A vivenciar Marte em trânsito em conjunção a Plutão

15 de janeiro de 2010 ·

A minha geração [tenho 60 anos] tem Plutão em Leão. No meu caso, no grau 14. Também sabemos que Marte está actualmente em movimento retrógrado no signo de Leão. Portanto, nas últimas semanas Marte tem andado a rondar Plutão. Como estou a relatar o meu caso pessoal, refiro-me a um período concreto: Novembro e Dezembro 2009. Janeiro e 1ª semana de Fevereiro 2010. E a seguir, de 18 Abril a 20 Maio 2010. Convenhamos que é um longuíssimo período de tempo para um planeta rápido como Marte!

Ainda em 2010 chegará a vez às gerações com Plutão em Virgem, Balança, Escorpião e Sagitário. Portanto, Marte contactará todas as gerações possíveis: os cinquentões, os quarentões, os trintões, assim como os jovens dos vintes e a seguir os mais jovens. Todos seremos confrontados com um trânsito similar. A vantagem destas gerações, ao longo deste ano, é que não terão Marte retrógrado. Será uma ‘operação’ certeira. Enquanto a geração de Plutão em Leão, apanhou em cheio com esta retrogradação.

De dois em dois anos sinto na minha vida esta força cósmica a funcionar. É um trânsito que põe a minha vontade pessoal em causa. É um trânsito agressivo, por isso, é necessário ter a cautela para não irmos atrás desse estado emocional. É a oportunidade de aprendermos a nos vigiarmos.

Vejo este trânsito como uma possibilidade de aprendermos a dominar o nosso ego, que será posto à prova, sempre, mas sempre de forma dura ou violenta. Digamos apenas que pode haver alguns atenuantes às pessoas que nas suas cartas natais apresentem estas características: se Plutão tiver aspectos natais facilitadores com os planetas pessoais (Sol, Lua, Mercúrio, Vénus e Marte).

Em contrapartida, se os aspectos natais forem desafiadores, o melhor mesmo é prepararem-se para uma época eventualmente mais conturbada. E, no campo extremo, se Plutão não fizer nenhum aspecto natal maior aos planetas pessoais, então, os picos do desafio serão muito maiores. É o meu caso, pois no meu mapa natal, não tenho aspectos maiores e apenas um quintil a Marte.

Questões que podem surgir neste trânsito:

- Possibilidade de acidentes físicos. E não pensem apenas em desastres de viação. Todo o género de acidentes pode ocorrer. Passei por isto a semana passada – escorreguei numa escada de um prédio de habitação e caí. Passei pela situação de estar perto de um acidente cardíaco.

- Possibilidade de exaltações em ambientes de grupos, quer físicos, quer virtuais. Aconteceu-me.

- A compulsão pode estar presente. Quer da parte da pessoa sobre outras, quer sendo alvo da compulsão ou agressividade de outros. Neste caso, recebi um email de alguém fora de si, acusando a minha editora (claro: eu) de sermos os maiores responsáveis por vários males do mundo. Nunca tinha visto um email assim. Foi uma boa oportunidade para aprender a ficar sossegado e a não reagir a situações destas.

- Não me aconteceu, mas a pessoa pode ser vítima de assaltos, sobretudo se os aspectos em progressão estiverem desarmónicos.

- Há a considerar a possibilidade de outras situações onde a violência e a agressividade estejam presentes. Não apenas a física, mas a verbal e a emocional. Também passei por presenciar isso, numa reunião, que supostamente deveria ser calma e descontraída.

Pelo lado positivo temos que perceber que a natureza deste trânsito traz consigo uma energia que pode ser aproveitada para realizar tarefas que exijam esforço físico, desporto, destacar-se em actividades grupais.

Após a aprendizagem e se a pessoa não ficar a lamentar-se, verificam-se mudanças internas, que a levam a aprender a aquietar-se e a perceber que o ego é útil e necessário para a construção da nossa vida, mas não lhe devemos atribuir demasiada importância, para podermos escutar com atenção os nossos estados de alma.

40 comentários:

Astrid Annabelle disse...
15 de janeiro de 2010 às 18:51  

António!
Coisa de louco!!!!...
Bem, entendo agora porque o Bem-Amado Mestre St.Germain pede para que envolvamos o planeta na Chama Violeta da transmutação e depois na Chama Rosa/Dourada do Amor Divino.
Antes do Sol nascer o céu fica mais escuro.
Sou da sua geração portanto vou continuar vivendo a vida agora e depois olhar para as estrelas...rsrsrs
Espero que esteja recuperado do tombo...e que se envolva em Luz.
Realmente acho que tem razão em relação ao eclipse...mas que ele influencia isso influencia!

Beijo grande
Astrid Annabelle

Samsara disse...
15 de janeiro de 2010 às 18:58  

Olá António

Grandes aventuras, fico feliz por saber que estás bem. Tu nasceste com Marte do corpo :), tens muuuuita experiência para estas coisas :)

Beijinhos

Adelaide Figueiredo disse...
15 de janeiro de 2010 às 19:08  

Isto anda mal por aqui :)) e ainda não veio o pior - a dita conjunção Marte Plutão que está para breve. O meu mapa é só quadraturas, oposições, e quincôncios. Desafio, força, vontade, nervoso, contrariedades e por aí fora... São tempos que temos de ter calma. Pelo menos tentar buscá-la. Como o António disse tentar aproveitar a energia e canalizá-la bem. Espero que tudo fique bem consigo o mais rapidamente possivel.

Abraço

Sonia Beth disse...
15 de janeiro de 2010 às 19:28  

Oi Antonio , que chato!
Vou colocar seu nome no nosso grupos de orações, viu?
abraços grandes

Shin Tau disse...
15 de janeiro de 2010 às 20:17  

Ai António

andava eu por aqui a estudar esta lua nova em capricórnio, que me deixou muito abalada, ainda não percebi porquê e toma, lá vêm estas "boas notícias"...

Bom é como diz a Fada "É para limpar, vamos limpar!!!"

Quanto a ti, fico feliz de saber que foi quase grave e que já recuperaste! Cuidado com o tempo que falta!

Beijocas e vou-me inscrever na próxima tertúlia, claro! Quiron interessa-me particularmente!!!

Margarida disse...
15 de janeiro de 2010 às 20:42  

Todo o desequilibrio, procura um equilibrio forte para o ajudar!

Quantas pessoas andam com pedras na mão? Por vezes basta um simples toque com amor, para se quebrarem num cantaro de lágrimas...

Se alguém o acusa dos problemas do mundo, já pensou que tem todo o poder de ajudar essa pessoa desorientada?!

Quando se é procurado, Deus é achado!

angela disse...
15 de janeiro de 2010 às 20:47  

Antonio
Vou olhar meu mapa direitinho, sou da sua geração... até agora só levei uns xingos e uma dorsinha no pé.
Obrigada pela visita e sei que não pode ir sempre, mas fico feliz quando vai.
beijos

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 21:41  

Astrid,

Isto tem estado coisa de loucos. O que narrei foi muito superficial em relação às ocorrências. Até consegui, na sexta-feira passada, deixar a chave de minha casa dentro e fechar a porta por fora. Só 3 horas depois e após muito frio, chuva e vento, lá se consegui entrar de novo em minha casa. O Tibério ladrava desalmadamente, pois devia pensar que a casa estava a ser assaltada. :))))

Beijos

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 21:41  

PatSam

Bem sei. Este Marte no corpo, mata-me.

Beijos

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 21:41  

Adelaide

Espero que a situação melhore rapidamente.

Abraço

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 21:41  

Sônia

Temos que aprender astrologia de alguma maneira, não é? :)))) À nossa própria custa. E isto que não sou nada fatalista. Mas têm sido umas semanas muito agitadas.

Beijos

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 21:44  

Shin

Hoje encontrei em todo o lado textos sobre a Lua em Capricórnio. Por isso, não escrevi nada sobre isso.

Jà muito cansado de estar a estudar e escrever sobre Quíron (para a aula) resolvi escrever as minhas experiências com Marte

"É para limpar, vamos limpar!!!"

Beijos

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 21:44  

Margarida

Muito agradecido pelo bonito e justo comentário que deixou. Já o reli várias vezes.

Beijo

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 21:48  

Ângela

:))) Vi agora no seu mapa. Tem Plutão em Leão na casa 3 (xingos), no grau 16.

As datas que escrevi para mim, servem também para si.

Só que o seu Marte natal é muito mais suave que o meu.

No entanto, já sabe... não ligue muito e faça a vida com normalidade.

Beijos

angela disse...
15 de janeiro de 2010 às 22:05  

Antonio
Obrigada pela gentileza de olhar meu mapa, sabe de minhas deficiencias. Cuide desse coração que carrega muito amor.
beijos

António Rosa disse...
15 de janeiro de 2010 às 22:09  

Ângela

É verdade que tenho que cuidar do coração. Tenho problemas cardíacos e excesso de peso.

:))))))))))))

Ana Gabriel disse...
15 de janeiro de 2010 às 22:13  

António

Espero que essa influência se verifique mais no aspecto positivo do que no negativo e que nada de mal lhe aconteça.
Até fiquei com receio de ver onde passa isso no meu mapa...
Um abraço!
Ana (do rio sem regresso)

marcelo dalla disse...
15 de janeiro de 2010 às 22:22  

Olá querido amigo!
Grato por compartilhar sua experiência com essa aula, estarei preparado por essa trânsito de Marte em Virgem.
Bom saber que está bem, sua falta foi sentida. Vamos em frente!
Feliz novo ciclo com a Lua nova!!!
abraço

Cris França disse...
16 de janeiro de 2010 às 06:10  

é bom saber meu amigo, é bom saber, que a culpa é dele e não minha...rs, que semaninha tive por aqui ...rs mas vai ser melhor, ei de conveter tudo a meu favor, verás. bjs e bom fim de semana,

António Rosa disse...
16 de janeiro de 2010 às 08:56  

Olá Ana

O que quer que seja, será sempre mais uma experiência a ser vivida,

Beijos

António Rosa disse...
16 de janeiro de 2010 às 09:02  

Marcelo

Tenho trabalhado intensamente em Quiron e tem sido muito útil porque há 5 anos que não aprofundava sobre o meu caderno de apontamentos de 2004/5.

Mas de tanto estar envolvido nesses estudo, e que vou continuar, mal tenho tempo para as minhas outras tarefas.

Abraço

António Rosa disse...
16 de janeiro de 2010 às 09:03  

Cris

É sempre bom senti-la por aqui.

Beijoa

S disse...
16 de janeiro de 2010 às 09:22  

Olá Maestro, pois é, as coisas também não andam nada bem prós meus lados. Tanta coisa que a gente sabe, mas que interessa se o corpo não deixa, se a cura definitiva não acontece? Por isso fartei-me de espiritualidades. Vai uma chatice (e chatice é eufemismo)vem outra e a coisa parece que nunca mais acaba.Parece que brincamos ao gato e rato connosco mesmos. Falo por mim, claro. Volto-me para as "materialidades" porque me fartei mesmo das espiritualidades, j+á não sei bem o que é isso.
Também deixei há dias a chave dentro de casa. Vá lá que saltei da varanda dos vizinhos do lado para a minha e entrei pela janela da marquise que est´sempre aberta para arejar.

Se este comentário assim a modos que negativo não agradar +e favor apagar.

Um beijinho, Maestro
Cuide-se. Tenciono fazer o mesmo, porque já chega!
Um beijinho também

Sandro Gomes disse...
16 de janeiro de 2010 às 18:32  

Antônio,

Obrigado pelo post. Irei me preparar para a conjunção de Marte com meu Plutão em Virgem na Sétima. Tenho que tomar cuidado com meu casamento...

E um bom curso sobre Quíron! Não encontro quase nada sobre os trânsitos de Quíron, será que vc está estudando isso também? Poderia virar um interessante post.

Abraços

Maria Ribeiro disse...
17 de janeiro de 2010 às 19:47  

ANTÓNIO: fico feliz, porque eu sou Balança ...
BEIJO AMIGO LUSIBERO

Margarida disse...
18 de janeiro de 2010 às 11:07  

Toda a frieza de um coração desorientado, é uma desordem tumultuosa que nasce da Alma Vulcânica, a extrema erupção é capaz de destroçar seja o quem for!

Terno António, a prudência é a autenticidade para poder travar ou neutralizar toda essa força negativa .

Carinho e Paz
Margarida

António Rosa disse...
18 de janeiro de 2010 às 11:43  

Cara S,

Vivemos momentos complexos e, obviamente, cada um é que sabe como se desenrola a própria vida. O mehor é irmos tentando o meuio termo, pois não podemos abdicar de viver.
Beijos.

António Rosa disse...
18 de janeiro de 2010 às 11:44  

Sandro,

Muito agradecido pela sua presença. Não tem que ser nada com o seu casamento. :) Até porque, se você cuida bem desse assunto, não há porque pensar que é aí que as coisas vão acontecer.

Depois da aula dada tenciono aproveitar os apontamentos que ando a tirar para a preparação da mesma e transformar um ou outro em artigo. Também estou a estudar os trânsitos.

De 2003 a 2006 enchi um caderno grande com apontamentos de Quíron sobre consultas que fui dando... tenho bastante informação. O que não sei é se conseguirei dar forma àquilo tudo.

Abraço.

António Rosa disse...
18 de janeiro de 2010 às 11:44  

Cara Maria,

Um grande beijo de agradecimento.

António Rosa disse...
18 de janeiro de 2010 às 11:44  

Margarida

Muito obrigado pelo conselho de prudência. Há momentos que não o sou. Bem gostaria de ser.

Pax et Luz

Maria Paula Ribeiro disse...
18 de janeiro de 2010 às 13:29  

António,

Todos levamos com Marte...ele gira... :-P

Talvez a vantagem que tens é de conhecer o teu mapa e de te precaveres melhor.
Faz por isso! :)

Andas com Quiron em força... :-P
É bem, vai haver muita limpeza cármica naquela tarde (muita água derramada). Ainda bem que o teu Marte se vai afastar o suficiente do teu Plutão dia 7! :)

Em trânsitos como este recomendo Chocokid , :-P

Beijo

Anónimo disse...
18 de janeiro de 2010 às 13:43  

S. disse:

Pois é, cada um é que sabe e, se não sabe, é melhor saber.É que às vezes não queremos saber, fingimos que não vemos, etc...

Não gosto que me trate por cara.

:)) Agora deu-me vontade de rir, vejam lá isto... :-)


Então adeus, caro A.R., e um abraço sincero apesar da história da cara ~~

IdoMind disse...
18 de janeiro de 2010 às 15:34  

António,

De positivo: conheceres uma advogada, muita porreira, que te pode ajudar a:
a) obter indemnização pelo acidente nas escadas;
b) apresentar queixa e pedido de indemnização contra quem te ofender quer fisica, quer verbalmente;
c) responder à letra a mails mal intencionados e pedir indemnização eventualmente por injúria ou difamação, praticadss por meios informáticos;
d)por fim, pedir à irmã, meio bruxa, que te faça um ritual de protecção contra o resto...

;) hang on...

beijos

IdoMind disse...
18 de janeiro de 2010 às 15:40  

Ah! Grátis, claro. Não quero que tenhas um acidente cardio vascular por causa de de honorários!

António Rosa disse...
18 de janeiro de 2010 às 19:16  

Maria Paula

Que venha o chocokid. É bom e faz bem à saudinha, como diz a nossa amiga Fada.

Quanto à tarde de Quíron --- estive toda a semana a 'somar' textos e textos. Hoje, finalmente dei por mim a 'ver' tudo e a perceber que precisaria de 1 dia inteiro para tratar de todos os meus apontamentos. Portanto, agora, estou na situação oposta: a sintetizar, a cortar, a pulir, pois teremos apenas uma tarde de 3 a 4 horas.

Imagina que a Magda vai como minha partner [tal e qual como no circo... eu vou de fraque e ela vai de bailarina de can-can] [ :))))))) ], mas não queremos amachucar o coelho... [risos]. Agora a sério, ela vai ajudar-me com o computador e com as ilustrações e a fazer as continhas da 1ª quadratura de Quíron.

A aula não terá o mesmo formato das anteriores.

Eu, se pudesse reescrever o título da aula, seria paar ficar assim:

«Quíron, a frustração, a manifestação, a alma e o encaminhamento espiritual».

Muitos beijinhos

António Rosa disse...
18 de janeiro de 2010 às 19:16  

S.,

Escrevi a palavra 'cara', pois nesse senti o peso da solidão da palavra «S». FTalvez fosse eu quem me sentisse sozinho e tivesse manifestado dessa maneira.

Muitos beijinhos

António Rosa disse...
18 de janeiro de 2010 às 19:17  

IdoMind

É mesmo bom ter duas amigas, uma advogada e outra terapeuta-zeladora. Quem sabe se não necessitarei de ambas. E grátis, ainda melhor. :))))

Muitos beijinhos.

Lucília Ramos disse...
19 de janeiro de 2010 às 19:07  

António,
Ontem, na urgência pediátrica do hospital de Famalicão pensei muito neste texto. Nem imaginas a quantidade de crianças (maioria meninos) acidentados por quedas. Foi um chegar constante de ambulâncias com crianças com pernas partidas, pés torcidos, galos na cabeça, narizes e mãos acidentados... e tudo por quedas nas escolas, em diferentes escolas, e durante o mesmo período de tempo. Terá relação com isto que escreveste? Também afecta assim as crianças?
Foram umas três horas em que pude observar este caos, em que até os próprios funcionários se admiravam.

Um abraço,
Lucy

António Rosa disse...
20 de janeiro de 2010 às 10:50  

Lucy

Tem relação com o que escrevi. Se são crianças, como dizes, a maioria (os que têm mais de 20 meses) terá Plutão em Sagitário. Marte tem feito 'quadratura' (muito tenso) a Plutão em sagitário. Lá para o final do ano será a conjunção (menos tenso). Haverá uma nova leva de acidentes, mas em menor escala.

Só o mapa de cada criança nos diria porque teve que passar por essa situação. Regra geral, está associado ao pai. Ou ao progenitor mais 'dominante'.

Beijos

Luan Ramos disse...
24 de junho de 2010 às 08:20  
Este comentário foi removido pelo autor.

15 de janeiro de 2010

A vivenciar Marte em trânsito em conjunção a Plutão

A minha geração [tenho 60 anos] tem Plutão em Leão. No meu caso, no grau 14. Também sabemos que Marte está actualmente em movimento retrógrado no signo de Leão. Portanto, nas últimas semanas Marte tem andado a rondar Plutão. Como estou a relatar o meu caso pessoal, refiro-me a um período concreto: Novembro e Dezembro 2009. Janeiro e 1ª semana de Fevereiro 2010. E a seguir, de 18 Abril a 20 Maio 2010. Convenhamos que é um longuíssimo período de tempo para um planeta rápido como Marte!

Ainda em 2010 chegará a vez às gerações com Plutão em Virgem, Balança, Escorpião e Sagitário. Portanto, Marte contactará todas as gerações possíveis: os cinquentões, os quarentões, os trintões, assim como os jovens dos vintes e a seguir os mais jovens. Todos seremos confrontados com um trânsito similar. A vantagem destas gerações, ao longo deste ano, é que não terão Marte retrógrado. Será uma ‘operação’ certeira. Enquanto a geração de Plutão em Leão, apanhou em cheio com esta retrogradação.

De dois em dois anos sinto na minha vida esta força cósmica a funcionar. É um trânsito que põe a minha vontade pessoal em causa. É um trânsito agressivo, por isso, é necessário ter a cautela para não irmos atrás desse estado emocional. É a oportunidade de aprendermos a nos vigiarmos.

Vejo este trânsito como uma possibilidade de aprendermos a dominar o nosso ego, que será posto à prova, sempre, mas sempre de forma dura ou violenta. Digamos apenas que pode haver alguns atenuantes às pessoas que nas suas cartas natais apresentem estas características: se Plutão tiver aspectos natais facilitadores com os planetas pessoais (Sol, Lua, Mercúrio, Vénus e Marte).

Em contrapartida, se os aspectos natais forem desafiadores, o melhor mesmo é prepararem-se para uma época eventualmente mais conturbada. E, no campo extremo, se Plutão não fizer nenhum aspecto natal maior aos planetas pessoais, então, os picos do desafio serão muito maiores. É o meu caso, pois no meu mapa natal, não tenho aspectos maiores e apenas um quintil a Marte.

Questões que podem surgir neste trânsito:

- Possibilidade de acidentes físicos. E não pensem apenas em desastres de viação. Todo o género de acidentes pode ocorrer. Passei por isto a semana passada – escorreguei numa escada de um prédio de habitação e caí. Passei pela situação de estar perto de um acidente cardíaco.

- Possibilidade de exaltações em ambientes de grupos, quer físicos, quer virtuais. Aconteceu-me.

- A compulsão pode estar presente. Quer da parte da pessoa sobre outras, quer sendo alvo da compulsão ou agressividade de outros. Neste caso, recebi um email de alguém fora de si, acusando a minha editora (claro: eu) de sermos os maiores responsáveis por vários males do mundo. Nunca tinha visto um email assim. Foi uma boa oportunidade para aprender a ficar sossegado e a não reagir a situações destas.

- Não me aconteceu, mas a pessoa pode ser vítima de assaltos, sobretudo se os aspectos em progressão estiverem desarmónicos.

- Há a considerar a possibilidade de outras situações onde a violência e a agressividade estejam presentes. Não apenas a física, mas a verbal e a emocional. Também passei por presenciar isso, numa reunião, que supostamente deveria ser calma e descontraída.

Pelo lado positivo temos que perceber que a natureza deste trânsito traz consigo uma energia que pode ser aproveitada para realizar tarefas que exijam esforço físico, desporto, destacar-se em actividades grupais.

Após a aprendizagem e se a pessoa não ficar a lamentar-se, verificam-se mudanças internas, que a levam a aprender a aquietar-se e a perceber que o ego é útil e necessário para a construção da nossa vida, mas não lhe devemos atribuir demasiada importância, para podermos escutar com atenção os nossos estados de alma.

40 comentários:

Astrid Annabelle disse...

António!
Coisa de louco!!!!...
Bem, entendo agora porque o Bem-Amado Mestre St.Germain pede para que envolvamos o planeta na Chama Violeta da transmutação e depois na Chama Rosa/Dourada do Amor Divino.
Antes do Sol nascer o céu fica mais escuro.
Sou da sua geração portanto vou continuar vivendo a vida agora e depois olhar para as estrelas...rsrsrs
Espero que esteja recuperado do tombo...e que se envolva em Luz.
Realmente acho que tem razão em relação ao eclipse...mas que ele influencia isso influencia!

Beijo grande
Astrid Annabelle

Samsara disse...

Olá António

Grandes aventuras, fico feliz por saber que estás bem. Tu nasceste com Marte do corpo :), tens muuuuita experiência para estas coisas :)

Beijinhos

Adelaide Figueiredo disse...

Isto anda mal por aqui :)) e ainda não veio o pior - a dita conjunção Marte Plutão que está para breve. O meu mapa é só quadraturas, oposições, e quincôncios. Desafio, força, vontade, nervoso, contrariedades e por aí fora... São tempos que temos de ter calma. Pelo menos tentar buscá-la. Como o António disse tentar aproveitar a energia e canalizá-la bem. Espero que tudo fique bem consigo o mais rapidamente possivel.

Abraço

Sonia Beth disse...

Oi Antonio , que chato!
Vou colocar seu nome no nosso grupos de orações, viu?
abraços grandes

Shin Tau disse...

Ai António

andava eu por aqui a estudar esta lua nova em capricórnio, que me deixou muito abalada, ainda não percebi porquê e toma, lá vêm estas "boas notícias"...

Bom é como diz a Fada "É para limpar, vamos limpar!!!"

Quanto a ti, fico feliz de saber que foi quase grave e que já recuperaste! Cuidado com o tempo que falta!

Beijocas e vou-me inscrever na próxima tertúlia, claro! Quiron interessa-me particularmente!!!

Margarida disse...

Todo o desequilibrio, procura um equilibrio forte para o ajudar!

Quantas pessoas andam com pedras na mão? Por vezes basta um simples toque com amor, para se quebrarem num cantaro de lágrimas...

Se alguém o acusa dos problemas do mundo, já pensou que tem todo o poder de ajudar essa pessoa desorientada?!

Quando se é procurado, Deus é achado!

angela disse...

Antonio
Vou olhar meu mapa direitinho, sou da sua geração... até agora só levei uns xingos e uma dorsinha no pé.
Obrigada pela visita e sei que não pode ir sempre, mas fico feliz quando vai.
beijos

António Rosa disse...

Astrid,

Isto tem estado coisa de loucos. O que narrei foi muito superficial em relação às ocorrências. Até consegui, na sexta-feira passada, deixar a chave de minha casa dentro e fechar a porta por fora. Só 3 horas depois e após muito frio, chuva e vento, lá se consegui entrar de novo em minha casa. O Tibério ladrava desalmadamente, pois devia pensar que a casa estava a ser assaltada. :))))

Beijos

António Rosa disse...

PatSam

Bem sei. Este Marte no corpo, mata-me.

Beijos

António Rosa disse...

Adelaide

Espero que a situação melhore rapidamente.

Abraço

António Rosa disse...

Sônia

Temos que aprender astrologia de alguma maneira, não é? :)))) À nossa própria custa. E isto que não sou nada fatalista. Mas têm sido umas semanas muito agitadas.

Beijos

António Rosa disse...

Shin

Hoje encontrei em todo o lado textos sobre a Lua em Capricórnio. Por isso, não escrevi nada sobre isso.

Jà muito cansado de estar a estudar e escrever sobre Quíron (para a aula) resolvi escrever as minhas experiências com Marte

"É para limpar, vamos limpar!!!"

Beijos

António Rosa disse...

Margarida

Muito agradecido pelo bonito e justo comentário que deixou. Já o reli várias vezes.

Beijo

António Rosa disse...

Ângela

:))) Vi agora no seu mapa. Tem Plutão em Leão na casa 3 (xingos), no grau 16.

As datas que escrevi para mim, servem também para si.

Só que o seu Marte natal é muito mais suave que o meu.

No entanto, já sabe... não ligue muito e faça a vida com normalidade.

Beijos

angela disse...

Antonio
Obrigada pela gentileza de olhar meu mapa, sabe de minhas deficiencias. Cuide desse coração que carrega muito amor.
beijos

António Rosa disse...

Ângela

É verdade que tenho que cuidar do coração. Tenho problemas cardíacos e excesso de peso.

:))))))))))))

Ana Gabriel disse...

António

Espero que essa influência se verifique mais no aspecto positivo do que no negativo e que nada de mal lhe aconteça.
Até fiquei com receio de ver onde passa isso no meu mapa...
Um abraço!
Ana (do rio sem regresso)

marcelo dalla disse...

Olá querido amigo!
Grato por compartilhar sua experiência com essa aula, estarei preparado por essa trânsito de Marte em Virgem.
Bom saber que está bem, sua falta foi sentida. Vamos em frente!
Feliz novo ciclo com a Lua nova!!!
abraço

Cris França disse...

é bom saber meu amigo, é bom saber, que a culpa é dele e não minha...rs, que semaninha tive por aqui ...rs mas vai ser melhor, ei de conveter tudo a meu favor, verás. bjs e bom fim de semana,

António Rosa disse...

Olá Ana

O que quer que seja, será sempre mais uma experiência a ser vivida,

Beijos

António Rosa disse...

Marcelo

Tenho trabalhado intensamente em Quiron e tem sido muito útil porque há 5 anos que não aprofundava sobre o meu caderno de apontamentos de 2004/5.

Mas de tanto estar envolvido nesses estudo, e que vou continuar, mal tenho tempo para as minhas outras tarefas.

Abraço

António Rosa disse...

Cris

É sempre bom senti-la por aqui.

Beijoa

S disse...

Olá Maestro, pois é, as coisas também não andam nada bem prós meus lados. Tanta coisa que a gente sabe, mas que interessa se o corpo não deixa, se a cura definitiva não acontece? Por isso fartei-me de espiritualidades. Vai uma chatice (e chatice é eufemismo)vem outra e a coisa parece que nunca mais acaba.Parece que brincamos ao gato e rato connosco mesmos. Falo por mim, claro. Volto-me para as "materialidades" porque me fartei mesmo das espiritualidades, j+á não sei bem o que é isso.
Também deixei há dias a chave dentro de casa. Vá lá que saltei da varanda dos vizinhos do lado para a minha e entrei pela janela da marquise que est´sempre aberta para arejar.

Se este comentário assim a modos que negativo não agradar +e favor apagar.

Um beijinho, Maestro
Cuide-se. Tenciono fazer o mesmo, porque já chega!
Um beijinho também

Sandro Gomes disse...

Antônio,

Obrigado pelo post. Irei me preparar para a conjunção de Marte com meu Plutão em Virgem na Sétima. Tenho que tomar cuidado com meu casamento...

E um bom curso sobre Quíron! Não encontro quase nada sobre os trânsitos de Quíron, será que vc está estudando isso também? Poderia virar um interessante post.

Abraços

Maria Ribeiro disse...

ANTÓNIO: fico feliz, porque eu sou Balança ...
BEIJO AMIGO LUSIBERO

Margarida disse...

Toda a frieza de um coração desorientado, é uma desordem tumultuosa que nasce da Alma Vulcânica, a extrema erupção é capaz de destroçar seja o quem for!

Terno António, a prudência é a autenticidade para poder travar ou neutralizar toda essa força negativa .

Carinho e Paz
Margarida

António Rosa disse...

Cara S,

Vivemos momentos complexos e, obviamente, cada um é que sabe como se desenrola a própria vida. O mehor é irmos tentando o meuio termo, pois não podemos abdicar de viver.
Beijos.

António Rosa disse...

Sandro,

Muito agradecido pela sua presença. Não tem que ser nada com o seu casamento. :) Até porque, se você cuida bem desse assunto, não há porque pensar que é aí que as coisas vão acontecer.

Depois da aula dada tenciono aproveitar os apontamentos que ando a tirar para a preparação da mesma e transformar um ou outro em artigo. Também estou a estudar os trânsitos.

De 2003 a 2006 enchi um caderno grande com apontamentos de Quíron sobre consultas que fui dando... tenho bastante informação. O que não sei é se conseguirei dar forma àquilo tudo.

Abraço.

António Rosa disse...

Cara Maria,

Um grande beijo de agradecimento.

António Rosa disse...

Margarida

Muito obrigado pelo conselho de prudência. Há momentos que não o sou. Bem gostaria de ser.

Pax et Luz

Maria Paula Ribeiro disse...

António,

Todos levamos com Marte...ele gira... :-P

Talvez a vantagem que tens é de conhecer o teu mapa e de te precaveres melhor.
Faz por isso! :)

Andas com Quiron em força... :-P
É bem, vai haver muita limpeza cármica naquela tarde (muita água derramada). Ainda bem que o teu Marte se vai afastar o suficiente do teu Plutão dia 7! :)

Em trânsitos como este recomendo Chocokid , :-P

Beijo

Anónimo disse...

S. disse:

Pois é, cada um é que sabe e, se não sabe, é melhor saber.É que às vezes não queremos saber, fingimos que não vemos, etc...

Não gosto que me trate por cara.

:)) Agora deu-me vontade de rir, vejam lá isto... :-)


Então adeus, caro A.R., e um abraço sincero apesar da história da cara ~~

IdoMind disse...

António,

De positivo: conheceres uma advogada, muita porreira, que te pode ajudar a:
a) obter indemnização pelo acidente nas escadas;
b) apresentar queixa e pedido de indemnização contra quem te ofender quer fisica, quer verbalmente;
c) responder à letra a mails mal intencionados e pedir indemnização eventualmente por injúria ou difamação, praticadss por meios informáticos;
d)por fim, pedir à irmã, meio bruxa, que te faça um ritual de protecção contra o resto...

;) hang on...

beijos

IdoMind disse...

Ah! Grátis, claro. Não quero que tenhas um acidente cardio vascular por causa de de honorários!

António Rosa disse...

Maria Paula

Que venha o chocokid. É bom e faz bem à saudinha, como diz a nossa amiga Fada.

Quanto à tarde de Quíron --- estive toda a semana a 'somar' textos e textos. Hoje, finalmente dei por mim a 'ver' tudo e a perceber que precisaria de 1 dia inteiro para tratar de todos os meus apontamentos. Portanto, agora, estou na situação oposta: a sintetizar, a cortar, a pulir, pois teremos apenas uma tarde de 3 a 4 horas.

Imagina que a Magda vai como minha partner [tal e qual como no circo... eu vou de fraque e ela vai de bailarina de can-can] [ :))))))) ], mas não queremos amachucar o coelho... [risos]. Agora a sério, ela vai ajudar-me com o computador e com as ilustrações e a fazer as continhas da 1ª quadratura de Quíron.

A aula não terá o mesmo formato das anteriores.

Eu, se pudesse reescrever o título da aula, seria paar ficar assim:

«Quíron, a frustração, a manifestação, a alma e o encaminhamento espiritual».

Muitos beijinhos

António Rosa disse...

S.,

Escrevi a palavra 'cara', pois nesse senti o peso da solidão da palavra «S». FTalvez fosse eu quem me sentisse sozinho e tivesse manifestado dessa maneira.

Muitos beijinhos

António Rosa disse...

IdoMind

É mesmo bom ter duas amigas, uma advogada e outra terapeuta-zeladora. Quem sabe se não necessitarei de ambas. E grátis, ainda melhor. :))))

Muitos beijinhos.

Lucília Ramos disse...

António,
Ontem, na urgência pediátrica do hospital de Famalicão pensei muito neste texto. Nem imaginas a quantidade de crianças (maioria meninos) acidentados por quedas. Foi um chegar constante de ambulâncias com crianças com pernas partidas, pés torcidos, galos na cabeça, narizes e mãos acidentados... e tudo por quedas nas escolas, em diferentes escolas, e durante o mesmo período de tempo. Terá relação com isto que escreveste? Também afecta assim as crianças?
Foram umas três horas em que pude observar este caos, em que até os próprios funcionários se admiravam.

Um abraço,
Lucy

António Rosa disse...

Lucy

Tem relação com o que escrevi. Se são crianças, como dizes, a maioria (os que têm mais de 20 meses) terá Plutão em Sagitário. Marte tem feito 'quadratura' (muito tenso) a Plutão em sagitário. Lá para o final do ano será a conjunção (menos tenso). Haverá uma nova leva de acidentes, mas em menor escala.

Só o mapa de cada criança nos diria porque teve que passar por essa situação. Regra geral, está associado ao pai. Ou ao progenitor mais 'dominante'.

Beijos

Luan Ramos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates