A bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico

31 de março de 2008 ·

Quando Plutão entrou em Sagitário, em 1995 (e até 2008), já vinha iniciando (5 graus antes a este signo) a preparação da humanidade para enfrentar outras filosofias de vida. Apenas falando em Portugal, há 15 anos, a maioria das pessoas não sabia que havia formas diferentes de sentir e praticar a espiritualidade, para além das convencionais, associadas às diversas religiões maioritárias. A malha terrestre estava a alargar-se e, surgiram, como cogumelos, uma plêiade de videntes, mediuns e leitores de oráculos, uns mais mediáticos do que outros, que prometiam mundos e fundos aos seus clientes, continuando a fazê-lo, diga-se. Como sempre, desde que o Homem é Homem, também se verificaram os abusos, desmandos e aproveitamentos do costume. Ainda há. O tarot foi, finalmente, encarado e praticado com mais seriedade. A astrologia também iniciou uma lenta e segura caminhada na recuperação da sua credibilidade milenar, entretanto tão maltratada, por razões de oportunismo e ignorância. A bruxaria passa a ser assunto corrente e é anunciada nas revistas e jornais, com os desmandos que conhecemos. As organizações herméticas tentam sem grande sucesso, manterem-se herméticas. Não há como. Surge a wicca, ainda tímida, a dar os seus primeiros passos, sem grandes fundamentos populares, continuando reduzida a expressões minúsculas. Simbolicamente falando, Plutão em Sagitário fez o trabalho transformador correspondente a esse breve ciclo, e hoje, assistimos à implantação do fenómeno oposto. Em nenhuma era da humanidade houve tanta abundância informativa sobre espiritualidade e esoterismo. Eu e os meus colaboradores, a nossa editora, com os livros e sites, somos outro exemplo do que foi o trabalho de Plutão em Sagitário. Apenas pretendemos divulgar ideias. Agora estamos a aprender na carne o que será Plutão em Capricórnio. Fala-se abertamente de espiritualidade, em todo o lado, fora dos “conventos” tradicionais. Se observarmos com atenção, estivemos desde 1995 e ainda estamos perante um “movimento” único, como se de uma onda gigantesca se tratasse. Nunca houve tantos terapeutas para o corpo e espírito, como agora. Com uma infinidade de especialidades. Com máquinas credíveis e sofisticadas. Nunca houve uma época como esta que atravessamos, em que a maioria das pessoas sente possuir um “dom” especial. E possuem, seja o que for. Mas não são “especiais”, por isso. Pensam que são especiais, o que é diferente. Os spa's e os health centres, além dos fitness e maquinaria diversa, oferecem conforto para o corpo e a alma, nos seus banhos, terapias com pedras, óleos e massagens especiais com a prática de yoga. Nunca tanta gente tentou saber qual era a sua missão nesta reencarnação. Nunca houve tantos orientadores espirituais, assim como nunca tantos canalizadores se deram a conhecer, como nos dias de hoje. Nunca tantos livros, discos, filmes, revistas, sites, blogues, cursos, palestras e seminários trataram de temas espirituais. Pelo meio, também sabemos que existe alguma confusão sobre estes assuntos. Dúvidas, receios, medos. É natural. E nunca se assistiu a uma crise de valores tão profunda e radical. O auto-convencimento ainda impera... O breve ciclo de Plutão em Sagitário fez que tudo isto acontecesse. Plutão que saiu de Sagitário em Janeiro de 2008, tendo-se aventurado por Capricórnio, começará no próximo dia 2 de Abril, o seu movimento retrógrado, regressando temporariamente a Sagitário onde permanecerá até Novembro próximo, para terminar umas pontas que deixou soltas. Conseguiu espalhar a bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico. O próximo ciclo (em Capricórnio, até 2023) colocará as coisas no seu lugar definitivo. Será como se uma rede fina viesse separar o trigo do joio. - A.R.

1 comentários:

Angel of Light disse...
1 de abril de 2008 às 10:17  

"Em nenhuma era da humanidade houve tanta abundância informativa sobre espiritualidade e esoterismo."

Assino em baixo este teu post. O espiritualismo e esoterismo parece que sairam de um baú que explodiu e envolveu o mundo inteiro... é uma onda gigante que está a cobrir-nos, a "absorver-nos" e... a "despertar" quem está na altura para "despertar"... e quem não está, seguirá a seu ritmo. Tudo é respeitado!

Ainda há um longo caminho a ser percorrido e acredito mesmo que os próximos anos irão ser decisivos.

Mas o que tem sido feito até agora tem sido muito bom... para começar a abrir as mentes e a fazê-las pensar de outra forma!

Obrigada por existeres, ursinho, obrigada por existir o projecto do Anjo Dourado, que tanto me tem ajudado na compreensão de mim mesma, obrigada a todos que contribuem para a nossa evolução espiritual!

Continuação de boa feira!

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

31 de março de 2008

A bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico

Quando Plutão entrou em Sagitário, em 1995 (e até 2008), já vinha iniciando (5 graus antes a este signo) a preparação da humanidade para enfrentar outras filosofias de vida. Apenas falando em Portugal, há 15 anos, a maioria das pessoas não sabia que havia formas diferentes de sentir e praticar a espiritualidade, para além das convencionais, associadas às diversas religiões maioritárias. A malha terrestre estava a alargar-se e, surgiram, como cogumelos, uma plêiade de videntes, mediuns e leitores de oráculos, uns mais mediáticos do que outros, que prometiam mundos e fundos aos seus clientes, continuando a fazê-lo, diga-se. Como sempre, desde que o Homem é Homem, também se verificaram os abusos, desmandos e aproveitamentos do costume. Ainda há. O tarot foi, finalmente, encarado e praticado com mais seriedade. A astrologia também iniciou uma lenta e segura caminhada na recuperação da sua credibilidade milenar, entretanto tão maltratada, por razões de oportunismo e ignorância. A bruxaria passa a ser assunto corrente e é anunciada nas revistas e jornais, com os desmandos que conhecemos. As organizações herméticas tentam sem grande sucesso, manterem-se herméticas. Não há como. Surge a wicca, ainda tímida, a dar os seus primeiros passos, sem grandes fundamentos populares, continuando reduzida a expressões minúsculas. Simbolicamente falando, Plutão em Sagitário fez o trabalho transformador correspondente a esse breve ciclo, e hoje, assistimos à implantação do fenómeno oposto. Em nenhuma era da humanidade houve tanta abundância informativa sobre espiritualidade e esoterismo. Eu e os meus colaboradores, a nossa editora, com os livros e sites, somos outro exemplo do que foi o trabalho de Plutão em Sagitário. Apenas pretendemos divulgar ideias. Agora estamos a aprender na carne o que será Plutão em Capricórnio. Fala-se abertamente de espiritualidade, em todo o lado, fora dos “conventos” tradicionais. Se observarmos com atenção, estivemos desde 1995 e ainda estamos perante um “movimento” único, como se de uma onda gigantesca se tratasse. Nunca houve tantos terapeutas para o corpo e espírito, como agora. Com uma infinidade de especialidades. Com máquinas credíveis e sofisticadas. Nunca houve uma época como esta que atravessamos, em que a maioria das pessoas sente possuir um “dom” especial. E possuem, seja o que for. Mas não são “especiais”, por isso. Pensam que são especiais, o que é diferente. Os spa's e os health centres, além dos fitness e maquinaria diversa, oferecem conforto para o corpo e a alma, nos seus banhos, terapias com pedras, óleos e massagens especiais com a prática de yoga. Nunca tanta gente tentou saber qual era a sua missão nesta reencarnação. Nunca houve tantos orientadores espirituais, assim como nunca tantos canalizadores se deram a conhecer, como nos dias de hoje. Nunca tantos livros, discos, filmes, revistas, sites, blogues, cursos, palestras e seminários trataram de temas espirituais. Pelo meio, também sabemos que existe alguma confusão sobre estes assuntos. Dúvidas, receios, medos. É natural. E nunca se assistiu a uma crise de valores tão profunda e radical. O auto-convencimento ainda impera... O breve ciclo de Plutão em Sagitário fez que tudo isto acontecesse. Plutão que saiu de Sagitário em Janeiro de 2008, tendo-se aventurado por Capricórnio, começará no próximo dia 2 de Abril, o seu movimento retrógrado, regressando temporariamente a Sagitário onde permanecerá até Novembro próximo, para terminar umas pontas que deixou soltas. Conseguiu espalhar a bênção de nos descobrirmos mais do que um mero corpo físico. O próximo ciclo (em Capricórnio, até 2023) colocará as coisas no seu lugar definitivo. Será como se uma rede fina viesse separar o trigo do joio. - A.R.

1 comentário:

Angel of Light disse...

"Em nenhuma era da humanidade houve tanta abundância informativa sobre espiritualidade e esoterismo."

Assino em baixo este teu post. O espiritualismo e esoterismo parece que sairam de um baú que explodiu e envolveu o mundo inteiro... é uma onda gigante que está a cobrir-nos, a "absorver-nos" e... a "despertar" quem está na altura para "despertar"... e quem não está, seguirá a seu ritmo. Tudo é respeitado!

Ainda há um longo caminho a ser percorrido e acredito mesmo que os próximos anos irão ser decisivos.

Mas o que tem sido feito até agora tem sido muito bom... para começar a abrir as mentes e a fazê-las pensar de outra forma!

Obrigada por existeres, ursinho, obrigada por existir o projecto do Anjo Dourado, que tanto me tem ajudado na compreensão de mim mesma, obrigada a todos que contribuem para a nossa evolução espiritual!

Continuação de boa feira!

Beijinhos cheios de Amor, Paz e Luz!

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates