O Sol entra no signo Touro

19 de abril de 2012 ·



Por sugestão do Marcelo Dallaaqui

Missão superior:
Aprender a estabelecer um contacto sereno com a natureza.

Touro é o 1º Nível do Elemento Terra. A energia de Touro é a própria força da Terra, do Planeta, de Gaia. Simboliza a Natureza como primeva forma de Vida. Exprime a capacidade que o Homem tem de conhecer a Terra, de com ela se identificar. Touro é a posse da terra pelos sentidos, a segurança da experiência do homem na matéria.

Touro representa a estabilidade sobre a Terra, a capacidade de intuir a matéria pela via do Conhecimento Instintivo. O Taurino tem que cheirar, ver, agarrar, ser fisicamente desperto pela vibração mais pesada da energia que lhe ensina a dimensão do plano físico onde nasceu. Essa dimensão, que cada dia o limita e condiciona, mas onde se encontra seguro e se transcende.

A Terra do Touro aparece como a realidade exterior da qual, lentamente, o taurino se apropria pelo seu poder de realização, pela sua capacidade de construção, de edificação. Em Touro, o homem vai-se adaptando ao planeta Terra onde lhe foi dado nascer.

Assim, o vai trabalhando e transformando. Assim, se vai afeiçoando à terra, tornando-a sua. Assim, a apreende com prazer, com amor, com tranquilidade, as grandes qualidades deste signo. O Touro identifica-se com a Natureza, e por ela se pacifica.

Regente: Vénus

Simboliza a primeira vibração do Divino que o homem pode vivenciar. Nasce da projecção do Eu sobre o objecto amado. É a primeira experiência emocional de Unidade.

Ilha de Moçambique, Fortaleza de S. Sebastião.
Foto do sr. Victor Fernando Gomes Rodrigues

1º nível de evolução:
Amar a Terra, amar a obscuridade da Matéria, é levar o Espírito ao seu Oposto. É integrar contrários. Nele o Amor é vivido pelo prazer de possuir. Amar é em Touro, noção de território. Emoção ligada ao instinto, interiorizada, sensual. Vénus em Touro encontra no corpo físico a sua forma de expressão, a primeira consciência.

2º nível de evolução:
Revela-se o modo como a segurança material pode ser experimentada. A qualidade que cada um projecta como capacidade de se adaptar à vida. É essa qualidade própria que nos devolve o que descobrimos ser o nosso valor, o nosso poder de nos relacionarmos com a matéria e o amor. O que verdadeiramente consideramos nosso, fruto das nossas capacidades, conquistado pelo nosso esforço. Esta é a atitude que se manifesta sempre que o Eu compete consigo mesmo frente às necessidades da vida.

3º nível de evolução:
Revela o tipo de desapego que deve vir a ser o nosso em relação à matéria. O distanciamento emocional frente ao que possuímos. Este nível indica a forma como o espírito lida com a matéria. Ensina a relação que o Eu estabelece com a segurança material. Tendo em conta uma escala de valores que situa a matéria no lugar que lhe compete, este nível indica se a matéria é usada em liberdade ou se inversamente, o Eu é por ela condicionada.

Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira em São Paulo, Brasil

Meu comentário pessoal:

Daí, o eu ficar de pé atrás com aquelas muitas e muitas pessoas que vão «negando» a sua reencaranação no planeta, afirmando continuamente que já vivem no desapego, que lhes basta «meditar» para tudo conseguirem, e outras baboseiras mais... É isso que mais me cansa da dita espiritualidade lindinha, tão típica das redes sociais, dos inúmeros comentários twiteiros e facebookeiros.

Será que não se quer perceber que, se tivessem atingido esse nível de desapego, já teriam desencarnado, por terem terminado a experiência da fisicalidade? 

.

9 comentários:

Astrid Annabelle disse...
19 de abril de 2012 às 12:15  

"Em Touro, o homem vai-se adaptando ao planeta Terra onde lhe foi dado nascer."
Achei lindo isso!!!
Belíssimo post António querido! Belíssimo!!!!!

E...
"Será que não se quer perceber que, se tivessem atingido esse nível de desapego, já teriam desencarnado, por terem terminado a experiência da fisicalidade?"
Perfeito..
Nada mais...

Beijo grande.
Astrid Annabelle

Anónimo disse...
19 de abril de 2012 às 12:42  

António bom dia!

Excelente análise.... adorei e estou a digerir, é tanto isso tudo... mas tanto.... Grata!

De coração, obrigada por estar aí e aqui....

"Aprender a estabelecer um contacto sereno com a natureza."

Aprendendo, todos os dias, ou pelo menos tentando :-)

Um beijo
Xana Lopes

Filomena Nunes disse...
19 de abril de 2012 às 13:14  

Muito bom, como sempre!!

E este diz respeito ao meu Sol, logo, à jornada da "minha heroína".. hehe

Um abraço, e um dia alegre.

Filomena

Hanah disse...
19 de abril de 2012 às 13:38  

O conforto e o equilíbrio na estadia por aqui ....

"Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual. Somos seres espirituais passando por uma experiência humana "

Sem mais ...

Joana disse...
19 de abril de 2012 às 13:42  

Adorei! OU não fosse eu Touro :P

Beijinhos

HAZEL disse...
19 de abril de 2012 às 15:36  

É mesmo. Eu não vivo no desapego, mas todos os dias lido com a forma como o Universo mo ensina "à bruta". :)

MARCELO DALLA disse...
19 de abril de 2012 às 19:42  

Amigo, sou fã dessa sua série. Excelente, como sempre. Tenho Nodo Norte em Touro, tanto o que aprender sobre tudo isso...
E seu comentário no final fechou o post com chave de ouro. rsrsrsrs
abraço, querido!

IdoMind disse...
19 de abril de 2012 às 23:09  

António

sou ao teu contrário, Touro com ascendente em Gémeos e é claro que adorei o que li e que subscrevo.

Há muita rapidez em julgar "mau" o que é da Terra como se não fosse pela erra que fazemos a experiência do céu...

Nós dois estamos entalados entre uma e outro, né? lolol

Adoro a beleza, o cheiro, o sabor, a textura de tudo que me faz sentir VIVA e grata por estar cá.

Hoje agradeço-te este post bonito, didático e acima de tudo, honesto...gosto.

beijocas :)

susane disse...
11 de agosto de 2016 às 10:37  

Gracias a su sitio que acabo de appendre varias cosas. Sigue adelante!

voyance gratuite par mail

19 de abril de 2012

O Sol entra no signo Touro



Por sugestão do Marcelo Dallaaqui

Missão superior:
Aprender a estabelecer um contacto sereno com a natureza.

Touro é o 1º Nível do Elemento Terra. A energia de Touro é a própria força da Terra, do Planeta, de Gaia. Simboliza a Natureza como primeva forma de Vida. Exprime a capacidade que o Homem tem de conhecer a Terra, de com ela se identificar. Touro é a posse da terra pelos sentidos, a segurança da experiência do homem na matéria.

Touro representa a estabilidade sobre a Terra, a capacidade de intuir a matéria pela via do Conhecimento Instintivo. O Taurino tem que cheirar, ver, agarrar, ser fisicamente desperto pela vibração mais pesada da energia que lhe ensina a dimensão do plano físico onde nasceu. Essa dimensão, que cada dia o limita e condiciona, mas onde se encontra seguro e se transcende.

A Terra do Touro aparece como a realidade exterior da qual, lentamente, o taurino se apropria pelo seu poder de realização, pela sua capacidade de construção, de edificação. Em Touro, o homem vai-se adaptando ao planeta Terra onde lhe foi dado nascer.

Assim, o vai trabalhando e transformando. Assim, se vai afeiçoando à terra, tornando-a sua. Assim, a apreende com prazer, com amor, com tranquilidade, as grandes qualidades deste signo. O Touro identifica-se com a Natureza, e por ela se pacifica.

Regente: Vénus

Simboliza a primeira vibração do Divino que o homem pode vivenciar. Nasce da projecção do Eu sobre o objecto amado. É a primeira experiência emocional de Unidade.

Ilha de Moçambique, Fortaleza de S. Sebastião.
Foto do sr. Victor Fernando Gomes Rodrigues

1º nível de evolução:
Amar a Terra, amar a obscuridade da Matéria, é levar o Espírito ao seu Oposto. É integrar contrários. Nele o Amor é vivido pelo prazer de possuir. Amar é em Touro, noção de território. Emoção ligada ao instinto, interiorizada, sensual. Vénus em Touro encontra no corpo físico a sua forma de expressão, a primeira consciência.

2º nível de evolução:
Revela-se o modo como a segurança material pode ser experimentada. A qualidade que cada um projecta como capacidade de se adaptar à vida. É essa qualidade própria que nos devolve o que descobrimos ser o nosso valor, o nosso poder de nos relacionarmos com a matéria e o amor. O que verdadeiramente consideramos nosso, fruto das nossas capacidades, conquistado pelo nosso esforço. Esta é a atitude que se manifesta sempre que o Eu compete consigo mesmo frente às necessidades da vida.

3º nível de evolução:
Revela o tipo de desapego que deve vir a ser o nosso em relação à matéria. O distanciamento emocional frente ao que possuímos. Este nível indica a forma como o espírito lida com a matéria. Ensina a relação que o Eu estabelece com a segurança material. Tendo em conta uma escala de valores que situa a matéria no lugar que lhe compete, este nível indica se a matéria é usada em liberdade ou se inversamente, o Eu é por ela condicionada.

Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira em São Paulo, Brasil

Meu comentário pessoal:

Daí, o eu ficar de pé atrás com aquelas muitas e muitas pessoas que vão «negando» a sua reencaranação no planeta, afirmando continuamente que já vivem no desapego, que lhes basta «meditar» para tudo conseguirem, e outras baboseiras mais... É isso que mais me cansa da dita espiritualidade lindinha, tão típica das redes sociais, dos inúmeros comentários twiteiros e facebookeiros.

Será que não se quer perceber que, se tivessem atingido esse nível de desapego, já teriam desencarnado, por terem terminado a experiência da fisicalidade? 

.

9 comentários:

Astrid Annabelle disse...

"Em Touro, o homem vai-se adaptando ao planeta Terra onde lhe foi dado nascer."
Achei lindo isso!!!
Belíssimo post António querido! Belíssimo!!!!!

E...
"Será que não se quer perceber que, se tivessem atingido esse nível de desapego, já teriam desencarnado, por terem terminado a experiência da fisicalidade?"
Perfeito..
Nada mais...

Beijo grande.
Astrid Annabelle

Anónimo disse...

António bom dia!

Excelente análise.... adorei e estou a digerir, é tanto isso tudo... mas tanto.... Grata!

De coração, obrigada por estar aí e aqui....

"Aprender a estabelecer um contacto sereno com a natureza."

Aprendendo, todos os dias, ou pelo menos tentando :-)

Um beijo
Xana Lopes

Filomena Nunes disse...

Muito bom, como sempre!!

E este diz respeito ao meu Sol, logo, à jornada da "minha heroína".. hehe

Um abraço, e um dia alegre.

Filomena

Hanah disse...

O conforto e o equilíbrio na estadia por aqui ....

"Não somos seres humanos passando por uma experiência espiritual. Somos seres espirituais passando por uma experiência humana "

Sem mais ...

Joana disse...

Adorei! OU não fosse eu Touro :P

Beijinhos

HAZEL disse...

É mesmo. Eu não vivo no desapego, mas todos os dias lido com a forma como o Universo mo ensina "à bruta". :)

MARCELO DALLA disse...

Amigo, sou fã dessa sua série. Excelente, como sempre. Tenho Nodo Norte em Touro, tanto o que aprender sobre tudo isso...
E seu comentário no final fechou o post com chave de ouro. rsrsrsrs
abraço, querido!

IdoMind disse...

António

sou ao teu contrário, Touro com ascendente em Gémeos e é claro que adorei o que li e que subscrevo.

Há muita rapidez em julgar "mau" o que é da Terra como se não fosse pela erra que fazemos a experiência do céu...

Nós dois estamos entalados entre uma e outro, né? lolol

Adoro a beleza, o cheiro, o sabor, a textura de tudo que me faz sentir VIVA e grata por estar cá.

Hoje agradeço-te este post bonito, didático e acima de tudo, honesto...gosto.

beijocas :)

susane disse...

Gracias a su sitio que acabo de appendre varias cosas. Sigue adelante!

voyance gratuite par mail

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates