O regente do Ascendente

24 de abril de 2008 ·

O regente do Ascendente, algumas vezes denominado regente pessoal e regente do mapa é o planeta que rege o Ascendente. Se esse planeta estiver realmente localizado no signo em elevação, a pessoa é um representante típico daquele signo. Entretanto, se esse planeta estiver em outro signo (o que ocorre na maioria das vezes), é preciso combinar os dois para entender uma parte da personalidade. Este é um dos motivos porque não há duas pessoas iguais, mesmo que tenham o mesmo signo Ascendente. Regente do Ascendente na primeira Casa. Esse é o indivíduo que se faz por si mesmo, que expressa activamente o seu ponto de vista. Regente do Ascendente na segunda Casa. Os haveres, as finanças e as posses são importantes, assim como o estabelecimento do seu próprio sistema de valores. A segurança e o próprio valor são motivações básicas. Regente do Ascendente na terceira Casa. Necessidade de se comunicar de todas as formas possíveis, de ser activo mental ou intelectualmente; as transacções com os parentes podem tornar-se importantes. Regente do Ascendente na quarta Casa Essa pessoa realmente precisa de um lar que lhe sirva de base; frequentemente envolve-se muito com a família, instituições ou com bens imóveis. Regente do Ascendente na quinta Casa. A auto-expressão através do amor, da criatividade ou dos filhos é uma das necessidades desse indivíduo, bem como vários tipos de diversão, jogos e romance. Regente do Ascendente na sexta Casa. Esse pode ser o trabalhador fanático do zodíaco ou, se não estiver a trabalhar, um hipocondríaco. Rotina e método também são importantes. Regente do Ascendente na sétima Casa. Os outros — o público ou os parceiros — são importantes. Existe a necessidade de ter actividades em conjunto com outros ou de competir de forma amistosa ou não. O indivíduo expressa-se com outra pessoa ou através dela. Regente do Ascendente na oitava Casa. Essa pessoa trabalha bem com os recursos dos outros (assuntos financeiros, bancos, etc.) ou atrai o apoio dos outros (políticos). O sexo ou a pesquisa podem tornar-se factores predominantes. Regente do Ascendente na nona Casa. Educação superior, viagens, lei, religião, filosofia, ideias e ideais são importantes para esse indivíduo. Regente do Ascendente na décima Casa. A expressão do ego e a realização através da profissão são necessidades primordiais. Governo, prestígio, política ou um dos pais podem desempenhar um papel vital. Regente do Ascendente na décima primeira Casa. Trabalho com grupos, causas humanitárias, objectivos, amigos, circunstâncias externas e actividades sociais podem afectar a vida. Regente do Ascendente na décima segunda Casa. Essa pessoa pode desenvolver-se através de actividades de bastidores; ou pode ser um pouco retraída, preferindo proteger a privacidade de seus assuntos pessoais. O indivíduo dispõe de muita força interior da qual pode lançar mão quando necessário. Marion D. March e Joan McEvers in “Curso Básico de Astrologia – Técnicas de Cálculo e Interpretação”.

3 comentários:

isis disse...
2 de dezembro de 2012 às 15:43  

Olá, bom eu tenho ascendente em áries e o regente marte em libra.. Bom gostaria de saber como isso modifica o meu ascendente e se também modifica a aparência e se dar beleza há que libra tem como regente vênus. Ah ótimo post bem explicativo.

Cláudio dos Anjos disse...
5 de agosto de 2017 às 22:08  

Ascendente em Áries,
Marte em Áries na casa 12 e
Peixes na cúspide da 12a casa.

Cláudio dos Anjos disse...
4 de setembro de 2017 às 21:39  

Ótimo artigo! 👏

24 de abril de 2008

O regente do Ascendente

O regente do Ascendente, algumas vezes denominado regente pessoal e regente do mapa é o planeta que rege o Ascendente. Se esse planeta estiver realmente localizado no signo em elevação, a pessoa é um representante típico daquele signo. Entretanto, se esse planeta estiver em outro signo (o que ocorre na maioria das vezes), é preciso combinar os dois para entender uma parte da personalidade. Este é um dos motivos porque não há duas pessoas iguais, mesmo que tenham o mesmo signo Ascendente. Regente do Ascendente na primeira Casa. Esse é o indivíduo que se faz por si mesmo, que expressa activamente o seu ponto de vista. Regente do Ascendente na segunda Casa. Os haveres, as finanças e as posses são importantes, assim como o estabelecimento do seu próprio sistema de valores. A segurança e o próprio valor são motivações básicas. Regente do Ascendente na terceira Casa. Necessidade de se comunicar de todas as formas possíveis, de ser activo mental ou intelectualmente; as transacções com os parentes podem tornar-se importantes. Regente do Ascendente na quarta Casa Essa pessoa realmente precisa de um lar que lhe sirva de base; frequentemente envolve-se muito com a família, instituições ou com bens imóveis. Regente do Ascendente na quinta Casa. A auto-expressão através do amor, da criatividade ou dos filhos é uma das necessidades desse indivíduo, bem como vários tipos de diversão, jogos e romance. Regente do Ascendente na sexta Casa. Esse pode ser o trabalhador fanático do zodíaco ou, se não estiver a trabalhar, um hipocondríaco. Rotina e método também são importantes. Regente do Ascendente na sétima Casa. Os outros — o público ou os parceiros — são importantes. Existe a necessidade de ter actividades em conjunto com outros ou de competir de forma amistosa ou não. O indivíduo expressa-se com outra pessoa ou através dela. Regente do Ascendente na oitava Casa. Essa pessoa trabalha bem com os recursos dos outros (assuntos financeiros, bancos, etc.) ou atrai o apoio dos outros (políticos). O sexo ou a pesquisa podem tornar-se factores predominantes. Regente do Ascendente na nona Casa. Educação superior, viagens, lei, religião, filosofia, ideias e ideais são importantes para esse indivíduo. Regente do Ascendente na décima Casa. A expressão do ego e a realização através da profissão são necessidades primordiais. Governo, prestígio, política ou um dos pais podem desempenhar um papel vital. Regente do Ascendente na décima primeira Casa. Trabalho com grupos, causas humanitárias, objectivos, amigos, circunstâncias externas e actividades sociais podem afectar a vida. Regente do Ascendente na décima segunda Casa. Essa pessoa pode desenvolver-se através de actividades de bastidores; ou pode ser um pouco retraída, preferindo proteger a privacidade de seus assuntos pessoais. O indivíduo dispõe de muita força interior da qual pode lançar mão quando necessário. Marion D. March e Joan McEvers in “Curso Básico de Astrologia – Técnicas de Cálculo e Interpretação”.

3 comentários:

isis disse...

Olá, bom eu tenho ascendente em áries e o regente marte em libra.. Bom gostaria de saber como isso modifica o meu ascendente e se também modifica a aparência e se dar beleza há que libra tem como regente vênus. Ah ótimo post bem explicativo.

Cláudio dos Anjos disse...

Ascendente em Áries,
Marte em Áries na casa 12 e
Peixes na cúspide da 12a casa.

Cláudio dos Anjos disse...

Ótimo artigo! 👏

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates