Manifestação dos professores em Lisboa

8 de novembro de 2008 ·

Repete-se a 8 de Novembro a manifestação dos professores em Lisboa, à semelhança do que ocorreu a 8 de Março. São esperadas mais de 100.000 pessoas. A Plataforma Sindical decidiu iniciar a concentração às 14h30 no Terreiro do Paço, onde às 15h00 terá início o Plenário Nacional de Professores, com intervenções dos líderes sindicais. Às 16h00, os manifestantes iniciam o percurso que os levará ao Marquês de Pombal depois de passarem pelo Rossio, Restauradores e Avenida da Liberdade. No Marquês, será aprovada uma resolução a exigir ao Governo a suspensão da avaliação de desempenho. Portanto, é necessário levantar o mapa para as 15h00, em Lisboa, como o que está a seguir.

Mapa das 15 horas - início formal da manifestação.

A Lua (os professores) em Peixes (15º 12') conjunta a Úrano também em Peixes (18º 53' Rx) conta-nos que a manifestação terá muita gente, uma multidão. Sendo um dado assente com antecedência, pois foram alugados mais de 700 autocarros, não deixa de ser impressionante, se compararmos com os 600 autocarros que trouxeram os manifestantes em Março passado. Quando quiserem organizar um evento que tenha público, escolham um momento em que a Lua e Úrano estejam em trígono, sextil, semi-sextil ou conjunção.

Esta Lua faz um trígono a Plutão (o poder do governo). Muito curioso, diga-se.
Não deixa de ser um contacto com o poder. Será muito mais esbatido que na manifestação de Março, em que esta mesma Lua fazia uma quadratura a Plutão. Obviamente haverá o fervor, discursos e palavras de ordem dos organizadores. Como se sabe, os professores estão contra a Ministra de Educação e o Governo, pois não querem ser avaliados e desejam também diminuir a carga burocrática a que estão actualmente submetidos. Plutão está em ponto cardinal (28º 25' de Sagitário), a não permitir que os manifestantes levem a sua avante. Um Plutão obviamente mais fortalecido que a Lua.

Na manifestação anterior, Marte estava em Câncer e agora está em Escorpião. Serão ouvidas palavras como estas: desmotivação, cansaço, desistência, aposentações antes do tempo, muito trabalho, desilusão, etc. A energia desta manifestação é oposta à de Marte. Aguardemos para vermos o que a televisão nos trará.

Esta manifestação poderá ser imensa, mas a espontaneidade estará ausente. Tudo será mais arrastado, mais condicionado, mais preso. Sabemos bem o que as organizações sindicais conseguem fazer.

Não esqueçamos que Saturno (a gestão do governo) em Virgem a fazer severas oposições à Lua (professores) e a Úrano (diferença do movimento), numa semiquadratura a Mercúrio (a emperrar a comunicação da manifestação).

Claro que a Ministra da Educação dirá as coisas de sempre. Não se desviará um milimetro da sua linha habitual, sempre monocórdica e igual.

Repito aqui o que escrevi em Março: esta gigantesca manif é muito útil a certos sectores da economia, que agradecem. Transportes, combustíveis, portagens, comunicações, media, alimentação, bebibas, umas roupinhas novas... Só autocarros, são mais de 600. Vai movimentar muitos €€€. Vénus e Mercúrio gostam disto. Acrescento isto - numa época de crise, conseguir-se movimentar tal massa económica é muito positivo e faz bem à economia nacional.

Desejo a maior das sortes aos professores. Que consigam o que desejam e que por isso estão em luta.


2 comentários:

adelaode figueiredo disse...
8 de novembro de 2008 às 22:43  

Olá António

Este post está mesmo uma maravilha. Espero que tudo se resolva a contento das partes, mas que seja depressa, porque senão passamos a vida nisto LOL.

Bem, desta vez é que não há mais nada para comentar. Tinha uns artigos em atraso :)

Bom fim de semana.

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...
9 de novembro de 2008 às 09:45  

Olá Adelaide

Oxalá se entenda. Fui acompanhando pela televisão e lá ouvi inúmeros lamentos de falta de tempo para darem aulas.

8 de novembro de 2008

Manifestação dos professores em Lisboa

Repete-se a 8 de Novembro a manifestação dos professores em Lisboa, à semelhança do que ocorreu a 8 de Março. São esperadas mais de 100.000 pessoas. A Plataforma Sindical decidiu iniciar a concentração às 14h30 no Terreiro do Paço, onde às 15h00 terá início o Plenário Nacional de Professores, com intervenções dos líderes sindicais. Às 16h00, os manifestantes iniciam o percurso que os levará ao Marquês de Pombal depois de passarem pelo Rossio, Restauradores e Avenida da Liberdade. No Marquês, será aprovada uma resolução a exigir ao Governo a suspensão da avaliação de desempenho. Portanto, é necessário levantar o mapa para as 15h00, em Lisboa, como o que está a seguir.

Mapa das 15 horas - início formal da manifestação.

A Lua (os professores) em Peixes (15º 12') conjunta a Úrano também em Peixes (18º 53' Rx) conta-nos que a manifestação terá muita gente, uma multidão. Sendo um dado assente com antecedência, pois foram alugados mais de 700 autocarros, não deixa de ser impressionante, se compararmos com os 600 autocarros que trouxeram os manifestantes em Março passado. Quando quiserem organizar um evento que tenha público, escolham um momento em que a Lua e Úrano estejam em trígono, sextil, semi-sextil ou conjunção.

Esta Lua faz um trígono a Plutão (o poder do governo). Muito curioso, diga-se.
Não deixa de ser um contacto com o poder. Será muito mais esbatido que na manifestação de Março, em que esta mesma Lua fazia uma quadratura a Plutão. Obviamente haverá o fervor, discursos e palavras de ordem dos organizadores. Como se sabe, os professores estão contra a Ministra de Educação e o Governo, pois não querem ser avaliados e desejam também diminuir a carga burocrática a que estão actualmente submetidos. Plutão está em ponto cardinal (28º 25' de Sagitário), a não permitir que os manifestantes levem a sua avante. Um Plutão obviamente mais fortalecido que a Lua.

Na manifestação anterior, Marte estava em Câncer e agora está em Escorpião. Serão ouvidas palavras como estas: desmotivação, cansaço, desistência, aposentações antes do tempo, muito trabalho, desilusão, etc. A energia desta manifestação é oposta à de Marte. Aguardemos para vermos o que a televisão nos trará.

Esta manifestação poderá ser imensa, mas a espontaneidade estará ausente. Tudo será mais arrastado, mais condicionado, mais preso. Sabemos bem o que as organizações sindicais conseguem fazer.

Não esqueçamos que Saturno (a gestão do governo) em Virgem a fazer severas oposições à Lua (professores) e a Úrano (diferença do movimento), numa semiquadratura a Mercúrio (a emperrar a comunicação da manifestação).

Claro que a Ministra da Educação dirá as coisas de sempre. Não se desviará um milimetro da sua linha habitual, sempre monocórdica e igual.

Repito aqui o que escrevi em Março: esta gigantesca manif é muito útil a certos sectores da economia, que agradecem. Transportes, combustíveis, portagens, comunicações, media, alimentação, bebibas, umas roupinhas novas... Só autocarros, são mais de 600. Vai movimentar muitos €€€. Vénus e Mercúrio gostam disto. Acrescento isto - numa época de crise, conseguir-se movimentar tal massa económica é muito positivo e faz bem à economia nacional.

Desejo a maior das sortes aos professores. Que consigam o que desejam e que por isso estão em luta.


2 comentários:

adelaode figueiredo disse...

Olá António

Este post está mesmo uma maravilha. Espero que tudo se resolva a contento das partes, mas que seja depressa, porque senão passamos a vida nisto LOL.

Bem, desta vez é que não há mais nada para comentar. Tinha uns artigos em atraso :)

Bom fim de semana.

Adelaide Figueiredo

António Rosa disse...

Olá Adelaide

Oxalá se entenda. Fui acompanhando pela televisão e lá ouvi inúmeros lamentos de falta de tempo para darem aulas.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates