Nova Lei do Divórcio, aprovada hoje no Parlamento português - Fim do conceito de culpa na dissolução do casamento

16 de abril de 2008 ·

O Parlamento português aprovou esta tarde (16 Abril) a nova Lei do Divórcio. É o fim anunciado do divórcio litigioso tal como existe em Portugal há 30 anos. Está a acabar o conceito de culpa na dissolução do casamento e criar a figura do divórcio sem consentimento de um dos cônjuges. É a vitória do conceito do fim do casamento por ruptura. Se não há casamentos perfeitos, também não há divórcios felizes. É uma autêntica revolução no Código Civil: cerca de quatro dezenas de artigos terão de ser reformulados para apagar a designação do divórcio litigioso e a subjacente violação culposa dos deveres conjugais. Divórcios litigiosos, regra geral, significam corações feridos. Não havendo paz nem serenidade, é difícil solucionar relacionamentos que deixaram de funcionar. Os tempos estão a mudar. Quando a nova Lei foi anunciada, no dia 27 de Março, o mapa do céu era este: Vénus (as questões do amor), Mercúrio (a razão e o entendimento) e Urano (a voz da inovação e a voz superior, também) de mãos dadas numa feliz conjunção que se realiza no signo de Peixes (o amor universal). Hoje (16 Abril), a aprovação no Parlamento da Lei, deu-se sob estes efeitos cósmicos: a Lua (povo, pessoas), recebeu o apoio de Júpiter (Lei Maior) num trígono, numa feliz conjunção com Saturno (regras, ordem) para conseguirem o distanciamento emocional suficiente, garantindo assim o cumprimento de uma mudança significativa da nossa sociedade. O Sol (o Ser) e Mercúrio (a razão, o entendimento) numa conjunção exacta e combusta, faziam um trígono a Saturno, abrandando o seu coração rigoroso. Vénus (o amor, o afecto) em Carneiro impediu que Marte (o Senhor da Guerra e dos Conflitos) se pronunciasse negativamente. Apenas uma deputada votou contra. Plutão em Capricórnio a trabalhar. A sociedade a mudar. As coisas ainda estão a começar, pois Plutão ficará no signo da cabra montanhesa até 2024. Como dizem os nossos amigos brasileiros: "Me aguardem..." Claro que estas questões do divórcio não são fáceis e regra geral, existem implicações maiores: os filhos. Espera-se o maior cuidado por parte de todos os intervenientes sociais.

2 comentários:

Starseed disse...
27 de março de 2008 às 23:12  

Olá! Desde já obrigado pelo comentário no meu blog e por me ter adicionado no seu!

Devo acrescentar que a Anjo Dourado tem uma papel fundamental na espiritualidade em Portugal e, em mim exerceu uma enorme influência.

Obrigado,

Starseed

Lucy disse...
17 de abril de 2008 às 21:45  

Felizmente que 'litigiosos' nunca foram comigo - só amigos. E foram DOIS!!!

Lu

16 de abril de 2008

Nova Lei do Divórcio, aprovada hoje no Parlamento português - Fim do conceito de culpa na dissolução do casamento

O Parlamento português aprovou esta tarde (16 Abril) a nova Lei do Divórcio. É o fim anunciado do divórcio litigioso tal como existe em Portugal há 30 anos. Está a acabar o conceito de culpa na dissolução do casamento e criar a figura do divórcio sem consentimento de um dos cônjuges. É a vitória do conceito do fim do casamento por ruptura. Se não há casamentos perfeitos, também não há divórcios felizes. É uma autêntica revolução no Código Civil: cerca de quatro dezenas de artigos terão de ser reformulados para apagar a designação do divórcio litigioso e a subjacente violação culposa dos deveres conjugais. Divórcios litigiosos, regra geral, significam corações feridos. Não havendo paz nem serenidade, é difícil solucionar relacionamentos que deixaram de funcionar. Os tempos estão a mudar. Quando a nova Lei foi anunciada, no dia 27 de Março, o mapa do céu era este: Vénus (as questões do amor), Mercúrio (a razão e o entendimento) e Urano (a voz da inovação e a voz superior, também) de mãos dadas numa feliz conjunção que se realiza no signo de Peixes (o amor universal). Hoje (16 Abril), a aprovação no Parlamento da Lei, deu-se sob estes efeitos cósmicos: a Lua (povo, pessoas), recebeu o apoio de Júpiter (Lei Maior) num trígono, numa feliz conjunção com Saturno (regras, ordem) para conseguirem o distanciamento emocional suficiente, garantindo assim o cumprimento de uma mudança significativa da nossa sociedade. O Sol (o Ser) e Mercúrio (a razão, o entendimento) numa conjunção exacta e combusta, faziam um trígono a Saturno, abrandando o seu coração rigoroso. Vénus (o amor, o afecto) em Carneiro impediu que Marte (o Senhor da Guerra e dos Conflitos) se pronunciasse negativamente. Apenas uma deputada votou contra. Plutão em Capricórnio a trabalhar. A sociedade a mudar. As coisas ainda estão a começar, pois Plutão ficará no signo da cabra montanhesa até 2024. Como dizem os nossos amigos brasileiros: "Me aguardem..." Claro que estas questões do divórcio não são fáceis e regra geral, existem implicações maiores: os filhos. Espera-se o maior cuidado por parte de todos os intervenientes sociais.

2 comentários:

Starseed disse...

Olá! Desde já obrigado pelo comentário no meu blog e por me ter adicionado no seu!

Devo acrescentar que a Anjo Dourado tem uma papel fundamental na espiritualidade em Portugal e, em mim exerceu uma enorme influência.

Obrigado,

Starseed

Lucy disse...

Felizmente que 'litigiosos' nunca foram comigo - só amigos. E foram DOIS!!!

Lu

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates