Uma Lua cardinal

13 de outubro de 2008 ·

Já aqui tinha comentado que o portátil que uso em casa se tinha avariado na segunda-feira passada, dia 6 de Outubro. Foi para a oficina e aguardei 8 dias para saber o que realmente se passava, pois apenas sabia que se tinha queimado qualquer coisa.

Soube hoje, por volta das 14 horas. Queimou-se algo de tão importante e com custos de reparação tão absurdamente caros que o melhor é ponderar na compra de um novo portátil de valor médio, pois aquilo que faço não exige grandes máquinas.

Tive a curiosidade de ver o meu mapa e apresentou-se este cenário. A Lua em trânsito entrou no grau 1 de Carneiro (ponto cardinal) e fez quadratura a Úrano natal, também em ponto cardinal de Câncer, na segunda casa. Com Plutão em trânsito a fazer uma oposição ao mesmo Úrano. Claro que a avaria já se tinha dado, mas a informação definitiva só a recebi hoje.

Já agora, espero que Mercúrio fique directo antes de adquirir o novo portátil.
Lá vai ficar tudo atrasado mais uma semana. A vida é assim!

12 comentários:

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...
13 de outubro de 2008 às 19:51  

tb foi o meu veredicto no último Merc.Rx...o que vale é que estas máquinas têm vindo a descer de preço.
Abraço

bandarravet disse...
13 de outubro de 2008 às 20:00  

:( Nem sei que diga, quer dizer, escrever, por dizer já o disse....mas não se pode escrever... :(

Força amigo...

O meu portátil já deu indício de "doença" mas estou a aguentá-lo... a ver até quando.

Maria Paula

adelaide figueiredo disse...
13 de outubro de 2008 às 21:21  

Olá António

É aborrecido o que aconteceu. No entanto não vale apena ficar nervoso e triste. Os atrasos depois compensam-se. Eu sei que o computador hoje em dia é a porta aberta para o mundo, para os amigos, etc. Mas este mau tempo vai passar. O Mercúrio está quase directo :)). Já falta pouco.

Até amanhã e não pense muito no assunto :))

Adelaide Figueiredo

Samsara disse...
13 de outubro de 2008 às 21:45  

Quando estas coisas acontecem, o que fazer? Comprar outro ou pedir emprestado, não há volta a dar. Mas que chateia, chateia e não é pouco.
Um beijinho de ânimo para ti

Teresa Marcelino disse...
14 de outubro de 2008 às 08:59  

Estas máquinas "fantásticas" também falham.

Não descurando o Merc.Rx, mas na a linha de "o teu corpo não mente" será aplicável aos objectos, em particular, ao portátil que é tão nosso, tão parte de nós?

Queimou. Supõe um excesso de calor, excesso de energia e o material a ressentir-se... Falta saber que parte queimou.

Bricadeiras de quem tem a mania de meter tudo ao barulho.

Espero que o orçamento se aguente e agora já há realmente coisas baratinhas. Quando for comprar avalie uma marca (Tsunami, não ganho comissão. Lol). mas é uma marca portuguesa, com bastante qualidade, com reconhecimento fora de Portugal e com bons preços.

Um abraço

António Rosa disse...
14 de outubro de 2008 às 10:01  

Olá Ana Cristina,

No meu caso, reparar custava o mesmo que um novo. Este bendito Mercúrio Rx está a pregar grandes partidas.

Já agora espero uns dias e só compro o novo na próxima semana, quando Mercúrio estiver em andamento normal.

Abraço

António

António Rosa disse...
14 de outubro de 2008 às 10:03  

Maria Paula,

É a «doença» dos nossos tempos. Actividades profissionais como a nossa não dispensam o uso destes aparelhos. O portátil mais antigo, que está na editora, também se anda a queixar.

Beijo.

António

António Rosa disse...
14 de outubro de 2008 às 10:05  

Olá Adelaide,

Felizmente não fiquei nem nervoso. Sei que tudo voltará ao normal e os projectos serão feitos. =)

Tenho lido uns livros que estavam em lista de espera. Também tenho dormido mais tempo. =)

Abraço

António

António Rosa disse...
14 de outubro de 2008 às 10:07  

Olá Sam,

Aproveitei o tempo para ler e passar para papel umas ideias para 2009. Felizmente não cheguei a desanimar.

Beijo

António

António Rosa disse...
14 de outubro de 2008 às 10:12  

Teresa,

Gostei dessa marca Tsunami. Na verdade, não tenho conhecimentos técnicos que me façam decidir por este ou por aquele. Felizmente tenho aqui na editora o Fred e o Paulo que sabem quais são as minhas necessidades e estão a apontar para um modelo de cerca 500 euros, que dizem ser mais que suficiente para o aquilo que faço. Vou contar-lhes isso do Tsunami.

O lançamento público dos cursos será adiado uns dias, pois trabalho muito em casa nesses assuntos.

Abraço

António

Abraço

António

Likas disse...
14 de outubro de 2008 às 13:11  

Este post fez-me lembrar que há fases lá em casa em que tudo avaria, começa no frigorífico, passa pela batedeira e acaba no micro-ondas. Também costuma arrastar com uma dor de dentes, um stress acrescido... enfim.
Nessas fases eu aguento os cavalos e fico na expectativa de dias melhores.

O que vale é k dp da tempestade vem sp a bonança.

Beijinhos do meio do oceano.
Aventalinho

António Rosa disse...
15 de outubro de 2008 às 10:21  

Olá Likas,

Desculpa responder só agora, mas não tenho estado ligado à net devido a outras tarefas.

Mercúrio fica hoje directo e a coisa vai melhorar, sobretudo quando ele retomar a sua velocidade normal.

Também tive pequenas avarias em casa. =)

Beijo

António

13 de outubro de 2008

Uma Lua cardinal

Já aqui tinha comentado que o portátil que uso em casa se tinha avariado na segunda-feira passada, dia 6 de Outubro. Foi para a oficina e aguardei 8 dias para saber o que realmente se passava, pois apenas sabia que se tinha queimado qualquer coisa.

Soube hoje, por volta das 14 horas. Queimou-se algo de tão importante e com custos de reparação tão absurdamente caros que o melhor é ponderar na compra de um novo portátil de valor médio, pois aquilo que faço não exige grandes máquinas.

Tive a curiosidade de ver o meu mapa e apresentou-se este cenário. A Lua em trânsito entrou no grau 1 de Carneiro (ponto cardinal) e fez quadratura a Úrano natal, também em ponto cardinal de Câncer, na segunda casa. Com Plutão em trânsito a fazer uma oposição ao mesmo Úrano. Claro que a avaria já se tinha dado, mas a informação definitiva só a recebi hoje.

Já agora, espero que Mercúrio fique directo antes de adquirir o novo portátil.
Lá vai ficar tudo atrasado mais uma semana. A vida é assim!

12 comentários:

Ana Cristina Corrêa Mendes disse...

tb foi o meu veredicto no último Merc.Rx...o que vale é que estas máquinas têm vindo a descer de preço.
Abraço

bandarravet disse...

:( Nem sei que diga, quer dizer, escrever, por dizer já o disse....mas não se pode escrever... :(

Força amigo...

O meu portátil já deu indício de "doença" mas estou a aguentá-lo... a ver até quando.

Maria Paula

adelaide figueiredo disse...

Olá António

É aborrecido o que aconteceu. No entanto não vale apena ficar nervoso e triste. Os atrasos depois compensam-se. Eu sei que o computador hoje em dia é a porta aberta para o mundo, para os amigos, etc. Mas este mau tempo vai passar. O Mercúrio está quase directo :)). Já falta pouco.

Até amanhã e não pense muito no assunto :))

Adelaide Figueiredo

Samsara disse...

Quando estas coisas acontecem, o que fazer? Comprar outro ou pedir emprestado, não há volta a dar. Mas que chateia, chateia e não é pouco.
Um beijinho de ânimo para ti

Teresa Marcelino disse...

Estas máquinas "fantásticas" também falham.

Não descurando o Merc.Rx, mas na a linha de "o teu corpo não mente" será aplicável aos objectos, em particular, ao portátil que é tão nosso, tão parte de nós?

Queimou. Supõe um excesso de calor, excesso de energia e o material a ressentir-se... Falta saber que parte queimou.

Bricadeiras de quem tem a mania de meter tudo ao barulho.

Espero que o orçamento se aguente e agora já há realmente coisas baratinhas. Quando for comprar avalie uma marca (Tsunami, não ganho comissão. Lol). mas é uma marca portuguesa, com bastante qualidade, com reconhecimento fora de Portugal e com bons preços.

Um abraço

António Rosa disse...

Olá Ana Cristina,

No meu caso, reparar custava o mesmo que um novo. Este bendito Mercúrio Rx está a pregar grandes partidas.

Já agora espero uns dias e só compro o novo na próxima semana, quando Mercúrio estiver em andamento normal.

Abraço

António

António Rosa disse...

Maria Paula,

É a «doença» dos nossos tempos. Actividades profissionais como a nossa não dispensam o uso destes aparelhos. O portátil mais antigo, que está na editora, também se anda a queixar.

Beijo.

António

António Rosa disse...

Olá Adelaide,

Felizmente não fiquei nem nervoso. Sei que tudo voltará ao normal e os projectos serão feitos. =)

Tenho lido uns livros que estavam em lista de espera. Também tenho dormido mais tempo. =)

Abraço

António

António Rosa disse...

Olá Sam,

Aproveitei o tempo para ler e passar para papel umas ideias para 2009. Felizmente não cheguei a desanimar.

Beijo

António

António Rosa disse...

Teresa,

Gostei dessa marca Tsunami. Na verdade, não tenho conhecimentos técnicos que me façam decidir por este ou por aquele. Felizmente tenho aqui na editora o Fred e o Paulo que sabem quais são as minhas necessidades e estão a apontar para um modelo de cerca 500 euros, que dizem ser mais que suficiente para o aquilo que faço. Vou contar-lhes isso do Tsunami.

O lançamento público dos cursos será adiado uns dias, pois trabalho muito em casa nesses assuntos.

Abraço

António

Abraço

António

Likas disse...

Este post fez-me lembrar que há fases lá em casa em que tudo avaria, começa no frigorífico, passa pela batedeira e acaba no micro-ondas. Também costuma arrastar com uma dor de dentes, um stress acrescido... enfim.
Nessas fases eu aguento os cavalos e fico na expectativa de dias melhores.

O que vale é k dp da tempestade vem sp a bonança.

Beijinhos do meio do oceano.
Aventalinho

António Rosa disse...

Olá Likas,

Desculpa responder só agora, mas não tenho estado ligado à net devido a outras tarefas.

Mercúrio fica hoje directo e a coisa vai melhorar, sobretudo quando ele retomar a sua velocidade normal.

Também tive pequenas avarias em casa. =)

Beijo

António

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates