Angela Merkel, o Holocausto e Capricórnio

19 de março de 2008 ·

A chanceler alemã Angela Merkel dirigiu-se em hebraico e em alemão ao parlamento israelita (Knesset), no dia 18 de Março, numa intervenção sem precedente para um chefe de governo alemão e um gesto altamente simbólico mais de 60 anos depois do genocídio nazi. «Agradeço-vos terem-me dado a honra de me dirigir ao Knesset», declarou Angela Merkel em hebreu perante os deputados israelitas que a aplaudiram calorosamente. Foi surpreendente o uso da língua alemã no parlamento de um país tão marcado pelo Holocausto, ou “Shoah” (morte de seis milhões de judeus), na II Guerra Mundial. Mais surpreendente foi ouvir Angela Merkel dizer isto, em tom muito grave: «O holocausto enche os alemães de vergonha, por isso, inclino-me perante tantas vítimas, os sobreviventes e quem os ajudou até ao presente». Quando Capricórnio (o poder, os governos, os estados) assume a sua posição mais evolutiva e dignificada, o mundo pula e avança. Plutão dá sempre um jeito.

0 comentários:

19 de março de 2008

Angela Merkel, o Holocausto e Capricórnio

A chanceler alemã Angela Merkel dirigiu-se em hebraico e em alemão ao parlamento israelita (Knesset), no dia 18 de Março, numa intervenção sem precedente para um chefe de governo alemão e um gesto altamente simbólico mais de 60 anos depois do genocídio nazi. «Agradeço-vos terem-me dado a honra de me dirigir ao Knesset», declarou Angela Merkel em hebreu perante os deputados israelitas que a aplaudiram calorosamente. Foi surpreendente o uso da língua alemã no parlamento de um país tão marcado pelo Holocausto, ou “Shoah” (morte de seis milhões de judeus), na II Guerra Mundial. Mais surpreendente foi ouvir Angela Merkel dizer isto, em tom muito grave: «O holocausto enche os alemães de vergonha, por isso, inclino-me perante tantas vítimas, os sobreviventes e quem os ajudou até ao presente». Quando Capricórnio (o poder, os governos, os estados) assume a sua posição mais evolutiva e dignificada, o mundo pula e avança. Plutão dá sempre um jeito.

Sem comentários:

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates