Trânsito de Neptuno pela Casa XI, por Magda Moita

18 de abril de 2013 ·



•    Durante este trânsito, sentimo-nos impelidos por nos envolvermos em actividade grupais que estejam direccionadas para elevar emocionalmente e espiritualmente a vida de todos.
•    Este planeta, em trânsito por esta casa, procura despertar-nos o interesse por participar em movimentos que ajudem as pessoas a viver de forma mais fluida e leve.
•    Neptuno procura dissolver as barreiras que nos impedem de partilhar com os outros as experiências que tenham sido úteis, e se revelem facilitadoras da nossa experiência terrena.
•    Durante este trânsito, construímos um sentimento de espírito humanitário.
•    Sentimo-nos impelidos a levar para o grupo a nossa sabedoria individual e colocá-la à disposição.
•    Durante este trânsito, sentimo-nos altamente seduzidos por nos associarmos a grupos ou instituições que partilhem o mesmo ideal.
•    Em trânsito pela casa 11, Neptuno trata de convencer-nos de que não há, verdadeiramente, pessoas estranhas.
•    É possível que reapareçam companheiros de vidas passadas.
•    Ilusões quanto às associações que fazemos estão, também, na ordem deste trânsito.
•    Também é intenção deste planeta, em trânsito por esta casa, levar-nos a aceitar as diferenças dos outros, aceitando-os como são.
•    Também corremos o risco de nos apaixonarmos, de forma doentia, por um determinado ideal de grupo, caindo num platonismo exacerbado pelo seu representante.
•    Durante este período, nenhuma pessoa pode, ou deve tornar-se o nosso mundo.
•    Corremos algum risco de nos tornarmos fanáticos.
•    Durante este trânsito, sentimo-nos mais atraídos pelas novas tecnologias e por ciências ainda não exploradas como, por exemplo, ovnilogia.
•    Devemos, com maturidade, apaziguar o nosso Úrano-Saturno, regentes desta Casa, e não embarcar em alguma crença global a respeito do nascimento de um novo mundo.
•    Os individualismos de Úrano devem ser apaziguados para que não acabe conectado com esferas mais nebulosas de Neptuno.

Limpeza cármica:
•    O choque dos poderosos Agitadores do Ego provoca, durante este período, uma estranha revolução nos nossos mundos interiores e, como resultado, tremendas alterações de consciência.


1 comentários:

Astrid Annabelle disse...
19 de abril de 2013 às 11:16  

WoW!!!
Foi bom reler!!!
Parabéns à Magda pelo texto.
Beijo António, só hoje pude ler...ando com pouquíssimo tempo para a net.
Astrid Annabelle

18 de abril de 2013

Trânsito de Neptuno pela Casa XI, por Magda Moita



•    Durante este trânsito, sentimo-nos impelidos por nos envolvermos em actividade grupais que estejam direccionadas para elevar emocionalmente e espiritualmente a vida de todos.
•    Este planeta, em trânsito por esta casa, procura despertar-nos o interesse por participar em movimentos que ajudem as pessoas a viver de forma mais fluida e leve.
•    Neptuno procura dissolver as barreiras que nos impedem de partilhar com os outros as experiências que tenham sido úteis, e se revelem facilitadoras da nossa experiência terrena.
•    Durante este trânsito, construímos um sentimento de espírito humanitário.
•    Sentimo-nos impelidos a levar para o grupo a nossa sabedoria individual e colocá-la à disposição.
•    Durante este trânsito, sentimo-nos altamente seduzidos por nos associarmos a grupos ou instituições que partilhem o mesmo ideal.
•    Em trânsito pela casa 11, Neptuno trata de convencer-nos de que não há, verdadeiramente, pessoas estranhas.
•    É possível que reapareçam companheiros de vidas passadas.
•    Ilusões quanto às associações que fazemos estão, também, na ordem deste trânsito.
•    Também é intenção deste planeta, em trânsito por esta casa, levar-nos a aceitar as diferenças dos outros, aceitando-os como são.
•    Também corremos o risco de nos apaixonarmos, de forma doentia, por um determinado ideal de grupo, caindo num platonismo exacerbado pelo seu representante.
•    Durante este período, nenhuma pessoa pode, ou deve tornar-se o nosso mundo.
•    Corremos algum risco de nos tornarmos fanáticos.
•    Durante este trânsito, sentimo-nos mais atraídos pelas novas tecnologias e por ciências ainda não exploradas como, por exemplo, ovnilogia.
•    Devemos, com maturidade, apaziguar o nosso Úrano-Saturno, regentes desta Casa, e não embarcar em alguma crença global a respeito do nascimento de um novo mundo.
•    Os individualismos de Úrano devem ser apaziguados para que não acabe conectado com esferas mais nebulosas de Neptuno.

Limpeza cármica:
•    O choque dos poderosos Agitadores do Ego provoca, durante este período, uma estranha revolução nos nossos mundos interiores e, como resultado, tremendas alterações de consciência.


1 comentário:

Astrid Annabelle disse...

WoW!!!
Foi bom reler!!!
Parabéns à Magda pelo texto.
Beijo António, só hoje pude ler...ando com pouquíssimo tempo para a net.
Astrid Annabelle

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates