O mapa do Conclave para escolha do novo Papa, no dia 12 Março 2013

12 de março de 2013 ·

Mapa do momento que as portas da Capela Sisitina foram encerradas.
Deu-se início ao conclave. Clicar no mapa para o ver todo.

Mapa do Conclave
12 Março 2013
17h33 ou 17h34
(dependendo dos relógios, o resultado é o mesmo)
Cidade do Vaticano

Olhando para o mapa, chamei a atenção para mim mesmo de 3 posicionamentos muito especiais no mapa do Conclave. Como sabem 'conclave' [cum clave - sem chave] é a reunião magna de todos os cardeais do mundo que tenham menos de 80 anos e que são chamados a elegerem o novo Papa, por votação secreta. Esta reunião realiza-se na Capela Sistina, no Vaticano. Por renúncia do Papa Bento XVI, o conclave iniciou os seus trabalhos no dia 12 Março 2013, depois de cerca de uma semana intensa em que todos os cardeais, incluindo os que têm mais de 80 anos, foram chamados a debaterem inúmeras questões da Igreja Católica, num conjunto de reuniões magnas chamadas «congregações», tendo havido 10 dessas reuniões. Na capela Sistina, não se debate, só se vota.

Os 3 posicionamentos importantes, no meu modo de ver, são: 1) Mercúrio retrógrado - 2) Ascendente Virgem - 3) Yod ou Dedo de Deus: Saturno, Plutão e Júpiter Rx como ponto focal.

Mapa do início da cerimónias antes de encerrarem os
cardeais na Capela Sistina - 16h30
Clicar no mapa para o aumentar e ver bem.

1) Mercúrio retrógrado em Peixes

Espero que os cardeais consigam esperar até ao próximo dia 17 de Março, quando Mercúrio voltará a ficar directo. Não seria muito bom para a instituição Igreja Católica que o novo papado funcionasse debaixo de um Mercúrio retrógrado, quando se pretende que o novo Papa tenha uma voz muito clara e que se faça ouvir em todo o mundo, quer no panorama espiritual, quer no mundo político. De qualquer maneira, teremos que analisar o mapa do novo Papa, pois este que estamos a tratar é apenas o do Conclave, ou seja, é um mapa de intenções dos 114 cardeais que estarão reunidos na Capela Sistina para escolherem um deles para ser o líder da Igreja Católica.

2) Ascendente Virgem

Gosto muito deste ascendente, pois pelo lado mais comum, diz-nos que estes 114 cardeais serão muito trabalhadores e que o novo Papa apresentará essa característica. A tradição esotérica diz-nos que Virgem é o signo do Cristo, sendo portanto, um signo crístico, passe a redundância. Este signo seria associado às coisas da investigação dentro da Igreja, às questões da cura, da doença, daquilo que é necessário cuidar.

3) Yod ou O Dedo de Deus: Saturno Rx, Plutão tendo Júpiter como ponto focal

No mapa forma-se um 'Dedo de Deus', com base em um sextil entre Saturno e Plutão e destes planetas um quincúncio a Júpiter Rx, formando assim uma espécie de triângulo que se usa chamar de 'Dedo de Deus'. Talvez se recordem do grande alvoroço havido nos últimos anos, a propósito do que era suposto ser o fim do mundo, a acontecer em 21-12-2013. O que se escreveu, o que se disse! As certezas absolutas que havia, então. Para, afinal, nada acontecer. O mapa do suposto fim do mundo mostrava um 'Dedo de Deus'. Exactamente o mesmo Yod que existe neste mapa do conclave. É o mesmo com algumas pequenas diferenças:

Antes de avançar, gostaria de deixar esta ideia: O astrólogo argentino Eloy R. Dumón, no seu livro 'Manual de Astrologia Moderna' afirma o seguinte: «O Yod requer uma renúncia ao passado para ingressar em uma nova fase na vida». Para poder dar a natureza absoluta deste aspecto astrológico, vamos apreciar a diferença dos dois Yods: em 21-12-2012, Júpiter (o planeta focal) estava retrógrado.

Agora, cerca de 4 meses depois, para o mapa do conclave - 12 Março 2013 - reparamos que Júpiter está directo e é a vez de Saturno estar retrógrado. Foi devido a estes movimentos cósmicos que voltámos a ter o mesmo Yod e, sinceramente, creio que a minha análise para 2012, que poderá não ser aceite por ninguém, excepto eu próprio, mantém-se válida, adaptando-a apenas ao enorme rebanho da Igreja Católica, que como sabemos é superior a mais de 1 bilião de pessoas, ou seja uma de sete partes da actual humanidade segue as ideias desta igreja que agora nomeiam um Papa.

Na altura escrevi o que pode ser lido aqui [ http://cova-do-urso.blogspot.pt/2012/12/o-dedo-de-deus-ou-yod-de-21-12-2012-que.html ] e recordo-me de ter defendido uma ideia muito simples, que reproduzo na íntegra, uma parte significativa:

'Porque este texto trata, sobretudo, das configurações astrológicas chamadas 'yod' ou 'Dedo de Deus'. Como a configuração deste ano de 2012 envolve Júpiter Rx, Saturno e Plutão, interessava-me saber em que ano é que tinha havido outro Yod com estes mesmos 3 planetas. Foi em 1989. Sabendo eu o significado geral desse ano, dentro de mim, soou uma campainha e julgo ter entendido a ligação entre os dois Yod. O de 1989 e o de 2012. Explico-me: 
Não vou deixar para o fim a síntese deste texto. Fica já aqui. Em ambos os anos o que esteve presente foi sempre estas duas ocorrências: 
1) A subida da consciência colectiva desta nossa humanidade. 
2) Um salto quântico a nível de entrada das pessoas nos caminhos espirituais. Quer colectivos, quer individuais. 
Foi por isso que iniciei o texto com aquelas duas perguntas: 
Que espiritualidade praticavas em 1989? E hoje, em 2012? Consegues responder para ti mesmo(a)?'

A pergunta vinda do cosmos é muito simples, também, mais ou menos assim, para o dia de hoje, em 2013: «a vossa espiritualidade, baseada na fé e amor a Deus, mantém-se?». Em nenhum momento, nesta pergunta há alguma referência à Igreja Católica, nem a outra qualquer. Deus, só há um. 

Pois é, meus amigos, o problema são os rótulos que nós mesmos damos às coisas do céu.

Tirem as conclusões que quiserem. Mesmo vocês, modernos espiritualistas, que adoram destruir a tradição por palavras impensadas, podem tirar as conclusões que entenderem.

Escutem a voz de Deus.

Passem bem.

UPDATE



Reproduzo aqui no post o excelente comentário do
astrólogo português Leonardo Mansinhos.

Seu site profissional «Sopro D'Alma»
Seu blogue «Para Lá de um Símbolo»
Seu Facebook, aqui.
Sua página profissional «Sopro D'Alma», no Facebook, aqui.
[p.f., faça 'like' para acompanhar as informações]
Sua página no Google+, aqui.


1. De alguma forma, os 8 planetas localizados à volta do DSC estão ligados num espaço de mais de 30º (óbvio que para isto infere muito o que consideramos conjunções, mas neste caso eu acho que toda esta energia está unida), trazendo uma energia contínua que tem como motor de arranque um Neptuno em Peixes totalmente em "casa", simbolizando o Cristo (a fonte primordial da energia Católica no mundo), ainda para mais na Casa 6, natural de Virgem (o próprio Ascendente do mapa), a casa do trabalho mas, principalmente, do Serviço e da Dedicação. Esta mesma Casa 6 também alberga esse mesmo Mercúrio retrógrado e em exílio, regente do Ascendente, dispositor do Júpiter na Casa 9, onde cumpre a sua função em pleno, mas também ele exilado.

2. O segundo ponto, muito favorável a meu ver a este Conclave, é o Sol na Casa 7, em Peixes, muito simpática posição para a eleição de um cargo onde o Eu se dilui na Humanidade como um líder Espiritual e Humano, se calhar de alguma forma o próprio legado destes dois últimos papas, formalizado por uma decisão humana de resignação.

Creio que teremos um conclave cujo resultado, embora diferente e até um pouco irreverente/contraditário (Marte e Lua em Carneiro na 7), pode revelar-se numa figura de Serviço para com a Humanidade, que, parece-me, tentará libertar-se de espectros formais e ortodoxos, até talvez com uma certa tentativa de renovação e purificação da fé. Saturno retrógrado, conjunto ao Nodo Norte, em Escorpião, como um dos focos do yod, e Plutão em Capricórnio, como outro dos focos, em ligação a um Júpiter na Casa 9 pedem naturalmente uma renovação do poder do Papa e da própria Igreja.

Mais pormenores, só depois de fumo branco!

12/03/13, 19:15 



.

7 comentários:

Vera Braz Mendes disse...
12 de março de 2013 às 16:52  

Muito bom António! Gostei da pergunta qdo a fez em relação a 21 dez. Fez-me ir revisitar o ano de 1989. Continuo a achar a pergunta pertinente... O regente de Júpiter está retrogado e em peixes, o q é muito significativo para questões de fé

Vera Braz Mendes disse...
12 de março de 2013 às 16:54  

Tenho q continuar aqui, porq tenho limite de palavras no telefone.

Penso q é isso mesmo que interessa debater para escolher alguém para guiar espiritualmente tanta gente...

Bj

António Rosa disse...
12 de março de 2013 às 16:59  

Vera

Muito agradecido. Foi uma inspiração, assim que há uns dias vi o Yod do dia de hoje. Pode crer que fui com algum receio ver o artigo de Dezembro 2012, pois não tinha claro que fosse o mesmo yod, pois esqueço-me das coisas. :)

Muito obrigado.

Astrid Annabelle disse...
12 de março de 2013 às 18:25  

O seu post é excelente António, mesmo para quem ainda não compreende totalmente a astrologia.
Desde que estou acompanhando seus posts e publicações a respeito da renúncia e agora eleição do novo Papa, que sinto a cena toda sendo manipulada do alto...
Hoje, através dessa leitura, você acabou de me confirmar que estou sentindo certo.
Parabéns... eu adorei seu texto.
Um beijo agradecido.
Astrid Annabelle

Leonardo Figueiredo Mansinhos disse...
12 de março de 2013 às 19:15  

Viva António!

Muito interessante e pertinente este mapa, totalmente surpreso e contrário às expectativas.

Para além dos tópicos que referiu e maravilhosamente bem, António, há mais dois que passo aqui:

1. De alguma forma, os 8 planetas localizados à volta do DSC estão ligados num espaço de mais de 30º (óbvio que para isto infere muito o que consideramos conjunções, mas neste caso eu acho que toda esta energia está unida), trazendo uma energia contínua que tem como motor de arranque um Neptuno em Peixes totalmente em "casa", simbolizando o Cristo (a fonte primordial da energia Católica no mundo), ainda para mais na Casa 6, natural de Virgem (o próprio Ascendente do mapa), a casa do trabalho mas, principalmente, do Serviço e da Dedicação. Esta mesma Casa 6 também alberga esse mesmo Mercúrio retrógrado e em exílio, regente do Ascendente, dispositor do Júpiter na Casa 9, onde cumpre a sua função em pleno, mas também ele exilado.

2. O segundo ponto, muito favorável a meu ver a este Conclave, é o Sol na Casa 7, em Peixes, muito simpática posição para a eleição de um cargo onde o Eu se dilui na Humanidade como um líder Espiritual e Humano, se calhar de alguma forma o próprio legado destes dois últimos papas, formalizado por uma decisão humana de resignação.

Creio que teremos um conclave cujo resultado, embora diferente e até um pouco irreverente/contraditário (Marte e Lua em Carneiro na 7), pode revelar-se numa figura de Serviço para com a Humanidade, que, parece-me, tentará libertar-se de espectros formais e ortodoxos, até talvez com uma certa tentativa de renovação e purificação da fé. Saturno retrógrado, conjunto ao Nodo Norte, em Escorpião, como um dos focos do yod, e Plutão em Capricórnio, como outro dos focos, em ligação a um Júpiter na Casa 9 pedem naturalmente uma renovação do poder do Papa e da própria Igreja.

Mais pormenores, só depois de fumo branco!

António Rosa disse...
13 de março de 2013 às 08:34  

Querida Astrid

No ano passado, enquanto escrevia o artigo para o '21 Dezembro 2012' jamais me ocorreu esta situação da renúncia do Papa e nomeação de um novo.

No entanto, assim que soube que Bento XVI decidira retirar-se do Papado, «senti» imediatamente, que isto era Trabalho Novo, que fazia parte de um plano maior, como a cada dia que passa, vou confirmando isso no meu íntimo.

Uso a astrologia apenas para confirmar ou conferir esses flashs.

Vamos continuar até haver um novo Papa, mesmo que seja com Mercúrio Rx. Isso tenho eu no meu mapa natal e... cá vou andando. :)

Beijos

A.

António Rosa disse...
13 de março de 2013 às 08:40  

Olá Leonardo,

Muito agradecido pelo seu comentário, muito bem escrito e analisado. Gostei imenso e tanto assim é que não irei escrever grande coisa aqui nesta zona, pois prefiro colocar a parte astrológica do seu texto, no próprio post, com os devidos créditos, claro.

Muito obrigado, abraço

A.

12 de março de 2013

O mapa do Conclave para escolha do novo Papa, no dia 12 Março 2013

Mapa do momento que as portas da Capela Sisitina foram encerradas.
Deu-se início ao conclave. Clicar no mapa para o ver todo.

Mapa do Conclave
12 Março 2013
17h33 ou 17h34
(dependendo dos relógios, o resultado é o mesmo)
Cidade do Vaticano

Olhando para o mapa, chamei a atenção para mim mesmo de 3 posicionamentos muito especiais no mapa do Conclave. Como sabem 'conclave' [cum clave - sem chave] é a reunião magna de todos os cardeais do mundo que tenham menos de 80 anos e que são chamados a elegerem o novo Papa, por votação secreta. Esta reunião realiza-se na Capela Sistina, no Vaticano. Por renúncia do Papa Bento XVI, o conclave iniciou os seus trabalhos no dia 12 Março 2013, depois de cerca de uma semana intensa em que todos os cardeais, incluindo os que têm mais de 80 anos, foram chamados a debaterem inúmeras questões da Igreja Católica, num conjunto de reuniões magnas chamadas «congregações», tendo havido 10 dessas reuniões. Na capela Sistina, não se debate, só se vota.

Os 3 posicionamentos importantes, no meu modo de ver, são: 1) Mercúrio retrógrado - 2) Ascendente Virgem - 3) Yod ou Dedo de Deus: Saturno, Plutão e Júpiter Rx como ponto focal.

Mapa do início da cerimónias antes de encerrarem os
cardeais na Capela Sistina - 16h30
Clicar no mapa para o aumentar e ver bem.

1) Mercúrio retrógrado em Peixes

Espero que os cardeais consigam esperar até ao próximo dia 17 de Março, quando Mercúrio voltará a ficar directo. Não seria muito bom para a instituição Igreja Católica que o novo papado funcionasse debaixo de um Mercúrio retrógrado, quando se pretende que o novo Papa tenha uma voz muito clara e que se faça ouvir em todo o mundo, quer no panorama espiritual, quer no mundo político. De qualquer maneira, teremos que analisar o mapa do novo Papa, pois este que estamos a tratar é apenas o do Conclave, ou seja, é um mapa de intenções dos 114 cardeais que estarão reunidos na Capela Sistina para escolherem um deles para ser o líder da Igreja Católica.

2) Ascendente Virgem

Gosto muito deste ascendente, pois pelo lado mais comum, diz-nos que estes 114 cardeais serão muito trabalhadores e que o novo Papa apresentará essa característica. A tradição esotérica diz-nos que Virgem é o signo do Cristo, sendo portanto, um signo crístico, passe a redundância. Este signo seria associado às coisas da investigação dentro da Igreja, às questões da cura, da doença, daquilo que é necessário cuidar.

3) Yod ou O Dedo de Deus: Saturno Rx, Plutão tendo Júpiter como ponto focal

No mapa forma-se um 'Dedo de Deus', com base em um sextil entre Saturno e Plutão e destes planetas um quincúncio a Júpiter Rx, formando assim uma espécie de triângulo que se usa chamar de 'Dedo de Deus'. Talvez se recordem do grande alvoroço havido nos últimos anos, a propósito do que era suposto ser o fim do mundo, a acontecer em 21-12-2013. O que se escreveu, o que se disse! As certezas absolutas que havia, então. Para, afinal, nada acontecer. O mapa do suposto fim do mundo mostrava um 'Dedo de Deus'. Exactamente o mesmo Yod que existe neste mapa do conclave. É o mesmo com algumas pequenas diferenças:

Antes de avançar, gostaria de deixar esta ideia: O astrólogo argentino Eloy R. Dumón, no seu livro 'Manual de Astrologia Moderna' afirma o seguinte: «O Yod requer uma renúncia ao passado para ingressar em uma nova fase na vida». Para poder dar a natureza absoluta deste aspecto astrológico, vamos apreciar a diferença dos dois Yods: em 21-12-2012, Júpiter (o planeta focal) estava retrógrado.

Agora, cerca de 4 meses depois, para o mapa do conclave - 12 Março 2013 - reparamos que Júpiter está directo e é a vez de Saturno estar retrógrado. Foi devido a estes movimentos cósmicos que voltámos a ter o mesmo Yod e, sinceramente, creio que a minha análise para 2012, que poderá não ser aceite por ninguém, excepto eu próprio, mantém-se válida, adaptando-a apenas ao enorme rebanho da Igreja Católica, que como sabemos é superior a mais de 1 bilião de pessoas, ou seja uma de sete partes da actual humanidade segue as ideias desta igreja que agora nomeiam um Papa.

Na altura escrevi o que pode ser lido aqui [ http://cova-do-urso.blogspot.pt/2012/12/o-dedo-de-deus-ou-yod-de-21-12-2012-que.html ] e recordo-me de ter defendido uma ideia muito simples, que reproduzo na íntegra, uma parte significativa:

'Porque este texto trata, sobretudo, das configurações astrológicas chamadas 'yod' ou 'Dedo de Deus'. Como a configuração deste ano de 2012 envolve Júpiter Rx, Saturno e Plutão, interessava-me saber em que ano é que tinha havido outro Yod com estes mesmos 3 planetas. Foi em 1989. Sabendo eu o significado geral desse ano, dentro de mim, soou uma campainha e julgo ter entendido a ligação entre os dois Yod. O de 1989 e o de 2012. Explico-me: 
Não vou deixar para o fim a síntese deste texto. Fica já aqui. Em ambos os anos o que esteve presente foi sempre estas duas ocorrências: 
1) A subida da consciência colectiva desta nossa humanidade. 
2) Um salto quântico a nível de entrada das pessoas nos caminhos espirituais. Quer colectivos, quer individuais. 
Foi por isso que iniciei o texto com aquelas duas perguntas: 
Que espiritualidade praticavas em 1989? E hoje, em 2012? Consegues responder para ti mesmo(a)?'

A pergunta vinda do cosmos é muito simples, também, mais ou menos assim, para o dia de hoje, em 2013: «a vossa espiritualidade, baseada na fé e amor a Deus, mantém-se?». Em nenhum momento, nesta pergunta há alguma referência à Igreja Católica, nem a outra qualquer. Deus, só há um. 

Pois é, meus amigos, o problema são os rótulos que nós mesmos damos às coisas do céu.

Tirem as conclusões que quiserem. Mesmo vocês, modernos espiritualistas, que adoram destruir a tradição por palavras impensadas, podem tirar as conclusões que entenderem.

Escutem a voz de Deus.

Passem bem.

UPDATE



Reproduzo aqui no post o excelente comentário do
astrólogo português Leonardo Mansinhos.

Seu site profissional «Sopro D'Alma»
Seu blogue «Para Lá de um Símbolo»
Seu Facebook, aqui.
Sua página profissional «Sopro D'Alma», no Facebook, aqui.
[p.f., faça 'like' para acompanhar as informações]
Sua página no Google+, aqui.


1. De alguma forma, os 8 planetas localizados à volta do DSC estão ligados num espaço de mais de 30º (óbvio que para isto infere muito o que consideramos conjunções, mas neste caso eu acho que toda esta energia está unida), trazendo uma energia contínua que tem como motor de arranque um Neptuno em Peixes totalmente em "casa", simbolizando o Cristo (a fonte primordial da energia Católica no mundo), ainda para mais na Casa 6, natural de Virgem (o próprio Ascendente do mapa), a casa do trabalho mas, principalmente, do Serviço e da Dedicação. Esta mesma Casa 6 também alberga esse mesmo Mercúrio retrógrado e em exílio, regente do Ascendente, dispositor do Júpiter na Casa 9, onde cumpre a sua função em pleno, mas também ele exilado.

2. O segundo ponto, muito favorável a meu ver a este Conclave, é o Sol na Casa 7, em Peixes, muito simpática posição para a eleição de um cargo onde o Eu se dilui na Humanidade como um líder Espiritual e Humano, se calhar de alguma forma o próprio legado destes dois últimos papas, formalizado por uma decisão humana de resignação.

Creio que teremos um conclave cujo resultado, embora diferente e até um pouco irreverente/contraditário (Marte e Lua em Carneiro na 7), pode revelar-se numa figura de Serviço para com a Humanidade, que, parece-me, tentará libertar-se de espectros formais e ortodoxos, até talvez com uma certa tentativa de renovação e purificação da fé. Saturno retrógrado, conjunto ao Nodo Norte, em Escorpião, como um dos focos do yod, e Plutão em Capricórnio, como outro dos focos, em ligação a um Júpiter na Casa 9 pedem naturalmente uma renovação do poder do Papa e da própria Igreja.

Mais pormenores, só depois de fumo branco!

12/03/13, 19:15 



.

7 comentários:

Vera Braz Mendes disse...

Muito bom António! Gostei da pergunta qdo a fez em relação a 21 dez. Fez-me ir revisitar o ano de 1989. Continuo a achar a pergunta pertinente... O regente de Júpiter está retrogado e em peixes, o q é muito significativo para questões de fé

Vera Braz Mendes disse...

Tenho q continuar aqui, porq tenho limite de palavras no telefone.

Penso q é isso mesmo que interessa debater para escolher alguém para guiar espiritualmente tanta gente...

Bj

António Rosa disse...

Vera

Muito agradecido. Foi uma inspiração, assim que há uns dias vi o Yod do dia de hoje. Pode crer que fui com algum receio ver o artigo de Dezembro 2012, pois não tinha claro que fosse o mesmo yod, pois esqueço-me das coisas. :)

Muito obrigado.

Astrid Annabelle disse...

O seu post é excelente António, mesmo para quem ainda não compreende totalmente a astrologia.
Desde que estou acompanhando seus posts e publicações a respeito da renúncia e agora eleição do novo Papa, que sinto a cena toda sendo manipulada do alto...
Hoje, através dessa leitura, você acabou de me confirmar que estou sentindo certo.
Parabéns... eu adorei seu texto.
Um beijo agradecido.
Astrid Annabelle

Leonardo Figueiredo Mansinhos disse...

Viva António!

Muito interessante e pertinente este mapa, totalmente surpreso e contrário às expectativas.

Para além dos tópicos que referiu e maravilhosamente bem, António, há mais dois que passo aqui:

1. De alguma forma, os 8 planetas localizados à volta do DSC estão ligados num espaço de mais de 30º (óbvio que para isto infere muito o que consideramos conjunções, mas neste caso eu acho que toda esta energia está unida), trazendo uma energia contínua que tem como motor de arranque um Neptuno em Peixes totalmente em "casa", simbolizando o Cristo (a fonte primordial da energia Católica no mundo), ainda para mais na Casa 6, natural de Virgem (o próprio Ascendente do mapa), a casa do trabalho mas, principalmente, do Serviço e da Dedicação. Esta mesma Casa 6 também alberga esse mesmo Mercúrio retrógrado e em exílio, regente do Ascendente, dispositor do Júpiter na Casa 9, onde cumpre a sua função em pleno, mas também ele exilado.

2. O segundo ponto, muito favorável a meu ver a este Conclave, é o Sol na Casa 7, em Peixes, muito simpática posição para a eleição de um cargo onde o Eu se dilui na Humanidade como um líder Espiritual e Humano, se calhar de alguma forma o próprio legado destes dois últimos papas, formalizado por uma decisão humana de resignação.

Creio que teremos um conclave cujo resultado, embora diferente e até um pouco irreverente/contraditário (Marte e Lua em Carneiro na 7), pode revelar-se numa figura de Serviço para com a Humanidade, que, parece-me, tentará libertar-se de espectros formais e ortodoxos, até talvez com uma certa tentativa de renovação e purificação da fé. Saturno retrógrado, conjunto ao Nodo Norte, em Escorpião, como um dos focos do yod, e Plutão em Capricórnio, como outro dos focos, em ligação a um Júpiter na Casa 9 pedem naturalmente uma renovação do poder do Papa e da própria Igreja.

Mais pormenores, só depois de fumo branco!

António Rosa disse...

Querida Astrid

No ano passado, enquanto escrevia o artigo para o '21 Dezembro 2012' jamais me ocorreu esta situação da renúncia do Papa e nomeação de um novo.

No entanto, assim que soube que Bento XVI decidira retirar-se do Papado, «senti» imediatamente, que isto era Trabalho Novo, que fazia parte de um plano maior, como a cada dia que passa, vou confirmando isso no meu íntimo.

Uso a astrologia apenas para confirmar ou conferir esses flashs.

Vamos continuar até haver um novo Papa, mesmo que seja com Mercúrio Rx. Isso tenho eu no meu mapa natal e... cá vou andando. :)

Beijos

A.

António Rosa disse...

Olá Leonardo,

Muito agradecido pelo seu comentário, muito bem escrito e analisado. Gostei imenso e tanto assim é que não irei escrever grande coisa aqui nesta zona, pois prefiro colocar a parte astrológica do seu texto, no próprio post, com os devidos créditos, claro.

Muito obrigado, abraço

A.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates