O Sol está hoje no meu Ascendente. Um 'pequeno nada' que me deixa sempre muito feliz

17 de maio de 2014 ·


O 17 de Maio [às vezes é a 18 ou a 19] é aquele dia do ano que gosto muito. Um momento único, uma vez por ano, no mapa de qualquer um de nós, variando os dias consoante os mapas. Tudo isto porque hoje o Sol em trânsito está conjunto ao meu Ascendente (no grau 27º 48' de Touro), iluminando todo o meu mapa e a minha vida.

Nem imaginam o quanto me sinto feliz com este pequeno nada, por este pequeno acontecimento. Ocorrem sempre coisas boas nos dias anteriores e nos seguintes. Voltou a acontecer! Estou mesmo sorridente.

Os amigos mais antigos deste blogue talvez se lembrem da ilustração acima, que é sempre a mesma que uso para «este» dia especial, desde há vários anos, desde o seu início. Pode comprovar aqui -  aquiaquiaqui - aqui - aqui. Um gemeniano também tem as suas rotinazinhas.

Não imaginam como me sinto feliz com este pequeno nada. Por isso, aqui ficam os meus agradecimentos:

- Grato a quem vem a este blogue e também aos que comigo interagem no «Facebook», «Google+» e também, aos que convivemos no chão deste nosso planeta.

- Grato aos amigos que fui fazendo. Grato aos «inimigos» que fui colectando, também, pois com eles conheço-me melhor.

- Grato às minhas irmãs. Grato ao meu gato Preto, que vai a caminho dos 18 anos. Saudades do meu Tibério, do Gabriel e da Maria.

- Grato à Astrid Annabelle, minha alma irmã neste planeta e em toda a Criação, desde a Origem dos Tempos. Grato a mim mesmo, por cada vez me aceitar melhor.

- Grato a todos os astrólogos e praticantes ou estudantes de astrologia. Grato à astrologia e aos clientes, às pessoas e amigos que vou tendo e que aceitam o meu trabalho. Uma especial gratidão à Luísa Sal e ao «Cristal de Cura»; ela sabe o porquê.

- Grato a todas as minhas alunas por terem acreditado em mim e estarem a frequentar o primeiro curso de astrologia que dou desde 2005. Uma década sem dar aulas. Grato aos futuros alunos já em fase de inscrição de futuros cursos que ainda vão começar este ano.

- Grato aos astrólogos, colaboradores, visitantes e leitores do site «Escola de Astrologia Nova-Lis». Este site já não me pertence, pois foi doado ao universo. Já nem sequer consigo fazer a sua manutenção. Tanto assim é que há 2 anos que não pago o seu caro alojamento num servidor, pois há sempre um mecenas, que de forma incógnita tem assumido esses custos. Agradeço muito a esse ou essa desconhecido/a. Quando este site surgiu, foi um prenúncio dos Novos Tempos para o movimento astrológico em língua portuguesa no Sec. XXI. Deu a conhecer dezenas de astrólogos em língua portuguesa. Deu a conhecer a pedagogia da astrologia. É único no seu género. Até ao ano 2011, última data em que consegui aceder ao seu back office, tinha recebido em pouco mais de 4 anos mais de 70 milhões de visitantes.

- Grato a todas as pessoas que compartilham o grupo privado «Ilha», no Facebook, pois trata de pessoas que nasceram ou viveram na ilha de Moçambique [link para fotos da ilha no meu Facebook], que sem dúvida alguma, representa o paraíso da minha lenda pessoal, além de todo o dharma que me foi dado viver até então.

- Grato a todos aqueles que reconhecem o trabalho que desenvolvo, desinteressadamente. Grato ao universo por me ajudar a viver de forma prazenteira.

- Grato pelo bem que me faz escutar este mantra delicioso - «Gayatri Mantra» [ou estas versões: aqui - aqui - aqui]. Das minhas vidas hindus. Fechem os olhos e oiçam. Grato pela canção que em mim ressoa como representativa de muitas minhas reencarnações passadas, o olhar para o Alto e o Além: «Les temps des cathedralles». 

- Grato à energia intrínseca do «Cova do Urso», como parte integrante de mim mesmo. 

- Grato aos meus entes falecidos e à minha comitiva espiritual.

- Grato a Jesus, que amo incondicionalmente.

- Finalmente, Grato a Deus. «Como sabem, diz-se assim: «Graças a Deus».

Envio, espalho, reparto, partilho e recebo bençãos de todos e para todos.

Muito obrigado por todos que fizeram, fazem e farão parte desta minha caminhada, nesta minha última reencarnação, neste planeta que eu amo.

Abraços + beijos a todos.

António

17 de maio de 2014

O Sol está hoje no meu Ascendente. Um 'pequeno nada' que me deixa sempre muito feliz


O 17 de Maio [às vezes é a 18 ou a 19] é aquele dia do ano que gosto muito. Um momento único, uma vez por ano, no mapa de qualquer um de nós, variando os dias consoante os mapas. Tudo isto porque hoje o Sol em trânsito está conjunto ao meu Ascendente (no grau 27º 48' de Touro), iluminando todo o meu mapa e a minha vida.

Nem imaginam o quanto me sinto feliz com este pequeno nada, por este pequeno acontecimento. Ocorrem sempre coisas boas nos dias anteriores e nos seguintes. Voltou a acontecer! Estou mesmo sorridente.

Os amigos mais antigos deste blogue talvez se lembrem da ilustração acima, que é sempre a mesma que uso para «este» dia especial, desde há vários anos, desde o seu início. Pode comprovar aqui -  aquiaquiaqui - aqui - aqui. Um gemeniano também tem as suas rotinazinhas.

Não imaginam como me sinto feliz com este pequeno nada. Por isso, aqui ficam os meus agradecimentos:

- Grato a quem vem a este blogue e também aos que comigo interagem no «Facebook», «Google+» e também, aos que convivemos no chão deste nosso planeta.

- Grato aos amigos que fui fazendo. Grato aos «inimigos» que fui colectando, também, pois com eles conheço-me melhor.

- Grato às minhas irmãs. Grato ao meu gato Preto, que vai a caminho dos 18 anos. Saudades do meu Tibério, do Gabriel e da Maria.

- Grato à Astrid Annabelle, minha alma irmã neste planeta e em toda a Criação, desde a Origem dos Tempos. Grato a mim mesmo, por cada vez me aceitar melhor.

- Grato a todos os astrólogos e praticantes ou estudantes de astrologia. Grato à astrologia e aos clientes, às pessoas e amigos que vou tendo e que aceitam o meu trabalho. Uma especial gratidão à Luísa Sal e ao «Cristal de Cura»; ela sabe o porquê.

- Grato a todas as minhas alunas por terem acreditado em mim e estarem a frequentar o primeiro curso de astrologia que dou desde 2005. Uma década sem dar aulas. Grato aos futuros alunos já em fase de inscrição de futuros cursos que ainda vão começar este ano.

- Grato aos astrólogos, colaboradores, visitantes e leitores do site «Escola de Astrologia Nova-Lis». Este site já não me pertence, pois foi doado ao universo. Já nem sequer consigo fazer a sua manutenção. Tanto assim é que há 2 anos que não pago o seu caro alojamento num servidor, pois há sempre um mecenas, que de forma incógnita tem assumido esses custos. Agradeço muito a esse ou essa desconhecido/a. Quando este site surgiu, foi um prenúncio dos Novos Tempos para o movimento astrológico em língua portuguesa no Sec. XXI. Deu a conhecer dezenas de astrólogos em língua portuguesa. Deu a conhecer a pedagogia da astrologia. É único no seu género. Até ao ano 2011, última data em que consegui aceder ao seu back office, tinha recebido em pouco mais de 4 anos mais de 70 milhões de visitantes.

- Grato a todas as pessoas que compartilham o grupo privado «Ilha», no Facebook, pois trata de pessoas que nasceram ou viveram na ilha de Moçambique [link para fotos da ilha no meu Facebook], que sem dúvida alguma, representa o paraíso da minha lenda pessoal, além de todo o dharma que me foi dado viver até então.

- Grato a todos aqueles que reconhecem o trabalho que desenvolvo, desinteressadamente. Grato ao universo por me ajudar a viver de forma prazenteira.

- Grato pelo bem que me faz escutar este mantra delicioso - «Gayatri Mantra» [ou estas versões: aqui - aqui - aqui]. Das minhas vidas hindus. Fechem os olhos e oiçam. Grato pela canção que em mim ressoa como representativa de muitas minhas reencarnações passadas, o olhar para o Alto e o Além: «Les temps des cathedralles». 

- Grato à energia intrínseca do «Cova do Urso», como parte integrante de mim mesmo. 

- Grato aos meus entes falecidos e à minha comitiva espiritual.

- Grato a Jesus, que amo incondicionalmente.

- Finalmente, Grato a Deus. «Como sabem, diz-se assim: «Graças a Deus».

Envio, espalho, reparto, partilho e recebo bençãos de todos e para todos.

Muito obrigado por todos que fizeram, fazem e farão parte desta minha caminhada, nesta minha última reencarnação, neste planeta que eu amo.

Abraços + beijos a todos.

António

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates