Faz-me imensa confusão o que por aí vai sobre a «Lua Sangrenta» ou «Lua Vermelha» no próximo eclipse lunar, dia14 para 15 abril 2014

12 de abril de 2014 ·


Faz-me imensa confusão o que por aí vai, em vários idiomas, sobre a «Blood Moon Tetrad», ou «Lua Sangrenta» ou «Lua Vermelha» que, segundo parece é uma profecia antiga e conseguiram transformar um assunto da astronomia comum, em algo esotérico. Por outro lado, os astrónomos fazem o que melhor sabem fazer: explicam cientificamente estes fenómenos cósmicos.

Estou mesmo desactualizado. Não sabia nada disto, pelo menos nos termos esotéricos que tenho estado a ler, onde chegam a afirmar que é um «sinal de Deus». Como se o cosmos fosse uma coisa indiferente à divindade, que parece precisar de momentos específicos para se fazer sentir. Grande maluqueira que por aí vai. Toda a vida ouvi falar deste assunto, sobretudo por parte dos mais velhos, mas desconhecia esta visão catastrofista que lhe estão a atribuir e, como coincide com a presença por perto do planeta Marte, a 'coisa' fica aparentemente assustadora. Isto de dizer que Marte está por perto, nada tem que ver com as ilustrações que vemos por aí, em que o planeta vizinho está gigante no horizonte, ao ponto de parecer que vai tocar na Terra ou na Lua. Na verdade, não passa de um pontinho luminoso no céu, um pouco mais visível e avermelhado do que é habitual.

Segundo parece, no próximo eclipse de Lua Nova do dia 14 para o dia 15 de abril, a Lua Cheia terá um atrativo especial: o eclipse total deixará a Lua vermelha por 78 minutos. O fenómeno é chamado de «Lua Vermelha» ou «Lua Sangrenta».

Sinceramente, em termos astrológicos isto não me diz nada, absolutamente nada e até me parece algo obscurantista, pelo menos, aquilo que tenho lido. Cada maluco com a sua sentença.

Segundo um blogue em língua inglesa, o 'Astrodynamics', o assunto parece estar associado a profecias bíblicas, do Antigo Testamento, concretamente o Livro de Joel [a última vez que li isto foi nos anos 60 e entretanto já nem sei do que trata esse tal livro, mas a ideia que eu tenho é que todo o Antigo Testamento é uma manancial de histórias terríveis e sangrentas.]. Veja essa informação aqui. Haverá sempre quem associe estes acontecimentos astrofísicos, a outra ordem de interpretações mais místicas ou esotérica. Não é o meu caso, aviso já. Mas eu não sou detentor de nenhuma verdade especial.

A razão científica de tal acontecimento: No dia 15 de abril, quando a Lua entrar na sombra completa da Terra, o planeta vai espalhar a luz vermelha do Sol, que resultará na cor vermelha da Lua. Segundo o astrónomo brasileiro Jair Barroso, a constituição da atmosfera da Terra, como partículas vulcânicas podem dar uma cor ainda mais avermelhada, do que aquela que é emanada do Sol.

De acordo com a NASA, o evento será visível na América do Sul e do Norte. O fenÓmeno também poderá ser acompanhado parcialmente por observadores do Pacífico ocidental, e partes da Europa e da África. No Norte da Europa, na África Oriental, no Oriente Médio e na Ásia Central não será possível ver o eclipse.

No Brasil, o eclipse total poderá ser visto daS 4h46 às 5h24 (horário de Brasília), ou seja, 4 horas mais tarde em Portugal, mas a visibilidade não será tão nítida. Os estados brasileiros Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte terão dificuldade de ver todo o fenómeno, à semelhança do que acontecerá em Portugal.

A visibilidade ideal é na Ilha de Galápagos, no Oceano Pacífico, ou territórios vizinhos.


.

12 de abril de 2014

Faz-me imensa confusão o que por aí vai sobre a «Lua Sangrenta» ou «Lua Vermelha» no próximo eclipse lunar, dia14 para 15 abril 2014


Faz-me imensa confusão o que por aí vai, em vários idiomas, sobre a «Blood Moon Tetrad», ou «Lua Sangrenta» ou «Lua Vermelha» que, segundo parece é uma profecia antiga e conseguiram transformar um assunto da astronomia comum, em algo esotérico. Por outro lado, os astrónomos fazem o que melhor sabem fazer: explicam cientificamente estes fenómenos cósmicos.

Estou mesmo desactualizado. Não sabia nada disto, pelo menos nos termos esotéricos que tenho estado a ler, onde chegam a afirmar que é um «sinal de Deus». Como se o cosmos fosse uma coisa indiferente à divindade, que parece precisar de momentos específicos para se fazer sentir. Grande maluqueira que por aí vai. Toda a vida ouvi falar deste assunto, sobretudo por parte dos mais velhos, mas desconhecia esta visão catastrofista que lhe estão a atribuir e, como coincide com a presença por perto do planeta Marte, a 'coisa' fica aparentemente assustadora. Isto de dizer que Marte está por perto, nada tem que ver com as ilustrações que vemos por aí, em que o planeta vizinho está gigante no horizonte, ao ponto de parecer que vai tocar na Terra ou na Lua. Na verdade, não passa de um pontinho luminoso no céu, um pouco mais visível e avermelhado do que é habitual.

Segundo parece, no próximo eclipse de Lua Nova do dia 14 para o dia 15 de abril, a Lua Cheia terá um atrativo especial: o eclipse total deixará a Lua vermelha por 78 minutos. O fenómeno é chamado de «Lua Vermelha» ou «Lua Sangrenta».

Sinceramente, em termos astrológicos isto não me diz nada, absolutamente nada e até me parece algo obscurantista, pelo menos, aquilo que tenho lido. Cada maluco com a sua sentença.

Segundo um blogue em língua inglesa, o 'Astrodynamics', o assunto parece estar associado a profecias bíblicas, do Antigo Testamento, concretamente o Livro de Joel [a última vez que li isto foi nos anos 60 e entretanto já nem sei do que trata esse tal livro, mas a ideia que eu tenho é que todo o Antigo Testamento é uma manancial de histórias terríveis e sangrentas.]. Veja essa informação aqui. Haverá sempre quem associe estes acontecimentos astrofísicos, a outra ordem de interpretações mais místicas ou esotérica. Não é o meu caso, aviso já. Mas eu não sou detentor de nenhuma verdade especial.

A razão científica de tal acontecimento: No dia 15 de abril, quando a Lua entrar na sombra completa da Terra, o planeta vai espalhar a luz vermelha do Sol, que resultará na cor vermelha da Lua. Segundo o astrónomo brasileiro Jair Barroso, a constituição da atmosfera da Terra, como partículas vulcânicas podem dar uma cor ainda mais avermelhada, do que aquela que é emanada do Sol.

De acordo com a NASA, o evento será visível na América do Sul e do Norte. O fenÓmeno também poderá ser acompanhado parcialmente por observadores do Pacífico ocidental, e partes da Europa e da África. No Norte da Europa, na África Oriental, no Oriente Médio e na Ásia Central não será possível ver o eclipse.

No Brasil, o eclipse total poderá ser visto daS 4h46 às 5h24 (horário de Brasília), ou seja, 4 horas mais tarde em Portugal, mas a visibilidade não será tão nítida. Os estados brasileiros Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte terão dificuldade de ver todo o fenómeno, à semelhança do que acontecerá em Portugal.

A visibilidade ideal é na Ilha de Galápagos, no Oceano Pacífico, ou territórios vizinhos.


.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates