A finalidade da nossa reencarnação

12 de novembro de 2012 ·


A finalidade da nossa reencarnação é continuarmos o caminho evolutivo interrompido na última encarnação, ou seja, a continuação da nossa busca de evolução, de purificação, o que quer dizer aumentarmos a nossa capacidade de amar e de nos doarmos aos outros, elevando cada vez mais a nossa frequência vibratória e a nossa subtilidade. O sermos capazes de ultrapassar os nossos desafios, que são muitos. Porque, enquanto Consciência [Espírito, para uns; Alma para outros] ainda temos «inferioridades» para eliminar, que ficaram de vidas passadas. E só é possível aprender a eliminar isso num plano terreno, tridimensional, como o do nosso planeta, pois chegam à tona e apercebemo-nos das situações, visto atrairmos para nós todas as experiências das nossas vidas e assim evoluirmos. Porque, nos planos superiores [Astral e outros] faltam os 'gatilhos' para as nossas imperfeições poderem surgir. 'Lá em cima' quase nada evoluímos, pois vivemos numa espécie de estado de 'banho maria' de felicidade, visto a frequência vibratória ser muito elevada e actua apenas nos nossos chacras superiores, onde estão localizadas as nossas perfeições. É na reencarnação no planeta que a baixa frequência vibratória actua nos nossos chacras inferiores, onde estão as nossas imperfeições. Por isso, reencarnamos. Apenas por isso. Para eliminarmos as nossas imperfeições até que em determinada altura não seja mais necessário. Esse é o sentido da vida. Para isso necessitamos do nosso corpo físico, que muda em cada reencarnação. Os outros nossos dois corpos tridimensionais, o corpo astral e o corpo mental, são sempre os mesmos enquanto estivermos neste planeta. Um dia, muito mas muito afastado, este planeta subirá de dimensão e aí a história deverá ser outra. Por isso, sou estudante de astrologia. Para entender melhor todas estas questões.

.

12 de novembro de 2012

A finalidade da nossa reencarnação


A finalidade da nossa reencarnação é continuarmos o caminho evolutivo interrompido na última encarnação, ou seja, a continuação da nossa busca de evolução, de purificação, o que quer dizer aumentarmos a nossa capacidade de amar e de nos doarmos aos outros, elevando cada vez mais a nossa frequência vibratória e a nossa subtilidade. O sermos capazes de ultrapassar os nossos desafios, que são muitos. Porque, enquanto Consciência [Espírito, para uns; Alma para outros] ainda temos «inferioridades» para eliminar, que ficaram de vidas passadas. E só é possível aprender a eliminar isso num plano terreno, tridimensional, como o do nosso planeta, pois chegam à tona e apercebemo-nos das situações, visto atrairmos para nós todas as experiências das nossas vidas e assim evoluirmos. Porque, nos planos superiores [Astral e outros] faltam os 'gatilhos' para as nossas imperfeições poderem surgir. 'Lá em cima' quase nada evoluímos, pois vivemos numa espécie de estado de 'banho maria' de felicidade, visto a frequência vibratória ser muito elevada e actua apenas nos nossos chacras superiores, onde estão localizadas as nossas perfeições. É na reencarnação no planeta que a baixa frequência vibratória actua nos nossos chacras inferiores, onde estão as nossas imperfeições. Por isso, reencarnamos. Apenas por isso. Para eliminarmos as nossas imperfeições até que em determinada altura não seja mais necessário. Esse é o sentido da vida. Para isso necessitamos do nosso corpo físico, que muda em cada reencarnação. Os outros nossos dois corpos tridimensionais, o corpo astral e o corpo mental, são sempre os mesmos enquanto estivermos neste planeta. Um dia, muito mas muito afastado, este planeta subirá de dimensão e aí a história deverá ser outra. Por isso, sou estudante de astrologia. Para entender melhor todas estas questões.

.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates