Arruda - Saúde e Metafísica - A planta medicinal conhecida popularmente por espantar o mau olhado

14 de agosto de 2013 ·



Apesar de ter aplicação na medicina natural e até na preparação de bebidas, a arruda ficou famosa pelos seus "poderes" contra o mau-olhado e outras vibrações negativas.

Recomendo que quem vive em apartamentos que tenha um vaso num sítio que apanhe sol. Atenção que não é uma planta de interiores. Se não tem um jardim ou um terreno, use a varanda ou terraço. Se tiver um jardim ou terreno, faça por colocar a planta [na terra ou em vaso] ao lado de todas as entradas da casa: porta principal, porta de serventias, portão para entrada de carros. Se tiver jardim ou terreno suficiente não é má ideia criar uma pequena mata de 1 metro quadrado só com arruda, de modo apanhar muito sol e ser bem regada. Gosta de solos permeáveis e ricos em matéria orgânica. Recomenda-se uma adubação com esterco de gado bem curtido, esterco de galinha ou composto orgânico, quando necessário. 

Também tem efeito sob os vasos sanguíneos, cistos e pode ser utilizada como como inseticida. Fortalece os vasos sanguíneos, varizes, é um poderoso inseticida combatendo piolhos, pulgas e sarnas de animais domésticos, dores reumáticas, aumenta a menstruação, dor de cabeça, úlceras, auxilia no tratamento de cistos. Contém glicosídeos e atua como analgésico, antiasmático, antiepilética, anti-inflamatória, antirreumática, calmante, febrífugo, vermifugo e fortificante.

Modo de uso da arruda - Em forma de chá: Coloque uma xícara de água numa panela e quando ferver, apague o fogo e acrescente 1 punhado das folhas secas de arruda. Deixe descansar por 30 minutos, coe e beba a seguir. Contra indicações da arruda - Grávidas, pois pode causar hemorragias e aborto. Não deve ser utilizada em excesso. Efeitos colaterais - Podem surgir tremores, gastroenterites, convulsões, vómito, dor abdominal, salivação, fotossensibilidade.

Investigue mais sobre a arruda. Vai melhorar a sua vida com esta planta medicinal.

14 de agosto de 2013

Arruda - Saúde e Metafísica - A planta medicinal conhecida popularmente por espantar o mau olhado



Apesar de ter aplicação na medicina natural e até na preparação de bebidas, a arruda ficou famosa pelos seus "poderes" contra o mau-olhado e outras vibrações negativas.

Recomendo que quem vive em apartamentos que tenha um vaso num sítio que apanhe sol. Atenção que não é uma planta de interiores. Se não tem um jardim ou um terreno, use a varanda ou terraço. Se tiver um jardim ou terreno, faça por colocar a planta [na terra ou em vaso] ao lado de todas as entradas da casa: porta principal, porta de serventias, portão para entrada de carros. Se tiver jardim ou terreno suficiente não é má ideia criar uma pequena mata de 1 metro quadrado só com arruda, de modo apanhar muito sol e ser bem regada. Gosta de solos permeáveis e ricos em matéria orgânica. Recomenda-se uma adubação com esterco de gado bem curtido, esterco de galinha ou composto orgânico, quando necessário. 

Também tem efeito sob os vasos sanguíneos, cistos e pode ser utilizada como como inseticida. Fortalece os vasos sanguíneos, varizes, é um poderoso inseticida combatendo piolhos, pulgas e sarnas de animais domésticos, dores reumáticas, aumenta a menstruação, dor de cabeça, úlceras, auxilia no tratamento de cistos. Contém glicosídeos e atua como analgésico, antiasmático, antiepilética, anti-inflamatória, antirreumática, calmante, febrífugo, vermifugo e fortificante.

Modo de uso da arruda - Em forma de chá: Coloque uma xícara de água numa panela e quando ferver, apague o fogo e acrescente 1 punhado das folhas secas de arruda. Deixe descansar por 30 minutos, coe e beba a seguir. Contra indicações da arruda - Grávidas, pois pode causar hemorragias e aborto. Não deve ser utilizada em excesso. Efeitos colaterais - Podem surgir tremores, gastroenterites, convulsões, vómito, dor abdominal, salivação, fotossensibilidade.

Investigue mais sobre a arruda. Vai melhorar a sua vida com esta planta medicinal.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates