Conhece o Satyaprem?

13 de julho de 2011 ·



As pessoas chamam-no de «guru», pelas razões de insegurança que se conhecem, mas eu vejo-o como um «Instrutor», ao nível de um André Louro de Almeida ou de Trigueirinho. Ainda por cima, é gente bacana, como dzem os amigos brasileiros. 

Conheça-o e escute-o.

Seu site (arrange tempo para ver, ler e ouvir tudo)

Seu blogue

Seu Facebook

Seus vídeos

Pequenos textos tirados do seu site:

«No vazio de liderança, discípulos de ontem tornaram-se gurus, com idéias e estilos próprios – e nessa constelação Satyaprem é uma estrela de brilho inquietante. "O iluminado não recorre a ensinamentos do passado. Aliás, não há nada a ser ensinado, mas apenas o compartilhar de algo vivo, não aprendido", afirma. "O buda é quando a mente pára de tentar provar que você não é o buda. Ela reconhece o revelado e se aquieta".»

«O trabalho de Satyaprem é solitário. Depois de, segundo ele próprio, viver em comunas de Osho nos Estados Unidos, Índia, Holanda e Alemanha e de fundar um centro de meditação na Noruega, desde 1994 Satyaprem tem se dedicado a realizar retiros e satsangs nos estados do sul e do nordeste (em 2002 pretende entrar em São Paulo), sempre à margem do movimento organizado dos seguidores de Rajneesh. Militante anarquista na juventude, o guru detesta estruturas e normas e se recusa a informar o próprio nome civil, por não reconhecer nesse detalhe qualquer importância. Sobre sua vida familiar, uma única concessão: diz que é filho de comerciantes. "Como disse Cristo, quem eu sou não tem mãe nem pai", justifica.»

«Pergunta - Em seus textos você fala em "parar a caminhada". Como é isto e como foi a tua experiência pessoal. Quem encontrastes?

Satyaprem - A mente, o ego, quer algo. Esse algo, em geral é uma idéia, uma fantasia, algo imaginado. Caminhamos em direção a algo que imaginamos. Se pararmos de imaginar, paramos de caminhar em direção ao imaginado, ficamos com o real, evidente aqui e agora. Encontrando aquilo que não está no tempo... a natureza essencial, a paz, a verdade, a liberdade...»

Watch live streaming video from liveleela at livestream.com


.

8 comentários:

Astrid Annabelle disse...
13 de julho de 2011 às 12:56  

Bom dia António querido!
Quem sabe sabe! Ele foi uma grata surpresa....encontrei-o semana passada e o convidei para sermos amigos no FB. Estou viajando por todos os seus ensinamentos.....
Excelente sugestão!
Beijos
Astrid Annabelle

António Rosa disse...
13 de julho de 2011 às 13:03  

Bom dia, Astrid,

Na nossa língua comum, só encontrei 3 «Instrutores»: Trigueirinho, André e o Satyaprem.

Ainda o chamam de «guru», mas ele não liga nada a isso. É a nova geração a instruir.

Nas previsões para 2012 (que terminei esta manhã) menciono estes 3 nomes.

Beijos

António

Luma Rosa disse...
14 de julho de 2011 às 15:49  

"Mim" sabe nada!!
Estou seguindo o script errado.
Agora que estou perdida, sem resposta objetivas, ainda vou ter que resgatar o meu ser!! Ai... ai... Complicou minha vida!!

António, sem brincadeiras agora. Tenho vindo aqui e não encontrado o link para o sistema de comentários. Só acontece no seu blogue. Hoje por acaso, ele apareceu para mim!

Beijus,

Filomena Nunes disse...
14 de julho de 2011 às 16:56  

Viva António Rosa,

Muito obrigada pela partilha que adivinho preciosa..

Vou explorar.

Um abraço daqueles... ;))

Filomena

Imprensa na rede disse...
16 de julho de 2011 às 12:33  

Meu nome é Tatiana Dias e trabalho para uma empresa de Comunicação e Marketing, na Espanha. Gostaria de saber se te interessa colaborar com uma campanha de publicidade de um site de classificados gratis no Brasil. Pagamos 30 euros por PayPal pelo trabalho.
Se está interessada na proposta, não deixe de entrar em contato comigo em este mesmo e-mail: tatiana.segala@gmail.com
Atenciosamente,
Tatiana A Dias

Serginho Tavares disse...
19 de julho de 2011 às 16:13  

se você diz que ele é bacana então é
e bonitão, viu?

beijos meu amigo (um tanto sumido) que adoro muito

Vilson disse...
30 de junho de 2013 às 05:19  

Que charlatão que toma cerveja e come carne!!!!!! e só tá afim de sugar dinheiro da galera

YOGA VILA DA SERRA disse...
22 de abril de 2016 às 23:34  

Uma farsa q se utiliza de técnicas toscas de lavagem cerebral para induzir as pessoas a pensar exatamente como ele em suas apresentações! Mas é um gênio, pois caem de amores por ele... De tirar o chapéu!

13 de julho de 2011

Conhece o Satyaprem?



As pessoas chamam-no de «guru», pelas razões de insegurança que se conhecem, mas eu vejo-o como um «Instrutor», ao nível de um André Louro de Almeida ou de Trigueirinho. Ainda por cima, é gente bacana, como dzem os amigos brasileiros. 

Conheça-o e escute-o.

Seu site (arrange tempo para ver, ler e ouvir tudo)

Seu blogue

Seu Facebook

Seus vídeos

Pequenos textos tirados do seu site:

«No vazio de liderança, discípulos de ontem tornaram-se gurus, com idéias e estilos próprios – e nessa constelação Satyaprem é uma estrela de brilho inquietante. "O iluminado não recorre a ensinamentos do passado. Aliás, não há nada a ser ensinado, mas apenas o compartilhar de algo vivo, não aprendido", afirma. "O buda é quando a mente pára de tentar provar que você não é o buda. Ela reconhece o revelado e se aquieta".»

«O trabalho de Satyaprem é solitário. Depois de, segundo ele próprio, viver em comunas de Osho nos Estados Unidos, Índia, Holanda e Alemanha e de fundar um centro de meditação na Noruega, desde 1994 Satyaprem tem se dedicado a realizar retiros e satsangs nos estados do sul e do nordeste (em 2002 pretende entrar em São Paulo), sempre à margem do movimento organizado dos seguidores de Rajneesh. Militante anarquista na juventude, o guru detesta estruturas e normas e se recusa a informar o próprio nome civil, por não reconhecer nesse detalhe qualquer importância. Sobre sua vida familiar, uma única concessão: diz que é filho de comerciantes. "Como disse Cristo, quem eu sou não tem mãe nem pai", justifica.»

«Pergunta - Em seus textos você fala em "parar a caminhada". Como é isto e como foi a tua experiência pessoal. Quem encontrastes?

Satyaprem - A mente, o ego, quer algo. Esse algo, em geral é uma idéia, uma fantasia, algo imaginado. Caminhamos em direção a algo que imaginamos. Se pararmos de imaginar, paramos de caminhar em direção ao imaginado, ficamos com o real, evidente aqui e agora. Encontrando aquilo que não está no tempo... a natureza essencial, a paz, a verdade, a liberdade...»

Watch live streaming video from liveleela at livestream.com


.

8 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António querido!
Quem sabe sabe! Ele foi uma grata surpresa....encontrei-o semana passada e o convidei para sermos amigos no FB. Estou viajando por todos os seus ensinamentos.....
Excelente sugestão!
Beijos
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Bom dia, Astrid,

Na nossa língua comum, só encontrei 3 «Instrutores»: Trigueirinho, André e o Satyaprem.

Ainda o chamam de «guru», mas ele não liga nada a isso. É a nova geração a instruir.

Nas previsões para 2012 (que terminei esta manhã) menciono estes 3 nomes.

Beijos

António

Luma Rosa disse...

"Mim" sabe nada!!
Estou seguindo o script errado.
Agora que estou perdida, sem resposta objetivas, ainda vou ter que resgatar o meu ser!! Ai... ai... Complicou minha vida!!

António, sem brincadeiras agora. Tenho vindo aqui e não encontrado o link para o sistema de comentários. Só acontece no seu blogue. Hoje por acaso, ele apareceu para mim!

Beijus,

Filomena Nunes disse...

Viva António Rosa,

Muito obrigada pela partilha que adivinho preciosa..

Vou explorar.

Um abraço daqueles... ;))

Filomena

Imprensa na rede disse...

Meu nome é Tatiana Dias e trabalho para uma empresa de Comunicação e Marketing, na Espanha. Gostaria de saber se te interessa colaborar com uma campanha de publicidade de um site de classificados gratis no Brasil. Pagamos 30 euros por PayPal pelo trabalho.
Se está interessada na proposta, não deixe de entrar em contato comigo em este mesmo e-mail: tatiana.segala@gmail.com
Atenciosamente,
Tatiana A Dias

Serginho Tavares disse...

se você diz que ele é bacana então é
e bonitão, viu?

beijos meu amigo (um tanto sumido) que adoro muito

Vilson disse...

Que charlatão que toma cerveja e come carne!!!!!! e só tá afim de sugar dinheiro da galera

YOGA VILA DA SERRA disse...

Uma farsa q se utiliza de técnicas toscas de lavagem cerebral para induzir as pessoas a pensar exatamente como ele em suas apresentações! Mas é um gênio, pois caem de amores por ele... De tirar o chapéu!

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates