Vénus retrógrado nos signos - uma visão cármica

3 de junho de 2013 ·




Vénus retrógrado em Carneiro
Desconfia dos outros: tem dificuldade em assumir o casamento, em virtude de uma grande desconfiança quanto ao amor. 0 nativo ficará feliz quando compreender as virtudes do diálogo: deixar o ser amado exprimir-se, não lhe impor sempre uma direcção. Esse Vénus impulsivo, autoritário e exigente deve aprender a paciência.

Vénus retrógrado em Touro
Esta situação planetária evoca uma ligação que não pudera desabrochar numa vida passada. A pessoa reencontra actualmente esse amor. Amar alguém que já conhece há várias vidas lhe dará um extraordinário sentimento de segurança! Entretanto, a pessoa deverá evitar ser obsessivamente possessivo, o que o impedira outrora de ser feliz. Deve aprender a não exigir dos seres mais do que podem dar!

Vénus retrógrado em Gémeos
Neste signo da adolescência, em que o ser ainda não atingiu sua polaridade sexual, Vénus retrógrado indica uma instabilidade afectiva nas existências anteriores, nas quais a pessoa vivia o amor como um jogo leviano; deve agora aprender a se comprometer seriamente. resistindo à tentação de jogar seus parceiros um contra o outro!

Vénus retrógrado em Caranguejo
Em Caranguejo, signo da tradição, da família, Vénus retrógrado demora-se na infância e na imaturidade de um comportamento mais exigente de atenções do que generoso. Muito dependente das suas experiências anteriores, a pessoa procura reconstituir sua família de uma encarnação precedente.
Esse Vénus indica um "complexo de Édipo" tanto mais difícil de liquidar quanto é herdado de uma vida passada. A pessoa esforça-se por reconstituir sua vida presente sobre o modelo das suas infâncias passadas: quer amar sem correr riscos.! Irá libertar-se assumindo a fundo a sua paternidade (ou maternidade).

Vénus retrógrado em Leão
Em suas vidas passadas, a pessoa ficava constantemente preocupado em deslumbrar suas futuras conquistas daí uma busca de luxo, de dinheiro, de snobismo. Na intimidade, fazia medo aos que amava, por seu autoritarismo. Superprotector, queria assumir tudo. Deverá agora procurar relaçõessimples e amistosas com o ser amado, deixando-lhe o direito de existir por si mesmo.

Vénus retrógrado em Virgem
Esta posição do planeta indica um ser muito crítico: a pessoa, antes de amar, procurava sempre o defeito da pessoa, o que lhe dava um pretexto para não se comprometer numa relação afectiva com ela. Deve agora sair da sua atitude destrutiva e egoísta.

Vénus retrógrado em Balança
Em suas vidas passadas, o pior inimigo da pessoa foi ele mesmo. Demasiado romântico, demasiado perfeccionista, deve aprender a amar com indulgência, equilibrando amor e firmeza.

Vénus retrógrado em Escorpião
Posição particularmente difícil de assumir nesse signo marciano insaciável. Eternamente insatisfeito, sequioso de novidade, suas dificuldades com o sexo oposto têm origem em suas vidas passadas: o ser tivera ex­periências amorosas que lhe haviam provocado um profundo desprezo porsi próprio. Seu "comportamento de fracasso" tende a provar que o amor é digno de desprezo. Deve essencialmente aprender a perdoar e esquecer.

Vénus retrógrado em Sagitário
O indivíduo dá valor antes de tudo à sua independência, à qual sacrificou o amor em suas vidas passadas. Incapaz de estabilidade afectiva, vive muitas vezes sozinho e não suporta o casamento por muito tempo. Sua necessidade de mudança impele a pessoa para uma vida amorosa agitada, com múltiplas experiências que duram apenas um certo tempo. Ele se estabilizará, se consentir em sacrificar parcialmente sua liberdade ao sucesso de sua vida de casal.

Vénus retrógrado em Capricórnio
Impele a pessoa para um cônjuge mais idoso, que simboliza a autoridade que conheceu no passado. Tem uma tendência a não esquecer nada, a nada perdoar e a se comportar de maneira jansenista, isto é, austera, frustrante para ele e para os outros. Deve superar o medo de dar, e de se dar. Este é precisamente um dos casos em que a família é para ele uma prova cármica.

Vénus retrógrado em Aquário
De muito boa vontade, ajuda os amigos, em detrimento de sua família! É mais generoso com os amigos do que com os seus amores. Demasiado independente pendente para aceitar qualquer compromisso afectivo, foge assim que fareja a menor obrigação. Muito solitário, interessa-se no fim da vida pela História, pois procura inconscientemente compreender porque, em suas encarnações precedentes, fugia-se dele assim que aparecia. Não pede nem procura uha total intimidade com os outros, pois já fica muito feliz em sentir-se aceito, ou mesmo simplesmente tolerado.

Vénus retrógrado em Peixes
Muito solitário também, a pessoa tem a tendência a buscar de novo os fantasmas românticos das vidas anteriores. Impressionável, sensível, seu equilíbrio emotivo e nervoso deixa a desejar. Deve procurar libertar-se de um monte de ilusões (como, por exemplo, buscar de novo a alma irmã perdida em cada encontro amoroso!). O auxílio aos outros lhe ensinará a amar de maneira positiva.

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira

2 comentários:

Astrid Annabelle disse...
3 de junho de 2013 às 20:53  

Meu comentário é apenas para dizer que li... e que gostei de saber.
Continuo aprendendo sempre.
Tenho vindo muitas vezes ao Cova do Urso para apreciar as mudanças...reparo em tudo...^.^
Beijo grande meu querido António.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...
4 de junho de 2013 às 17:17  

Querida Astrid

Este material já o conhecia, pois faz parte da 'Astrologia - Nível 1' do site Nova-Lis que está a ser todo colocado aqui no site.

Quando tudo estiver em ordem e como o blogspot é gratuito, as pessoas ficarão com um material para estuda equivalente a um curso superior de 6 anos. É só usarem e praticarem, apesar de uma escola física ser sempre útil. Mas aqui está muita coisa.

Estou quase a terminar o nível 1 para o anunciar no Facebook. Mas quero fazer um anúncio em condições, com um postal que possa repetir de vez em quando a relembrar e há sempre aquelas pessoas que não sabem.

Estou muito feliz por passar tudo para o blogue, pois o site está por pouco.

Beijinhos

António

3 de junho de 2013

Vénus retrógrado nos signos - uma visão cármica




Vénus retrógrado em Carneiro
Desconfia dos outros: tem dificuldade em assumir o casamento, em virtude de uma grande desconfiança quanto ao amor. 0 nativo ficará feliz quando compreender as virtudes do diálogo: deixar o ser amado exprimir-se, não lhe impor sempre uma direcção. Esse Vénus impulsivo, autoritário e exigente deve aprender a paciência.

Vénus retrógrado em Touro
Esta situação planetária evoca uma ligação que não pudera desabrochar numa vida passada. A pessoa reencontra actualmente esse amor. Amar alguém que já conhece há várias vidas lhe dará um extraordinário sentimento de segurança! Entretanto, a pessoa deverá evitar ser obsessivamente possessivo, o que o impedira outrora de ser feliz. Deve aprender a não exigir dos seres mais do que podem dar!

Vénus retrógrado em Gémeos
Neste signo da adolescência, em que o ser ainda não atingiu sua polaridade sexual, Vénus retrógrado indica uma instabilidade afectiva nas existências anteriores, nas quais a pessoa vivia o amor como um jogo leviano; deve agora aprender a se comprometer seriamente. resistindo à tentação de jogar seus parceiros um contra o outro!

Vénus retrógrado em Caranguejo
Em Caranguejo, signo da tradição, da família, Vénus retrógrado demora-se na infância e na imaturidade de um comportamento mais exigente de atenções do que generoso. Muito dependente das suas experiências anteriores, a pessoa procura reconstituir sua família de uma encarnação precedente.
Esse Vénus indica um "complexo de Édipo" tanto mais difícil de liquidar quanto é herdado de uma vida passada. A pessoa esforça-se por reconstituir sua vida presente sobre o modelo das suas infâncias passadas: quer amar sem correr riscos.! Irá libertar-se assumindo a fundo a sua paternidade (ou maternidade).

Vénus retrógrado em Leão
Em suas vidas passadas, a pessoa ficava constantemente preocupado em deslumbrar suas futuras conquistas daí uma busca de luxo, de dinheiro, de snobismo. Na intimidade, fazia medo aos que amava, por seu autoritarismo. Superprotector, queria assumir tudo. Deverá agora procurar relaçõessimples e amistosas com o ser amado, deixando-lhe o direito de existir por si mesmo.

Vénus retrógrado em Virgem
Esta posição do planeta indica um ser muito crítico: a pessoa, antes de amar, procurava sempre o defeito da pessoa, o que lhe dava um pretexto para não se comprometer numa relação afectiva com ela. Deve agora sair da sua atitude destrutiva e egoísta.

Vénus retrógrado em Balança
Em suas vidas passadas, o pior inimigo da pessoa foi ele mesmo. Demasiado romântico, demasiado perfeccionista, deve aprender a amar com indulgência, equilibrando amor e firmeza.

Vénus retrógrado em Escorpião
Posição particularmente difícil de assumir nesse signo marciano insaciável. Eternamente insatisfeito, sequioso de novidade, suas dificuldades com o sexo oposto têm origem em suas vidas passadas: o ser tivera ex­periências amorosas que lhe haviam provocado um profundo desprezo porsi próprio. Seu "comportamento de fracasso" tende a provar que o amor é digno de desprezo. Deve essencialmente aprender a perdoar e esquecer.

Vénus retrógrado em Sagitário
O indivíduo dá valor antes de tudo à sua independência, à qual sacrificou o amor em suas vidas passadas. Incapaz de estabilidade afectiva, vive muitas vezes sozinho e não suporta o casamento por muito tempo. Sua necessidade de mudança impele a pessoa para uma vida amorosa agitada, com múltiplas experiências que duram apenas um certo tempo. Ele se estabilizará, se consentir em sacrificar parcialmente sua liberdade ao sucesso de sua vida de casal.

Vénus retrógrado em Capricórnio
Impele a pessoa para um cônjuge mais idoso, que simboliza a autoridade que conheceu no passado. Tem uma tendência a não esquecer nada, a nada perdoar e a se comportar de maneira jansenista, isto é, austera, frustrante para ele e para os outros. Deve superar o medo de dar, e de se dar. Este é precisamente um dos casos em que a família é para ele uma prova cármica.

Vénus retrógrado em Aquário
De muito boa vontade, ajuda os amigos, em detrimento de sua família! É mais generoso com os amigos do que com os seus amores. Demasiado independente pendente para aceitar qualquer compromisso afectivo, foge assim que fareja a menor obrigação. Muito solitário, interessa-se no fim da vida pela História, pois procura inconscientemente compreender porque, em suas encarnações precedentes, fugia-se dele assim que aparecia. Não pede nem procura uha total intimidade com os outros, pois já fica muito feliz em sentir-se aceito, ou mesmo simplesmente tolerado.

Vénus retrógrado em Peixes
Muito solitário também, a pessoa tem a tendência a buscar de novo os fantasmas românticos das vidas anteriores. Impressionável, sensível, seu equilíbrio emotivo e nervoso deixa a desejar. Deve procurar libertar-se de um monte de ilusões (como, por exemplo, buscar de novo a alma irmã perdida em cada encontro amoroso!). O auxílio aos outros lhe ensinará a amar de maneira positiva.

Reproduzido do livro “Astrologia Cármica”de Dorothe Koechlin Bizemont
publicado no Brasil pela Editora Nova Fronteira

2 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Meu comentário é apenas para dizer que li... e que gostei de saber.
Continuo aprendendo sempre.
Tenho vindo muitas vezes ao Cova do Urso para apreciar as mudanças...reparo em tudo...^.^
Beijo grande meu querido António.
Astrid Annabelle

António Rosa disse...

Querida Astrid

Este material já o conhecia, pois faz parte da 'Astrologia - Nível 1' do site Nova-Lis que está a ser todo colocado aqui no site.

Quando tudo estiver em ordem e como o blogspot é gratuito, as pessoas ficarão com um material para estuda equivalente a um curso superior de 6 anos. É só usarem e praticarem, apesar de uma escola física ser sempre útil. Mas aqui está muita coisa.

Estou quase a terminar o nível 1 para o anunciar no Facebook. Mas quero fazer um anúncio em condições, com um postal que possa repetir de vez em quando a relembrar e há sempre aquelas pessoas que não sabem.

Estou muito feliz por passar tudo para o blogue, pois o site está por pouco.

Beijinhos

António

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates