigo Romo

Palestra de Rodrigo Romo
no lançamento do seu livro
no dia 1 de Agosto pelas 20h00

Livraria Círculo das Letras (Lisboa)
(Veja a localização aqui)

Muito se fala nas denominadas “crianças especiais”, porém, existem novas informações sobre o que realmente são esses seres e o seu papel no momento terrestre.
Nos últimos anos, muita gente tem tido a percepção que os seus filhos pertencem a uma nova gama genética. No entanto, nem todas as crianças apresentam as características desses novos genomas. É por isso necessário que os pais entendam o que é realmente essa alteração genética.
Este livro apresenta uma nova abordagem com a finalidade de passar estas novas informações a fim de auxiliar os leitores a identificar essas crianças, a educá-las de forma a que se integrem na sociedade, para que possam tirar partido das capacidades com que nasceram.
O autor procura esclarecer este processo, classificando alguns tipos de genomas especiais, aquilo a que nós costumamos chamar de as novas crianças índigo, esmeralda, diamante, dourado, etc.

17 de Julho de 2008

Que tem andado a fazer Plutão em Sagitário?

Comentei aqui o regresso temporário de Plutão a Sagitário, no seu movimento retrógrado. É um assunto que me interessa bastante. Investigando na imprensa online, sugiro estes acontecimentos, de Julho de 2008, como estando a ser “comandados” por Plutão:

- Papa pede por SMS a renovação da fé. [clique aqui].

- Protestos contra o Papa Bento XVI na sua visita à Austrália. [clique aqui].

- O presidente americano George Bush presta pública homenagem a Dalai Lama. [clique aqui].

- A revista norte-americana The New Yorker publicou uma capa com a caricatura do candidato democrata à presidência dos EUA, Barack Obama, vestido de militante islâmico. [clique aqui].

- Há cosias que têm de ficar na selva. Ingrid Betancourt não fala das torturas. Só de amor, de fé e perdão. [clique aqui].

- Futuro incerto para a comunidade cigana da Quinta da Fonte. [clique aqui].

- Israel e Hezbolla acordam troca de presos. [clique aqui].

16 de Julho de 2008

Os gémeos de Angelina Jolie e Brad Pitt

O casal mais famoso do mundo aumentou a família com o nascimento dos gémeos Knox Leon e Vivienne Marcheline, no dia 12 de Julho de 2008, em Nice, França. O rapaz nasceu às 18h37 e a rapariga, 1 minuto depois. Na reportagem indicada mais abaixo podemos ver várias fotos e, numa delas, o presidente da câmara de Nice mostra a certidão de nascimento de Knox Leon, com a informação que nasceu na hora atrás mencionada. [Confirmar aqui ]

Angelina (32 anos) e Brad (44 anos) [a parceria Brangelina, como são conhecidos] são pais de outras 4 crianças: Maddox, 6; Pax, 4; Zahara, 3; e Shiloh, 2, sendo esta última, filha biológica. Knox Leon e Viviene Marcheline (nascidos por cesariana) têm Sol em Câncer, Lua em Escorpião e Ascendente Sagitário. Nunca vi tantos quindeciles juntos num só horóscopo.


Estes bebés serão afortunados e muito famosos (já o são!), por direito próprio e parece terem nascido para brilharem neste mundo. Oxalá os ensinem a utilizar convenientemente o enorme poder de afirmação, artístico e de comunicação com que nasceram. Sol e Júpiter em oposição. Lua sextil a Júpiter. Mercúrio e Plutão em oposição.


Vénus peregrina (sem aspectos aos planetas pessoais) em Câncer na casa 8, regendo as 5ª, 6ª e 10ª casas diz-nos que estas crianças, ainda jovens irão em busca daquilo que mais necessitarem, sobretudo no campo profissional, sem descartar o lado afectivo, podendo manifestar-se grande capacidade para as artes em geral. Quem sabe se não estão aqui dois grandes actores em potência? Quase garantida a sua enorme beleza.


Salta imediatamente à vista o Grande Trígono entre o Sol (Câncer/7/8), Lua (Scorpio/11) e Úrano (Peixes/3). Podemos encarar esta configuração como nos dizendo que os gémeos, apesar de terem estes planetas no elemento água, conseguirão ajustar-se muito bem a experiências novas, eventualmente, um certo nomadismo na sua vida, muito bem apoiados por uma base emocional que lhes permitirá ser muito independentes. No entanto, Quíron faz uma quadratura a esta Lua, podendo indicar experiências intensas e eventualmente dolorosas no campo emocional, que poderá fazer balançar o Grande Trígono.


Júpiter como regente do Ascendente Sagitário dará aos gémeos a oportunidade de fazerem a sua busca espiritual, podendo acontecer que se destaquem em áreas como a arte, mas algo me leva a pensar que vieram a esta reencarnação específica para desenvolverem os seus talentos naturais para a cura de muitos. Multidões, diria eu. Gostei de olhar para aquela conjunção Quíron, Nodo Norte e Neptuno em Aquário em quadratura a uma Lua muito dinâmica. Essa cura a multidões será através da arte? O tempo dirá.


Longa vida, e muito feliz, aos gémeos Knox Leon e Viviene Marcheline. E que não sejam apenas dois jovens, ricos e famosos.


Recomendo a leitura deste artigo, aqui.

15 de Julho de 2008

Makemake - o novo plutóide do sistema solar

O objecto celeste trans-neptuniano conhecido por "2005 FY9" e mais tarde rebaptizado como "136472", foi reconhecido como sendo um "plutóide", a nova designação para "planeta anão" [Plutão, Eris, Sedna...]. Podem crer que me soa estranho designar por "plutóide".

Makemake é o seu nome definitivo. Pronuncia-se assim: má-kei-má-kei. Não pronunciem como se fosse inglês. Não é. Trata-se de um nome nativo, do Pacífico. Para os apreciadores de língua inglesa, a pronúncia para esta língua seria assim: MAH-kay MAH-kay, em que as letras maiúsculas funcionam como sendo acentuadas. Foi descoberto por Mike Brown e a sua equipa, tendo a sua descoberta sido anunciada em Julho de 2005, no mesmo dia em que o plutóide Eris foi dado a conhecer.

Com Quaoar, Sedna, Orcus e, agora com Makemake [má-kei-má-kei], os astrónomos parecem estar decididos a abandonar o panteão dos deuses greco-romanos a que estávamos habituados. É claramente , um novo tempo a aproximar-se.

Na ilustração da direita podemos ver que Makemake (2005 FY9) é substancialmente mais pequeno que o próprio Plutão. O seu diâmetro é, sensivelmente, 3/4 do de Plutão. É um dos objectos mais brilhantes do cinturão de Kuiper. A sua órbita ao redor do Sol é de 310 anos e situa-se entre Plutão e Eris. Não possui satélites.

Mike Brown depois de muito investigar e debater sobre o nome a dar a este plutóide, teve a inspiração de se concentrar na mitologia da ilha de "Rapa Nui". O nome apareceu-lhe: Makemake. É o nome do deus-chefe, o criador da humanidade, o deus da fertilidade.

Nós conhecemos Rapa Nui como sendo a ilha de Páscoa (em inglês - Easter island) e é parte integrante do território chileno. Esta ilha foi descoberta pelos espanhóis no dia de Páscoa de 1722. Makemake [má-kei-má-kei] também era conhecido, até ao momento pelo diminuitivo "Easterbunny".

Tal como o Eris está a ser estudado a nível astrológico, suponho que o mesmo acontecerá com Makemake
[má-kei-má-kei]. Para início de debate, veja aqui. Parece que o nodo norte (heliocêntrico) de Makemake está em Gémeos, no grau 19.

A explicação para o nome escolhido é dada pelo próprio Mike Brown, no seu blogue "Mike Brown's Planets". Ver aqui.

Mais dados aqui.

14 de Julho de 2008

Os 5 encontros entre Saturno e Úrano

O céu está a preparar-se para um encontro muito significativo de planetas. Falo da oposição entre Saturno e Úrano. Este alinhamento planetário não é corrente. O último encontro significativo foi uma conjunção e ocorreu em 1988 (Fev-Jun-Out), a primeira delas a 29º de Sagitário. Recordo-me perfeitamente que nesse ano, em Julho, dava por terminada a minha longa experiência de emigrante por esse mundo de Deus, regressando definitivamente a Portugal. Já não fazia sentido viver aquela experiência. Uns dias depois do meu regresso dava-se o incêndio nos Armazéns do Chiado, em Lisboa.

Vinte anos depois, este ciclo Saturno-Úrano volta a marcar presença importante nas nossas vidas. Devido ao movimento retrógrado de ambos os planetas vamos assistir a uma quase interminável oposição em 5 encontros bem diferenciados. As 4 primeiras oposições serão sempre com Saturno em Virgem e Úrano em Peixes. A saber: 4 Novembro 2008 a 18º 58’; 5 Fevereiro 2009 a 20º 40’; 15 Setembro 2009 a 24º 43’; 27 Abril 2010 a 28º 48’. A última oposição será em signos diferentes. Ocorrerá a 26 Julho 2010 a 0º 25’ já com Saturno em Balança [Libra] e Úrano em Carneiro [Áries].


Muito curioso que a primeira oposição seja no dias das eleições americanas. O republicano e conservador McCain é representado por Saturno e Obama por Úrano?


Dane Rudhyar considerava estes encontros entre Saturno e Úrano como tratando dos valores da “Inconsistência”. Aquilo que na vida das pessoas, das empresas, organizações e nações já não tem consistência é, simplesmente, abandonado. Portanto, estamos a preparar-nos para vivermos algumas reacções emocionais muito fortes.


Que é que eu ainda seguro com ambas as mãos e tenho medo de largar? Encontrem as vossas respostas.

13 de Julho de 2008

A viagem da vida # 4 - [FC/MC – Balança/Carneiro - Asc/Dsc – Câncer/Capricórnio]

Os quatro pontos angulares do nosso mapa formam uma cruz. Todos nós temos a nossa origem em baixo, no FC (Fundo do Céu), dirigimo-nos para a parte mais elevada do nosso mapa, o MC (Meio do Céu), desenvolvendo a nossa identidade através do Asc (Ascendente), no sentido de interagirmos com os outros, no Dsc. (Descendente), a nossa polaridade. Os signos que lá estão apontam um propósito maior. A cruz natal em que está presente o modo cardinal com o FC em Balança e o Asc. em Câncer, pode apresentar algumas destas características:

(FC - Balança) Esta pessoa pode sentir-se em paz, com o tratamento afável de quem a rodeia e, no entanto, existir um sentimento de variabilidade no que às emoções se refere. Pode ser um lar, por onde “desfilam” muitas pessoas, podendo provocar a ausência de um núcleo constante. A necessidade de um verdadeiro ninho levar a pessoa a criar uma dependência subtil com quem lhe dá mais afecto. Ou então, trata de se movimentar para criar um chão mais sólido e contínuo de afecto. (MC - Carneiro) O Meio do Céu exige desta pessoa que invista de modo a diferenciar-se, a emergir, a fazer um lugar onde a sua presença seja notada. Se, após conseguir esse lugar e o executar de acordo com a vontade mais interna, poderá encontrar um sentido do seu propósito nesta passagem pela vida terrena.

(Asc – Câncer / Dsc – Capricórnio) Aos poucos, esta pessoa reconhece em si uma grande vulnerabilidade. Mas é uma vulnerabilidade secreta, não conhecida. E procura, numa primeira fase, uma forma de ser apoiada pelos outros, alguém que seja um suporte, que lhe permita o seu desenvolvimento como ser humano. Ou então, nessa fase primária, este ser sente que os outros devem fazer-se responsáveis dos seus próprios relacionamentos. Passará por estas experiências até perceber que não é este o caminho a seguir e, através da frustração, se transcenda reconhecendo o seu próprio valor, a sua própria fortaleza, passando a dar sustento próprio nas suas relações com os outros. Então, aprende a palavra mágica: compartilhar. É então que percebe que só com o sentimento de haver responsabilidade igual e compartilhada em áreas comuns é que encontra o seu próprio destino. E, só então, no enquadramento social, é que, pouco a pouco, encontra o seu caminho de liderança na comunidade onde se insere. É aí que os outros reconhecerão a necessidade dessa liderança e lhe entregarão, de pleno direito. É na integração dos dois eixos da cruz, que a consciência deste ser melhor poderá expressar a sua natureza forte e a sua inclinação a actuar de acordo com os seus sentimentos, a sua honestidade e franqueza, ao serviço de todos. É quando utiliza a sabedoria de Saturno, como regente esotérico de Capricórnio, que este ser se realizará.

Procure as outras 'viagens da vida, aqui, no índice.

11 de Julho de 2008

Carlos Queiroz

Carlos Queiroz,
o novo seleccionador nacional de futebol de Portugal.

Nasceu a 11 de Março de 1953, em Nampula, Moçambique.
[15 S 07 - 39 E 15]

Sol em Peixes, Lua em Capricórnio, Mercúrio, Vénus e Marte em Carneiro, Júpiter em Touro, Saturno em Balança. Plutão em Leão.

Sobre a sua carreira, clique aqui.

Para estudos astrológicos: foi oficialmente confirmado pelo site da Federação Portuguesa de Futebol no dia 11 de Julho de 2008. A apresentação será a 16/7/2008, às 12h30, em Lisboa, na sede da Federação.

Alguém sabe a hora de nascimento?

Tirar aos ricos para dar aos pobres

Ontem, dia 10 de Julho, deu-se a conjunção no céu entre Marte e Saturno em Virgem [ler aqui]. É uma configuração associada a possíveis conflitos, escassez de recursos e instabilidade política. A palavra que me ocorre para definir esta conjunção é «combate».

O acontecimento mais significativo deste dia para ilustrar esta conjunção astrológica, sinto ter sido o debate “Estado na Nação”, realizado na Assembleia da República Portuguesa e, sobretudo, a decisão de Sócrates de 'assaltar' a Galp e distribuir dinheiro. O governo retirou (legalmente) 110 milhões de euros à Galp e gastou 80 milhões de euros em apoios sociais. É a taxa “Robin dos Bosques” [ler aqui].


Tirar aos ricos para dar aos pobres. Um milhão de famílias portuguesas serão beneficiadas pelos apoios que receberão dos lucros extraordinários da Galp. É a fotografia perfeita.

10 de Julho de 2008

Roda do zodíaco


Para os estudantes de astrologia copiarem para os computadores.
Roda do zodíaco - signos e seus regentes.

Regentes da personalidade (ou exotéricos) - a verde.
Regentes da alma (ou esotéricos) - a lilás, dentro dos círculos.

Copyright do design © Escola de Astrologia Nova-Lis, 2006


9 de Julho de 2008

Exaltação e queda nas progressões

Os conceitos de exaltação e queda são especialmente relevantes no mapa progredido quando um planeta muda de signo. Qualquer planeta natal que caia no signo da sua regência ou exaltação será expresso através do signo natal de uma maneira poderosa, por toda a vida. Embora a expressão da energia de um planeta se altere quando há mudança de signo por progressão, não se notará grande diferença quando o posicionamento natal é mais forte por regência ou exaltação.

Por exemplo, se o seu Mercúrio natal está em Aquário, e directo, ele vai progredir para Peixes. Mercúrio exalta-se em Aquário e está em detrimento em Peixes. Como o seu Mercúrio natal é significativamente mais forte que o seu Mercúrio progredido, você não vai expressar essa progressão para Peixes, a não ser que o seu Mercúrio progredido faça conjunção com um ângulo ou outros aspectos importantes. Você vai continuar a pensar e agir como uma pessoa que tem Mercúrio em Aquário.

Nancy Anne Hastings
In “Progressões Secundárias”

Editora Pensamento, Brasil

Conheça aqui a tabela de energias dos planetas.

8 de Julho de 2008

Operação: "amor love amour amore liebe jubav kærlighed rakastaa αγάπη liefhebben miłość iubire любовь kärlek"

A minha amiga Samsara, autora do blogue "Princesa Esquimó" lançou a operação astrológica "Amor". Participem no blogue:

http://princesaesquimo.blogs.sapo.pt

Também lá irei colaborar. Aqui fica o texto completo da Samsara:


«O amor não é exclusivo de um país nem de uma raça, é universal, seja amor ao próximo, amor aos filhos, amor aos pais, amor a Deus, amor romântico, principalmente este último, deve ser o tema que mais livros escreveu, que mais filmes realizou, que mais canções compôs, toda a gente fala de amor, quer saber de amor, todos desejam amar e ser amados.

Este tema merece todo o destaque neste blog, porque também eu sou uma romântica incurável que chora “baba e ranho” com os livros, filmes e músicas, já para não falar nos meus desgostos e alegrias amorosas. Eu tenho muitos planetas em Balança, o Sol incluído que define o que de uma forma corrente chamamos de “o meu signo”, regidos por Vénus, conjunto ao Meio do Céu, ao destino. O amor e as relações tocam-me de uma forma muito especial.

O Neo (http://neoabjeccionismo.blogs.sapo.pt/) sugeriu, a mim e ao António Rosa (http://cova-do-urso.blogspot.com/), que fosse analisada a compatibilidade dos signos solares de cada elemento de um casal aqui no blog.

Com o intuito de mostrar que a Astrologia não se extingue no nosso signo solar irei alargar essa análise a outros aspectos do mapa natal de cada elemento do casal para que esta análise não seja tão vaga. Nestas coisas do amor a Lua e Vénus são muito importantes.

Chamo a atenção para o facto de isto ser apenas um aperitivo do que poderá ser a comparação de mapas – Sinastria. Aconselho vivamente a consulta presencial com um Astrólogo para uma Sinastria a sério, focando todos os posicionamentos e analisando os mapas no seu todo.

Para tudo há regras, até para o amor, sabiam que Públio Ovídio Nasão no séc. I a.C. escreveu uma colectânea “Arte de Amar”, composta por três livros, os dois primeiros para o homem e o terceiro para a mulher? O primeiro visa, genericamente, ensinar o homem a seduzir a mulher; o segundo a conservar o amor, depois de concluído com êxito, o processo de sedução; o terceiro engloba o mesmo conjunto de ensinamentos, mas, desta feita, dirigidos à mulher.

Aprendido o amor, um pedido, a única paga que ambiciona: que os amantes, assim amestrados, reconheçam que foi Nasão o seu mestre.

“Não é o amor o resultado do impulso, de uma força súbita que parece ter raízes no fundo das entranhas e emerge, cega e desvairada, como a fúria de uma vendaval?

Não é o amor a incarnação mesma da espontaneidade?

Não é o amor fogo que consome alma e corpo, que tudo corrói, numa cegueira que não se sabe de onde vem ou para onde vai?

Não é o amor fulgurações e fascínio, fogueira de corações e arrebatamento de sentidos?

Seria tudo isso, é certo; assim o haviam cantado, pelo menos, os poetas, muitos deles do seu tempo, como Propércio, Tibulo, até mesmo, Virgílio e outros antes dele, como Catulo. Seria tudo isso, sim; e também, submissão e entrega, prazer e prisão, escravatura e júbilo. Contraditório, portanto, paradoxal.

Mas, se assim era, será que podia o amor ser ensinado, será que podiam amestrar-se os amantes, como se assenhoreasse, pouco a pouco, de uma técnica que permitisse, no fundo, aprisionar a prisão?

Ovídio, poeta latino do Sec I a.C., acreditava que sim.

Se muitos outros, antes dele, lograram servir-se da poesia para ensinar a cultivar campos, como o poeta grego Hesíodo, ou a tratar da terra e dos animais, como o seu contemporâneo Virgílio, ou, mesmo, a dominar a técnica de fazer versos, como esse outro poeta do seu tempo, Horácio, se tantos outros foram capazes de deitar mão da poesia para ensinar múltiplas artes, entendia Ovídio que também podia, ele que conhecia de perto o amor, ousar ensiná-lo. Porque acreditava, por convicção e experiência, diversa, por certo, das experiências dos outros poetas, que o amor, como tudo na vida, obedece a uma técnica e que essa técnica, como todas as técnicas, pode ser ensinada (e aprendida). Com proveito.”

“Arte de Amar” – tradução, introdução e notas de
Carlos Ascenso André, Livros Cotovia
Regras Gerais

1 – Não vale insultarem-me se a vossa relação não resultar, farei uma análise de compatibilidade com base nalguns posicionamentos dos mapas de cada membro do casal e não sobre o futuro da relação, isso só depende de vós. “Prognósticos só no final do Jogo”. Não curo males de amor, como prometem alguns.

2 – Relembro a todos que sou estudante de Astrologia e por isso não tenho o meu conhecimento ainda suficientemente consolidado para estar aqui a tratar de um assunto tão sério como amor e os relacionamentos. Devem lê-lo sempre com alguma reserva e se precisarem mesmo devem consultar um Astrólogo. No entanto vou fazê-lo com a máxima seriedade e respeito que o assunto me merece. Assim agradeço a colaboração do amigo António Rosa para fazer as achegas necessárias à minha interpretação, assim como outros Astrólogos ou estudantes de Astrologia que queiram dar uma achega, assim aprendo eu e aprendemos todos.

3 – Farei 1 ou 2 análises por semana. Se estiver inspirada e com tempo, talvez mais. Serão analisados os casais por ordem de chegada dos comentários, mas os meus amigos, presenças habituais deste blog, terão prioridade sempre que surjam. O Neo por ter tido esta ideia terá prioridade máxima e ele mais do que ninguém ama o amor.

4 – Deixarei ao vosso critério a escolha de nomes fictícios ou o uso do nome verdadeiro. Devem deixar um comentário neste post com nome, data, hora exacta e local de nascimento dos 2 membros do casal. Se quiserem proteger os dados, podem escrever o comentário da mesma forma aqui no blog e enviar-me os dados por email para cheira-measamsara@sapo.pt.

Desejo muito amor para todos!»









linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Este blog possui atualmente:
Comentários em Posts!
Muito obrigado

Estamos no Google+

Google+ Badge

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


ASPAS

Clique no logótipo para
aceder ao site.
Clique aqui para ir ao blogue.

SAPO ASTRAL

Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Beloved bloggers

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogues

Slow Blog

Clique aqui para saber o que é o «Slow Blog», apresentado por Luma Moraes, no seu excelente blogue «Luz de Luma, Yes Party». O 'Cova do Urso' está a entrar neste processo de abrandamento de postagens.

Subscrever por aqui

Pode clicar neste contador azul, para subscrever os nossos posts.

Ilha de Moçambique

Loading...

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates