Portugal Espiritual

3 de março de 2010 ·


Esta é uma mensagem de Esperança para o povo português, ao tentar contribuir para descodificar a missão espiritual interna de Portugal, país que guarda a chave de acesso à alma das nações, à sua verdadeira identidade. Fernando Pessoa disse: "A vocação de Portugal é ser toda a gente e toda a parte".

Portugal tem como marca vibracional sacrificar o seu signo de Peixes e acordar em massa para a consciência de que é detentor de uma coluna cósmica unificadora, capaz de trazer todas as nações, nos planos internos, para uma mesma vibração superior.

Pedro Elias diz que "Portugal, e por isso o centro intraterreno de Lys, fica exactamente a meio caminho entre os Himalaias e os Andes, entre Shamballa e Miz Tli Tlan, tal como o fiel da balança de todo o processo de transição planetário que estamos a viver."

Portugal é um país do Sexto Raio [Devoção e idealismo, redenção e ascensão], na sua componente superior. Está em mudança de raio. Está a efectuar a mudança para o Segundo Raio, o de "Amor / Sabedoria".

Diz André que "Parece ser essencial que uma nação sacerdotal - enquanto matriz receptora - assuma e transite para a regência de um Raio de Aspecto, um Raio Maior, para poder receber o retorno ciclico da sua própria alma-missão."

Torna-se indispensável entendermos a origem oculta de Portugal e o seu Espírito. A Portugalidade para uns, a Lusitanidade para outros. Em Portugal está a chave capaz de fazer com que as almas das nações se entendam. Capaz de criar um denominador comum em todas as nações.

Como diz André Louro de Almeida: "Fazer com que a Nova Guiné e a Alemanha ou o Congo e a Áustria se entendam. A frequência que Portugal guarda é um mandato vibratório, um poder de amor e integração capaz de criar um denominador comum entre todas as nações."

PAX et LUX

António Rosa
"Om Viriato"
Texto de 2006

22 comentários:

Maria de Fátima disse...
4 de março de 2010 às 09:39  

Olá António, gostei de ler este texto.Beijocas.

António Rosa disse...
4 de março de 2010 às 10:28  

Maria de Fátima

Imagina que encontrei este meu texto bem antigo em outro site e lembrei-me de o colocar aqui.

Beijinho e muito obrigado.

Maria Paula Ribeiro disse...
4 de março de 2010 às 10:30  

Bom dia António!

;) Com um dia resplandecente de Sol, ler este texto; recordar Fernando Pessoa, é reviver o "Meu" Bandarra, onde outrora, Pessoa disse: "O verdadeiro patrono do nosso País é esse sapateiro Bandarra...
O futuro de Portugal- que não calculo mas sei- está escrito já, para quem saiba lê-lo, nas trovas do Bandarra...
O Bandarra, símbolo eterno do que o povo pensa de Portugal"!

Olha lá a "costela" que herdei! ;)))

Lindo!!!!!!
Bem-hajas

mjmacieira disse...
4 de março de 2010 às 11:19  

Eu diria mais... Vamos mudar a capital para Trancoso ! Bem Hajas António Rosa e bem hajam todos os que têm alma de Pessoa...

António Rosa (Tib) disse...
4 de março de 2010 às 12:03  

Maria Paula,

Gostei dessa forma de analisares. Muito. Beijos.

António Rosa (Tib) disse...
4 de março de 2010 às 12:03  

Maria João

Muitos beijinhos.

Anónimo disse...
4 de março de 2010 às 12:09  

gostei muito do texto António, obrigada!
Nazaré

António Rosa (Tib) disse...
4 de março de 2010 às 12:14  

Olá Nazaré

Obrigado.

Astrid Annabelle disse...
4 de março de 2010 às 12:15  

Bom dia António!
Gostei de entrar em contato com este seu lado espiritual que estava guardado.
A respeito de Portugal:
" Como diz André Louro de Almeida: "Fazer com que a Nova Guiné e a Alemanha ou o Congo e a Áustria se entendam. A frequência que Portugal guarda é um mandato vibratório, um poder de amor e integração capaz de criar um denominador comum entre todas as nações."
Sem dúvida que é! Basta sentir!
Beijos
Astrid Annabelle

António Rosa (Tib) disse...
4 de março de 2010 às 12:26  

Olá Astrid,

Sabe que encontrei este texto num outro site, e ainda parei uns instantes a confirmar se era mesmo meu? Era, sim. Hoje em dia até tenho um pouco de receio de falar abertamente destes assuntos das Hierarquias Espirituais Portuguesas e Brasileiras, para evitar ficar padronizado.

Beijos

Rui António Santos disse...
4 de março de 2010 às 13:01  

Amigo António, belo Artigo num mês que devemos meditar na simbologia de peixes, não existem acasos.

Maria Flávia no cd, Portugal o Mito e o Destino, explica os ciclos de Plutão e Neptuno e o Karma deste maravilhoso país que é Portugal.

Tenho também muita simpatia pelo André, de vez em quando leio uns artigos dele, batem mesmo no fundo da memória da alma.

Léo Santos disse...
4 de março de 2010 às 14:37  

Desde Porto Alegre - RS, Brasil, um grande abraço a todos os irmãos de Portugal!

Valeu!

António Rosa disse...
4 de março de 2010 às 18:04  

Olá Rui

Conheço bem esse Cd que fala. É um excelente trabalho de Maria Flávia. Abraço de gratidão.

António Rosa disse...
4 de março de 2010 às 18:04  

Leo

Um abraço para Porto Alegre por seu intermédio. Gosto muito do seu estado.

xi coração

Serginho Tavares disse...
4 de março de 2010 às 21:08  

por isto então tem português por todo lado
até em LOST

António Rosa disse...
4 de março de 2010 às 21:12  

Serginho

Muito bem observado. Amei.

:)))))))))))

Abraço.

Fada Moranga disse...
4 de março de 2010 às 22:35  

Oh António! Este tema encanta-me! Sou uma defensora da nossa Pátria e contem com o meu mestrado em melindres para acalmar os povos! Nada que uma boa marmite não cure! :-)))
Um grande bem haja e beijos***deFada

Ps: Viva Trancoso!

marcelo dalla disse...
4 de março de 2010 às 22:45  

Lindo!!!!
Creio que o Brasil e Portugal são irmãos nessa missão. Estou muito feliz com os amigos que tenho conquistado aí! Pretendo fazer uma visita a vocês ainda este ano...

abraço, meu amigo

António Rosa disse...
5 de março de 2010 às 08:33  

Fada

Então, que venha a marmite. :) Beijos.

António Rosa disse...
5 de março de 2010 às 08:34  

Marcelo

Cá estaremos para lhe dar um abraço.

Fada Moranga disse...
9 de março de 2010 às 23:18  

Ooops! MarmitA! MarmitA! :-)*

Liliana disse...
16 de março de 2010 às 22:28  

Olá António.

Fiz o comentário e em me lembrei da identidade...espero que o tenha lido.

Beijinhos

3 de março de 2010

Portugal Espiritual


Esta é uma mensagem de Esperança para o povo português, ao tentar contribuir para descodificar a missão espiritual interna de Portugal, país que guarda a chave de acesso à alma das nações, à sua verdadeira identidade. Fernando Pessoa disse: "A vocação de Portugal é ser toda a gente e toda a parte".

Portugal tem como marca vibracional sacrificar o seu signo de Peixes e acordar em massa para a consciência de que é detentor de uma coluna cósmica unificadora, capaz de trazer todas as nações, nos planos internos, para uma mesma vibração superior.

Pedro Elias diz que "Portugal, e por isso o centro intraterreno de Lys, fica exactamente a meio caminho entre os Himalaias e os Andes, entre Shamballa e Miz Tli Tlan, tal como o fiel da balança de todo o processo de transição planetário que estamos a viver."

Portugal é um país do Sexto Raio [Devoção e idealismo, redenção e ascensão], na sua componente superior. Está em mudança de raio. Está a efectuar a mudança para o Segundo Raio, o de "Amor / Sabedoria".

Diz André que "Parece ser essencial que uma nação sacerdotal - enquanto matriz receptora - assuma e transite para a regência de um Raio de Aspecto, um Raio Maior, para poder receber o retorno ciclico da sua própria alma-missão."

Torna-se indispensável entendermos a origem oculta de Portugal e o seu Espírito. A Portugalidade para uns, a Lusitanidade para outros. Em Portugal está a chave capaz de fazer com que as almas das nações se entendam. Capaz de criar um denominador comum em todas as nações.

Como diz André Louro de Almeida: "Fazer com que a Nova Guiné e a Alemanha ou o Congo e a Áustria se entendam. A frequência que Portugal guarda é um mandato vibratório, um poder de amor e integração capaz de criar um denominador comum entre todas as nações."

PAX et LUX

António Rosa
"Om Viriato"
Texto de 2006

22 comentários:

Maria de Fátima disse...

Olá António, gostei de ler este texto.Beijocas.

António Rosa disse...

Maria de Fátima

Imagina que encontrei este meu texto bem antigo em outro site e lembrei-me de o colocar aqui.

Beijinho e muito obrigado.

Maria Paula Ribeiro disse...

Bom dia António!

;) Com um dia resplandecente de Sol, ler este texto; recordar Fernando Pessoa, é reviver o "Meu" Bandarra, onde outrora, Pessoa disse: "O verdadeiro patrono do nosso País é esse sapateiro Bandarra...
O futuro de Portugal- que não calculo mas sei- está escrito já, para quem saiba lê-lo, nas trovas do Bandarra...
O Bandarra, símbolo eterno do que o povo pensa de Portugal"!

Olha lá a "costela" que herdei! ;)))

Lindo!!!!!!
Bem-hajas

mjmacieira disse...

Eu diria mais... Vamos mudar a capital para Trancoso ! Bem Hajas António Rosa e bem hajam todos os que têm alma de Pessoa...

António Rosa (Tib) disse...

Maria Paula,

Gostei dessa forma de analisares. Muito. Beijos.

António Rosa (Tib) disse...

Maria João

Muitos beijinhos.

Anónimo disse...

gostei muito do texto António, obrigada!
Nazaré

António Rosa (Tib) disse...

Olá Nazaré

Obrigado.

Astrid Annabelle disse...

Bom dia António!
Gostei de entrar em contato com este seu lado espiritual que estava guardado.
A respeito de Portugal:
" Como diz André Louro de Almeida: "Fazer com que a Nova Guiné e a Alemanha ou o Congo e a Áustria se entendam. A frequência que Portugal guarda é um mandato vibratório, um poder de amor e integração capaz de criar um denominador comum entre todas as nações."
Sem dúvida que é! Basta sentir!
Beijos
Astrid Annabelle

António Rosa (Tib) disse...

Olá Astrid,

Sabe que encontrei este texto num outro site, e ainda parei uns instantes a confirmar se era mesmo meu? Era, sim. Hoje em dia até tenho um pouco de receio de falar abertamente destes assuntos das Hierarquias Espirituais Portuguesas e Brasileiras, para evitar ficar padronizado.

Beijos

Rui António Santos disse...

Amigo António, belo Artigo num mês que devemos meditar na simbologia de peixes, não existem acasos.

Maria Flávia no cd, Portugal o Mito e o Destino, explica os ciclos de Plutão e Neptuno e o Karma deste maravilhoso país que é Portugal.

Tenho também muita simpatia pelo André, de vez em quando leio uns artigos dele, batem mesmo no fundo da memória da alma.

Léo Santos disse...

Desde Porto Alegre - RS, Brasil, um grande abraço a todos os irmãos de Portugal!

Valeu!

António Rosa disse...

Olá Rui

Conheço bem esse Cd que fala. É um excelente trabalho de Maria Flávia. Abraço de gratidão.

António Rosa disse...

Leo

Um abraço para Porto Alegre por seu intermédio. Gosto muito do seu estado.

xi coração

Serginho Tavares disse...

por isto então tem português por todo lado
até em LOST

António Rosa disse...

Serginho

Muito bem observado. Amei.

:)))))))))))

Abraço.

Fada Moranga disse...

Oh António! Este tema encanta-me! Sou uma defensora da nossa Pátria e contem com o meu mestrado em melindres para acalmar os povos! Nada que uma boa marmite não cure! :-)))
Um grande bem haja e beijos***deFada

Ps: Viva Trancoso!

marcelo dalla disse...

Lindo!!!!
Creio que o Brasil e Portugal são irmãos nessa missão. Estou muito feliz com os amigos que tenho conquistado aí! Pretendo fazer uma visita a vocês ainda este ano...

abraço, meu amigo

António Rosa disse...

Fada

Então, que venha a marmite. :) Beijos.

António Rosa disse...

Marcelo

Cá estaremos para lhe dar um abraço.

Fada Moranga disse...

Ooops! MarmitA! MarmitA! :-)*

Liliana disse...

Olá António.

Fiz o comentário e em me lembrei da identidade...espero que o tenha lido.

Beijinhos

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates