Dois Grandes Trígonos no período de 1 semana apenas: o céu quer falar connosco e, já.

7 de junho de 2013 ·

Clicar para aumentar e ver melhor.


Vou começar com uma feliz citação de Eckhart Tolle: «A vida é o dançarino e tu és a dança.». É bem verdade e ando há muitos anos a dizer coisas parecidas. Uma das minhas citações +referidas é a do português Professor Agostinho da Silva, que dizia, mais ou menos isto: «Não faças planos para a vida, pois a vida tem planos para ti.» Podem crer: a dança da vida, ou os planos da vida avançam SEMPRE, enquanto que os nossos planos e a nossa dança pessoal ficam sempre para trás, excepto se dançarmos em sincronicidade com a vida.

No dia 4 Junho 2013 escrevi um texto sobre o GRANDE TRÍGONO, que foi publicado no Facebook, aqui -, assim como no meu blogue «Cova do Urso», aqui.

Vejam só que título me surgiu para estas palavras: «o céu quer falar connosco e, já». Vejamos se não é assim.

Há poucos dias tínhamos o GRANDE TRÍGONO envolvendo Neptuno, Saturno e Mercúrio, como pode ser lido pelos links que deixei acima. Havia uma intenção e, para isso terei que me repetir, pois este é o diálogo do céu, que queria que aprendessemos esta lição:

No 1º Grande Trígono, a 4 Junho:

- Neptuno é o signo que cura;
- Saturno é o signo que gosta de consertar o que está estragado;
- É como se fosse a «fome com vontade de comer». Em trígono estes dois planetas estão a curar a humanidade que quer ser curada.
- Mercúrio está lá em Caranguejo, antes de ficar retrógrado dentro de dias, para «entendermos» tudo muito bem. Se somos obtusos e só vemos as coisas materiais à nossa frente, obviamente elas irão desaparecer.

É um Grande Trígono que pode transformar Sonhos em Realidades.

No 2º Grande Trígono, a 7 Junho: 

O céu deixou bem o seu recado, como acima expliquei e agora, hoje mesmo, dá-nos um novo GRANDE TRÍGONO, envolvendo quase os mesmos planetas: Neptuno, Saturno e Vénus.

A lição a aprender é bem simples e muito parecida, mas com uma certa nuance:

- Neptuno é o signo que cura; desta vez, Neptuno está retrógrado. Dizia eu há poucos dias a propósito de Neptuno retrógrado o seguinte: O Senhor dos Sonhos e Imaginação pede-lhe para ir para dentro de si próprio e considerar o que está no cerne do seu poder de criação. Tente. É um momento de ego-transcendência, a verdadeira aceitação de nós mesmos.
- Saturno Rx é o signo que gosta de consertar o que está estragado;
- É como se fosse a «fome com vontade de comer». Em trígono estes dois planetas estão a curar a humanidade que quer ser curada.
- Até aqui encontramos a primeira das nuances. No Grande Trígono com Mercúrio a ideia era «entendermos» tudo muito bem sobre a nossa essência, aquilo que muito de vocês chamam de «espiritualidade». Tudo em signos de água, como convém.
- Agora, com este novo Grande Trígono que pode ser apreciado na ilustração que acompanha este texto, é Vénus quem vem entrar no diálogo. E esta é a segunda nuance. Mercúrio era para entendermos e Vénus [ambos em Câncer] está presente para assumirmos perante nós mesmos que somos AMOR, dedicação, prana, energia positiva com o universo, ou céu, como gosto de lhe chamar. Para quê? Para sairmos deste marasmo materialista em que vivemos nesta terceira dimensão. Para ajudarmos o planeta a processar as suas próprias mudanças. Obviamente, é difícil acreditar nisto, assim de repente, pois as nossas vidinhas menores estão sempre em primeiro lugar nas nossas mentes.

Vem dizer-nos que temos que nos preparar para outros tempos que aí estão a chegar. Como se não fosse pouco, Júpiter está a chegar a Câncer dentro de poucos dias, mais exactamente no dia 25 de Junho. Ler aqui, o que escrevi sobre esse ingresso.

Também nos vem dizer que enquanto parceiros do nosso planeta temos que dançar a música [Vénus] do cosmos. Das esferas. Sintonizando-nos. Repararam bem que usei a palavra «parceiros» para me referir a nós enquanto habitantes do nosso planeta? Espero que tenham reparado.

Se se lembrar que escrevi isto: «Não enterre a cabeça na areia para se alhear de tudo, pois os seus guias e anjos com este trígono querem enviar-lhe sinais de esperança e de futuro. Pense, que nem sempre é necessário falar, mas sim 'sentir' o nosso pensamento.», pois cá está o momento para isso. Deixar que Vénus [os nossos sentimentos] penetre bem fundo em nós para que Mercúrio, na sua oitava maior se possa exprimir, fazendo-nos 'sentir' o que pensamos.

Também não nos devemos esquecer que vivemos uma fase difícil do ciclo Plutão - Úrano, a quadratura, e este Grandes Trígonos são os momentos de beleza que o céu nos dá para enfrentarmos essa situação. São tudo passos da 'Nova Era' que aos poucos se aproxima da Era de Aquário. [ler aqui, se quiser]. Saímos agora do 3º encontro da quadratura Úrano - Plutão, mas até 2015 teremos esta situação bem presente nas nossas vidas. Por exemplo, em Novembro, dia 1, já teremos mais do mesmo, mesmo com Júpiter num signo que lhe é favorável.

Fico-me por aqui, para não me repetir demasiado. Há inúmeras interpretações deste 2 Grandes Trígonos. As minhas são estas, que vos ofereci.

Aproveitemos bem este Grande Trígono e sejamos simpáticos uns com os outros, para podermos ser um pouco mais felizes e viver bem melhor.

Beijos & abraços

António Rosa
7-Junho-2013

.

1 comentários:

Astrid Annabelle disse...
8 de junho de 2013 às 13:52  

Bom dia meu querido António!
Como nasci com Mercúrio e Vênus em Câncer creio que compreendi demais esta sua frase:

"Agora, com este novo Grande Trígono que pode ser apreciado na ilustração que acompanha este texto, é Vénus quem vem entrar no diálogo. E esta é a segunda nuance. Mercúrio era para entendermos e Vénus [ambos em Câncer] está presente para assumirmos perante nós mesmos que somos AMOR, dedicação, prana, energia positiva com o universo, ou céu, como gosto de lhe chamar. Para quê? Para sairmos deste marasmo materialista em que vivemos nesta terceira dimensão. Para ajudarmos o planeta a processar as suas próprias mudanças."

Beijos agradecidos...
Astrid Annabelle

7 de junho de 2013

Dois Grandes Trígonos no período de 1 semana apenas: o céu quer falar connosco e, já.

Clicar para aumentar e ver melhor.


Vou começar com uma feliz citação de Eckhart Tolle: «A vida é o dançarino e tu és a dança.». É bem verdade e ando há muitos anos a dizer coisas parecidas. Uma das minhas citações +referidas é a do português Professor Agostinho da Silva, que dizia, mais ou menos isto: «Não faças planos para a vida, pois a vida tem planos para ti.» Podem crer: a dança da vida, ou os planos da vida avançam SEMPRE, enquanto que os nossos planos e a nossa dança pessoal ficam sempre para trás, excepto se dançarmos em sincronicidade com a vida.

No dia 4 Junho 2013 escrevi um texto sobre o GRANDE TRÍGONO, que foi publicado no Facebook, aqui -, assim como no meu blogue «Cova do Urso», aqui.

Vejam só que título me surgiu para estas palavras: «o céu quer falar connosco e, já». Vejamos se não é assim.

Há poucos dias tínhamos o GRANDE TRÍGONO envolvendo Neptuno, Saturno e Mercúrio, como pode ser lido pelos links que deixei acima. Havia uma intenção e, para isso terei que me repetir, pois este é o diálogo do céu, que queria que aprendessemos esta lição:

No 1º Grande Trígono, a 4 Junho:

- Neptuno é o signo que cura;
- Saturno é o signo que gosta de consertar o que está estragado;
- É como se fosse a «fome com vontade de comer». Em trígono estes dois planetas estão a curar a humanidade que quer ser curada.
- Mercúrio está lá em Caranguejo, antes de ficar retrógrado dentro de dias, para «entendermos» tudo muito bem. Se somos obtusos e só vemos as coisas materiais à nossa frente, obviamente elas irão desaparecer.

É um Grande Trígono que pode transformar Sonhos em Realidades.

No 2º Grande Trígono, a 7 Junho: 

O céu deixou bem o seu recado, como acima expliquei e agora, hoje mesmo, dá-nos um novo GRANDE TRÍGONO, envolvendo quase os mesmos planetas: Neptuno, Saturno e Vénus.

A lição a aprender é bem simples e muito parecida, mas com uma certa nuance:

- Neptuno é o signo que cura; desta vez, Neptuno está retrógrado. Dizia eu há poucos dias a propósito de Neptuno retrógrado o seguinte: O Senhor dos Sonhos e Imaginação pede-lhe para ir para dentro de si próprio e considerar o que está no cerne do seu poder de criação. Tente. É um momento de ego-transcendência, a verdadeira aceitação de nós mesmos.
- Saturno Rx é o signo que gosta de consertar o que está estragado;
- É como se fosse a «fome com vontade de comer». Em trígono estes dois planetas estão a curar a humanidade que quer ser curada.
- Até aqui encontramos a primeira das nuances. No Grande Trígono com Mercúrio a ideia era «entendermos» tudo muito bem sobre a nossa essência, aquilo que muito de vocês chamam de «espiritualidade». Tudo em signos de água, como convém.
- Agora, com este novo Grande Trígono que pode ser apreciado na ilustração que acompanha este texto, é Vénus quem vem entrar no diálogo. E esta é a segunda nuance. Mercúrio era para entendermos e Vénus [ambos em Câncer] está presente para assumirmos perante nós mesmos que somos AMOR, dedicação, prana, energia positiva com o universo, ou céu, como gosto de lhe chamar. Para quê? Para sairmos deste marasmo materialista em que vivemos nesta terceira dimensão. Para ajudarmos o planeta a processar as suas próprias mudanças. Obviamente, é difícil acreditar nisto, assim de repente, pois as nossas vidinhas menores estão sempre em primeiro lugar nas nossas mentes.

Vem dizer-nos que temos que nos preparar para outros tempos que aí estão a chegar. Como se não fosse pouco, Júpiter está a chegar a Câncer dentro de poucos dias, mais exactamente no dia 25 de Junho. Ler aqui, o que escrevi sobre esse ingresso.

Também nos vem dizer que enquanto parceiros do nosso planeta temos que dançar a música [Vénus] do cosmos. Das esferas. Sintonizando-nos. Repararam bem que usei a palavra «parceiros» para me referir a nós enquanto habitantes do nosso planeta? Espero que tenham reparado.

Se se lembrar que escrevi isto: «Não enterre a cabeça na areia para se alhear de tudo, pois os seus guias e anjos com este trígono querem enviar-lhe sinais de esperança e de futuro. Pense, que nem sempre é necessário falar, mas sim 'sentir' o nosso pensamento.», pois cá está o momento para isso. Deixar que Vénus [os nossos sentimentos] penetre bem fundo em nós para que Mercúrio, na sua oitava maior se possa exprimir, fazendo-nos 'sentir' o que pensamos.

Também não nos devemos esquecer que vivemos uma fase difícil do ciclo Plutão - Úrano, a quadratura, e este Grandes Trígonos são os momentos de beleza que o céu nos dá para enfrentarmos essa situação. São tudo passos da 'Nova Era' que aos poucos se aproxima da Era de Aquário. [ler aqui, se quiser]. Saímos agora do 3º encontro da quadratura Úrano - Plutão, mas até 2015 teremos esta situação bem presente nas nossas vidas. Por exemplo, em Novembro, dia 1, já teremos mais do mesmo, mesmo com Júpiter num signo que lhe é favorável.

Fico-me por aqui, para não me repetir demasiado. Há inúmeras interpretações deste 2 Grandes Trígonos. As minhas são estas, que vos ofereci.

Aproveitemos bem este Grande Trígono e sejamos simpáticos uns com os outros, para podermos ser um pouco mais felizes e viver bem melhor.

Beijos & abraços

António Rosa
7-Junho-2013

.

1 comentário:

Astrid Annabelle disse...

Bom dia meu querido António!
Como nasci com Mercúrio e Vênus em Câncer creio que compreendi demais esta sua frase:

"Agora, com este novo Grande Trígono que pode ser apreciado na ilustração que acompanha este texto, é Vénus quem vem entrar no diálogo. E esta é a segunda nuance. Mercúrio era para entendermos e Vénus [ambos em Câncer] está presente para assumirmos perante nós mesmos que somos AMOR, dedicação, prana, energia positiva com o universo, ou céu, como gosto de lhe chamar. Para quê? Para sairmos deste marasmo materialista em que vivemos nesta terceira dimensão. Para ajudarmos o planeta a processar as suas próprias mudanças."

Beijos agradecidos...
Astrid Annabelle

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates